Luz azul à noite: por que ela tem mantido seu filho acordado

De Mãe para Mãe - Desenvolvimento - Sono26/10/17 By: Ana Lú Gerodetti
(0) Comentários

 

Olá, moms!

Tudo bem?

Durante a semana, recebemos um texto superinteressante que fala sobre a luz azul e os problemas que ela pode trazer aos pequenos, como a alteração nos hábitos do sono e dificuldades para dormir.

Achamos o artigo super válido e importante, por isso fizemos uma tradução livre para as leitoras do blog.

Confiram!

 
________________________________________________________________________________

 

Luz azul à noite: por que isso tem mantido seu filho acordado

 

Já são oito da noite. Você deu um banho na sua filha de 4 anos, leu seu livro de histórias favorito, deu um beijo de boa noite nela e ligou a luz noturna. Às nove, você ouve pequenos passos no andar de cima. O quê? Ela não está dormindo?! Confie em mim. Eu conheço esse sentimento.

Aqui está o provável culpado – que a maioria dos pais nunca pensa: luz azul. Este tipo de luz é emitido por tablets, laptops, telefones inteligentes, bem como por vários tipos de iluminação artificial, incluindo luzes noturnas para crianças. Isso tem um impacto direto na qualidade e na quantidade de sono do seu filho. Parece um pouco estranho o que estou dizendo? Deixe-me lhe dizer como e por que isso é uma coisa real!

O efeito da luz azul em seu filho

É a luz azul em particular que tem esse efeito sobre os seres humanos, não são todas as cores. As ondas azuis mostraram ser super benéficas durante o dia, pois aumentam a atenção, o tempo de reação e até mesmo melhoram o humor.

Infelizmente, esse mesmo tipo de aceleração na atividade do cérebro pode ser bastante perturbador à noite, quando você está tentando colocar o seu filho para dormir. E a nossa exposição à luz azul parece aumentar a cada dia!

Houve uma explosão literal de dispositivos eletrônicos com telas, incluindo aquelas luzes eficientes em energia, que continuam a aumentar a exposição dos nossos filhos às ondas de luz azul, especialmente após o anoitecer. Mesmo o que chamamos de “luzes brancas” contêm um pouco de luz azul no seu espectro.

Segundo especialistas, a luz azul envia um sinal para o cérebro das crianças dizendo que ainda não é hora de dormir.

Em 2002, descobriram que alguns sensores nos olhos humanos são responsáveis ​​por enviar informações ao mestre do relógio circadiano no cérebro, que regula o padrão de sono do ser humano. São esses sensores, que dizem ao seu corpo quando dormir, os mais sensíveis à luz azul. Em suma, a exposição à luz azul pode afetar a função adequada do relógio natural do seu corpo.

Além do mais, a luz azul também afeta a produção de melatonina em grande escala. Um estudo de Harvard mostrou que a exposição à essa luz pode suprimir a melatonina, o hormônio do sono do corpo, duas vezes mais do que a luz verde. “Embora todo o tipo de luz possa suprimir a secreção de melatonina, a luz azul durante à noite faz isso com mais força”.

Quão prejudicial é a exposição à luz azul durante à noite?

– Ela envia um sinal para o cérebro para desligar a produção de melatonina, mantendo o seu pequeno acordado.

– Ela influencia o ritmo circadiano, ou o relógio do seu corpo. Isso significa que seu filho pode ficar acordado até tarde e passar o dia todo com sono. Em vez de dormir na hora certa, a exposição à luz azul alterará o relógio interno do seu filho e o fará inverter horários.

– Muitos estudos mostraram que a privação do sono pode ser uma causa contributiva no desenvolvimento de doenças graves, como câncer, diabetes, doenças cardíacas e obesidade.

Em outras palavras, a exposição a dispositivos eletrônicos de luz azul e à iluminação artificial afeta a capacidade do seu filho de sincronizar seu horário de dormir e despertar.

Dicas para reduzir a luz azul durante à noite

– Troque as luzes azuis por algo vermelho ou laranja. “Use luz vermelha fraca para o horário de dormir. A luz vermelha tem o menor poder para mudar o ritmo circadiano e suprimir a melatonina”, segundo a Harvard Medical School.

– Evite expor seu filho à tablets ou a televisão por 2 a 3 horas antes dele ir dormir.

– Minimize o brilho da luz noturna do seu filho. E cuidado com as luzes noturnas que emitem luz azul ou branca!

– Mantenha o seu filho longe das luzes mais fortes/brilhantes da casa. Quanto mais longe do seu filho, melhor. Se você não puder fazer isso, desligue essas luzes pelo menos 30 minutos antes da hora de dormir. A quantidade de luz que atinge os olhos da criança pode ter um impacto na capacidade de dormir cedo.

– Incentive o seu filho a “brincar lá fora” e ficar exposto à luzes brilhantes durante o dia. Isso aumenta o estado de alerta e humor dele durante o dia e facilita a sua adormecida durante a noite.

Em suma, tente deixar os tablets e a televisão de lado. Limite o tempo com eletrônicos e incentive mais as brincadeiras ao ar livre.

 

FONTE: Ooly 123

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: