Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram… E muito!

De Mãe para Mãe - Psicologia - Somos todas iguais09/06/18 By: Renata Pires
(6) Comentários

 

Olá moms!

Um dia desses colocamos uma frase no Instagram que repercutiu bastante: “Depois de me tornar mãe, meus medos aumentaram… E muito!”. Fiquei impressionada e me senti abraçada e mais “normal” depois de tantos relatos.

 

Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram - Just Real Moms

 

Não sei vocês, mas depois que me tornei mãe, meus medos aumentaram absurdamente. Ninguém pode me falar sobre doenças que começo a sentir os sintomas, avião então… Pavor! Fico um mês tensa só de pensar em voar, principalmente se for apenas eu e meu marido, sem as crianças.

É uma mistura de medo de deixar meus filhos, medo deles ficarem doentes, de perdê-los. Medo da violência do Zika vírus, da dengue… Medos e mais medos… Virei realmente uma medrosa assumida! Me recordo da minha adolescência e de quando ainda não tinha filhos e vejo que eu era completamente desencanada de tudo. Como eu conseguia?

Mas vi que isso é muito mais normal do que eu imaginava, afinal muitas mulheres têm este mesmo sentimento. E na lista das coisas que as mães modernas mais têm medo apareceram:

– Andar de carro e dirigir;

– Notícias de doenças em crianças;

– Avião;

– De morrer (ou os filhos, ou o marido);

– Engasgo nas crianças;

– Piscina (afogamento);

– De não conseguir educar direito;

– De não ser uma boa mãe.

 

Uma pesquisa na Revista Superinteressante diz que o medo, hoje em dia, é muito mais presente nas pessoas do que era antigamente. Cerca de 78% da população têm medo de perder os entes queridos, 71% têm medo de pegar dengue, 81% têm medo de desenvolver câncer e 70% da populacão têm medo de que algo ruim aconteça com os filhos.

Para superá-los, terapia (a principal delas se chama terapia cognitivo-comportamental (TCC), que nos ensina a mudar os pensamentos ruins que geram ansiedade), psicanálise, hipnose, dentre outras especialidades. Mas, uma dica é não pesquisar e acreditar em tudo que o Google diz (isso é pra mim, faço sempre). Procurar sintomas não é uma boa ideia afinal, com certeza você vai terminar achando que aquela coceira no seu braço esquerdo é sinal de um câncer incurável.

Enfim, a maternidade também nos mostra que temos que aprender a conviver com nossos medos, ou quem sabe, a superá-los!

Alguém na mesma situação?

Mil bjss

Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram - Just Real Moms

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 Comentários:Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram… E muito!
  1. Ana Carolina

    Nossa, achei que estava ficando paranoica, mas pelo visto é super comum.

  2. Maristella

    Tive síndrome do pânico após o nascimento dos meus gêmeos prematuros, 78 dias de uti neo-natal, falecimento de um dos bebês. Ficar em casa de licença maternidade foi pior do que acompanhar a uti. Assistir aos telejornais cheios de desgraças , violência, tiros, assassinatos foi intensificando todo o medo natural da mudança de vida no pós-parto. Fase muito difícil. Medo de não dar conta, de não conseguir prover, de não conseguir educar, de não conseguir voltar a trabalhar, medo de dirigir com o bebê, medo de dirigir sem o bebê, medo de tudo!

  3. Mina

    às vezes acordo no meio da noite, começo a pensar nessas coisas e não consigo mais dormir!

  4. dani patricia

    eu

  5. Paola Zebral

    Euuuuuuuuu purinhaaaaaaaaaa…. Nossa !!!

  6. Joice

    Exatamente eu… sempre senti medo de perder meus pais, morro com a ideia… daí uma amiga me disse que qdo eu ganhasse meu bebê isso ia passar, mas agora aumentou, pois tem mais gente nessa lista de medos aí… realmente preciso de terapia urgente!

X Leia também: