4 dicas para manter o equilíbrio na alimentação dos filhos agradando o paladar de pais e crianças

Alimentação - De Mãe para Mãe - Publipost02/05/17 By: Ana Lú Gerodetti
(1) Comentários

 

Olá mamães,

Tudo bem?

Ultimamente temos acompanhado um debate muito grande nas redes sociais sobre o extremismo na alimentação dos filhos. De um lado, vemos algumas mães que proíbem qualquer tipo de alimento que tenha açúcar ou gordura e, de outro lado, vemos mães mais permissivas e sem nenhum controle sobre o que os filhos comem.

Somos a favor do equilíbrio sempre! Mas como manter o equilíbrio na alimentação das crianças, agradando o paladar infantil e ao mesmo tempo agradando as nossas vontades?

Para responder essa pergunta e passar algumas dicas sobre esse assunto, convidamos a nutricionista pediatra Karina Peleias para escrever um texto exclusivo para o Just Real Moms.

 


 

4 dicas para manter o equilíbrio na alimentação dos filhos agradando o paladar de pais e crianças

Alimentacao de filhos

 

Nos dias de hoje em que a busca por uma alimentação saudável se tornou quase uma obrigação, nos deparamos com esse dilema: como deixar a alimentação das crianças agradável sem abrir mão da saúde?

Para refletir sobre isso, preparamos algumas dicas de como escolher a melhor opção, dentre os alimentos preferidos da criançada.

 

Quanto mais natural for a alimentação, melhor!

Uma alimentação com legumes, frutas e verduras, além de ser rica em vitaminas, minerais e fibras, é fundamental para o crescimento e desenvolvimento adequado das crianças. Com a correria do dia a dia sabemos que nem sempre é possível seguir essa alimentação tão natural possível, por isso é importante saber escolher pela composição, afinal, todos os segmentos têm sua melhor opção. Prefira, sempre, os produtos que contenham alimentos naturais em sua composição. O mercado oferece alguns bolinhos que utilizam frutas de verdade no preparo e não apenas a essência e o aroma, como a maioria.

 

Fuja dos corantes artificiais

Os corantes podem fazer mal à saúde das pessoas que são sensíveis a eles. Devido sua matéria prima original e origem sintética, os corantes artificiais são mais propensos a desenvolver manifestações alérgicas. Pensando nisso, prefira alimentos que tenham corantes naturais. Uma boa opção é procurar por produtos que utilizem polpa de frutas ou legumes no lugar dos corantes.
Substitua as frituras

Sabemos que as frituras são saborosas e por isso adoradas pelas crianças. Por outro lado, seu consumo pode trazer uma série de efeitos negativos à saúde. Uma dica é substituir os alimentos fritos por assados. Aquelas batatas “tipo carinha” ficam uma delícia assadas e as crianças acreditam que estão comendo batata frita.

 

E as guloseimas?

Como já sabemos, o paladar das crianças é mais propenso aos alimentos doces. E eles podem, sim, estar presente na alimentação! Para isso, escolha aqueles que serão menos nocivos. Escolha, preferencialmente, os que são feitos com ingredientes naturais e funcionais, como frutas e aveia, por exemplo, e livre de corantes artificiais. O ideal é que não haja proibições, a restrição pode levar ao consumo excessivo no futuro.

Escolha, junto com seu filho, um dia para ser o “dia gostoso”, onde ele poderá escolher o que deseja comer em casa ou levar na lancheira. Atitudes assim, além de mostrar que não existem proibições, permite que ele tenha autonomia em suas escolhas.

 


 

Karina Peleias

Nutricionista CRN3- 29753

Especialista em pediatria- FMUSP

 

Este texto é um oferecimento dos bolinhos Ana Maria QD+, produzidos com uma deliciosa combinação de chocolate com ingredientes naturais como aveia, banana, cenoura e cacau.

publipost

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: