728 X 90

As 10 regras de etiqueta para visitar um recém-nascido na maternidade ou em casa!

— Por Juliana — setembro 26, 2012

 

Olá, meninas!

 

No post de hoje vou falar sobre as regras de etiqueta para uma visita ao recém-nascido na maternidade ou em casa.

 

 

A chegada de um novo bebê é um momento de muita alegria para todos, mas é importante que os amigos e parentes tomem alguns cuidados durante as visitas. Por isso, elenquei 10 regras básicas para uma visita ao recém-nascido, baseadas na minha experiência!

 

Minha recomendação é que a visita seja feita ainda na maternidade, pois a mamãe não precisará se preocupar em “fazer sala”, além de ter toda uma equipe de médicos e enfermeiras cuidando do bebê.

 

 

Se não conseguirem ir à maternidade, façam a visita em casa pelo menos 2 semanas após o nascimento, pois os primeiros dias são extremamente exaustivos: a chegada do bebê gera uma grande mudança e até a mamãe se acostumar, demora um pouco…

 

Vejam as 10 regras de etiqueta para a visita ao recém nascido:

 

1) Evitem visitas no mesmo dia em que o bebê nasceu

A maioria das mamães passa muitas horas em trabalho de parto e depois que os bebês nascem ficam EXAUSTAS! Dependendo da hora em que o bebê nasceu (se foi de madrugada, por exemplo) é melhor deixar a visita para o segundo dia. Claro que se você for muito íntimo ou um parente bem próximo – como vovós/ôs e titias/os – a mamãe vai lhe querer por perto, mas é sempre bom perguntar antes! Bom senso é tudo!

 

2) Nunca visitem a nova mamãe no período da noite

Sei que muita gente trabalha e só consegue ir nesse horário, mas saibam que o recém-nascido realmente traz muita mudança na rotina e até a mamãe se acostumar demora um pouco. Portanto, a não ser que a mamãe insista bastante, visitas após às 20h nem pensar!

 

3) Nunca peçam para carregar o bebê no colo!

Se a nova mamãe quiser que você segure o bebê, ela vai lhe oferecer. Caso contrário, não peça. Pedir para acordar o bebê então, NEM PENSAR! Acreditem que tem gente que pede mesmo esse absurdo, rsrsrs!!!

 

4) Fotos do bebê

Se quiserem tirar fotos do bebê, perguntem para a mamãe se pode! Se ela permitir, não coloquem FLASH de jeito nenhum!

 

5)  Visita rápida

Façam uma visita rápida: fiquem pouco tempo na maternidade ou na casa. Acredito que uma vista de até uns 40 minutos é o ideal. Se você for um parente muito próximo pode ficar o tempo que considerar necessário, só preste atenção se a mamãe não está cansada ou quer tirar uma soneca.

Lembro de ficar tão cansada quando o Olavinho era bebê, que quando ele dormia durante o dia, era o momento em que eu aproveitava para descansar também.

 

6) Hora das mamadas: deixem a mamãe e bebê sozinhos!

Assim que o bebê nasce, as mamães ficam um pouco estressadas com o momento das mamadas por diversos motivos: não sabem se o leite vai descer, o início das mamadas doem demais, os seios estão extremamente grandes etc. Ou seja, não fiquem de jeito nenhum observando a mamãe dar as mamadas ao bebê! Saiam do quarto e deixem esse momento íntimo apenas entre eles!

 

7) Pode levar crianças?

Acho sempre bom ligar antes e perguntar para a mamãe, pois é uma decisão muito pessoal, eu gostei muito de receber todas as crianças que foram nos visitar, mas se você não tiver intimidade, melhor não levar! Me lembro que quando o Olavinho nasceu, teve uma priminha dele que foi visitá-lo na maternidade e, no dia seguinte, descobrimos que ela estava com catapora! Bom, vocês podem imaginar nosso desespero… E até termos certeza de que o Olavinho estava bem foi mais de uma semana! Até o pediatra ficou superpreocupado! Por isso, é sempre bom perguntar antes e ter certeza de que as crianças que acompanharão não estão com absolutamente nenhuma doença!

 

8) A mamãe normalmente está bem sensível nos primeiros dias do nascimento

Não façam comparações do tipo de parto, sobre o peso com que a criança nasceu ou sobre ter ou não que amamentar! Lembrem-se que muitas vezes QUERER não é PODER! E só quem é mãe e passou por uma gravidez sabe disso. Eu queria MUITO ter tido parto normal mas infelizmente não foi possível… Então, é muito deselegante quando chega alguém (normalmente aquela/e amiga /o que ainda não teve filho) dizendo sobre o tipo de parto ideal, sobre o peso ideal etc..!

 

9) Lembrancinhas

Não é legal o visitante querer levar lembrancinhas para outras pessoas que não estejam na visita! Normalmente, as lembrancinhas são contadas. Com certeza a mamãe vai entregar algumas lembrancinhas extras se quiser que o visitante entregue para alguém!

 

10) Cheiros

Por último, é legal não chegar com um perfume muito forte ou cheiro de cigarro (óbvio) para uma visita ao recém-nascido!

 

 

Vejam também algumas ideias de presentes para levar durante a visita:

 

1) Flores

Ao contrário do que os outros sites dizem, eu acho que PODE SIM levar FLORES! Toda mulher gosta desse tipo de presente! O único ponto negativo é que as flores deverão ficar do lado de fora do quarto da maternidade, pois podem causar alergias no bebê! Já se a visita for feita em casa, com certeza a mamãe deixará o presente longe do alcance do bebê e aproveitará para enfeitar a casa, o que será muito útil, pois ela ficará um bom tempo sem conseguir sair para fazer esse tipo de compra!

 

2) Chocolate

Acho melhor evitar. Normalmente as mães estão querendo voltar à antiga forma e quem amamenta geralmente tem restrições de comer chocolate e outras coisinhas que possam causar cólicas no bebê.

 

3) Levar algum presentinho para o bebê não tem erro!

Pode ser roupinhas, acessórios, brinquedinhos, peças de enxoval etc. Lembrem-se que caso o bebê tenha um irmão ou irmã mais velho, deve-se levar um presentinho para ele/a também. É um momento em que a mamãe está bem preocupada com os ciúmes que o/a mais velho/a está sentindo!

 

4) Livro

Livro também é uma boa opção de presente para as mamães. Podem ser daqueles que ajudam a estipular a rotina, como  “A Encantadora de Bebês”, por exemplo!

 

Espero que tenham gostado!

 

 

(98) Comentários do Leitor

  1. Luciana Bolzani
    Responder →
    26 de setembro de 2012 at 17:16

    Ju adorei. Fica como dica de presente também meu livro favorito sobre a maternidade! Pronta para o próximo parto? beijinhos A MATERNIDADE E O ENCONTRO COM A PROPRIA SOMBRA (Laura Gutman).

    • Juliana
      Responder →
      26 de setembro de 2012 at 20:04

      Oi Lu, Não conheço esse livro, vou me tentar comprar para ler... Tks pela dica. Mil beijos

    • Marcia
      Responder →
      7 de janeiro de 2014 at 13:06

      Importante lembrar para JAMAIS visitar um recém nascido se vc estiver doente, nem um simples resfriado.

      • Juliana
        Responder →
        8 de janeiro de 2014 at 23:19

        Concordo 100%. Beijos

    • cleusa
      Responder →
      16 de janeiro de 2014 at 10:09

      eu concordo que as visitas devam ser em casa após pelo menos 15 dias, eu particularmente prefiro ir visitar com um mês, até pq tenho experiência própria de que é terrível receber visitas nos primeiros dias, a gente não vê a hora de irem embora..rsrsrs Mas certa vez fui usar esse hábito com uma vizinha que tava com a filha e o bebê na casa dela, ela me disse que iriam ficar uns dias na casa dela, então depois de uma semana ela haiva ido embora, e fui cobrada por morar ao lado e nem ter ido conhecer o netinho..rsrs pedi desculpas e me expliquei, mas senti que ela ficou chateada achando que fiz pouco caso. bjsss.

    • francisca alencar
      Responder →
      28 de janeiro de 2014 at 22:35

      Adorei as dicas. Tive gêmeos a pouco tempo e foi muito complicada a minha adaptação com eles, principalmente na hora de amamentar- era um malabarismo só- srrsrsrsr. Se as pessoas que vieram me visitar tivessem lido suas dicas....Nossa! Como teria sido diferenteeeee!!!!

  2. Ana Claudia
    Responder →
    26 de setembro de 2012 at 17:40

    Amei, acho o melhor presentinho um livro ou tb cd de musicas diversas para crianças tipo BABIES GO ELTON JOHN, É MTO INTERESSANTE, ALÉM DE ACALMAR O BEBE ACALMA A MAMÃE...

    • Juliana
      Responder →
      26 de setembro de 2012 at 20:00

      Oi Claudia, com certeza essa sua idéia de CD é ótima! Não tinha pensado nisso. Vou incrementar o post... Mil beijos

  3. Michele
    Responder →
    26 de setembro de 2012 at 18:59

    Gostaria que todos soubessem dessas regras de etiqueta! E eu ainda acrescentaria: 1) parente é visita, só por ser da familia as pessoas acham q para elas essa regra não vale, meu médico dizia pra eu ficar com com o peito exposto pra ajudar na ardencia da pele, e como eu ia ficar com o peito exposto com o quarto cheio de familiares??!! Ou então fazer compressa de gelo nas genitarias... como colocar o gelo lá com parentes q não se consider visitas??!!! 2) no primeiro dia, só apareçam se a MÃE convidar, pois o pai não ficou horas em trabalho de parto, não está exausto como a mãe e muitas vezes está entediado querendo fazer um social e sai convidando todo mundo para o disispero da coitada da mãe! Certa vez eu li uma dica q eu adorei: na msg q enviamos aos amigos já dê a dica: "... nasceu! estaremos recebendo visitas apartir de amanhã aqui no hospital ou em casa daqui a 2 meses!" mas eu acabei sendo mais sutil, apenas falei "... nasceu! estamos bem, eu ainda me recuperando mas bem..." boa sorte a todas q estão prestes a passar por isso! beijos

    • Juliana
      Responder →
      26 de setembro de 2012 at 19:57

      Oi Mi, adorei seu comentário! Seria mesmo ótimo se todos lessem esse post rsrsrs! Mil beijos e continua entrando no blog, adoramos sua participação.

    • Gisele
      Responder →
      10 de janeiro de 2014 at 0:46

      Afffffffff se uma amiga me faz uma comparação dessas eu não vou nem na festa de um ano! Visitar recém-nascido já é algo que faço por pura consideração aos pais e não porque eu seja louca pra ver o bebê. Se a mãe me vier com essa conversa de vacina, imunidade e cachorros, eu mando à merda, pois se quer manter a criança numa redoma, não reclame depois quando ninguém der atenção.

      • Juliana
        Responder →
        13 de janeiro de 2014 at 11:38

        Oi Gisele, Esses são cuidados especiais que é legar que todos tenham para visitar um recem nascido que ainda não tem nenhuma imunidade! Acho que o dia que voc~e tiver filhos, vai entender melhor! ;)

      • Renata
        Responder →
        21 de janeiro de 2014 at 20:41

        Não sei inquérito vive é mais: grossa ou ignorante. Boa sorte na vida.

  4. 26 de setembro de 2012 at 21:15

    Oi Ju, Também considero de bom tom para os visitantes é lavar as mãos e esperar um tempinho que elas voltem a ficar aquecidas para só então pegarem o bebê. Isso evita muita alteração de temperatura e soluçõs no bebê além de ser bem higiênico. Segue ai um toque quando pedimos para que coloquem a fraldinha de boca antes de apoiar o bebê o fazemos por duas questões principais: roupas que pegaram sujeira da rua podem contaminar o bebê ainda sem resistências e porque eles podem gofar! Bjocas

    • Juliana
      Responder →
      26 de setembro de 2012 at 21:41

      Oi Moema, vc tem toda a razão. Esqueci desses dois detalhes! Continua entrando do blog sempre tá! Adorei sua participação! Mil beijos

  5. Claudia Lobo
    Responder →
    26 de setembro de 2012 at 23:26

    Esse post tinha que ser publicado no jornal!!! rs Bjs

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 15:06

      OI Clau, tudo bem? Concordo com vc, vou tentar meus contatos rsrsrsr! Mil beijos

  6. Andrea
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 0:48

    Acho que vou enviar esse link para minha família, hahaha! E eu já dei váaaaarios foras, afe! Muito bom o texto Ju!!!

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 14:13

      Tks Dea querida! Vc é nossa leitora numero 1, sabia né? Mil beijos

  7. Renata
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 13:04

    Amei!!!!! E a quantidade de tias, do marido, que vc nem conhece, que vão te vizitar e não vão embora nuuuuunca!!!! Pânico só de lembrar!!!! bjs

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 14:14

      Pois é Re, seria legal se essa lista estivesse na porta de todas as maternidades né? Beijos e obrigada por entrar e comentar!

  8. Alessandra
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 13:58

    Ju, isso ai !!! Adorei !! Acho deselegante também quem liga as 9 da noite querendo falar com a mãe que acabou de parir, ou só pra saber se está tudo bem. Bom senso é tudo....o pior é quando chega alguém e logo pergunta : "vai tentar o menino agora ?"...me perguntaram isso e quase pulei no pescoço, e ainda respondi bem durona....ai quanta cobrança!!! Adorei também a dica de não falar sobre o parto, pois tem sempre aquelas "tias" chatas que falam...que pena né, teve cesária e vai ficar com uma cicatriz enorme !! rsrsrsrsrsr Beijo e já recomendei esse site para minhas amigas grávidas de primeira viagem. Teka

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 14:13

      ahahahaha Teka, verdade! Adorei seus comentários! Muito bom! Saudades e adorei que você entrou no blog! Mil beijos

  9. Eriquinha
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 15:26

    Juuu... essas dicas deviam virar lei...rs... To adorando!!! Bjs

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 16:36

      Eriquinha querida! Que legal que vc esta curtindo o blog... Mil beijos

  10. Luiza B. Campos
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 16:25

    Concordo com todas as dicas!

  11. Fê Pincherle
    Responder →
    27 de setembro de 2012 at 20:31

    Adorei o post, super útil!!! E muito bem escrito!!! Bjos

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2012 at 22:18

      Obrigada Fe querida. To muito feliz que vc entrou! Mil Beijos

  12. Pingback: 10 regras de etiqueta para visitar recém-nascidas – Just Real Moms | The Posh Little Blog

  13. 29 de setembro de 2012 at 17:07

    Achei maravilhoso... Este livro e muito bom.. me ajudou muito!

  14. Mariana
    Responder →
    29 de setembro de 2012 at 18:49

    Jú, AMEI !! Ai, como seria bom se essas regras fossem leis.... Com toda certeza, nossa vida seria muito mais fácil nesse momento!!! Beijos Mari

    • Juliana
      Responder →
      29 de setembro de 2012 at 18:53

      Oi Mari, Tudo bem? que bom que vc gostou! Você viu seu post? Mil beijos

  15. 3 de outubro de 2012 at 0:20

    Post perfeito!! Como seria bom se as pessoas tivessem um pouco mais de noção, né? Sofri muito com isso... de gente que não quis lavar a mão (oi?) a gente que chegou às 10 da noite! Como assim!!! E o pior é que você sai taxada de neurótica, que tá botando filho na redoma... aff! O que mais detestei foi gente querendo olhar eu dar de mamar! Poxa... é um momento mãe-bebê somente! Povo parece que não se toca...

    • Juliana
      Responder →
      3 de outubro de 2012 at 12:14

      Lu, é verdade, esse é um momento bem complicado! Essa lista deveria ser distribuída para todos! E a fama de mãe neurótica acaba pegando mesmo... superdifícil lidar com isso. ESpero que agora esteja tudo bem. Mil beijos

  16. Priscila
    Responder →
    3 de outubro de 2012 at 17:56

    Oi Jú, adorei este post!!! Concordo com todos os comentários tb... Acho que os pediátras deveriam proibir visita até os 2 mêses, rsrs... Parecemos chatas, mas só quem passa por isso sabe... Bjos, e estou uma leitora assídua do site.

    • Juliana
      Responder →
      3 de outubro de 2012 at 18:19

      Oi Pri, Que bom saber que você gostou! Se quiaer saber de algum assunto específico me avisa que eu faço um post para você. Beijos

  17. Michele
    Responder →
    3 de outubro de 2012 at 23:17

    Oi gente! voltei pra comentar o comentário da Priscila, sabem q eu consegui segurar as visitas em casa até os dois meses!!!! qdo as pessoas se convidavam pra vir aqui em casa nos ver, eu respondia: "vamos esperar mais um pouquinho? esperar a pequena ficar mais fortinha e tomar as primeiras doses de vacina? aí te aviso e vc vem aqui nos ver, vou adorar" e assim segurei todo mundo, só não consegui segurar a familia do meu marido, sogra e cunhada estavam aqui toda semana, mas td bem. no máximo para as pessoas q demonstravam surpresa com meu resguardo de 2 meses eu comparava com cachorro (sou do mundo dos cachorreiros) q todos sabem q qdo vc compra um cachorrinho ele não pode sair à rua nem entrar em contato com outros da mesma espécie enquanto não estiver completamente protegido e iminizada (com vacinas e reforços das vacinas) isso leva três meses, se todo mundo toma esse cuidado com os cachorrinhos porque eu vou ser menos cuidadosa com meu bebê q eu levei 9 meses pra gerar, 12 horas de trabalho de parto etc????? e me parece q depois te toda essa explicação q eu dava as pessoas entendiam ( mais ou menos né? pq no fundo, no fundo parece q todos reagem assim: "nossa vc acha q eu tenho alguma doença contagiosa???" rsrsrs) e por falar nisso vcs sabem q estavamos tendo um surto de coqueluxe??? por ser uma doença teoricamente irradicada no Brasil, a populaçao adulta q deveria tomar essa vacina a cada 10 anos, não toma! e essa doença q dificilmente passa de uma tosse comprida chata, para os recém nascidos causa hemorragia cerebral e é fatal, infelizmente conheci um caso desses, a bebe faleceu com 20 dias de vida, uma tragedia. Isso foi mais um motivo para eu proibir as visitas em casa antes dos dois meses q é qdo os bebes recem essa vacina contra coqueluche. ah e sobre a hora da amamentação eu pedia para todos sairem do quarto (no hospital) Boa sorte a todas q estão passando por isso! bjos!

    • Juliana
      Responder →
      5 de outubro de 2012 at 11:44

      Oi MI, AMei seu depoimento! Acho que temos que agir mesmo como o nosso coração mandar! Eu não sabia desse ponta da coqueluche, que medo! Estamos adorando sua participação no blo. Mil beijos

  18. 4 de outubro de 2012 at 11:17

    Adorei!! Vou adaptar e compartilhar no meu blog. beijinhos!!!

    • Juliana
      Responder →
      5 de outubro de 2012 at 11:40

      Oi Bia, pode compartilhar no sue blog a vontade, vamos adorar! Um beijão

  19. Rossana Vieira
    Responder →
    5 de outubro de 2012 at 22:18

    Olá amei o post,ótimas dicas, toda mamãe deveria ler. Sou artista plástica e a 27 anos trabalho com decoração de quarto de bebê, ao longo desses anos tenho ouvido muitas mães reclamarem do desconforto dos primeiros dias após o nascimento e são unânimes em relação as visitas. É verdade que a chegada de uma criança é algo grandioso, que envolve e emociona todos que estão próximo seja família ou amigos, mas deve-se respeitar a tranquilidade e o sossego da mãe e do bebê, principalmente o primeiro filho. É um momento de intimidade e de descobertas para os dois.

    • Juliana
      Responder →
      6 de outubro de 2012 at 13:44

      Ola Rossana, amei seu depoimento! Se possível, nos envie algumas fotos do seu trabalho, vamos adorar conhecer. Mil beijos.

      • Rossana Vieira
        Responder →
        6 de outubro de 2012 at 22:19

        Juliana, obrigada por responder o meu comentário !! Fiquei muito feliz por você querer conhecer meu trabalho, vou separar algumas fotos, em breve te envio. Beijinhos.

  20. 17 de outubro de 2012 at 0:19

    Amei!!!! Vou passar por isso daqui a alguns dias e confesso que estou apreensiva... Vou postar o link no meu blog, ok? Bjs

    • Renata
      Responder →
      17 de outubro de 2012 at 1:10

      Oi Lessel!! QUe legal!! vc está grávida de quanto tempo??? Muito obrigada por entrar no nosso blog!!! Mil Bjss

  21. Lessel
    Responder →
    17 de outubro de 2012 at 0:32

    Amei. Vou postar o link no meu blog. Vou passar por isso daqui a alguns dias e confesso que estou apreensiva!!! Bj.

    • Renata
      Responder →
      17 de outubro de 2012 at 1:10

      Oi Lessel!! Nos avise quando postar!!! Muito obrigada viu? Mil Bjsss

  22. 17 de outubro de 2012 at 23:39

    Postado! Estou de 38 semanas!!!! Bjs.

  23. Juliana
    Responder →
    9 de novembro de 2012 at 19:22

    Dicas muito valiosas!!!! Já espalhei pros familiares e amigos. 1o dia que estou no "just real moms" e estou adorando. Parabéns e estarei sempre por aqui!!!

    • Juliana
      Responder →
      9 de novembro de 2012 at 21:05

      Oi Ju, que bom que você gostou!!! Se precisar de alguma dica em especial nos avisa tá?... volta sempre. bjs

  24. Ilza Rodrigues
    Responder →
    13 de março de 2013 at 0:55

    AMEI o post ;)

    • Juliana
      Responder →
      13 de março de 2013 at 12:55

      Obrigada pelo comentário querida! beijos

  25. Claire
    Responder →
    1 de abril de 2013 at 9:49

    Oi, tudo bem...? Achei bem bacana seu post sobre etiqueta durante as visitas de maternidade, mas acho que faltou um item essencial.....: se preocupar em LAVAR AS MÃOS, logo que entrar no quarto.... Tenho certeza de que TODOS ficarão mais confortáveis com este simples gesto de atenção... ;)

    • Juliana
      Responder →
      1 de abril de 2013 at 23:51

      Oi Claire, você tem toda a razão! Essa deveria ser a regra número 1! Beijos

  26. 1 de abril de 2013 at 17:08

    Estou de 4 semaninhas.... ja sou mamãe de uma linda menina de 2 anos e meio, particularmente, o que eu não gosto é que fiquem criticando, o jeito que você arruma, como da o banho, isso sim me deixa estressada. Não gostava também quando minha filha tinhas poucos dias e queriam pegar, por que muito pequeninha, as pessoas deveriam desconfiar.

    • Juliana
      Responder →
      1 de abril de 2013 at 23:49

      Oi Joice, Parabens pela segunda gravidez! Beijos

  27. Natália
    Responder →
    15 de maio de 2013 at 17:13

    Adorei o Post! Acho que todas as pessoas deveriam ler antes de visitar um recem nascido! Quando eu estava na maternidade recebi a visita de uma amiga que estava em processo de separação, mas na maternidade ela foi me visitar com o então marido ainda. Em certo momento meu marido saiu para comer algo e levou o marido desta amiga. Resumindo, ela ficou uns 30 minutos reclamando da situação que ela estava passando, contando da separação. Foi um desespero para mim, pois estava com um bebe querendo mamar, com dor, e a pessoa vem trazer os problemas dela!? Achei muito deselegante da parte desta amiga!

  28. Patricia Mota
    Responder →
    16 de maio de 2013 at 11:43

    Muito lindo e útil. Amei! Bjos

    • Juliana
      Responder →
      16 de maio de 2013 at 15:15

      OI PAtricia, que bom que você gostou do post! Mil beijos pra você!

  29. 9 de junho de 2013 at 23:55

    OTIMAS SUAS DICAS PENA QUE AINDA TEM GENTE QUE NAO TEM DESCONFIOMETRO,VAI VISITAR RNS E ESQUECEM DA VIDA,ESQUECEM QUE MAE E BEBE PRECISAM DESCANSAR.

    • Juliana
      Responder →
      10 de junho de 2013 at 14:09

      OI Ana, várias mães disseram que vão imprimir e deixar na porta da maternidade! Não é uma boa idéia? rsrsrsrs beijos

  30. greice
    Responder →
    10 de junho de 2013 at 12:15

    ju adorei as dica vou te bebe algus dia e gostaria de adoda alguas coisa que vc escrevel muito lindo e ultil di mais beijjjjoos

    • Juliana
      Responder →
      10 de junho de 2013 at 14:16

      Tks querida! Beijos e parabéns pelo bebê!

  31. Ana Beatriz Lins
    Responder →
    2 de julho de 2013 at 17:20

    Ótimas dicas!Eu prefiro visitar o bebê quando ele já está em casa,alguns dias depois do nascimento!

    • Juliana
      Responder →
      2 de julho de 2013 at 22:29

      OI Ana, obrigada pelo elogio! Mi beijos

  32. 5 de julho de 2013 at 11:39

    achei interrresante...

  33. 5 de julho de 2013 at 11:40

    achei interresante!

    • Juliana
      Responder →
      5 de julho de 2013 at 22:21

      Que bom que vc gostou! Beijos

  34. Virginia
    Responder →
    5 de agosto de 2013 at 8:41

    Diante dos comentários acima, fiquei pensando se uma boa solução seria não comunicar o nascimento do rebento. O que acham? Espera uns dois anos pra fazer o comunicado. Tenho três filhos e nunca me senti constrangida de dizer a quem quer que fosse o que eu queria ou não que foi feito nas visitas. Quando não se quer uma coisa, basta dizer. As pessoas entendem e as tias chatas também.

  35. AMANDA
    Responder →
    19 de agosto de 2013 at 17:59

    Olá meninas...Estou grávida de 5 meses e já estou tendo problemas desde já...De uma maneira bem educada e sutil disse para a avó e tia do meu esposo ( uma vez que não falo com a minha sogra, ela nem sabe que estou grávida e minha cunhada e eu não nos falamos bem, apesar de não ter nenhum tipo de problema com ela) que não queria muita gente na minha casa quando voltasse da maternidade, só depois de umas 2/3 semanas, porque a bebê ainda não te conhece direito, tudo é novo pra ela e você tem que ter uma ligação muito séria com ela...E além de tudo, você nunca terá tempo para dar atenção devida para as visitas...Tudo será novo para a mãe também...E o mais importante: COM MUITA AGITAÇÃO, MINHA FILHA CORRE O RISCO DE FICAR COM CÓLICAS E NÃO DORMIR Á NOITE....Aff, me deixa empolada de raiva e medo esse tipo de coisa.... Bem, a avó dele foi logo falando: mas essa regra não se aplica para nós de casa né? Porque fulana recebeu muitas visitas e isso era muito bom, teve até uma comemoração quando fulaninho chegou com fulana da maternidade, fizemos bolo, churrasco....E blábláblá..... Eu olhei para a cara do meu esposo e disse de novo: á vó, desculpe, se aplica sim, eu não terei tempo pra receber ninguém será uma época de Natal e eu espero em Deus que as pessoas entendam isso...Aff que falta de senso.... Outra sem noção foi uma amiga minha que disse que ela queria saber que dia que eu teria a Sophia para que ela fosse logo a 1ª vê-la...E não adiantava falar que eu não queria receber visitas porque ela iria assim mesmo....Nem dei confiança pra ela, achei insensível da parte dela... Enfim, acho que esse momento é um momento delicado e deve ser respeitado, porque as mães são todas diferentes e as pessoas que estão de fora não esperaram aquele ser durante 9 meses, não passaram horas talvez, sentiram as dores e sentindo outros desconfortos afins... Vou seguir com certeza o conselho de uma amiga acima que disse que enviou um torpedo para todos dizendo quando deveriam visitá-la....Farei simmmmmmmm

    • Juliana
      Responder →
      22 de agosto de 2013 at 23:25

      Oi Amanda, Tudo bem? Acho que vc deve sim falar para as pessoas de forma clara que não quer visitas no primeiro dia! Mas depois é um pouco inevitavel que as pessoas queiram conhecer a bebê! Tente ser um pouco flexível, pois ele querem dar carinho! Beijos

  36. Gisele
    Responder →
    3 de setembro de 2013 at 11:20

    Eu gostei muito dessas dicas, pois uma amiga minha vai ter seu primeiro bebê e eu quero visita-lá sem nenhum constragimento.

    • Juliana
      Responder →
      3 de setembro de 2013 at 22:18

      Oi Gisele, se você seguir estas regrinhas com certeza não vai causar nenhum constrangimento e sua amiga vai adorar a visita! beijos

  37. Andreza
    Responder →
    22 de setembro de 2013 at 1:03

    Olá adorei as dicas,porém vejo também pessoas achando ruim a visita de parentes e familiares poxa se alguém te visita é por que te considera imagina você tem um bêbê acaba de sair de uma maternidade agora está em casa e ninguém vai te visitar poxa que chato né e triste também se acontecesse comigo eu choraria muito,pois com certeza essas pessoas ñ sabem o que é a ausência de uma família.o fato de ter um bb muda sim a rotina mas ñ podemos virar egoista!!!

    • Juliana
      Responder →
      26 de setembro de 2013 at 23:31

      Oi Andreza, você disse TUDO! Adorei seu comentário! Esse é o outro lado que devemos sempre pensar antes de ficarmos julgando as boas intenções das amigas e familiares! Obrigada pela participação. Beijos

  38. rayssa
    Responder →
    27 de setembro de 2013 at 21:58

    a partir de quantos anos pode visitar o recém nascido?

    • Juliana
      Responder →
      27 de setembro de 2013 at 22:16

      Oi Rayssa, tudo bem? Não tem regra de idade para as crianças visitarem!O ideal é mesmo perguntar para a mãe se ela não se incomoda. Beijos

  39. Fabiana
    Responder →
    30 de outubro de 2013 at 10:05

    Nossa achei muita frescura rs..depois de todas essas regra é melhor nem ir..bye ...bye lembrança!

    • Juliana
      Responder →
      30 de outubro de 2013 at 23:34

      Oi Fabiana, é legal os visitantes tomarem alguns cuidados pois o momento da maternidade é muito delicado para a mamãe e o bebê. Bjs

  40. 23 de novembro de 2013 at 17:02

    adorei as dicas....

  41. 6 de janeiro de 2014 at 16:50

    Sou mãe de duas filhas adultas, mas foi facílimo me lembrar das visitas que tivemos. Infelizmente, eu me lembro das coisas inconvenientes. Por exemplo, a pior foi a pessoa acordar e não bastasse isso, pegar no colo. Foi gratificante quando um amigo do meu marido, que é pediatra, deu uma lição nas "visitas" daquele dia. Sem contar o tempo que meu peito ficou inflamado e foi dito que eu não teria mais leite. Tirando isso, tudo foi maravilhoso e tive o privilégio de não precisar cuidar da casa ...... só da nenem, que sempre foi calminha e dorminhoca. Já a segunda nasceu em outras condições (geográficas e climáticas) e, em termos de visita, correu tudo bem. Obrigada por essa oportunidade !!! Até

    • Juliana
      Responder →
      8 de janeiro de 2014 at 23:24

      OI Lucila, acho que todas nós temos alguma lembrança desse tipo rsrsrsrrsrs Ainda bem que depois passa

  42. Marcela
    Responder →
    15 de janeiro de 2014 at 23:37

    Nossa, estou conhecendo esse blog agora, e esse post é ótimo! Minha bb tem 6 meses, e quando ela nasceu passei por algumas dessas situações desagradáveis! Tem gente que não se toca mesmo! Querer acordar o bb devia ser considerado crime, com punição, hehehe. A pessoa que faz isso é desprovida de bom senso, não consegue imaginar o que a mamãe está passando. E o pior dos piores é quando essa pessoa já tem filho, ou seja, já passou por isso. Acredite, isso aconteceu comigo! Td que vc escreveu é verdade! Agora, só visito amigas que tiveram bb depois de pelo menos 1 mês, e ainda assim ligo antes, pergunto qual o melhor horário, e se não tem problema. Ah, como eu queria que tivessem feito isso comigo... Não teria que ter de levantar da cama, de noite, exausta, e trocar de roupa pra receber aquela parente do marido que aparece sem avisar, que vc nem lembrava que existia, e o pior, sem o marido estar em ksa! Nem ele sabia da "visita"! Só visito no dia que nascer se for filho das minhas irmãs, ou como vc disse, se for uma amiga muito muito próxima que insistir muito... Enfim, muito útil esse post, deveria mesmo estar exposto em todas as maternidades!

  43. cleusa
    Responder →
    16 de janeiro de 2014 at 10:11

    eu concordo que as visitas devam ser em casa após pelo menos 15 dias, eu particularmente prefiro ir visitar com um mês, até pq tenho experiência própria de que é terrível receber visitas nos primeiros dias, a gente não vê a hora de irem embora..rsrsrs Mas certa vez fui usar esse hábito com uma vizinha que tava com a filha e o bebê na casa dela, ela me disse que iriam ficar uns dias na casa dela, então depois de uma semana ela haiva ido embora, e fui cobrada por morar ao lado e nem ter ido conhecer o netinho..rsrs pedi desculpas e me expliquei, mas senti que ela ficou chateada achando que fiz pouco caso. bjsss.

  44. Emmanuelle Lira
    Responder →
    16 de janeiro de 2014 at 22:54

    Eu sou pediatra e condidero um absurdo ser divulgado que pode levar flores e crianças para uma visita em maternidade. É algo, no mínimo, bastante fora da realidade. Hospitais sérios têm política bastante rigorosa de restrição de idade de visitantes para acima de 12 anos de idade. Toda a rede SUS, por exemplo, proíbe menores de 12 anos em hospitais. A Comissão de Infecção Hospitalar segue um regulamento nacional que proíbe entrada de comida, plantas e flores em hospitais. Apenas hospitais privados mais preocupados com hotelaria que medicina permitem tais infrações. Tanto crianças quanto flores são incubadores de germes incompatíveis com recém-nascidos.

    • Juliana
      Responder →
      17 de janeiro de 2014 at 10:43

      Emmanuelle, obrigada pela informação! Eu não sabia disso! Considerando isso, acho que todos os hospitais deveriam ter essa proibição, né? Beijos e obrigada pela participação

  45. 19 de janeiro de 2014 at 1:00

    Eu acrescentaria nessa lista "Não pegar/beijar a mão do bebê", mesmo sendo recém nascidos, eles já possuem o reflexo de levar a mão na boca, e eu acho isso extremamente importante, visitas, evitem as mãozinhas.

  46. danielle cutrim
    Responder →
    19 de janeiro de 2014 at 1:17

    Adorei tudooo!!! Só acrescentaria : lavar as mãos ao chegar na casa e quanto a perguntar se pode levar crianças, na verdade eu acho de bom senso não perguntar e não levar pois se perguntassem pra mim eu deixaria por educação apenas, pois não teria coragem de dizer não!!!rsrsrsrs

  47. Alessandra Oliveira
    Responder →
    11 de fevereiro de 2014 at 19:59

    Olá Juliana. Muito bom mesmo esse post.. Ainda não sou mãe, mas estou na tentativa e adorei essas dicas pois não faço a menor ideia de como vai ser... rsrs O friozinho na barriga!!! rsrsrs. Muito sucesso em seu blog, beijos querida!

    • Juliana
      Responder →
      11 de fevereiro de 2014 at 22:18

      Muito obrigada pelo carinho querida. Boa sorte com o bebê. Um beijão

  48. Michele
    Responder →
    15 de fevereiro de 2014 at 10:43

    Perfeito... Disse tudo!!!

    • Juliana
      Responder →
      16 de fevereiro de 2014 at 16:47

      Obrigada Michele. Beijos

  49. Beatriz da Matta
    Responder →
    25 de fevereiro de 2014 at 20:41

    Ju adorei ! Talvez minha mãe tenha um bebe , ela ainda está fazendo uns exames , e eu queria umas dicas para ajudar ela . Como já sou grande (14) , tenho como ajuda-la , principalmente porque sou escoteira e tenho distintivos de babá ; então isso ajuda. Na verdade ainda não sabemos se ela pode ter filhos , mas já fiz questão de pesquisar sobre presentes, o quarto ideal , como "acabar" com as cólicas e essas dicas que você deu foram ótimas ; com certeza vou poder ajudar minha mãe na hora das visitas . Isso se eu quiser dividir meu bebezinho com alguem né rsrs

  50. Amanda
    Responder →
    13 de março de 2014 at 10:31

    Oi! Adorei seu post e é super útil. Ontem fui visitar uma recém nascida e cometi um erro grande. Fui comprar uma roupinha, levei achando que era de 3 meses e na verdade era de 3 anos e eu só me atentei depois que passou, cheguei em casa e fui pensar: "será que era mesmo de 3 meses?", na hora chamei a mãe dela no whatsapp e falei que talvez eu tenha errado, estava tão empolgada escolhendo que acho que acabei levando a roupinha errada. Fiquei morrendo de vergonha, pedi desculpas e disse que eu levaria outro presente, já que ela não deixou eu trocar, falou que já tinha lavado e que não tinha problema nenhum. Não tenho filhos, então, não tenho muita noção hehe, e também a pressa é inimiga da perfeição né?! O que vc me diz? Se vc fosse a mãe, ficaria chateada? Eu não sei o que eu faço hehe. Obrigada!

  51. 3 de abril de 2014 at 11:36

    Muito bom ... Mas ... Cade o pai nisso tudo ?!?!?! Rsrsrsrs

    • Juliana
      Responder →
      5 de abril de 2014 at 23:18

      Oi Beto, o pai esta la ao lado da mãe kkkkkkkkk essas são as regras apenas para os visitantes ...

  52. 11 de abril de 2014 at 9:15

    Olá Adorei estes regras básicas. Espero que não se importe, compartilhei em meu site, com a sua autoria mencionada. Como são gêmeos, coloquei no plural e ainda acrescentei mais algumas coisas. Super adorei, parabéns

  53. Viviane Vicente
    Responder →
    22 de abril de 2014 at 17:20

    Muuuuito bom.. Passei por maus bocados quando meu filho nasceu, ganhei meu filho de parto normal numa quarta feira e na sexta-feira tivemos alta, ele nasceu de 36 semanas, no Domingo a minha casa encheu de tios primos, que situação, meu seio doia pra dar mama, um ponto do parto tinha abrido, eu sentia muita dor, tirando o cansaço do parto que leva tempo pra se recuperar, a maioria foi pro almoço, a minha mãe que correu pra tudo, lavando roupinhas dele e atendendo todo mundo os parentes eram da familia dela, era muuuito frio mês de Junho, estava cansada, quando achava q ia acalmar chegava alguém...amo meus parentes...mas foi dificil...as pessoas tem q entender além de um bebe frágil a vida da gente muda e você não dorme o tanto que gostaria...essas regras deveriam ser lei..

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos posts por email.