Os medos e suas fases: ajude seu filho a superar!

2 anos - 3 anos - 4 anos - Acima de 4 anos - Bebê - De Mãe para Mãe - Fases - Psicologia01/10/18 By: Renata Pires
(18) Comentários

 

Oi, moms!

Ultimamente tenho reparado que estão surgindo medos novos nos meus filhos: de pessoas fantasiadas, de quando eu saio de perto, de quando estão em lugares desconhecidos… Enfim, cada hora eles demonstram insegurança por alguma coisa ou ocasião. Alguns medos passam rápido e outros permanecem.

 

medo3

 

Daí, surgem as dúvidas: Qual a melhor forma de lidar com os medos? Isso é normal? Converso com muitas mães e elas têm os mesmos questionamentos. Foi então que decidi ir atrás de informações sobre esse assunto.

Em um artigo da revista Crescer, especialistas dizem que esses medos estão ligados a etapas específicas do desenvolvimento dos pequenos, e o modo e a intensidade variam de criança para criança – têm relação com a personalidade dela, a dos pais, entre outros fatores.

Vejam alguns dos principais medos, de acordo com a idade do seu filho. E aprendam dicas para lidar com eles:

 

medo4

 

Até 7 meses

Medo: de barulhos inesperados e luzes fortes.

Para ajudar: evite expor a criança a qualquer estímulo intenso. Se não for possível, faça de maneira suave e verifique como ela reage.

 

De 7 meses  a 1 ano e meio

Medo: de pessoas, ambientes e objetos novos; de perder os pais, pois acham que pessoas desaparecem quando não estão ao alcance de seus olhos.

Para ajudar: o pai, a mãe ou o cuidador devem estar presentes quando o bebê for exposto a situações novas.

 

De 1 ano e meio a 3 anos

Medo: do escuro, de pessoas com máscaras ou fantasias, de ficar sozinho.

Para ajudar: ao encontrar alguém fantasiado, aproxime-se devagar e mostre que é apenas uma roupa diferente. Se ele não gostar, não force.

 

medo2

 

De 3 a 5 anos

Medo: de monstros, fantasmas, da escuridão, de animais, chuva, trovão, de se perder.

Para ajudar: respeite a criança, permitindo que se expresse, e explique que nada lhe acontecerá de mal. Quanto ao medo de se perder, faça-a decorar o nome inteiro e o telefone de casa e a ensine a pedir ajuda. Ela se sentirá mais segura. Já para o medo de chuva, tente explicar que ela vem para encher os rios de água, para molhar as plantinhas etc. E os monstros e fantasmas são de mentirinha, que são só nos filmes e desenhos que passam na televisão! E lembre-se: a criança sofre ao sentir medo, então tenha paciência, dedicação e muito carinho e cuidado com ela!

 

A partir dos 5 anos

Medo: de ser deixado na escola, de bandido, de personagens de terror.

Para ajudar: insegurança melhora com diálogo. Se o medo for de bandido, reforce, por exemplo, a importância de ficar perto de adultos conhecidos. Para a criança se sentir segura, diga que alguém sempre estará cuidando dela na escola.

Espero ter ajudado!!

Mil Bjsss

 

medo1

Fonte: Revista Crescer

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 Comentários:Os medos e suas fases: ajude seu filho a superar!
  1. Andrea

    Adorei!!!

    • Renata

      Que bom Deita!!!! Vc sempre fofa! Tksss!! Bjsss

  2. Juliana

    Rodrigo com quase 4 meses….ainda vou passar por muitas coisas, mas já percebi varias delas com primos pequenos e filhos de amigos. Muito legal o post viu Rê e mais importante ainda como ajudar. Bjao.

    • Renata

      Ju, estou me preparando para os meus tmb!!! Algumas vezes quando eu saio de perto, é uma choradeira, um desespero!! Tadicos!! Não quero q eles sintam medo!!!!!! Obrigada!!! Bjsss

  3. meire

    Meu filho tem 01 ano e 6 meses e tem muito medo de elevador ele fica em muito nervoso e chora muito…´por favor me ajude…

  4. Amanda Carolina

    Tive um pouco de dificuldade quando o meu filho estava com 7 meses. Sou separada e por decisão judicial tem de ficar 4 horas por semana com o pai. Além da minha insegurança e daquela sensação horrível da separação, notei que alguns “botões dos medos” foram apertados e sinceramente fiquei sem saber muito o que fazer, além de todo o carinho que podia dar. Post muito bom!

  5. Janine

    amei

  6. giselda

    amei a entrevista, concordo plenamente

  7. EDGARD PEREIRA

    É muito bom ver,essa analise feita por profissional,eu enquanto professor de educação básica quero disser que HOJE EXISTE MILHARES DE CRIANÇAS ORFÃS DE PAIS VIVOS,ou seja convivem com amigos não escutam os desejos mudos do coração das crianças.RELATO AQUI UM CASO onde uma menina de nove anos ao ser perguntada se ia dar um abraço na sua mãe ela responde EU ODEIO ELA.ENTÃO pergunto, porque tudo isso, ela me jogou no rio,responde se não fosse minha avó pular no rio e me salvar o senhor agora não estava me perguntando isso,minha vó sim, é minha mãe diz quase chorando pois se aproximava o dia das mães

  8. marcilene

    Gostei muito do texto

  9. Tânia Marcia de Oliveira

    Olá, boa noite. O importante é não assustar as criança com nada, mas mesmo assim tem certos tipos de medos que são inexplicáveis e/ou pode ser que tenha uma situação que a gente não conheça de susto na infância como medo de besouro, gafanhoto, lagarta, galinha. Eu atribuo que minha segunda filha tenha ficado com medo de galinha porque a mais velha ganhou um pintinho que foi criado guacho.Esse pintinho cresceu e se tornou um galo. Um dia a mais velha queria pegar o galo, eu coloquei no colo dela pois cresceu sendo segurado por ela.Mas ele se assustou e bateu a asa e riscou com a unha a barriga dela e a menor viu e deve ter se assustado e chorou(a diferença de uma e de outra é de apenas 1 ano, um mês e vinte dias.É minha explicação.Minha segunda filha não gosta de galinha, fala que é bicho feio e tem medo de louva deus, gafanhoto.

  10. Cristiana

    A minha menina com 5anos não quer dormir na cama dela… Adormece na minha vamos pola no quarto dela,mas a meio da noite é inevita-vel ela vir para a nossa cama a choramingar…já fizemos e dissemos julgo de tudo para a dissuadir mas sem conseguir nada…!

  11. Hérica

    Olá, minha filha tem 8 anos e recentemente está sofrendo pois está com medo de morrer ou dos pais morrer…Queria saber se vcs tem algum post com esse tema para auxiliar!Obrigada, Hérica!

  12. Gislaine

    Amei esta materia, to nesta fase, minha filha tem medo de td.

  13. Letícia

    Olá, me ajudem por favor! Minha filha vai completar seus dois aninhos, tive que fazer duas viagens esse ano e ela não foi comigo, passei em cada viagem 1 mês a 2 meses. Sempre nesse período ela adquiria algum medo, primeiro foi de bichos, agora foi de barulho de motores de automóveis. Voltei já faz um tempo e hoje me surpreendi com a reação dela ao ver uma amiga minha que eu não via a tempos, ela gritou muito, nunca vi minha filha assim, ficou assustada depois até comigo. O que eu posso fazer? Cometi erros ao gritar com ela, e falar para ela parar de choro. O que eu faço, estou tão preocupada!

  14. Jane Silva

    Minha Hannah tem 5 anos e relata pesadelos com gargalhadas…sempre incentivo calma…orar para o papai do céu e se de madrugada ela corre pra minha cama depois de um pesadelo eu a deixo ficar um pouco até se sentir mas segura e a levo de volta pro seu quarto… tem funcionado bem…mas confesso que não sabia que se tratava de uma fase comum nas crianças… valeu bastante saber que outras mães passam por isso…bjs

  15. DALILLA

    MEU FILHO TEM OITO ANOS E TEM MEDO DE BANDIDO, ASSALTANTE, TERRORISTA, NUNCA VIVENCIOU NADA RELACIONADO A VIOLÊNCIA, O QUE FAZER? FAZ DOIS MESES QUE ELE COMEÇOU COM ESSE MEDO, AUMENTA NO HORÁRIO EM QUE VAI DORMIR.

  16. jorge

    amei. muito legal para as maes que são retardadas ou quase não sabe de nada

X Leia também:

As 10 coisas que você nunca deve dizer à mãe de uma criança com alguma síndrome ou deficiência

01/10/18Ver a matéria   >>