As 10 coisas que toda “mãe solteira” precisa saber!

De Mãe para Mãe05/06/19 By: Renata Pires
(265) Comentários

 

Oi, meninas!

 

Esses dias perguntamos no nosso perfil no Instagram (@blogjustrealmoms) o que nossas seguidoras gostariam de ler aqui no blog. Tivemos muitos comentários e a grande maioria das pessoas, pediu para falarmos sobre “mães solteiras”, o que inclui também as mães separadas e viúvas.

 

 

single3

 

 

Sinceramente, acho essas mães verdadeiras guerreiras! Não consigo imaginar ter que ser pai e mãe ao mesmo tempo… Ainda mais se tiver mais de um filho. Criar e educar os pequenos não é uma tarefa nada fácil e não poder contar com o pai dos filhos neste processo realmente dificulta muito!

 

Não tenho experiência própria no assunto, por isso, pesquisei em muitos lugares para conseguir dar dicas reais aqui para vocês!

 

 

200251625-001

 

 

Vamos às 10 coisas que toda mãe solteira precisa saber:

 

1) Todas as mães solteiras precisam ser mais rígidas, obrigatoriamente!

Quando se tem filhos, na maioria das vezes, os pais naturalmente se dividem de acordo com suas próprias personalidades: um acaba sendo mais mole e bonzinho e o outro faz o papel do mais rígido. Pois no caso das mães solteiras, elas precisam ser o bonzinho e o bravo ao mesmo tempo. As mães com personalidades mais calmas, acabam se tornando mais firmes e, talvez, um pouco menos tolerante, pois a educação dos pequenos está 100% nas mãos delas.

 

A psicóloga e escritora Dra. Olga Tessari diz que “normalmente a mãe é mais compreensiva, permissiva, emocional, e o homem está mais ligado à razão. Então, quando a mulher assume os dois papéis entra em crise consigo mesma, pois conflita com o seu instinto, com o que realmente sente enquanto mãe”.

 

 

2) A parte prática é menos complicada do que a emocional!
Banhos demorados, dormidinhas à tarde e assistir a um filme inteiro já são luxos para todas as mães, porém, a mãe solteira acaba tendo menos tempo ainda! E o cansaço e exaustão emocionais são muito maiores…

 

Para conseguir lidar melhor com toda essa situação é importante que a mãe esteja de bem com sua própria história. Momentos de angústia são inevitáveis, mas se ela estiver certa, intimamente, dos motivos que a levaram às suas decisões, fica mais fácil dar a volta por cima e aliviar (um pouco), seu lado emocional. Até responder às perguntas delicadas de um filho se torna menos difícil se ela estiver preparada para isso e tiver digerido bem os momentos difíceis vividos na separação.

 

 

3) Você vai sentir pena do seu filho pela ausência do pai…
Isso é totalmente natural e compreensível, porém não é o certo! “A mãe vai ter de ensinar ao filho que, seja por abandono, morte ou outro motivo, ele vai ter que aprender a lidar com a situação. Ela nunca deve tratar o filho como coitadinho”, diz a especialista Dra. Olga Tessari.

 

 

4) … E vai sentir muita falta do seu filho quando ele estiver com o pai
Procurei muitos artigos sobre mães solteiras para conseguir escrever este post e, em muitos comentários nesses mesmos artigos, percebi o quanto as mães ficam desesperadas de saudades dos filhos quando eles vão para a casa dos pais. Mesmo estando bem cansada por serem responsáveis pelos cuidados dos filhos na maior parte do tempo, elas sentem um vazio muito grande.

 

As dicas dos psicólogos dizem para as mães tentarem não ligar o tempo todo para os pais e para os filhos. Isso fará com o pai crie uma responsabilidade e um vínculo maior com as crianças, tendo que resolver algumas situações sozinho. O ideal é deixar claro que ele pode ligar a qualquer hora, no que for preciso, para o pai não ter medo de precisar de você.

 

 

5) Não se anule na vida!
Não é porque você é mãe solteira que não tem mais vida! A mulher não deve se colocar em último plano, precisa se deixar viver. “Normalmente a vez delas não chega nunca. É preciso cuidar de si, tem que ter tempo de ir ao cabeleireiro, ler um livro, sair, conhecer novas pessoas, se relacionar e até assistir novela. É encarar essas atividades com prazer, como um lazer, e nunca como uma obrigação”, opina Dra. Olga Tessari.

 

 

single6

 

 

6) Lembre-se: seu filho mais velho, não é o homem da casa!
Não jogue essa imensa responsabilidade nas costas do seu filho! Os filhos têm que ser criados para ter independência e o filho mais velho nunca deve ser tratado como o pai dos menores, caso a mulher tenha mais crianças em casa. “Tente dividir responsabilidades, já que precisa trabalhar, delegue tarefas”, sugere Dra. Olga Tessari.

 

 

7) Não tenha medo do seu futuro amoroso!
Aprenda a viver sozinha. Essa é a regra número 1 para as mães solteiras terem autoconfiança em si mesmas. Vá a eventos sociais sozinha, assuma sua solteirisse com cabeça erguida. Não se sinta menor por não ser casada. Dê tempo ao tempo e esteja aberta. Mas, acima de tudo, priorize seus filhos, isso te fortalecerá e você conseguirá transmitir para todos à sua volta, a mulher forte e segura que é!

 

 

8) Julgamentos e críticas existirão. Aprenda a ignorá-los!
As pessoas adoram falar das outras. Se você engordou demais na gravidez, se você tem apenas um filho (ou se tem mais de 3), se você não come só orgânicos, se engravidou rápido (ou demorado) demais… E, claro, se você é mãe solteira. O que estou tentando dizer é: não pegue isso para você. A pessoa que fala é a que tem preconceito e que, com certeza, não tem a vida 100% perfeita e feliz!
Mãe é mãe, não importa o estado civil!

 

 

9) Organize sua vida financeira!
Principalmente se não conta com a ajuda do pai dos seus filhos. Faça planilhas e gaste apenas o que você tem para gastar. Finanças é geralmente um dos assuntos que traz mais stress para as mães solteiras. Se você tiver o controle da situação, se poupará (e poupará seus filhos) de uma grande preocupação.

 

 

10) Mães solteiras merecem muita admiração!
“Mães solteiras merecem respeito. Mais do que isso: merecem aplausos. É coisa para mulheres valentes, que têm a coragem de dar à luz seus filhos e de conduzir sua vida sem se submeter a convenções meramente sociais. Não é feio ser mãe solteira. Feio é ter preconceito e mente pequena, julgar o livro pela capa e o caráter pelo estado civil. Feio é ser infeliz. E felicidade, certamente, é algo que nunca faltará para estas grandes mulheres”.

 

Tenham orgulho das mulheres que são e faça seus filhos sentirem o mesmo! Amor, dedicação, compreensão e carinho farão eles admirarem as suas mães, as mulheres fortes que são! Tiro meu chapéu para vocês!

 

 

single-moms

  Fontes: Mãe Solteira 05 / IVillage / Doce Rotina Materna / Olga Tessari

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

265 Comentários:As 10 coisas que toda “mãe solteira” precisa saber!
  1. Avatar
    Flávia

    Olá. Parabéns pelo post.
    Sou mãe solteira por opção de uma linda menininha de 1 ano e 2 meses, eu tenho 41 anos. Me senti muito acalentada ao ler suas palavras!
    Dúvidas, inseguranças e medo fazem parte desde que olhamos as duas tirinhas nos testes de gravidez, mas também sentimos a realização de um sonho e a completude ao depararmos com aquele serzinho tão desejado e amado.
    Quem quer ser mãe e esta na duvida por ser solteira, só posso dizer uma coisa: vá em frente. Difícil, certamente que é e sempre será, não tenha dúvida. Mas se seguir em frente sentirá o maior amor do mundo, o de mãe.
    Relacionamentos podemos ter a vida inteira, mas para ser mãe tem prazo de validade…

    Bjs e parabéns pelo blog

    • Avatar
      Renata

      Oi Flávia! Muito Obrigada!! Fico muito feliz de eu ter conseguido transmitir o que as “mães solteiras”são e sentem! Parabéns para você, admiro muito mesmo a força que tem, de conseguir se virar e educar a pequena sozinha! E ter filhos é a melhor coisa do mundo, casada, solteira… nada disso importa! Muito obrigada pelo seu depoimento e pelas palavras de carinho ao post e ao blog! Mil Bjss e mais uma vez, parabéns!

    • Avatar
      Flavia

      Oi Flavia!!!
      Tenho muita vontade de ser mãe mas não encontrei um companheiro. Então decidi que vou encarar a maternidade sozinha =)
      Meu maior receio é o fato da criança nascer sem a chance de ter um pai. Minha mãe falou que estou sendo egoísta por privar meu filho de um.pai =/

    • Avatar
      Kássia

      Sim Flávia. Ainda não sou, mas sempre quis. E ultimamente esta vontade esta mas intensa. Planejo a produção independente. O problema é que minhas escolhas de trabalho não me deram retorno financeiro para custear este sonho. Estou correndo atrás do prejuízo.

  2. Avatar
    Denise Schirch

    Otimo post!! Apesar de não ser a minha realidade, achei muito adequada a escolha do tema. Sempre imagino como seria difícil, em alguns momentos, estar sozinha no grande desafio que é criar bem nossos filhos. Por isso manifesto meu respeito e admiração as mães solteiras/viuvas/separadas, e parabenizo o blog pelas dicas! Bjs

    • Avatar
      Renata

      Oi De! Muito Obrigada!! É difícil escrever de algo que não é nossa realidade, mas é um assunto muito comum e muito importante nos dias de hoje. Muitas mulheres estão nessa situação! Eu tmabém admiro muito as mães solteiras… não é fácil com o pai presente, imagina sem!!! Mil Bjss e obrigada pelo comentário!

  3. Avatar
    Thâmara

    Sou Mãe Solteira e me identifiquei muito com o post, me senti ‘entendida’, compreendida. Não é fácil, embora seja a melhor coisa do mundo ter um filho, no caso a minha Princesa tem 2 anos e eu e o Pai dela não nos falamos há 1 ano, ele simplesmente não quer saber da filha, diz apenas que qd ela tiver maior e não depender tanto de mim irá procurá-la, isso me dá mais angústia, mas coloquei na minha cabeça que minha única missão é educá-la com Amor, respeito e pro mundo, por isso eu e ela temos uma ligação muito forte. Amei o post!!

    • Avatar
      Renata

      Oi Thâmara!! Vc é uma guerreira e tenho certeza que uma supermãe! Parabéns por ter esse pensamento e essa cabeça! Fico feliz de ter conseguido expressar um pouco o que essas mães tão admiráveis sentem e passam! Muito obrigada a você, por dar seu depoimento aqui no blog! Mil bjss e força!

  4. Avatar
    Adriana

    Lindo post, parabéns por abordar o assunto de uma maneira tão delicada! Também me senti compreendida ao ler suas palavras. Sou mãe solteira, não quis casar com meu ex-namorado e ele me “pune” abandonando material e sentimentalmente a minha filha. Quero casar por amor e não por
    conveniéncia. É muito, muito difícil ser mãe solteira, mas também muito gratificante e recompensador. Minha filha tem 3 aninhos e é a princesa mais linda, mais amorosa, mais alegre do mundo!

    • Avatar
      Renata

      Oi Adriana! Fico muito feliz que tenha gostado! Você tem 100% de razão, casar por amore não por conveniência! Parabéns por conseguir criar sua filha sozinha, sem uma presença paterna! Não deve ser nada fácil! Realmente deve ser muito gratificante, ver que tudo o que sua pequena está virando, é consequencia da sua dedicação e amor! Muito obrigada por deixar um pouco da sua história aqui no blog! Mil Bjsss

    • Avatar
      Magno Andre

      Tenho muito orgulho de maes solteiras,acho elas ,super,demais ,querreiras,e julgo ser um titulo merecido! Ja conheci algumas,e ja quiz ate namorar com elas, Mas desisti! fiquei com medo de tirar este titulo delas (afinal elas deixaria de ser maes solteiras) e poderiam me culpar por tirar este titulo de mulher querreira! seria muito triste ! por isto so fiquei ! E uma pena pois eram mulheres muito amaveis e especiais! E,eu sei sou um pouco corvade!

      • Avatar
        Renata

        Oi Magno!!! Não faça isso!! Namore-as!!! Mães, dêem o parecer de vcs!!!! Olhem a impressão que o Magno tem!!!

      • Avatar
        Érika Melo

        5 motivos para namorar uma mãe solteira:

        #1 Menos drama – Uma mulher que enfrentou um divórcio e cuida do filho sozinha está mais focada em criar a criança e apoiá-la e, consequentemente, não tem muito tempo para picuinhas ou infantilidades. Estas mulheres são maduras e querem um companheiro que seja tão maduro quanto.
        #2 Bom sexo – Depois de terem sido casadas, as mulheres querem viver sua sexualidade com mais liberdade e por isso estão prontas para jogar e explorar com novidades.
        #3 Não tem pressa – Muitas mulheres ao iniciarem um relacionamento não tardam a fazer planos para o futuro, casar, ter filhos etc. Uma mãe solteira, por outro lado, provavelmente pensará nisso com mais cautela e bastante tempo depois de já estar com o cara, já que é experiente tanto em relacionamento quanto em maternidade. Não significa que elas não irão querer se casar novamente, mas com certeza não será algo precipitado.
        #4 Mulheres de atitude – Estas mulheres precisam o tempo todo tomar decisões difíceis, decidir o que é melhor para os filhos, cuidar da casa, trabalhar e várias outras coisas. Se você gosta de mulheres fortes e decididas, é certo que entre as mães solteiras são melhores que as jovens empolgadas com a balada.
        #5 Menos lamentações – Criar uma criança não é fácil e uma mulher que lida com as manhas infantis, deseja boas conversas, drinques em casa e programas mais calmos. A maturidade alcançada depois da maternidade faz com que as mulheres se preocupem muito mais em se comunicar e desfrutar dos bons momentos do que reclamar da vida.
        http://www.areah.com.br/cool/namoro/materia/67772/1/pagina_1/5-razoes-para-namorar-uma-mae-solteira.aspx

      • Avatar
        ana

        Oi Magno!!!! Parabéns por pensar que somos guerreiras, mas olha só nós não perderemos o “título” por namorar, aliás, isso seria muito bom, é sinal que mesmo com tantas tribulações alguém olha para você e te admira de verdade. O fato de querer namorar com uma mãe solteira faz com a mulher sinta-se ainda mulher e desejada como qualquer outra.

  5. Avatar
    Marianna

    Olá, sou mãe solteira e adorei o post!
    Realmente precisamos nos transformar em mulheres maravilhas, mas, assim como todos os tipos de mãe, sabemos que vale muito a pena!!!

    • Avatar
      Renata

      Oi Marianna! Com certeza tudo vale a muito a pena pelos nossos filhos né? Muito obrigada pelo elogio ao post, fico muito feliz de ter conseguido juntar algumas coisas que as mães solteiras passam e tentar arrumar alguma solução para elas! Mil Bjss

  6. Avatar
    Dani Silva

    Esse post me fez muito bem! é incrível como através da internet as pessoas conseguem fazer bem àquelas que sequer conhecem. Obrigada.Tenho 29 anos e me descobri mãe solteira!!! Fiquei doida, mas já estou conseguindo por as ideias em ordem. A primeira coisa que fiz foi me organizar financeiramente, agora que precisarei de uma casa maior. O pai do meu filho é estrangeiro e muitas dúvidas e medos me assolam. No entanto essas dicas foram importante s para eu seguir em frente com minha gravidez e de cabeça erguida.

    • Avatar
      Renata

      Oi Dani! Que delícia ouvir isso! Nossa, você fez o meu dia! Muito Obrigada à você! Levante sua cabeça e vá em frente, para sentir o maior amor do mundo! Você está numa situação em que já sabe que será mãe solteira, o que faz você já ter os pés no chão e enfrentar o que vier! Cuide do seu bebê, ele será muito feliz tendo uma mãe que dê muito amor e carinho à ele! E não ache que ficará solteira para sempre, porque isso não acontecerá!! Mil bjss querida!

  7. Avatar
    Christiane

    Parabéns pelo post! Também sou mãe solteira e não é uma tarefa nada fácil ser mãe e pai ao mesmo tempo! Meu relacionamento com o pai do meu filho é extremamente estressante e esse item 10 é tudo que a gente precisa para se manter de cabeça erguida. Depois de um tempo, o preconceito já não me incomoda mais tanto quanto antes. O que importa é chegar em casa depois de um dia cansativo de trabalho e ver meu pequeno esticando os bracinhos pra vir no meu colo! Vale a pena cada segundo dessa louca jornada!!

    • Avatar
      Renata

      Oi Chris!! Muito obrigada!! Com certeza não deve ser uma tarefa nada fácil!!! E o item 10 é tudo que vcs, mães solteiras, são! Ser mãe é isso, tudo vale a pena por um sorriso dos nossos filhotes! Parabéns pela força! Mil Bjss

  8. Avatar
    Bernadete

    Minha filha terá um bebê e é solteira. O rapaz pretende assumir e casar no futuro. Sabe eu estava precisando ser avó. Minhas amigas mais jovens são avós e eu não tinha previsão. Quer dizer, quando se namora por um longo período pode acontecer e eu, já estava preparada, mais ou menos, para isto, afinal a natureza não sabe se vc é casada ou solteira. O importante é a vida, deixar que ela desabroche, nem pensar em tirar o meu neto ou neta, dar apoio pra minha filha e criar um ambiente acolhedor para meu neto ou neta. Amor, esta é a palavra. Muito amor e compreensão e ser firme para que ela nem pense em abandonar a faculdade, apesar da gravidez complicada. Começar do fim, não tem importância, o importante é a vida que virá. Que alegria. Que Deus continue a nos cobrir de bençãos.

    • Avatar
      Fernanda

      Bernadete parabéns por suas palavras e modo de pensar. Sou mãe solteira e eu não seria nada se não fosse o apoio dos meus pais.

    • Avatar
      Camilla Castro

      Parabéns por sua atitude e todo amor demostrado por sua filha e neto (a) . Infelizmente comigo foi completamente ao contrário… Felicidades para toda a família, beijos.

  9. Avatar
    SNM

    Olá Renata! Adorei a matéria, é realmente motivadora para nós, mães solteiras. Vivo essa realidade, sou mãe de uma menina de 06 anos e ela não conhece o pai. Antes perguntava mais sobre ele, agora é menos. Namoro a dois anos e a relação dela com meu namorado não é muito próxima, os dois tem ciúmes um do outro, mas por outro lado existe muito respeito entre ambos. complicado viu… e eu fico no meio do fogo cruzado e com muita angústia. Fico pensando se resolvermos nos casar se essa situação irá piorar ou melhorar… Outro problema que também me angustia é o fato de sair da casa da minha mãe, ambas são muito apegadas uma na outra, pois é ela quem fica com minha filha para que eu possa trabalhar. Beijos!

    • Avatar
      Renata

      Oi Sabrina! Fico muito feliz em ter agradado e chegado o mais perto possível da realidade de todas as mães solteiras! Admiro muito vcs, porque não é nada fácil!! Você tem que ter muito diálogo com sua filhota, explicar tudo que pode, ou vai, acontecer, para que ela não seja pega de surpresa, e assim não tenha reações desagradáveis! Espero ter ajudado! Mil Bjss

  10. Avatar
    Ana

    Interessante esta matéria!
    Aprendi algumas coisinhas e super me identifiquei com outras
    Nunca culpei ninguém por me encontrar mãe e sozinha!
    Afinal as pilulas anticocepcionais existem ha 5 décadas, sem falar em outros métodos !
    Por sermos mãe e filho, somos muito, muito apegados! É maravilhoso!

    • Avatar
      Renata

      Oi Ana! Que bom que gostou! Vc tem toda razão! Não existe um “culpado”! Que delícia esse apego! Parabéns por ser uma mãe guerreira! E muito obrigada pelo comentário! Mil Bjss

  11. Avatar
    marlete

    ola renata adorei a matéria, eu vivie um casamento m. comturbado por medo de ser mae solteira, desperdicei todo meu tempo c. discussões. estresse. etc. hoje cinto q, meu filho e revoltado pelo q. viu e viveu. se desse p. voltar atrás, teria mais amor próprio e dado mais amor pro meu filho. bjosss

  12. Avatar
    tamara

    Ola sou mae de um casal minha filha vai fazer 2 anos e meu filho vai fazer 3 anos….tenho 19 anos e to quase me separando…quero ter um futuro bom…estudar e ser alguem…..mas meus pais nao tem condicao de olhar as criancas…..meu trabalho e das 9 as 17…mas a escola e das 19 as 23 hs….tenho medo dos meus filhos nao se sentirem bem com a situaçao.to com medo de nao conseguir…..

    • Avatar
      Renata

      Oi Tamara! Pense bem antes de tomar qualquer atitude! É uma situação difícil, mas não haja precipitadamente! Pense na sua família e nos seus filhos! Eles precisam de muito amor e carinho, principalmente nessa idade, atenção e tempo com eles, é fundamental!! Bjssss e boa sorte!

  13. Avatar
    Ginia

    Super interessante! Me identifiquei muito! Me tornei mãe aos 16 anos e tive que me tornar uma pessoa que nem imaginava que podia ser! Meu filho é a minha vida!

    • Avatar
      Renata

      Oi Ginia! Que bom!!!!! Parabéns pela força e fico muito feliz com esse amor incondicional! É TUDO! Mil bjss querida

  14. Avatar
    Yolany

    Também sou mãe solteira por opção e não me arrependo dessa decisão,tenho 34 anos e estou gravida de 35 semanas e muito mais muito feliz e sem esquecer de parabeniza-la pelo tema.Bjx

    • Avatar
      Renata

      Oi Yolany! Fico feliz que tenha gostado do tema e do texto! Parabéns pela coragem e determinação! Vcs são guerreiras, pq não é nada fácil! Mil Bjss querida

  15. Avatar
    Michelle

    Boa noite pra todas. Nao sou diferente de algumasheroinas acima:mae solteira de um lindo menino de 4 anos. Meu viver. Nossa cumplicidade me faz a mulher mais feliz. Tudo o que mencionou é a nossa realidade. Me identifiquek com o post. Obrigada pela admiraçao e respeito por nos.

  16. Avatar
    Melissa

    Gostei muito do seu post. Eu sou mae solteira de uma linda menina de 1 ano e 5 meses 😉 nao eh mesmo nada facil. Neste momento sempre coloco a minha filha acima de tudo e vendo o seu post vi que estou mesmo deixando de cuidar de mim mesma.

  17. Avatar
    Thania Trindade

    oi.
    amei o post,sou mãe solteira aos 20 anos e hoje tenho um adolescente de 17 anos,e sei como é dificil lidar com essa geração.mas eu reclamo de barriga cheia,eu soube educar meu filho,mostrei a ele o certo e o errado no meu ponto de vista,e hoje tenho orgulho do carater e da pessoa do Gabriel.
    as minhas reclamações são: deixar a casa bagunçada,horas no celular e computador esquecer de estudar em ks ,essas coisas que deixam um mãe P da vida.

  18. Avatar
    sandrina

    Olá, os meus parabéns pelo artigo, Acho que vou assumir essa guerra e orgulhar de mim mesma como Mãe solteira. Estou confusa – estou gravida de 10 semanas, o meu namorado afinal e pai de 2 crianças ( um de 10 e uma de 5) e mora ainda com a mãe dos meninos e diz que está a separa porque nunca foi feliz com ela. ainda não lhe disse se vou ficar com ele ou não, mas também não quero me sentir culpada pela separação embora sinto esse medo de ser mãe solteira. Ser Mãe solteira sempre foi uma possibilidade. Agora lendo este artigo, embora com realidades diferentes, é possível ser mãe solteira e feliz. Beijinhos a todas.

    • Avatar
      Renata

      Oi Sandrina! Muito obrigada!! Nossa, que situação… não sei o que dizer… Espero que tome a decisão certa. Bjss

  19. Avatar
    claudia

    Olá, gostei muito do site, sou mãe solteira de um adolescente de 16 anos, O curiosos é que aos 19 anos eu sentia inveja da minha irmã e irmão que já tão novos já tinha filhos, eu vivia paparicando meus sobrinhos, e apesar de eu sempre me cuidar nas relações sexuais eu sempre usava preservativo, mais aos 28 anos em uma bela noite tive uma relação sexual sem preservativo e, ao passar de quase dois meses descobrir que estava gravida, fiquei apavorada, pois o meu namorada já estava com outra mulher. e estava sozinha, ao pegar o exame minha amiga havia me sugerido fazer um aborto, eu não quis é claro e naquele momento me sentia tão forte amei meu filho desde daquele momento, mesmo vendo o pai do meu filho desfilando todo dia com sua namorada na minha frente, afinal trabalhávamos no mesmo lugar, não me deixei abater, e certo que vinha horas de decepção mais o meu filho me dava forças, despois que ele nasceu foi a milha alegria, e continua sendo só que se mãe solteira não, e fazer todas as vontades dos filho aprendi a dizer não muitas vezes mesmo com o coração apertado em certas ocasiões, ( querer andar de moto aos 15 anos sem carteira, ir a baile funk ) não permiti, e engraçado e que graças a deus sempre me obedece em nem chateado fica, graças a deus meu filho e o filho de todas nós é uma benção. Bem o pai não quis registra-lo, uma única vez falei com meu filho sobre o pai dele ( quando ele tinha 9 anos) que até hoje nunca o viu , porque depois que tive o bebe o pai dele saiu da Empresa e desde aquela conversa até hoje meu filho nunca mais perguntou nada do pai. nem vive com crises existências , não é rebelde, embora seja filho único não se sente só tem mais de 20 primos e se dão bem. Peço todos os dia a Deus sabedoria para criar meu filho e conduzir nossas vidas conforme a palavra do nosso Senhor Jesus e que Ele cuide de meu filho conduzindo-o sempre pelo caminho dos justos e se por acaso ele tropece no caminho ou se distraia, que o senhor Jesus o levante e o leve pela mão pelo caminho da salvação. Porque o Senhor nos ama e o amor dele e incondicional , Ele diz que mesmo que a mãe se esqueça do filho o Senhor nosso Deus jamais se esquecerá. Que Deus cuide de todos os nossos filho, pois eles são herança do Senhor.

    • Avatar
      Renata

      Oi Claudia! Adorei saber sua história! Parabéns por ser mãe-guerreira! Mil Bjss querida!

  20. Avatar
    liziane

    ser mae solteira é dificil mesmo tenho um bebe de 9 meses,o pai so vem ve-lo uma vez por mes
    quando eu estava gravida de 5 meses nos separamos,ele disse que quando o bebe nascesse a gente conversava,eu sofri bastante pra ter o matheus sozinha,nao tenho mais minha mae,enfim hoje depoisde 9 meses ele nem se importa ja conversei com ele e ele disse que tinha que ver o que era melhor pra ele…tivesse visto antes de ter acontecido tudo isso.entao alem de sofrer por estar sozinha cuidando do meu filho eu ainda gosto dele,pode ser carencia etc,mais cada dia que passa sinto que venci,esta sendo dificil mais nao impossivel,no fim o sorriso do bebe compensa tudo,éum amor muito grande que so quem é mae sente.eu me sinto injustiçada,mais a justiça de Deus nao falha.

    • Avatar
      Renata

      Oi Liziane! Vc é uma guerreira, não deve ter sido nada fácil passar a gravidez sozinha! Parabéns pela sua força e continue tendo fé! Vc tem seu filho, seu companheiro pra vida toda! Mil bjss querida!

  21. Avatar
    Carol

    Tenho 19 anos e sou mae de um menino de 3,amo meu principe,eu e o pai do meu filho nao nos damos muito bem preferir criar ele sozinha,e dificil e,mas nao impossivel.
    Meu unico medo e de ficar solteira pra sempre pois sofro muito precoiceitos peli fato de ser mae entao se nao gosta do meu filho nao gosta de mim..obg abracos

    • Avatar
      Renata

      Oi Carol! Não pensa assim! Claro que não vai ficar sozinha, vc é muito nova!!! Pense positivo!!! E dê sempre muito amor pro seu filhote!!! Mil Bjss

  22. Avatar
    karol lopes

    Nossa como eu me identifiquei com esse post.
    Tenho 18 anos e sou mãe solteira do Cadu de apenas 3 três meses.
    O pai dele, se é q posso chamar aquilo de pai, não quiz registra-lo,
    disse q queria o DNA, mas na verdade simplismentw sumiu. Mas na verdade eu prefiro que seja assim,
    meu filho foi a melhor coisa q me aconteceu, me trouxe tantas coisas boas, meus pais q achei q iriam me rejeitar, acolheram eu e meu filho com todo amor e carinho do mundo. Hj eu só quero trabalhar, estudar e criar meu pequeno, pra q ele tenha mt orgulho da mãe e da família q tem.
    Bjuu gente.
    Muito obrigada !!!

  23. Avatar
    Aline Vieira

    Meninas, tudo bem?

    Estou fazendo um documentário para meu TCC, sobre mulheres solteiras que optam pela gravidez independente e se tornam mães a partir de um tratamento de reprodução assistida (banco de esperma, fecundação in vitro, doação de óvulos). Escolhi o tema pois quero mostrar a história dessas mulheres, a paixão pela maternidade, as dificuldades enfrentadas e mostrar para as pessoas como existem mulheres guerreiras que fazem de tudo pelo direito de ser mãe.

    Preciso de fontes para entrevistar como personagem. Se alguém conhecer/souber de alguma mulher que se enquadre nos requisitos, favor me avisar que eu passo as informações e detalhes do projeto.

    Ps. Quem puder compartilhar, também vai ajudar muito!
    Obrigadaa

    • Avatar
      Renata

      Meninas, se alguém puder ajudar a Aline seria ótimo! Se alguém se encaixar no perfil e estiver disposta a contar sua história, ajudará bastante!! Mil Bjsss

  24. Avatar
    jaqueline

    muito bom obrigada mesmo por esses grandes conselhos……

    • Avatar
      Renata

      Oi Jacqueline!!! Fico muito feliz em ter ajudado! Obigada à você pelo carinho! Mil Bjss

  25. Avatar
    Viviane Ch

    Tenho 27 anos, uma bebê q fará 1 mês. Produção independente, engravidei por opção, sem um relacionamento. Com um “acordo” com um amigo.
    Tenho minha bebê sem o sofrimento do abandono do relacionamento que muitas aqui relataram. Não seicomo sserá no futuro apresentar tal situação p minha filha. Durante a gestação(com dois meses) comecei outro relacionamento com alguém q me apoiou e continua ao meu lado.
    Tem dias bem difíceis, pricipalment depois das longas noites. Logo em breve irei voltar p minha casa, na qual iremos viver apenas minha filhota e eu.

    • Avatar
      Renata

      Oi Viviane! Muito corajosa você! O que eu posso te dizer é: AME sua filha acima de tudo e dê à ela todo carinho do mundo! Vocês serão muito felizes! E não desista de ter outros relacionamentos não! Mil Bjss

  26. Avatar
    Fabiana Carmelo

    Muito bom o post.Tenho 25 anos e estou solteira a 1 mes,estou meio perdida quanto aos meus direitos(pensao),e tentando esse equilibrio emocional ate para educar melhor minha filha de1ano .pedi demissao e agora vou ficar um tempo em cada para “me encontrar”.Que Deus nos abencoe!Forca e fe’ as guerreiras

    • Avatar
      Renata

      Oi Fabiana! Fico feliz que tenha gostado! Mil Bjss e muito obrigada!

  27. Avatar
    Estela Marçal

    Olá, boa tarde!!!
    Sou Estela, tenho 23 anos e sou mãe solteira de um menino de 4 anos. Estava um pouco chateada com algumas questões da minha vida particular e fazendo pesquisas na internet, achei essa página. Me foi muito útil, me ajudou muito! Estava me sentindo um pouco estressada com rotina e muitas responsabilidades…. Sou sozinha com meu filho, o pai dele desde que nos separamos, há 4 anos, arrumou outra familia com filhos e esqueceu de meu filho. Eu preferi deixa-lo pra lá, viver minha vida com meu filho, pois ele nunca foi um pai muito atencioso, amororso, e nunca fez questão de ter contato, nem ele e nem a familia dele nos procura. Não posso contar com a ajuda de ninguém, moro com minha mãe e irma e elas também dependem de mim. Muita responsabilidade muito cedo, pesa, é dificil, mas sei que no final será gratificante!! Trabalho, sempre fui independente, me sustento, sustento minha casa e os que moram comigo além do meu filho, e me desdobro em mil pra ser quem sou, mãe, filha, irmã, amiga, do lar, trabalhadora, estudar, me divertir….. Não é facil, mas estou na luta! Bola pra frente!

    Um abraço para todas as mãe assim como eu!

    • Avatar
      Renata

      Oi Estela! É isso aí! Bola pra frente! Parabéns pela força de vontade! Mil Bjss

  28. Avatar
    Thatiane

    Ola Renata adorei ler o que escreveu… minha filha tem 4 meses e sou mae solteira, o pai nunca quis saber, as pessoas me dizem toda hora o q eu devo ou nao fazer e sinceramente eu ainda não decidi o que fazer, li td que vc escreveu e espero por em pratica tomando as decisões corretas, mas tah dificil… acho que deveria existir um grupo onde pudessemos falar com pessoas como nós, mas por enquanto vou levando …. sem saber onde estou indo.

    • Avatar
      Renata

      Oi Thatiane! Que bom querida! Essa é uma boa ideia mesmo!! Espero que as outras mamães solteiras possam te ajudar e compartilhar as experiências entre si! Mil Bjss

    • Avatar
      jose luiz

      olha renata o que eu acho e que vc deve se é manter sua postura e se resguardá. porque vc é nova. tenha certeza de que vc pode arrumar um homen que possa aceitar vc e sua filha. tenha só paciencia.

      • Avatar
        Renata

        Oi José Luiz! Concordo com vc! Mil Bjss

  29. Avatar
    Maria de Fatima

    Olá. Meninas Divido com vcs minha vida. Sou mãe solteira eu tenho 39 anos. não por opção tudo aconteceu que o meu principe caiu do cavalho e virou um sapo depois de descobrir que o mesmo me traia com várias mulheres, e ainda por cima transferia os seus erros pra mim.Claro que mandei ele cantar de galo em outro terreiro.Graças a Deus ele sumiu ´da minha vida desde agosto do ano passado depois do niver das minhas filhas. Não sabe o bem que ele me fez Hoje vivo somente para eles trabalho fora e os sustento claro que sozinha seria impossivel mais tenho 05 anjos em minha vida que são as minhas 03 comadres e minhas 02 irmãs.Claro que as vzs me bate um medo uma inseguraça , mais como não sou mulher de ficar me lamentando levanto a poeira e dou sempre a volta por cima.
    Ser mãe solteira é somente para mulheres guerreiras como nós.
    Faço minhas as palavras da colega Adriana acima. Dúvidas, inseguranças e medo fazem parte desde que olhamos as duas tirinhas nos testes de gravidez, mas também sentimos a realização de um sonho e a completude ao depararmos com aquele serzinho tão desejado e amado. Quem quer ser mãe e esta na duvida por ser solteira, só posso dizer uma coisa: vá em frente. Difícil, certamente que é e sempre será, não tenha dúvida. Mas se seguir em frente sentirá o maior amor do mundo, o de mãe. Relacionamentos podemos ter a vida inteira, mas para ser mãe tem prazo de validade… Bjs e parabéns pelo blog. Ass.Maria ………….

  30. Avatar
    joellen

    Ola! Tenho 23 anos, solteira e tenho um filho de 3 anos, ele nasceu de 24 semanas de gestação e teve uma grande perca auditiva. Sofri muito quando ele nasceu pois logo em seguida descobri uma traição e depois me separei, morava com meus pais mas á um ano passei a morar sozinha com meu filho.
    Como tenho que trabalhar, coloquei ele na escola no período da manha e no período ele vai pra o centrinho com fonos. Ele sempre foi muito agitado mas agora começou com comportamentos agressivos e nao obedece se joga no chão, morde ate esses dias aconteceu algo que me preocupou muito e me deixou em alerta, ele queria algo e ficou muito nervo o pai dele foi pega-lo no colo e ele mordeu o pai ate sair sangue, isso me assustou muito, tudo ele grita se joga no chão morde … Não sei mais o que fazer sinto que estou perdendo o controle da situação, o que eu faço?

    • Avatar
      Renata

      Oi Joellen! Nossa não sei o que te dizer. Experimenta conversar com seu filho e contar a situação! Acho que uma boa conversa pode ajudar! Mil bjss e boa sorte

  31. Avatar
    GISLANE BARROS

    Parabéns pelo Post Renata! Me identifiquei muito com a matéria… Sou Mãe solteira de dois, minha princesa tem 6 anos e meu principe tem 3. São neles que encontro força para tudo, é muito dificil, e as críticas são muitas quando se é sozinha… O Pai deles nunca fez questão de assumir! É muito bom saber que exitem pessoas que nos compreendem… Obgda pelas palavras… Adorei!

    • Avatar
      Renata

      Oi Gislaine! Muito Obrigada! Você nnao está sozinha! Olha quantos comentários de outras mães solteiras como vc! Mil Bjss

  32. Avatar
    Ilka Sayuri Sugahara

    Otima ideia, somos guerreiras! Me senti abracada. Apesar das dificuldades, temos a recompensa…tenho um filho lindo e nem sempre sou forte pra enfrentar a situacao. Preconceito existe sim…ta em falta o respeito com o proximo isso sim. Achei que fosse a unica mae solteira kkk mas esse post me fez sentir mais confiante. Beijos a todas as maes solteiras!

    • Avatar
      Renata

      Oi Ilka! Com certeza são! Mil Bjss querida

  33. Avatar
    Maria

    Renata, fiquei emocionada com esse texto… Juro, chorei.
    Sou mãe solteira. O pai da minha filha me abandonou quando engravidei. Ele queria que eu abortasse, mas eu me neguei e ele sumiu do mapa. Desapareceu mesmo. Nunca ajudou com nada, nunca viu a filha, não registrou e não sabe nem o rostinho que ela tem. Minha princesa está com 2 anos e meio e cuido dela sozinha. Não é fácil, mas não me arrependo da minha decisão. Trabalho muito pra dar tudo do bom e do melhor a ela. Não nos falta nada, graças a Deus. Ela é minha razão de viver, não consigo imaginar minha vida sem ela. Até tive um namorado depois que ela nasceu, mas não deu certo… Acho que homem fica pensando que estamos em busca de um pai para nosso filho, o que não é verdade. Só precisamos de uma pessoa que entenda a nossa situação e nos ame sem restrições.
    Se Deus quiser, um dia vou encontrar alguém que me ame de verdade e não coloque restrições ao relacionamento pelo fato de eu ter uma filha. Minha princesa está sempre em primeiro lugar.
    Sobre o pai, tenho muito medo quando minha filha começar a perguntar sobre ele, eu não sei o que dizer… Tenho medo que ela sofra com a rejeição. Mas Deus vai me iluminar e espero estar preparada para quando esse momento chegar.
    Obrigada pelo texto, me senti abraçada.

    • Avatar
      Renata

      Oi Maria! Que bom! Fico feliz!! Sinta-se abraçada mesmo! Vcs são mães guerreiras! Mil Bjss

    • Avatar
      Daniela Pinto

      Parecia que estava a ler a minha história.
      Enorme abraço de mãe para mãe

  34. Avatar
    Tatiana

    Mães solteiras realmente merecem todo o respeito e admiração das outras mães! Vergonha é ter um filho e não ser mãe, casada ou não!!!! Quantas vezes já me perguntei se conseguiria criar minha filha se não tivesse meu marido….. Hj mesmo, terminei a academia e fiquei mais meia hora relaxando, porque no atual momento minha filha só quer brincar e não quer comer, então aproveitei a disponibilidade do pai e deixei o jantar por conta dele. E isso é só um exemplo banal, imagina alguma coisa mais seria tipo febrão, braço quebrado, rebeldias de adolescente,etc…. Mães solteiras, vcs são TOP!!!!!!!!

    • Avatar
      Renata

      Oi Tatiana! É isso aí! Concordo! Mil Bjss

  35. Avatar
    Dani

    Fui mãe solteira aos 18 anos de idade, há 19 anos atrás…
    Pensem o que era isso naquele tempo onde mal havia informação! O pai do meu filho queria se casar comigo, mas optei por não casar e não estar com ele (por motivos pessoais meus), enquanto ele acreditou que poderíamos ter algo, ele esteve presente, quando ele percebeu que eu não queria nada mesmo com ele, simplesmente sumiu! Foi embora para os EUA e fiquei anos sem ter notícias dele!
    Hoje tenho 37 anos, casei, tive outro filho que vai fazer 3 anos em agosto, posso dizer por experiência que é totalmente diferente!!Mas não pensem que é somente por estar com um marido, a grande diferença mesmo é minha cabeça, pois hoje sou uma mulher madura, tenho minha independência financeira,sou outra mulher…
    Graças a Deus tenho uma família maravilhosa que sempre foi meu porto seguro, sempre me ajudou com a criação dos meus filhos.
    As meninas de hoje não tem noção da sorte que têm por terem estes blogues (como o Just Real Mons!!!) para ajudá-las! É muito importante este tipo de ajuda, pois poderá mudar a vida de pessoas!
    Obrigada!!!!
    Abraços e Beijos a todos

    • Avatar
      Renata

      Oi Dani! Obrigada à você, por compartilhar sua experiência! Mil Bjss e parabéns!

  36. Avatar
    Adriana Gofert

    Amei o post! Sou mãe solteira e confesso que me emocionei ao ler o artigo e principalmente o item 10!!
    Parabens pelo post! Obrigado!!!
    Grande beijo.

    • Avatar
      Renata

      Oi Adriana! Obrigada à vc! Mil Bjss e parabéns!!!

  37. Avatar
    Paula

    Observações muito bem colocadas.Acho válido dizer que mães solteiras/divorciadas precisam saber lidar com a culpa e não se deixar levar por “pré-conceitos” e pela realidade diferente das demais mães do seu circulo. Os verdadeiros amigos não nos julgam pela nosso estado civil e ainda permanecem ao nosso lado. Me sinto muito perdedora quando vejo famílias felizes juntas, mas também me sinto aliviada quando vejo relacionamentos de pais sendo sustentado pela conveniência ou pela falta de coragem de se separarem. Mãe é bicho raro mesmo rsrs

    • Avatar
      Renata

      Oi Paula! Não se sinta mal nnao! Mãe é mãe!!! Mil bjss querida

  38. Avatar
    ladijane

    ola sou mae solteira a pouco tempo
    ainda nao me abtuei
    preciso ler mais sobre isso.

  39. Avatar
    Camila

    Olá!
    Gostei muito do texto. Sou mãe solteira de um menino de 2 anos. Ele vai pra casa do pai de 15 em 15 dias e passa o final de semana. Mas eu me sinto um pouco sozinha. Não consigo ir passear com meu filho sozinha. É uma situação difícil.

    • Avatar
      Juliana

      Oi, Camila. Que bom que gostou do texto.

  40. Avatar
    Edna José

    Adorei…fiquei fortalecida e quase que chorei…Adoro os meus filhos e nunca quero ficar sem eles,mas tem sido muito difícil criar 3 crianças sozinha;as vezes sinto-me muito cansada e o stress é muito.Deus que me ajude a não desistir!

    • Avatar
      Juliana

      Que bom que o texto te ajudou, Edna.
      Beijo

  41. Avatar
    Elsa Carvalho

    Ola,

    obrigada por estes posts.. tava mesmo a precisar, porque sou mae solteira a um ano e as pessoas que estao de “fora” olham-me com preconceito, eu sinto-o! Faço tudo o que posso pelo meu filho de 2anos e meio, ele é a minha vida!

    Mais uma vez, obrigada!

    • Avatar
      Renata

      Oi Elsa! Fique firme e não pense nos outros, apenas em vc e nos seus filhos, isso é o que importa! Mil bjss

  42. Avatar
    katia

    Oi gostei bastante das dicas, sou mãe solteira de um menino já com 12 anos e crio ele sozinha desde os dois anos. Foi difícil aprender tudo! Ficava e ainda fico um pouco insegura, me sinto culpada as vezes triste e quero carregar o mundo nas costas… daí não consigo e vem aquela depressão!
    O meu filho é muito educado, me ajuda nas tarefas, vai bem no colégio mas eu percebo que é triste, que lhe falta algo e sei que é o pai.
    Sabe, eu acho que assim como existe a lei da alienação paternal, deveria ter uma que obrigasse os pais a verem seus filhos, por que se pode obriga-los a pagar pensão mas não a ficar com seus filhos, e não estou me fazendo de coitada e boazinha, também tive culpa na separação mas nunca em proibir visitas ou passeios, talvez por isso me sinta tão culpada, pela separação….
    Mas obrigada pelo espaço, eu não tenho como desabafar em casa pois somos só nós dois então fica difícil. Um abraço e parabéns pelo seu blog!

  43. Avatar
    Elisângela

    Gostei muito da sua matéria, tenho procurado palavras que me ajude e me motive, pois ser mãe solteira não é mesmo uma tarefa fácil. Encontrei algumas matérias de preconceituosos que me deixaram de boca aberta! Estamos expostas a críticas e devemos encarar como força maior para vencermos a nossa luta diária. Um super beijo a todas as que como eu tentam ser a cada dia uma mãe melhor.

  44. Avatar
    Danielle Alexandre Albernaz

    Gostei muito desse post, obrigada!
    me ajudou a refletir!

  45. Avatar
    Marcia

    Boa Tarde, Parabéns pelo post, me ajudou muito em alguns pontos. Mas há minha maior preocupação hoje é a educação da minha filha que passa boa parte do tempo com os avós e estou perdendo o controle da situação, atualmente trabalho muito e acabo só vendo a minha filha na parte da manhã. Mas já tem alguns meses que venho me sentindo triste, por muitas vezes ter que submeter há ouvir palavras que magoá muito e não saber o que fazer. Hoje a minha filha está com 3 anos e eu tenho 26 anos e sei que não é fácil criar sozinha um filho e venho encarando isto desde bebezinho.

  46. Avatar
    Dorival Puccio Gaspari

    Tenho uma amiga de 23 anos com uma filha de 6 anos e mora com a mãe. Porem a mãe e irmãs estão exigindo que ela saia de casa e deixe a filha. Ela não tem para onde ir. Onde ela poderia encontrar abrigo pois não tem mais nenhum parente, ela é filha adotiva.
    Gostaria de saber como posso ajuda-la.
    Grato

  47. Avatar
    FRANCILENE

    Olá, amei ler sobre o assunto, é tudo e um pouco mais que eu estava sentindo, sei o quanto é dificil, mas estou na luta!! obrigada!!

  48. Avatar
    Marcela

    Bom na verdade estou iniciando essa vida agora, minha filha tem somente 7 meses e eu tenho 19 anos. Sei que nao vai ser nada facil, li os depoimento a baixo e me alertei mais. Porem no meu caso nao vejo outra saida. Espero que nao sofra muito, sei que a unica pessoa que ira me confortar no sofrimento sera ela mesma. Sobre o post é realmente tudo que eu vou passar porem nao tinha nem parado ainda pra pensar.adorei obrigada

  49. Avatar
    marianne

    Só tenho a agradecer por esse blog, pois ele me ensinou a erguer a minha cabeça e ver q realmente eu sou uma vitoriosa. Tenho 21 anos e sou mãe de 2 pimpolhos. Moro sozinha com eles pq seu pai nos abandonou.mato um leão por dia,mas só tenho q agradecer ao me bom Deus,por eles serem perfeitos e por eu ter forças

  50. Avatar
    Lidiane

    Gostei demais!!!!

  51. Avatar
    Jessica Fontellas

    Sou mãe solteira e tive meu filho com 18 anos(estava namorando mas fui traída,bom deixa isso pra lá).
    Foi uma fase e ainda é muito complicado para mim pois não me enquadro apenas em “mãe solteira” mas também em “Mãe jovem” e o jeito que se rompeu o meu relacionamento não foi um dos melhores.
    Meu filho hoje tem 2 anos e 2 meses e todas as minhas amizades se perderam após a minha gestação precoce ou por eu ter me afastado(fiquei um pouco depressiva)ou pela gestação propriamente dita.Me sinto muito sozinha e não tenho me socializado mais com ninguem da minha idade e fico triste toda vez que eu vejo minhas “amigas” tirando fotos da balada do barzinho da viagem coisas que eu nunca fiz até o pai do meu filho indo pra gandaia e eu em casa é doloroso.
    Minha mãe até que me ajuda no possível(ainda moro com meus pais)quando eu trabalho(no ramo de casamentos e etc)até alto da madrugada ela fica com meu filho pra poder trabalhar e olhava quando eu estava estudando, mas decidi parar a faculdade quando meu filho começou a me estranhar e minha mãe achar que era a mãe dele, me criticando muitas vezes quando ia dar uma bronca nele.
    Mas aqui estou eu lutando todos os dias para conseguir o meu lugar e não me sentir mal por ser mãe solteira e aparentemente nova.
    Beijos e agradeço pelas suas dicas

  52. Avatar
    Vivian Monteiro

    Nossa!!! Como eu precisava dessas palvras… muito obrigada!!!

  53. Avatar
    ana

    Olá, parabéns pelo post.
    Sou mãe solteira não por opção, mas sim por ser contrária a que um inocente pague pelo erro de 2 adultos. Não aceitei abortar e então fiquei sozinha e realmente é tudo isso que se passa na minha cabeça…
    Bjs

  54. Avatar
    mara

    gostei do q li e me senti menos ET por ser mãe solteira,por total opção.
    sou fonoaudióloga,terapeuta floral,terapeuta de reiki e criei minha filha tendo sempre a sombra da opinião alheia ao meu lado.Opinião q sempre fazia questão de deixar claro q eu não era como todas e mesmo tendo conquistado vários titulos,ter minha clínica,minha vida com minha filha tinha passeios ao clube,ela estudava na melhor escola particular da cidade,mas eu não tinha uma única e determinante coisa…eu não tinha marido e deixavam no ar uma questão…eu não tinha marido.Por isso,deixavam claro que nada que eu fizesse preencheria essa vaga.Hoje,vivo com minha filha,formada e com curso na Inglaterra,distante da família .Só assim consigo manter o respeito pela minha pessoa e pelas minhas conquistas. Bye…Mara

  55. Avatar
    FLAVIA

    oi

    • Avatar
      Dani

      Sinto medo, penso muito em ser mãe e de como deve ser maravilhoso, tenho 36 anos e por ter vivido alguns relacionamentos que não deram certo, continuo com medo da decisão de ser mãe solteira. Penso! será que vale a pena arrumar uma pessoa apenas pra ter um filho e depois não ter a presença paterna, e meu filho? merece? ao mesmo tempo penso? 40 anos irei fazer sem filhos e quando forem 50,60,70,80 sozinha? Me sinto confusa, as vezes incapaz por não encontrar um pai bacana pra ter meu filho e depois penso como ele seria e como seria nossas vidas se tivesse meu filho ou filha. Gostaria de ouvir opiniões das mães solteiras, eu admiro muito a coragem de todas vocês.

      • Avatar
        Fany

        Oi, Dani. Estou na mesma situacao que vc. 36 anos sem marido.
        Ate arrumei um “doador” para fazer um filho, mas cheguei a conclusao de que nao valia a pena a dor de cabeça se nao for pra meu filho ter um pai de verdade. Vai ser so uma pessoa pra dar pitaco…
        Decidi pela inseminacao artificial. Estou no inicio do processo.
        Cheia de duvidas, mas com uma unica certeza: quero ser mae.
        Boa sorte na sua decisao. 😉

  56. Avatar
    Camila

    Obrigado ,estou preste a separar e isso estar me deixando fora do meu eixo estou lendo muito sobre tudo é sinceramente este post só me ajudou muito ,ando sofrendo muito pelas crianças mas agora sinto que não estou sozinha no mundo ,meus filhos sempre estatão em primeiro lugar

    • Avatar
      Nana

      Oi, Camila!
      Estou na mesma situação que você… Casada há 7 anos, com uma pequena de 2 e meio. Meu casamento já não existe faz algum tempo. Matutei a idéia da separação por um tempo, mas só agora decidi de fato. Estou apavorada, pois nos mudamos há pouco e hoje moro numa cidade mto distante da minha família e não tenho mais ninguém com quem eu possa contar. Ele, ídem… Estou lendo tudo o que possa me dar forças de persistir no que considero ser um suspiro…

  57. Avatar
    dayana c ferreira

    sou mae de uma manina de 6 anos e o pai dela morreu quando ela tinha 1 ano , e agora tenho um menino de 3 meses q o pai morreu 4 meses antes dele nascer, nao e facil para mim, mas estou vivendo e tentando educa los da melhor forma mas nao e nada facil

  58. Avatar
    Natália

    Olá Renata e a todas,

    Confesso que não li todos os comentários. Estou pesquisando e estudando sobre mães que adotam filhos sozinhas.
    O que dizer para os filhos, ainda muito pequenos, quando eles perguntam sobre o pai? Como explicar tão cedo que você não sabe aonde está seu pai…

  59. Avatar
    Elyane

    Oi Renata. parabéns pelo seu post.
    Realmente não é nada fácil ser mãe solteira… moro sozinha com meu filho de 2 anos. Tive muito medo, me isolei, me senti culpada e tive pena muita pena do meu filho por não estar ao lado do pai dele, chorei muito por tudo isso. hoje o que realmente me incomoda é apenas a solidão quando chega a noite… principalmente finais de semana… mas aos poucos acho que estou conseguindo me adaptar a essa situação. Mas confesso que não foi fácil chegar até aqui. Me identifiquei muito com cada palavra. me senti compreendida. Parabéns

  60. Avatar
    Marta

    adorei…..simplesmente fantastico

  61. Avatar
    Nilvania Aguiar

    Adorei ler esses post sobre mães solteiras , sim eu sou mae solteira de dois pequenos e quando achava que tinha encontrado um homem que seria pai e teria uma família comigo , mais uma vez me decepcionei estou gravida de 7 meses de mais uma filha que terei sozinha e cuidarei sozinha porque infelizmente alguns homens não tem consciência de paternidade vou cuidar e amar minha pequena com todo amor e dedicação que cuido dos meus outros filhos. Amo ser mãe

  62. Avatar
    claudia

    Que lindo post
    estou grav8da de 6 meses e minha g3s5aça9 nao foi como eu sonhei ja q o pai do meu filho um mes me asume outro mes não, um dia des que me ama e outro q não quer saber nem da criança… ja teve varias outras mulheres em eses 6 meses… eu siu boluviana e moro na Bol ele brasileiro estudante q morava na Bol e agora esta no Brasil “se tratando”… entao eu ja me vejo como mãe solteira mesmo e nao nego q e um sofrimento pensar ser mãe solteura, todos os dias procuro o q leer p sair dessa p seguir pter sucesso em rodas as areas.

    • Avatar
      Angélica

      Parabéns pelo post, me identifiquei muito e me senti compreendida o que é muitas vezes difícil, pois as pessoas não sabem o quanto é realmente complexo ser “mãe solteira” é uma grande responsabilidade, no meu caso tenho um menino que amanhã será um homem, pai de família, então me preocupo em estar bem comigo mesma para passar para ele coisas boas, confio no dialogo e no amor em que temos e conquistamos um pelo outro. Acredito que a questão de ter muitas tarefas diárias (casa, alimentação, educação, finanças, escola, deveres de casa, médicos, supermercado e etc) e apenas nos (mães) para resolver é o que pesa bastante, sem falar que ainda temos uma vida profissional e social que por conta de tantas outras coisas as vezes fica em segundo plano. A parte emocional é bem delicada também, sofremos por nós e sofremos por eles… De fato não é fácil mas não é impossível. Abraços para todos 🙂

      • Avatar
        Camila

        Adorei este texto! Me identifiquei demais com tudo que disseram aqui.
        Minha filha chama-se Giovanna e tem 5 anos. Me divorciei do pai dela quando ela completou 1 ano e desde então vivo para ela, antes tinha muito medo de como ela iria encarar toda esta situação quando chegou o momento da explicação eu e o pai dela falamos a mesma língua e após um tempo ela aceitou a situação e hj explica até para os amiguinhos como é a vida dela com os pais separados.
        Apesar de ser muito gratificante vê-la crescer com muita saúde e felicidade, existem diversos momentos que estou muito cansada e me sinto muito culpada de não querer brincar, passear, etc. Até hj tento me adaptar da melhor forma possível e fazer com que sejamos melhores amigas, companheiras inseparáveis e que vamos nos amar eternamente.
        Obrigada por este post que me fez me sentir mais tranquila.

  63. Avatar
    Monaliza

    Eu sou solteira e tenho um filho de 9 anos, mas graças a Deus ele tem um ótimo pai! Não me sinto sozinha na criação dele. Mesmo depois da separação temos um maravilhoso relacionamento. Tudo por um único objetivo a felicidade do nosso filho!

  64. Avatar
    Amelia

    Perfeito este texto, retrata fielmente a situação das mães que criam os filhos sozinhas. Tenho 2 lindas meninas de 7 e 3 anos e me divorciei qdo a caçula tinha 7 meses. O pai pouco participa da vida das filhas, então faço tudo sozinha, mas com a maior satisfação do mundo. Claro, existem os momentos de cansaço, stress, conflitos… mas aprendi a lidar com a situação de forma positiva e hoje existe um elo muito forte entre minhas filhas e eu… o que é divino.

    • Avatar
      Raquel Lavoura

      Maravilhoso!
      Sou divorciada e meu ex marido só tem contato com os meninos (4 e 9 anos) em fds alternados. Nunca proibi visitas fora desses dias, mas ele não aparece e não telefona.
      Sempre deixei bem claro que visitas fora dos FDS eram liberadas.
      Enfim, quem perde é ele. Ou não, já que não dá importância e assim p/ ele não é perda.
      Estou ótima vivendo assim, não me fechei p/ a vida.
      É difícil mas a gente dá conta.
      O mais importante é o exemplo que deixo p/ eles.
      Bjo

  65. Avatar
    fernanda

    adorei o post.. tenho 26 anos, 5filhos… o de 5anos e o d 4anos o pai visita e paga pensao,porem,tenho um casal d gemeos d 1ano e 8meses e uma bebe d 5meses. estes o pai nao vem v nao liga e nao paga pensao!eh mto corrida e estressante minha vida mtas vezes choro pq em vez d dar atencao e carinho a todos tenho q ser firme tenho q educar cuida d casa e trabalhar fora…mas acredito q logo ira melhorar.

  66. Avatar
    Fany

    Engraçado…
    Sou filha de mae solteira (nao conheci meu pai) e agora, aos 36 anos estou no impasse… Sou solteira e sem nenhuma previsao de casar, mas quero mto ser mae.
    Estou iniciando o processo de inseminacao.
    Isso eh mto dubio pra mim, pq sempre tive a bandeira de que era um absurdo colocar um filho no mundo nessas condicoes (e todo o bla bla bla que uma adolescente revoltada pode pensar)
    E agora estou aqui, prestes a fazer isso com meu filho.
    Por que a vida tem que ser tao dificil, ne?
    Tenho minha mae ao meu lado para ajudar, mas eh claro que nao eh a mesma coisa.
    Tenho mto medo de um dia meu filho me cobrar, como eu cobrei de minha mae. Espero nao passar para ele minhas crises com relacao a isso, e espero ser a melhor mae possivel para ele.
    Deus me ajude <3

    • Avatar
      Anaa

      Porque não adotar?

  67. Avatar
    Alexandra

    Parabéns pelo post.

    Achei muito bacana e me identifiquei 100%.

    Sempre me considerei quase mãe solteira de três filhos e depois deste texto, vou me assumir 100% mãe solteira de três.

    Realmente não é fácil e as dicas estão muito valiosas.

    Parabéns.

  68. Avatar
    mara oliver

    Oi,eu sou viuva e tenho 4 filhos,3 meninas e 1 menino,olha realmente ñ tem sido fácil,ainda mais cm 1 adolescente d 14anos e uma pré d 11anos,eu ñ tenho mais vida,vivo exclusivamente em função dls,a Zoe so tem 1aninho e exige muito d meu tempo,e o kenfrel tem hr q tenho q ser pai,mais Deus tem me dado graças e forças

  69. Avatar
    Luciana Cini

    Gostei muito da reportagem!!! Sou mãe da Sophia, que tem um pai apenas na certidão de nascimento…
    Um Anjo Lindo me trouxe presenteou com a princesinha que no dia 26/11 completa 5 aninhos.
    Qtas idas ao Pronto Atendimento, noites sem dormir, etc, etc. Mas ela é minha princesa

  70. Avatar
    Juliana

    Adorei o post. Me senti mais tranquila, tenho uma menina de 6 anos e um menino de 2 meses de relacionamentos diferentes, me sinto muito segura em falar que é produção independente,só agora minha filha está perguntando sobre o pai e ainda não consegui conversar sobre isso, mas suas palavras me deixaram mais confiante. Parabéns e obrigado.

  71. Avatar
    Jaciara

    Ola!! Sou uma mãe separada, tenho 2 filhos um de 10 e um de 11 anos e o pai aparece muito, mas muito raramente então adorei a forma como vc abordou esse tema me senti entendida, não é fácil, mas a nossa força está nos nossos pequenos, parabéns!!!

  72. Avatar
    Julye

    Eu amei esse post, sou mãe solteira e desde o nascimento do meu pequeno venho me “virando” sozinha com tudo. Até então, eu estava refletindo pouco sobre isso, mas esse post me encorajou à encarar tudo com mais leveza. Não é fácil, agora mesmo estou escrevendo este comentário e amamentando meu filho, haha, isso faz com que eu me sinta muito bem e é isso que importa.
    Minha vida está sendo muito mais feliz como mãe solteira, pois meu relacionamento com o pai da criança era desgastante e só me causava stress.

    Abraços!

  73. Avatar
    Clara

    nossa que emoção sem palavras. tenho orgulho de mim e da minha pequena.

  74. Avatar
    Michel

    Legal, sou pai solteiro e concordo com todas as frases, a 3, por exemplo me causa muitos problemas.
    Só sinto que ainda não achei um site que seja voltado para pais solteiros, e realmente tentar não se anular na vida social é uma missão e tanto pois como solteiro, Pai e homem da casa, a vida profissional é o que sobra quando não estamos com nossos filhos

  75. Avatar
    Ruth Felipe de Oliveira

    Obrigada por me fazer crer que sou uma mãe capaz com meu trio

  76. Avatar
    Lilian

    Oi, muito bom esse post, gostei principalmente da parte de não tratar o filho com pena de não ter um pai por perto, admito que fiz isso muitas vezes.Sou uma mãe bobona e solteira de um menino de 6 anos.Trato ele de modo muito permissivo tentando “compensar” o fato de não ter um pai. E todos me enchem me dizendo que ele precisa de uma figura masculina e coisas do tipo. È realmente difícil desempenhar esses dois papéis. Valeu pelas dicas, me ajudaram muito

  77. Avatar
    Juliana

    Simplesmente amei a materia, vc falou que não passou pela situação mas acertou o ponto certo e me motivouSou mãe solteira e apesar de medos e inseguranças meus filhos (meu segundo ainda vai nascer) sao meu orgulho e td onque estiver ao meu alcance farei por eles pois amadureci e me tornei melhor com eles na minha vida, logico de vez em qd fico paranoica axando que mulheres casadas sao melhires que eu mas ainda bem que e passageiro logo passa. Sou linda, guerreira, mae e solteira e sei tbm que minhas bênçãos vem de Deus por isso com muito orgulho eu estou plantado o bem para colher o melhor que vem de Deus. Eu tiro o chapeu para as mulheres que decidem encarar esssa a luta e ardua mas recebemos o olhar o amor mais puro que homem nenhum e capaz de dar e que nossos filhos nos dão tão puramente. Parabéns para nos.
    ascer)

  78. Avatar
    edenilde

    otima abordajem.

    • Avatar
      VM

      Adorei a matéria..

    • Avatar
      VM

      Uma unica que coisa fiquei em duvida é sobre sair… Posso sair por exemplo em um barzinho e deixar meu filho com os avos paternos já que o pai dele esta internado pois é dependente quimico…Isso me causa algum problema futuramente?

  79. Avatar
    Ana Nunes

    Oi, gostei da matéria! Estou procurando artigos sobre casos de grávidas/ mães semi-solteiras.. ou seja, com pai presente e amigo, mas sem ser marido ou namorado.. alguma dica? Grata

  80. Avatar
    Letícia

    Sou mãe solteira de 2 meninos c 11 meses e meio de diferença com pai q mora no outro lado do mundo, Australia. Ensinar em 2 línguas , ser mãe e pai, ser dona de casa, ser empresária! Obrigada deus por todo dia me dar a força p lutar e seguir em frente!!!obrigada por dar mais informações!

  81. Avatar
    Miih

    Muito bom o seu post!
    Apesar de voce escrever sobre algo que voce nao vivencia, voce soube abordar muito bem o assunto.
    Só pra complementar. No caso das maes solteiras que ja estavam sozinhas desde a gestaçao e que no momento da maternidade estavam seozinhas, é muito mais delicado e doloroso… Este é o meu caso e eu sinto muita inveja de todas as maes solteiras que se separaram depois dos filhos ja terem nascido.
    Todos os pontos negativos sao mais fortes. As criticas sao mais fortes. As cobranças sao maiores. E temos que ser muito mais fortes, sendo que por dentro estamos aos pedaços….
    Parabens pelo post! 🙂

    • Avatar
      Damaris

      Olá, boa tarde!

      Adorei tanto ser mãe solteira que tenho logo 02 filhas rsrs.
      Uma com 20 formada em RH e começando psicologia agora dia 02/02/2015 e outra com 17 terminado o 3 ano colegial.
      Dizer que é ou foi uma tarefa fácil estaria mentindo mas, confesso que sou muito feliz por Deus ter me presenteado com essas duas princesas.
      Adorei o post e todos os comentários.
      Hoje tenho 42 anos e encontrei o amor da minha vida, esse ano vamos nos casar.
      Estou muito felizz e curtindo todos os momentos.

      Beijão e que Deus nos proteja sempre!!

      • Avatar
        Damaris

        Fiquem com Deus.

  82. Avatar
    Julia Ota

    Simplesmente adorei a matéria!! Foi um afago na alma!! Sou mãe solteira, tenho 34 anos e dois filhos maravilhosos, um com 7 anos e outro com 9 meses. Matamos um leão por dia, não é fácil conciliar a vida pessoal com a profissional, sou microempreendedora e às tudo está um imenso caos!!
    Mas sou feliz por ser mãe de duas criaturas muito doces e lindas!!
    Graças a Deus esse ano irei finalizar a minha faculdade de moda, estou a 10 anos…a 10 anos fazendo uma faculdade de 4 anos. Muitas vezes pensei em desistir, mas tirei forças de onde não tinha, minha irmã incentivando muito e graças a Deus eu conseguii!! Beijo a todas as mães-mulheres-guerreiras!! Parabéns Renata!! Muito obrigada!!

  83. Avatar
    Bruna

    Nossa! Me senti amplamente contemplada com esse texto. Estava justamente buscando alguma coisa na internet que explicasse alguns dos conflitos pelos quais venho passando. Tenho uma filha de 4 anos com um pai extremamente ausente e tem sido difícil equalizar as minhas inseguranças e visualizar o meu valor enquanto mãe e mulher.
    Parabéns pela sensibilidade!

  84. Avatar
    Patricia

    Lindo de mais esse texto, sou mãe solteira não por opção mas pq fui abandonada no momento mais importante para uma mulher depois de 7 anos de namoro. Descreve bem os nossos medos e receios…nas reuniões de escola me sinto muito mal pq estou sozinha sem aliança no dedo as outras mães me medem de cima a baixo é horrível! mas depois de ler aqui algumas dicas, vou me impor mais. obrigada!

    • Avatar
      Michele

      Adorei tudo o que li a respeito!
      Tenho 32 anos e estou grávida… Tive uma única relação com o suposto pai e estou decidida a não contar sobre a gravidez pois sempre quis ser mãe independente. Estou sendo muito criticada por isso!!

    • Avatar
      Dani

      Tenho 37 anos irei fazer inseminação em breve. Minha preocupação com as críticas são nulas. Por ser gay sempre soube lidar com críticas. Meu medo maior mesmo é não dar conta. Sou empresaria e minha empresa toma muito do meu tempo mas decidi olhar um pouco pra mim. Então vamos q vamos!

  85. Avatar
    ana celia maia

    Obrigada pelas palavras que direcionou a mulheres como eu, tenho 32 anos, sou mae, pai, costureira e ainda to estudando pra tentar dar algo melhor pros meus filhos, facil nao é, mas Deus nos ajuda a vencer um gigante todos os dias, ter essa responsabilidade de duas vidas que dependem de vc pra tudo, nossa, como é dificil, mtas vzs esqueço de mim, pra dar o melhor a eles, mas existi algo q nao tem dinheiro no mundo que pague, q é vc ver seu filho começar a entender e ver sua luta e dizer: mamae a sra é a melhor mae do mundo e qdo eu crescer eu que vou cuidar da sra, vcs nao imaginam a emoçao que é ver que todo sacrificio nao ta sendo em vao, e sobre outros tipos de amor, talvez se um dia Deus me mandar um, ele vai querer uma mulher por completa e pra isso ele vai ter que amar primeiro meus filhos, porque eles fazem parte de mim, so sou feliz se eles estiverem felizes… e lhes digo mais uma coisa, no meu caso quem perdeu nao foi eu e nem meus filhos, quem perdeu foi quem nos abandonou, nos pelo contrario ganhamos um amor imensuravel num mundo que é so nosso, meu e dos meus filhos.

  86. Avatar
    Priscilla Mara

    Lindo e estimulante texto feito para nós mães solteiras, guerreiras e vitoriosas sempre com muito orgulho!!!! Retrata a mais pura realidade!!!!! Parabéns!!!!!

  87. Avatar
    Cristiane Akemi

    Sou mãe solteira!! Rsrs vocês arrasaram nesse artigo!! Temos muitas dificuldades, mas acima de tudo o amor é maior por um, dois filhos!!

  88. Avatar
    Cátia

    Gostei muito desse assunto. Tbm sou mãe solteira e fico um pouco perdida obrigada por isso.

  89. Avatar
    sarah

    Olá! Parabéns pelo post, sou uma dessas mães, se sua intenção foi nos ajudar , pode ter certeza q conseguiu!

    Obrigada…

  90. Avatar
    isabel

    Paabéns pelo post.
    Reconheço-me na maioria das afirmações.
    Sou mãe solteira e muito orgulhosa, de uma filha linda,que vai fazer 28 anos.
    E, lutei muito,a nível familia,circulo de amigos e mesmo a nível emocional,pois nessa altura era tudo muito diferente e muito complicado,havia muitos preconceitos a este tema de ser mãe solteira por opção,ainda por cima numa vila alentejana.
    Digo,por experiência,a todas as mães solteiras que vale a pena lutarem e seguir em frente pelos vossos filhos.
    Beijos e parabéns pelo blog.

  91. Avatar
    sandra

    Ola. Sou mãe solteira, tenho 2 lindos filhos, Victor de 9 anos e laura de 7. Moro com minha mãe e sei exatamente o que é cuidar de filhos sem a ajuda do pai. Aprendi muito na vida. Tenho 36 anos, me tornei uma mulher muito independente e ensino eles a serem independentes também. Parei de trabalhar para acompanhar o dia a dia deles. Hoje sou manicure por opção. Eles são muito bem educados em vista dos filhos das amigas que tem maridos. Eles me agradecem todos os dias com carinhos e amor. Eu amo meus filhos.

  92. Avatar
    Kátia melo

    Vou passa a ser uma mãe solteira ,e estou meio complicada

  93. Avatar
    Taíza

    Vou ler assim que der, fiz o print do texto para ler mais tarde,pois estou no trabalho. pelo pouco que li, já vi que esse texto é muito bom.
    sou mãe solteira e sei o quanto é duro criar um filho só. obrigada!

  94. Avatar
    michele

    Oi gostei muito do que li,me separei quando minha filha tinha 2 anos hoje ela esta com 7 quase 8,no inicio confesso que nao foi bom vi a mim e a minha filha desanparadas mais de acordo com que o tempo foi passando vi que posso muito mais do que imaginava,sou rigida quando tenho que ser mais tambem dou sempre muito amor,carinho e atençao pra minha pequena.Ser mae nao tem nada melhor nossa e muito bommmmm nao tenha duvida a respeito disso pois nao ha dadiva melhor no mundo.AMO MUITO MINHA FILHA!!!!!!!!

  95. Avatar
    Bianca

    Adorei as dicas

  96. Avatar
    Cida

    Admiro muito as mães solteiras, mas acho que também existem muitos pais presentes e querendo participar e ajudar, dividir todas as tarefas e obrigações dando educação e amor para o filho, e a mãe não dá valor pra isso e quer tirar o direito do pai, no caso em questão meu filho é um pai muito presente em todos os sentidos e a mãe da minha neta quer tirar isso dele. Tem muita mãe querendo um pai para o filho (a) e ela quer tirar esse direito dele e infelizmente a justiça dos homens é falha…. E que mãe é essa que deixa um juiz decidir a vida de um filho. Desculpe o desabafo.

  97. Avatar
    Erica

    Parabéns pelo seu post!! Vc conseguiu nos descrever muito bem… realmente não é fácil ser Pãe, mas com certeza que o é, consegue com muito amor, coragem e força levar adiante essa linda missão de Deus.
    Obrigada.

  98. Avatar
    elsa

    Olá gostei muito do seu post por acazo sou mãe solteira o pai do meu filho abandonou tava grávida de 3 meses e meu menino agora tem 4 anos e custa muita coisa mas kando olho para o meu menino é vejo ke tem saúde e não lhe falta nada embora o pai não me ajude em nada fico feliz de acordar de manhã ir por meu filho a cresce e ir trabalhar agradeço a Deus por me dar tanta força agradeço a Deus por me ajudar

  99. Avatar
    beatriz

    Ola !!! Td bem ? Adorei o pôster,tenho um menino de seis meses e muitas vezes,sso lembramos da mãe e esquecemos que somos mulheres.

  100. Avatar
    Marluce

    Olá, gostei muito do post. Sou mãe solteira por opção mesmo. Adotei meu filho sozinha. Hoje ele tem 7 anos e pretendo adotar uma menina da idade dele ainda este ano. Educar sozinha é difícil, creio que mais difícil do que com um parceiro. Mas a maternidade é um prazer e um aprendizado contínuo. Bjos.

  101. Avatar
    patricia

    Boa noite, li o vosso post e estou com imensas duvidas.
    Tenho 33 anos, e toda a vida desejei ser mãe. Nasci para isso, tenho a certeza. Após mt tempo a ganhar coragem, consegui enfrentar um amigo, e para meu espanto ele alinhou e combinamos ter um filho juntos. Qd fazíamos os exames, descobrimos q ele não pode ter filhos. Agora não sei se tenho coragem de avançar com o projecto sozinha, tal como era o plano inicial. Sinto-me perdida. Como será enfrentar uma vida de uma criança e ter de lhe dizer q ela não tem pai?

  102. Avatar
    Lena

    imaginem mãe solteira há 34 anos, em cidade pequena… Foi barra, mas sem arrependimentos.
    Depois casei e tive mais um filho.
    Hoje já sou avó.

    • Avatar
      camilla

      Olá Boa Tarde. Minha filha tem 1 ano e sete meses e resolvi me separar do pai dela pois ele tem problemas com drogas…..passa de 6 meses a um ano limpo e começa a ter recaídas. Ele sumiu numa quinta feira e voltou na 2° feira. E dificil criar uma criança vivendo desta forma. Faz 6 anos e meio que tento ajudá-lo, mas passa um tempo bem e começam as recaidas….Ta sendo dificil viver sem ele, pois o amo muito….Mas estou tentando pensar no bem estar da pequena……Peguei minha filha e fui morar na casa dos meus pais……Esta semana coloquei a pequena na escolinha, pois trabalho fora….Ele me xingou de varios nomes dizendo que eu estava afastando a menina dele. Mas que toma conta dela qdo ela vai para a casa dele são os pais dele……e é complicado pois ele esta aprontando bastante e sumindo bastante……e os pais dele tem que ficar atras dele procurando e cuidando dele….fica dificil eles cuidarem da menina tendo que cuidar dele tb. Então coloquei-a na escolinha mesmo ele me xingando muito….e vamos ver como será daqui para frente…….Que Deus segure na minha mão e me conduza por bons caminhos…..Livrai – nos do mal….amém

  103. Avatar
    Leiane Costa

    Amei o Post
    Sou Mae Solteira…tenho 16 anos sou mae de um Menino Kauan meu grande amor no comeco o pai dele ia cmg nos pres natal e assistiu meu parto e tudo ele sempre falo que o sonho dele era ser PAI so que ele mudo comeco me trair e eu nao quis mais eu vivia atraz dele so que depois vi que nao valia a pena pois tenho meus pais e meu filho que os amos muito sofri muito.Ele nao me ajuda em nada nem visita meu filho ele vai pois eu tenho que me virar em dois falo pra todos e nao tenho vergonha que sou mae e pai do meu filho e mae nova precisava de conselhos ajuda o pai dele pode ter as amizades dele e eu nao posso e nao temos mais nada ja blokiei ele em todas as minhas redes sociais. Parabens pelo Blog Adorei

  104. Avatar
    CMS

    Olá Renata, sou mãe solteira de dois filhos e no início meio que quis assim, mas hoje sinto muita solidão. Me identifiquei muito com tudo e fiquei feliz em ver pessoas compartilhando de situações parecidas, me sinto inserida a um grupo do qual devo me orgulhar. Meus filhos tem 7 e 14 anos e a adolescencia tem me preocupado um pouco; as descobertas desta idade, a ausência da figura masculina tem sido uma barreira pra ele, percebo o quanto se esquiva de conversas mais íntimas; As vezes me culpo por passar tanto tempo fora, tenho medo de não está em momentos importantes pra eles ou mesmo participar de coisas simples. Confesso que me sinto envergonhada em buscar alguém para tentar uma relação tendo fracassado por 2 vezes e como ficaria a cabeça deles com os comentários sobre meios irmãos.. Depois de 7 anos de separação do pai do meu caçula assumi esta postura de não envergonha-los…

  105. Avatar
    unknown

    Esqueceu de dizer que Mães Solteiras não casam nunca mais !!
    Muito dificilmente elas encontraram um cara bacana para casar,(assumir) para encontrar, até podem encontrar, mas vai por mim, será uma mega sena. H nem um gosta de mulher com filho(os). Uns dos poucos que aceitam, são os que já têm filhos também, msm assim têm uns que não gostam, e outra, geralmente H de menos de 30 anos que já têm filho, geralmente boa bisca não é…

    A moral é: Nunca tenha menino antes da hora, se tu virar mãe solteira, você está lascadinha, casa mais não, e se casar a probabilidade de não dar certo e gigante.

  106. Avatar
    Liliane

    Adorei o post!É muito bom saber que,como mãe solteira,estou no caminho…
    Tenho uma pequena de dois anos, e apesar de ter a ajuda do pai,ele não é tão presente quanto eu gostaria,sendo músico a criação fica toda por minha conta…
    Sempre na luta,em fazer cada dia um dia melhor pra ela!
    Ela é meu sonho de consumo realizado!
    Parabéns a todas as mamães,solteiras ou não!

  107. Avatar
    Ludmila Fernandes

    Gostaria de parabenizar pelo post, foi indicado por uma amiga e simplesmente amei. Pela primeira vez li algo verdadeiro sobre esse status: Mãe Solteira. Textos carregados de achismos são os piores, carregando sempre uma arrogância em visto que uma família composta de mãe e pai é sempre muito melhor que uma mulher que precisa levantar as mangas e assumir o belo papel dos dois.
    Enfim, parabéns. As dicas são verdadeiras e aplicáveis, nada surreal, nada que não possa entrar na lista de metas das mães solteiras e sim, muitos aplausos para nós!

  108. Avatar
    Rogério

    Interessante esse texto porque trata o tema de uma maneira objetiva. No meu trabalho, conheço algumas mulheres que são mães solteiras, e, algumas delas, buscam um obstinadamente um namorado que possa futuramente concordar em ser pai desses filhos. Perfeitamente possível uma mulher encontrar um homem que se encaixe nesse perfil. Porém, os lugares onde elas procuram – baladas e barzinhos -, são lugares onde os homens frequentadores geralmente não estão abertos a assumir esse tipo de responsabilidade. Vale lembrar – pelo menos no caso dessas mulheres do meu trabalho -, que muitas foram abandonadas gravidas justamente por homens que conheceram nesse tipo de estabelecimento. Afinal, a natureza desse tipo de entretenimento; bebedeira, legação e aversão a vínculos; é tudo o que uma mãe solteira não precisa para completar a vida delas. Observo, que muitas ali associam a “solteirice” a um suposto preconceito masculino. Questiono um pouco essa argumentação feminina, pois é só observar que existem milhares de homens casados cujo um dos filhos é de um relacionamento anterior da esposa. No entanto, pelo menos essas constituições familiares que já presenciei por aí, em que o homem estava disposto a agregar; em nenhum desses casos a mulher conheceu o rapaz num barzinho de paquera e menos ainda numa balada. É obvio que as observações de uma pessoa não pode ser levado como uma “regra”, porém, cabe a mulher analisar o perfil de homem que ela encontra nesses eventos, e, sempre lembrar que não basta ele ser Belo, não basta ele ser interessante, mas tem que ser alguém que prefira uma sorveteria a uma balada num sábado à noite.

    • Avatar
      Helen Araújo

      Muito bem, concordo com vc 100%. Acho que ficar a procura do cara ideal nesse tipo de lugar só vai levar a mais frustrações.

  109. Avatar
    Rogério

    Acho que a mulher procurando nos lugares frequentados por homens mais tranquilos; livraria, cafés, shopping;consegue encontrar um cara legal

  110. Avatar
    Bruna

    Muito bom o texto. Nos mães solteiras buscamos algumaa palavras que possam nos acalentar. Tenho 26 anos e sou mãe de dois meninos um de 10 anos e um de 1 ano e 5 meses, cada um de um pai e dos dois casos não deu certo. Passei um dobrado e ainda passo para cria los. Tenho a ajuda dos pais, mas de fato não é a mesma coisa. Mas observo que cada um tem a sua fase de preocupação e cuidado. Não penso em ter um relacionamento agora, poise meu filho mais novo ainda é muito pequeno, mas tento me dividir entre a casa, trabalho, cuidados com eles e sim uma vida social. É matar um leão por dia, mas sei que no final vai dar tudo certo. Muitas passaram por isso e não morreram.. Só preciso de paciência e tranquilidade.

  111. Avatar
    claudia

    Adorei, sou mãe solteira de uma princesa linda de 7 anos cujo o pai não quis nem registra la, me identifiquei muito, até me emocionei lendo. Obrigada

  112. Avatar
    Helen Araújo

    Li esse artigo, me ajudou muito. Fui traída e abandonada grávida. Tenho dois filhos lindos que dependem de mim pra tudo . Ainda amo meu ex e sofro muito, tento não demonstrar isso para as crianças mas é muito difícil passar por isso sozinha. Tenho uma série de problemas emocionais começando pela minha mãe e não sei como lidar com a situação. Me desespero vez enquanto.

    • Avatar
      vandasantos27

      Oi, querida! Tive uma experiência similar à sua. Abandonada grávida depois de um relacionamento de 7 anos!! No começo foi barra, mas nada como o passar do tempo. Hoje meu pequeno príncipe tem 2 anos e 3 meses, e o pai manda altas declarações, querendo voltar, mas agora é tarde. O amor acabou. Deu lugar ao amor próprio. Fica com Deus! Você tbm há de superar!

  113. Avatar
    alice brito

    Olá, bom dia!
    Parabéns pelo post eu adoreii……
    sou mãe solteira, tenho um filhos de 4 anos e esperando o meu segundo <3 .
    eu amo ser mãe solteira, sem ter obrigação com o marido, e sim dedicar meu tempo aos meus filhos e meu trabalho.
    nós mamães solteiras temos que ter sempre em mente que somos capazes sim de criá-los sozinhas, dando o nosso melhor, os amando, cuidando e educando da melhor forma possivel. Claro que dificuldade sempre aparem, mais quando isso acontecer coloque Deus na frente que tudo dará certo!!

    Grande bj.

  114. Avatar
    Catia

    Ás vezes não somos mães solteiras mas é como se fossemos. O meu não ajuda em nada, só serve para brincar com a pequena de 2 meses. Eu é que faço tudo o pior é que parece que não dá valor. Enfim

  115. Avatar
    Beto

    Bom dia, interessante postagem!

    Me relaciono com uma “mãe solteira” – na realidade ela é separada, o pai é atuante na questão de ajuda financeira e de ficar com o moleque, gosto muito desse guri, mas, atrapalha sim em alguns fatores entre nossa relação. No entanto, gostaria de alguma postagem (se possível ou se já tem me ceder o link do mesmo) sobre O PAPEL DO HOMEM NA RELAÇÃO COM UMA MÃE SOLTEIRA (enquanto sendo o parceiro desta mãe). Por exemplo: como se deve comportar, o que esperar… Enfim, algo que pudesse ajudar nós homens a nos relacionarmos melhor com essas mulheres-mães solteiras. COrdial abraço!

    • Avatar
      Marcella

      Nunca imaginei que isso fosse acontecer comigo, mas aqui estou eu com 25 anos, divorciada e com um filho de 3 anos de idade. Faculdade trancada e posso ja descartar a hipotese de voltar, nao tenho mais dinheiro para o curso. Meus pais nao moram comigo, entao fico em casa sozinha com ele. Eh bem cansativo, nao tenho tempo para mim, e tambem é solitario, ja que meus amigos nao tem filhos, levam outra vida…Me sinto injusticada, sim. Nao era o que eu esperava para mim. Mas posso dizer a voces que eu sinto MUITO orgulho de mim! Nao eh qualquer uma que consegue fazer o que eu faco!Tem que ser muito forte! Eu cuido muito bem do meu filhinho, faco o que posso, dentro dos meu limites, mas me sinto muito feliz quando vejo o resultado: o sorriso do meu filho. Eh muito louco ser mae. So depois que fui mae que consegui sentir compaixao, empatia, me colocar no lugar dos outros…choro por qualquer coisa ruim que vejo na televisao ou leio na internet, imagino na hora que poderia ser com meu filho! A maternindade me ajudou muito a desenvolver esse meu lado. E outra…fico muito mais feliz se eu puder comprar um presentinho para o meu filho do que um para mim! Para mim isso tudo é novidade, pois nunca amei ninguem tanto assim, tenho muita sorte de ter conhecido tamanho AMOR e dele ser SÓ MEU! Bem, eu me preocupo muito com o futuro meu e dele, tem dias que fico nervosa, pois ja nao aguento tanto barulho so no meu ouvido, dias sem dormir de preocupacao com dinheiro, com a discriminacao, que ainda existe por parte da familia, de vizinhos…o medo de nao ter um homem dentro de casa para nos proteger, enfim…vida que segue. Pelo menos eu nao fujo das minhas responsabilidades! Estou ai, cumprindo meu dever! Posso ficar sem dormir por todos esses fatores, mas por deixar um filho no mundo sem mae eu nao fico! É isso aí, admiro todas voces, bjos

      • Avatar
        Flávio

        “pois nunca amei ninguem tanto assim”

        Pois é Marcela, ainda bem que é assim, porque é bom ter ciência que será difícil de mais para você conseguir casar um dia de novo!

        Com tanta mulher no mundo, H nem um irá escolher uma com menino!!

  116. Avatar
    Rogério

    Arrumar um namorado uma mulher que seja mãe solteira pode arrumar. Desde que não esteja procurando na balada, na Night, pq aí não arruma mesmo. O pior é aquela historia de se divertir com os errados enquanto o certo não aparece…isso não funciona, procure os certos e invista no certos, mas entendam que os certos provavelmente não estão nas noitadas. Além do mais, se o cata é da Night, qdo vc estiver com o filho chorando de madrugada ele estará se divertindo por aí

  117. Avatar
    sofia

    sou mae solteira e moro em um pais que nao e o meu nao tenho parentes proximos.foi dificil e as vezes ainda e.ser mae de dois adolecentas nao e facil.e sustentar a casa sozinha realmente pode ser muito estressante.mas as dificuldades nos ensinam nos fortificam e realmente quando eu consegui estar bem comigo mesma tudo ficou mais claro em como lidar com as dificuldades do dia a dia e ate em dar os limites para os meus filhos e eles entenderem com mais tranquilidade o porque .gostei muito das dicas e ajudam bastante a nos maes e pais solteiras.e o mais importante e o amor que tens por ti e teus filhos e nao o que socialmente e correto.pois nao passa de uma aparencia.a minha grande vantagem e que mesmo quando era casada sempre tive de fazer tudo sozinha ate mesmo ser pai.jogar bola dar bronca.e adoro morar sozinha me acostumei.e tenho acho que a maior parte das mulheres seriam mais feliz e se sentiriam mais realizadas vivendo sozinhas.em vez de esperarem que o principe encantado as façam felizes e resolvam os seus problemas.pois so nos nos podemos fazer a nossa felicidade e deixar os outros felizes.tenho um companheiro mas cada um na sua casa e isso e algo vital para mim.e para o nosso relacionamento.sei que nem todas as mulheres tenham a mesma visao ou opiniao, mas uma coisa e certa so nos podemos fazer a nossa propria felicidade e com amor nossos filhos tam bem serao pois vao sentir segurança e o nosso amor e carinho e assim ser uma familia forte e passar pelas dificuldades mais tranquilamente. parabens pelo post.sao dicas que ajudam nas horas de insegurança.

    • Avatar
      Sande

      Infelizmente estou sentido o peso de uma mãe solteira na pele, tenho um relacionamento com uma, poderia PODERIA ser a mulher da minha vida, mas nessa condição não vejo futuro pois trás consigo muitos problemas, não só com filho, mas com o pai da criança, eu sou solteiro 41 anos, bom trabalho e boa renda, isso claro pesou na escolha dela por mim, especulo muito sobre o passado dela e como aconteceu a gravidez, há contradições nas histórias, eu só ouço vou tirar minhas conclusões depois, o difícil é gostar de alguém que você sabe que vai te trazer alegrias, mas problemas também.

  118. Avatar
    sara

    Ola! Gostei do post. Sou mae solteira de gemeos, 19meses, nunca me senti mal c a situaçao, nao tenho, nem nunca tive qualquer apoio por parte do pai, mt pelo o contrario… Sao a melhor coisa q ja me aconteceu, e extremamente cansativo fisicamente mas emocionalmente dao me td o q preciso para lutar por eles, a felicigade deles, e a minha e nao csgo imaginar a minha vida d outra forma.

  119. Avatar
    Rosangela

    Chorei de emoção, criei 3 filhos sozinha, fiz deles homens de bem, depois de 12 anos engravidei e adivinhe!!! O pai me abandonou grávida, mais queria o aborto. Mas eu tive meu Davi, lindo esta com 2anos agora..e sou muito feliz, obgado amei a matéria bjo

  120. Avatar
    Kamila

    Bom dia, parece que foi Deus que fez eu ler esse post, parece não, foi! Hoje esta sendo um dia difícil pra mim que sou mãe solteira e que ontem mais uma vez vi a falta de compromisso do pai do meu filho em relação a dividir os cuidados com meu filho, me sinto exausta por não ter um final de semana livre ou algo assim, ele ama o filho mas não tem aquele compromisso de leva-lo fds alternado, mas agora sei que isso é algo comum e que dias difíceis fazem parte,e que realmente ser mãe solteira é contar consigo mesma e adequar tudo a sua rotina, só quero ter força pra realmente dar a volta por cima pois quando estamos bem o universo conspira a favor. Amei o post, obrigada pelo acalento =]

  121. Avatar
    aline cardoso

    Parabens,
    Sou mae solteira e tenho sim grandes obstaculos diariamente.
    Mas isso nao faz com que eu perca minha felicidade!

  122. Avatar
    Jojo

    Ola, minha segunda filha teve um relacionamento com um rapaz e aí gerou meu Netinho q amo mais q tudo, portanto, esse relacionamento não vingou e ela tem passado por momentosde muita dificuldade, ele vem ver o filho esporadicamente e fica hospedado na casa dela, não consigo aceitar essa situação e isso me faz sofrer demais. Ser mãe solteira é a coisa mais difícil desse mundo.

  123. Avatar
    Souza

    Me emocionei com é esse post. Mão e a pessoa mais importante na sossa vida , umas dão a vida por um filho, outras tiram a vida de seus pequenos. Meu filho não teve essa sorte de ter uma mãe assim como vcs.foi rejeitado dês d q engravidou , ele nasceu e moramos juntos até ele fazer 09 meses .daí ela abandonou ele é foi embora e eu fiquei com ele, 5 meses depois ela ligou . Passei mãos bocados; sem experiência pra cuidar dele , pagava babá pra cuidar dele enquanto eu trabalhava , eu chegava em casa, verificava o corpo do meu filho e via q alguém tinha batido , na boca dele, apertado ele com marcas de unhas . Mudava de baba e as coisas só continuavam . Tempos depôs perguntei p minha ex pq vc abandonou seu filho , ela falou q ele táva atrasando a vida dela , q era um encosto , uma desgraça na vida dela , q prendia. Até hoje meu filho tá comigo ele já tem 02 anos e 4 meses. Ele é tudo q eu tenho .sei q quando ele crescer vai querer saber dela até agora não sei o q falar pra ele , tenho fotos dela com ele na maternidade, e uma gravação recentemente de uma ligação dela desabafando… falando coisas absurdas contra ele . Não sei se vou ter coragem de mostrar essa gravação aposto q o coração dele vai ficar muito magoado . Eu não sei como vou contar pra ele essa história q ele viveu ainda bb , sempre cuidei dela , banquei a casa , comprei tudo carro , moto nunca faltou nada. Mas pensando bem faltava tudo o AMOR. ela não é adolescente já tem 27 anos , e eu 24 . E nosso filho 02 aninhos . Acho q nunca devemos rejeitar uma criança , ainda mais quando é nosso próprio sangue. Se Deus quiser meu filho vai ser médico e assim como ela rejeitou e tentou abortar , ele pode muito bem amparar quando ela estiver velhinha gaga . Não sabemos do dia de amanhã só sabemos q o amanhã vira, e todo dia precisamos um do outro .

    • Avatar
      Renata

      Que post mais bacana!
      Sou mãe solteira de 3 filhos. Tenho um mais velho e me encaixo muito bem em tudo.
      O tempo é algo precioso, por isso envolvo meus filhos no máximo possível tudo. Trabalho Home Office por isso é preciso separar o tempo físico de estar em casa junto do tempo para eles. É preciso ter tempo para cada um individualmente. Também envolve-los nas finanças do que podemos juntos ou não é parte importante para todos nós não sentirmos culpadas de não poder dar algo naquele momento. Culpa, nós todas sentimos, e fazer com que o mais velho não seja responsável por não ter pai presente é bem importante.Os filhos se ajustam a vida que tem, e são felizes assim!
      Não falar mal do pai que não participa e tentar envolve-lo colocando até telefone particular para eles foi bem interessante para mim, ao contrário mostre a eles que o pai existe, isso trará segurança a seus filhos e eles se sentirão amados e para os namorados participativos não esqueçam, nossos filhos tem pai!
      Lembrem aos pais: mãe é fato, pai é conquista.
      Um beijo
      Renata

  124. Avatar
    barbara modesto

    amei a materia muito boa mesmo

  125. Avatar
    Gabi Mendes

    Aprendi que quanto mais a pessoa me julga, mais infeliz ela é! 🙂

  126. Avatar
    Cristiane Brito

    boa tarde!!! gostei muito das dicas estava precisando ler isso tudo, não q nao seja uma guerreira mais as vezes bate uma afliçao e um pouco de angustia mais logo respiro fundo e dou a volta por cima porque quando olho pra aquela criaturinha que botei no mundo vale apena me vestir de leoa e enfrentar a tudo e todos, Obrigada bjs

  127. Avatar
    IZAILDA LOPES

    DEIXO MEUS AGRADECIMENTOS POR TUDO QUE LI NESTA POSTAGEM, POIS SOU MÃE SOLTEIRA E POSSO DIZER QUE REALMENTE É MUITO DIFÍCIL, PORÉM A SATISFAÇÃO É IMENSURÁVEL.

  128. Avatar
    kaiame

    Bom dia,sou mãe solteira e estou passando por muitas coisas.li suas 10 dicas e amei
    pq me fez ser corrigida em vários aspectos.meu filho tem 02 anos e 10 meses o pai dele nos abandonou quando ele era pequeno,foi atras de outras mulheres ,ele primeiro priorizar ele pra depois da as coisas ao filho,e quando da é uma vez e nunca demora tempo pra da novamente.Mas estou me virando e educando e formando um cidadão…

  129. Avatar
    Ana Caroline

    Nossa, como foi bom ler esse post. Estou passando por uma situação delicada demais! Tinha um relacionamento a um tempo, mas terminamos por 3 meses (acho que todo casal passa por isso). Nesses 3 meses foi tempo suficiente pra eu me envolver com outra pessoa. Passado esse tempo, voltei com meu relacionamento antigo, porém voltei grávida. E o resultado? Vou ser mãe solteira. Meu parceiro antigo não aguentou a pressão de saber que nao iria ser o pai do meu filho. E o pai biológico não quis nem saber !! Estou sofrendo muito. É uma dor que não dá pra explicar em palavras. Mas sei que os planos de Deus são maiores que tudo. E obrigada por esse post. Grande abraço.

  130. Avatar
    driele pereira lacerda

    oi meu nome é Driele e estou separada a 7meses.
    so que toda vez q o meu filhi vai para casa do pai volta diferente gritando q nao quer a mae ,fico triste triste e nao estou entendedo a atitude de meu filho.
    pois me esforço muito para amalo e educar sera q eles estao fazendo a cabeça dele ele so tem 2 anos converço bastante esplico q ele morra com a mae e q no papai ele vai passear q nao precisa chorar ele ate me entende mais quando volta ele volta agressivo gostaria q me desse algumas dicas
    obrigada

    • Avatar
      Noémia da Costa

      Sou Noémia da Costa, mãe solteira com muito orgulho, essa matéria caiu de cara para mim pois era exactamente como me sentia quando as pessoas olham para mim e pergunta porque sou mãe solteira e porque não deixo a minha filha ficar com o pai……a minha filha têm dois anos e tento educa-la da melhor maneira possível e com estes conselhos vou conseguir com certeza….muito obrigada de coração.

  131. Avatar
    VALÉRIA

    É SIM SOU MÃE SOLTEIRA E A MILHA FILHA E A RAZÃO DA MILHA VIDA,É MUITO DEFICIO ,MUITO…principal Mente PELA FALTA DE AMOR DO SEU PAI POR ELA,FOI MUITO RICA SUAS PALAVRA PARA MIM OBRIGADA POR LEMBRA DE NÓS.

    • Avatar
      bellao moore

      (Como eu tenho o meu marido de volta)

      Meu marido e eu tenho ao vivo juntos por 15yrs e casado há 11anos e ele me divorciar de três meses atrás. Eu estava preocupado e por isso confundem porque eu o amo muito e eu preciso dele de volta para casa, eu estava indo realmente muito deprimido e tem me afetar tanto que eu sinto minha vida ter chegado ao fim. Um dia um amigo meu contou-me sobre este lançador de magias chamado Dr KUMAR quem pode me ajudar a conseguir o meu marido de volta e ela me disse que muitas pessoas estão falando sobre ele todos através da internet e ela me deu seu e-mail ([email protected]) i em contato com ele e eu fiz todos os meus problemas conhecidos com ele e ele me disse para não se preocupar que ele ia fazer o meu marido para voltar para mim e, em apenas 48 horas eu receber um telefonema do meu marido e ele era atraente que eu deveria voltar para a casa. Eu nunca na minha vida acredito em mágica, mas agora ele acaba de me ajudou a ser uma mulher cumprir e agora estou tão feliz. Todos os nossos agradecimentos ao Dr. Kumar e se você também quer ter seu marido de volta para si mesmo aqui !! seu e-mail novamente é [email protected] ou você WhatsApp ele em +2347051705853 Estou tão feliz para testemunhar do seu trabalho e bondade.

  132. Avatar
    RENATA

    ME CHAMO RENATA FUI MÃE AOS 17 ANOS, MEU FILHO MAIS VELHO TEM 17 ANOS, UM DE 15, UMA DE 14 E O MAIS NOVO TEM 9 ANOS HOJE TENHO 34 ANOS DE IDADE, FUI CASADA POR 16 ANOS TENHO QUASE UM ANO DE SEPARADA E ADMITO NÃO É NADA FÁCIL SER MÃE SOLTEIRA DE TRÊS ADOLESCENTES. MUITAS VEZES TENHO TANTO MEDO DE ERRAR QUE FINDO ERRANDO, AS VEZES MEU ALTO ESTIMA ESTÁ LÁ EMBAIXO, PROCUREI O MEIO DE SER MÃE AMIGA, BEM MOLECA COM ELES! MAIS ACHO QUE FOI CAMINHO ERRADO. AGORA COMECEI NAMORAR TEM DOIS MESES NÃO SEI SE ESTAVA NO TEMPO, SEMPRE COLOQUEI E COLOCO MEUS FILHOS EM PRIMEIRO LUGAR, MAIS SINTO QUE ALGO ME FALTA COMO CARINHO E ME SENTIR AMADA, ELE É UMA ÓTIMA PESSOA.
    PRECISO QUE ME AJUDE COM CONSELHOS
    , OBG

  133. Avatar
    ádila brenda

    Muito obrigada,
    Com certeza fará diferença na minha vida.

  134. Avatar
    Andreia Matias

    Olá Flavia,
    Tenho 40 anos e sou mãe de um menino de 1 ano e 6 meses, estou sozinha à 6 meses, e realmente suas palavras são reais. Além de tudo minha mãe mora comigo (deficiente físico – 61 anos), minha vida ainda tá meio bagunçada… sem tempo pra nada, mas as vezes saiu e tento me cuidar, mas confesso não é nadinha fácil, tem momentos que dá vontade de sumir, largar tudo, mas tudo bem, sei que vou vencer e olhar pra trás e dizer eu venci. Deus te abençoe e continue lhe dando sabedoria. abç!!!!

  135. Avatar
    Debora Cremasco

    Amei as dicas, estou separada o pouco tempo e descobri estar gravida eu ja tenho uma bebe de 1 ano e 3 meses, li e reli varias vezes os artigos.

    Parabens muito me incentivou que eu posso e sou capaz de seguir sozinha essa nova jornada.

  136. Avatar
    isadora

    ola! realmente estava precisando ler algo como isso…acabei de me separar e está sendo mto dificil! gostaria de me comunicar com vcs…pois estou meio perdida tenho um filho de 4 anos e meio e tbm não está sendo facil para ele.Todo esse processo da separação tem me deixado mto deprimida e angustiada e além do meu filho pequeno ainda tenho uma mãe idosa pra cuidar. se puderem me dar dicas agradeço. beijo meninas

  137. Avatar
    Janaína Anália

    Amei tudo isto!

  138. Avatar
    Elyangela

    Tenho 5 filhos a quzer 2 anos meu filhos no ver o pai e comprovado mais com fé em Deus e minha família min ajudando só mais um vendedora

  139. Avatar
    mariacristinadeoliveira

    parabens sou mae solteira tambem tenho 23 anos meu filho lucas nao tem pai nao resebo pençao e tambem o pai dele nao o registro nao engravidei rapido namorei 2 anos mas nao emporta o tempo nem como foi mae e mae ser mae e bom mae solteira e dificil no dia a dia mas nao e imposivel amo meu filho e o que importa adorei o blog . [email protected]

  140. Avatar
    MARIA VALDETE CAVALCANTE PAIVA

    Nossa amei estou separada a 15 dias esta sendo dificil para me , mais me senti um pouco forte com essas dicas.

  141. Avatar
    Henrique Engenheiro

    Realmente, gostei da matéria. Parabéns. Conheço algumas mães solteiras (M$ol??) e as admiro muito. São guerreiras, trabalhadores, inteligentes, felizes com a vida.

    Já tive o prazer de namorar uma, adorava o filhinho dela. Era como um filho pra mim. Gostava de passear, comprar presentes, brinquedos, enfim, crianças são demais. Mas infelizmente esse relacionamento não deu certo. Parece que existia um amor (vivo e proibido) entre minha ex e o pai da criança. Assim foi melhor terminar.

    Lendo os comentários acima, vi o comentário de um usuário dizendo que tem receio de namorar ou casar com mães solteiras, devido ao medo de fazer com que a moça perca esse titulo, de mulher guerreira e tal. A cada dia, começo a pensar igual. Talvez as mães solteiras estejam e sejam mais felizes sozinhas mesmo.

    Parabens a todas e a felicidade as espera

  142. Avatar
    josimara

    Eu sou mãe solteira de de duas crianças!

    • Avatar
      josimara

      e sou muito feliz com os dois adoro está com eles, Eles me completam, me abraçam e me ensinam muito sobre o amor!
      Somente quem tem filhos sabe o que é o amor genuíno
      Fazer de tudo em troca de nada assim como cristo nos amou!

  143. Avatar
    Lucia

    Maravilhoso post,eu já faço quase tudo que foi postado,então pensei:Alguns ajustes e tudo ficará bem.

  144. Avatar
    Kat

    Sou filha de mãe solteira – na verdade ela se casou na Igreja, no Civil e no nascimento do 2 filho, o marido sumiu de casa – não deve ter aguentado a responsabilidade se tornar pai de duas crianças. Minha mãe deu a volta por cima sozinha e me criou. Minha mãe anulou toda sua vida para cuidar de mim e da minha irmã. Ainda acredito que o único homem que ela tenha conhecido fosse meu pai. Vejo nela uma pessoa muito forte e que eu me espelho.
    Hoje aos 26 anos sou Universitária e estou sem namorado, sem marido e sem nenhuma perspectiva de casamento/namoro penso na Produção Independente. Tenho muita dificuldade em lidar com o sexo oposto e deve ser por isso que me mantenho solteira até hoje.
    Por esse motivo estou procurando muito como é a vida de uma mãe solteira e como devo contar ao meu futuro filho ou filha quem foi seu pai.
    Recebi uma proposta de um amigo, que quer ter filho – mas sabe, não confio nele e nem na sua bondade. Pois foi casado e tem comportamento estranho. Por isso recorri ao banco de esperma internacional. Pois consigo todo tipo de dados e características do doador, inclusive o fato dele ser do tipo não-anonimo para eu poder dizer ao meu filho quem foi seu pai (doador), de onde ele é: um doador que gostei muito é um dinamarquês, estudante de medicina e outro um matemático.

  145. Avatar
    Gercilene

    Meu Deus que texto lindo!!! parece que leu minha alma… obrigada por existir pessoas como você… estou profundamente emocionada!!!!!

  146. Avatar
    vania aparecida santos

    oi gente ! dificil nao e ser mae solteira dificil e ser vo jovem , porque sua filha foi mae adolescente . as pessoas ficam tirando sarro tipo parabens vovo … horrivel isso . preconceito para todo lado sofre a mae e a vo da criança por tabela . por causa de uma sociedade hipocrita …

  147. Avatar
    vania aparecida santos

    gente ! dificil e encarar o preconceito de pessoas maldosas . sofre a mae solteira mas a avo sofre por tabela pois quando e vo jovem as pessoas fazem questao de dar quele parabens vovo so para ver a cara que a pessoa faz . tenho visto minha melhor amioga passar por isso pois a filha engravidou muito cedo … quanta hipocrezia gente !!!

  148. Avatar
    Aretha

    Olá! Parabéns pelo post!
    Sou mãe solteira de dois filhos, de pais diferentes, e os crio sozinha por abandono dos pais.
    Dúvidas, inseguranças e medo fazem parte desde que olhamos as duas tirinhas nos testes de gravidez, mas também sentimos a realização de um sonho e a completude ao depararmos com aquele serzinho tão desejado e amado.
    Quem é mãe solteira, só digo uma coisa: vá em frente, com a sua história, não ligue para preconceitos, piadinhas porque a pessoa que faz isso queria ser como você mamãe: forte, guerreira e é um indivíduo covarde! Difícil, certamente que é e sempre será, não tenha dúvida. Mas se seguir em frente sentirá o maior amor do mundo, o de mãe. E não há nada mais gostoso no mundo ver um filho crescer, aprender a andar, falar e dizer: “Essa é a minha mãe, eu amo ela!”
    Me senti acalentada por essas palavras, como se as minhas angústias fossem compreendidas.
    Obrigada! 🙂

  149. Avatar
    Cristina

    Olá, identifiquei-me muito com este post…sou mãe solteira (divorciada) há 4 anos, com dois filhos…o mais velho tem 12 anos e tem sido muito complicado, gerir esta fase em que quer mandar e admito que não fui o “dura”o suficiente… Quando vão para o pai, e isto só começou a acontecer há dois meses atrás, porque estava ausente, é terrivel, porque a mais pequena, ele não a viu crescer… e claro compra os meus filhos e eu sou sempre a má da fita para o meu filho mais velho.
    Admito que vivo para eles, amo-os muito, e apesar de ter alguem na minha vida, é muito complicado viver… exausta é como me sinto. As pessoas não imaginam o que é gerir tudo isto… e sem apoio.
    bem, adorei o post e sim, somos super mulheres….

    • Avatar
      ANA

      Sou mãe de 3 filhos lindos, realmente nâo é fácil desempenhar os dois papéis mas não troco essa vida por nada, amo meus filhos tanto que é eles que me motivam a superar cada adversidade que me é imposta, sonhamos todos juntos de cada dia ser melhor do que ontem.Sempre digo que meus filhos são as pedras preciosas que DEUS colocou em meu caminho para que eu possa a cada dia poli-los, enfim vamos crescendo juntos como família, aprendendo com os erros e nos tornando pessoas cada vez melhores.

      • Avatar
        Monique

        hoje virou moda ser mãe solteira, por que a maioria da mulheres ou meninas ainda querem da sem camisinha, transa com qualquer um, estão ai a 1 mes com o cara e casa ou vai morar junto, tudo puta desesperada, e como virou moda , tanto faz se tiver um filho, casamento ja não vale mais nada, familia então dane-se também, filho virou consequente de aventuras e tentativa de achar um homem mais ou menos legal. e é obrigatório toda mãe gostar de ser mãe, uma mentira que todas tem que contar, a maioria que conheço quem olha o filho(a) é a avó ou o avô, ai é fácil ser mãe, sai pra balada e deixa o filho com os outros.

        • Avatar
          ANA

          Monique respeitar a historia de cada uma aqui se torna necessario, muitas aqui foram casadas e tiveram que enfrentar a maternidade sozinhas e indiferente como foi o respeito e a base de tudo. O que vc me diz criar uma criança em um lar com pai e mae do jeito que a sociedade gosta e quer, E nao existir o minimo de respeito, a criança presenciar por diversas vezes palavroes, brigas e xingos inúteis, ou ate mesmo o pai mostrando desprezo pela criança que nada tem a ver com a situação, pelas historias que li aqui sao mulheres que estao tentando se levantar e aceitar que o melhor e amar e dar condições para essa criança. Essas e tantas mulheres mesmo com ou sem pensão alimenticia lutam para que seus filhos sejam melhores. Só quem realmente passa por isso pode opinar e quem não passa e não tem nada a agregar tem que ficar calada porque de pessoas preconceituosas ja tem demais nesse mundo.

          • Avatar
            Luciene Azevedo

            Parabéns, excelente colocação Ana!
            Por causa de comentários daquele tipo que os preconceitos crescem, e diga-se de passagem: o maior prejudicado é a criança, não as mães… até porque realmente cada caso é um caso, aqui não estamos falando sobre mulheres irresponsáveis, e sim sobre situações de abandono, adoção e afins… até porque existem muitos marginais e desajustados com famílias tradicionais com “papai, mamãe e filhinho”!

        • Avatar
          Marcela

          verdade monique é desse naipe

        • Avatar
          kat

          Olha Monique, eu tenho que concordar com vc. Porem nem tds os casos são assim, minha mãe mesmo se casou na igreja, no civil e foi abandonada pelo marido após o nascimento do segundo filho. Não culpe somente as mulheres, os homens tb tem grande parte da culpa. No meu caso é um pouco diferente, pois eu resolvi ser mãe solteira por opção. Simplesmente pq não confio nos homens e não tenho a minima vontade de me casar.
          E realmente quem cria hj as crianças são avós ou as babas, pois as mães não tem tempo ou disposição para tal. Hoje mesmo ouvi um dialogo entre duas mães de bebês, uma voltava da licença maternidade e disse “ficar em casa cansa, alias filho cansa” a outra concordou plenamente. Me perguntei mentalmente “pq teve?”, pois o q vejo bastante é gente querendo filho para ostentar ou pq teve um “acidente”, gravidez indesejada.

  150. Avatar
    maria

    Depois de dois anos de casamento Broken, meu marido me deixou com dois filhos, eu senti como acabar com tudo, eu quase cometeu suicídio, porque ele nos deixou com nada, eu estava emocionalmente baixo todo este tempo. Graças a um médico de amor chamado Dr. Goko o médico do amor que eu conheci on-line. Em um dia fiel, como eu estava navegando pela internet, me deparei com vários depoimentos sobre este especial médico do amor. Algumas pessoas testemunharam que ele trouxe seu amante Ex de volta, alguns testemunharam que ele restaura útero, curar câncer e outras doenças, alguns testemunharam que ele pode lançar um feitiço para parar o divórcio. Ele é incrível, também me deparei com um testemunho particular, era sobre uma mulher chamada Vera, ela testemunhou sobre como ele trouxe de volta seu amante Ex em menos de 2 dias, e no final de seu testemunho ela deixou cair o seu e-mail. Depois de ler todos estes, eu decidi tentar. I contatado ele via e-mail e Explicasse meu problema para ele. Em apenas 48hours, meu marido veio para mim. Nós resolvemos nossos problemas, e estamos ainda mais felizes do que nunca. Dr. Goko você é um homem talentoso e eu não vou parar de publicá-lo porque ele é um homem maravilhoso. Se você tiver um problema e você está procurando um médico verdadeiro e genuíno do amor, tentá-lo a qualquer momento, ele é a resposta a seus problemas. Você pode contatá-lo em (dr.gokosspiritualcaster @ gmail .com) ou texto e whatsapp ele 2348056398964. Ele é o melhor médico do amor que pode ajudá-lo com seus problemas de relacionamento.

  151. Avatar
    Josi

    Maravilhoso meus parabéns

  152. Avatar
    Taynara

    Olá meu nome é Taynara, tenho 26 anos. Tenho um lindo filho de 9 meses chamado kaíque.Sou mãe solteira com orgulho,ainda sofro preconceitos sobre isto até hoje. Mais a vida que segue, temos que erguer a cabeça.

    Beijos…

  153. Avatar
    Julys

    Não existe palavra pra descrever o que sinto depois de ler este post. A mais apropriada é: Muito obrigada! Ler isso me deu força, e um sentimento de que sou compreendida. Creio que muitas outras mães solteiras também sentiram isso. Intão, muito muito obrigada!

  154. Avatar
    claudia cicarelli

    Boa tarde, sou mãe solteira e tenho uma filha adotiva de 3 anos. Nestes últimos dias ele está perguntado sobre o pai. Realmente não sei o que responder, aliás falei que o pai estava viajando ai ela quis ligar para ele e perguntou o nome dele. Percebi que a hora a verdade chegou antes do que eu podia esperar.
    Só que simplesmente não sei como responder, acho tão pequena para entender sobre a adoção.
    Se tiver alo publicado sobre o assunto e puder me ajudar, agradeço
    Bjs

  155. Avatar
    rosario

    Recentemente, vi um testemunho sobre um conjurador de feitiços de algum tipo em um blog que eu visitei para relacionar e namorar problemas de aconselhamento porque eu estava tendo problemas sérios com meu namorado e estávamos namorando há seis meses, ele simplesmente mudou de repente, ele estava voltando Minhas chamadas, ele começou a trapacear, ele estava me machucando de tantas maneiras que eu nunca pensei possível e eu só pensei que deveria tentar isso talvez por desespero de algum tipo .. e eu entrei em contato com eles .. Em primeiro lugar tudo parecia sonhador e inacreditável, Suas consultas e solução foi um pouco fácil e estranho e eu estava com medo de um pouco porque eu ouvi ler e ouvir muitas histórias de falsos conjuradores de feitiços, golpes e eu nunca acreditei em magia .. Eu joguei junto com um pouco de esperança ee Fé e eu fui enviado alguns poucos animais depois de tudo e funcionou como um milagre, tudo correu para uma nova direção, eu acho que foi tudo de boa fé que me fez ler Esse post em particular que dia fiel .. Espero que eles poderiam ajudar outros As pessoas também gostam Eles fizeram um pouco e eu tenho tudo o que eu queria e desejava para o meu marido, minha família e minha vida de volta o seu endereço é {[email protected]}

  156. Avatar
    Flavia Schneider

    Bom em 2013 eu ainda não era uma mãe solteira mas hoje sou tenho 2 filhos uma menina com 9 e um menino com 4 anos me identifiquei muito com o texto a 1 ano e 6 meses estou divorciada e optei em me dedicar as crianças parabéns pelo post.

  157. Avatar
    talita

    ótimo post gostei muito me identifiquei também!
    sou mãe solteira de 2 princesas razão do meu viver, as vezes eu me sinto exatamente como você descreveu inclusive envergonhada por não ser casada, na verdade sou casada ainda não me divorciei mas não tem volta de jeito nenhum pois já foram mas de três vezes tentando e não dando certo.é que na verdade infelizmente a nossa sociedade ainda tem preconceito com esse tipo de pessoas, no caso,(nós)!
    hoje me senti bem melhor depois de ter lido seu post, obrigado pela delicadeza nas palavras e o reconhecimento do tal título de super-mães.

  158. Avatar
    Luciene Azevedo

    Olá meninas! Fiquei emocionada e relembrei minha trajetória… o pai do meu filho (com quem convivia há mais de 05 anos) simplesmente me abandonou quando engravidei.
    Ódio, revolta, tristeza, angústia, solidão… tudo e mais um pouco, enquanto nascia uma fera, mulher forte, destemidas, que ganhava forças ao olhar aquele ser único, inocente, mas que me mantinha de pé todos os dias!
    Hoje, ele com 17 anos e eu com 44, digo à vcs: somos totalmente capazes, dificuldades existem, porém amor ninguém obriga a dar… vcs conseguem,eu consegui! Registrei sozinha, ele é um filho exemplar e muito me ensinou (e tem ensinado) sobre o quanto uma mulher pode ser forte e vitoriosa!

  159. Avatar
    Marcela

    Tô há um tempo aqui sentada lendo praticamente todos os comentários. Adorei o texto e cada comentário dessas lindas e guerreiras mulheres. Estava de rolo com meu ex namorado há dois anos. Devido a muitas diferenças meus pais nunca aceitaram meu namoro, e a gente brigava muito. No meu último encontro com ele eu engravidei. Ainda não consigo acreditar. Estou grávida de 6 semanas de um anjinho. Chorei desesperadamente. Ainda choro. Não acredito. Estou com 32 anos, já fui noiva e namorei homens incríveis. Engravidei de um ignorante, sem estudo, sem trabalho e já paga pensão para um filho de 6 anos. Estou muito triste e abalada. Já pedi pra Deus e converso para que o bebê desista. Mas acredito que o bebê esteja muito bem e feliz. Já é muito amado por mim e por toda minha família. Sinto muito por ter feito o que fiz, e colocado um serzinho nessa situação, me fortalece saber que existem tantas mulheres fortes que passaram por isso. Nelas que preciso me espelhar. E seguir adiante, cabeça erguida. Gratidão pelo post, pelos depoimentos, por tanto amor no mundo.

  160. Avatar
    cleide

    Sou mãe solteira de um lindo menino de dois anos.tenho 44 anos.minha primeira filha era especial faleceu o senhor meu deu esse, tem horas que acho que nao vou dar conta o pai não ajudar com nada..estou sem tempo pra me cuidar.

  161. Avatar
    [email protected]

    Concerteza sou mãe sozinho estou criando meu
    Filho sem participação do pai

  162. Avatar
    mariacristinadeoliveira

    oi meu nome e maria cristina .tambem sou mae solteira e amomeu filho desde que descobri que estava gravida . engravidei com 19 anos e ganhei com 20,namorei tres anos com o pai do meu filho lucas gabriel,a jenti dava serto tinhamos pranos , eu tomava pilula mais engravidei. fiquei felis mas ele so no começo , dai com o pasar dos meses . iamos morar juntos . minha mae pego as coisas minhas e jogou na casa da avo do meu filho na lama e tive que ir a força.dai ele me abondou gravida com 3 meses fiu morar na casa do pai e dise para ele que nao ia voltar pra ele porque tava me traindo e bebendo demais.bom meu pai me ajoudou comprou todo enxoval e berço tudo mesmo. minha mae dise que meu filho podia morrer . nao me deixava entrar na casa dela nem para comer. bom o tempo pasou conversei com meu pai evoltei pra minha casa onde meu avo mora , afinal la tambem e meu .meu filho nasceu com 4 quilos e 43 centimetros lindo e enorme, meu pai la todo orgulho minhas amigas e minha irma. pasei minha gravides sosinha sem minha mae no começo , oa pai do meu filho naome procorou e nao registrou , a criança e registrada no meu nome so. meu avo comprava fralda e eu tia aliçença maternidade. mais guando acabou. mimha mae me dise vai trabalhar nao sou obrigada a sustentar mae soltoeira todas , as crianças tem pai menos seu filho . bome calro que eu amo ela , masmoro sosinha e nao gosto de ri la na casa dela sou na minha . e do meu filho ninguem fala nao dexo. sempre trbalhei e gosto de ver o sorriso dele guando xego com presentes pra ele , d brincar com ele e ficar com ele. hoje estou com 24 anos e ele com 4 grças a deus . minha mae dis que ama ele, mas e bem dificil sempre guando compra leite ou fruta guando nao tenho dinheiro, desconta . fala asim depois vc me danunca pode dar nada pra ele sem cobrar. o pai do meu filho foi embora hoje mora em sao paulo sou de minas campo belo sao benedito . a ultima ves que viumeu filho ele tinha 2 anos e pouco , mas pasava perto dele e nen olhava direito foiso uma ves que mandou fralda e danone. e algun dinheiro pelo namorado da minha rima gemeas. mas nao falo em registro e nem paga penso . nao sei nada dele nao mprocura meu filho , nem no dia dos pais , a familia dele mora a mais homenos 15 minutos da minha casa . os tios pergunta do meu filho como ele ta . a a vo dle , perguanta dele antes eu levava ele guando era pequenola , mais agora so falo oi . melhor ficar asim nao pergunato do pai dele pra ninguem nao peço pençao, e humilhante pra mim faser iso ja que ele ja pasou varias veses perto . do lucas e nem enxergou ele, enguanto tiver força vou trabalhar para mim . e melhor do que pedir 150 reias por mes . sou orgulhosa se nao fose tava perdido e direito do meu filho? sei que e.mas melhor e elel creser sem ouvir na rua a familia do pai dele paga pençao ela vai la na porta com menino no braço . melhor ele creser estudando e escutando que dei a volta por cima ne. a dor de ser mae solteira e cruel , e me rasga ate hoje e como se eu tivese feito ele sosinho , as pessoas nao entende que o homem que nos maes solteiras amamaos noos abondou na hora que mais presisamos .meu namorado guando a jenti briga fala o pai te meteu o pe na bunda . dai eu falo ele te xama de pai meu filho pra ele vc e o pai dele . guando creser e outra coisa e a historia dele , to escrevendo e xorando so sosinha minha mae nao somos amigas. minha irma tem a vida dela .com quem vou conversa se minhas amigas falam esquese ele ma.mais e dificil. estou amigada,o meu namorado gosta do meu fiho e meu filho ama ele xama ele de pai . mas jenti estou mais sosinha agora , porque meu filho ama ele,estou com ele por causa do lucas . eu dou as coisas pro meu filho brico e converso, ele tambem , mais nao sinto ele como pai aninda . ate porque ele xama de mae solteira guando brigamos ele nao tem a preocupaçao que tenho. mas els se gostamtambem existem pai solteiros . o api do meu filho ja xego a fala eu nao ajudo ela com um litro de leite . quem sabe um dia ele muda . e registra o menino .amo meu filho e vivo por causa dele . nao sou felis mas ele e felis , brinca e inteligente gosta de livros.entao ta bom ele que importa e meu avo na minha vida ..

  163. Avatar
    Erika Sampaio

    Bom dia, Adorei ter lido isso, pois vou ser mãe pela segunda vez e solteira. Já tenho um filha de 3 anos e estou gravida de 3 semanas não vai ser fácil encarar essa gravidez mas estou falando de uma vida. Seja o que Deus quiser…

  164. Avatar
    cristiane

    Obrigada pelo post… tenho dois filhos, uma moça que fará 12 anos em dezembro, e um princípe que fará 2 em dezembro também… por mais difícil que seja, é o melhor presente que Deus me deu. Amo meus filhos!! Gyovanna e Luiz Miguel

  165. Avatar
    Raiane

    Preciso trabalhar tenho 18 anos e filha de 2 anos.Possuo apenas 6ª série.Socorro Deus!

  166. Avatar
    maria

    olá meninas, encontrei este post por acaso e estou num dilema. Minha historia é essa:
    Sou mãe solteira de um menino de 8 anos que nem conhece o verdadeiro pai. ele foi embora quando eu ainda estava grávida nunca mais tive contato nem sei se está morto ou vivo. Lidei muito bem com isto. Antes não ter pai que ter um mau pai. Tudo certo. Entretanto quando meu filho tinha 4 anos comecei a namorar, com meu atual namorado, que meu filho e eu já conheciamos desde que ele tinha 2 anos de idade. ou seja meu filho não o chama de pai mas o reconhece como pai. Vivemos todos juntos como família.
    Recentemente ele me pediu em casamento. Na realidade apesar da relação de 5 anos que tive com o dador de esperma do meu filho eu nunca me casei na realidade, nunca tive uma festa nem um vestido. E ele também não. Logo seria a primeira vez de nós dois.
    Mas eu tenho 41 anos e a sociedade julga a idade e o ser mãe solteira. principalmente, meus pais não concordam. Acham que sou velha e já não tenho idade para isto. Eles ajudaram-me muito quando fiquei sozinha com meu filho e acho que agora estão com medo que vão ter de gastar dinheiro. Nem pedi dinheiro para eles nem vou pedir. A gente vai arranjar maneira de arranjar dinheiro para o casamento. só que eu estou num dilema e estou muito triste. Que culpa tenho eu que a vida tenha me pregado tantas partidas e que agora que encntrei o verdadeiro amor e o amor de verdade para mim e para o meu filho as pessoas achem que não mereço. Que mal fiz eu?

  167. Avatar
    Michelle

    Primeiramente Parabéns pelo Post, realmente ser mãe solteira não é fácil, pois sabemos o quanto somos vistas aos olhos dos cidadãos.Claro que nem podemos ligar para o que dizem ou critiquem….E sei que tbm há aqueles que nos admiram.Eu sou mãe solteira há 5 anos, e a minha história não foi nada fácil.Porém aceitei meu papel de mãe e faço pela minha pequena o que for preciso. Hj não estou com ninguém, mas não me sinto uma pessoa infeliz…Pois a minha MAIOR felicidade já ganhei, qdo ví aquele serzinho sendo gerado dentro de mim.Ela é a minha maior prioridade na minha Vida.Mas ainda sonho em poder construir a minha família, como sempre sonhei.Mas até lá vivo os melhores momentos ao lado dessa companheirinha e nem dou a mínima para o que os outros pensam ou deixam de pensar sobre minha Vida.Afinal, ninguém nunca saberá o que é ser mãe Solteira até passar por esse Papel.
    Mas deixo o recado para aquelas que querem ser mães…Sejam e não irão se arrepender, e saiba que nunca mais se sentirão sozinhas.Como me disseram um dia:Ser mãe é uma Dádiva…Bjosss e parabéns para nós Guerreiras!!!

  168. Avatar
    maratara

    minha esposa deixou a casa com nossos filhos para os pais por quase 5 meses. Todos os esforços para trazê-los de volta provaram ser abortivos. Amigos e família estavam todos preocupados e meu companheiro muito próximo me deu um conselho sobre a assistência do Dr. Goko; “Há alguém que pode lidar com sua situação, ele me convenceu e eu não tive escolha além de seguir seus conselhos, porque eu nunca sonho em perder minha linda esposa e as crianças e eu estava desesperado por recuperá-las. Então, o Dr. Goko fez tudo para me ajudar. minha esposa ligou e disse que estava vindo para casa … Foi tão incrível !!! Foi assim que eu consegui minha família de volta através do médico goko, nosso casamento agora é mais forte do que nunca. O meu conselho para você é procurar ajuda e dizer-lhe os seus problemas. Ele é capaz de lidar com todos os relacionamentos quebrados e casamentos, mesmo muitos mais

  169. Avatar
    maratara

    minha esposa deixou a casa com nossos filhos para os pais por quase 5 meses. Todos os esforços para trazê-los de volta provaram ser abortivos. Amigos e família estavam todos preocupados e meu companheiro muito próximo me deu um conselho sobre a assistência do Dr. Goko; “Há alguém que pode lidar com sua situação, ele me convenceu e eu não tive escolha além de seguir seus conselhos, porque eu nunca sonho em perder minha linda esposa e as crianças e eu estava desesperado por recuperá-las. Então, o Dr. Goko fez tudo para me ajudar. minha esposa ligou e disse que estava vindo para casa … Foi tão incrível !!! Foi assim que eu consegui minha família de volta através do médico goko, nosso casamento agora é mais forte do que nunca. O meu conselho para você é procurar ajuda e dizer-lhe os seus problemas. Ele é capaz de lidar com todos os relacionamentos quebrados e casamentos, mesmo muitos mais. Muito obrigado por salvar meu casamento. ([email protected] com

  170. Avatar
    tatiane

    maravilhoso! estou me divorciando e tenho 4 pequenos…cheia de duvidas

  171. Avatar
    fabia

    sou mãe solteira tenho 34 anos o meu filho tem 14 ele está em uma fase muito difícil que é a adolescência ele anda mentido muito para min não sei o que fazer até que uma amiga me indicou para instalar um programa espião de whatsaap para saber o que ele anda fazendo no celular é esse programa tem me ajudado muito .

  172. Avatar
    fabia

    sou mãe solteira tenho 34 anos o meu filho tem 14 ele está em uma fase muito difícil que é a adolescência ele anda mentido muito para min não sei o que fazer até que uma amiga me indicou para instalar um programa espião de whatsaap para saber o que ele anda fazendo no celular é esse programa tem me ajudado muito . https://www.syncsoft.com.br/

  173. Avatar
    eduarda chaves

    Oii, a algum tempo procuro um ombro amigo,sinto uma vontade tao grande de poder me abrir e falar tudo que anda entalado na garganta .. Estou vivendo em um relacionamento tao desconfortável, queria muito terminar, mas eu penso em nosso filho de apenas 5 meses. Queria tanto uma ajuda, ou melhor uma solução ..

    • Avatar
      Vanessa

      Oi Eduarda chaves. Vi seu comentário e me tocou muito. Eu sou mãe solteira recente. Não faz nem 2 meses que me separei, e uma coisa eu tenho certeza é para sempre a nossa separação. Eu já avia me separado outras vezes, e eu posso te dizer com certeza no que estou falando, não se sinta na obrigação de ficar com quer que seja por um filho, não é bom pra vc nem pra outra pessoa e muito menos por seu filho, tome decisões consciente e na certeza pra não se arrepender depois. Também tenho um blog. Só que meus assuntos lá é outros mais se quiser saber mais vou deixar aqui. ” A Mãe Digital”.
      Adorei esse artigo

  174. Avatar
    gisele

    olá ..Sou mãe solteira,meu filho já está com 5 anos, o pai do meu filho me abandonou grávida e nunca me ajudou, confesso que tenho medo do futuro de como meu filho vai me cobrar isso um dia,mas quem sai perdendo com certeza foi o pai do meu filho, ele perdeu os melhores momentos e ainda esta perdendo, o bom disso tudo é que tenho o amor de meu filho todinho pra mim.

  175. Avatar
    gisele

    Sou mãe solteira,meu filho está com 5 anos já e o pai dele nunca ajudou em nada.
    Confesso que tenho medo do futuro pq um dia meu filho vai querer saber do pai,eu sempre falo que ele é caminhoneiro e que viaja bastante.E agora descobri que ele tem face, até então ele não tinha,eu mandei um convite pra ele, não sei se vai me aceitar ou não, eu por mim nunca iria atrás, pq ele me negou na gravides inteira mas meu filho um dia vai querer saber.
    O bom de ser mãe solteira é que a gente tem o amor do filho todinho pra mim.

  176. Avatar
    Carolina

    não me deixa com raiva

  177. Avatar
    Gi

    Oie. Parabéns pelo post.
    Só li verdades, sou mãe solteira também e confesso que não é fácil colocar em prática tudo o que eu acabei de ler.
    Acho muito interessante eu no caso como mãe solteira pesquisar, ler esses tipo de post, abrir a mente um pouco, entender o outro lado da moeda.
    Criar um filho sozinho não é fácil, é uma tarefa muito difícil, graças a Deus moro com meus pais e eles me ajudam muito, ou melhor, todos me ajudam muito tanto do lado da minha família, como do lado do meu ex.
    Sai de casa quando minha filha tinha apenas 26 dias de nascida, me arrependo um pouco por isso, mas as circunstancias me obrigaram a fazer isso … enfim, passado … hoje sou muito feliz pois tenho minha princesa que tanto pedi a Deus. Espero amadurecer mais ainda com o tempo e entender que dar amor nunca é demais. Graças a Deus minha filha é muito amada, por todos os lados.

  178. Avatar
    Sílvia Lourenço Santiago

    Oi, gostei muito do post – fui Mãe solteira por 6 anos.
    Quando a minha filha nasceu ainda estavamos “juntos” e foi extremamente desgastante, quando fiquei oficialmente solteira tive um monte de desafios, mas estar junto sem ser unido de verdade foi horrivel. agora voltei a casar e tenho uma 2ª bebe e estou a espera do 3º bebe – o meu marido é o melhor marido e pai do mundo!!! já o meu ex, o pai da 1ª filha esta sempre a perturbar, acho que até ela ser adulta, as dificuldades que estes ex egocentricos provocam , diminuem, mas não cessam – passar dor adversidades torna-nos melhores pessoas – são benção disfarçadas – por isso digo-vos CORAGEM e QUANDO DUVIDARES DE TI: PENSA NESTA VERDADE: ESTAS PRESTES A DESCOBRIR FORÇA E CAPACIDADES QUE NUNCA PENSASTE QUE TINHAS 🙂

  179. Avatar
    celia

    sou mãe de 4 filhos uma de 20 ano ,uma de 11 anos ,um de 5 anos , uma de 3 anos , foi casada por 23 anos, tomei a decisão de ficar sozinha estou muito feliz foi a melhor coisa que fiz para mim e para meus filho, os pai das crianças e eu estávamos vivendo mau. violência domestica

  180. Avatar
    vania

    ola aqui nucha estou passando pelo momento mas dificl por isso entrei nest site para ver e aprender,eu estou gravida de gemeas 26 semanas e solteira ,as vezes fico imaginanndo como vai ser minha vida sem o pai das criancas mas esse post esta me deixando traquila e forte de que que vou conseguir ,

  181. Avatar
    nata

    amei o texto

  182. Avatar
    Maldelira

    Gostei muito é pura verdade um bjm

  183. Avatar
    Patricia

    Agradeço imensamente por essa matéria.
    Sou mãe solteira à 4 meses. Estou reaprendendo e tendo que aprender muitas coisas, pois não é nada fácil lidar com questões que antes lidava em conjunto.
    Mas existe uma luz no fim do túnel e consegui enxergar que sou mto mais forte do que eu jamais imaginei ser.

  184. Avatar
    Ana Paula Araujo

    Parabéns!Belo post.

  185. Avatar
    Meiryelle Alves

    Maravilhoso obrigada ??? melhorou o dia de uma mãe solteira .

  186. Avatar
    Isabela

    Olá,Obrigada pelo post.
    você conseguiu falar em palavras como nós nos sentimos e somos!!
    Me senti muito acalentada ao ler suas palavras!
    adorei de verdade isso resume tudo sobre nos mães solteiras!!
    somos realmente guerreiras em todos os sentidos.
    na real não é nada fácil, sofremos e passamos por muita coisa e ouvimos muitas críticas e palpites. nos aprendemos a superar, pode demorar mais passa.
    acima de tudo Deus sempre nos fortalece independente de nossas religiões.
    muito obrigada pelo post.
    um aplauso para todas nos !!!

  187. Avatar
    nadia Paiva

    Oi Sou mãe solteira de três praticamente, o terceiro vem a Caminho,mudei-me para um país estranho para tentar uma nova relação que não deu certo,e agora vejo-me meio perdida com mais um filho…Pois ainda estamos a viver mesma casa,ate criarmos condições para eu mudar-me ou ele…

  188. Avatar
    andrea regina cavalcanti fonseca

    sou muita grata em gerar um filho tão lindo e maravilhoso como Luciano Augusto Carrizo Fonseca mas tristemente por intervenção de terceiras pessoas que crêm que eu sou má pessoa !!
    Eu má pessoa. vizinhos tal como uma ridicula chamada alessandra gustavo vidal e fernando oliveira filhos de ivone amiga de alguém de uma delegacia em guaratinguetá alias não posso pra nada denunciar não sei onde está meu filho pessoas dizem sou má pessoa …
    dizem sou má pessoa
    luciano um menino maravilhoso
    eu não falo com filhos dos outros
    não me intrometo na vida de ninguém
    não faço mal a ninguém
    nem ele
    como vou encontrar meu filho por favor como vou encontrar meu filho

  189. Avatar
    Elisa Freitas

    amei este post foi muito bom ver que somos fortes e valentes…pena qe muitas pessoas não vejam isso….somos exemplos pros nossos filhos…amamos eles mais do que a nos mesma

  190. Avatar
    Ermingarda Balate

    Boa tarde ,

    Sou mãe solteira , duma menina de 5 anos , tenho orgulho de mim , ganho o que ganho e nunca deixei minha filha sem nada para comer , pena dela por vezes sinto porque ela fala tanto do pai e ele está nem ai para a miuda , isso me doi e muito . o mais complicado também é nas contas . me frusta mas aos poucos vou superrando.

    Obrigada pelas dicas .

  191. Avatar
    Sofhia Gonçalves

    Adorei este artigo estão de parabêns! e muito bom! Vou indicar este conteudo para os meus amigos

    Obrigada

X Leia também:

6 dicas para evitar dor na coluna em situações do dia a dia com os bebês!

05/06/19Ver a matéria   >>