As 10 coisas que não se dizem a uma mãe que trabalha fora!

De Mãe para Mãe06/04/19 By: Renata Pires
(19) Comentários

 

Oi, meninas!

 

No post de segunda-feira passada, eu citei as 10 coisas que não se dizem a uma mãe que fica em casa (cliquem AQUI para reler)!! Pois hoje, mostrarei o “lado B” da história: as 10 coisas que NÃO se dizem a uma mãe que trabalha fora!!

 

 

mae4

 

 

Imagino que não deve ser nada fácil voltar da licença-maternidade! Você já se acostumou a cuidar do seu bebê o dia todo e, de repente, tem que largar tudo isso e voltar para a rotina de um escritório, deixando seu filhote em casa.

 

Devem passar mil “serás” pela cabeça: “Será que deixo num berçário?”, “Será que a babá é mesmo de confiança?”, “Será que meu filho preferirá a babá a mim?”, “Será que ele ficará bem?”…

 

O blog Potencial Gestante (muito bacana, por sinal) fez uma enquete no Facebook sobre esse tema. As 10 coisas mais citadas, e com as melhores respostas, vocês conferem abaixo!

 

 

mae1

 

 

1) “Ai, eu não sei como você consegue! Eu sinto tanta falta dos meus filhos…”

Hmmm… Como se eu não enlouquecesse de saudades todos os dias…

 

2) “Como você fica confortável deixando que outras pessoas criem seus filhos?”

???????????????????

 

3) “Mas não tem jeito de você ficar com ele?”

Você vai pagar as minhas contas??

 

4) “Assim é fácil colocar filho no mundo, para os outros criarem!”

Arghhhhhhh!!!

 

5) “Ah, eu quero ficar em casa e ser mãe em tempo integral!”

Eu não deixo de ser mãe quando vou ao escritório. Eu trabalho e continuo sendo mãe em tempo integral!

 

6) “O pediatra do meu filho falou…”

Tá, se o pediatra do seu filho ficar com ele, ou pagar as minhas contas, eu prometo deixá-lo longe da escola até os 3 anos recomendados.

 

7) “Você deve estar com o coração partido…”

Não! Estou me sentindo ótima e aliviada de poder sentar, beber água, navegar na internet, ir ao banheiro…

 

8) – “Você trabalha fora?”

– Sim

– “E ele fica o dia todo na escola?”

– Sim

– “Ai que dó!!!!”

– Dó do quê, minha filha?

 

9) “Que pena que você tenha que trabalhar”

Algumas pessoas não têm que trabalhar. Elas trabalham porque elas querem, simples assim.

 

10) “Como assim, é o pai que cuida do bebê enquanto você trabalha?? Não tem alguma coisa invertida??”

Ai, aiiiii, haja paciência!!! Respira!

 

 

mae3

 

Fonte: Potencial Gestante

 

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 Comentários:As 10 coisas que não se dizem a uma mãe que trabalha fora!
  1. Avatar
    Virgínia

    Legal o post. E infelizmente existe gente que vive pra tentar dificultar a vida alheia. Ontem mesmo eu ouvi: “você vai trabalhar? eu vou ficar só em casa cuidando do meu filho.” Resposta: “eu também vou cuidar da minha, por isso vou trabalhar, ou você acha que que tudo que ela tem e precisa o papel noel vem deixar aqui na porta?!
    Beijo!

    • Avatar
      Renata

      Oi Virgínia!! Pois é, se fazemos A acham que é B, se fazemos o B, acham que o certo é A, né??? Ahahhahaah! Mas o q importa é que nós é que sabemos o que é melhor para nossos filhos, nosso casamento e para nós mesmas, certo?? Abstrai!!! Mil Bjssss

  2. Avatar
    Fabiana Neves

    Amei meninas! Estava mesmo sentindo falta desse! 😉 Ate agora a melhor pérola desde quando cheguei aqui na China trabalhando foi: “você trabalha? Ah entao nao pode ter amigos”. Oi?!?

    • Avatar
      Renata

      Oi Fabi!!! Que bom que gostou!!!! Pois é!!! As pessoas viajam!! Que que tem a ver né? AHahahahahahaah!!!! Adorei!!!! Mil Bjsss e obrigada!

  3. Avatar
    Mariana

    ÓTIMAS suas respostas, Rê? Como o mundo seria melhor se cada um cuidasse da sua própria vida… Você disse tudo !! Beijos

    • Avatar
      Renata

      Ahahahahhah Mari!!!!! É difícil agradar a todos, né?? Mil bjss querida!!!

  4. Avatar
    Renata

    Hahahahahaha, a número 8 é a que eu mais escuto…

    • Avatar
      Renata

      Ahahahahahahah Rrrrrreeeee!!! “Ai que dó” é a pior frase…

  5. Avatar
    Helena

    Amei o post!!
    Eu sou mãe de 2 meninas, estrou grávida da 3º e o mais escuto é “agora você vao parar de trabalhar, né?” Como se isso fosse uma opção, como se as contas nunca chegassem no final do mês!
    Mães que trabalham são mães 100% do tempo, a distancia não muda o amor, a dedicação, o carinho, o afeto etc…
    Eu realmente acredito que a qualidade do tempo que passamos juntas é o que conta!

    Bjs

    • Avatar
      Renata

      Oi Helena!! Fico muito feliz que tenha gostado!!! Exatamente!! Trabalhar, muitas vezes não é questão de opção!!! E não sei porque as pessoas não entendem!!! Mãe serea mãe sempre!!! E, o mais importante de tudo, é afeto e amor!!!! Mil Bjss e boa sorte!!!!

  6. Avatar
    Juliana

    Realmente é o fim….se trabalha fora é pq trabalha e deixa o filho sei lá com quem…se não trabalha como é que pode ficar em casa SÓ pra cuidar do filho. Haja paciência, mta paciência. Temos que estar bem com as nossas decisões e seguir em frente. Tenho certeza de tds nos fazemos de td para os filhos seriam bem cuidados, amados etc…nao importa se trabalhando fora ou nao. Cada um com a sua vida ne 😉

    • Avatar
      Renata

      Ju, vc falou TU-DO!! Temos que estar bem com nossas decisões! Pq se não estamos, isso acaba nos atingindo, né?? Mnae é mãe, o que importa é dar afeto e muito amor!!!! Bjsss

  7. Avatar
    Emanoelle

    Eu me identifico com os dois posts, de mãe tempo integral e mãe que trabalha, pois meu bebê vem pro escritório comigo, é uma microempresa da família e por isso fica mais fácil de ter ele aqui, mas fácil é só isso mesmo. O Dia a Dia em si é muito difícil, muitas vezes trabalho no feriado e no fim de semana para colocar a papelada em dia, queria largar tudo e ficar só com ele em casa, mas não dá. Queria poder deixar ele em alguma creche, mas é tudo muito caro e meu coração dói pois já estou muito acostumada com ele aqui pertinho. No fim das contas, creio que ser mãe é uma tarefa muito difícil e exige muito amor independente de como seja feita, seja a mãe que trabalha, seja a mãe que fica em casa com o bebê ou seja eu. hahaha.

    • Avatar
      Renata

      Oi Emanoelle!!! Adorei seu comentário! Vc tem toda razão! Ser mãe é se dedicar muito! Amar muito aquele bebê que é tão nosso! E nenhuma tarefa é fácil! Ser mãe é incrível, eu amo muito e eu mesma valorizo ficar em tempo integral com meus pequenos! Mil Bjss e obrigada!

  8. Avatar
    Maria Olívia

    Genial o post!
    Parar de trabalhar nunca foi uma opção, e minha filha começou a ir ao berçário aos 5 meses e meio, para eu poder voltar ao trabalho em período integral. Vejo e sinto todos os dias sua evolução e sua felicidade quando, aos finais de semana, cruzamos com outra criança na rua ou até mesmo em casa. É gratificante e hoje sei que fiz a coisa certa. Preciso trabalhar, meu marido também, e deixá-la no berçário não nos torna menos pais do que os que ficam em casa, cuidando dos seus.

    • Avatar
      Renata

      Oi Maria Olívia! Fico feliz que tenha gostado! Com certeza, trabalhar não torna ninguém menos “pai” ou “mãe”! Mil Bjss e obrigada!

  9. Avatar
    Kelly

    Muito legal o texto!!!! Se achar algum que também fale de mães que criam os filhos sozinhas (solteira, viúva, separada, tanto faz) seria muito bom!!!

  10. Avatar
    Abaixo a indignidade

    Bom, ai vai depender do que uma mãe ou família considera prioridade para um filho. Se ter a presença, o olhar e atenção ou coisas.Sei que parece e é, diate do sistema de vida adotado pelo mundo capitalista nos últimos 50 anos, que se iniciou com a guerra e obrigou governos a incentivar as mulhereres para o trabalho, já que os homens estavam guerriando. O país não podia parar, as fábricas precisavam continuar produzindo, as lojas vendendo, a economia rodando para…sustentar os países e as guerras.
    As consequências sociais disso está bem na cara de todo mundo. Famílias completamente desagregadas, filhos e pais estranhos. Hoje eu vi a propagnda de um carro que ajuda os pais a contar histórias para o filho dormir à distância, como se este ato, fosse apenas psicomotor, mover as mandíbulas para falar e ter um aparelho auditivo funcionando…abrir mão das “coisas” implica em perder status e não poder comprar aquele carro. E para muitas, nem comer ou morar. A vida está muito dura para os pais e mães. E pior ainda para os pequenos, que único desejo é ter os cuidados dos pais. Depois, na falta na disso…começam a querer coisas também. E mais coisas, e mais coisas que nunca serão suficientes para tapar o lugar vazio no coração.

    • Avatar
      Priscila

      Escuto muito a 10, até explicar que o marido trabalha de madrugada e fica com a filha durante o dia, sinto que a pessoa já pensou, e tirou as piores conclusões…

X Leia também: