Por que ficar olhando para o celular em frente a seus filhos pode ser pior que você imagina?

Cuidados especiais - De Mãe para Mãe - Desenvolvimento - Somos todas iguais21/10/18 By: Juliana Freire
(24) Comentários

 

Oi, moms!

Tudo bem?

Indiscutivelmente, um dos novos vícios dos pais da atualidade é ficar olhando o tempo todo para a tela do celular! Estamos tão acostumados a verificar os emails e redes sociais o tempo todo, que acabamos fazendo isso quase sempre na frente de nossos filhos, não dando a eles a devida atenção.

Encontrei alguns textos bem interessantes falando sobre esse assunto em sites internacionais e decidi traduzi-los e resumi-los para postar aqui no blog.

Vejam que interessante:

 

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….

 

De acordo com um novo estudo realizado por psicólogos da Universidade de Indiana, os pais que ficam olhando o telefone enquanto estão nas horas livres com seus filhos podem criar os filhos com déficit de atenção. A pesquisa mostra que a atenção é totalmente afetada pela interação social. “Os cuidadores que se mostram  distraídos, ou cujos olhos não focam nos filhos enquanto brincam, parece ter um impacto negativo enorme na atenção dos bebês num estágio-chave do desenvolvimento”, disse o líder do estudo, Chen Yu.  “Eles aprendem observando-nos a como ter uma conversa, como ler expressões faciais de outras pessoas. E se isso não está acontecendo, as crianças estão perdendo marcos importantes de desenvolvimento.”

Além disso, estudos mostram que as crianças estão pegando obsessão por tecnologia, por meio dos exemplos das mães e pais, e isso está começando a afetar a saúde mental e o desempenho escolar!

“Há uma tendência alarmante de pais ignorando seus filhos de todas as idades, dando mais atenção a seus telefones e tablets do que os seus arredores imediatos.”

Consequentemente, as crianças podem sentir que não estão recebendo a atenção que precisam. “As crianças que necessitam de capacidade de resposta dos seus pais quando estão com raiva, tristes, frustradas ou animadas, agora acham que devem competir por isso, é quase como lidar com a rivalidade entre irmãos. Só que o rival é um novo dispositivo eletrônico. Esta tendência, se não for controlada, pode levar a problemas psicológicos.”

O assunto está tão em alta que na China fizeram uma campanha chamada “Phone Wall” (Telefone parede) para conscientizar as pessoas sobre a gravidade desta barreira que os telefones geram entre os pais e filhos.

 

Captura de Tela 2016-05-02 às 00.54.46

Captura de Tela 2016-05-02 às 00.55.00

 

Abaixo veja 4 razões básicas para deixar o telefone bem longe enquanto você está com seus filhos:

1- Autoestima positiva

Dando atenção quando as crianças estão fazendo coisas positivas, constrói-se a autoconfiança. Se respondermos com entusiasmo às suas tentativas de aprender e descobrir coisas novas, garantimos que as crianças vão continuar tentando. As crianças precisam de nosso “olho no olho”, de nossa aprovação e encorajamento.

2- Segurança emocional

Dar às crianças a atenção positiva também impacta em sua segurança emocional. Quando as crianças sabem que seus pais estão prestando atenção no que estão fazendo, elas desenvolvem confiança.

3- Desenvolvimento das crianças

Bebês se desenvolvem quando as pessoas fazem contato visual e falam diretamente com eles. Estão aprendendo as palavras e comportamentos a partir do exemplo. A conversa constrói.

4- Prioridade

Nossos filhos precisam ser nossa prioridade e não nossos telefones.  Para a criança crescer, ela precisa de nós.

 

 

Fonte: Pop Sugar, Psichcentral, Dailymailhuffingtonpost

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

24 Comentários:Por que ficar olhando para o celular em frente a seus filhos pode ser pior que você imagina?
  1. Bianca

    Largando o celular agoraaa! Foco na criança ever! Thanks, girls!

  2. Rony

    importantíssimo esse documentário, pois o mundo esta caminhado para um rumo que não é nada bom no que se diz respeito a convívio, pessoas se enclausurando atras de seus aparelhos eletrônicos e esquecendo de viver e pior de ensinar seus filhos e viverem com amor e carinho.

  3. Sonia Maria Melnik

    Constata-se esta tendência em todos os lugares, parece que as pessoas se aproximam de quem está distante e se afastam dos mais próximos.

  4. Alexandre Lobato

    Muito interessante. Apesar de ainda não ser papai, fica a dica!

  5. HUGO MARQUES TIMOTEO

    muito boa a matéria, parabéns! acho que a minha próxima tese de Monografia irei tmb abordar esse tema.

  6. josé carlos

    Se você leu essa matéria é sinal que você estava no celular.
    Consultar e-mails a toda hora (se você está no horário de seu trabalho ok).
    Agora redes sociais! Ah vá…. na boa… quanto agrega a você ficar vendo “tudo” o que acontece nelas? Se você não ganha dinheiro com isso é melhor deixar. De que adianta estar “antenado” se você não usa a “informação” para transformar para melhor o seu mundo?

  7. Myriã

    Adorei. Muito bom!

  8. J

    Difícil fazer a pessoa entender e largar o celular, pois nada mais importa, além da vida virtual.

  9. cleide almeida guimaraes

    Estou totalmente a favor de que, devemos deixar o celular de lado quando estamos em companhia de nossos filhos, netos e até amigos. Considero falta de respeito, de consideração e de educação. A presença da criança ou adulto é prioridade de nossa total atenção.

  10. Milene

    Nossaaa… muito interessante! As vezes cometemos esses erros e não nos damos conta.

  11. Elisângela

    Não é só com as crianças que acontece isso, os adultos não sabem mais conversar entre si, somente através do celular. Odeio ir visitar as pessoas e elas ficam no celular e nem prestam atenção no que você está falando. Falta de educação….

    • Elaine

      Verdade! Vemos isso a todo instante… muito desagradável receber alguém em casa e esse alguém nem conversar conosco, ficar o tempo todo olhando o celular.
      Quando é alguma resposta rápida e necessária, até podemos aceitar, mas ficar olhando redes sociais? Falta de educação, né?

  12. Mariz Garces de Menezes

    Sou avô e brinco com os bonecos do meu neto(3anos) .
    Dou-lhes a voz e uso um I-pad colocando os bonecos lhes falando .
    Ele sabe, todo o tempo, que a voz é do avô e repete os meus gestos com os seus bonecos dando-lhes voz e movimentos .
    Eu acredito que este método de criação e de comunicaçào é extremamente eficiente .
    O garoto tem uma criatividade bastante desenvolvida e, com facilidade, brinca com um tablet ou deixa-o de lado .
    Celular, ele tem um pequeno e quebrado que usei e, de vez em quando, simula telefonar para o pai ou a mãe passando-nos o mesmo como se realmente tivesse falado com eles .

  13. joão paes

    meu telefone é 0G, serve para falar e pronto. alguns amigos não me entendem. para brincar no facebook normalmente determino um horário e utilizo o computador.também não gosto muito do aparelho telefônico, prefiro conversar pessoalmente. é claro que não retiro a importância da técnologia, mas não me deixo engolir por ela. acho que sou um velho chato, rsrsrsrsrsrs

  14. Alberto Aquino de Carvalho Bittencourt

    Oi, amigos!
    Embora eu hoje seja prioritariamente homossexual, eu já me relacionei com mulheres e tive dois filhos homens.

    E me arrependo muito de não ter dado a devida atenção aos meus rebentos, especialmente na infância deles.

    Só o meu namorado Raphael Bittencourt sabe quantas vezes eu chorei de remorso em âmbito íntimo.

    Creio que. se eu agisse diferente, talvez hoje meus filhos gostassem mais de mim.

    Abraços,
    Alberto Aquino de Carvalho Bittencourt

  15. Edite Edilia Silva da luz

    Muito bom mesmo,aliás o uso do celular não só nos afasta dos filhos pequenos ,mas a família toda é prejudicada com este vício,nínguém presta atenção na conversa quando estamos reunidos ,todos sentem vontade de dar uma olhada no celular…e a família ou os amigos ficam em segunda opção …uma tecnología muito útil,mas que precisa ser cuidada…

  16. KASSIA MAIA GADELHA

    Show de bola. Esta reportagem veio a calhar. Hoje me concientizei quanto ao uso do celular na frente do meu bb, e passarei a me policiar a respeito.

  17. Karina

    Nossa …. Não imaginava no quanto isso estava afetando meu principe …. Isso é terrível….

  18. Lucy

    Eu já tinha percebido isso, vou me policiar mais agora.
    Estamos em período de férias e precisamos priorizar atenção aos nossos
    filhos e filhas.
    Adorei o artigo.
    Vou compartilhar!

  19. Ildefonso Santos

    Esta não é uma tarefa fácil, sem dúvida. E como todo o vício, primeiro é importante que tenhamos consciência do que está acontecendo conosco, desejar mudar conscientemente isso e então começar a praticar. Eu tenho procurado – verdadeiramente – largar o celular assim que chego em casa e pegá-lo somente depois das minhas filhas gêmeas dormirem… Acredito nos efeitos citados nesta matéria em relação à auto-estima das crianças… e também acredito que isso afeta os relacionamentos adultos… Bora cuidar do que realmente importa!!!!

  20. Scpinhiki Clarisse

    Concordo plenamente!
    Um testemunho pessoal de como as crianças se sentem em relação a tecnologia que consome o tempo dos pais.
    Certo dia o professor perguntou um ponto negativo é um ponto positivo da mãe?
    O positivo não precisa expressar, mais veja o negativo, que para ela era negativo, mais veja a respostas dos colegas da sala(japoneses):
    Um ponto negativo da minha mãe é que todas as vezes em que termino a tarefa e pego nas mãos o iPad, minha mãe me chama e diz: filha nos nem conversamos, vamos ter um tempo para conversar 😀❗
    E a resposta dos colegas da escola:
    Há eu queria uma mãe como a sua!
    Isso chamou a atenção dela em relação a sua relação com a mãe, e percebeu o quanto isso faz falta na vida dos que a rodeiam todos os dias, a tecnologia sempre me favoreceu pelo bem, esteve sempre dentro da minha casa, mais nunca pode estar em primeiro lugar dentro da minha vida, tirando-me de quem tanto amo! Minha filha !
    Vai valer a pena, sempre vale a pena!

  21. Renata Horta

    Olá! Muito bom tema! Poderia postar os artigos de referência?

  22. Thais

    Antes do meu filho nascer eu e meu marido conversamos para não ficar em cel e iPad e dar atenção total ao pequeno .
    Pois hoje em dia vejo muito criança perdendo a infância pela tecnologia não tem coisa melhor doque brincar e correr pela casa atras dos pequeninos

  23. Maristela Monteiro

    Olá.

    Excelente conteúdo.
    Estarei compartilhando.

X Leia também: