Assaduras: por que aparecem e como evitá-las?

De Mãe para Mãe17/09/12 By: Juliana Macéa
(6) Comentários

 

Meninas, a querida Dra. Juliana Macéa, que já nos deu informações de como tratar a pele na gravidez (veja aqui),  hoje vai nos dar dicas incríveis de como evitar e tratar as assaduras dos nossos filhos!

 

Os meus dois filhos já tiveram assaduras e dá muita dó!! É de partir o coração!!! Então, essas dicas são realmente relevantes!!!

 

Espero que vocês gostem!

Mil Bjsss

 

…………………………………………………………………………………………………………………………………………..

 

Dra. Juliana e sua filha Lorena

 

Palavras da dermatologista:

 

Acho que o surgimento de assaduras é um temor de 10 entre 10 mães.

 

Clinicamente, a assadura ou dermatite de fraldas, se caracteriza pelo surgimento de placas bem avermelhadas com alguma descamação ou até mesmo pontos de pus na chamada “área da fralda”. Parece incrível, mas aparecem de uma hora para outra. Acometem inicialmente a “dobrinha do bumbum” e, se não tratadas rapidamente, as lesões se espalham para as outras dobras, nádegas e região genital. Infelizmente, incomodam bastante o bebê que costuma chorar quando é feita a higiene do local.

 

A incidência de assaduras diminuiu após a popularização das fraldas descartáveis com alto poder de absorção, mas ainda é bastante frequente, especialmente no primeiro ano de vida.

 

Ela acontece pelo efeito irritante de substâncias presentes nas fezes em contato com a sensível pele dos bebês e, na grande maioria dos casos, é agravada pela ação de um fungo chamado Candida albicans. Esse fungo “vive” no trato digestivo e se multiplica rapidamente quando a pele está inflamada e abafada.

 

 

Como evitar as assaduras?

– Fazer trocas frequentes das fraldas, especialmente se seu bebê estiver com o intestino mais “solto”.

– Fazer uma limpeza cuidadosa a cada troca (com água ou lenços umedecidos) e sempre aplicar cremes antiassaduras que evitam o contato direto das fezes com a pele.

 

Como tratá-las?

– Arejar o local é muito importante. Procure deixar seu bebê boa parte do tempo sem fraldas e, se possível, exponha a região a um pouquinho de sol.

– Você provavelmente vai precisar usar um creme a base de nistatina ou outro anti-fúngico no local e, em casos recorrentes ou muito extensos, pode ser preciso associar um tratamento oral que deve ser indicado pelo pediatra ou dermatologista.

 

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 Comentários:Assaduras: por que aparecem e como evitá-las?
  1. Avatar
    Andrea

    Ótimaaaas dicas!!!

    • Avatar
      Renata

      Ótimas né Deita? A Ju dá várias dicas boas! Mil Bjss

  2. Avatar
    Adriana

    Olá!!! Meu filho sofreu muito com a dermatite das fraldas. Sempre que um dente nascia ele ficava com intestino “solto”, observação de mãe, pois o pediatra falou que não havia relação de uma coisa com a outra. Depois de muitas experiências com cremes antiassaduras nacionais e importados, prevenção e tratamento, passei a usar bepantol e tudo mudou. Claro que nas crises também associava nistatina e por último anti-fúgico, sempre com indicação médica, mas desde então tudo mudou. Ah, uma dica na hora da higiêne durante as crises: Eau Thermale Avène, “acalma” a pele. Beijos

    • Avatar
      Renata

      Olá Dri, muito obrigada pelas dicas! Os meus também ficam com intestino super solto quando os dentinhos estão nascendo…dá muita dó né? Mil bjsss

  3. Avatar
    Lorena

    Ola meninas, onde podemos encontrar a dra. Juliana???

X Leia também: