Cuidados que promovem a inteligência emocional das crianças – por Carla Poppa

Dicas dos especialistas27/01/15 By: Carla Poppa
(1) Comentários

 

Olá, meninas!

Tudo bem?

Hoje temos mais um post da nossa colunista psicóloga, Carla Poppa, falando sobre um assunto muito importante para o bem-estar dos nossos filhos: a inteligência emocional. Ela traz dicas e cuidados que devemos ter para ajudar a desenvolver essa capacidade nos pequenos. Confiram!

Beijos!

 


 

A inteligência emocional é a capacidade que algumas pessoas têm de reconhecer o que sentem e de se distanciar dos seus sentimentos para escolher a atitude que devem ter diante dos acontecimentos da vida. É possibilidade de agir de maneira integrada entre a sensibilidade e a racionalidade.

A base dessa integração pode ser promovida desde os primeiros anos de vida por meio de alguns cuidados que ajudam a criança a reconhecer seus sentimentos e a desenvolver seu autocontrole.

Vejam algumas dicas de como oferecer esses cuidados no dia a dia com o seu filho (a):

Como ajudar a criança a nomear e identificar seus próprios sentimentos.

Quando uma criança fica agitada e chorosa ajude-a a nomear o que ela está sentindo. Coloque-se no lugar dela e leve em consideração os últimos acontecimentos e as mudanças no seu dia a dia. Comente como você se sentiria no lugar dela e pergunte como ela está se sentindo diante desses acontecimentos. O diálogo permite que a criança compartilhe seus sentimentos, o que já traz algum alívio. Além disso, quando se compreende o sentido da agitação é possível repensar a maneira de lidar com a criança quando ela age dessa forma. E o mais importante, a criança com o tempo vai se familiarizando com suas próprias emoções e aprendendo a nomear e identificar seus sentimentos por conta própria.

Como ajudar a criança a reconhecer seu cansaço e lidar com essa sensação.

Geralmente, quando a criança está se sentindo cansada, um acontecimento aparentemente sem importância pode deixá-la muito nervosa, a tal ponto que ela não consegue mais se acalmar sozinha. Nessas situações, um abraço, ou um toque seguido do pedido para que a criança olhe nos seus olhos e respire fundo, podem ajudá-la. Essas experiências a ajudam a fazer contato com outras sensações que não o nervoso que tomou conta dela, estabelecendo um limite, o que permite que a sua experiência de mal-estar alcance um fim. Com o tempo, a criança assimila esse cuidado e passa a ser capaz de reconhecer o próprio cansaço e a pedir ajuda para se acalmar.

Como ajudar a criança a assumir o controle das suas ações ao invés de agir “tomada” por um sentimento.

Quando a criança estiver “tomada” por um sentimento seja a raiva, tristeza ou até mesmo alegria, tente ajudá-la a descrever e contar o que aconteceu para que ela possa perceber o que está sentindo e o que provocou esse sentimento. Com o tempo, a criança vai conseguir fazer esse movimento por conta própria, o que a torna capaz de assumir o controle das suas ações ao invés de agir dominada pelo que sente.

Como ajudar a criança a manter o contato com seus sentimentos e opiniões durante os acontecimentos do dia a dia

O diálogo entre pais e filhos pode incentivar a capacidade de reflexão da criança. Por isso, é importante não só realizar atividades junto com seus filhos, mas aproveitar os momentos em que estão sem fazer nada para perguntar o que seu filho(a) fez, como ele(a) se sentiu e o que pensou durante os acontecimentos que ele(a) escolheu compartilhar. Nesses momentos, os pais estão ajudando a criança a desenvolver a sua capacidade de manter o contato com seus sentimentos e opiniões, mesmo quando é preciso enfrentar um ritmo mais acelerado de atividades.

Esse cuidado é fundamental para que as crianças não venham a agir de maneira automática!

 


Carla Poppa é psicóloga formada pela PUC-SP, fez especialização em Gestalt Terapia pelo Instituto Sedes Sapientae. É mestre e doutoranda em desenvolvimento infantil na PUC-SP.

Atende em seu consultório, na Rua Dr. Veiga Filho, 350, em Higienópolis, crianças, adolescentes e adultos, onde também orienta pais em sessões individuais ou em grupo.

Para falar com ela escrevam para: [email protected], ou acessem o blog: www.carlapoppa.blogspot.com.br

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Cuidados que promovem a inteligência emocional das crianças – por Carla Poppa
  1. Avatar
    Maria Fatima S. Gronard

    Toda e qualquer novidade terei prazer em receber e estar me orientando.

    Obrigada

X Leia também: