“Sogra vs. Nora”: afinal quem é a vítima ou a vilã? As 10 regras para melhorar o relacionamento!

-
por: Juliana
-
10 outubro, 2012

 

Oi, meninas, tudo bem?

Esse foi, sem dúvida, o post mais difícil que escrevi até o momento! Tenho muitas amigas que reclamam sobre a relação com a sogra e tive a ideia de escrever sobre esse assunto que, apesar de polêmico e delicado, é extremamente interessante.

Descobri que essa relação começa, de fato, depois que nascem os netos! Nascem os netos e, também, as sogras e as noras! rsrsrrs…

 

 

Minha relação com minha sogra é maravilhosa, ela me trata como filha e eu a amo de paixão! Então, para buscar inspiração para escrever este post, fui conversar com algumas amigas “noras” e com algumas “sogras” para entender os reais problemas desta relação!

Não tenho nenhuma experiência técnica ou profissional para dizer o que é certo ou errado, simplesmente juntei as reclamações dos dois lados e elenquei os pontos mais críticos. É importante sublinhar que a relação entre noras e sogras só vai melhorar se as duas partes estiverem dispostas e abertas para isso!

Adorei a citação que encontrei no site Agir e Pensar: “As noras certamente não sabem como é difícil abrir mão de um filho para que ele vá viver com outra pessoa, mas elas um dia saberão, pois terão os seus próprios filhos e as sogras um dia também já passaram por situação semelhante ao se casarem com filhos de outras mulheres. Existem sogras que aprenderam com sua própria experiência e procuram fazer diferente em sua relação com as noras. E as noras, que um dia serão sogras, também terão essa oportunidade. É um ciclo sem fim. Essa é a reflexão que deve estar aberta nessa relação. Não existe vítima ou vilão, apenas duas pessoas exercendo papéis da forma como a vida ensinou a elas.”

 

 

As 10 regras de comportamento IDEAL para as SOGRAS:

 

1) Independentemente da intimidade que você tenha na casa de seu filho, é importante sempre ligar antes de qualquer visita. Lembre-se: ligações antes das 8h ou depois das 22h são inconvenientes para casa com crianças!

 

2) Dê preferência para as visitas no período do dia, pois a noite é a hora do jantar, do banho e do sono e, com certeza, uma visita neste horário irá atrapalhar toda a rotina do bebê. É legal, também, ligar antes da visita para ver se estão precisando de algo como fraldas, comidinhas ou qualquer outra coisa do tipo. Não visite a casa do seu filho apenas para ver o neto, pelo menos disfarce!! rsrsrsr…

 

3) Arrume sua casa para seus netos! Quanto mais aconchegante a “casa da vovó” estiver, maior a vontade deles de lhe fazer uma visita. Tenha brinquedos, berço (se possível), comidinhas para crianças etc. Toda mãe gosta de ver seu filho bem recebido!

 

4) Quando estiver tomando conta dos netos, dê 100% de atenção para eles. As mamães (principalmente as de 1º viagem) ficam bem inseguras em deixar os filhos para outras pessoas cuidarem, então transmita a segurança que ela pode contar com você! “Devolva” o neto limpinho, se preocupe com os horários corretos da rotina dele, tenha atenção absoluta quando ele estiver brincando. Dedique-se 100% à ele enquanto estiver sob sua responsabilidade!

 

5) Respeite a rotina e hábitos de seus netos: não interfira na educação que sua nora quer transmitir, respeite os horários estipulados e, principalmente, a alimentação. Se a mãe não quer dar chocolate ou fritura (por exemplo), não é para insistir e nem julgar!

 

6) Não tente tirar informações com as babás! Algumas amigas me disseram que as sogras fazem isso!! Rsrsrs… Acredite que, independentemente do assunto, ela contará tudo para sua nora, por mais discreta que tenha sido a pergunta!

 

7) Dê um tempo para que eles possam sentir sua falta! Por mais legal que seja a relação entre sogras, noras e netos, ninguém gosta de visitas TODOS OS DIAS… Tenha bom senso! Dê espaço para não ser uma intrusa no dia a dia da família de seu filho!

 

8) Você também já foi mãe de primeira viagem e, com certeza, cometeu erros! Deixe sua nora errar e aprender com os erros dela, não é legal você interferir em todos os assuntos! Esteja pronta para ajudar sempre que ela solicitar ajuda, caso contrário, contenha-se!

 

9) Acredite: sua nora é sim capaz de ser uma boa esposa, mãe e dona de casa! Se o seu estilo de vida for muito diferente do estilo de vida de seu filho e nora, não interfira! Não é por que seu filho foi criado de uma forma (com a sua educação) que ele não é capaz de (ou até prefira) viver de outra forma! Não tente incluir seu estilo de cuidar da casa ou de sua família o tempo todo. Respeite o estilo de vida de cada um!

 

10) Esteja disposta a melhorar a relação! Esforce-se para agradar e, apesar das diferenças, respeite sempre sua nora!  Não use indiretas, seja franca em seus comentários e seja a mesma pessoa na presença ou não do seu filho! Já ouvi histórias em que as sogras se transformam quando estão sozinhas com as noras!!!

 

As 10 regras de comportamento IDEAL para as NORAS:

 

1) Estipule um dia da semana para ser o “dia da vovó”! Isso vai “acalmar as sogras” que vão se sentir seguras de que terão um tempo com seus netos. Esse dia pode ser na sua casa ou na casa dela. Acho superimportante a relação entre vovós e netos e não podemos jamais tirar essa experiência de nossos filhos, certo? Aproveite esse dia para ter um tempo só seu e fazer suas coisas com tranquilidade… Acredite, seu filho voltará inteiro!

 

2) Não envolva seu marido em todas as discussões, tente resolver os problemas diretamente com sua sogra! Isso mostrará maturidade da sua parte e, com certeza, ela passará a lhe respeitar mais. Entenda que seu marido está em uma situação complicada: “O homem fica no meio de dois pólos importantíssimos de sua vida, a mulher que ele escolheu e a mãe. Nenhuma pode, em absoluto, ocupar o lugar da outra, isso não existe e quando se aceita essa condição tudo se torna mais fácil. Se o respeito predominar e cada uma respeitar o espaço da outra esses dois pólos não precisarão ser opostos e sim complementares.” (citação do site Agir e Pensar)

 

3) Esforce-se para ter uma boa relação! Não tem nada pior do que uma nora em casa de cara fechada e emburrada! Lembre-se que, antes de casar, certamente você se esforçava mais para “agradar” sua sogra, não é mesmo?

 

4) Tente ser coerente nas proibições. As mesmas proibições e regras para sua sogra deverão valer para sua mãe também! Descobri que o que mais incomoda as sogras são as diferenças de direitos entre as duas vovós!

 

5) Chame sua sogra para uma conversa franca e de coração aberto para melhorar a relação: se estiver com algum problema, não finja que nada está acontecendo! Tente falar o que incomoda em uma única conversa, de forma “delicada” e, de preferência, longe dos outros. Chame-a para um café, só vocês duas. De forma madura, junte todos os pontos que a incomodam… Mostre-se desarmada e diga que quer o melhor para a família dela e sua!

 

6) Confie na sua sogra! Ela tem seus méritos, afinal soube criar muito bem o filho dela que você escolheu para ser seu marido, certo? Se ela te der algum “conselho de mãe”, esteja aberta e acredite na experiência dela.

 

7) Não entre em competição explícita com sua sogra. Nunca peça para seu marido escolher entre as “duas famílias”. Lembre-se que sua sogra conviveu com o filho muito mais do que qualquer pessoa, por isso, nem pense em tentar afastar o filho da mãe. Isso nunca funciona!

 

8) Intimidade com ressalvas! A intimidade do casal deve ser preservada acima de tudo. Se você dá intimidade, também concede liberdade para que ela entre em sua vida!

 

9) Reserve (um pouco) do seu tempo para ela: se ela valoriza “mostrar os netos para as amigas”, por exemplo, faça-o de vez em quando. Participe um pouco da vida dela (esporadicamente e na medida do possível) ou mostre interesse.

 

10) Deixe as regras claras: informe os horários, rotina, cardápios e vontades do seu filho de forma clara! Quanto mais claras as regras estiverem, melhor para todo mundo! Não ache que alguns temas ou assuntos são óbvios, pois cada um tem sua forma de ver e viver a vida!

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

149 Comentário:“Sogra vs. Nora”: afinal quem é a vítima ou a vilã? As 10 regras para melhorar o relacionamento!

  1. Fernanda

    AMEI o post! Como eu faço para miha sogra ler? E agora? Estou desesperada pois ela não tem o habito de entrar nainternet!

    • Juliana

      Oi Fe, que bom que você gostou! O que acha da idéia de imprimir e mostrar para ela? Ahahahah situação difícil! Beijos e muito obrigada por entrar no blog! Mil beijos

    • luana

      também falo o mesmo que o outro comentário,minha sogra que tinha que ler.nossaaaaa super me identifiquei com algumas coisas.!

  2. Michi

    Parabéns pelo post!!! Sempre entro no site, mas não tenho o hábito de comentar, mas este não resisiti!!! hehhehe

    • Juliana

      Oi Mi, que bom que você gostou! É um tema delicado mas que merece reflexão, né? O ideal é sempre buscarmos a melhor convivência familiar!
      Obrigada pelo comentário. Mil beijos

  3. Laura

    Esse post merece compartilhamento geral!!! Muito bom!!!! Principalmete o: respeite a rotina e hábitos dos seus netos! Ahahahahah! AMO o blog meninas! bj

    • Juliana

      LAura, fiquei muito feliz que vc gostou!Compartilha sim, é legal todos terem a oportunidade de ler. Mil beijos

  4. Roberta

    Ju, muito bem escrito, parabens… bjs

    • Juliana

      Obrigada Ro. Mil beijos pra vc querida!

  5. Fernando

    Oi, gostei de ler sobre Esse ass unto! As 03fotos postas estao otimas!rs parabens,

    • Juliana

      Muito obrigada pela participação Fernando! é bom termos um olhar masculino no blog. Tks

  6. Fernanda Pires

    Amei! Parabens pelo post, sucesso bjao

    • Juliana

      Tks Fe, fiquei feliz que vc gostou. Mil beijos

  7. Pri Farisco Rocha Leite

    Meninas, post INCRÍVEL. Compartilhando já! Parabéns!!

    • Juliana

      Pri, vindo de você o elogio é maior ainda! Muito Obrigada, mil beijos Ju

  8. Nereide Vallido

    Excelente post , mabrouk

    • Renata

      Que bom que gostou Nereide!!!! Mil bjsss e muito obrigada!!

  9. Caru

    Bombou!!!!!! Vou compartilhar!!!
    Parabens Julianaaaaaa!

    • Renata

      Caruzita, compartilha! Vale a pena!! A Ju mandou muito bem neste post!!!! Mil Bjss bonita!

  10. Erika

    Adorei o post!
    Vou ter um bebe e certamente toda essa informaçao será muito util!!!
    Beijo

    • Renata

      Oi Erika!!! Que bom parabéns!!!! Está grávida de quanto tempo?? Essas informações são super importantes para manter um bom relacionamento com a família do marido!!!!! Mil bjs e obrigada!!!!

  11. Suzana

    Adorei o post, super útil!!! Bjs.

    • Renata

      Muito útil né Suzana!!! Para acabar com os atritos e desmistificar a relação entre nora e sogra!!! Mil bjs e obrigada!!

  12. Erika

    Oi Renata,
    Estou de 6 meses… Como é minha primeira filha, estou com medo de como será o relacionamento com minha sogra, que não é uma pessoa muito fácil.
    Mas acredito que sempre com uma boa conversa e deixando as coisas bem claras, ajudamos a minimizar os atritos…
    Parabéns pelo blog! Conheci recentemente e adorei.
    Agora leio sempre!
    beijos.

    • Renata

      Oi Erika!!!! Que delícia, parabéns!!!! Com certeza com você já sabendo destas dicas, irá amenizar a relação com sua sogra após o nascimento!!! No final, você tem que ceder a algumas coisas e ela respeitar seu modo de vida. Muito obrigada pelos elogios ao blog! Se tiver mais alguma ou algo que podemos te ajudar, nos avise que procuramos para vc, ok? Mil Bjs e muito obrigada! Continue entrando!!

  13. Fê Lima

    Ah amei!!
    Amo minha sogra tbm, me dou mto vem com ela!!!
    Vamos ver se vai mudar algo qnd neu baby nascer!Mais acho q não!!
    Bjos

    • Renata

      Que bom Fe!!! Eu tmb me dou super bem com minha sogra, graças a Deus!! Somos a minoria!! Acho que não vai mudar qdo seu baby nascer não!!! Depois vc conta pra gente!!!! Mil Bjsss

  14. Lella

    Nossa, caiu como uma luva esse post pra mim! Minha sogra não é das melhores, aliás, está longe de ser! Super implicante e adora provocar, “alfinetar” (defeitos que eu mais odeio em uma pessoa!)!! Para piorar acha que tem que viver a vida dos filhos até hoje, tem dois netinhos e acha que tem que viver grudada neles! Essa é minha primeira gravidez, não quero ela em cima do meu filho o tempo todo, porque se depender dela, a mãe nem pega o filho, fica no colo da avó (avó paterna, porque ela acha que avó materna não tem direito de nada) o tempo todo. Outro dia comentei que andei pesquisando tipos de educação e estou optando por dar uma educação para o meu filho em que não haja palmadas, e que eu acho que quem tem que educar filhos é pai e mãe, não avós, tios ou qualquer outra pessoa. Castigos e repreensões devem ser, na minha opinião, dados pelos pais. E ela, na hora já manifestou-se dizendo que avó tem direitos, sim, de dar uma palmadinha, colocar de castigo e chamar a atenção e eu disse que não vou admitir, pois o filho é meu e a educação quem decide sou eu e ela ainda quis argumentar! Meu marido não toma partido, mas já avisei que se ela não mudar essa concepção meu filho não vai passar um segundo sozinho com ela! Adoraria que ela lesse esse texto, dá vontade de mandar pra ela, mas vai parecer afronta! Ótimo texto!!

    • Juliana

      Oi Lella,
      Tudo bem? Tenta dar um jeito dela ler esse texto! Fiquei feliz que você gostou!
      Mil beijos

  15. karina

    Pessoal, eu tenho dois filhos, um com 4 meses e outro com 3 anos. Por enquanto, como vocês, eu tenho a perspectiva de nora. Mas não vi nenhuma sogra dando opinião por aqui. Vejam só, vou tentar analisar os fatos como a sogra que serei um dia. Eu educo os meus filhos com todo o carinho do mundo, eles são minha vida. Então, imagino que quando eles estiverem com 15 anos (hoje é cada dia mais cedo), eles estarão namorando, e pelo que percebi dos comentários, eu serei “excluída” da vida deles, ou pelo menos terei que ter um comportamento muito bem regrado para não desagradar minhas futuras noras. Para mim, isso é meio questionável, acho que como foi escrito no blog, as coisas tem que ser feitas de forma mais amigável, a nora nunca deve ver a sogra como uma inimiga, caso um problema apareça, deve-se fazer concessões e especialmente conversar. Pensem que todas nós seremos sogras um dia, umas de mulher, outras de homem, mas seremos. Vamos “pegar leve” com as sogras, pois todas carregam um sentimento enorme de perda de seus filhos ou filhas. Além disso, a nora acha que só sua mãe tem direitos de cuidar dos netos, será que isso é saudável para a família? Como você acha que o seu marido te vê quando você faz isso? Ele pode até não falar, mas deve pensar.

    • Juliana

      Ka simplesmente amei seu comentário! Vc disse tudo! Vejo que muitas noras são muito mais difíceis do que as sogras!
      Adorei sua participação. Beijos

    • Isme

      Ah, Karina, que bom ouvir você. Estou ja ha algum tempo lendo muito sobre esse assunto e só vejo noras revoltadas… eu tive dois filhos de casamentos diferentes então duas sogras. As duas sempre um amor comigo, sem problemas , lembro que adorava quando a vó do meu segundo filho vinha ficar em casa e me ajudava com tudo, aprendi muito com ela. Eu tentei ser assim presente mas discreta, sem interferir, observando com cuidado pra não invadir espaços. Mas por mais que eu fizesse, mais minha norinha se aborrecia comigo , eu fazendo de conta que não percebia porque não queria ser afastada do meu netinho. No Natal combinamos deles passarem o jantar e a meia noite com minha familia e o dia de Natal com a familia dela. Pois eles chegaram em casa faltando dez minutos pra meia noite e foram embora uma e meia. E agora minhas visitas foram cortadas de vez. Dói muito, muito mesmo, não poder conversar a sos com meu netinho que agora tem 6 anos, ficar comigo na minha casa ,em seis anos só tres vezes e porque o pai dela estava hospitalizado. Estou muito mega triste, mas resolvida a ficar afastada porque não quero ver meu filho e meu netinho divididos .

  16. Carol Amorim

    Superpertinente e atemporal esse seu artigo….parabéns pela clareza e objetividade!!

    • Juliana

      Oi Carol, muito obrigada pelo comentário… é sempre bom sabermos se relamente agradamos nossas leitoras. Um beijo

      • Larinha

        Discordo, filhos não são propriedades das mães. Noras não roubarão seus filhos, estão olhando por uma visão unilateral e preconceituoso, além de protecionista! A esposa de seu filho será tão importante para ele quanto a mãe. Não confundam, só haver respeito pelas partes e o marido ser homem o suficiente para impor limites à mãe ditadora/protecionista!

        • Juliana

          Concordo!

  17. Wendy

    Muito interessante!

    Tenho uma sogra complicadíssima de lidar, ela age como se não houvesse amanhã, deveria ser mais gentil comigo, já que pretendo contruir uma família com o filho dela, ter filhos, ou seja, ser mãe dos netos dela!

    Sempre a tratei bem… Mas ela se sente uma divindade intocável por ser mãe do meu marido, e trata a mulher do meu cunhado da mesma forma! Isso cansa! É intrometida demais, se mete muito, quer viver a vida dos filhos, grita, briga, manipula, se sente dona da minha casa, eu tento estabelecer regras, me impor, para que ela respeite o meu espaço, mas isso só faz com que ela me enxergue como um ser odioso… Ela é A sogra!

    Tenho muita vontade de ser mãe, mas tenho muito, muito, muito medo de ser mãe do neto dela, pois ela já disse que eu não presto pra ser mãe do neto dela… Posso com uma coisa dessa?

    • Juliana

      Nossa Wendy, estou chocada!Que mulher louca! Acho que seu marido tem que posicionar urgente! Vcs pretendem engravidar quando? beijos

    • Leila

      Nossa, Wendy! Sua sogra é a minha?! Hahahaha
      Se vc não teve filho ainda, vou te avisar, só piora!

      • Juliana

        Oi Leila, concordo que a relação muda muito depois que as crianças nascem…

  18. vania santos

    tenho so um filho homem agora so por que ele casou tenho que ser escluida da vida dele isso e injusto pra ver meu filho tenho que ligar perguntando se posso ir meu deus nos mae que sofremos pra ter pra cuidar dar educaçao depois vem uma alem de tirar nossos filhos ainda ainda quer proibi eles de ter uma mae so uma pessoa que nao tem filhos para concorda com isso

    • Larinha

      Você está sendo egoísta, está achando que seu filho é sua propriedade, não é e nunca foi! A esposa do seu filho será tão importante na vida dele quanto você foi! Quanto ao trabalho de ter cuidado dele, lembre-se: seu filho não pediu para nascer, ele não pediu para que cuidasse dele, apenas foi um ato de altruísmo, ninguém merece dever o resto da vida para uma pessoa porque simplesmente essa pessoa cuidou dela! Ponha-se no seu lugar, a vida do seu filho e da esposa dele serão deles, apenas, eles são um casal, você terá limites para se intrometer na vida dele! Você já foi nora e com certeza não queria intromissão da sogra na sua vida, agora ponha-se no seu lugar ou vá procurar um tratamento psicológico, pois me parece uma espécie de sentimento de propriedade que você tem do seu filho e isso pode ser patológico!!!

      • Maria Alice

        O melhor comentário de todos, pois acima de qq coisa as pessoas precisam ser respeitadas tratar mal só por prazer! A minha mãe tbem e sogra do meu marido e nunca tratou ele mal e tbem sou única filha blá blá bla, então só as mães de homens q tem esse sentimento ruim, me poupe precisam mramo é de terapia.

        • Juliana

          Oi Maria Alice, concordo que o respeito está acima de tudo! Essa relação realmente é delicada e as 2 partes tem que querer uma boa relação para dar certo… Essa é minha opinião. beijos

    • Marcella

      Claro que vc tem que perguntar se pode ir na casa deles. Seu filho cresceu, é um adulto e tem vida própria e uma esposa que não é sua filha que tb é dona da casa que eles vivem. Então conforme-se. Filhos são criados para o mundo. Mulher nenhuma proíbe uma mãe de ver o filho apenas por prazer. Pode ter certeza que sua nora impôs limites por sua intromissão e sua sensação de posse do seu ÚNICO filho. Ao invés de competir com a sua nora tente conhece-la melhor, tente conquista-la e não coloque seu filho numa situação onde ele terá que fazer escolhas. A pior coisa que uma mãe pode fazer com um filho é chantagem emocional. Eles costumam ceder de má vontade ou deixar vcs falando sem discutir e depois querem estrangula-las por deixá-los se sentindo mal mesmo sabendo que a chantagem é barata e sem fundamento!

    • Katia

      Ola Vânia!!!
      Não sei como Eh sua relação com sua nora, mas mesmo que seja amistosa não vejo o porquê de se sentir ofendida em ligar antes para avisar. Eh uma questão de educação, até pq eles têm a intimidade deles. Já pensou se a senhora não avisa e chega lá mesmo na hora que estão em intimidade!? Não Eh legal nem para sua nora como tb para seu filho. Vocês podem combinar de sair um vez na semana, ou mesmo de jantarem juntos em final de semana na casa deles ou ate na sua. Nem na casa da minha mãe eu vou sem avisar antes, pq Eh uma questão de educação.

  19. amanda

    óla boa noite! preciso de ajuda, mim dê uma opinião. É que sempre penso mal da minha sogra, ela nunca fez mal p mim, mas sempre penso um lado negativo dela, ela tem dois filhos um é casado comigo a 10 anos e tenho um filho de 4 anos com ele, e meu cunhado é casado tbm e a esposa dele está gravida, e sempre quando estamos a familia juntos, vejo que minha sogra nao se aproxima de mim quando a outra nora dela esta por perto, e quando ela nao esta minha sogra fala normal pq? eu penso logo em falsidade certo. A familia do meu marido em geral principalmente as mulheres sempre quando a esposa do meu cunhado esta por perto elas ficam diferente comigo, e sempre chamando o nome dela p lá e p cá, fico com tanta raiva que saiu ate de perto, eu e a esposa do meu cunhado nós não nos falamos bem. eu não tenho nada a falar com relacao a meu filho com minha sogra ela é muito prestativa, sempre quando ela tem folga ela vem buscar ele para passear, uma boa avó. As tias do meu marido quando estamos juntas elas esquecem até meu nome sabia e sempre quando a outra nora está ah fala serio p mim é falsidade. Preciso muito de ajuda o que devo fazer? Dê de já lhe agradeço!

  20. Emannuely

    Adorei todas as dica, acredito que agora para frente irei ter um convivencia melhor com minha sogra,ela tem muito ciumes do filho dela ate por que e filho unico, gostei muiito msm,minha relação com ela vai fica muito otima agora.

    Bjs floor :)

    • Juliana

      Que bom que o meu texto te ajudou Emannuely! Fiquei muito feliz! Beijos e obrigada pela participação.

  21. Sonia

    Amei as suas dicas, acredito que ajudarao muito as noras que tem suas sogras morando em outra casa. E o que fazer quando a sogra mora com voce, nem passa na cabeca dela ter o canto dela e de quebra quer fazer o seu papel? Nao consigo achar nada que de ideias de como agir nesta situacao… rs
    beijos querida,

    • Juliana

      OI Sonia, acho quando a sogra mora com a nora o relacionamento tem que ser muito bom para dar certo,né? Beijos

  22. Virginia

    Amei!!!

    • Juliana

      Tks querida!

  23. Silmara

    Olá,adorei o texto.Mas precisava de uma opinião.Minha sogra liga todo domingo nos convidando para ir na casa dela,só que eu acho que não preciso ir lá toda semana,pois trabalho e estudo a semana inteira e quando chega o final de semana quero limpar a casa,estudar, descansar e além disso visito minha família também. Meu marido não entende que digo não muitas vezes para ir lá e quando minha mãe convida fica bravo porque aceitei.Expliquei para ele que é diferente que além de ser minha mãe ela liga só de vez em quando, e a mãe dele é toda hora.Nunca proibi ele de ir ver a mãe dele toda semana,só que acho que eu não preciso vê-la sempre,apenas de vez em quando,já que não temos filhos ainda.

  24. Renata

    Adorei o texto. Sempre me dei muito bem com minha sogra. Mas realmente depois que meu bebe nasceu as coisas mudaram (e muito) para pior… (Eu desconhecia esse fenômeno). Não me agrada nem um pouco essa nova situação. Tenho que admitir minha parcela de culpa, pois sei que eu também mudei. Estou bem menos tolerante e pacífica. Já tivemos uma briga feia devido as visitas diárias acompanhadas de mil palpites. Hoje meu bebe está com nove mese e até estávamos tendo um bom relacionamento. Mas quando você tenta falar (explicar calmamente, com o coração aberto – juro!) de algo que te desagradou e a resposta vai para o caminho “eu não sou nenhuma menininha, sou uma adulta… eu já criei três filhos…”. (Afff…!!!) Aí não tem jeito, voltamos a estaca zero!!! E agora vai ser difícil eu baixar a guarda novamente…

  25. Jéeh

    Amei o post meninas . Vou tentar seguir direitinho as regras , para que eu e a mãe do meu amor possamos ter uma boa convivência sz !!!!

    Bjusss e fiquem com Deus sz

  26. suzi

    serio amigas eu gostaria de saber porque minha sogra me odeia tanto!sempre tentei conviver com ela,engulo muitos sapos.porque amo o meu marido,porque ela é tão cruel?deveria ninguém se interessar por filhos de mulheres assim ,dai elas seriam mais felizes vendo seus filhos infelizes.tambem sou mãe e sei que nem sempre serei o suficiente para eles.quando crescerem quero que sejam muito amados e que também amem,porque se meu marido esta comigo a 8 anos e porque sente alguma coisa por mim e eu por elenão é?

  27. MICHELLE

    Gente sou nora, e eu e minha sogra não temos um bom relacionamento. Ela não me desejava como nora e sim a ex, conforme ela mesmo afirmou…então diante de muitas histórias decidi montar um blog, se quiserem visitar ficarei honrada.
    http://www.experienciacomasogra.blogspot.com.br

    Amei o post. bjs

  28. Tereza

    Oi Juliana,
    entrei no Google a procura de ajuda,querendo saber quem e a megera,eu” A SOGRA” Ou Ela.
    Meu filho se casou com uma mulher,que eu nunca a distratei.Ao contrario eu ate achei que ela seria uma ótima esposa pq ela se dizia evangélica.
    Agora tem 6 anos que eles estão juntos.
    Eu percebi que ela era muito ciumenta quando meu filho se aproximava de mim ou da irma dele,mas ela não tinha um motivo aparente pra nos afastar.
    Entao ficou gravida e depois disso começou a usar o filho para afastar o marido de mim e da minha filha e dos primos que sempre foram como irmãos para ele.
    Ele e os Primos sempre foram muito apegados a ele como irmãos,e todos evangélicos.
    Pois esta moca saiu da igreja fez meu filho se afastar também.
    Em fim…
    Tenho dois netos e sinto que ela usa as crianças para chantagear o meu filho.que e louco pelos mesmos.
    A mae da minha nora toma conta dos bebes todo dia para ela ir trabalhar.
    E suas irmãs e irmãos estão sempre em sua casa.
    Mas meu filho sempre que vai na minha casa,tem que ter uma discucao com ela,e gera um stress muito grande para ele.
    Emoro nos estados Unidos,e faco questão de ir ao Brasil de três em três meses,so para meus netos um de dois e outro de quatro anos não se esquecerem de mim.
    Sempre fiz o papel de sogra sega,surda,e muda,nunca a critiquei apesar de ver muitos erros e brigas dos dois. Sempre percebi que ela não gosta de mim,mas sempre fingi que não sabia. Com o intuito de não deixar meu filho no meio de qualquer guerra.
    Mas agora que meus netos me conhecem e estão gostando de ficar comigo,minha nora foi ficando cada vez mais intolerante,raivosa,agressiva,sempre de cara feia,nao querendo ir mais nas reuniões de família.sempre que eu chego parece que ela se transforma.
    Eu então a pedi para deixar meus netos irem na minha casa a dez minutos da casa dela de carro. Ela disse ah não! Meus filhos não! Mas quando Cheguei ela me recebeu com dois beijinhos no rosto,e já saiu da minha frente e foi para a cozinha,como sempre faz,nao conversa nada comigo. Eu sempre levo roupas sapatos e brinquedo para meus netos e ela não quer aceitar. Desta vez o que levei ela nem abriu.As crianças pulavam de alegria,querendo os brinquedos e não podiam abrir. Porque ela disse,nem abre agora,porque já tem muito brinquedo nesta casa.Vou ate jogar a metade fora…..
    Entao eu a perguntei: Porque eu não posso levar meus netos na minha casa?? Ela so disse: Porque não! Eu repeti qual o seu problema comigo? Ela; Nenhum,so não vai levar meus filhos! Eu falei: Mais eu sou avo e amo meus netos igual a sua mae!
    Ela disse : Mas minha mae não leva também! Eu disse: Mas fica sozinha com eles todos os dias pra você trabalhar. e eu nunca pude dar um banho nos meus netos! Agora que eles me conhecem e me amam eu tenho o direito de tê-los em minha companhia também! Se sua mae pode ficar sozinha eu também posso!
    Ela disse so se for na frete do pai ou na minha presença. Eu disse eu sou uma pessoa idônea,responsavel,nao bebo,nao fumo ,não uso drogas ,pago minhas contas em dia,e faco de tudo pra ser presente na vida dos meus netos. E te aturo a 6 anos com todos os seus ciúmes e egoísmo,e eu não posso ficar uma hora com meus netos sozinhos comigo?
    Onde esta o Motivo para você fazer isto,minha casa tem tudo que eles precisam.
    Se eu não posso ter a visita deles em minha casa,vou entrar na Justica e pedir. a Visita,nao sou obrigada a ficar na casa de uma nora que não me quer por perto,para ficar com meus netos por algumas horas. Estou aguentando por quase 5 anos,sem falar,nem fazer nada. Agora então tomei a atitude,de ir na Justica.
    Mas me diz onde que um problema como esse e gerado por “SOGRA”?? A sogra aguenta muita coisa,pra se manter perto dos filhos e dos netos. E a nora usa as crianças para chantagear o marido,e para afasta-lo da mae. EU nunca me preocupei como a vida dos dois. Mas meus netos tem o direito de ter a avo paterna também! Porque todo mundo da falia da nora pode tudo,e a família do marido não pode nada!?? Isso q eu não entendo Juliana. Se ela deixasse eu ficar com meus netos um pouco,nos não teríamos motivo para brigar. Meus netos gostam de mim e eu deles. Eu mando vídeos pro meu filho mostrar para eles,eu falo pela internet, eu telefoneo. e quando chego vou louca para visita-los… Pq a minha nora e assim ,e eu que levo fama de sogra Ruim.
    Ela não fala comigo no telefone,nunca me deu o numero dela,e disse na discussão que eu tenho que ligar pro meu fiolho,pra ele passar recado para ela,e marcar para ir ver os netos. AI os dias que posso ir,ela faz ele desligar o Telefone,diz que quer relaxar e não quer que ninguém a incomeode. So pra eu não ir ver os netos. Entao acho que e melhor traze-los a minha casa para não importuna-la. Mas ai ela viu que se trosser as crianças não tem mais como chantagear o marido entende!! Essa situação e criada para afastar o filho da mae. ELa so não o fazia antes de ter filhos porque não tinha uma carta na manga,. Agora tem os filhos… e os usa para criar uma distancia do pai também. Meu filho agora so me visita as pressas,correndo,se não ela vira um bicho!! E ai ? E a Sogra? Ou e a NORA?? :( Eu agora so posso ver meus netinhos se a Justica me der esse direito! O que eu devo fazer? Peco aos leitores que opinem também. Preciso de ajuda. não quero magoar meu filho também!

    Abracos Juliana,e parabéns por essa matéria!

    Terezinha Youngblood
    Entao tava me sentindo tao mau,que falei olha vou levar eles para minha casa

    • Tereza

      Desculpe Juliana,so observei os erros de digitação depois que postei. E a ultima frase seria citada em meio a conversa em uma correção q tentei fazer mas não sei como foi parar em baixo do meu texto depois q assinei meu status.
      Eu ate tentei voltar e corrigir. Mas não foi possível!
      Mas tenho certeza q você e os leitores irão entender.

      OBS: Eu escrevi no escuro,kkkk!

    • Leila

      Oh, Tereza, vai se tratar!!!! Os filhos são dela, vc já criou os seus! Qual o problema em vê-los na presença da mãe?! Se está de cara ruim ou não, são filhos dela e ela os cria como bem entender! Vai entrar na justiça pra ver, sendo que você vê?! Deixe de ser louca e controladora! Uma sogra como vc é o terror! Criança precisa é de mãe e pai! Tirar as crianças,principalmente tão novinhas, da presença da mãe é o fim! Se coloque em seu devido lugar!! As crianças vão ver o que vc faz com a mãe delas e logo vão te odiar!

      • Juliana

        Ops!

    • paula

      Tereza larga de ser intrometida. Os filhos sao da sua nora, ela gerou 9 meses, passou o que passou, lava, passa, cozinha, alimenta eles, faz de tudo pelos filhos, inclusive daria a vida por eles pq(e nem vem falar q vc tbm daria sua vida por eles pq eh uma grande mentira) e vc ta com pirracinha de entra na justiça pra ver eles sozinhos? A vai se tratar ne minha querida, vc ja cuidou do seu rilho, deixa ela cuidar dos filhos dela do jeito dela! Ela eh ate hoa demais de deixar vc ter contato com os filhos DELA. E nao vem se fazer de santa pq se fosse tao boa como diz ser ela nao te trataria como te trata. Os filhos sao dela vai se tratar, vai arrumar uma ocupaçao pra sua vida e deixa ela em paz com os FILHOS DELAAAA

    • Gil

      D. Terezinha,

      de coração, vou falar umas coisas que até gostaria de dizer a minha sogra:
      – Um grande passo é a senhora primeiro refletir a partir de que momento ou que situação essa relação de vocês foi prejudicada. Mas, seja sincera. É uma coisa muito difícil a gente reconhecer ciúme, insegurança, inveja, raiva ou qualquer sentimento que a sociedade nos diz ser “feio”. Não existe sentimento ruim, são emoções. Ruim é o que a gente pode fazer com ele, é ser cruel, mesquinha, orgulhosa.
      – Para uma relação estar ruim, não existe a vilã e a mocinha. Vocês duas são responsáveis pelo que aconteceu e acontece.
      – Seu filho é um homem! Cresceu! Tem suas próprias opiniões. Por mais duro que seja, ele não vai fazer uma coisa que não queira. São casados e fazem as coisas de comum acordo. E casamento é isso, com certeza tem coisas que sua nora abdica e a senhora nem sabe.
      – Trate sua nora como gostaria que seu filho fosse tratado. A minha mãe às vezes até se desculpa de paparicar tanto meu esposo, mas é porque ela sabe que nos amamos. E sou feliz. Isso deixa minha mãe feliz e quer retribuir meu esposo de alguma forma. Resultado, são amigos, são cúmplices. Muitas vezes meu esposo se sente mais acolhido com meus familiares que na casa dos dele, pois ninguém julga, ninguém cobra… a gente só aproveita os momentos juntos. E olha que muitas vezes até deixamos minha família um pouco de lado e damos mais atenção aos pais dele, que sempre reclamam e nunca veem que fazemos o possível.
      – Aproveite o momento juntos. por mais difícil que seja, e acho que a senhroa deve ter muita mágoa guardada. Aproveita o momento juntos. As coisas vão mudando aos poucos, a senhroa vai ver. Muitas vezes quando sei que minha sogra está vindo, eu já fico na defensiva, pois ela sempre vem me criticar alguma coisa. Deixe esses encontros mais leves.
      – Não esqueça de ser mãe. A todo momento a senhora só falou dos netos. Seu filho precisa muito da senhora.
      – Sua nora precisa da compreensão da senhora. A senhroa já foi nora um dia: não adianta dizer o contrário a senhora com certeza deve achar que ela não cuida bem dele, que a senhora cuida melhor do seu filho que qualquer outra pessoa. A mesma coisa é ela.Ela é a mãe perfeita pro seus netos. Hoje a senhora tem mais experiência nesse quesito, mas lá trás cometeu muitos erros, a gente aprende com eles. Agora é o momento dela.
      – A mãe é ela. Vocês, avós, sempre acham que qualquer recomendação da mãe as suas são melhores. Lembre-se: a mãe é ela. Se a senhora fizer as coisas como ela quer que faça se respeitar a forma de ela criar, mesmo que não concorde, aos poucos ela terá confiança na senhora, pois sabe que tem mais uma pessoa para dividir a educação dos netos, que o que ela faz o enorme esforço de manter como rotina não será quebrada, etc.
      – Hoje, a familia de seu filho é ele, a esposa e seus filhos. O ajude. Seria muito egoísmo transformar a vida do seu filho num inferno, porque a senhora quer a atenção voltada pra senhora. Ele tá construindo a vida dele, um dia a senhora não vai estar por aqui e ele? vai ficar só? Nâo, ele precisa da esposa pra cuidar dele. é o ciclo da vida.
      – Sobre justiça, não faça isso. A senhora está se deixando vencer pelo orgulho. Deixe-se vencer pelo amor. Nada é de POSSE sua. E o amor pelo seu filho, onde está? A senhora vai deixá-lo feliz tando uma atitude dessas? Converse e dê tempo ao tempo. Tente sempre ver onde a senhora pode estar errando, mas lembre-se de ser sincera e não se colocar no lugar de vitima.
      – Não tenho dúvidas que sua nora sofre com essa situação. A senhora poderia ensiná-la tanto, mas só julga. Família não é um jogo pra gente ter carta na manga. Seu filho tem a familia que escolheu construir. Ensine-os com amor e não rancor e orgulho. Digo por mim, que com certeza ela adoraria uma parceria com a senhroa e não esse conflito.
      – Respeite o espaço e tempo deles. Hoje a senhora pode ter um pouco mais de tempo disponivel. Vai ter final de semana que eles querem ficar sozinhos, se curtirem. Isso e saudável pra eles. Se querem que avisem, é para que possam se programar para recebê-los. Senão, vocês vão e eles estarão de cara feia pois estarão preocupados com inúmeras coisas.
      – Antes de dar um presente, veja se os pais concordam em que a criança receba. Eu mesma não quero acostumar minha filha a ter tudo a todo momento, não é saudável.
      – Sem orgulho, procure uma terapia. Vai fazer muito bem à senhora. É difícil a gente compreender nossas emoções e reações. E às vezes não nos damos conta do quanto ferimos o outro lado. Sei que a senhora deve ter sofrido quando seu filho saiu de casa, é uma dor grande pra uma mãe. Mas, é o ciclo da vida. Ninguém apareceu pra roubar ele da senhroa.A senhora é a mulher referencia pra ele, não tneho duvidas disso, mas precisa agir com a sabedoria que sua idade pede.
      – Mais uma coisa: não existe “colocar contra mim”. Por que uma pessoa faria isso? Vocês tem duas posições diferentes na vida dele, não tem pra que haver competição.

      Desejo de coração que a senhora faça um balanço de consciência, sentimentos e atitudes. E antes de tomar qualquer atitude pense se vale a pena. Eu digo a senhora que não. Que a senhora está perdendo tempo de ser feliz. Seu filho tem a familia dele agora, e a senhora pode sim fazer parte disso, mas precisa deixar o orgulho de lado.

      E não adianta pensar: mas minha nora tem culpa. Ela tem sim, assim como a senhora, mas enquanto estiver nessa disputa, ninguém vai dar o primeiro passo pra mudança.

      Bom dia e fique com Deus

  29. Jes

    E se no caso a sogra querer tomar seu filho de você que tem apenas um mês fazendo a cabeça do filho dela no caso pai do meu filho pra entrar na justiça, Oque fazer??

    • Juliana

      Olá acho que aí já é um extremo que precisa ser muito conversado! Tirar um filho de uma mãe não pode acontecer… Tenta conversar com seu marido e expor o seu lado.
      Boa sorte Beijos

    • paula

      Oi Jess deixa ela entrar e fazer a cabeça de quem essa cobra quizer. O filho é seu e justiça nao toma filho de mae. A nao ser que vc se prostitua ou mexa com droga, caso contrario nao toma nem q esteja passando fome, pq ee passar fome e for una boa mae a justiça ainda te ajuda e faz o filho dessa megera ainda te ajudar e muito. Entao despreocupa minha querida!

  30. Julia Kunzendorff

    Tereza, tambem sou evangelica e simpatizei muito com sua historia porque estou vivendo o mesmo dilema com minha nora e filho. Moramos todos no Canada e minha nora tem muito ciumes de mim e do meu marido com nosso unico filho (marido dela) e nossos netinhos, uma menina de 9 anos e um menino de 10 meses. Eles moraram aqui em casa durante 5 anos e foi tudo maravilhoso. Nesse tempo eles economizaram para comprar uma casa, carro, etc. porque nao pagavam nada aqui. Ela tambem terminou a faculdade e comecou a lecionar enquanto eu cuidava da minha neta. Enquanto precisou, usou e abusou e tudo era maravilhoso. Nunca sequer discutimos, cozinhavamos juntas, faziamos compras, tudo muito bem. O dia que compraram uma casa, mesmo que precisassem ainda morar conosco por 6 meses enquanto a casa anao ficava pronta, ela mudou da agua para o vinho. Nao me deixava mais cuidar da minha neta, nao cozinhavamos mais juntas e nem sequer faziamos as refeicoes juntos. Todas as vezes que me aproximava para saber o que estava acontecendo, ela dizia que queria ela cuidar da minha neta e que estava tudo bem. Eles mudaram (ha 4 anos) e tivemos altos e baixos, mais baixos do que altos, Resumindo, agora ela tem mais uma crianca, que vimos poucas vezes e colocou meu filho tambem contra nos. Estamos sofrendo muito, nao vemos nosso filho e netinhos ha dois meses. Estamos pagando uma conselheira mediadora para vermos se conseguimos resolver esta situacao tao patetica, mas mesmo as conselheira diz que minha nora eh muito dificil. Ela agora esta fazendo uma porcao de exigencias para vermos nossos netos, coisas absurdas, mas acho que por amor as criancas vamos acabar cedendo. Falam tanto das sogras, mas so quem tem noras dificeis sabem o que passamos.

    • Larinha

      Acho que a primeira coisa a se fazer é você parar de jogar na cara do seu filho e da sua nora que eles dependeram de você e hoje são ingratos. Você ajudou porque quis, ajuda a gente dá de coração e não porque espera uma retribuição mais na frente. Aprende a lidar com essa situação sem jogar na cara deles que um dia eles dependeram de você, esse não é o caminho, sogra!!!

      • Juliana

        Verdade! Não se pode fazer nada esperando algo em troca… só podemos ter cuidado para não sermos ingratos, né…bjs

  31. conselheira

    Olha quem se dá bem com a sogra acaba não entendo as noras que sofrem. A minha sogra logo que sobe da minha relação com o filho começou com ameaças e perseguição. Chegou até a me agredir fisicamente. Ela nunca me quis conhecer e me julgava às cegas. Não me permitia na casa dela nem eu era convidada para nada. Hoje apaguei essa mulher da minha vida e sou feliz com o filho dela. Não a permito na minha casa nem ela pode ver os netos. Sou uma nora má? Tudo bem. Mas comigo ela não vai brincar mais. Quem mete as noras como as causadoras do mal estar da sogra devia ter uma sogra como à minha. Talvez vissem que mãe não significa ser dona da razão e da vida do filho. Somos seres livres. Ninguém é dono de ninguém nem nossos pais.

    • Larinha

      Exatamente, noras sofrem mais nas mãos das sogras, que vice-versa. Acontece que muitas sogras sempre puxam a sardinha para seus lados e fazem a caveira de suas noras para terem alguma razão!

      • Juliana

        Verdade Larinha… rsrsrsrsrs Tem cada caso que escutamos!

    • Lucia Helena

      A lei do retorno , seus bebes vão crescer e vão arrumar noras para vocês e vocês se tornarão as sogras que receberão toda a ingratidão de seus filhos que foram esses bebezinhos adoráveis e ficarão no mesmo lugar das tão temidas sogras !O que estão plantando hoje colherão no futuro .

      • paula

        Lucia Helena vai procurar um tratamento qUerida. Estou ate com pena de vc, vc tem que se tratar Lucia. E em primeiro lugar veja que o bebezinho cresceu e que se a mãe desse bebe que se tornou homem deixar ele viver a vida dele,respeitar a esposa dele que sera a família que ele vai construir um dia, e que tera uma importancia enorme na vida desse e que ele vai amar muito doa a quem doer, essa mae desse “ex bebe” sera respeitada, e querida pela nora e continuara sendo amada pelo filho. E mãe que é mãe não faz cobrança nenhuma por ter olhado seu filho enquanto bebe, criança, ate pq isso é obrigaçao querida Lucia Helena, a nao ser uma doente parideira que tem o filho como objeto de futuro.

      • ISA

        Lucia Helena, admiro o seu ponto de vista, mas umas curiosidade, você pensou o mesmo da sua sogra com relação a você? Foi uma escolha negativa do filho da sua sogra ter você como nora? Pra você dá esse ponto de vista deve ser sogra provavelmente…. e sinto pena mesmo e da sua nora, que tem que atura- la! Imagino que deve bancar a propretaria dos seus filhos e os netos . Sua nora deve detestar! A senhora, eu aposto! E a senhora me parece ser mal amada, seu marido lhe trai? Deve ser, é daí esse seu ah de posse! Você queria que seus filhos morrecem com a senhira bem gaga limpando um bumbum cabeludo deles! Oh may gold!

  32. Zirenice Robson

    Muito bom o post, bem explicadinho e com certeza ajudara muitas sogras e noras. Eu particularmente tenho um bom relacionamento com minha sogra e ela comigo. Parabens Juliana. Bjo no coração. <3

    • Cris

      Adorei o post. ajuda bastante. Mais meu caso é tão complicado, meu marido é do Interior de SP e eu o conheci no RJ, namoramos, fomos morar juntos e engravidei. Meu filho vai fazer 7 anos. Conheci minha sogra eu estava grávida pois fomos na casa dela no Interior de SP….Ela sempre me tratava bem, altas horas no telefone pelo fato dela morar longe e tal.. No meu chá de bebê minha cunhada veio, tratei ela super bem, só que infelizmente eu e meu esposo brigamos e a minha cunhada presenciou esta briga, só que ela chegou lá na cidade dela contando para mamãe a versão dela, defendendo o irmão dela, e dali desencadeou toda uma raiva, um distanciamento, uma falta de afinidade, e sei lá mais o que… Um pouco depois que meu neném nasceu, veio a minha sogra e meu cunhado ele tinha 2 meses, veio pois também tinhamos brigado e meus pais fizeram contato com a família dele e ela veio desesperada para amparar o filho dela. Mais depois de tudo isso, de toda essa crise e obstáculos nós ficamos bem e graças a Deus estamos juntos até hoje. Então, quando meu filho tinha 2 aninhos levamos ele para passear lá no Interior de SP, ficamos na casa da sogra, fomos bem recebidos, aí ele conheceu o restante da família, o avô e tal… Hoje ele tem 6 anos, e nunca mais viu ninguém da família do meu marido. Eles continuam morando no interior, ligam sempre para meu marido, falam com meu marido. Sendo que comigo ela fala comigo bem seca no telefone, quando liga eu digo que meu marido não está quer saber aonde ele foi, diz que precisa muito falar com o filho dela… Eles tbm nunca vieram em nenhuma festa de aniversário do meu filho, dizem que não tem grana para vir, ou seja fazem questão de manter essa distância. Fico chateada, pq sempre liga para meu esposo, falam até com meu filho, mais vejo que ela (minha sogra) só se preocupa com o filho dela, o neto que se dane.
      Sinceramente, não sei como lhe dar com essa situação, mais com meu marido falo sempre, que realmente eles não tem amor pelo neto pq nunca podem vir ver o neto, agora imploram para meu marido ir p lá, pq estão com saudades e quando meu marido vai, percebo que ela me trata mal, diferente, acha que ele voltou de novo para as asas dela e que ela pode tudo. Minha cunhada ligou um dia no aniversário do meu filho e falou que era a tia fulana, meu filho me perguntou quem é mãe, tia fulana. é isso que eles ganham em troca do que eles fazem, desse total descaso que tem com uma criança.
      Mais graças a Deus meu filho está cercado por um avô materno super coruja, que o ama de paixão, uma avó materna super carinhosa e dedicada e que suprem essa total falta de amor e carinho por parte da família do pai. Infelizmente, ter que lhe dar com essa situação é bem complicado.

      • A.C

        Gente, achei essse post dando um google em “como afastar a sogra” – sim, as vezes nos mulheres piramos com a presença das sogras em nossas vidas. Ainda mais quando esta sogra e’ ciumenta e controladora como a minha. Desde o meu noivado ela sempre se meteu muito na minha relação. O meu marido, acredito que fique muito dividdo com isto, mas eu acho que ‘e o HOMEM quem deve impor os limites “as Maes, Concordo muito cokm o texto acima, e principalmente com a questão de que nade uma nova relação depois dos netos. No meu caso, so’ piorou, A minha sogra mostrou-se com ciúmes da minha mae e chegou ao ponto de falar que ela vai ter prioridade na convivência com a minha filha por morar mais perto. E como tenho uma filha, todas as vezes que ela me via, logo depois de dar a luz, quando estamos naquela sintonia e amor com a “cria” , vinha ela e dizia: “O amor da vida das meninas ate os 6 meses e’ a mae, depois disso, so’ o PAI”!!!!! Ela dizia que a minha filha não ia gostar de mim e so do meu marido!!!!! E ai, gente! ela e’ uma Louca ou não? Como agro com este tipo de sogra? Acho que so’ fazendo terapia e tendo muito sangue frio mesmo….. Bjs e parabens pelo post! Mas ele so vale para as sogras-Maes, que não e’ meu caso!!! Bjos

  33. Dieula Dias

    Ôh, se fosse só esses probleminhas estava muito bom, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Para as sogras: Não mostre preferencia por um neto X, pois a mãe de neto Y pode não gostar. ahahahahah isso me mata!

  34. Marcella

    Muito legal o post. Me dou super bem com a minha sogra mas já tivemos nossos probleminhas. Tem um ponto que não foi falado aqui e que geralmente é um dos piores na minha visão: datas comemorativas como dia das mães, dos pais e natal….isso é muito motivo pra brigas gigantes e intolerancias… bjokas

  35. Lilian

    Adorei o post e ler os comentarios. Tenho uma filha de 3 anos e um bebê de 4 meses. E eles passam muito mais tempo com a minha mãe do q a minha sogra, Mas tenho a minhas razões.
    Não moro no Brasil, mas desde q minha filha nasceu eu passo temporadas ai, para q eles possam aproveitar os netos. Sempre fico na casa dos meus pais, q tem berço, chiqueirinho e vários brinquedos. Mas faço questão de passar o domingo com a minha sogra, mesmo q minha filha não goste, lá não tem nada pra brincar, sempre tenho q ir de mudança, cheia de sacolas e não posso deixar nada la. Ela quer q minha filha brinque com os brinquedos do pai e do tio, bichos de pelúcia guardados a 20 anos no armário e carrinhos. Quando chegamos ela já abre a porta com vários doces e chocolates na mao, hoje quando chegamos la, a primeira coisa q a minha filha diz eh, cade meu chocolate? Não sabia q uma criança tão pequena já podia ser interesseira… minha filha tem q ser igual aos filhos dela, caso contrário eu estou fazendo alguma coisa errada. E ela diz q eu não deixo ela participar da educação deles, q ela deixava as avós dos filhos dela fazerem o q elas queriam. Eu já expliquei q eu tenho o meu jeito, fui educada bem diferente do meu marido e tenho a minha forma de educar e além disso sou eu q cuido deles sozinha a maior parte do tempo, sem ajuda nenhuma, então não quero eles cheios de manhas e manias…. Meu marido já falou com ela, mas ela diz q não está errada, q eu sou a implicante, ele mesmo diz q ela eh assim, uma pessoa difícil de lidar, q não vai mudar. Mas se ela não pode mudar pelos netos, como pode exigir passar mais tempo com os eles???

    • Juliana

      Oi Lilian, acho que como vocês duas são muito diferentes, deveriam pensar em que poderiam abrir mão para uma boa convivência familiar. Espero ter ajudado.Mil beijos e obrigada por dividir sua experiência com a gente.

  36. Elaina Melissa

    Gostei do post o problema qdo não e só a sogra e sim o sogro.Esse e o meu problema até hoje.

    • Juliana

      Oi Elaina, que chato! Realmente problemas com o sogros são mais raros… Uma pena ter uma relação desgastada. bjs e boa sorte

  37. Denise

    As 10 regras de comportamento IDEAL para as NORAS, são ótimas, mas no caso da minha sogra que detesta regra e sempre disse que nós tínhamos que aceitá-la do jeito que ela é, foi mais difícil, pois partia dela o sentimento de competição, não de mim. Então quando minhas filhas nasceram ela não queria colaborar em nada, sempre criticava tudo sem necessidade aparente, acredito que era uma prova dela continuar achando que dominava o ambiente. Sempre quis que ela colaborasse e participasse, porém ela fazia de tudo para torna o clima tenso, sempre criticando a forma como cuidávamos das nossas filhas e ainda como não bastasse, fazia fofocas para família toda, envolvendo os irmãos do meu marido, o pai dele e parentes próximos, tornando o clima mais desarmônico. Percebia que ela fazia isso passionalmente e claro, quando alguém procura ganhar razão dos outros é porque não possuía razão suficiente, daí as fofocas que ela fazia entre seus familiares. Resumindo meu marido e eu tentamos de tudo até que resolvemos nos afastar. Enfim, ela se ligou que não iria adiantar ficar criando um clima bélico para conseguir o que queria e acabou entendendo que nós esta vamos certos. Pois, não estávamos lá para competir, mas também não estávamos lá para nos submetermos a crise de domínio dela. Hoje vi que fui e sou uma boa nora, pois todas as regras que você escreveu, vi que eu segui, ela que não estava se comportando na época como boa sogra, então o afastamento foi ideal para ela se tocar. Hoje vivemos em paz e sempre a respeitei, como acredito que hoje, ela me respeita também.

    • carol

      Olá,excelente post, adorei
      Vim pedir ajuda estou deseperada pois sou casada a 8 anos e a dois anos minha sogra ao frequentar minha casa rouba. Sim rouba leu certo. Temos que vigia-la o tempo todo e mesmo assim ela é rápida sempre acontece,sempre que ela diz que vem ver as netas (2 gurias) acaba com meu dia, no começo pensava que ela precisava pois levava alimentos também mas vi que não, ja que é financeiramente confortável, ja pedi a meu marido e meu cunhado para falar com ela mas ficam em cima do muro, não os culpo,eu tenho vergonha pelo ato dela, e temo não me conter (dar tabefes só na cara de pau da jararaca afanadora, então usa a lei maria da penha é cara dela se fazer de vitíma) ao tocar no assunto, mas isso não pode continuar, esta acabando com meu casamento. Opinem por favor

      • Linda

        Realmente Carol é um assunto muito delicado, não pode ser tratado de qualquer maneira. Acredito que ela possa sofrer de um distúrbio chamado CLEPTOMANIA, a pessoa que manifesta esse comportamento de “afanar” geralmente não precisam roubar, mas roubam. O ideal seria instalar alguma câmera em casa e deixar algo que pudesse chamar a atenção de sua sogra (objetos bonitos, pulseira, brincos) perto da câmera onde foi instalada ou posicionada. Tendo em mãos o registro do “flagra”, gravado e arquivado em computador, mostre isso para o seu marido, alertando que esse comportamento dela pode gerar transtornos para vida dela, pois quem faz isso está sujeito a fazer em qualquer lugar (loja, restaurantes, etc). Mostre que para o bem da sua sogra e do seu marido e cunhado, é necessário conversar com ela, em posse do vídeo. Mas antes de mais nada pesquise sobre a CLEPTOMANIA. Isso é um problema sério, deve-se oferecer ajuda a ela, caso não aceite e reaja mal, evite contato por um tempo. Mas deixo claro, que deve-se ter provas concretas (como o vídeo, por exemplo) para não piorar mais a situação.

  38. Maria

    Muito bom o texto, estou grávida de 5 meses e começaram a surgir algumas situações desagradáveis com a minha sogra. Até então, nosso relacionamento era tranquilo. Mas, alguns comentários e atitudes dela tem me deixado bem descontente e preocupada… Sei que as grávidas mudam bastante devido a alterações hormonais, mas o que acontece com as sogras?!? Surtam ao saber que vão ter um neto ou simplesmente se revelam? Comento com algumas amigas sobre o comportamento dela e todas concordam que ela passa dos limites. Tenho medo de ser injusta e acabar magoando tanto ela como meu marido e criar um mal estar na família. Mas, para dar um exemplo, quero saber o sexo do bebê na hora do parto e ela não está se aguentando de curiosidade, a ponto de querer enviar o exame para um médico para saber o sexo do bebê. Me senti muito desrespeitada!

  39. neyde de lima

    Interessante tudo isso. Agora queria saber, quando a nora não tá nem aí com a sogra,não ha convida para ir a casa dela,não telefona para ela e nem deixa a neta ir passar um tempo com a vó. Faço tudo para agradar a nora,mas tá difícil,tem alguma solução?

    • Claudine Malheiros

      LEIA ESSE COMENTÁRIO CORRIGIDO.
      Neyde já passei por isso, mas no meu caso eu estava errada. Nunca gostei da minha nora, não havia motivo, eu implicava mesmo. Era muito agressiva e até grosseira, achava que agindo assim eu afastaria ela do meu filho, porém, isso só ajudou a eles ficarem mais unidos, até que ela engravidou de gêmeos. Tive que engolir isso, mas achava que por ser avó teria todo direito de fazer e falar como bem entendesse, sendo por vezes até perversa. Minha nora, na verdade teve até muita paciência comigo, pois confesso estava muito descontrolada. Hoje o meu relacionamento com ela e meus netos não é perfeito para mim, mas é o melhor que Deus poderia me dar, pois depois de tudo que eu fiz e falei para ela, acho que ela soube ser superior. Claro, que ela não me convida para ir em sua casa, nem me telefona, mas já deixou algumas vezes passar o dia com meus netos, porém como estava querendo arrumar confusão impondo sempre as minhas vontades, causando constrangimento, acabei perdendo a chance de tê-los comigo. Fiz terapia e me vi errada, aceitei que eu não podia agir daquela forma e até entendo que minha nora não é má pessoa, é uma boa mãe, uma boa esposa e uma boa nora, pois hoje ela me visita com frequência, é carinhosa, compreensiva e mesmo depois de tudo que fiz para ela, jamais a vi querendo jogar meus netos contra mim, pelo contrário. Agora, milagre não existe, sei que está certa ao manter um certo distanciamento, evitar telefonar, convidar para ir em sua casa, porque abusei demais da sua confiança. E claro como uma pessoa que não é falsa, ela não vai me agradar a qualquer custo, mas vai fazer sempre o melhor para manter uma relação boa com os meus netos. Enfim, estou feliz com esse desfecho, porque me vi como autora da história, não como vítima. Procure ver os fatos sem se vitimizar e faça o seu melhor como avó dando muito amor e carinho a sua neta. Quanto a sua nora não precisa ser falsa querendo agradar pois as pessoas percebem quando é fingimento, porém não a desrespeite. Respeite o espaço dela, afinal ela tem direito de procurar não telefonar e nem convidá-la para ir a sua casa. Se ela lhe visita ou sua neta te visita com frequência e sua neta gosta de você, então ela ESTÁ AGINDO CERTO. Lógico não é como você queria, mas é melhor do que nunca vê sua neta. Muito amor para você Neyde!

      • Naty

        Claudine , parabéns por sua atitude espero que um dia.vcs consigam recuperar a sua relação , todas nós sogras e noras temos nossos defeitos e as vezes acontece disputa mesmo que seja inconsciente , já errei com minha sogra e ela comigo , mas o importante é tentar fazer o melhor por nossos filhos , tanto como mãe quanto como nora , se todos reconhecesse seus erros e tentassem melhorar o mundo seria bem melhor !

    • Bella Lanzillo

      Vcs já perceberam que as sogras causadoras de problemas são sempre as mães dos filhos homens? Freud explica, minha gente! Boa sorte p/ todas vcs q estao com esse problema tão dificil. :( muito triste, viu!

  40. Milla

    Olá, adorei o post, acho muito complicado essa questão, tem casos e fasos, minha sogra quando casei ficou loca de ciúmes e com isso quase acabou com meu casamento, mas não conseguiu, hoje por consideração pelo meu marido tenho uma relação cordial com ela, mas infelizmente dou uma liberdade pra minha mãe que não dou a ela, por exemplo meu filho de 8 anos viaja com minha mãe desde os 2 anos, mas com minha sogra nunca tive coragem de deixar dormir na casa dela pois ela toma remédio controlado e ao mesmo tempo que tá bem de repente ela surta, achei com o nascimento do meu segundo filho ela iria querer participar mais, pedi até ajuda no resguardo para ela estar mais presente, mas ela não foi sequer um dia, eu penso muito pois sou mãe de dois meninos e quero ser uma sogra muito boa para minhas noras.

  41. Rita Bairao

    Adorei a matéria ! Coloca as situações e os sentimentos dessa delicada relação de forma clara , simples e importante ! Valeu … Parabéns !

  42. Candice

    Olha e complicado, eu tenho uma sogra europeia, moro em outro pais, assim que ela me conheceu eu gostei muito dela e fiquei feliz pois minha mãe mora no Brasil, mas depois quando começamos a estreitar os laços, sairmos juntas, ela se transformou. Na frente do meu marido me tratava bem e nas costas me humilhava, eu tinha acabado de me mudar definitivamente e ela me pressionava pra arrumar um emprego, chegava com recortes de jornal com anúncios, dizia que mulher brasileira não gostava de trabalho, perguntava quem iria comprar as minhas coisas, quando eu aparecia com uma roupa nova queria saber se era daqui ou do Brasil, me fazia visitas sem avisar só pra ficar me interrogando o tempo todo. A gota d’água foi um dia que ela me comunicou que já estava a caminho da minha casa sem me perguntar se eu estava disponível, eu disse que iria sair e ela ligou pro meu marido perguntando se era verdade. Dai o meu marido conversou com ela, mas ela e muito falsa, não me engole, eu tenho uma filha agora e antes dela nascer ela já queria se intrometer no meu modo de educar, não queria que eu falasse português com a minha filha etc então não tem jeito, eu não vou até a casa dela sozinha e ela pode vir limitadamente a minha casa, no máximo a cada duas, três semanas, foi a maneira que eu encontrei de viver em paz pq não e fácil ficar escutando desaforos sem poder rebater. E minha filha não vai ficar na casa dela por motivos sérios de força maior, minha obrigação e zelar pela segurança do meu bebê.

    • Cris

      Candice, eu sei o que você tá falando. A diferença Eh que a minha não fala na minha frente porque não tem coragem como a sua. Eu nem digo que isso Eh respeito Pq por trás senta a lenha sem dor e piedade.
      Eu casei com poucos meses de namoro, mas antes eu fiz questão de conhecê-la pq morávamos em Estado diferente. Como fui criada ouvindo da minha mãe que sogra ruim acaba qualquer casamento eu cresci com a ideia de casar com um órfão de pai e mãe. Mas não foi o que aconteceu. Voltando o assunto. Fui conhecê-la e confesso me dei super bem com ela, apesar do meu marido falar que ela não era uma pessoa facil. Fui morar junto com ele após três meses de namoro e com mais dois meses casei. Ela ia passear na minha cidade numa boa, não se metia em nada até gostava quando eles apareciam. Mas com seis anos de casados passamos por uma dificuldade financeira que me levou a morar outro Estado no qual fui morar com meus sogros. Dai foi quando a máscara dela caiu e vi o quanto eu havia sido enganada. Eu a tinha como uma mãe, minha relação era totalmente verdadeira com ela. O primeiro episódio veio com uma semana numa festa de família no qual uma vizinha foi convidada. A vizinha do nada me olhou e disse: ” Querida limpeza em excesso não leva ninguém a lugar nenhum!!!” Eu fiquei sem palavras. Tive uma criação muito rigorosa em relação aos cuidados domésticos, limpeza, organização. Detalhe eu não tinha nenhuma aproximação com essa vizinha dela. Dai fiquei sabendo que ela falava de mim pelas costas. O inferno foi aumentando com o tempo, a ponto de todos os vizinhos me olharem atravessados. Uma vez a procurei para conversar sobre esse assunto e digo que foi a pior coisa que fiz pq me abri com ela de como me sentia em relação a tudo e ela zombou da minha cara. Tenho uma filha com 4 anos, quando vir morar com eles a minha filha tinha dois aninhos. Ela se intromete em tudo. O meu sogro as vezes vai na onda dela, pq ela se faz de coitada. Meu marido tem muito arranca rabo com ela, mas não adianta de nada.
      Ontem mesmo eu a peguei falando de mim para a empregada da vizinha. Depois ela inventa uma história para maquiar o que estava falando. Fica fazendo caretas pelas minhas costas como se eu não a visse fazendo. Ela fala mal de todas as vizinhas. Minhas cunhadas coitadas que ela fala mesmo. Muitas vezes vem querer dar presentinhos como se resolvesse e o pior que tenho que aceitar com um sorriso no rosto, pq meu marido diz que Eh a forma dela se redimir e eu não aceitando só vai piorar a situação da gente aqui pq ai meu sogro vai se irritar tb. Eu já não fiz uma besteira por falta de coragem, mas vontade de sumir desta vida Eh o que não me falta. O pior de tudo que não trabalho e nem meu marido. Ele estuda para concurso público e eu tb, mas até nisso estou desmotivada. Ele tá esperando ser chamado para um que ele passou em primeiro lugar, mas no Brasil tudo funciona muito devagar. Eles ajudam muito na questão financeira. Quem cuida da minha filha sou eu e meu marido eles nunca ficaram com ela um segundo, justamente para depois não falarem que estamos explorando até nisso. Eh muito dificil!!! As vezes tem pessoas que se faz de pele de cordeiro e na realidade Eh o demônio em forma de gente.

  43. Cassiane

    Minha sogra deveria ler isso mais ela não mexe em internet, to cansada já dela ficar me dizendo o qe devo ou não fazer com meu filho… -.-

  44. Clea Gomes de Lima

    parabéns! post muito legal para ambas as partes

  45. Graciela

    Ola, pessoas amei esse post, adorei os comentarios e todo o conteudo dele, li todos e me identifiquei com alguns, apesar de meu caso ser um tanto diferente, minha sogra eh boa gente meu sogro morreu quando meu marido ainda era um bebe, por isso meu marido e ela possuem um vinculo muito forte desde cedo, pois passaram muitas dificuldsdes e os dois estiveram sempre muito unidos, eu noto q ela eh ciumenta demais, mas sempre me agrada me mima faz doces q gosto, e me respeita, na relacso com meu marido ela nao se mete apenas nao aceita brigas entre nos dois e quando isso acontece ela apenas se retira, comecou a ficar mais delicada nossa reacao quando minha filha nasceu, ela transferiu o ciumes para a neta q rla ama mais q tudo nessa vida, como tive q trabalhar depois da licenca maternidade ela ficou com minha sogra 1 mes e com minha mae mais 1 mes depois parei de trabalhar e fiquei com ela, porem ela sempre respeitou minhas regras e desejos de como cuidar da minha filha, nao se intrometia e respeitava os horarios ate comprou im pequeno despertador para nao perder a hora q eu estabeleci :) mas eu nao estou sabendo como lidar com esse ciumes dela pois alem e nao ter marido ela so tem um filho q eh meu marido ela tem ciumes se meus pais ou meus irmaos se aproximam da minha filha, nunca falou nada mas eu noto q minha familia nao pode participar, se vou viajar com minha filha para ver meus pais ela ja fecha a cara e por ai vai :( estou chateada poxa eh minha familia :) como lidar com isso?! Me ajudem alguem tem situacao similar?!! Obrigadaaaa

    • paula

      Graciele querida, imponha limites, nao seja fraca,mesmo ela sendo uma boa avo, a filha é sua e ela tem que entender isso, entao coloque ela no lugar dela. A sua familia é seu sangue, eles sim vao te amparar quando vc precisar, entao mostre pra ela que a filha eh sua, vc que gerou, vc eh a MAE e manda na sua filha. Nao tem essa dela aceitar ou nao. Pq se nao quando sua filha crescer nao vai te respeitar, entao seja forte e oloque limites. Mostre a ela que vc eh agradecida por ela ser uma boa avo mas que a mae eh vc e sua familia tem que conviver com sua filha sim, e que sua filha convive com quem vc convive e que inclusive convive com ela pq vc convive e aceita. Beijos

  46. ione

    Adorei as dicas. Algumas cumpro direitinho outras ainda preciso melhorar, mas se reclamar da minha nora sua uma mal agradecida. Cuida muito bem do meu filho e dos meus netos então nem se fala. Tenho liberdade de expressão(rsrsrs)de estadia e hospedagem (rsrsrs),e tento cumprir minha parte o melhor que posso. Acho que sou exagerada com os netos, mas quem não é???

  47. Ana

    Muito bom o post. Eu me dou muito bem com minha sogra, muito pelo fato de, instintivamente, seguirmos a lista que vc postou. Mas, o mais importante, é a nora entender que a sogra cuidou daquele homem a vida toda (20, 30 anos) e não existe a menor hipótese de, de uma hora pra outra, vc seja a número um no forração dele. Aliás, isso é bobagem, cada amor é um tipo de amor. Na minha humilde opinião, essa relação não da certo quando há competição entre as duas. O que acho curioso, é que a filha mulher ser a filhinha do papai todos acham lindo, fofo, que protegida, quando o homem recebe uma atenção especial da mãe (não ser um babaca que não arruma a própria cama, não é isso que estou falando) a nora acha um absurdo. Já ouvi gente reclamando que a sogra passou domingo na casa do casal pra deixar um feijão fresquinho pra semana, ah, faça-me o favor! Quanto à relação com os filhos, pra mim, tanto a minha mãe como a minha sogra estão me ajudando a cuidar do meu filho, não vejo razão pra reclamar. Poxa, é neto! É uma ralação das mais especiais do mundo! Adoro que minha sogra, cunhada e sobrinhos venham em casa, meu filhote sente rodeado de amor sempre, não tem como eu não querer que seja assim. Quando estou cansada, simplesmente falo que hj não, é ninguém fica de cara feia…

  48. Ericka

    Adorei a postagem, assunto polêmico rss
    Eu e minha sogra nao nos damos muito bem mas adorei as dicas e ela tem que melhorar tanto kku

  49. Jaqueline

    Gostei mas como confiar em alguém que ao inves de ficar com a neta fica no computador. E nao gosta do estilo de roupa da neta em festad e diz q ninguem vai gostar.j

  50. Cris

    O meu caso Eh muito pior, porque infelizmente aconteceram algumas coisas no decorrer do meu casamento que nos levou a morar com ela. Confesso uma coisa a vocês antes de morar com ela eu não conhecia minha sogra só passei a conhecê-la quando passamos a conviver. Vocês não tem noção como as pessoas fingem ser o que não sÃo. Passei seis anos sem saber quem era minha sogra. Na primeira festa que fomos juntas eu só estava há uma semana na casa dela e descobri por acaso que ela fazia comentários acerca da limpeza da minha casa para as vizinhas. Veio uma vizinha que estava na mesma festa e falou:” Minha querida limpeza em excesso não leva a gente a lugar nenhum!!! Nunca se eh valorizado por limpar casa.” Foi meu primeiro choque. Na rua os vizinhos me olham atravessados. Eu já ouvi várias vezes ela metendo o pau em mim, ai depois vem tentar contornar dizendo outra coisa. E quando ela tenta me comprar com presentinhos!!! Falsa Eh pouco para descrevê-la. Fala das outras duas noras, e olha que nem dou confiança. Na frente das coitadas Eh um doce, não sabe elas a megera que ela Eh. O pior nao fica por aí, pois tenho uma filha de 4 anos que tb ela se mete na educação. Tem dois anos que convivo debaixo do mesmo teto com minha sogra e digo minha vida Eh um inferno. A minha sorte Eh que ela gosta de viajar e passa mais de semana longe de casa. Eu não sei até quando irei aguentar este convivo.

  51. kelly

    A minha sogra vai na minha casa quase todos os das,isso quando ela não fica escultando atras do portão isso e um absurdo e ela se mete muito na educação do meu filho eu e meu maerido briga por causa dela e ele sempre fica do lado dela,isso me irrita mais ainda ele sempre fica a favor dela que me da vontade de sumir,eu não aguento mais minha sobgra na minha CSA e ela não tem hora qual quer hora ela bate no portão qual quer hora ela liga isso me irrita,,socorro não aguento minha sogra mais..

  52. Zezeth Batista

    Sempre trarei minhas noras (2) igual,nunca uma melhor que a outra,mas acho que roa um ciuminho entre elas!!!

  53. Zezeth Batista

    Minha sogra me detestava,sempre desfez de mim porque não queria que o filho,que era o mais velho se casasse porque ele era quem ajudava sustentar 11 pessoas na casa,tudo nas costas dele que ganhava muito bem,quando comecei a namorá-lo ele era a metade do meu corpo de tão magrinho,dava pena,ainda bem que gostei dele e como tinha condições nos casamos em 2 anos e 8 meses.A mãe dele só não me dava com a vassoura quando eu ia visitá-la porque não podia.Me insultava até que um dia falei pro meu marido que nunca mais a visitaria,mas na doença dela e por insistência dele,fui visitá-la no hospital.Eu não tenho nenhum arrependimento, sempre tentei ser legal mas quem perdeu foi ela,poderia ter sido diferente!
    Hoje “engulo sapo”pra manter as coisas nos eixos,mas sei que entre noras e genro,rola um ciume!

  54. Zezeth

    Muito bom ,pena que nem todas, noras e sogras irão ler esse post!

  55. Rose

    Olá, gostei muito de tudo o que li. Ocorre que faltou o que eu mais preciso saber. Ou seja, a ajuda de que preciso. Sou sogra e toda vez que acontece algum contra tempo, minha nora não vem falar comigo, não abre espaço para conversarmos. Ela ao invés de vir falar comigo, despeja um balde de reclamações até mesmo infundadas e o meu filho é quem vem falar comigo e toma as dores dela. E agora tenho minha neta, e por conta de tantos disse me disse, eu já nem posso ir vê-la. Só que eu sofro muito pois sinto muita falta do meu filho, porém não tenho coragem de ir lá pois sei que o território é deles. Está difícil amiga..

    • paula

      Oi Rose, vc nao tem que ir na casa de uma mulher que nao te suporta e nem ver a filha dela tbm nao flor, deixa pra la pq filha de peixe peixinha é,mesmo que ela seja uma pessoa boa, ela nao quer vc la, entao nao va pq a filhinha dela quando crescer vai para o lado da mae isso é fato. Nao sofra por isso. Mas ja em relaçao ao seu filho,que vc realmente sofre pq ele sim é seu filho e vc nao pode jamais desistir dele, ele tem que ir te ver, é obrigaçao dele ir te visitar. Fale com ele, diga que é mae dele, que ama ele e quer ele por perto. espero ter ajudado boa sortee

    • Kátia

      Eu me pergunto: Por que ela não vai falar com você? Será que quando ela tentou, simplesmente não houve conversa e sim discussão. Muitas vezes quando alguém não fala com a outra é porque constatou que não há diálogo (diálogo que me refiro é entendimento, perceber que ambas podem está erradas e ao invés de trocar acusações, buscar soluções). Esse é o grande problema não só entre SOGRAS E NORAS, é um problema de pessoas prepotentes e orgulhosas,que usam o status de MÃE E DE AVÓ para vir com aquelas frases já conhecidas: “Porque eu sou mãe eu falo como eu quiser”, “Porque sou avó eu tenho direito de falar do jeito que eu quiser” e por aí vai. Não acredito que as pessoas sejam vítimas das outras, são vítimas das suas próprias atitudes. E seu filho pode ter percebido isso sem que a sua nora tenha “feito a cabeça” como sugere. Tenho certeza que quando procuramos mudar e melhorar, tudo muda a nossa volta, temos a necessidade de culpar os outros, mas nunca olhamos de fato nossas atitudes de forma sensata. Desconfio de excesso de vitimização, por trás de uma “pobre vítima” tem um ditador intratável e melindroso.

  56. Julia

    Gostei do post.
    Sempre tive um ótimo relacionamento com a minha sogra, apesar de nunca gostar de algumas atitudes que ela toma, mas as atitudes é dela e as consequências serão dela também.
    Porem, minha vida ficou conturbada depois que meu nenê nasceu, peguei uma implicância dela, e das coisas que ela faz com o meu pequeno, ela me passa que ela acha que é a dona da situação, não larga o menino, é um amor sufocante que ela tem pela criança, além de estar em cima quando estou lidando com o menino. Meu marido acha um absurdo e já brigamos feio várias vezes por isso, acha que eu sou doente, mas também não conversa com a mãe dele a respeito das coisas me eu não gosto, porque eu acredito que cada um tem que se virar com a sua mãe, mas ele não vê maldade nas coisas que a mãe dele faz, de uma certa forma não é maldade, mas é um jeito que eu não gosto.
    Queria saber se quando o bebe nasceu, é normal pegar implicância com alguém e se isso passa….
    Estou meio intrigada, e não sei o que fazer.

    • magnolia

      idiotas so falam das sogras que tem filho homem pois as sem noçao gotam mesmo e que so as maes delas mande e desmande na casa delas as sogras que se aguentem pois as noras so querem as maes delas perto dentro da casa delas a outra parte tem que ser assim ate pra visitar netos tem que avisar infeliz e quem tem so filho homem e morrer no deserto…..

      • paula

        Magnolia sogras são um verdadeiro inferno. Querem mandar em tudo mas nao mandam em nada e nunca vao mandar. Umas inuteis, claro que tem excessoes, mas sao raridades. Vc deve ser sogra ne querida, pra estar defendendo assim ne bem. Entao conforme se em ficar em ultimo lugar pq a mãe de mulher eh diferente mesmo, os netinhos sao das vovozinhas maternas sempre meu bem. Beijos querida

    • magnolia

      acho que as noras deveriam se imaginar um dia sendo sogra principalmente quando e de filho hpmem

  57. Neiry

    Nossa! obrigada ajudou-me bastante.Minha Nora tem ciúmes demais.Faço tdo que posso para agrada-la más nada adianta.Tdo é motivo de reclamar e criar imaginação contra o que faço ou falo.Ta muito difícil.Peço a Deus que ela enxergue em mim uma pessoa de benção na vida dela.

    • fabi

      tive muitos problemas com minha sogra…mas consegui ser firme e ao mesmo tempo ser gentil… como?
      Bom…vou começar falando um pouco de antes de ter meu filho…
      Nos davamos muito bem pois morava em outro estado com meu marido..mas ai fiquei gravida e voltamos a morar na cidade. Ate nosso apartamento ficar pronto moramos qze dois meses na casa dela… foi ai q vi q eu ia ter problemas…
      como todo casal tivemos discussoes…e ela sempre entrando no meio..se metendo… mesmo meu marido estando errado por diversas vezes ela sempre ficava ao lado dele (nao qria q ela ficasse do meu…mas nao se metesse). Eu saia..ela ligava o dia todo…como um “marido” foi ai q minhas amigas q viam o jeito dela começaram a me alertar. Pensa numa pessoa q ajuda muito..ate demais…e meu marido é aquele famoso “mimadao”. Ah…é meu filho é o primeiro neto.
      Bom…quando tive meu filho…eu ja estava morando no meu apartamento..no hospital mesmo ela foi os dias q fiquei…ia cedo…eu tinha direito de uma compania..al do meu marido..e ela sempre queria… quando fui pra casa.cada dia ela ia com parentes diferentes. Minha mae q mora em outro estado..ficou em casa 15 dias no nascimento do bebe..ela só cuidou da casa e de comida.. eu cuidei do meu filho o tempo todo..pois foi assim q pedi a ela. O tempo passando e a sogra “sem limites” de visita. um dia ela olhou pra mim e disse q eu era a mais privilegiada pois ficava mais com o bebe (perai..é meu filho)..
      Um dia fui dormir na casa dela..meu filho tinhas dias..ela queria q o bebe dormisse no quarto dela..nao dexei…mas qdo ele acordou as 4hr da manha pra mamar ela bateu na porta do quarto pra pega-lo. Levou ele pro quarto dela..(as 4 da manha gente).
      Ela é essas pessoas carentonas (apesar de morar com marido e filha) diz q tem depressao..
      moramos na cidade ao lado..mas nao importa a distancia..ela quer vir de dois em dois dias em casa…Eu tava pirando…ate eu começar a nao atender o telefone…nao responder..
      nesse meio tempo…meu filho teve muitas crises de bronquite..ficou internado por varias vezes… uma das vezes eu com a cabeça a mil…sem dormir com o bebe internado la no hospital e ela qria q eu fosse embora pra casa e ela ficasse la…eu disse q nao..
      ela falou “tambem tenho direito de ficar aqui..o neto é meu” . Imagina…vc mal e ainda tem q lidar com isso.
      Ai eu comecei a por minhas regras…”limites de visitas” uma vez na semana em casa..e um dia dxo ele a tarde toda na casa dela…
      Ela ama demais meu filho…qdo ele ta com ela fico tranquilissima..nos damos bem melhor..apesar de ela ainda tentar vir de dois em dois dias em casa ela se logo se toca sozinha. Ja tive muitas brigas com meu marido por causa disso..pois a frase dele era “minha mae tem saudade e é primeiro neto”.
      Qdo estamos na casa dela,ela ainda da umas de nao dxa ele da os bracinhos qdo me ve qdo ta no colo dela…meu bebe ta na fase de chamar mae..e qdo ele fala pra ela ele responde “oi”..mas ja descuti falando q é pra corrigir falando q é a vovó..conversando e nao guardando fica maus facil. Por sorte nao moro tao perto… mas hj to sabendo adiministrar bem mais…dxando ele mais com ela. Ela liga todos os dias dizendo q ta com muita saudade..mas falar de vir aqui é só uma vez na semana e no fds eu dxo uma tarde de sabado ele com ela….fico la..fazemos almoço..assistimos…prq ela é a vó da minha vidinha e uma boa pessoa fora ser “grudenta”.

  58. Renata Balduino

    BOA TARDE

    GOSTARIA DE SABER QUE EU QUERO APRENDER E EVITE CONFUSAO COM OS MEUS SOGROS!

    OBRIGADA!

    RENATA

    • fabi

      pra mim Renata…vc tem que primeiro aceitar q a partir do momento q vc casa e principalmente q vc tem filho… vc queira ou nao tem q conviver ou aturar..rsrs… a pessoa passa a fazer parte da sua vida..da do seu filho..
      Mas vc tem q ser firme nas “suas regras”…a casa é sua..o filho é seu…tentar conviver da melhor forma possivel…mas em pouco tempo entende. Evitar passar muito tempo… até com a nossa familia é dificil imagina com a do seu marido. Coloque limite nas coisas…como nao dxa ninguem se meter no relacionamento…como educar seu filho…como visita na sua casa…
      Eu ja cheguei ao ponto de colocar a culpa em td na minha sogra…brigas com meu marido..meu extress…minha vontade de separar…
      E se ela for grudenta igual a minha… eu comecei com nao atendendo o telefone e qdo ela perguntava no outro dia ..eu falava q qria curtir meu filho sozinha… ela começou a se tocar ai.
      Depois q eu comecei a me “impor” na minha vida…o relacionamento melhorou muito.

  59. juliana silva

    Adorei! É tudo que eu queria que meu marido e sogra entendessem. As pessoas acham que minha sogra não me deve respeito. Que eu devo fazer vista grossa para as peripécias dela, pelo fato de ela ser mãe do meu marido. Acho que o respeito mútuo facilita muito mais a vida e a convivência.

  60. Grazi

    Hahaha!! Mto bom, tudo muda com a chegada de netos mesmo.. Pena que algumas sogras/ou noras, não estão abertas a conversas..

  61. Ana Finch

    O sentimento de competição parte em 99% das sogras, infelizmente na maioria dos casos são elas é quem começam com as picuínhas… tenho um casal de filhos e participo de grupos que dão dicas para nos ajudar nas criação e vejo muitas amigas, mães de meninos, já fazendo piadas sobre o futuro relacionamento com as sogras, dizendo que não vão facilitar porque “eles são da mamãe”… nunca li isso de mães de meninas… como mãe de menino e nora de uma sogra infernal, não só comigo mas com a outra nora e com os genros também, eu não vejo a menor graça nisso, simplemente me recuso a ser desse jeito… peço a Deus que meu filho tenha uma ótima esposa, que eu o deixe em boas mãos e que saiba lidar com o distanciamento natural de sua fase de adulto, casado, com filhos… a gente cria os filhos pra serem independentes, nada pior do que um adulto que não dá um passo sozinho… amo muito meus pequenos pra ficar criando confusão na vida deles, mesmo porque, eles sempre serão meus filhos e depois de criá-los, só quero receber carinho, tanto deles como dos netos… não tenho interesse em criar mais crianças, ainda mais depois de velha kkkkkk… quero só aproveitar tudo de bom que fiz pelo meu casal lindo…quero apenas brincar com meus netos e visitar meus filhos sempre que eu também estiver disponível, porque pretendo curtir e viajar muito com meu marido…

    • Ana Finch

      já fazendo piadas sobre o futuro relacionamento com “noras” é o correto… perdão pelo erro de digitação…

  62. Rilê

    Tive até poucos, uma sogra maravilhosa. Uma pessoa simples nasceu e viveu até seus ultimos dias no interior. Mas era uma pessoa de um espirito nobre e um conhecimento nato de como receber às pessoas em sua casa. Ela mantinha um bercinho pra receber cada neto q ia nascendo e com os pais passar as férias na casa dos vovôs. Além disso, eu adorava ouvir sua historia de vida, passavámos horas conersando, era muito bom. Tinha um amor enorme por seus netos e em momento algum nunca a ouvir falar nada q me desagradasse como mãe. O que ela fazia ers aproveitar

  63. Gil

    Bom dia, gente.

    Esse assunto é super delicado.
    Ontem até estava comentando com minha mãe sobre isso. Ela lembrando o carinho que eu falava da minha sogra, como nos dávamos bem (até dizermos que íamos casar), até dizia que era um presente e mais uma mãe. Esse foi meu erro, esperar que ela me recebesse como filha. Foi aí que deixei o espaço pra ela me ferir e insultar como fez e faz nesses 5 anos de casada.
    Minha família é mais pacata, prefere não se meter (até porque quando alguém se estoura é pior). Fora que todo mundo já cansou das picuinhas dela.
    Morávamos num apartamento pequeno e quando souberam que eu estava tentando engravidar, meu sogro nos ofereceu um apartamento para nós morarmos (falou até que pra receber tanto eles quanto minha mãe de forma confortável). Pois bem, ela aparece quando bem entende, dá uma geral pra ver se está tudo em ordem, reclamava que não tinha isso ou aquilo que ela comia, esse tipo de atitude minha cunhada também tinha. Se mudo um móvel de lugar ela questiona… etc etc. Entretanto,depois que minha filha nasceu as coisas pioraram. Muita coisa eu até tentei relevar, mas ela começou a atingir minhas mães também (sou orfã e duas primas de minha mãe me criaram desde 1 ano ). Já ouvi ela dizendo , diz ela de brincadeira, que tinha mais direito com a neta. Já ouvi ela apresentando pra uma irmã dela a minha mãe como sendo tia da minha filha (corrigi na hora e disse que não, ela era AVÓ, assim como ela é) e ela se desculpou, disse que esqueceu (como alguém esquece quem é a mãe da sua nora, que conhece há nove anos?). Entre ficar dizendo que o apartamento e dela, o quarto que disponibilizamos pra visitas é dela (mainha nunca mais quis vir pra dormir, pois já cansou de ouvir isso. Às vezes preciso de ajuda dela, mainha vai e volta pra casa todo dia – morando numa cidade vizinha e dependendo de onibus pra vir – com mais de 70 anos). Cansei. Um dia até exame de dna ela pediu pra meu esposo fazer, pois era impossível minha filha ter o fator sanguineo O, enquanto eu e ele somos A e ela já tinha confrmado com uma amiga. Enviei uma mensagem pra um grupo da familia enviando uma tabela de combinações de tipos sanguineos e dizendo que se eu e ele somos heterozigotos (temos genes O, e ambos temos, pois ela mesma tem o mesmo tipo da minha filha) é possível sim. E que ela enviasse a amiga dela pra se informar, pois era uma afirmação muito delicada a se fazer.
    Caramba, mudei de profissão pra poder ser mãe Sempre foi o sonho da minha vida. Tive dificuldade de engravidar. Digo, inclusive, que minha filha é um presente de Deus pois depois de ajoelhar e pedir em oração em uma missa que os problemas que eu tinha fossem embora e me permitissem engravidar, estava grávida em 15 dias (mas só descobri depois do segundo mês, pois não acreditava). Ela reclama que dou comida refogada pra minha filha, pois acostumo mal, qu deveria dar papinha, pois facilita pra quem um dia precisar ficar com ela. Reclamam, desde que nasceu por que amamento. Hoje minha filha está com 1 ano e meio e mama. Nunca adoeceu. Mas às vezes parece que incomoda qualquer vínculo com minha filha. Meu marido é super participativo nos cuidados e criação de minha filha. Combinamos tudo. E pra ela sempre eu coloco o filho contra ela. Me perdoem, mas ela não consegue ver que o filho cresceu e tem as opiniões dele. Tem hora que ele diz não e é não e pronto. Quando vivia com eles, meu marido era calado, tinha medo de falar qualquer coisa contrária, hoje é um homem dono de casa e tem opinião.

    Eu sou de acordo que se uma relação não está legal ambas as partes tem seu 50% de participação pra chegar onde chegou. Eu, deveria ter colocado limites desde o início e ela veria que precisava me respeitar. Mas aguentei muita coisa calada e isso não foi bom. Ela, não tenho esperanças que mude, pois um dos grandes problemas é não assumir nada que diz, é mudar o enredo das coisas como realmente são, é não admitir que errou, que erra e que vai continuar errando. Quando a gente se fecha a assumir um erro, a gente se fecha a qualquer mudança e sempre vai se colocar em situação de vítima. COmo não posso mudar os outros, posso mudar minha forma de encarar as coisas ou como lidar com algumas situações. Comecei uma terapia, meu marido também e estamos cuidando da relação da gente pois ela importunou tanto que quase nos separamos quando minha filha nasceu. Hoje, decidimos que nos amamos muito, e mais ainda a nossa filha, para balançar a nossa relação por qualquer motivo.
    Amo minha sogra, admito isso, inclusive a ela. Por isso que me machuca tanto muitas atitudes que ela toma. Mas, decidi que tenho uma filha e família pra cuidar… é muito tempo ocupada pra cuidar das coisas mais importantes em minha vida. Não quero mais gastar energia com essas coisas.

    São histórias pra mais de livros. Passaria o dia relatando tudo.

  64. renata

    tbm adorei , mas no meu caso, a pessoa mais importante, não é o neto, e sim continua sendo o filho… kkkkkkkkkk
    Será q existe outra sogra assim?!?
    A minha é tudo o filho.

  65. Ilma mello

    Minha nossa você está de parabéns…
    Minha sogra é muito boa uma super mãe tanto p meu esposo quanto p mim mas suas divergências se encaixam perfeitamente para ela…mandei o texto para meu esposo e perguntei se ele acha que estou agindo errado com ela e onde a final se preciso for estou disposta a mudar…

  66. Raquel

    Olá ! Adorei o post !! E gostaria de expor meu caso , eu tenho uma bebe linda de 5 meses, eu sou louca por ela e admito que as vezes sou meia ciumenta, minha relação com minha sogra é até boa, mas depois que a bebe nasceu virou uma guerra fria …. o que mais me incomoda é que ela quer fazer algumas coisas pela bebê que obviamente quem tem q fazer sou eu ou o pai, por exemplo quer fazer a bebe dormir, eu nao vejo motivos para deixar ela fazer isso no meu lugar se eu estou presente, ela ja fez pelos filhos dela, agora é a minha vez, sinto que ela quer fazer o papel de mãe com a bebe e estabelecer um elo a todo custo, invés eu acho q td acontece naturalmente, quando ela vê a bebe faz mil cambalhotas , caretas e palhaçadas para a bebe rir para ela, é até legal, mas depois de um pouco a bebe se estressa porque é muito solicitada … mas eu nao posso dizer nada se nao ela se ofende( ela se ofende muito facilmente e por tudo) , me incomoda também o fato que todas essas coisas ela quer fazer na frente dos outros, porque desde quando a bebe nasceu ela nunca me ajudou em nada dentro de casa, nunca me lavou um prato e nem vinha perguntar se eu precisasse de algo ( e olha que moramos no mesmo predio) ela queria sim que eu levasse a bebe pra ela todos os dias e a deixasse ali e fosse fazer o serviço de casa, se como eu nao aceitei ela também nao vem me ajudar.
    Fico pensando se é exagero meu, ou se devo conceder mais espaço a ela e deixar que adormente a bebe, que de a papinha quando vamos na casa deles, mesmo quando eu poderia com muito prazer fazer isso….

    • Raquel

      Nao escrevi que minha sogra ja fica com a bebe durante algumas horas 2 vezes por semana quando vou trabalhar até o meu marido chegar em casa , e durante essas horas é claro ela faz a bebe dormir, vai passear …. por isso nao acho q tenha q fazer qd estou junto e posso fazer tb.

  67. maria

    engraçado observo nos comentários q só as sogras e q são as vilãs da história,Será? Sou sogra e sou extremamente hostilizada pela minha nora.Absolutamente tudo q faço não agrada nem está bom.egoista mesquinha e o q são estas mulheres q se dizem noras hoje em dia

    • Aline

      Acho que dá pra perceber o motivo da Sra. ser hostilizada!

    • Lara

      Adorei o texto, mas no meu caso o que nos atrapalha é que minha sogra está muito ausente da nossa vida, não nos visita e principalmente, faz grande diferença entre a minha filha e os outros netos que são filhos das filhas dela! Isso para mim é super estranho, pois sempre nos demos muitíssimo bem, mas essa frase do texto que diz que a sogra e nora nascem quando nascem os netos, para mim é perfeita!

  68. Aline

    Alguém pode enviar isso pra minha sogra??? Deixo o e-Mail dela com que???

  69. lina

    O texto se enquadra para as mães de filhas também, muito bom.Parabéns.

  70. Loren

    O que fazer quando a sogra não faz muita questão de estar presente na vida do neto?

    • Priscila

      Loren tb quero saber ?!

  71. Pathy

    Parabéns, post muito bom,amei as dicas!!! bjs

  72. Aline

    Adorei o Post e sinceramente tudo isso é muito claro na minha mente, mas na da sogra não. Ela parece que adora ser inconveniente, exemplo: oferecer refrigerante a uma criança de 6 meses.
    Até um asno sabe que isso é errado e a sogra por ter sido mãe sabe mais ainda…. mas é só para ver o circo pegar fogo!
    Aqui nao ligam e nao visitam os netos, se não vamos lá as crianças mal os conheceriam.
    É uma relação estranhíssima pois não sou acostumada com isso e percebo que meu marido tem vergonha da propria família.

  73. josiete

    Dicas importantes para relação de todos. Eu procuro cumprir essas dicas para manter um com relacionamento com minhas notas.

  74. Priscila

    O duro pra mim é ter feito várias destas coisas e a minha sogra se recusa a ficar com minha filha e não me respeita como a mulher do filho dela. A ex sempre está mais presente e mais em contato com ela, tipo super amigas.

  75. Ines

    Estes dados são mesmo muito importantes.
    Com certeza isso vai mudar muitos relacionamentos tempestuosos

    Obrigado

  76. Wanda Helena da Silva

    Amei as dicas, ficarei atenta se estou fora de alguma, caso esteja , vou procurar alinhar e ter uma relação sempre saudável.

  77. Maria

    Eu (SV) invoco os 3 Santos Anjos, Arcanjo São Miguel,Arcanjo São Gabriel e Arcanjo São Rafael, para pedir, implorar, uma reconciliação com minha SOGRA (IV), coloco meu coração cheio de amor diante de vossas sagradas assistências suplicando que se dirijam ao coração de minha SOGRA agora, tocando-o com ternura, fazendo desaparecer dele qualquer medo, lembranças ruins, orgulho ou duvida sobre os problemas passados, sobre tudo o que de ruim aconteceu até mesmo por minha culpa. Suplico sagrados Anjos que ela, perceba o amor e valor desse sentimento que existe entre nós, que minha SOGRA queira falar comigo agora, reconhecendo que o amor entre nós é mais importante que tudo e todos. Suplico Santos Anjos que dignifiquem nosso amor para todo o sempre, nos unindo, e afastando de nós todas as energias negativas, todos os pensamentos ruins, todas as forças maléficas, todas as desavenças, todas as pessoas más, afastando de vez e para sempre qualquer coisa ou pessoa que esteja entre nós apenas para causar mal entendidos, que esteja entre nós com inveja e querendo nos afastar, afaste de nós os desentendimentos, as dúvidas e a falta de amor. Que entre nós só haja amor, carinho, compreensão, companheirismo, respeito, amizade como SEMPRE HOUVE. Suplico Santos Anjos que coloquem o meu Anjo da Guarda e o Anjo da Guarda de minha SOGRA em contato neste exato instante, para que ambos unam os poderes que os detém, a fim de nos abençoar e abençoar sempre nossa união familiar. Que assim seja. Façam minha SOGRA ficar muito arrependida pela maneira como esta me tratando, e queira falar comigo, agora, ainda hoje. E onde quer que esteja, minha SOGRA, neste exato instante tu perderás a concentração e teu pensamento se voltará para mim, sua NORA.
    Agora mesmo minha SOGRA está com vontade de falar comigo
    Agora mesmo estás a pensar em mim sua NORA. Tu não poderás resistir e a partir de agora terás um arrependimento profundo e verdadeiro, e que nosso relacionamento familiar é a coisa mais importante para você , e que não consegues ficar sem a sua família, Peço ainda, que declare o seu sentimento o seu arrependimento pela maneira como esta me tratando. Neste exato momento tu minha SOGRA vais pensar em mim sua NORA e vai querer voltar ao nosso convívio de amor e carinho, vai querer sentir novamente tudo de maravilhoso que sempre vivemos juntas e vai sentir muita saudade do nosso relacionamento de mãe e filha, que sempre tivemos, e terás a certeza de que sou a pessoa mais importante para você, Santos Anjos, Arcanjo Miguel, Arcanjo Gabriel e Arcanjo Rafael suplico: expulsem de perto do MINHA SOGRA toda má influência, expulsem de vez e para sempre qualquer outra pessoa, qualquer outra coisa que esteja causando esse desentendimento da nossa vida, dos nossos caminhos. Santos Anjos que anunciem a minha SOGRA agora, o amor e o carinho que sempre deve haver em nossa família tão pequena, e soprem em seus ouvidos as palavras amor, carinho, e façam você minha SOGRA lembrar de mim sua NORA. Usem o bálsamo curador para curar qualquer descrença que tenha se instalado no seu coração Assim seja, Assim Será, Assim já é. Quando esta mensagem for publicada, em dois minutos tu minha SOGRA terás um desejo irresistível de falar comigo sua NORA, e acabar de vez com essas desavenças e falta de respeito. Que possamos viver como uma família alegre, feliz e com muito amor. ASSIM EU QUERO E ASSIM SERÁ! AMÉM

  78. Graça Mangolim

    Adorei,tenho que compartilhar não tenho que reclamar da minha nora, ela é muito franca se não gosta ela me fala,procuro fazer o mesmo, parabéns, excelente texto.

  79. Rodrigo

    Pessoal bom dia.

    Por favor preciso de conselhos..ajuda..qualquer coisa
    Estou morando com a minha esposa no mesmo quintal que a minha mae ( ela que deu de presente )

    Minha mae adora agradar..fazer de tudo..as vezes até quer dar palpites..e as vezes minha esposa nao gosta…mas ate ai tudo bem.

    O problema é que mesmo morando a poucos metros uma da outra…minha esposa nem sequer fala com a minha mae direito….se ficar 1 semana em casa…ela nem sai para falar com ela…nem nada…

    E o pior..as vezes quando sai para trabalhar ou quando chega…e minha mae esta no quintal..as vezes minha esposa passa por ela direto…nem um bom dia nem nada….

    Hoje por exemplo aconteceu isso..minha mae estava lavando o quintal…minha esposa saiu de casa…passou por ela..como se fosse um fantasma….ela só disse tchau porque eu estava saindo junto..e me despedi…senao ela nao ia dizer nada.

    Obvio que vi que minha mae nao gostou…ai ela veio me dizer ” ta vendo..nem um bom dia..ela me da…passa na minha frente e me ignora ”

    Se eu falar isso com a minha esposa…certamente vai dar briga…pois ela vai dizer que é drama da minha mae…

    Minha esposa realmente tem certas coisas que ela nao faz..é uma pessoa um pouco fechada…mas eu reparo que com a irma dela…com a avó…ou outras pessoas…ela cumprimenta…entao nao sei se ela tem algo contra a minha mae…

    O que faço pessoal ? Pelo amor de deus…se continuar assim vai ficar impossivel conviver com as 2 no mesmo terreno

    • Maria

      Olá!
      Em primeiro lugar, quero elogiar o artigo sobre noras e sogras, adorei!
      Em segundo lugar quero dizer que venho aqui comentar na qualidade de sogra que hoje sou, porque também fui nora, infelizmente a minha sogra já faleceu, todas nós se somos noras um dia seremos sogras, acreditem!
      Sempre me dei bem com a minha nora,como sou mãe de dois rapazes, nunca a vi como uma adversária, mas sim como uma nova filha que tinha, uma amiga e sempre a elogiei para os familiares e amigos….; Casaram e sempre respeitei a intimidade do casal, só frequentava a casa deles, quando era convidada, até porque sempre foi essa educação que a minha mãe me deu, nunca me meti nas suas escolhas, nunca dei sequer opiniões, sobre arrumações, ou sobre qualquer motivo que se referi-se á vida do casal, sei bem qual o meu lugar até porque ninguém substitui ninguém, eu sou a mãe, ela é a esposa, eu criei, eduquei, e amo incondicionalmente os meus filhos, cada uma tem o seu lugar, sem substituição possível!…. A minha neta nasceu no dia 19 de Agosto de 2012, foi uma grande alegria, acompanhei-a há maternidade juntamente com os pais dela e o meu filho, só sai de lá quando a minha neta nasceu. Quando chegou da maternidade os pais dela, ficaram uma semana a cuidar dela, eu que moro a 50 metros da casa deles, só lá ia depois de telefonar a pedir a visita, por motivos de personalidade nunca me achei do direito de mexer fosse no que fosse em casa do meu filho e da minha nora, os pais dela não gostavam da minha presença apercebi-me logo e então começou o meu fado; o meu filho quando lhe telefonava se podia visitá-los, começou com comentários do género ” oh mãe a minha filha não é nenhum boneco, de brincar”, quanto á minha nora depois de regressar da maternidade, vi logo nos olhos dela o descontentamento que a minha presença lhe fazia, fingi ignorar, até que sempre que eu e o meu marido pediamos para visitar a minha neta, pois deixaram de aceitar os nossos convites para almoçar ou jantar connosco, o descontentamento passou a ter sons primeiro a pôr-nos na rua mal chegávamos, atenção que o máximo de tempo que estive com a minha neta nessas visitas, foi de 30 minutos, a maior parte foram de 5 a 10 minutos; as quais sempre devidamente autorizadas por prévio telefonema que fazíamos…. , isto foi andando assim porque tentei ignorar a malcriação, até que um dia numa dessas visitas, previamente marcadas, ia a entrar em casa deles e quem foi abrir a porta foi o meu filho, primeiro entrou o meu marido, e logo de seguida eu, a minha nora saí da cozinha aos berros, e pôs-nos literalmente na rua aos berros, o meu marido ainda tentou conversar com ela e dizer-lhe que estava a ser irracional, que tinhamos que resolver a situação, o meu filho também interviu, eu nem consegui abrir a boca, quando ela se vira para o meu filho e lhe diz ou ela e a filha ou os pais dele; é claro que saímos e nunca mais lá voltamos, até hoje, todas as conversas que tenho tido através do telefone com o meu filho, são em vão, temos lhe pedido que de vez enquando, nem que seja uma vez por mês por uns minutos nos deixe ver a nossa neta, nem que seja no meio da rua, já os encontra-mos no supermercado com a minha neta, quando nos íamos aproximar ela agarra na menina e não nos deixou nem olhar para ela, o meu filho ficou pavído e sereno, diz que temos de falar com a mulher, dele o meu filho deixou de visitar-nos e até de nos telefonar, eu é que tento sempre manter contacto com ele telefonicamente, limitando-me a perguntar se está tudo bem com ele, e com a minha neta, nada mais pergunto até porque sei que se me lastimo mais contribuo para o afastamento do meu filho, porque a minha neta, nem ao longe a minha nora a deixa ver, a minha neta vai fazer 3 anos nunca fui convidada para o seu aniversário e até no seu baptismo eu e toda a familia da parte do pai foí excluída, desde pais irmão, primos, tios e até amigos do meu filho, porque têm tentado chamá.los á razão, esta é a minha história não gosto de me apelidar de sogra, até porque não sou, nem nunca reivindiquei esse lugar, sou mãe e avó, que se viu privada da convivência com o seu filho e a sua neta, pela sua nora; já perdi 3 anos de vida da minha neta, que ninguém mos pode restituir, e em Outubro deste ano vou ter outra netinha, nunca recorri á justiça porque pensei não haver razão para tal e que as coisas se resolviam com o tempo, até porque não há motivos para o que ela nos está a fazer, mas já perdi essa esperança, e sim agora vou recorrer há justiça para que seja um Juíz a dizer os dias a que tenho direito a conviver com as minhas netas, só estou á espera do nascimento da minha outra netinha, para não haver problemas.
      É triste ver como as pessoas gostam tanto de complicar a vida, enfim sei que um dia vão aprender, afinal, como se costuma dizer filho és pai serás!

  80. Vanessa

    Nossa! Achei esse post na hora certa. Mas acho que iria parecer guerra declarada se eu o compartilhasse agora.
    Meu filho vai fazer 6 anos, está com problemas na escola e eu tendo dificuldades para lhe impõe limites. Aí ele vai pra casa da sogra pra burlar todas as regras e ela acha isso certo justificando que isso é ser avó.
    Complicado