Querida filha, você é tão bonita!

De Mãe para Mãe - Somos todas iguais28/02/18 By: Ana Lú Gerodetti
(1) Comentários

Olá, meninas!

Tudo bem?

As pessoas sempre buscam alcançar padrões estéticos (mesmo que impossíveis!) e se criticam duramente quando não consegue alcançá-los.

Por isso, hoje trouxemos um texto que super vale a reflexão de uma mãe falando – ou apenas relembrando – para a sua filha do quão bonita ela é, com as suas próprias peculiaridades.

Texto emocionante e cheio de amor! Aposto que muitas de vocês se identificarão com esse sentimento.

Confiram!

________________________________________________________________________________

 

 

Na maioria das vezes, quando isso acontece, sou totalmente pega de surpresa!

É no jeito inocente que você acorda pela manhã, seu cabelo está todo emaranhado, porque você dorme exatamente como eu durmo – toda embrulhada no cobertor – e seus pés estendidos para fora dos seus lençóis favoritos de Frozen.

É no jeito que você me olha, sem nenhum vestígio de maquiagem, que eu sei que você irá implorar para usar algum dia, e o meu coração se quebrar em pedaços por você não se enxergar como eu te enxergo.

É quando eu estou vidrada vendo você atravessar o quintal, rindo com a sua irmã; seus corpos tão puros e alegres em movimento, sem nenhum vestígio daquela auto consciência que irá prejudicá-la pelo resto da sua vida.

Eu sou atingida em cheio quando vejo você: uma jovem que vem substituindo um bebê que um dia me surpreendeu com a sua aparição, o bebê que se encaixava perfeitamente nos meus braços (isso nunca deixa de tirar o meu fôlego!).

Porque são nesses momentos – os momentos que você nunca verá, a realização que você pode nunca ter, mas eu consigo ver e sempre conseguirei – querida filha, que você é tão, tão bonita!

Eu fico imaginando quando será que você começará a ficar parecida com os outros. Quando você irá colocar e tirar todas as suas roupas, passando horas na frente do espelho que nunca refletirá o que eu vejo em você.

Eu fico imaginando como será quando você franzir a testa para alguma coisa pela primeira vez, quando você irá se tornar a sua maior crítica, quando você irá revirar os seus olhos com desdém por eu protestar que você está, sim, linda de morrer.

Porque eu realmente acredito nisso, querida filha, acredito muito.

Você poderá mandar apertar ou encurtar roupas, fazer milhões de exercícios e dietas, poderá até usar um monte de glitter (os jovens ainda usam glitter? Me desculpem se a minha idade estiver sendo revelada aqui rs!), mas, querida filha, você sempre será uma luz incrivelmente linda para os meus olhos.

Para mim, você sempre trará admiração e mais admiração, do mesmo jeito que senti isso na sala de parto, quando eles te trouxerem e a colocaram sobre o meu peito, e eu engasguei… Porque era você. Você, que de alguma forma eu reconheci no mesmo instante, como se fossemos velhas amigas que simplesmente haviam se separado e estavam reunidas novamente, colocando toda a vida em dia, ao invés de ser um encontro de mãe e filha pela primeira vez.

A verdade é que às vezes eu só fico te olhando. Sim, eu sei que talvez isso possa soar um pouco estranho, mas eu não irei me desculpar, porque eu sou uma mãe e isso me faz uma maluca, pois seria impossível viver com o seu coração machucado por estar em um mundo onde basicamente todo mundo joga bombas de ódio e tristeza para todos os lados e isso te faz perder a cabeça um pouquinho.

Eu fico te olhando porque eu nunca parei de sentir aquela ansiedade, aquela respiração aguda de quando eu te carregava nos meus braços; meu coração inchado e batendo forte até eu sentir que ele não cabe mais dentro do meu peito e nos engoliu inteiras.

Eu fico te olhando porque tudo em você, desde aquela mancha na sua perna até o jeito como coloca os cabelos atrás da orelha, passando pela forma como você faz quando está pintando um desenho, me lembra de mim mesma.

Às vezes, a intensidade do quanto eu te amo me surpreende, como se eu tivesse que me controlar, voltar às sombras e me lembrar de ficar tranquila para não te assustar sendo uma mãe extremamente emocional e sensível. Eu chorei na sua graduação do jardim de infância e fiquei envergonhada com isso, sabendo que eu tinha 18 anos completos e mais 3 crianças que passarão por isso. Foi e será difícil!

Mas eu quero engarrafar a beleza que vejo em você, na sua maneira descuidada de pular e correr e brincar com os seus irmãos, em cada respiração que você me tira quando está dormindo, em cada abraço que você me dá sem nem pensar por um segundo antes disso. Eu quero colocar em um potinho a sua beleza deslumbrante, como se fosse um pouco de areia, para poder te entregar quando você atingir essa idade que sei que está chegando; aquela idade em que você começa a viver não só por si mesma e pela pura alegria de ser você, mas também pelas comparações que fará com os outros – com outras mulheres, aos olhos dos meninos, contra os seus próprios padrões super críticos.

Eu gostaria de construir o maior espelho do mundo, aquele que poderia maficamente te mostrar o que eu vejo e gesticular de forma incessante para que você olhasse e visse o que eu vejo em você.

Para que você visse a força, a sensibilidade, a inteligência, a gentileza, todas as peculiaridades, os traços, os defeitos… Tudo junto, como em uma grande tapeçaria mágica.

Porque, querida filha, você é tão bonita! Mesmo sabendo que algum dia você não irá acreditar nisso, você é tão bonita!

FONTE: Scary Mommy

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Querida filha, você é tão bonita!
  1. JOSE MARIA VASALLO GRANDE

    É BONITA. MINHA NETA É LINDA COM EXPRESSÕES QUE NÃO ENTENDO DE ONDE VEEM. COI DE LOCO. SOU APAIXONAO POR ELA MAIS QUE A MINHA VEIA. ELA ´´E PARTE DE MIM

X Leia também: