Programas divertidos no Rio de Janeiro – por Rio Kids

Diversão - Programação - Programação Rio de Janeiro17/03/17 By: Ana Lú Gerodetti
(0) Comentários

Oi, queridas!

Tudo bem?

Muitas vezes, acabamos passando o final de semana inteiro em casa por “não saber o que fazer”. Sabemos que acontecem muitos passeios divertidos no Rio de Janeiro, mas não é sempre que ficamos sabendo o dia exato de cada coisa.

Felizmente, o Rio Kids seleciona os programas mais divertidos da cidade maravilhosa, assim, vocês podem organizar a programação de vocês e dos pequenos.

Confiram!


 

Show do Bita

Com o lançamento do quarto DVD do Mundo Bita – Bita e o Corpo Humano –, em outubro de 2016, o Show do Bita passa por uma atualização, com novas músicas, diálogos e personagens. O espetáculo continua com a cantora Flora, que conquistou o carisma da plateia e ganha cada dia mais fãs pelo Brasil, mas agora o show passa a contar com 14 músicas selecionadas dos quatro DVDs:  Bita e os Animais, Bita e as Brincadeiras, Bita e o Nosso Dia e Bita e o Corpo Humano.

 

Com o novo Show do Bita, o tempo de apresentação também aumentou. Antes com 50 minutos de duração, agora o show passa a ter uma hora aproximadamente.

 

Em cartaz no Teatro Bradesco, Village Mall, domingo, 19 de março, às 15h

 

*Sessão Extra: às 18h*

Programas divertidos no Rio de Janeiro - por Rio Kids

 

O menino das Marchinhas

O musical infantil O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças volta ao cartaz  para uma curta temporada festiva, quando celebra as 10 indicações ao Prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças 2016. O espetáculo, que será encenado no Anfiteatro do Morro da Urca em temporada até 9 de abril, faz parte do projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’, criado pela produtora Entre Entretenimento com o objetivo de levar para os palcos nomes importantes da cultura brasileira em montagens que mesclam biografia e canções do artista escolhido. “Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças”, em cartaz no Teatro Dulcina até abril, também faz parte do projeto. O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças é apresentado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Cultura, e pela Cia. Caminho Aéreo Pão de Açúcar e tem patrocínio da Atlântida Administradora de Imóveis.

Grandes sucessos como “Balancê”, “Cantores do Rádio”, “Pirulito que bate bate”, “Carinhoso”, “Chiquita Bacana”, “Pirata da Perna de Pau”, “Tem Gato na Tuba”, “Yes, nós temos bananas” transportam o público aos divertidos carnavais de rua da década de 20.

 

O resultado é um programa que agrada a toda a família. “Durante a temporada anterior, era comum vermos avós e netos numa sessão e aquela mesma avó em outra sessão sem os netos, mas com as amigas”, conta o diretor do espetáculo Diego Morais. “Nossa ideia é criar espetáculos com conteúdos atraentes para as famílias, para aproximar as gerações”, destaca Pedro Henrique Lopes, autor do texto e ator do musical.

 

A peça conta a história de Carlinhos, um garoto que ouvia música em todo lugar por onde passava. A avó dele, pianista clássica, sempre estimulava a musicalidade do menino, mas o pai era contra. Carlinhos se junta a alguns amigos de escola e começa a criar belas canções de Carnaval. Ao ouvir as músicas compostas pelo filho, Seu Jerônimo se enche de orgulho do menino que se tornou um grande músico. De forma engraçada e emocionante, O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças trata de temas como o valor da família, da amizade e das relações humanas, a perseverança na busca por um sonho, a criatividade e a cooperação artística entre as crianças.

 

Anfiteatro do Morro da Urca (acesso pelo Bondinho)

Avenida Pasteur 530 – Urca

Domingos, às 11h

Temporada: Até 9 de abril

 

A Bela e Fera

O clássico conto de fadas ganha uma adaptação especial com trilha sonora original, números musicais cantados ao vivo, coreografias e muito humor. O espetáculo é uma comédia musical sobre a apaixonante história que traz um dos maiores ensinamentos para crianças e adultos: a verdadeira beleza está dentro de nós. Incrível aventura mágica, onde um príncipe é enfeitiçado e transformado em um monstro, e só voltará ao normal, quando alguém se apaixonar por ele assim. Mas o que parecia ser impossível, enfim acontece.

 

A jovem e inteligente Bela consegue enxergar além das aparências e se encanta por ele ao descobrir seu talento com os livros. Um dos pontos altos do espetáculo são os objetos encantados do palácio onde Fera mora. Muito divertidos e bem atrapalhados, o castiçal, o espanador, o relógio, o bule e o tapete vão fazer de tudo para unir o casal e dar um fim a essa maldição.

 

Em cartaz no Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, sábados, domingos e feriados às 17h.

 

Temporada: Até 26 de março

 

Cidade das Artes

De forma inventiva o Centro Teatral e Etc e Tal adaptou para o teatro a história “O Macaco e a Velha”, conto folclórico brasileiro, de domínio público.  O espetáculo é encenado com a técnica da “Pantomima Literária”, que alia narração simultânea a ação em mímica. Marcio Moura dá vida a personagem que não está no título, mas que comete loucuras por um apetitoso cacho de bananas até que um Macaquinho esperto resolve comer todas as frutas de sua bananeira no quintal, furiosa Dona Velha decide dar uma lição no Macaco, aprontando juntamente com a Narradora interpretada por Melissa Teles Lôbo, um plano infalível.

 

Classificação – 5 anos

Cidade das Artes – Eletroacústica

Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca

Sábado e domingo, dias 18 e 19 de março, de 16h às 16h50min

 

“Tagarelando” estreia no  Centro Cultural Justiça Federal  

De 18 de março a 07 de maio, PORTÔ – Coletivo de Arte apresenta, no Centro Cultural Justiça Federal, o infantil “Tagarelando”, com sessões aos sábados e domingos, sempre às 16h. Com texto e direção de Wanderson Rosceno, a montagem faz uma reflexão sobre a amizade e a felicidade.

 

A encenação aposta no misto de linguagens – circo, contação de histórias, repente, cordel – aliada a uma concepção cênica com elementos cenográficos leves e versáteis, para contar a história dos Saltimbancos nordestinos Severino (Fábio Lacerda) e Catirina (Bárbara Abi-Rihan). Antigos amigos, agora rivais, a dupla encontra-se diante de um público que aguarda uma apresentação. Mas nada começa. Os dois se aproveitam do espaço e iniciam uma disputa através de um repente e de estripulias para ganhar o público. O impasse os leva a decidirem por fazer uma apresentação juntos.

 

Desta forma, contam e representam a história de uma cidade chamada Argeron onde Suez, o Deus do Vento que faz a Curva, está prestes a destruí-la, pois a Amizade e a Felicidade foram embora dali. Calif, o governante, envia seus dois filhos Kadan e Farunk para resgatá-las. Os dois irmãos, também rivais, vão em busca da salvação da cidade. Começam então uma viagem divertida e cheia de descobertas. Os dois se encontram diante do Guardião das esferas da Amizade e da Felicidade, porém terão que se unir para resgatá-las.

 

Sinopse

 

Os saltimbancos Justino e Catirina esquecem a rivalidade entre si e se unem para salvar a pequena cidade de Argeron, prestes a ser destruída por Suez, o Deus do vento que faz a curva. Para restabelecer a harmonia no povoado em conflito, a dupla precisa resgatar a Felicidade e a Amizade, duas esferas que estão em poder de um Guardião. A encenação aposta em uma linguagem mista – circo, contação de histórias, repente, cordel – aliada a uma concepção cênica com elementos cenográficos leves e versáteis.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: