Por que o baby ballet não é só divertido e sim muito educativo? – por Ballet Paula Castro

De Mãe para Mãe - Desenvolvimento - Dicas dos especialistas14/06/17 By: Ana Lú Gerodetti
(0) Comentários

 

Olá, moms!

Tudo bem?

Sempre recebemos muitas perguntas sobre ballet para crianças (vocês sabem qual é a idade adequada para matriculá-las nas aulas? Confiram aqui!), por isso pedimos à escola de Ballet Paula Castro para nos enviarem um texto respondendo as dúvidas das moms.

Quem nos acompanha aqui no blog sabe que somos fãs do trabalho deles, que estão completando 40 anos de muita dedicação! Nós somos muito fãs!

A escola tem uma turma chamada “baby ballet”, especializada em criança de 2 a 3,5 anos, e isso faz toda a diferença na vida dos pequenos!

As aulas são todas feitas com muita atenção e cuidado, fora que as crianças se divertem e muito! Além de tudo, o baby ballet é também muito educativo! O texto de hoje vai falar justamente da importância dessa dança na vida de nossos filhos.

Confiram!


 

Por que o baby ballet não é só divertido e sim muito educativo?

Por que o baby ballet não é só divertido e sim muito educativo? - por Ballet Paula Castro

 

Desde muito pequenas, as meninas têm referências de ballet em seu meio e fantasiam ser uma bailarina. Estimular essa imaginação pode trazer muitos benefícios para as crianças.

Na faixa etária de 02 a 04 anos, as crianças podem adquirir disciplina, leveza e graciosidade dançando. O ballet é capaz de manter o corpo e a mente em constante movimento. Enquanto o trabalho físico é executado, a criança tem a oportunidade de entrar em contato com a arte, com a música clássica, com histórias e figurinos relacionados aos contos de fadas.

Nas aulas, os passos de ballet são feitos com música clássica, mas muitas vezes, o ritmo que embala os movimentos são as cantigas de roda e as músicas infantis. Essa linguagem infantil conquista a atenção das pequenas. Os meninos também são bem-vindos, mas ainda são minoria, apesar de poderem aproveitar dos mesmos benefícios.

A dança favorece também o trabalho em grupo, a criatividade e a musicalidade. O principal objetivo é divertir e estimular a imaginação. Elas brincam, jogam e aprendem ao mesmo tempo. Nesta fase, a criança aprende a ser mais independente, a controlar as suas habilidades motoras e intelectuais, e a reconhecer as suas capacidades.

Dançar não só é divertido. É muito favorável ao bem-estar físico e emocional das crianças. A dança melhora a coordenação motora, ajuda a criança a ser mais disciplinada e esforçada. Os benefícios não param por ai. Dançar contribui para aumentar a autoestima e a concentração; ter noções de espaço e de localização; aumentar a flexibilidade e ter mais resistência corporal; corrigir e melhorar a postura; estimular o desenvolvimento intelectual; ajuda a expressão, a memória, a fazer amigos, melhora o equilíbrio e os reflexos.

Viu só como dançar faz bem? Traga as crianças para dançar com a gente!

 

Mariana Pires é professora no Ballet Paula Castro desde 2003. Bailarina e Atriz. Desde 1990 possui uma sólida formação em dança, com especialização em ballet clássico pelo Ballet Paula Castro e ENBC (Escola Nacional de Ballet de Cuba).

Conheça a modalidade baby ballet (de 02 a 04 anos) no site da Paula Castro clique aqui!

 


 

Texto produzido por Ballet Paula Castro – Há 40 anos educando pela dança.

Conheça o Ballet Paula Castro e surpreenda-se!

www.balletpaulacastro.com.br

Facebook: www.facebook.com/balletpaulacastro

Instagram: www.instagram.com/balletpaulacastro

Unidade Morumbi (11) 3758-0017 / 3758-0079 / [email protected]

Unidade Pompéia (11) 3871-0123  / [email protected]

Unidade Alto de Pinheiros (11) 3021-0240  / [email protected]

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também:

Separação dos pais: como os livros podem ajudar na adaptação das crianças

14/06/17Ver a matéria   >>