Dicas básicas de alimentação para manter uma gestação saudável e evitar o ganho de peso extra – Por Andrea Ierizzo

Alimentação - De Mãe para Mãe - Gravidez27/05/16 By: Renata Pires
(0) Comentários

 

Olá, moms!

Tudo bem?

Hoje nossa colunista de nutrição, a Andrea Ierizzo, nos fala um pouco sobre como se alimentar de forma saudável durante a gravidez. Recebemos muitos email solicitando esse tipo de dicas. Afinal, toda grávida deseja consumir o melhor para seu bebê e se manter saudável ao mesmo tempo.

Para quem está nessa fase, vale a leitura!

Espero que gostem!

Mil Bjss

 

______________________________________________________________________

 

Dicas básicas de alimentação para manter uma gestação saudável e evitar o ganho de peso extra

 

Alimentação na gravidez - Just Real Moms

 

Olá!

A gestação é um período onde existem diversas mudanças fisiológicas, metabólicas e até comportamentais da mulher. É um período maravilhoso, porém, de muita ansiedade e preocupações, que envolve desde o quarto do bebê até aquela calça que amamos e que já não serve mais.

Essa ansiedade muitas vezes faz com que os ataques a alimentos calóricos sejam mais frequentes e é aí que precisamos ficar mais atentas à nossa alimentação, já que o ditado “Agora você pode comer por dois” é um mito.

Para garantir o bom desenvolvimento do feto, bem como a saúde física e mental da gestante é essencial um aporte nutricional adequado. Ou seja, quanto mais saudável for a alimentação nesse período, mais adequado será o ganho de peso.

A gestação tem sido apontada como facilitador da obesidade na vida da mulher, tendo como referência o aumento do tecido adiposo nas gestantes. Ou seja, quanto maior e mais inadequado for o ganho de peso, maior a dificuldade de perder esses quilos extras após o parto.

Seguem dicas práticas para manter uma gestação saudável:

 

  1. Aumentar o consumo de água – Aqui, a dica é manter sempre uma moringa ou squeeze com você, seja no trabalho ou em casa. Se isso não funcionar e você continuar não bebendo de 1,5 a 2 litros durante o dia, coloque o celular para despertar a cada 1 hora para que você se lembre. Podemos também saborizar a água, colocando fatias de frutas como laranja e limão no recipiente.

 

  1. Aumentar o consumo de fibras – É muito comum as mulheres grávidas se queixarem de prisão de ventre. Portanto, inclua nas refeições muitas hortaliças e sementes como linhaça, chia, aveia e gergelim. Salpique as sementes por cima das saladas, frutas e sucos. Os alimentos integrais também são bem importantes para aumentar as fibras da dieta, inclua na sua alimentação.

 

  1. Para evitar sintomas como Sialorréia (salivação excessiva), Pirose (azia), náuseas e vômitos – Fracione a alimentação em 6 refeições diárias, fazendo as 3 refeições principais – café da manhã, almoço e jantar e intercale com pequenos lanches pela manhã e pela tarde.

 

  1. Para aquela fominha que muitas vezes aparece de madrugada, procure deixar alimentos saudáveis ao lado da sua cama, como barrinhas de cereais, frutas e iogurtes. Assim, você evita levantar da cama (já que você vai ter que levantar muitas vezes depois que o bebê nascer risos) e consumir alimentos mais calóricos, como pães, biscoitos ou doces.

 

  1. Dê preferência para alimentos assados, cozidos e grelhados. Evite frituras!!!

 

  1. Dê preferência para chás, como: erva doce, camomila, erva cidreira, capim limão. Evite chá preto, chá branco, chá verde, chá mate, banchá, boldo, hortelã e chá de canela. Eles parecem inofensivos, porém podem causar intoxicação ou diminuir a quantidade de leite. Evite também o café, uso excessivo de adoçantes, chocolates, refrigerantes a base de cola. Abolir o consumo de álcool e fumo.

 

  1. Inclua alimentos protéicos nas refeições como carnes, lentilha, feijão, ervilha, quinoa, edamame. As proteínas são alimentos essenciais para construção de tecidos, importantes para o desenvolvimento da criança.

 

  1. Mantenha sua geladeira com alimentos saudáveis, como verduras, frutas, legumes, iogurtes, assim, não terá espaço para alimentos calóricos, com muita gordura ou açúcar.

 

  1. Dê preferência para temperos naturais como manjericão, orégano, salsa, cebolinha. Diminua a ingestão de alimentos industrializados, como temperos e embutidos, por exemplo. A quantidade de sódio é sempre mais alta nesse tipo de alimento. Descasque mais e desembale menos!

 

Alimentação na gravidez - Just Real Moms

 

Andrea Ierizzo, Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo, focada em Tratamento para Obesidade e Gestantes. Trabalha com reeducação alimentar, ensinando as pessoas a se alimentarem bem para o resto da vida.

Tel: 3849-0787

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: