Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram… E muito!

De Mãe para Mãe - Psicologia - Somos todas iguais09/06/18 By: Renata Pires
(5) Comentários

 

Olá moms!

Um dia desses colocamos uma frase no Instagram que repercutiu bastante: “Depois de me tornar mãe, meus medos aumentaram… E muito!”. Fiquei impressionada e me senti abraçada e mais “normal” depois de tantos relatos.

 

Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram - Just Real Moms

 

Não sei vocês, mas depois que me tornei mãe, meus medos aumentaram absurdamente. Ninguém pode me falar sobre doenças que começo a sentir os sintomas, avião então… Pavor! Fico um mês tensa só de pensar em voar, principalmente se for apenas eu e meu marido, sem as crianças.

É uma mistura de medo de deixar meus filhos, medo deles ficarem doentes, de perdê-los. Medo da violência do Zika vírus, da dengue… Medos e mais medos… Virei realmente uma medrosa assumida! Me recordo da minha adolescência e de quando ainda não tinha filhos e vejo que eu era completamente desencanada de tudo. Como eu conseguia?

Mas vi que isso é muito mais normal do que eu imaginava, afinal muitas mulheres têm este mesmo sentimento. E na lista das coisas que as mães modernas mais têm medo apareceram:

– Andar de carro e dirigir;

– Notícias de doenças em crianças;

– Avião;

– De morrer (ou os filhos, ou o marido);

– Engasgo nas crianças;

– Piscina (afogamento);

– De não conseguir educar direito;

– De não ser uma boa mãe.

 

Uma pesquisa na Revista Superinteressante diz que o medo, hoje em dia, é muito mais presente nas pessoas do que era antigamente. Cerca de 78% da população têm medo de perder os entes queridos, 71% têm medo de pegar dengue, 81% têm medo de desenvolver câncer e 70% da populacão têm medo de que algo ruim aconteça com os filhos.

Para superá-los, terapia (a principal delas se chama terapia cognitivo-comportamental (TCC), que nos ensina a mudar os pensamentos ruins que geram ansiedade), psicanálise, hipnose, dentre outras especialidades. Mas, uma dica é não pesquisar e acreditar em tudo que o Google diz (isso é pra mim, faço sempre). Procurar sintomas não é uma boa ideia afinal, com certeza você vai terminar achando que aquela coceira no seu braço esquerdo é sinal de um câncer incurável.

Enfim, a maternidade também nos mostra que temos que aprender a conviver com nossos medos, ou quem sabe, a superá-los!

Alguém na mesma situação?

Mil bjss

Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram - Just Real Moms

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários:Depois de me tornar mãe meus medos aumentaram… E muito!
  1. Ana Carolina

    Nossa, achei que estava ficando paranoica, mas pelo visto é super comum.

  2. Maristella

    Tive síndrome do pânico após o nascimento dos meus gêmeos prematuros, 78 dias de uti neo-natal, falecimento de um dos bebês. Ficar em casa de licença maternidade foi pior do que acompanhar a uti. Assistir aos telejornais cheios de desgraças , violência, tiros, assassinatos foi intensificando todo o medo natural da mudança de vida no pós-parto. Fase muito difícil. Medo de não dar conta, de não conseguir prover, de não conseguir educar, de não conseguir voltar a trabalhar, medo de dirigir com o bebê, medo de dirigir sem o bebê, medo de tudo!

  3. Mina

    às vezes acordo no meio da noite, começo a pensar nessas coisas e não consigo mais dormir!

  4. dani patricia

    eu

  5. Paola Zebral

    Euuuuuuuuu purinhaaaaaaaaaa…. Nossa !!!

X Leia também: