A mãe da mãe – por Marcela Feriani

De Mãe para Mãe - Psicologia - Relacionamentos - Somos todas iguais13/05/17 By: Renata Pires
(5) Comentários

 

Olá!

Esta semana recebi de uma amiga um texto incrível, que fala sobre a mãe da mãe! Afinal, o que se passa na cabeça das nossas mães, ao verem nós (as filhas delas), nos tornarmos mães?

Este texto foi escrito pela Marcela Feriani, do Canjica!

Muito emocionante!

Espero que gostem!

Mil Bjss

 

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………

 

“A mãe da mãe”

 

de mae para mae

 

Enquanto os olhos do mundo estão no bebê que acaba de nascer, a mãe da mãe enxerga a filha, recém-parida. O papel de avó pode esperar, pois é a sua menina que chora, com os seios a vazar.

A mãe da mãe esfrega roupinhas manchadas de cocô, varre o chão, garante o almoço. Compra pijamas de botão, lava lençóis sujos de leite e sangue. Ela sabe como é duro se tornar mãe.

No silêncio da madrugada, pensa na filha, acordada. Quantas vezes será que foi? Aguentará a manhã com um sorriso? Leva canjica quentinha e seu bolo favorito.

Atarefada, a mãe da mãe sofre em silêncio. Em cada escolha da filha, relembra suas próprias. Diante de nova mãe, novo bebê, muito leite e tanto colo, questiona tudo o que fez, tempos atrás. Tempo que não volta mais.

Se hoje é o que se tem, então hoje é o que é. Olha nos olhos, traz pão e café. Esse é o colo, esse é o leite. Aqui e agora, presente.

A mãe da mãe ajuda a filha a voar. Cuida de tudo o que está às mãos para que ela se reconstrua, descubra sua nova identidade. Ela agora é mãe, mas será sempre filha.

Toda mãe recém-nascida precisa dos cuidados de outra mulher que entenda o quanto esse momento é frágil. A mãe da mãe pode ser uma irmã, sogra, amiga, doula, vizinha, tia, avó, cunhada, conhecida. O fato é que o puerpério necessita de união feminina, dessa compreensão que só outra mãe consegue ter. O pai é um cuidador fundamental, comanda a casa e se desdobra entre mãe e filho, mas é preciso lembrar que ele também acaba de se tornar pai, ainda que pela segunda ou terceira vez.

 

a mae da mae

Escrito por Marcela Feriani, do Canjica

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários:A mãe da mãe – por Marcela Feriani
  1. Elisa Nitto

    Simplesmente maravilhosa a sua colocação como mãe de mãe. Adorei demais as suas palavras, de muita inteligência e sentimento. Eu, ainda sou apenas mãe de um menino e já me dou por satisfeita, pois dediquei e dedico tempo integral a ele. Ser mãe é uma vez só nessa passagem, por isso faço o máximo, para não me arrepender mais tarde. Amo ser mãe. Creio que amarei muito em ser mãe de mãe!!!
    Marcela meus Parabéns!!! beijos Elisa
    Li no facebook de minha sobrinha, mãe nova e sua mãe é a mãe de mãe e está babando…. pode me enviar por facebook

  2. CLEIRE MARTA DIAS

    Que linda mensagem! Parabéns,a Escritora. As pessoas precisam é destas divulgações positivas, estimulos para uma perfeita harmonia entre os seres humanos, Amor e Dedicação!

  3. VERA ALICE BARBOSA

    lindo texto emociante e real.

  4. maria donizetti

    Lindo e verdadeiro esse texto,passo por isso, todos os dias desde que minha filha me deu netos lindos.

  5. SUELI

    LINDO E MUITO VERDADEIRO. CHORAMOS SÓS DE LER. É MUITA EMOÇÃO!

X Leia também: