8 formas de identificar que seu filho precisa de um psicólogo

Sem categoria11/02/17 By: Juliana Freire
(86) Comentários

 

Oi, moms!

Tudo bem?

Hoje em dia está na moda dizer que a criança é hiperativa ou tem déficit de atenção. É preciso muito cuidado antes de rotular as crianças! Acredito que qualquer diagnóstico precoce poderá impactar diretamente na formação da personalidade delas.

Conversando com uma amiga que tem um filho lindo, fofo, e super educado, ela me disse que estava pensando em procurar um psicólogo para ele, por causa de alguns problemas específicos. Sinceramente, achei um exagero e disse que ela deveria esperar mais um pouco, pois aos meus olhos ele definitivamente não precisava de nenhuma ajuda profissional.

Fiquei, então, pensando em quando uma mãe deve saber que chegou a hora de procurar um psicólogo para o filho. Não é uma decisão fácil! Procurei alguns artigos sobre o assunto e fiz um resumo para deixá-los mais simples e didáticos.

Vejam que interessante!

 

Captura de Tela 2015-01-26 às 00.48.43

 


 

Diferentemente de um adulto, que é capaz de expressar frustrações, medo, insegurança e tristeza verbalmente, a criança pode demonstrar que precisa de ajuda apresentando alterações em seu comportamento e até sintomas físicos.

Se você está na dúvida sobre se deve levar ou não seu filho a um psicólogo infantil, confira alguns indícios de que a criança precisa de ajuda profissional:

1) Tristeza ,muito choro ou mudança de comportamento

Crianças, geralmente, são cheias de vivacidade. Quando elas passam a chorar muito, a ficar quietas, a parecer meio tristes, é preciso conversar para saber o que não vai bem.

 

2)  Distúrbios físicos

Problemas na alimentação, no controle intestinal e no sono são comuns em crianças pequenas, de até cinco ou seis anos, que estão passando por problemas. Voltar a fazer xixi na cama todo dia, depois de ter aprendido a controlar há um bom tempo, também é um sinal. Em crianças mais velhas, esses distúrbios podem ocorrer e serem acompanhados de irritabilidade, agitação, ansiedade.

 

3) Ficar doente com muita frequência

Ficar doente frequentemente também é um sintoma corporal que precisa ser avaliado com mais cuidado pelos pais.

 

4) Compulsão na comida

Passar a comer compulsivamente é outro indício de que a criança pode dar de que algo não vai bem emocionalmente.

 

5) Dificuldade de interagir socialmente

Uma das causas mais comuns que levam os pais a recorrer a um psicólogo infantil é a falta de interação social que a criança pode apresentar. Ainda que muitas vezes em forma de timidez, o agravamento do quadro – em forma de problemas de comunicação verbal, interação social e criatividade – deve ser analisado. Além disso, outras características, como, por exemplo, a preferência por comidas pastosas e problemas com a textura e o cheiro dos alimentos, também devem ser levados em consideração e relatados ao médico.

 

6) Intolerância e agressividade

Crianças que tendem a fazer birra por tudo o que querem e que não lidam bem com o não, não necessariamente possuem algum distúrbio psicológico. No entanto, o psicólogo infantil pode auxiliar a detectar onde está o erro. Mas é bom se preparar: muitas vezes, a conclusão profissional é de que a falha está nos pais e na cultura de compensação. Os filhos tendem a ser reflexo de sua criação. Por isso, esteja preparado para receber orientações relacionadas ao seu comportamento que irão mudar o comportamento da criança.

 

7) Agitação e falta de concentração

A agitação frequente da criança deve ser investigada por um psicólogo infantil. Isso porque é frequente que muitos educadores apontem imediatamente para TDAH, sugerindo interferência medicamentosa nem sempre necessária.

 

8)  Dificuldade de aprendizagem 

É normal que nem todas as crianças aprendam na mesma velocidade e da mesma forma. Algumas aprendem a ler na escola, enquanto outras desenvolvem esta capacidade desde muito pequenas. Mas isto não significa que você não deva ficar atenta à aprendizagem de seu filho. Se ele tem muita dificuldade para desenvolver alguma atividade lógica ou demora muito para assimilar algum conteúdo, pode ser hora de procurar ajuda.

 

                                                              ………………………………..

 

Como lidar

Antes de sair correndo com a criança para uma consulta de urgência com o psicólogo mais próximo, a primeira coisa a ser feita é observar a vida em família e conversar com o filho.

“A saúde mental da criança depende muito do que ocorre no âmbito familiar. Se o núcleo familiar não está cumprindo seu papel de educar a criança, de prestar atenção às suas necessidades, ela vai mudar de comportamento, o que é um indício de que não aguenta mais aquela situação”, declara Roberto Teixeira Mendes, professor do Departamento de Pediatria da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas.

Para Heloísa, da PUC de Minas, novas situações podem desencadear uma mudança brusca no comportamento infantil. Separação dos pais, morte de algum familiar ou o nascimento de um irmão são exemplos clássicos que podem gerar dúvidas, insegurança e tristeza em uma criança.

“Muita gente acha que as crianças são pequenas demais para entenderem determinados assuntos, mas elas entendem tudo. É preciso abrir o jogo com elas. A infância é o momento em que a pessoa está construindo um sentido para o mundo. E nada vai fazer sentido enquanto alguém não conversar com ela sobre os problemas familiares. Não dá para esconder, pensando que assim está se protegendo o filho”, afirma a psicóloga.

Ajuda do pediatra

Segundo Mendes, da Unicamp, o pediatra que acompanha a criança pode ajudar os pais a analisarem a situação do filho com maior clareza.

“O profissional da pediatria sabe que o problema não é só com a criança. Ele também pode conversar com a família para tentar esclarecer problemas que estão claramente visíveis, mas que ninguém percebeu ainda. Em último caso, ele poderá indicar um psicólogo.”

O trabalho da Psicologia Infantil é baseado em atividades lúdicas, que servem para expressar as angústias, as fantasias e os sentimentos da criança. Quando procurar um psicólogo para seu filho, faça uma pesquisa com indicações e especializações do profissional com fontes que sejam de sua confiança. E observe as atitudes da criança, afinal, será você quem vai apresentar o seu filho ao psicólogo.

 

Fonte: Vivo mais saudável  e UOL

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

86 Comentários:8 formas de identificar que seu filho precisa de um psicólogo
  1. Sara Eugénio

    Olá,
    Como mãe de duas filhotas, de 13 e 5 anos respetivamente, já tive ulguns sinais que me chamaram a atenção e que me fez recorrer a ajuda de uma psicóloga, para garantir se estava tudo bem com elas. Não é fácil para as crianças, viverem o papel de filhos com pais separados nem para nós avaliarmos se tomamos as decições correta. Adorei a abordagem do texto e sou a primeira a indicar a outras mães indicações como estas que são relatadas.
    Peço autorização para pooder expor este texto e respiva fonte no meu blogue: coisas-de-sara7.webnode.pt.
    Obrigada.

  2. Valquiria

    Também gostei da abordagem do texto, principalmente quando à primeiramente olhar toda a sitiação familiar e tentar identificar focos de tensão ou problemas de relacionamento mais impactamtes na vida em familia. Abs!

  3. Elaine Danelli

    Olá,
    Passei recentemente por um problema com meu filho mais velho que tem apenas 3 anos.
    Ele respondeu muito bem à chegada da irmã que hoje está com 8 meses, mas uma séria de outros problemas familiares (como doença a família) alteraram sobremaneira o comportamento dele e me vi na necessidade de procurar ajuda profissional.
    Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito por ele e por nós!
    Sinceramente eu era muito reticente quanto aos resultados da ajuda de um psicólogo em uma criança, mas hoje levanto a bandeira.
    Aos pais que me leem, só tenho uma coisa a dizer: não hesitem!

  4. dayse

    ola me chamo Dayse,gostaria que soubessem q amo esse blog..tem muitas dicas e curiosidades…é muito legal

  5. NEYARA PIRES

    SOFRO COM MEU FILHO POIS ELE MUDA DE CONPORTAMENTO MUITAS VEZES , AS VEZES EM CASA FICA OTIMO, MAS NA ESCOLA ELE FICA NERVOSO , AGITADO ATE CHEGOU A AGREDI COLEGAS , A MECHER EM COISAS DA TIA DA ESCOLA FAZER BAGUNÇA , ALGUMAS VEZES FAZ COCO DENTRO DO QUARTO E PASSA NAS PAREDES , MECHE COM A AGUA DO VASO SANITARIO , FAZ XIXI NA CAMA ACORDADO, NAO SEI MAS O QUER FAZER , TOU FICANDO DESESPERADA , A ESCOLA MIM ENCAMINHOU A UM PISICOLO E UM PISIQUIATRA , FALOU PRA MIM QUE ELE NAO É NORMAL , MAS GUANDO CHEGA NA PISICOLO ELE SE COMPORTA BEM..FICO NERVOSA E CHORO ..NAO CONSIGO TRABALHAR QUE ELE NAO DEIXA , JA SAI DE VARIOS SERVIÇOS POR CAUSA DELE A ESCOLA MIM LIGA SEMPRE PRA MIM IR BUSCA LO ,,, ISSO TUDO É TRISTE MAS ENTREGO TD NAS MAOS DE DEUS

    • NEYARA PIRES

      MEU FILHO SO TEM 9 ANOS PRECISO DE AJUDA..

      • vhnhia

        Amiga Neyara você já pensou em se tratar?
        Os filhos se espelham nas atitudes dos adultos com quem convivem… Tem algo acontecendo no seio de sua família que foi omitido por aqui? A criança não pode ser responsabilizada por suas atitudes que são o reflexo de seu cotidiano… Tem algo grave acontecendo em sua casa? Algum adulto abusador convivendo com essa criança? Olhe atentamente para os lados, seu filho quer que você o proteja.

        • Tassia

          Nossa, quanta sensibilidade pra falar com uma mãe que passa por essa situação,hein! É claro que o filho dela precisa de ajuda psicológica,assim como ela e a familia para saber lidar com isso. Já parou pra pensar que o garoto pode ter algum distúrbio cognitivo (neurológico) que independe de criação ou cotidiano? Problemas toda familia tem, e a criança também sofre com os problemas familiares, mas no caso dessa mãe, é preciso atenção não só à configuração familiar, mas principalmente à criança em sofrimento.

    • Fernanda

      Nayara seu filho definitivamente domina toda a situação e ja percebeu que vc tem medo dele. Quando for ao médico, se for um bom medico ,logo vai perceber que
      seu filho tem algum distúrbio, independente dele “disfarçar
      E dizer que está tudo nas mãos de Deus me deixou preocupada ,me pareceu um pouco sobre o que Poncio Pilatos fez ao não absolver Jesus ,Deus quer que vc cuide de seu filho ,procure um bom médico e seja a melhor mãe que uma criança possa ter. Então nao deixe nas mãos de Deus, Ele ja está te dando a direção do que fazer.
      Bjs fik com Deus.

      • Alessandra

        Neyara,

        Seus filho tem 9 anos e faz cocô e espalha nas paredes! Isso é um claro pedido de socorro, é uma maneira agressiva de chamar a atenção. ALém disso, ele tem manipulado a situação se comportando de forma diferenciada no médico. Não entregue nas mãos de Deus porque foi nas SUAS mãos que ele colocou o menino, procure ajuda rápido, seja persistente e não deixe ele dominar a situação, falo como professora e psicopedagoga, espero realmente que encontre ajuda.

        • Paty

          Boa noite, perdi meu pai a 1 ano e meu filho q hj está com 13 era muito apegado a ele, hj ele está compulsivo com comida, dando trabalho na escola coisa q nunca aconteceu, muito ansioso. Fez tratamento com psicologo um tempo e foi liberado pois so falava de futebol, em querer ser jogador, mas nunca sobre oq o deixa triste, n comenta nada vom ninguém. Estou desesperada p uma ajuda.

  6. Daniela Araújo

    Olá, Boa Tarde!! Gostei muito da matéria, e gostaria de ficar recebendo outras publicações.
    Obrigada.

    • Juliana

      Olá, Daniela!

      Para receber os nossos posts, é só colocar seu e-mail no campo “Inscrever-se nas News”, na coluna do lado direito do blog.

      Beijos!

  7. Ludy Soares

    Adorei tbm a esse tema e ñ podia deixar de comentar q nem tudo é ocorrência a médicos ou remédios, acho q dependendo da fé de cada uma Deus resolve sim a situação e na medida certa!!! Por óbvio que Ele não fará tudo sozinho pois somos nós quem precisamos aprender e crescer, mais eu tive problemas com minha filha por causa da separação e a ausência de seu pai tanto financeiramente qto afetivamente e sem notícias algumas depois de um ano de distância ela se depara (creio eu) com a ausência como um fato na vida dela, então vieram-se as reações, inúmeras coisas foram iniciadas como com seus 8.. 9 anos o seu bloqueio na escola, sua volta a fazer xixi na cama depois de 5 ou 7 anos talvez, choro o tempo todo e em todos os lugares, ansiedade, alimentação exagerada em alguns momentos e eu sem poder ir trabalhar, sem poder contar com ninguém para ficar com ela, e sem ajuda financeira do pai, nem do governo, tive milhares de surtos calada e me deparei somente com a ajuda de Deus, hj tenho tido sim grande êxito devido a minha fé e amor a minha filha, muito amor demonstrado, persistência e conversa com paciência como se realmente fosse um estudo, seguido de pesquisas e métodos diferentes eu me vejo como uma mãe q ñ desistiu nem deixei-me surtar mais, vc acaba q por usar o método do “picar o problema e resolvê-los por partes, com mto amor, Deus, óbvio e mta persistência!!!” Vocês mães têm o manto para abençoar uas famílias, vcs tbm são capazes de salvá-los com sua fé em alguns momentos. Não desmereço em momento algum o trabalho excepcional do profissional psicólogo mais eu só pude contar com os profissionais da escola dela q foram explêndidos e formamos uma equipe perfeita para a melhora de minha filha, as x o problema nos desespera e perdemos as rédias de nossas próprias vidas e de nossa família, mais devemos nos manter firmes e lutar para o nosso crescimento espiritual e tbm intelectual e assim o emocional de todos q as x depende de nós ou nos cercam.
    Encorajo a essas mães q como eu ñ tiveram pra lado algum q correr e tiveram ou terão que carregarem esse fardo sozinhas q Deus está aí para ajudá-las SEMPRE!!! Eu estou e todos os profissionais q julgarem competentes a lhes ajudarem, ñ se desesperem!!! Parem, orem e analisem por onde mais lhe importa começar ou simplesmente comecem e avante!!! Pois Eu tenho uma prece em meu coração e nela peço a Deus com muita devoção, que lembrem sempre quem tu és e do Teu Criador, mulheres não se esqueçam do teu grande valor, afinal, vcs são Filhas Especiais de um Deus q as ama e as colocou nesse papel pq confia em vcs!!! O AMOR FAZ TUDO E A FÉ MOVE MONTANHAS DE VERDADE, Q TAL TENTAR??? Grande bj e mto amor para vcs… meu email: [email protected] :*

  8. Cleidemara

    Muito em teresante ter artigo assim para nos pais serem oritados.

  9. Irani

    Meu filho tem 14 anos ele so faz oq ele quer n quer respeitar ninguém n it prs escola oq faço

  10. vanessa lorena

    Meu nome e Vanessa tenho uma filha de 3 anos e ela fica doente frequente mente e diaria mente eu ja nao sei o que fazer eu só peço que voces me ajude creio eu que minha filha esteja sofrendo muito por estar doente diária mente

    • vanessa lorena

      Oi Vanessa meu nome e Michelle eu preciso saber como e a sua vida pessoal

      • michelle machado

        Oi Vanessa meu nome e Michelle psicologa preciso saver como e a sua vida. Pessual

        • geslaine

          Boa noite, vc é psicologa, eu preciso de ajuda meu filho tem 4 anos, entrou na escola com 3 anos, e até hoje não sabe fazer nada ele não consegue se concentrar, e a professora acha ele muito bebe, e é agressivo quando não fazemos o que ele quer.

  11. Priscila

    Adorei o texto!

  12. claudia

    Meu filho tem 4 anos e não fala quase nada, mas entende tudo que falamos com ele,ele faz tratamento com a fonoaudiologa, ela acha que ele tem algo mais sério além de um atraso na fala ela acha que ele tem autismo leve, tô muito preocupada não sei o que fazer por favor me ajudem

  13. Gisele

    O que significa preferência por comida pastosas?

    • Merce

      Também gostaria de saber sobre comidas pastosas e cheiro.

  14. maria filomena

    Adoro os sites de vcs.

    • Grazy

      Oi gente, gostaria muito de uma opinião sobre minha situação. Meu filho tem 14 anos, tem um bom rendimento escolar, não recebo reclamações dele na escola, tem muitos amigos, é educado com adultos, até um pouco tímido. A alimentação dele é super saudável ( por opção dele ). O que me deixa ansiosa e agoniada, é que ele passa o tempo inteiro estalando os dedos das mãos, dos pés, estala as costas, mas direto mesmo, o tempo todo, ou então rói unhas e fic se mordendo ( morde os lábios até sair a pele ). Já conversei muito com ele sobre isso, sugeri que fossemos à um psicólogo, mas quando abordo esse assunto, ele ri e diz que são só manias, que não preciso me preocupar. Alguém pode me dar um conselho ? Obrigada

      • akumaster

        Leva nem que seja amarrado a um especialista.
        A mãe é você… você manda e ponto!!!

  15. Danielle

    Eu acho que estou nessa situação pelo meu filho depois que tive outro e filho ele mudou pra caramba

  16. Deize

    Oi,tenho uma filha de cinco anos,quando nasceu a irmãzinha dela ela adorou,só q mudou de comportamento, começou a mentir,não me respeita, não se comporta na escola…
    Vivo tendo reclamações dela na escola,tava pensando em procurar ajuda medica pq ela fica de castigo o tempo todo,eu conversão,eu as vezes deixo o meu BB de lado pra dar atenção pra ela..
    Mais nada ta adiantando…
    Me ajudem…
    Oq posso fazer??

    • Adrielle

      Olá Deize, procure um psicólogo infantil. Junto à você, ele poderá identificar as razões por traz desses comportamentos e elaborar uma proposta de trabalho, que irá auxiliar sua filha a lidar com suas emoções de forma mais satisfatória e saudavel. Irá ajudar também a sua familia a como lidar com esse comportamento, de forma que todas consigam se relacionar harmoniosamente.

  17. vhnhia

    Seu filho está convivendo com algum adulto abusador? Fique atenta às pessoas que convivem com ele, você tem a obrigação legal e moral de proteger essa criança. Você não está transferindo a responsabilidade da criação dele para outra pessoa? O que a criança está demonstrando é total desamparo..
    Os adultos dessa casa precisam ser avaliados e alguns afastados

    • carla Monteiro

      bom noite gente adorei o artigo tou passando por um momento difícil com os meus dois filhos porque eu sou mãe e pai, estou lento na escola fico sempre a birra um com outro. Me ajuda

  18. Maria

    Preciso saber mais

  19. aline

    Parabens pelo artigo, me serviu de grande ajuda com meu filho vinicius de seis anos.

  20. Tarine

    Muito bom as orientações …

  21. Alessandra

    Matéria excelente maravilhosa

  22. Alesssndra

    Excelente essa matéria.

  23. Adrielle

    O texto me pareceu muito resistente à procura de um psicólogo. De fato, as situações devem ser bem observadas, pois podem ser questões momentâneas. No entanto, no caso de dúvidas, o psicólogo deve ser procurado. Será feita uma avaliação, considerando toda a história e contexto da criança para que então se estabeleça (caso seja considerado necessário) um plano de trabalho, que poderá ser a psicoterapia para a criança, um trabalho de orientação com os pais, ou até mesmo uma intervenção multidisciplinar com outros profissionais (fono, psicopedagogo, etc). É importante destacar que o psicólogo não atua somente sobre patologias, mas atua também (e eu diria que seria sua principal função) sobre a promoção de saúde e bem estar. Esse profissional possui as ferramentas adequadas para identificar se a criança precisa ou não de acompanhamento psicológico.
    Sou formanda de Psicologia, e estou me especializando em atendimento infantil.

  24. Geordana

    Olá… por estar me sentindo a pior mãe do mundo, resolvi entrar no google e saber quando devo procurar um psicólogo pro meu filho e acabei achando esta página.
    Tenho 34 anos, casada, sou mãe de 4 filhos e trabalho fora… dois meninos 1 de 18 e o outro de 6 anos, as meninas tem 3 anos (gêmeas). Na realidade estou procurando ajuda, pq sei q algo está errado com certeza.
    O meu filho de 6 anos está com muito ciúmes das meninas e não estou sabendo lidar com a situação neste fim de semana falou até q era melhor ele morrer, e ele mesmo se deu um tapa no rosto. Fiquei assustada!
    Ele esta comendo compulsivamente, deu de bater nas irmãs e fazer coisas q ele sabe q é errado, ex: Escovou a unha do pé com a escova de dentes de uma das irmãs. Ontem jogou farofa no cabelo das irmãs.
    Tudo bem q elas não são fáceis, estou tendo dificuldade pra educa-los, os 3.
    O de 18 anos já foi uma infância diferente, teve toda minha atenção, não frequentou creche, eu não trabalhava, sempre levei e busquei na escola.
    Já os menores já frequentam creche desde de bebê. Acho q não estou tendo paciência com eles e tbm não estou sabendo organizar as coisas. Talvez não apenas ele precise de psicólogo, acho q eu tbm estou precisando.
    Afinal, os filhos são diferentes e nem toda tática q vc usou com 1 funciona com o outro. Sinceramente estou perdida sem saber o q fazer!

  25. MARIA LOVISI NICODEMO

    MUITO OBRIGADA PELAS DICAS,ADOREI INTERESSANTE ESSE TEXTO DE VOCES.

  26. MARIA DAS DORES TIBURCIO DO NASCIMENTO

    Adorei sua matéria sobre á procura de um psicólogo para o filho.Os comentários baseados em teorias trazidos para realidade familiar.

  27. edson

    Oi bom dia sou edson meu filho tem 6 anos to com problemas com ele na escola eles esta muito agressivo com a professora ,e amigos tive na escola ontem para pegar ele me pedirão para ir até a sala quando cheguei la ele tava sentado debaixo da carteira de aula chorando ,a professora falo q ela fico quase todo periodo ali gritando com os amigos e com ela ,olhando os comentarios acima pude ver que possivelmente tenho q mudar alguns costumes em casa .Conversamos com ele todos dias em casa ele parece ser normal brinca sorri muito briga com seu irmão mais velho como toda criança e carinhoso inteligente também gostaria de ajuda pois amo muito meu filho

  28. nelma neves de oliveira

    Minha neta de dois anos tem medo de tudo, barulho, escuro, adultos, de adultos desconhecidos ela tem pavor, se alguem bate no portão ela saiu correndo assustada, agora to cuidando de um sobrinho de 53 anos que teve um avc e de vez em quando o filho vem ve-lo, agora ela não quer mais vim na minha casa e chora desesperadamente, quando fala em vim, ela é uma criança estremamente feliz, sapeca, muito inteligente fica totalmente a vontade com os avos e tios, mais acho que agora ela não vai querer mais vim comigo, minha nora acha que ela é muito nova pra ir ao pisicolo, que devemos fazer?

  29. ANGELA MARIN DA SILVA

    Ola´Boa noite,tenho um neto que tem 3 anos para 4 e vejo que ele quando digo não para ele,fica furioso e me chuta e digo que isso é feio.E quando estamos com em companhia com outras crianças observo que ele brinca,mas da alguns empurrões nas crianças.Vejo que ele não gosta muito de dividir os brinquedos com as crianças.E costuma dormir tarde mesmo acordando cedo,e não gosta muito de dormir só para um pouco quieto quando colocamos um desenho que seja seu favorito ai sim para um pouco quieto caso contrario passa mexendo aqui e ali não para quieto.pode ser hiperatividade.Obrigada e gostaria de uma ajuda o que fazer.

  30. Michele

    Bom dia! Tenho um filho de 6 anos, depois que tive minha filha(3), percebi que mudava seu comportamento,as vezes agressivo e outras carinhoso. E com o passar do tempo foi se agravando. Ainda tenho problemas com ele na escola por ser temperamental, agressivo e não aceita o não. Tenho pulso firme, mais confesso que não é nada fácil. Devo leva-lo no psicologo?

  31. Noemi Karine Ramos Braz

    ola sou Noemi mãe de duas filhas 7 e 4 anos estou passando por um momento difícil om minha filha de 7 anos…me separei recentemente preciso urgentemente de ajuda

  32. Francyanne

    Bom dia. Tenho três filhos Pedro com 7 anos Francynne com 6 anos e Ruan com 4 anos, estou preocupada com meu filho o Pedro de 7 anos, ele é muito nervoso se estressa facilmente e briga demais com os irmãos, pensei que fosse pelo fato dos outros irmãos, de querer mas atenção, etc… mas percebo que não, alias acabamos dando mas atenção ao Pedro que aos outros, pelo fato dele ser assim. O que também está ocasionando intrigas entre os outros. Sou uma mãe bastante paciente, pelo fato de ter três filhos, sempre dou atenção necessária e devida a todos, porém não sei mas o que fazer nada está bem para o Pedro. Gostaria de saber como proceder.

  33. Maria

    Experimente o aplicativo do site http://www.brunoespiao.com.br
    ele é completo e você terá acesso a tudo que seu filho faz..

  34. Eliane marques

    Meu filho tem oito anos eu converso com ele mas ele não reage falo até dou uma contada e ele continua do mesm jeito sem reação nós sei mais o que fazer. Tem uma filha de imã amiga a filha dela tem cinco anos da maior sermão no pai como se fosse uma adulto, o meu filho eu converso com ele que ele tem que saber impor ele começa a chorar. Ele não sabe falar ser o com o pai dele o pai dele mente e ele não percebe só concorda eu fico loca de raiva com o comportamento do meu filho só quero ele um pouco mais esperto na vida.

  35. filipa da fonseca

    gostei da informacao,o meu filho tem 4 anos nao fala e muito agitado fica correndo de um lado para o outro rindo,tento falar com para deixa- lo calmo ele desvia o olhar .o que devo fazer

  36. celular espião

    você pode monitorar um celular com este site aqui: https://www.brasildetetive.com

  37. Tatiana

    Olá meninas(o) então eu tenho uma filha de 1 ano e 11 meses,faz um mês que ela esta indo para escola,e no começo ela ia e não chorava,só que faz uma semana que ela está chegando da escola muito nervosa,chora muito,ela não come,e não esta fazendo as nessecidade com facilidade…estou muito preocupada,porque além dela estar assim,eu estou ficando muito abalada psicologicamente,porque quando ela chora não sei oque fazer…alguma dica para me dar? desde já agradeço

  38. giceli

    gostei do conteúdo muito obrigado .estou muito triste meu filho chora a maior parte do tempo não aceita o não.ta bem difícil amo muito me filho

  39. Ricardo

    meu filho andava muito distante, foi então que eu resolvi instalar o http://www.brunoespiao.com.br no celular dele e descobri que ele estava sofrendo bullying na escola, troquei-o de escola e ele está fazendo acompanhamento psicológico

  40. Alexssandro Braga

    Braga,
    Boa tarde minha filha muda de comportamento em casa, fica agressiva, xinga
    Já na casa dos Tios e Escola, tranquila, amor de menina.
    Mais estou muito preocupado com esse comportamento, agressivo.
    O que eu faço?

  41. josecleia batista montoanel

    muito bom essas dicas gostaria de fazer uma pergunta meu filho tem nove anos desde pequeno ele,sempre foi bastante agitado,mais os medicos diziam ser normal,eu consigo controlar ele em lugares publicos,so as vezes como toda crianca ele gosta de brincar bastante…a unica coisa que me preocupa,ele converssa demais na sala de aula no 3 ano do ensino fundamental agora esse ano ele esta no 4 ano com 9 anos,so que a professora tem reclamado bastante nao sei o que fazer ,ja connverssei com ele ,ele E muito inteligente e esperto na escola come bem dorme bem,so mesmo esta questao de converssa em sala de aula e teimoso em algumas questoes.

  42. Teresinha

    Meu neto questiona que ninguém quer brincar com ele.

  43. ana cecilia souza

    Oi, meu filho tem 8 anos, esta no terceiro ano do ensino fundamental, sempre foi chorão. mas em contra-partida sempre me disseram q esse choro ia passar q era normal era uma fase, mas esse ano o choro se intensificou principalmente na escola, e lendo pesquisando reparei tbm q ele esta comendo compulsivamente…me ajudem por favor, na escola (particular) ja pedi ajuda pedindo se percebessem algo diferente, mas a professora disse q o seu comportamento esta normal, em casa anda um pouco “respondao” e comendo demais.

  44. KELI

    Meu nome e Keli. sinto que minha filha precisa da ajuda de profissional, pois e uma ótima aluna,porme tem dificuldade de se relacional coma as pessoas e muito quela e antes gostava muito de passear agora não gosta mais , agora esta com mania de limpeza e sempre acha que tudo esta sujo mas ela mesma não limpa não gosta de limpa só fala que esta sujo. Ja tentei leva-la a um psicologo, porem disse que ela não vai pois não tem nada, e que o problema e que eu não respeito o jeito dela. So que sinto que ela precisa de ajuda o que posso faze para convence-la ai ir ao profissional para sabe realmente não esta com problema. Por favor me der uma luz.

  45. irma andrade o de o silva

    gostei muito das informações, vou conversar melhor com a psicóloga do meu neto, para que tudo seja muito satisfatório, muito obrigada me ajudou bastante.

  46. irma andrade o de o silva

    gostei muito das informações, muito obrigada me ajudou bastante.

  47. irma andrade o de o silva

    gostei muito das informações

  48. irma andrade o de o silva

    foi muito satisfatório

  49. Frank

    Bom dia . Meu enteado fará 6 anos mês que vem e desde fevereiro desse ano depois de ter passado o carnaval com o pai ( isso não acontecia antes ) , costuma acordar de madrugada e ir para nosso quarto . No começo acordávamos (ela ou eu ) e levávamos ele para seu quarto e ficávamos ate que adormecesse e quando não fazíamos ele chegava a dormir nos pés da cama . Isso tornou-se um terror para nós pois não conseguimos ter uma noite de sono tranquila e também queremos que ele tenha o mesmo .
    Colocávamos ele para dormir pontualmente as 20:00 , de um mês pra cá resolvi mudar esse horário para as 21:00 mas não adiantou , tentei cortar o vídeo game ( pois tem meia hora por dia para poder jogar , entre 19:30 e 20:00 sempre depois da tarefa , banho e janta ) isso até que deu um pouco certo durante uns 3 dias , depois disso voltou a mesma coisa e obvio que não rolou mais vídeo game também . Enfim , não sei o que fazer , são 3:10 da manha e estou aqui lendo artigos referente aos distúrbios do sono , insonia mas não acho nada que seja parecido com o que acontece conosco . Ele diz que tem medo porém deixo aquela luzinha de LED no quartinho dele acesa e sempre converso sobre tudo , inclusive seus medos , somos melhores amigos um do outro . Evitamos desenhos violentos ou com linguagem inadequada , geralmente os que assistimos são os do tipo ” pica pau , pantera cor de rosa , corrida maluca ou discovery kids ” que é mais ligth , ele por ser uma criança muito saudável não para , é super ativo , obediente e muito amoroso mas esse negocio de nos acordar toda noite esta ficando fora de controle e preciso de ajuda.

  50. Marcia De Fatima Modesta

    Meu filho e muito inteligente e esperto, mais na noite ele fica triste e com medo, até chega a vomitar, até
    que consegui dormir

  51. nadjane santos

    otimo

  52. Adriana

    Olá tenho uma filha de 06 anos, que esta muito agressiva com as outras crianças, ela estuda em duas escolas, fechando período integral. E no período da tarde, ela tem sido muito agressiva, chuta, empurra, molha, cospe, bate até no educador, em comum acordo com a escola, eu consegui antecipar as férias dela, arrumei outra pessoa pra cuidar dela, pra tirar esse stress de duas escolas. De manhã ela vai pra escola de educação infantil 1º ano e de tarde fica com uma amiga que tem uma filha, só que agora ela começou a bater na criança dessa pessoa.
    Ressalto que moro só eu e ela, meu sobrinho. Não tem cenário de brigas e agressões em casa, confesso que estou sem saber como agir. Já esta fazendo acompanhamento psicológico

  53. RITA

    BOA NOITE A TODOS MEU FILHO TEM 6 ANOS MAIS TEM UM COMPORTAMENTO DIFERENTE MUNDA DE REPENTE DE SITUAÇAO NAO PRESTA ATENÇAO EM NADA NA ESCOLA NAO SABER LER ESCREVE MUITO POUCO SABER TODAS LETRAS MAIS ELE MUITO CONFUSO GENTE PRA FALAR A VERDADE NEM EU SEI MAIS DE NADA TUDO ESTAR MUITO ESTRANHO POR FAVOR TIRE ESSAS DUVIDAS .

  54. Dada

    Meu neto tem nove anos, e agressivo, fala muitos palavrões,chuta os avos, não aceita ser chamado atenção, já foi expulso de 3 escolas, fala em drogas, urina na cama e agora evacua também, na escova os dentes, so quando quer, chinga a mae de tudo quanto e nome. O que devemos fazer? que doença e esta para um menino de 19 anos?

  55. GISELE FRANZIN GOMES

    INTERESSANTE: HOJE EM DIA, MUITOS ACHAM QUE O PSICOLOGO QUE VAI IMPOR LIMITES AOS SEUS FILHOS,SENDO QUE, QUEM VAI COLOCAR SÃO OS PAIS. NA MINHA OPINIÃO, OS ADULTOS QUE NÃO CONSEGUEM LIDAR COM A CRIANÇA QUE PRECISA DE PSICOLOGO. BASTA SABER SER AMIGO DO SEU FILHO OU FILHA PARA CONSTRUIR NELE UM ADULTO SEGURO, COM AUTOESTIMA BOM, SE SENTIR AMADO. PSICÓLOGO NENHUM FARÁ OQUE SÓ OS PAIS PODEM FAZER.

  56. EDNA S. ROCHA

    Olá! meu neto tem 4 anos entrou na escola este ano (faz meses), porém a professora disse que não que participar das atividades propostas e que tem medo de interagir com as crianças, ela disse que ele não demonstra que esta aprendendo.porém, em casa ele faz tudo que aprende na escola. O que devo fazer devo fazer a escola disse que não sabe o que faz é normal?

  57. Rosiane costa

    Olá sou a rosy estou passando por uma faze muito dificil co meu filho le esta numa faze de desobedencia estou conversando co ele mas não esta adiantando muito converso com ele todos os da e horas não sei on qui fazer

  58. RODRIGO MATTOS

    PELO AMOR DE DEUS
    ESTOU PASSANDO POR ISSO NUMA ESCOLA AONDE MEU FILHO TA
    TODA HORA TEM RECLAMAÇÃO, ME OLHÃO COMO SE EU NÃO FIZESSE NADA
    ESCOLA HORRÍVEL, É UMA CRIANÇA DE 6 ANOS PELO AMOR DE DEUS

  59. leila

    minha filha tem 11 anos e nao sabe ler nem escrever estou preocupada

  60. ELISANGELA

    MEU FILHO TEM 5 ANOS É INQUIETO E HOJE ATE DEU UM TAPA NA PROFESSORA. EM JULHO LEVEI EM UMA NEUROLOGISTA E ELA DISSE Q ELE NÃO TEM NENHUM PROBLEMA. COLOCA DE CASTIGO APESAR Q O PAI É. MAIS SEVERO. O Q DEVO FAZER

  61. ELISANGELA

    MEU FILHO TEM 5 ANOS É INQUIETO E HOJE ATE DEU UM TAPA NA PROFESSORA. EM JULHO LEVEI EM UMA NEUROLOGISTA E ELA DISSE Q ELE NÃO TEM NENHUM PROBLEMA. COLOCo DE CASTIGO APESAR Q O PAI MAIS SEVERO. O Q DEVO FAZER.
    CONVERSO DEMAIS SOU CARINHOSA FAÇO TUDO NA MEDIDA Q TENHO CONDIÇÃO.

  62. severina roque de souza

    o mweu filho e muito agitado,nervoso por qualquer coisa ele grue fazerita e chinga muito.e muito goloso pra comer.nao tem passiencia com nada.o que fazer

  63. cristiane ferreira

    Bom dia tenho um filho de 15 ano ele e um menino muito bom e tem muita responsabilidade com seus compromissos ,isso e bom mais preocupa também ele me pediu para marca uma consulta com psicologo eu to sem saber o que fazer com essa situação, tem como alguém me da uma resposta ai por favor

  64. ANA PAULA LUCHESI

    Tenho uma neta de 6 anos e uma de 4 anos. Este finl de semana elas estavam brincando, quando de repente a mais velha trancou a porta do quarto onde estavam e colocou o dedo no orgão genital da mais nova. É normal esse comportamento, ou devo procurar ajuda?
    Tenho a desconfiança de que o marido da avó materna dela (que não é avô de sangue) possa ser um abusador sexual? Como consigo, conversando com ela, saber se essa pessoa já tentou algo com ela?

  65. Julie

    Existem vários métodos de monitoramento e rastreamento dos celulares e da atividade da outra pessoa, eu procurei tudo de que precisava nesse site http://topespiaowhatsapp.com/

  66. NEUSA T SARTORI NASCIMENTO

    e quando a avo vai brincar com o neto e encontra o brinquedo caro q ela deu e esta quebrado sendo novinho, ai pergunta ao neto onde esta o pedaco daqui e ele responde minha mae jogou no chao porq estava brava e quebou
    q raiva q fiquei mas ao mesmo tempo com do
    oq vc acha disso

  67. Higor Caue

    oi sou um filho achei esse site nos históricos excluídos do computador da minha me fiquei pensando porque ela estava vendo isso meu irmão é supersocial e minha irmã é muito interativa com os outros e nem um deles tem um dos problemas citados ai caiu a ficha ela tá lendo isso por causa de mim eu tenho um QI elevado mais por causa disso também não tenho quase amigos prefiro ficar sozinho e quase não tenho emoções ela tenta conversar comigo mais eu não sei me comunicar com ela então acho que você poderia fazer um tópico sobre como conversar com crianças mais inteligentes porque nós pensamos diferentes das outras raciocinamos mais rápido e isso nos prejudica na comunicação se puder fazer obrigado

  68. Manoel Valeriano da Silva Filho

    Tenho um neto de 3 anos, ele anda se mordendo muito.
    O que devemos fazer?

  69. michele de Azevedo

    oi, meu nome é Michele e tenho um filho de 6 anos, sou divorciada a 3 anos e recentemente me casei novamente,o pai dele mora em outro estado , mas sempre se veem nas ferias, ele chama meu atual marido de pai e gosta muuito dele, meu filho em casa é super agitado, faz birra por tudo, se joga no chao, fala que ninguem ama ele e tal, mas gracas a Deus na escola é muito elogiado, nunca tive reclamação de nenhuma professora, ele é super amigo dos colegas,antes ele dormia com agente na mesma cama ate nos mudarmos para outra casa que agora ele tem seu proprio quarto, ele é muito carinhoso, mas tem horas que ele é muito dificil mesmo, ele quer comer toda hora, quando falamos que vamos sair para algum lugar ele fica perguntando sem parar, é muito ansioso, quando joga video game nao aceita perder e faz birras, coloquei de castigo e nao adianta, baixei uns joguinhos educativos no celular para ele jogar, mas ele ainda tem muita dificuldades com algumas letras, confunde muito B, D, R… ele nao guarda muitas coisas que falamos pra ele, por exemplo, se eu falar para ele nao mecher em tal coisa, ele ouve, mas daqui a pouco ta mechendo de novo sabe, eu sei que ele sente minha falta, mas eu trabalho menos horas para poder ficar com ele, e mesmo assim ele me cobra muito, ele nao me respeita na frente de ninguem, sabe esta muito dificil… preciso de ajuda

  70. JOCILENE DIAS DE OLIVEIRA

    O que me chama atenção na minha filha que parece que ela quer chamar atenção. Uma hora ela e uma menina mocinha toda comportada de repente começa a agir como se tivesse 5 anos de idade muito ansiosa ,não aceita não como resposta,

  71. KALINE CRISTINA

    OLÁ…
    Me chamo Kaline,tenho 03 filhas,16,12 e 11anos,e estou passando por problemas com minha filha de 11anos,ela n aceita ser contrariada,n aceita um não e ainda me desafia,me agride com palavras,me faz perder o controle e isso me deixa muito mal,estou necessitando urgentemente de ajuda,pois ela e uma criança meiga e amorosa,parece q isso q ela faz é um surto de momento,mas estou desesperada,sem saber o q fazer e procurando Socorro,por favor,me ajudem,ela é uma criança super inteligente,ninguem acredita quando ela ta assim,pq aparentemente ela é otra pessoa,parece q sao surtos de momentos.

X Leia também:

10 dúvidas mais frequentes sobre a Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV)

11/02/17Ver a matéria   >>