Como estes desafios diários mudaram a minha relação com a minha filha

De Mãe para Mãe - Educação - Somos todas iguais09/08/18 By: Ana Lú Gerodetti
(0) Comentários

Olá, meninas!

Tudo bem?

Não é fácil cuidar de uma criança. Apesar de todos os momentos deliciosos que elas proporcionam, criar um bom ser humano é uma tarefa que exige inúmeros requisitos, desde a educação até a segurança do pequeno.

Navegando pela internet, encontrei um texto super bacana que fala sobre como alguns pequenos desafios diários mudaram a relação de uma mãe com a sua filha. A autora, Jessie Ford, conta que sempre fez tudo como manda o figurino da maternidade, mas sentia que faltavam algumas coisinhas a serem ensinadas para a sua filha.

Jessie, então, começou a aplicar os “desafios”, pois estava cansada de ver a lancheira da pequena voltando para casa sempre cheia, e teve uma surpresa quando os resultados começaram a aparecer. Confiram a nossa tradução livre!

________________________________________________________________________________

 

Como estes desafios diários mudaram a minha relação com a minha filha

 

O primeiro desafio da minha filha era comer o seu lanche. Depois de alguns dias “vencendo” o desafio, ela ganhou uma recompensa. Além de que, após cumprir suas pequenas metas, ela ficou ainda mais ansiosa por mais desafios.

O desafio diário pode ter começado com a ingestão do lanche, porém, passou a e tornar muitas outras coisas significativas. Alguns dias, fazemos só um desafio; em outros, fazemos dois ou três.

Juntas, pensamos em alguns tópicos que ela poderia transformar em desafios, como:

  • Fazer um elogio a alguém hoje
  • Brincar com um novo amigo
  • Apresentar-se para alguém da escola com quem ela nunca havia falado antes
  • Sentar com amigos diferentes durante o intervalo hoje
  • Dizer “obrigada” à professora antes de ir embora da escola
  • Encontrar um colega que esteja sozinho e ir brincar com ele
  • Inventar um novo jogo e convidar seus amigos para jogarem
  • Dizer a um amigo o motivo dela gostar de brincar com ele
  • Perguntar à professora se ela precisava de ajuda em alguma coisa
  • Dizer “bom dia” e “boa tarde” à diretora

Toda vez que vou buscá-la na escola, pergunto como foi o desafio do dia. Ouvi-la contar sobre como fez alguém sorrir ou sobre como o seu novo jogo se tornou o favorito da turma me faz incrivelmente feliz!

Eu não estou só compartilhando algo especial com ela, mas também fujo um pouco daquela típica pergunta de ‘como foi a escola hoje?”, e consigo dizer como foi o dia dela só pelo brilho em seus olhos quando está me contando que o desafio foi cumprido com sucesso.

Os desafios diários me fizeram entender como e o que posso fazer para ajudá-la.

Melhor comunicação e conhecimento

Esses desafios são super importantes para o nosso vínculo e para mim como mãe. Mesmo que nós duas tenhamos sido abençoadas com uma ótima relação de mãe e filha, eles tem nos ajudado a estreitar ainda mais esse laço. Eles nos encorajam a continuar conversando e compartilhando os nossos dias uma com a outra – algo que eu não quero que mude conforme ela for crescendo.

Eu AMO conversar com a minha pequena e saber o que acontece no mundo dela me ajuda a saber genuinamente como ela está. Isso tudo também me ajuda a ter uma abertura para ajudá-la quando ela precisa de mim, assim como faz com que ela se sinta segura em me pedir para lidar com algo que fez e não se orgulhou; juntas.

Gentileza importa

Como esses desafios diários são tão fáceis, eles podem ajudar – e muito – alguém que precise de alguma coisa. E se desafiarmos os nossos filhos a todos os dias se sentarem com alguém que esteja sozinho? E se falarmos para eles conhecerem novos amigos? E se os desafiarmos a elogiar alguém todos os dias? Esse tipo de gentileza pode significar o mundo para alguém que esteja precisando disso.

Se nós ensinarmos as nossas crianças a serem gentis todos os dias, talvez outros estudantes tenham algo a mais pelo qual viver. Sejamos sinceras, o próximo atirador de uma escola está em algum lugar por aí, e um pequeno gesto de gentileza pode mudar tudo para melhor.

Gentileza não custa dinheiro e não requer leis. Gentileza é simples e realmente importa.

Embora esses desafios diários tenham começado de maneira discreta, eles mudaram a forma como vejo as coisas. Eu não tenho mais pensado que “não há nada que eu possa fazer”. Como mãe, a coisa mais importante do mundo para mim é criar a minha filha para ser uma pessoa melhor.

Mostre aos seus filhos gentileza através de bons exemplos e os encoraje a serem gentis todos os dias.

Fonte/Autor: Jessie Ford

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: