As 10 regras de ouro para educar – Supenanny

De Mãe para Mãe21/04/14 By: Juliana Freire
(203) Comentários

 

Olá, meninas! Tudo bem?

 

Definitivamente educar um filho não é uma tarefa fácil e só quem é mãe sabe disso, certo? Sempre queremos fazer o melhor, mas no dia a dia é praticamente impossível não ceder às vontades deles…

 

Para tentar nos direcionar e saber onde devemos ser mais duras e onde podemos ser mais flexíveis, encontrei as “10 regras essenciais para educar as crianças” que a Supernanny (Cris Poli) elencou! Achei essas regras muito relevantes e acho que todas as mães deveriam ler!

 

 

nanny1

 

 

Depois que li essas “10 Regras de Ouro”, consegui organizar melhor meus pensamentos para tentar não deslizar na educação dos meus filhos, espero que ajude vocês também:

 

1. Os pais são a autoridade da casa!

Quem manda na sua casa? A resposta certa, segundo Cris Poli, a Supernanny, deve ser: “os pais”. E você precisa assumir a autoridade da educação dos seus filhos. Deve saber o que é melhor para ele e impor isso. Não permita que os pequenos a dominem.

 

 

nanny5

 

 

2. Não tenha medo dos seus filhos!

As crianças podem gritar, chorar, espernear, atirar objetos. Mas você não deve se assustar diante dessas atitudes e recuar. Se tomou uma decisão, continue firme nela. A cada passo que você recua, seu filho ganha um ponto na autoridade. Se não fizer isto, quando perceber, vai ser seu filho quem mandará na casa.

 

nanny3

 

 

3. Pais são responsáveis pela educação dos filhos!

Não é a escola ou a babá ou a igreja que vai cuidar da formação dos seus filhos. Hoje, os pais, por trabalharem fora, acham que podem terceirizar essa obrigação. Mas estão errados! Ninguém, além de vocês, têm a obrigação e o poder de formar o caráter dos seus filhos. Se eles andaram aprontando, não adianta mudar de escola. Vocês é que têm de ensinar a eles o que é certo e errado.

 

nanny8

 

 

4. Fale não para os filhos!

Vivemos em uma sociedade com limites. E se você não ensinar isso para o seu filho desde pequeno, ele com certeza terá problemas para conviver com os amigos, professores e até familiares. Diga “não”, por mais que ele chore, insista ou tente lhe chantagear. Afinal, ele vai ouvir muito “não” na vida e é bom já crescer acostumado.

 

nanny7

 

 

5. Crie uma rotina para os filhos!

Defina os horários das atividades das crianças. Assim, elas terão tempo para fazer tudo. Determine a hora de dormir, de brincar, ver TV e estudar. Não é para ser maníaco com horários, mas apenas organizar o dia para que seus filhos não deixem de fazer aquilo que você considera importante para a formação deles.

 

nanny9

 

 

6. Brinque com seus filhos!

Invista uma parte do seu tempo para brincar com as crianças. Brincar não é perder tempo, mas sim um momento precioso para conhecer e educar seus filhos. Perder, dividir e esperar são algumas das coisas que você vai poder ensinar enquanto conquista a confiança e a amizade deles.

 

nanny4

 

 

7. Escute o que os filhos tem a dizer!

Seus filhos são de uma nova geração e muita coisa mudou. Por isso é bom escutar o que eles têm a dizer. Ouça os argumentos das crianças e tente ser flexível, entender o lado delas. Isso ajuda a criar o diálogo e a construir uma relação de confiança entre pais e filhos. Mas saiba sempre que a posição final é sua e se discorda do ponto de vista dos filhos, pode e deve impor sua palavra.

 

nanny11

 

 

8. Use apenas a força da voz!

Nada de bater nos filhos! Isso não educa, assusta! Aprenda a falar com força para se impor aos seus filhos. Você pode colocá-los de castigo, sim, mas não pode machucar. Mandar para o quarto, tirar algo que ele gosta de fazer, tudo bem! Punir não é errado mas, agredir, sim.

 

nann12

 

 

9. Não sobrecarregue as crianças!

Tudo bem que os pequenos devem começar a se preparar desde cedo para o mercado de trabalho. Mas eles não precisam ficar estressados ainda na infância. Não exagere na quantidade de cursos e atividades em que matricula seus filhos: lembre-se que brincar é muito importante para o desenvolvimento deles.

 

nanny12

 

 

10. Dê pequenas responsabilidades aos filhos!

Para ver seu filho feliz, você não precisa poupá-lo de todos os esforços e dar tudo o que ele quiser. Ensine-o a ter um pouco de autonomia e responsabilidade desde pequeno, para entender que precisa batalhar para conquistar algo. Faça com que ele guarde os brinquedos e as roupas. E a partir dos 6 anos, dê uma pequena mesada. Assim, ele vai aprender a dar valor para as coisas.

 

nanny10

 

Fonte: M deMulher

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

203 Comentários:As 10 regras de ouro para educar – Supenanny
  1. Juliana

    Adorei o post Ju. Super importante e de grande valia!!! Que nos ajude a cada dia, pq educar, ainda mais nos dias de hj, não é tarefa fácil. Super bjo!!!

  2. Danieli França

    Ju, também adorei o post! sempre bom aprender mais. Dicas valiosas. Bjos

    • Juliana

      Dani, achei essas dicas muito valiosas! É bom tentarmos nos disciplinar para colocar em prática, né? Beijos

  3. Lú.

    Ótimas dicas, mas nada fáceis de se cumprir, verdade seja dita 🙂
    é uma Missão mesmo a maternidade, mas a mais doce delas 🙂

    Beijos, Lú.
    😀 vendo ZARA KIDS
    http://www.blogusezara.com/kids/

  4. Manuela

    O item que mais me confunde é ” Escute o seu filho”, pra mim choca muito com ” Os pais estão no comando” , quando era criança me lembro de me sentir incompreendida pelo meu pai quando ele fazia valer a sua vontade, mas agora em posiçao de mae, nao sei como ouvir a vontade do filho e ao mesmo tempo impor a minha!

    • Juliana

      Verdade Manu, concordo que isso nos confunde mesmo, mas acho que nesse caso vale a nossa sensibilidade em entender se a vontade deles é birra ou algo realmente que eles nos querem dizer… Acho que temos que ter bom senso acima de tudo,né? Beijos

    • Maite

      Manu, eu faço assim, tudo o que pode ser negociado deixo eles escolherem. Tipo: Eles TEM que comer uma verdura na refeição (exemplo). Mas podem escolher se será brócolis ou espinafre.
      Tem que ir pra cama às 9, mas podem escolher qual pijama usar, etc.

      • Lii Lins

        Maite,nem sempre faço assim.Por exemplo:A minha Manu,de 6 anos se ela n quiser comer,ela não come mas depois QUANDO QUISER come uma fruta e ela escolhe quando dorme.Assim é mas facil obrigada

  5. Myriam

    Muito legal o post!! Concordo com as regras!! Uma ótima orientação

    • Juliana

      Oi Myriam, eu também adorei essas dicas e achei muito úteis! Mil beijos

  6. telma kremer

    Sou mãe de 4 meninas. Uso e concordo estas regras desde que nasceram.
    Minha filha aos 8 anos uma vez me disse: Mamãe, tenho um pedido. Depois que vc brigar, poderia me dizer que me ama ? Eu fico na dúvida?

    Desde então, eu sempre digo que estou brava, que elas estão de castigo, mas sempre digo – E eu te amo muito. Este é meu papel e meu dever, te educar…mas não tem nada a ver com meu amor, que é infinito e indestrutível.

    Fica a dica !

    Abraços
    Telma

    • Juliana

      Telma, adorei sua dica… precisamos acima de tudo que nossos filhos se sintam amados!! Obrigada pela participação! beijos

  7. Fernanda Shoel

    Telma adorei muito sua dica vivendo e aprendendo . muito obrigado

  8. Desirée Jaquet

    Adorei as dicas e me enxerguei em todos os conflitos e prazeres da maternidade. Tenho uma menina de 12 anos e um menino de 6, convivo direto com o ciúmes da guria. É bem complicado lidar com as duas faixas etárias de forma justa para todos, é um treinamento diário. Mas… ser mãe é assim, tudo muito: muito prazer, muitas realizações, muito orgulho, muitas críticas, muita correria, muita dor na consciência (ainda mais trabalhando o dia todo), muito jogo de cintura para administrar a rotina. AMO MUITO TUDO ISSO!!!!!

    • Juliana

      Oi Desiree, AMEI seu comentário! Minha segunda filha acabou de nascer e ja estou me sentido igual a vc!! Mil beijos

  9. Elaine Silva

    Tenho uma filha de 5 anos e muitas vezes sou brava além do necessário com ela. Dizer não é fácil pra mim, mas uma coisa que não abro mão de falar pra ela quando ela faz algo errado é “mamãe está chateada com o que você fez, mas mesmo assim te amo muito.” Ela entende e me dá um abraço dizendo “mamãe, não vou fazer isso de novo, tá?” e nos resolvemos assim.

    • Juliana

      OI Elaine, adorei essa sua forma de conversar com sua filha, sempre demonstrando amor! REalmente educar os filhos é uma das tarefas mais dificeis da vida. beijos

  10. Rayne

    Adorei o texto e mais ainda porque o nome do meu filho também é Olavo, rs!!! Bjos.

    • Juliana

      OI RAyne que nome LINDOOOO rsrsrsrsrs! Parabéns! Vc ainda não conhecia nosso blog? Temos novidades todos os dias…quando opuder entra aqui para ver… beijos

  11. Thami Hull

    Desculpem não concordar.Eu acho a Supernanny ( a brasileira e a americana) bons exemplos a NÂO serem seguidos.Tratam todas as crianças de forma igual,não respeita a opinião das crianças como seres humanos individuais e com opiniões e desehjos próprios e varios outros fatores “sem comentários”.Nunca chamaria uma pessoa dessa pra minha casa,além do mais,os programas são editados de forma a parecer que todas as tecnicas dão certo.Mas nós sabemos bem que o que funciona na casa do vizinho nem sempre funciona na nossa não é?

    • Marina

      Concordo plenamente Thami. Não Acho certo o adulto ser autoritário, acabamos ensinando que a vontade/opinião da criança não importa. Tem que individualizar! A Criança retraída, desta forma, nunca vai tomar coragem p dar sua opinião, sobretudo fora de casa. Acho que a principal regra é ser carinhosa e lembrar que o caminho mais fácil geralmente não é o melhor, pense bem na repercussão e faça sempre a escolha certa, sem preguiça.

      • geslaine

        Na verdade e ai que você se engana, é claro que devemos dar carinho, mais os filhos tem que ter uma imagem de autoridade, saber que tem alguem acima deles, nem toda criança compreende isso, por isso algumas vezes é necessario mostrar que você é quem manda na casa.

  12. pricila

    Oi Juliana ,adoro o blog de vcs! È mto proveitoso tdas as dicas que vcs dao pra gente! Obrigado viu descobri o blog faz pouco tmpo mas to adorando! bjx pri!

    • Juliana

      OI Pri que fofa! Obrigada pelo carinho. Mil beijos

  13. Não vou por meu nome para não pagar mico

    Tenho 12 anos e minha mãe está grávida…e eu vou ajudar a criar minha irmãzinha eu sou a favor de não bater, e sim por de castigo, mas e se ela não aceitar o castigo?Ex: minha mãe manda minha irmã ir para o quarto ou alguma coisa assim e ela dizer que não vai, que não quer e que não tem jeito?Ou se ela começar a aceitar o castigo?Ou então se ela fez algo tão ruim que só um castigo não funcione e não de a lição necessária?Aí ela deve bater?O que ela deve fazer?

    • Joana

      Oi! Eu acho que você não deve começar a ter essa responsabilidade tão cedo. Você é irmã mais velha, não mãe. Minha irmã tbm teve essa responsabilidade de ajudar a cuidar de mim quando eu nasci e foi péssimo para ela, ela não teve infância, não teve adolescência e quando virou adulta sofreu muito com isso, querendo ter a adolescência dela de volta e não podendo. Resultado? Não consegue fazer muita coisa, como aguentar num emprego, cursar uma faculdade, ter amigos com os mesmos pensamentos que ela (porque ela tem mais de 30 mas ainda age como adolescente por ter ‘perdido’ essa fase), etc. Aproveita teu restinho de infância e seja uma boa irmã mais velha, vc não é mãe ainda para se preocupar com isso! Dê um bom exemplo porque irmãs mais novas seeempre seguem o exemplo das mais velhas 🙂

    • Sara

      Eu concordo com a Joana quando ela diz que essa obrigação é da sua mãe, e é mesmo, mas já dá pra perceber que vc já a ama e quer o melhor para ela.Minha sugestão para vc é ser a melhor irmã do mundo, levando para passear, comprando coisas que vc acha legais, dizendo que a ama muito, conversando com ela, mostrando que realmente se importa que ela esteja bem e colocando limites também, mas vc deve colocar limites para ela estar com vc, por exemplo não xingar, não bater, não mexer nas suas coisas e vc não permitir que ela faça estas coisas ou vai avisar a sua mãe que ela está agindo errado, pq vc a ama e não quer ela sofrendo depois. Já percebo uma irmã maravilhosa (como a minha) em vc. beijos

  14. catiana dos franciscas dos santos

    muito interessante adorei pois tenho gemeas de 13 anos esta dificil

    • Juliana

      Que bom que foi útil, Catiana!
      Obrigada por visitar o blog.
      Grande beijo!

  15. catiana dos franciscas dos santos

    tenho gêmeas de 13 anos gostei muito pois ni mundo de hj esta dificil é uma ajuda sempre é boa

  16. Ivoleda

    Quero agradecer por essas regras de ouro, elas me ajudaram a reorientar minhas ideias e decisões no trato com meus filhos…. beijos!

  17. Ester Nogueira

    Eu que já sou avó de 3, concordo inteiramente!
    Infelizmente, o que se vê muito hoje em dia são pais despreparados, inseguros, e… mal-educados! E ainda por cima, altamente permissivos!
    Daí, como vão educar, ensinar seus filhos não?
    Um abraço.

  18. Rodrigo da silva

    Gostei os pais tem mesmo que aprender ter responsabilidade com os filhos não é fácil mas graças, a Deus depois à supernanny que as re grinhas será de um favor incrível

  19. Sander

    Como vcs lidam com a rebeldia em lugar público, quando há claros limites para o uso da “força da voz”?

    • Cora

      Olá, Sander! Olha, tenho 2 meninas, gêmeas, com 2 anos e meio. Quando elas fazem pirraça onde há limites para o uso da força da voz, eu simplesmente ignoro; depois de alguns minutos, geralmente, a birra acaba. Também uso o truque da distração, chamando a atenção da rebelde da vez para outra coisa, ou cantando uma música que ela goste. Elas estão numa idade bem difícil, mas tem funcionado, pois as birras estão cada vez menos frequentes. Espero ter ajudado!

  20. Maraia Aparecida

    IRMAS DE 4 E 7 ANOS BRIGAM MUITO A MAIOR ODEIA A MENOR COMO ENTENDE-La ? e tem mais um de um ano e meio

  21. hullda

    nossa muito bom saber tenho um filho de 8 anos e uma filha de 2 anos, to aqui nervosa, nao sei educa -los e ta tendo muita briga ,ciumes aqui,ta muito dificil,essas dicas sao otimas, obrigada

  22. jeane

    Adorei as dicas vou colocar em prática pois tenho problemas terríveis com a minha filha. obrigada

  23. tarsia maniza

    tenho uma criança de 2 anos e meio td ele grita e da birras qd saimos me da ate vergonha pq ele faz estas birra perto do outros como posso fazer p amenizar este comportamento?ja pensei ate em leva loi em piscicologos …

  24. Rebeca Tino

    Gostei muito das dicas, são de grande valia!!!

  25. Carla

    Tenho uma amiga que tem uma menininha de tres anos, fiquei indignada ao ver como a menina se comporta, faz dengo, reinassa o tempo td, chora que nao sai uma lagrima, aquele choro irritante so para conseguir o que quer, nao pode ver outra crianca com um brinquedo, ou comendo algo que quer, sem contar que faz a mae tirar o sutiã para ela tomar o mama, em quanto a mae nao tira o sutiã, pra ela ficar amassando ela nao para de chorar, mas choro sem lagrimas só de dengo. Eu fico chateada, não sei como dizer a ela que isso ta errado, que ela precisa regras, pois se a gente fala alguma coisa é porque é ruim com a menina, que nao gosta dela. É bem complicado. O que fazer? Como mostrar que nao é assim?

  26. Maria Morante

    Excelente artículo. Gracias

  27. janete

    Boas regras, concordo totalmente! algumas já se fazem presente aqui em casa!
    Parabéns e grata!

  28. Neia Paiva

    Muito bom, são valores que tens que aprender desde cedo.

  29. francine figueiredo vieira

    Adorei!!! Espero que continue me ajudando,dicas maravilhosas…

  30. Keila Moura

    Amei essas 10 regras de ouro e amo Cris Polly,ja pratiquei e vou continuar praticando. Deus abençoe a todos.

  31. Bruna

    Ótimas dicas adorei nos dias de hoje está complicado criar um filho .

  32. Rejane

    GOSTEI MUITO,VOU USAR NO MURAL DA MINHA ESCOLA.

  33. Oraci do Amaral

    Muito importante essas 10 regras, as crianças precisam muito disso,estou nas vésperas de uma palestra que irei ministrar para os pais.
    O tema é: Como orientar nossos filhos a luz da palavra de Deus.
    O evento irá acontecer no dia 27/03/2015 às 20:00 hrs, na Igreja Evangélica Pentecostal o Brasil para Cristo, à rua Dante Julio Spina, 62 vila Arens, Jundiaí, estado de São Paulo, a entrada é franca
    Contatos através do fone (11) 4587-7175 com Tiaguinho.

  34. Oraci do Amaral

    O evento será dia 27/02/2015 e não dia 27/03/2015 como foi divulgado, grato.

  35. lourdes

    Aprovado

  36. adriano.roso

    oi Adri!!
    vamos por em pratica estas ideias, para nossa familia ser Feliz!!!
    obrigado por tudo !!!
    att: francieli

  37. adriano.roso

    Achei otima estas regras pode nos ajudar a por em pratica!!!
    att: francieli

  38. Fabiola gomes da silva

    Estou com problema com meu filho de 08 anos na escola,coloco de castigo ,tirei tudo que mais gosta mas de nada adiantou,sou muito nervosa ,preciso de uma orientação .Desde já Agradeço.

  39. aline

    Adorei essa regra de ouro.ando meio preocupada porque minha filha nao me obedece.ela vai fazer 2 anos.mais nao escuta nada que eu falo.

  40. fabiola

    Não é fácil mesmo. Tenho um de dois anos e meio. Tem dias que ele esta um doce mas tem outros que tira a gente do sério. As vezes não sei o que fazer pois castigo e bronca não adiantam sempre.

  41. Cris Pontes

    Excelente!!!! Amei as regras e vou procurar segui-las!!!

  42. Lucia

    super nani é difícil demais educar a minha tem 04 anos tá cheia de vontade e olhe que sou muinto rigorosa não estou sabendo agir com ela …ela tá tentando ganhar tudo no grito se puder me ajuda?

    • Cristiane

      Gosto muito das dicas de Cris Poli, só não concordo quando ela diz para não bater.
      É que ela é cristã e eu também sou, logo professamos a mesma fé. E ser cristão é estar de acordo com aquilo que a bíblia diz, e a palavra de Deus nos instrui a disciplinar os filhos com a vara.
      Eu não abro mão desse princípio e minhas filhas são muito educadas.
      Acho errado qualquer coisinha os pais baterem, por isso aqui em casa as varadas são um “acontecimento”. Minhas filhas apanham umas duas vezes por ano, isso quando já tentei de tudo… a conversa, corte de alguns privilégios, enfim… A vara quando aplicada com sabedoria é válida na minha opinião.
      Nas demais coisas concordo com que ela diz, principalmente no que diz respeito a autoridade dos pais sobre os filhos. Hoje em dia as crianças mandam nos pais desde bebê, pois já vi muitos casos em que os pais levam seus filhos no carrinho ou no carro pra dar uma “voltinha” para ele dormir. Ora, coloque a criança no berço e deixe chorar, ela tem que entender que é hora de dormir.
      O fato é que educar dá muito trabalho, terceirizar a educação é mais fácil. Para ser pai e mãe devemos estar dispostos a pagar o preço.

  43. VENELAYNE

    OLA BOM DIA!!!ENTÃO TENHO DUAS PEQUENAS UMA COM 4 ANO E UM MES E A OUTRA COM 5 ANO E 5 MESES EU PASSEI POR ALGUMAS DIFICULDADS NA MINHA VIDA E AS VEZES POR ESTAR CANSADA EU DEIXAVA ELAS BAGUNÇAR PRA DEPOIS EU MESMA JUNTAR AS VEZES EU FALAVA “NÃO” MAS DAI ELAS QUERIA,QUERIA E DAI EU LIBERAVA PORQUE EU NÃO QUERIA DISCUTIR,NÃO QUERIA AGREDIR,MUITAS VEZES ELAS APRONTAVAM E EU DEIXAVA PASSAR BATIDO E HOJE VEJO Q EU ESTAVA ERRADA E MEU ESPOSO O PAI DELAS JA ME DIZIA “SE VOCE NÃO IMPOR LIMITES DEPOIS VOCE NÃO CONSEGUE MAIS,VAI CHEGAR UMA HORA Q ELAS VÃO BATER EM VOCE”…HOJE VOLTEI PELAS DIFICULDADS DA VIDA MORO COM MINHA SOGRA E MEU ESPOSO ESTA LONGE POR ALGUNS MESES E ESTAMOS ADAPTANDO A CADEIRINHA O PODER DO NÃO…ELAS JA MELHORARAM BASTANTE MAS SINTO Q EU AINDA PRECISO TER MAIS AUTORIDADE SOBRE ELAS PRINCIPALMENTE PELA MENOR…É MUITO DIFICIL,CANSATIVO E SINTO Q AS VEZES EU AFROXO E MINHA SOGRA DIZ VC TEM Q IMPOR MAIS…MAS VOU CONSEGUIR SEI Q É PARA O MEU BEM…BJUS ADORO VOCE SUPER NANY( O MEU APELIDO É NANY)

  44. simone

    Muito bom, gostaria de aprende mas,pois tenho uma filha de 10anos.

  45. ODETE DE OLIVEIRA SAVI

    Dicas valiosas de educação,para lembrar todos os dias

  46. marciane da silva

    Quero muito educar meu filho,impor limites a ele,mas as vezes é dificil..fico sem saber o que fazer,o que é certo ou errado,tenho muito medo de errar na educação dele…

  47. Nericy Camargo Duarte

    Bom demais. Adorei estas regras. Hoje em dia está complicado Educar. Muita informação e os pequenos cada dia mais agitados, e sem noção

  48. aris

    Estou perdida na educação dos meus filhos um tem 12 anos e o outro 6.mas não tem respeito por ninguem estou cansadda não sei o q fazer ja gritei e grito muito ja bati estou perdendo as formas me ajude .Muito obrigado fique com Deus até mais.

  49. aris

    Obrigada agora com esta ajuda das 10 regras sinto q ainda é possível fazer algo muito obrigada. ..

  50. Vânia

    Maravilhosa essas dicas, amei. Parabéns e obrigada.

  51. Milena ribeiro

    As orientações são importantíssimas para mim porque além de mãe, sou pedagoga.E é um prazer tê- lá como orientadora. Estarei esperando. Parabéns por sua dedicação. Abraços.

  52. josy

    Eu achei master valiosas essas dikas^-^

  53. Gislaine

    Muito bom todas as dicas e importante
    Para nos ajudar na educação dos nossos filhos.

  54. eliane

    Muito legal essas dez regras,agira vou tentar fazer com minha pequena Bruna.

  55. Ricardo Beires

    Pra leitura OBRIGATÓRIA!!!!
    Bj
    tam

  56. Lais Gonçalves Manto

    Adorei. Educar não é fácil mesmo!

  57. josiane moura

    Muito importante essas regras para educaçao dos nossos filhos. VAleu!!!!

  58. josiane moura

    Adorei essas dicas,muito importante.

  59. manuele

    Olaaa… por favor me ajudeee.. hahahaha

    apartir de que idade posso deixar de castigo???
    Ja tentei e nao dru certo..
    Minha pequena tem 1ano e 8 meses

  60. rosi

    adorei as dicas, são ótimas e serve p nos direcionar.

  61. Mirella

    Tenho casal de gêmeos, de 1 ano, porém minha filha tem um temperamento muito difícil, quando não deixamos fazer o que ela quer, a mesma quer bater no irmão, se joga a ponto de bater a cabeça no chão. E ela não ver nada de agressão em nossa casa. Fica muito difícil controlar uma bebê de 1 ano, entender o que é um castigo. Preciso de ajuda.

  62. Lery

    Gostei muito e tenho muito a aprender com vc

  63. Mariana

    Ótimas dicas… Mas de vez enquando não tem como evitar as palmadas…. Sou totalmente contra a agressão , mas uma boa palmada na hr certa resolve e muito o conflito.., abraço !!!

  64. Maria Cláudia

    Ótima e eficaz,ajuda bastante na educação de nossos filhos.

  65. Isabele

    Eu tenho uma filha de dois anos, só que sou separada do pai dela, só que ficou muito dificil de criar ela, aí bato nela devido Eu ser muito extressada! Oque Eu Faço me ajude?

  66. Lucyane

    Mto legal vou usar…

  67. Orivaldo Gabriel

    Boas orientações, os pais tem que ter paciência calma, há momento que parece um desafio, segundo um pedagoga da unesp de Botucatu, a personalidade pode ser “ajustada” até os 6 7 anos, depois… pode ate ser influenciado pela sociedade a qual pertença e pela sua própria sabedoria, mas o sentimentalista parece prevalecer. Mas voltando as 10 dicas, são boas, boas mesmo, ajudaram-me muito obrigado.

  68. orivaldo

    Boas orientações foram passadas nesta artigo eu gostei mesmo, sou pai novo ainda mas penso o seguinte: os pais tem que ter paciência, calma ,dar atenção, os pais são os exemplos para os pequenos, tudo eles copiam dos pais, parecem um HD de computador formatada, só entra informações e através destas eles fazem suas ações, nos 7 anos +-, creio eu, a criança esta com um personalidade bem estruturada, sem falar do ambiente social/cultural na qual viva, que pode dar uma influencia negativa ou positiva.

  69. Maria Helena Ferreira

    Não sei lidar com meu filho de 10 anos por favor me ajude.

  70. Carlos Henrique

    10 Regras de Educação

  71. Priscila

    Muito bom, meu BB ainda tem três meses mas amo ler as dicas q VC dá, ainda mais pq são baseadas no seu dia a dia

  72. Alessandra

    Americano isso é pra vida eu estava precisando desses conselhos obrigado

  73. Marci

    Receber mensagens

  74. Marci

    Dez regras de educar um menino

  75. jucimeirenascimento

    Me serviu bastante essas dicas da super nani,principalmente a questão de dar afazeres,quem manda,não recuar,PERFEITO!

  76. fernanda

    vou tentar a coisa anda bem dificil aqui em casa,meu filho de oito anos anda muito autoritário e ficou mais depois da chegada da irmãzinha.

  77. sulamita lourenço

    Maravilhosa estas regras de ouro. Está de acordo com a Bíblia. Parabéns.
    Vou seguir as dicas. Obrigado.

  78. Belkiss

    Olá,

    Gostaria de receber mais publicações por email

  79. Leilá

    Tudo sobre educar filhos ,netos , me encanta… Gosto muito de saber o que é certo e o que errado !!!

  80. Janaina

    Obrigada pelas dicas! ! Acho que estou indo no caminho certo!!!

  81. samara regina

    Gostei muito! Já fazia algumas dessas dicas.Vou ficar mais atenta a todas as 10 dicas e colocarei em prática .Bjs…

  82. Giovana Rocha

    Amei as dicas..Já coloco algumas em prática com a minha Sarah de 2/aninhos..E como funciona.Tempo de qualidade para nossos filhos.
    A Sarah agradece por tudo,e se mpre pede por favor.Meus olhos se enchem de lágrimas de alegria

    • Fernanda

      Discordo da Supernanny… ela prega o autoritarismo, o castigo, o tal do cantinho do pensamento… Ainda tenho uma filha bebê, mas pretendo cria-la com apego, fundamentada na disciplina positiva. Acho muito mais natural, respeitoso, maternal… Convido a todas as mães e pais a conhecerem essa maneira de criação, que não tem nada a ver com permissividade ou autoritarismo, mas um equilíbrio entre ambos.#disciplinapositiva, #criaçaocomapego

  83. Gaby

    encontar o blog de vocês foi uma surpresa daquelas que a gente quer todo dia…e tem!!!! Adoro as matérias, as dicas…sou mãe de 1ª viagem aos 40 anos e nesta fase da vida a gente questiona tudo…lê, troca ideia é o blog é assim…parece que adivinha o que está passando pela cabeça. Parabéns!!!!

  84. susan Margaret Davies Vasconcelos

    Sempre que pude assisti a seu programa,principalmente aqueles em que vc era a Nanny.
    De todas essas observações fica uma que eu acho que deve ser mudada: A autoridade dos pais independe de vc falar alto com os filhos, basta um olhar, um castigo. Mas, considero vc uma excelente educadora. Nota dez.
    Hoje já sou avó de sete, indo para o oitavo neto e fico com um ou outro eventualmente mas gostaria muito de não cometer alguns erros com eles. Preciso saber, quando devo ou posso dar um “dinheirinho” pra bobagens?
    Um grande abraço de sua fã.
    Susan Margaret Davies Vasconcelos.

  85. altair

    Minha filha tem 9 anos e gosta de manda as vezes deixo mais ta ficando ruim??

  86. franceline mariana silva

    Muito bom e gostaria de saber mais como educar desde 2 anos de idade

  87. Daniele

    Super interessante as dicas é preciso os pais terem atitudes e ações

  88. ana paula

    Muito bom eu adoro lê sobre a educação isso me ajudar com meus filhos Parabéns a vcs

  89. gloria maria feliz silveira.

    a dorei as dicas vou fazer com meu neto.

  90. ana Beatriz marcondes de morais

    minha filha ana Beatriz tem 11 anos, e faz birra até hoje como se tivesse 2 anos de idade. Preciso urgentemente dos conselhos da super nanyminha. Por favor , me ajude. Obrigada. Ana marisa.

  91. Afonso Cavudioco

    Gostei dos conselhos, mas acrescento algo muito importante que também deve fazer parte dos ensinamentos dos nossos filho “A educação bíblica – Os Provérbios”. A criança desde já deve saber o errado e o certo, baseando-se com as evidências bíblicas, principalmente naqueles que já sabem ler. O ensinamento da Palavra de Deus dá equilíbrio emocional à criança e um ajustamento social.
    Não basta os pais educar com base as suas experiências, mas também as evidência bíblicas podem funcionar como mecanismo de consolidação daquilo que desejamos aos nossos filhos seguir.

  92. DENIZE MARIA BARROS DOMINGUES

    GOSTEI VOU TENTAR MUDAR AUGUMAS COISAS

  93. monica

    Adorei as dicas.

  94. Evanilde

    Gostei das dicas.eu uma super mãe mas so muito firme quando falo não,baber n educa mas falar firme sim….tenho regras pra tudo…sinto q não estou errando n educação,gostei das dez regras…parabens vai mim servir mais ainda…

  95. Carmen Patricia Casal

    adorei o post, me gusta leer sobre mejorar…..

  96. haullyane

    Oi,como posso tirar do meu filho a preguiça de fazer as coisas dentro de ccasa?

  97. Janaina Fournier

    Meu filho tá terrível não sei mas o que faço, muito desobediênte,tudo que falo pra ele , ele acha que eu qué sou a filha. Não sei mas o que faço.

  98. Alessandra Emmanuelle

    Gosto muito de suas dicas e estou precisando URGENTE de sua ajuda com meu filho de 6 anos. Irei na sua palestra dia 24/9 no colégio Batista em BH. Como posso falar mais com Vc para me ajudar?

    Alessandra Emmanuelle

  99. Evaldo Rafael

    A respeito da questão 08. use a força da voz, isto pode ser positivo quão negativo,porém depende do auto controle dos pais, que falar firme não é gritar e berrar para que a criança possa ouvir, porém o que se espera é que ela compreenda a questão.

  100. Andrea Camargo Rebello

    Uma coisa que aprendi quando meus filhos eram pequenos foi: Abaixar para falar com o seu filho, olhando nos olhos, nunca gritar, e elogiar quando fizerem uma coisa legal. Valeu muito!

  101. Anakaroline

    Adorei

  102. Rosiane

    Adoro a supernany

  103. Ivone Boechat

    SOS- misericórdia para as crianças

    Ivone Boechat

    A sociedade vive sobressaltada, de cabelo em pé, com o resultado do seu próprio estilo de vida. É muito barulho pra todo lado. Aí, a própria família, essa que reclama tanto do incômodo, basta alguém comemorar o aniversário e o barulho é o primeiro convidado a chegar. Nas festas de casamento então, o barulho chega de fraque e cartola. Os convidados, coitados, que imaginavam rever amigos e botar o assunto em dia, nem pensar. Ninguém consegue falar, só se gritar para saber, pelo menos, como o outro vai. Aliás, na primeira chance as pessoas vão saindo, estressadas e frustradas. É para economizar o consumo? É chic? É moda? É claro que um fundo musical na festa é maravilhoso! Mas, por que tanto volume? E não adianta pedir para baixar o som, o profissional contratado, o dj, tem poder; manda na festa e você pode morrer fuzilado com uma guitarra apontada para o seu ouvido que ninguém socorre ninguém.

    Por onde anda a educação?

    As crianças não escapam dessa maluquice de botar o som em último volume nas comemorações, pasmem, a partir de um ano de vida! Mas reparem como os pimpolhos homenageados se comportam na festa: desesperados, choram, querem tirar a roupa, os sapatos, os penduricalhos do cabelo, e geralmente os avós ou algum voluntário bom samaritano sai com a vítima aos farrapos, para dar uma volta lá fora, onde o aniversariante acaba dormindo, aliviado, longe dessa zoeira horrorosa! É um caos! Enquanto isso, uma nuvem de sofredores de tenra idade se esforçam para ficar na festa, anestesiados pela esperança de ganhar os brindes. Ufa! Que sacrifício! A maioria chega a casa e haja mecanismos para baixar a overdose de adrenalina.

    A Escola não pode de maneira nenhuma se omitir na educação sobre o uso inteligente do som.

    Os profissionais têm também que baixar o volume dos equipamentos utilizados nas aulas. É um horror! Os professores devem reduzir o volume da voz. Por que gritar tanto assim? Numa conversa normal, com pessoas educadas falando, o decibelímetro marca 30, 35 decibeis! Imagina o incomodo de quem é obrigado a participar de uma aula com 60 decibéis ou mais dos professores que só gritam? O resultado é este que se registra: de cada cinco crianças, nas três primeiras séries do ensino fundamental, somente uma é capaz de ler e entender uma frase escrita! É só porque o professor grita? Não! Claro que não, mas que a gritaria interfere, ah! Interfere, sim.

    “O excesso de ruído causa na massa cinzenta um estímulo desnecessário, que a deixa acelerada, sem motivo. Ficamos em alerta, como se estivéssemos em perigo”, explica Fernando Pimentel de Souza, neurofisiologista da Universidade Federal de Minas Gerais. Isso significa produção em excesso de cortisol, o hormônio do estresse, em picos estratosféricos, no organismo. “É uma estratégia de defesa, que o próprio cérebro, agredido, articula”, justifica o psicólogo Esdras Vasconcellos, da Universidade de São Paulo. Faz sentido, por se tratar de uma reação que prepara o corpo para se proteger de um possível problema”.

    “O ouvido é o único sentido que jamais descansa, sequer durante o sono. Com isso, os ruídos urbanos são motivos a que, durante o sono, o cérebro não descanse como as leis da natureza exigem. Desta forma, o problema dos ruídos excessivos não é apenas de gostar ou não, é, nos dias que correm, uma questão de saúde, a que o Direito não pode ficar indiferente”.
    .
    Excesso de som altera a química cerebral: barulho excessivo das indústrias, canteiros de obras, meios de transporte, áreas de recreação, recreio da escola, festas, reuniões, etc. “A Escola localizada no centro nervoso das cidades tem o ensino prejudicado. Pesquisadores da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, ao avaliar os efeitos do som do trânsito diurno em alunos do 7º ano, chegaram à conclusão que alunos que estudam em escolas localizadas em áreas de tráfego intenso tiveram pior resultado nos testes de leitura – uma defasagem de sete meses – em relação às turmas de instituições situadas em áreas mais silenciosas”.

    Então, mãos à obra: família, escola, igrejas, amigos, todo mundo; baixem o volume do som! Use-o, com inteligência!

  104. AnaPaula

    Super dica mães sempre acha que sabe td mas vivendo e aprendendo obrigada….

  105. Ana

    Gostei muito das 10 regras, mas mães ficam um pouco perdidas e inseguras em dizer um não para seu filho, os pequeninos não conhecem a lei da vida devem ser orientados, e sempre vai ter algo q não os agradam, vão ficar bravos, chorar e tudo mais, e testam a paciência e a autoridade dos pais, por isso os pais devem ficar firmes e não se intimidar com as chantagens da criança. A criança precisa ser orientada para a vida, elas não nasceram sabendo, tudo o q aprendem primeiro é em casa. Realmente uma das coisas mais difíceis é a educação. Não nascemos com guia de instrução. Somos pessoas únicas.

  106. Thaiane

    Gostei das dicas tenho três filhos que nossa dão um trabalhão, cada um numa fase diferente,vou começar a usar as dicas,obrigado vai ser de grande valia.

  107. ze

    Um chapadão no focinho é coisa do passado agora é do estilo carlota a menina não seja tola olhe a sua mãe.

  108. pamela

    quero dicas para uma crianca imperativa

  109. patricia

    olha vou tentar seguir esses passos pois estou tendo muita dificuldade pra educar meu filho de 5 e minha filha de 3

  110. erlane dos reis oliveira

    gosto muito assim vamos saber como educar as nossas crianças por que educar os filhos hoje em dia esta muito dificil

  111. erlane dos reis oliveira

    gosto muito dessas dicas assim saberemos como lindar com as nossas crianças

  112. Renata Santana

    Tenho todos os seus livros. Me ajudou e me ajuda bastante. Pois sou mãe de primeira viagem. Educar não é fácil. Sou professora e vejo como alguns pais andam transferindo a educação de seus filhos para a escola. Obrigada!!!!

  113. Cristiane

    adorei as dicas , vou tentar colocá-lasem pratica,mas tenho uma filha de 9 anos que é muito autoritaria e temo não conseguir colocá-la nos trilhos

  114. MARIA OLIVEIRA

    PRECISO DE CONCELHO TENHO UMA FILHA DE 8ANOS ELA TA NA FASE DE QUERER TUDO MAS EU ACHO ERADO ENTAO ME AJUDA

  115. Lainne Iaritza

    oi,queria mais dicas pfv

  116. MARISTELA

    GOSTEI MUITO DAS DICAS VOU SEGUILAS

  117. MARISTELA

    GOSTEI MUITO DAS DICAS VOU COLOCÁ-LAS EM PRÁTICA. O RESULTADO CERTEZA SERÁ BOM . OBRIGADA

  118. lene

    verdade…dificil ensinar os nossos filhos no mundo que estamos hoje em dia,ainda mais sendo mae e pai ao mesmo tempo, nao e nada facil . gostaria muito dos seus conselhos tenho uma filha de quase 7 anos, sou evangelica mais nao e nada facil ensinar os nossos filhos..me ajude..adoro seu programa que pena que acabou .

  119. Osnir Aparecido Marthins

    achei

  120. mayara izabel r frança

    muito bom

  121. julieta

    OLA,

    Adorei dos ensinamentos.

  122. delma dias da silva

    oieee, queria ver post de como educar uma crianca de 1 ano e 3 meses.

  123. cida

    tenho um filho de 10 anos e ele é muito dorminhoco,tem prequiça pra tudo,nao gosta de escrever,fazer tarefas da escola,em casa nao gosta de fazer serviços,reclama de tudo,quando tiro celular dele,ai ele começa a fazer as coisas só que continua fazendo com prequiça,desatento.nem com incentivo de aumento de mesada.nao sei o que fazer.

  124. Débora Jeanne Santos Rique

    Muito boa a matéria.

  125. washington carvalho da silva

    Dicas super importantes para pais que perderam o rumo da educação de seus filhos…

  126. Christiane

    Super produtivo,o texto,educar sempre é uma dura tarefa! Com certeza ajudara bastante!!!obg!

  127. Nany pedrenho

    Criei meu filho assim.. E espero que ajam assim com meu netinho

  128. Sônia Alves Das Graças

    gostaria de receber dicas para meu filho de 2 anos e 11 meses

  129. Alice

    Excelente dicas, a mudança é nítidas após colocá-las em prática. Obrigada.
    http://www.viela43.com.br

  130. Sara

    Olá.
    Meu filho de 3 anos tem um defeito que me deixa muito preocupada, o mal humor. Ele tem mudanças muito repentinas de comportamento, mesmo quando está brincando. Gosta muito de brincar com a minha mãe, que mora comigo, mas quando acorda, a primeira reação é fechar a cara para ela, aliás, essa é sempre a primeira reação quando vê os familiares mais próximos. Eu e meu marido sempre conversamos com ele sobre isso, que deve ser cordial… cumprimentar.. dar um sorriso.. Mas na hora H ele esquece de tudo, e se a pessoa insiste em conversar com ele, ele já parte para a agressão verbal (não gosto de você) ou, até já aconteceu de agressão física (tapas na outra avó). Eu fico tão chateada, pois na minha casa a gente não tem esse perfil de brigar o tempo todo, somos bem pacíficos.. Ultimamente, os momentos de nervosismo em casa sempre envolvem o meu filho, pois ele chega da escola chorando, reclama para comer, reclama para escovar dentes, dormir, para sair de casa.. para tudo!!!!!
    Não acredito que seja fase, pois ele já é assim faz tempo, apesar de ter só 3 anos.
    Gostaria de alguma dica de alguém que já passou por isso.

  131. Noeli Monteiro

    Amei o post. Amo muito minhas filhas (8 e 5 anos), dou muito carinho, brinco, mas quando preciso dou alguns castigos, tiro as coisas que mais elas gostam, não bato. Só que peco nos horários… preciso estar mais atenta nos horários de cada atividade.
    Beijos e obrigada!

  132. felipe

    nao gostei

  133. Andreza

    Amei as dicas, farei o possível para segui.las
    Muito obrigada!

  134. valeria

    amei esa en formasao

  135. my name's bernardo

    Very good

  136. maria Conceição cardoso

    suas digas são maravilhosas

  137. patricia

    amei…

    é sempe bom um socorro.. com duas meninas em casa kkkk

    uma grande aventura!!

  138. Dominos codes

    Cmon joe, lets see a prometheus review

  139. MONICA DE MALTA OLIVEIRA

    adorei muito.

  140. TAUANA

    ADOREI AS 10 REGRINHA,VOU FAZER COM O MEU FILHO.
    POIS ELE É UMA CRIANÇA MUITO MIMADA,ELE É MUITO RUIM DE COMER NÃO GOSTA DE NADA E NÃO SEI O QUE FAZER.
    E ELE TAMBÉM NÃO ACEITA RECEBER REGRAS FICA CHORANDO E RESPONDE,ME DÊ ALGUM CONSELHO!

  141. TAUANA

    ADOREI AS 10 REGRINHA,VOU FAZER COM O MEU FILHO.
    POIS ELE É UMA CRIANÇA MUITO MIMADA,ELE É MUITO RUIM DE COMER NÃO GOSTA DE NADA E NÃO SEI O QUE FAZER.

  142. noeli

    muito bom tiramos bom proveito da materia

  143. Gislsine

    ótimo, as dicas parecem eficientes.

  144. jocileia nascimento cardoso

    muit bom

  145. Melian Moiane

    Boa tarde, sou moçambicana e mae de 3 filhos 1 de 11 anos , 8 anos e 4 anos.
    Tenho tido muita dificuldade com os meninos de 4 e 8 anos eles sao bangunceiros e aprontam demais , as vezes acabo batendo,
    A menina de 11 sempre foi calma , mas de um mes para ca anda resmungona , grita com os irmaos , mandas fazer algo as vezes nao obdece isso me cahateia bastante.

  146. Maraia Thereza

    Adorei as dicas!!! Quero receber mais ajuda.

  147. Analu

    muito boa essas 10 regrinhas com certeza ira me ajudar muito com meus filhos em casa.

  148. edilza almeida

    muito bom , são dicas ótimas para criar nossos pequenos bj.

  149. patricia

    isso tudoai eu ja faço e dar certo mesmo pelo menos comigo sempre deu

  150. ANNA CRAFT

    adorei agora posso estudar minha irma

  151. ENEIDA JORDÃO

    EXCELENTE.0BRIGADA PELA AJUDA.DE HOJE EM DIANTE VOU MUDAR PARA MELHOR COLOCANDO EM PRATICA ESTA REGRAS

  152. Simone Rosa

    Bom dia!

    Gostei muito, estou tento sérios problemas com meus filhos, principalmente o de 8 anos. Na verdade estou desesperada, me achando totalmente incapaz, quando acho que estou conseguindo vai tudo por agua abaixo.

  153. andreia silva

    bom gostaria de ter forças para aplicar todas as regras na minha casa,te admiro muito e sei que eis muito sábia no que diz;

  154. daiane costa

    adorei as dicas

  155. heid keller cominette nascimento

    ótima dicas
    adoro ler sobre como educar nossos filhos

  156. Daiane

    Gostei e vou praticar

  157. Karina

    Sofro muito, estou passando por uma situacao bem complicada, meu filho tem 6 anos e nao consigo achar mais formas dele intender que eu o amo, dividimos toda a atenção entre ele e o bebe de 5 meses, converso muito e explico tudo, mas ele insisti em não fazer as atividades da escola e muito menos respeitar em casa…. Não sei como mudar isso, antes dele crescer…

  158. clayton aparecido de almeida

    muito bomm

  159. Edileusa

    É de uma importância muito significativa todas às vezes que podemos ter informações sobre como educar nossos filhos, pois quase sempre os pais pularam de paraquedas e não sabem exatamente aonde ele vai cair quando se tornam pais.

  160. vanuza

    Amei estas fantásticas relíquias.

  161. Luana

    Estou meio perdida em montar a rotina das das crianças tenho um filho de 12 anos,que estuda de manhã, uma filha de 7 anos que estuda estuda a tarde e a bebê de 1 ano e 8 meses que fica em km preciso de ajuda

  162. idara

    adorei as dicas , tenho uma bb de 2 anos e 6 meses que eu no estou conseguindo impor regras, tento tento de todas as formas mas quando eu imponho algo que eu acho que estar errado ela olha pra mim cruzas os bracos faz um bico n boca diz nao e pronto, nao tem quem ha convenca do contrario, esta muito dificil. ela ja tem um cofre ela pede dinheiro pra colocar no cofre..qualquer moeda que ela ve ela pede pra colocar no cofrinho dela

  163. Lorrane Miranda

    Dicas muito boas, me ajudaram muito em relação a meu ISAAC ea minha CECILIA.Meus muito obrigado.

  164. Lilian Resende

    Gostei também, pois estou com muitas dificuldades com minha filhota de 5 anos. Não me obedece e me responde o tempo todo.

  165. maria aparecida pereira

    oi sou aparecida verdade eu to intepo corre locar

  166. saulo

    tenho usado um programa ótimo para monitorar o celular do meu filhos : https://www.syncsoft.com.br/ tem me ajudado muito , recomendo para vocês.

    • Eumesma

      Lendo esse post agora, já estava preocupada, todo mundo concordando com tudo. Claro que algumas dicas são interessantes e podem ser aplicadas de acordo com o caso de cada um. Lembrando que cada criança é um ser individualizado, o que pode dar certo para algumas podem ser totalmente inadequada para outras. Precisamos sempre usar o bom senso e a sensibilidade para entender que nossas crianças, são sim, sujeitos de direito,inclusive, assegurados tanto constitucional quanto infraconstitucional. Essa de que temos que ser autoritários com nossas crianças, não deixa de ser resquícios de ditaduras e que só funciona enquanto elas tiverem medos dos cuidadores. Portanto para que elas possam crescer com autonomia e adquiram segurança para enfrentar a vida de adulto precisam ser amadas e respeitadas como tais. Crianças são muito inteligentes, prestem atenção em seus filhos, expliquem de forma clara que eles entendem desde muito pequenininhas.

  167. erivalma

    amei as regra sao muito gratificante

  168. LIDIANE

    GOSTEI MUITO DAS DICAS POIS REFORÇOU ALGUNS CONCEITOS E QUE EU TRNHO SOBRE EDUCAÇ~]AO E MIM DEU NOVAS IDÉIASE E MODELOS DE EDUCAÇÃO

  169. adriana

    ola boa noite meu nome e adriana e estou totalmente perdida para educar meu filho aconteceu mts coisas me divorciei do pai dele e ja estou casada com outra pessoa so que meu filho ta cada vez mas agressivo comigo e com o padrasto que o trata bem so que a gente tenta educar por de castigo por limite mas o outro pai quando o pega faz todas as vontades dele e disse que ira continuar fazendo..tenho medo pois ele vai começar a estudar esse ano e com essa agressividade tenho medo o que faço..

  170. LORRAINY

    AS DICAS VÃO ME AJUDAR BASTANTE , TOMARA RA

  171. Silva neste Nogueira

    Achei ótima as dicas, pois quero que o meu filho tenha responsabilidade sempre!
    Irei ensinar tudo o que aprendi e que estou aprendendo, pois ele vai ser um cidadão responsável.

  172. adalbertogomessampaiosilva

    gostei

  173. celia borato

    gostei do seu post ju de grande valia para mãe e pais , por que não ,
    beijos Celia

  174. Ana Paula Rios

    Boa tarde! tenho uma filha de 3 anos e esto tentando educar de todas as formas com diciplina é claro, e gosto de ler essas sugetões na net… só sei que não estar sendo nada fácil.

  175. Edelaine

    Muito boa essas dicas,vou usa-las na educação do meu filho

  176. daiana

    otimas dicas para educar uma crianca

  177. Crispim Adriano

    Sâo realmente regras de ouro e valeu apenas ter lido!

  178. Raquel Rocha

    Boa noite minha filha tem 5 ano e é tão difícil de entender as coisas ela não quer obedecer quando eu saio com ela faz escândalo em todo lugar as vezes eu não levo ela pra lugar nenhum por isso o que devo fazer

    Pesquisando na internet até encontrei um metódo que diz ser baseado nas tecnicas da supernanny neste site aqui ta falando tudo: https://decorarecrescer.com.br/quadro-de-incentivo-infantil

    Tratase de um mural de regras

    Alguém utiliza e recomenda isto?
    será que vale a pena tentar?

  179. vanda lucia

    obrigada,essas informacoes serao muito util.

  180. sirlei pereira

    meu sobrinho tem 3anos e a mãe dele foi chamado 2 vezes na escolinha q ele estuda, uma dessas vezes a professora disse q ia abrir um BO contra os pais, pois ele briga com os amigo com a professora e ate com a diretora morde os amiguinhos minha irmã não sabe o q fazer os pais conversa com ele mas nada adianta ele continua fazendo a msm coisa alguem pode me dar um conselho como fazer para ajudar

  181. TAMARA LEITE DOS SANTOS

    MEU FILHO TEM 7 ANOS EU CONVERSO MUITO COM ELE …SO QUE QUANDO COMPLETOU 7 ANOS SE COMPORTA COMO BEBE.E MUITO TEIMOSO NAO FALA QUANDO FAZ ALGO ERRADO NAO ENTENDO NAO SEI O QUE ESTA FALTANDO

  182. simone

    gostei

  183. Jean Simões

    Gostei muito do post, trouxe-me soluções impressionantes, parabéns!

  184. ELIZANGELA

    Boa noite meu nome é Elizangela vou ser mãe de primeira viagem mas qero educar meu filho da melhor maneira possivel gostaria que vcs mim passasem um dica

X Leia também: