As 10 coisas que toda mãe precisa saber sobre os “Terrible Twos”!

De Mãe para Mãe21/05/17 By: Renata Pires
(335) Comentários

 

Oi, meninas! No post de hoje falarei um pouco sobre os famosos Terrible Twos!

 

 

tt2

 

 

Eu não acreditava nisso, achava que fosse apenas cansaço e falta de paciência das mães misturado com as mudanças dos filhos… Mas gente?? Cadê meus filhos bonzinhos e obedientes?? Sumiram!!

 

Em minha rotina, busco meus filhos na escola sozinha, o que é algo normal para qualquer mãe… Mas, podem acreditar, essa função tem me deixado completamente louca!

 

Na semana passada, por exemplo, houve um dia em que demorei 45 minutos para conseguir sair da escola com os dois!! A cena era a seguinte: um saía correndo pra um lado enquanto o outro escalava um banco e estava prestes a cair. Pegava um no colo (que se debatia, chorava e gritava) e o outro se jogava no chão e começava a lamber o piso “limpinho”. Tudo isso enquanto as outras pessoas me olhavam solidárias e perguntavam se eu precisava de ajuda… E eu tentando fazer uma cara de “normal, sou superior à isso” e internamente querendo chorar de desespero!!! Que tal??

 

Enfim, continuarei insistindo em conseguir fazer essa tarefa básica, de buscar os filhos na escola, sem precisar de ajuda! Hahahaha!

 

 

tt1

 

 

Por esse motivo, resolvi pesquisar sobre a idade em que eles estão (1 ano e 10 meses), e fiquei bem mais tranquila ao saber que, de fato, esta é a fase da “adolescência dos bebês”.

 

Alguém mais está passando por isso?? Quero muito saber!! Se sim, deem uma olhada nas 10 coisas que toda mãe precisa saber sobre os Terrible Twos:

 

 

tt4

 

 

1 – O que são os Terrible Twos?

 

A adolescência do bebê, primeira adolescência ou os “terrible twos” (terríveis dois anos, como citado na literatura em inglês), é a fase em que a criança passa a se comportar de modo opositivo às solicitações dos pais. De repente, a criança que outrora era tida como obediente e tranquila passa a berrar e espernear diante de qualquer contrariedade. Bate, debate-se, atira o que estiver à mão e choraminga cada vez que solicita algo. Diz “não” para tudo, resiste em seguir qualquer orientação, a aceitar com tranquilidade as decisões dos pais, para trocar uma roupa, sair de um local ou guardar um brinquedo. Para completar, não atende aos pedidos e parece ser sempre do contra.

 

 

2 – Esse comportamento é comum em qual idade?

 

Normalmente, acontece a partir de 1 ano e meio até os 3 anos de idade.

 

 

3 – Existe alguma causa?

 

A causa para esse período é simplesmente o próprio desenvolvimento natural da criança. A fase dos 2 anos de idade é um período de grandes mudanças para ela. Até então, o pequeno seguia os modelos e as decisões dos pais. Gradualmente, ele passa a se perceber como indivíduo, com desejos e opiniões próprias, e isso gera uma enorme necessidade de tomar decisões e fazer escolhas por si. Sem dúvida, isso acaba gerando uma grande resistência em seguir os pedidos dos pais. Não é exatamente uma ação consciente da criança, mas uma tentativa de atender a esse desejo interior, a essa descoberta de si como um ser independente dos pais. No entanto, ao mesmo tempo em que ela quer tomar suas decisões, ainda tem muitas dificuldades para fazê-lo, dado que ainda não tem maturidade suficiente. Ela discorda até dela mesma! Se você pergunta o que ela quer comer, naturalmente ela responderá: “Macarrão”. Mas, quando você chega com o prato de comida, ela diz: “Eu não quero!” Suponha que você está com pressa para ir a algum lugar. Seu filho está de ótimo humor até você dizer: “Preciso que você entre no carro agora”. Ele fará tudo, menos atender à sua solicitação. É uma fase difícil para os pais e também para as crianças. É uma experiência intensa emocionalmente e repleta de conflitos, pois, ao mesmo tempo em que a criança busca essa identidade, ela não quer desagradar seus pais – por mais que isso não pareça possível.

 

 

4 – Existe alguma maneira de evitar que o bebê passe por isso?

 

Não há a necessidade de tentar evitar esse período e nem há como fazê-lo. O importante é conhecer e lidar de modo construtivo com essa fase dos pequenos.

 

 

5 – Todas as crianças passam por isso?

 

Não é uma regra. Algumas crianças demonstram essas características mais intensamente do que outras.

 

 

6 – Como agir quando a criança se joga no chão e grita num lugar público?

 

Primeiramente, descarte palmadas, tapas, puxões de orelha ou qualquer outro comportamento agressivo para tentar conter uma birra. Antes de sair, converse com o seu filho e o contextualize sobre o passeio. Diga como espera que ele aja, o que ele poderá fazer ou não etc. E conte as consequências para o seu mau comportamento. Jamais ceda às manipulações, como choros, pedidos de ajuda e reclamação de possíveis desconfortos.

 

Opte por disciplinar a criança após a birra, que é o momento em que ela está colocando para fora sua frustração e seu descontentamento. Após ela parar de fazer a birra, você se abaixa para conversar. É sempre muito importante que a criança compreenda o que fez e o porquê de sua ação. Evite dar broncas e repreender seu filho na frente de outras pessoas para que ele não se sinta constrangido e você também. Uma dica bacana para mudar o foco da birra é chamar a atenção da criança para outra situação. Mostre um objeto ou comece a falar de outro assunto. Ignorar a birra costuma dar ótimos resultados. Em lugares públicos, se a birra persistir e você estiver se sentindo constrangida, tire o seu filho do ambiente sem demonstrar irritação e sem conversar. Sua atitude mostrará desaprovação.

 

 

7 – O que fazer quando o pequeno bate nas pessoas quando é contrariado?

 

Esse “bater” normalmente é a expressão do seu descontentamento, o que, no caso, não é aceitável. É importante ressaltar que as crianças, assim como nós, adultos, também ficam bravas, tristes, frustradas e chateadas – isso é natural do ser humano. Ao longo da vida, ela vai se deparar com diversas situações que despertarão esses sentimentos nelas e a infância é a melhor fase para aprender a lidar com esses sentimentos inevitáveis. Assim, se quiserem contribuir de modo positivo com o desenvolvimento emocional e psicológico dos pequenos, os pais devem parar de tentar poupá-los de situações frustrantes e passar a explicar esses sentimentos, apontando caminhos para que consigam lidar com eles. A criança não nasce sabendo a lidar com seus sentimentos, ela testa suas ações e vai construindo seus modos de agir.

 

Quando ela bate em alguém, imediatamente deve ser contida e, em seguida, os pais devem abaixar-se na altura da criança, olhar fixo em seus olhos e com voz firme conversar , dizendo que entendem que o pequeno esteja bravo, mas que sua atitude é inaceitável. Explique que, se aquilo voltar a acontecer, haverá consequências negativas para ela, citando quais serão. Lembre-se de que essas consequências deverão ser algo possível de ser feito porque, se a criança repetir o comportamento desaprovado, você deverá cumprir o que falou.

 

 

8 – E quando a criança bate com a cabeça na parede ou faz coisas para se machucar porque ouviu um “não”?

 

Em geral, as crianças recorrem a esse tipo de autoagressão como mais uma tentativa de conseguir a atenção dos adultos e, quase sempre, conseguem porque descobrem que esse comportamento provoca comoção nos pais. Por mais que possam se preocupar, os pais devem manter a ideia de que “sem plateia não há show”. O ideal é conter a ação da criança sem dar atenção ou demonstrar comoção pela atitude. Você pode, por exemplo, colocar um travesseiro ou uma almofada embaixo da cabeça dele e sair de perto, ou tire o pequeno do local onde está sem conversar e coloque-o em um ambiente mais seguro. Sem conseguir chamar sua atenção com a autoagressão, a criança vai buscar outras possibilidades, como apagar e acender a luz, ligar e desligar equipamentos eletrônicos etc. Só fique atenta para a possibilidade de esse comportamento estar refletindo algum problema emocional que, aí sim, merece a atenção dos pais.

 

Se a criança começar a apresentar comportamentos autodestrutivos frequentemente em situações cotidianas, como se arranhar, bater em sua própria cabeça e puxar os cabelos, vale a pena consultar um especialista porque isso pode indicar uma tentativa da criança de evitar o contato com algo que esteja lhe causando angústia.

 

 

9 – Como agir quando se está em público?

 

Não deixe que a opinião de pessoas desconhecidas lhe afete. Ignore os olhares de reprovação, ou aqueles que dizem: “ah, se fosse meu filho…”. Você conhece sua criança e deve buscar o que é melhor para ela. Leia, busque informações sobre esta etapa, converse com quem tem filhos nesta idade, procure quem possa ajudar, crie sua técnica e adote um mantra: “é normal e vai passar, é só manter a calma.”

 

 

10 – Cuidado!

 

Por mais difícil e irritante que esta fase seja, saiba que ela passa e que a criança precisa de compreensão. Portanto, evite sempre os castigos físicos, os tapas, beliscões e afins. Queremos que a criança entenda que a violência não é um comportamento aceitável, então, não podemos resolver a situação da mesma forma que ela. Explique e negocie sempre. Se você estiver perdendo o controle, respire fundo e afaste-se. Quando se sentir melhor, chame a criança e converse. Mas nunca deixe uma crise sem resposta, ou a criança vai se acostumar a não ter consequências para seus atos.

 

 

tt3

 

Fonte: Bebê Abril / e-familynet

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

335 Comentários:As 10 coisas que toda mãe precisa saber sobre os “Terrible Twos”!
  1. Virgínia

    Gosto muito desses textos que o Blog posta sobre como agirmos na educação dos nossos filhos, pois muitas vezes nos vimos em situações que aparentam ser muito difíceis, mas que, como demonstrado aqui, não é bicho de 07 cabeças, além disso vem sempre a opinião dos outros, que em muitas vezes atrapalha e confunde a cabeça dos pais.
    Procuro sempre pesquisar assuntos como esses e o Blog “adivinhando” meus pensamentos.
    Ainda não estou nessa fase, minha filha vai fazer 09 meses, mas já faz manha e chora quando quer alguma coisa e eu não dou, rsrsrs
    Texto muito bom e bem esclarecedor.
    PS: estou precisando de ajuda, se você puder me dar alguma dica: estou começando a dar fórmula pra ela, mas ela rejeita e não quer nem ver a mamadeira com o leite. Ele já se alimenta de frutas e papinhas e mama, só que minhas noites estão muito cansativas, ela acorda 03 vezes pra mamar e eu queria que ele tomasse pelo menos uma mamadeira antes de dormir pra ver se ela dorme a noite toda.
    Beijo!

    • Renata

      Oi Virgínia! Que bom que vc gosta!! Eu aprendo muito fazendo esses posts também!! Com relação à sua dúvida, ela não pega a formula ou a mamadeira em si? Queria entender, pra poder te ajudar melhor!! Mil Bjsss

      • Virgínia

        Oi Renata!
        Ela não quer a fórmula, pois ela toma água na mamadeira. Já tentei dar o leite no copo, ela também não aceita.
        Obrigada por ser tão atenciosa.
        Beijo!

        • Renata

          Oi Virgínia!! Minha filha, uma época, também não queria a fórmula!! A pediatra sugeriu para misturarmos o leite com Mucilon de milho e deu certo!! Depois fomos tirando aos poucos! Pergunta pro pediatra da sua bebê o que ele acha disso!! Acho que pode te ajudar!! Depois, volta aqui pra me contar! Muito Obrigda à você, de participar do blog junto com a gente!!! Mil Bjss querida!

          • Virgínia

            Obrigada Renata, vou conversar sim com a pediatra dela sobre sua sugestão. E depois conto o que aconteceu!
            Beijo!

          • Virgínia

            Oi Renata!
            Tentei dar a fórmula com o Mucilon por vários dias, e ela não toma de jeito nenhum. Até tentei dar o leite Ninho, com e sem Mucilon e esse é que ela não quer mesmo. Estou misturando a fórmula nas frutas dela e assim ela toma.
            Vai entender!
            Obrigada pela dica.
            Beijo!

      • Lidia Ferreira

        Bom dia!!!
        Tenho passado por tantos escândalos por parte da minha filhinha de 2 anos, que hoje de manhã resolvi procurar algo para me ajudar e acabei achando esse blog( que já me ajudou ). Vou passar para o meu esposo ler, pois nós dois estamos sofrendo com tanta pirraça!
        Tenho uma dúvida… a minha filha só tem esse comportamento de gritar e se jogar no chão comigo e o pai dela e na escola ela é um anjo. Com vcs é assim?

        • Renata

          Oi Lidia! É típico isso! Ela faz com quem tem muita intimidade! Conversei muito com meu psicólogo sobre isso, dizendo que com os avós eles não faziam as birras e ele me falou que não faziam isso pq têm receio do que farão com eles, não tem certeza da reação. Quando é muito íntimo mesmo (pai, mãe, babá…) eles fazem! Esta atitude está super coerente com o q ele me falou! Fica tranquila! Mil Bjss

    • Lilian Castro

      Querida, a minha bebê tem 9 meses e toma mamadeira (em complemento à amamentação) desde os 4 meses e meio. Só pra vc saber, ela NÃO dorme a noite inteira. Eu também tinha essa visão de que quando eu iniciasse a mamadeira, ela passaria a dormir a noite toda. Ledo engano! Ela mama 2 vezes durante a noite (por volta da meia noite e por volta das 4 da manhã) religiosamente. Já tentei de tudo: o método “nana nenê”, o meu próprio método, não oferecer mais o seio à noite, colocar ela para dormir na minha cama, enfim, todos os métodos disponíveis, exceto ignorar o choro. Cheguei à conclusão de que o único jeito é esperar. Então, não se iluda: dar a mamadeira não pé garantia de que ela irá dormir. Boa sorte!

      • Renata

        Vc tem razão Lilian! Obrigada pelo comentário!! Mil Bjsss

      • Angélica

        Olá Renata, hoje acordei muito triste com um único pensamento, o que estou fazendo de errado, pois meu filho que era um modelo de obediência, agora nos contraria, joga os objetos e brinquedo no chão, diz não para tudo, o pior é quando alguém vai cumprimenta-lo, ele virá e fala não (antes, até 1 e meio, fala oi para qualquer um, andava com ele na rua, quem passasse ele falava oi). Chego na casa dos avós, mexe em tudo, é um tal de ficar falando o tempo todo não pode, não mexe, e isso tem deixados principalmente meus pais cansados. Algumas pessoas o rotularam como “terrível” isso vem me chateando demais, por não entender a fase dele, e achar que estou errando na educação, até achar esse blog. Conversei com algumas mais ( que diziam ser mais experiente) e as respostas delas foram “os meus filhos nunca mexeram em nada, em casa e na casa dos avós”, ai fiquei mais de cabelo em pé, “estou errando da educação”
        Percebi que algumas mães parecem que se esqueceram do que passou, e simplesmente rotulam seus filhos, claro que cada criança é de um jeito, mais são crianças, e não bonequinhos, que simplesmente não faz nada, não toca nada.
        Não deixo ele fazer o que quer, castigo logo em seguida, as vezes palmada no bumbum, converso bastante com ele, e cumpro o castigo quando não obedece, após uma regra ter dado. Mais parece em vão.
        Nesse blog percebi ( fui pesquisar mais depois) é uma fase e que na maioria as crianças passam. E fiquem mais aliviada, pois estava pensando em pedir ajuda em psicólogo, vale ressaltar que meu filho, nunca deu uma crise em publico, só essa me testando quando falo não pode, não faça isso. Valeu…!!!

        • Renata

          Oi Angélica! Fique tranquila, essa é uma fase terrível! Meus filhos ainda estão nela e estou de cabelos em pé tmb!!!! Em um dia estão ótimos, no dia seguinte parece que passou um furacão em cima deles!!! Temos que ter muita paciência!!! Não fique pensando nas pessoas, dê o seu melhor e isso vai te deixar tranquila e segura! Espero ter ajudado! Mil Bjss e boa sorte pra nós!!!

      • carla

        Olá! Meu filho tem 2 anos e 8 meses e fazem apenas 5 meses que deixou de mamar de madrugada e posso dormir a noite toda. Vou contar como foi. Ele estava com 1 ano e 7 meses e não deixava escovar os dentinhos. Preocupada fui conversar com uma dentista e falei que meu filho mamava mucilon de madrugada. Ela disse pra eu colocar meia mamadeira de leite e meia de água nessas mamadas da madrugada já que ninguém precisa de comer esse horário. Fiquei com dó e não fiz. Quando ele fez 2 anos e 3 meses já não estava mais aguentando acordar de madrugada resolvi seguir o conselho dela, mas só tirei o mucilon e não coloquei água, acreditem, ele não gostou e na noite seguinte fiz a mesma coisa. Terceira noite dormiu a noite toda. Me perguntei, porque demorei tanto para fazer isso. Para mim foi tiro e queda. Espero que dê certo para vocês também! Bjos!

        • Renata

          Oi carla! Muito obrigada por compartilhar essa dica conosco! Adorei!! Mil Bjss

        • Siani

          Oferecer chá também funciona. Segunda a pediatra dos meus filhos o chá sacia a vontade de sugar mas como não é um alimento então não irá deixá-lo com hábito de alimentar-se na madrugada, ficando fácil de fazê-lo dormir a noite toda.

          • Siani

            Um pouco mais fácil, pelo menos em relação à questão “alimentação”.

        • EMILLIA SANTOS

          Minha filha fez 2 aninhos a pouco tempo e ja faz pelo menos um ano q dorme , quase sempre, q nt toda.Mas ela almoça e janta bem tb, antes de dormir, é so mamadeira de Aptamil 5. So com alguma intercorrencia é q ela acorda a nt.Creioq seu filho deve estar querendo algo substancial para q tenha o estomago satisfeito qdo for nanar.

    • Rita ribeiro

      Obrigada pelas dicas do blog.Estou passando por uma fase muito dificil com minha filha,tanto que estou escrevendo as 01 e 30 da madrugada,minha filha tem 2 anos e 2 meses e faz birras por tudo,chora,grita eu e o pai,joga as coisas no chão e agora aprendeu a acordar madrugada gritando e batendo os pes na cama,ja não sei o que fazer nem como agir.Se souber de alguma dica eu aceito.

      • Renata

        Oi Rita!! Que fase difícil! Ainda mais para nós, mães de primeira viagem! É tudo novo! Não sabemos direito como lidar com essas situações!! Tenta deixar chupetas espalhadas pela cama e algum brinquedo que ela adore, para quando ela acordar durante a noite, ver que tem algo interessante por ali!!! Espero que ajude!!! Mil Bjss

  2. Larine

    Estou passando por esta fase também! Meu pequeno de 1 ano e meio as vezes parece outra criança….hahaha
    Em consulta com a pediatra semana passada, ela me alertou que essa é a fase em que eles nos manipulam emocionalmente e completou afirmando que não há muito para fazer! A grande sacada é manter a calma (hã????rsrs), ter um posicionamento firme (nunca agressivo)e esperar a birra acabar.
    Eu ainda tenho muuuita dificuldade em não ceder quando meu filho chora muito (eu choro junto na maioria das vezes e ai, meu marido que é mais racional toma a frente! rs). Morro de dó e abro a guarda! To tentando de todas as formas trabalhar isso em mim, para não criar um mimadinho, cheio de vontades.
    Como é dificil impor limites para eles nessa idade…rs
    Mas, conversar e saber que outras mães também passam por isso, nos conforta e nos faz ter a certeza de que passa… Essa é a nossa terapia! rs

    • Renata

      Oi Larine! Fico feliz que não sou só eu que passo por isso!!! Seu pediatra falou tudo! Eles manipulam emocionalmente!!! Ahahahaha eu sei bem o que ´´chorar junto quando o filho chora… meu coração fica partido tmb!!!! Nossa, muito difícil essa tarefa de educar!!!! Com certeza saber que utras mães tmb passam por isso nos dá um conforto, né? Mil Bjss e muito obrigada!

  3. Daniela

    Olá a todas as mamães!
    Achei fantástico o texto de hoje.
    Meu filho hoje está com 3 anos e 5 meses e só fui perceber que essa fase realmente acabou antes de ele fazer 3 anos e, principalmente entender o que se passou agora lendo este texto.
    Realmente, foi “terrível” mas, como disse, quando dei por mim já ficou para traz e ele voltou a obedecer sem contestar.
    Uma fica valiosa que realmente me ajudou muito foi o seguinte:
    Quando ele estava em crise, chorando, nervoso, eu levava ele para o banheiro mais próximo e esperava ele se acalmar, ficando sempre com ele.
    Isso, em primeiro lugar, tirava ele do centro das atenções pois eu percebia que ele quanto mais atenção recebia em uma birra, mais ele gritava.
    Em segundo lugar, ele se acalmava mais rápido, pois não é legal ficar trancado em um banheiro com a mar olhando para ele com ar de reprovação.
    E finalmente, em terceiro lugar e não menos importante, vc evita interferência de terceiros, que acabam reprovando a atitude de uma mãe não acatar uma manha de uma crianca.
    Outras dicas:
    Jamais converse ou mesmo dê bronca enquanto a criança estiver em birra. Espere a criança se acalmar e só então explique o quanto foi errado e vc esta chateada com a atitude.
    No meu caso, depois de algumas idas ao banheiro, acabaram-se as birras.
    Quando ia começar, bastava eu olhar e perguntar: Vc quer ir ao banheiro conversar com a mamãe?
    Acabou tão repentinamente comp começou!
    Espero ter ajudado.
    Paciência Mamães!
    Bjos
    Daniela

    • Renata

      Oi Dani!! Muito obrigada pelo elogio ao post!! Adorei suas dicas complementares e tenho certeza que ajudará a muitas mamães que estão passando por isso tmb!!! Sempre que tiver outras dicas, vem aqui contar pra gente, please!!! Mil Bjss e obrigada!!

    • Elaine

      Meu nome é elaine tenho uma filha de 3 An. E 11 meses ela e e assim vou tentar essa tática …

  4. Danielly

    Nossa, depois de um fim de semana com as pessoas da família criticando o comportamento da minha filha, nada melhor do que um texto desses! Mandei para eles compreenderem e pararem de falar sobre o que não sabem!

    • Renata

      Ahahahahah Dany!! Envia o texto em caixa alta!!!!!! Duvido que ninguém nunca tenha passado por isso!! Eles devem ter esquecido!!! AHahah! Mil Bjsss

    • elisabete granatto

      nãoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

  5. Juliana

    Excelente post viu Rê…imagino sua angustia no ocorrido na escola. Ainda tenho tempo pra chegar nesta fase, mas gosto mt de ler as opiniões de especialistas e de outras mães,. Conversando, com calma, paciência vamos resolver tds situações. Boa sorte pra tds nós, mamães!!!

    • Renata

      Jujuu que bom que gostou!! É bom ler mesmo, porque assim já sabe o que pode acontecer em cada fase e como agir!!! Fica muito mais fácil de lidar com as situações, né?? Mil Bjssss

  6. Juliana Inacio

    Reeeeeeeee, jesus! acertou em cheio com esse texto e dica! Estou passando pela mesma coisa e situações, até estava achando que o problema era comigo mesma, manha com mãe! Cheguei até a entrar em desespero e achar que minha filha era neurótica rsrsrsrsrs!!!
    AMEI o texto, veio em boa hora, to até mais aliviada!! Acontece comigo tb amiga! bjos

    • Renata

      Juuuuuuuuu!!!!! Ave!!!! Ainda bem que não sou só eu!!! Ahahahah!!!! Eu também tô achando que é culpa minha, de ficar demais com eles!!! Igualll!!! Mas pelo menos, a gente viu que é realmente uma fase marcante!!! Vamos marcar um almocinho pra debater!! Tô com saudades!!!! Mil Bjsss

  7. Marcela

    Renata como e dificilll!! Como já havia dito tenho gêmeas da mesma idade dos seus e esse final de semana fomos ao teatro, na volta do teatro foi quase como a sua volta da escola! Alem disso tenho que tentar troca-las pelo menos uma hora e meia antes dos eventos de tão impossível que esta! Bom saber que isso e normal!
    Beijo
    Marcela

    • Renata

      Oi Marcela!!! Você está totalmente no mesmo barco do que eu né?? Com gêmeos então, fica mais difícil, porque um começa a gritar, o outro começa junto!!! Com saber q esse desespero acontece aí com vc tmb! Ahahahahah!!! Muito Obrigada!!! E vamos trocando experiências de mães de gêmeos da mesma idade!!! Mil Bjsss

  8. Juliana

    Renata, tenho um menino de 2 anos e 3 meses, sei o que vc esta passando, lembrando que eh so uma fase, e passa!! 🙂
    Eu nao acredito que crianças dessa idade tem a intenção de manipular os pais, acredito que essa fase eh uma das mais delicadas na vida do bebe, pois eh a fase de muitas descobertas, eh quando eles tentam demonstrar o que sentem da maneira deles, se jogando no chao, gritando e etc, eles ainda sao bebes e nao conseguem se expressar como uma criança de 5 anos o motivo desse comportamento tao agressivo e dificil.
    Tenho dois filhos, e eu tento ser mais organizada possivel, nunca saio em horas de soneca ou se estao muito cansados, sempre tenho um “snack” – biscoitos, barrinha de cereal e etc – na minha bolsa, em caso das criancas ficarem com fome quando estivermos no transito, coisas pequenas assim fazem a maior diferenca na minha vida 🙂
    Eu acredito muito que essas birras todas tem sempre um motivo, fome e sono sao as principais, entao na minha opiniao, evitando isso ja ajuda muito, principalmente quando estamos fora de casa.

    Adorei o post!!!!

    Um beijo

    • Renata

      Oi Ju!! Fico muito mais aliviada em saber que passa!!!! Eu sou igual a você, detesto sair da rotina, a hora do soninho da tarde deles é sagrada!! E tmb ando sempre com um biscoitinho na bolsa!!!! Se eu não fizesse isso, acho que seria bem pior!! Muito obrigada pelo elogio ao post e por ter nos contado sobre como vc fez para passar por essa fase!! Mil Bjss

  9. Vanessa

    Meu filho esta igualzinho ao seus!!! 1 ano e 10 meses e nunca quer ir embora da escola!!! E eu achando que era amor pela escola hahahhaha eh o maior sacrifício, sai correndo para brincar e qdo não deixo, se joga no chão e fica me batendo!! Exatamente o que esta escrito no text!!! Será que os 3 anos demoram mto pra chegar? Kkkk

    • Renata

      Oi Vanessa!! Fico bem mais tranquila em saber que não é só comigo!!! É desesperador né?? Fiquei aliviada em saber que não é a forma com que estou educando que está tornando eles assim (eu já estava achando que a culpa era minha, óbvio!). Tomara que seja curta essa fase!!!!!! Boa sorte para nós!! Mil Bjsss

  10. Karen

    Oi! Incrível, meu filho está com 1 ano e 9 e de umas semanas pra cá começou a ter chiliques. Quer as coisas na hora!!! Que coisa heim!!! E daqui 2 meses nasce a irmazinha… quero só ver!!!

    • Renata

      Oi Karen!!! Os chiliques são desesperadores, a gente fica sem reação!!! É uma mistura de dó e de irritação!!! Mas podemos ficar calmas, porque já sabemos que passa e que é só uma fase!! Temos um post que fala exatamente sobre a chegada do irmãozinho! Aqui: http://www.justrealmoms.com.br/a-chegada-do-irmaozinhoa/
      Espero que te ajude!!! Mil Bjss e parabéns pela bebê que está vindo!!

      • Karen Melzer

        Vou olhar este post agora mesmo! Estou amando o seu blog!! Vc conhece o meu – Casamenteiras? Vou incluir seu blog no meu blogroll Bjsss

        • Renata

          Oi Karen!!!! MUITO obrigada!! Fico muito feliz!!! É claro que conheço o Casamenteiras!!! É incrível!! Oba!! Vou adicionar o seu aqui no nosso blogroll também!!!! Mil beijos querida!

  11. Lara

    Nossa, como eu adoro esses posts!! E sabe o que é melhor? Eu sempre mando para meu marido e quando chego em casa de noite ele fala: excelente texto!! Vocês abordam temas super importantes. Meu filho está com 1 ano e 1 mês, ainda não estamos nessa fase mas tudo que escuto é que como é feio crianças que se jogam no chão do shopping…. e fico pensando o que vou fazer se isso acontecer comigo? Adorei as dicas e depoimentos!
    beijos, Lara

    • Renata

      Oi Lara!!! Que bom saber disso!! Fico muito feliz mesmo!!!! Jajá seu filhote entrará nessa fase e você já estará preparada para lidar com isso!! Facilita bastante!!!! Muito obrigada pelo seu comentário, amei!!! Mil Bjss querida!

    • angelica aparecida custodio

      adorei a dicas meu pequeno tem 2 anos e2 meses ele e muito inteligente obrigado mesmo

      • Renata

        Oi Angelica! Obrigada à vc!!!! Mil Bjsss

  12. Elaine Fonseca

    Renata,
    você estava com binoculo espiando a minha casa??? Porque este texto é exatamente o meu cotidiano….
    Meu filho maior está com 2 anos e 3 meses e o meu menor está com 11 meses… Agora que o menor está quase andando e tudo o que ele faz nós aplaudimos e incentivamos o meu filho maior resolveu se rebelar!!!
    Tudo é não vou , não quero, não gosto…NÃO NÃO NÃO!!!
    Ele que era um amor, super educado e tranquilo agora está dando piti,
    faz bagunça quando saímos, berra no shopping. Ao ponto de me fazer passar vergonha!!! Minha vontade é de dar uma chamada na frente das pessoas, mas pego ele no colo e vou embora…
    Espero que passe logo essa fase…porque fácil não está!!!
    Beijinhos e parabéns pelo texto. Elaine

    • Renata

      AHhahaah Elaine!! Não é a palavra que eu mais ouço!!!!! Impressionante!! Eu até brinco com eles: Você chama José/Maria Antonia: NÃO! Você é linda? NÃO! Vc quer um presente: NÃO!! Eles nem sabem o que é e já falam NÃO!!!!!
      Estou com esperança de que passe logo também!!!!!
      Fico feliz que tenha gostado do post e que tenha te ajudado um pouquinho!!
      Mil Bjss

  13. Kelly

    Realmente essa fase é mto dificil. As birras aliada a descoberta do “Não” se tornam uma avalanche para nós Mães!!!! O texto veio a calhar num momento que estava cheia de duvidas e não sabia como agir!!! Fiquei bem mais tranquila…e ufaa, isso passa!!!! Bjos,

    • Renata

      Oi Kelly!! Que bom que eu consegui te ajudar!! Essas dúvidas surgem na cabeça de todas nós né?? Fico feliz também que não é apenas comigo que acontece!! Boa sorte para nós!!! Mil Bjsss

  14. Isabel Teixeira

    Não que aqui já tenha passado totalmente… mas me lembrei de uma fase em que dizia pro marido: Amor, to pegando trauma de pegar ele na escola! Muda a fase, muda o desafio… beijos

    • Renata

      Oi Belzinha!!!!! Ufa!!! Fico bem mais tranquila que não é só comigo! Ahahaah!! Não acredito que vc passou por isso da escola tmb!! Afff, to totalmente traumatizada tmb!!!! Mil Bjss e adorei vc por aqui!!

  15. Luciana

    Estou passando por isso, e realmente é bem complicado. O pequeno pra ajudar tem um genio bem forte, e agora adora contrariar tudo… a solução tem sido mudar o foco, falar sobre outra coisa, e na maioria das vezes tem resolvido… Espero que esta fase passe logo.

    • Renata

      Oi Lu!!! Nossa, essa fase é difícil para eles e para nós, que não sabemos muito o que fazer né?? Mudar o foco é sempre uma ótima opção mesmo!!! Mil Bjss e estamos juntas nessa! Ahahahah!

  16. Luiza

    Renata ja li muito sobre o assunto dos terrible twos porque meu filho tambem tem seus momentos de birra e nao tem nada que me deixe mais louca que criança fazendo malcriação. Existe um livro que se chama “The happiest toddler on the block” (que é do mesmo pediatra-genio que escreveu o super best seller “The happiest baby on the block”) que foi até agora a melhor teoria que li sobre o assunto. Ele dá muitas dicas de como lidar com essa situação e de como parar os famosos “tantrums” em segundos (parece muito louco mas eu ja apliquei a teoria e funciona!) independente da teoria dele para parar os ataques (que é um pouco louca), os conceitos que ele passa sobre a maneira de pensar/agir dos toddlers sao muito bons e fazem a gente compreender esses pequeninos muitos melhor! Fica a dica…(btw, mto bom o blog)

    • Renata

      Oi Luiza!! Nossa, nem me fale, fico desesperada também!! Ainda mais quando os dois juntos resolvem dar o xilique!! Você pode imaginar, né?? Ahhh que ótima dica!! Eu assisti o DVD The Happiest Baby On The Block quando eu estava grávida, adorei! Não sabia da existência deste segundo livro! Vou comprar com certeza porque, por mais louco que seja, se funciona, é o que eu preciso!!! Ahaah! Amei mesmo sua indicação! Depois que eu comprar, volto aqui pra te contar como está indo!!! Muito Obrigada pela super dica e pelo elogio ao blog!! Mil Bjsss

    • patricia

      Oi Luiza VC tem o nome do livro em português? Preciso me orientar com urgência minha gatinha de 2 anos esta me deixando muito mal ao derrota-la a força na escola, esta avançando comigo
      Se puder me passar fico agradecida
      Abrcs. Paty

    • patricia

      Oi Luiza VC tem o nome do livro em português? Preciso me orientar.
      Se puder me passar fico agradecida
      Abrcs. Paty

  17. AndressA

    Adorei…. passo por isso com dois 😀 tenho o o menino Calebe de 2anos e 9 meses e a Miriã de 1ano e 10 meses… As vezes sinto vontade de chorar hehehe… MaS pelo visto é normal, ainda bem pq já estava preocupada com meu filho…
    Obrigada fiquei mais tranquila !!

    • Renata

      Oi Andressa!! Sei bem como é, também passo isso com dois ao mesmo tempo!! Mas estamos juntas nessa!!! Ahahahaah! É super normal! Pode ficar tranquila!!! Mil Bjss e obrigada!

  18. Natália

    É reconfortante saber que todo mundo passa por isso… Minha filha está com 2 anos e 4 meses e bem terrível… mas todo mundo diz que passa!!!! Vamos aguardar!!! 🙂

    • Renata

      Oi Natália!! Vamos aguardar ansiosamente!!!! Meus filhos hoje, estão com 2 anos e 2 meses e tão IMPOSSÍVEIS!!!!!! Não sei mais o que fazer… vamos aguardar, tomara que realmente eles dêem uma acalmada! Estou tentando ter bastante paciência!! Rsrs! Mil Bjsss e boa sorte pra nós!

  19. ELENIR

    Gostei muito do texto me ajudou muito. Renata só queria te perguntar se também é normal acontecer estas birras sem ter nenhuma contrariedade vista. Pq meu filho tem 2 anos e de um tempo pra cá, acontece as vezes de acordar chorando muito de madrugada como se tivesse contrariado muito bravo, e fica uma meia hora assim chorando sem parar, tento dar brinquedos coisas que ele gosta, ligo no desenho e nd adianta.

    bbjj obrig

    • Renata

      Oi Elenir! Que bom que gostou do texto!! Acho que os Terríveis 2 anos devem englobar tudo! Com ou sem motivo, a birra aparece! Mas, com relação à noite, acho que é normal as crianças nessa idade acordarem e chorarem. Pode ser um pesadelo, um medo que aparece… é bom dar muito amor nesse momento, abraçá-lo e talvez deitar junto com ele, para que ele acalme! Espero que ajude! Mil Bjss e obrigada!

  20. Artbaby DF

    Excelente post!
    Essa é uma fase em que a criança passa por mudanças que nem sempre podem ser acompanhadas com o olhar de adultos, afinal eles estão a todo instante acarretados de tarefas e preocupações. Entender melhor o processo dessa “adolescência dos bebês” ajuda muitos pais e mães a melhor lidarem com essa situação. Parabéns pelo post, as dicas são maravilhosas e muito válidas!

    • Renata

      Oi querida! Nem me fale, meus dois estão nessa fase e não é nada fácil! Temos que aprender a lidar e ajudá-los tmb a passar por essa etapa! Mil Bjss

  21. Poly

    Meu filho tem 2 anos e 7 meses ….. estou ficando louca !!
    Ele quer atenção tempo todo ……não quer saber de ver desenhos só quer ficar atrás de mim.
    Estou sentindo sufocada e normal isso ?
    Quero umas dicas de ajuda eu acabo ficando nervosa , não queria ser assim com ele.

    O que eu faço?

    Obrigada!

    • Renata

      Poly, posso te dizer que vc não está sozinha rsrs! Estou ficando louca tmb!!!! Temos que ter a maior paciência e, ao mesmo tempo firmeza, para que eles passem por essa fase (que passa!) o mais rápido possível e sem grandes traumas!!! Mil Bjss e boa sorte pra nós!!

  22. maria rosa

    Texto perfeito!!! Todo baseado em disciplina positiva, adorei!!!

    • Renata

      Oi Maria Rosa!! Muito obrigada!!!! Adorei seu comentário!!! Mil Bjsss

  23. Aline

    Renata..
    Primeiramente é um prazer conhece-la..

    Estou passando por isto neste momento e julgava muitas coisas, inclusive a mim mesmo….

    Elucidou minha vida, agora vou lidar com mais calma e naturalidade..

    Abraços, tudo de bom…

    • Renata

      Oi Aline!! O prazer é todo meu! Adoro conhecer novas leitoras! Eu ainda passo por esta fase, mas estou tentando lidar com isso da melhor forma possível! Vamos ajudá-los e nos ajudar tmb, né? Mil Bjss e muito obrigada!

  24. Marcy

    Oh céus, achei que eu estava ficando louca!!!!
    Bom saber que isso existe!!!
    Achei que tinham trocado minha filha…ela sempre foi um amor, agora nem banho quer tomar!!! Tem que ir arrastada para o banheiro, cada escândalo!!! E para comer??? Exatamente igual ao exemplo do macarrão!!!
    Obrigada pelas explicações!!!

    • Renata

      Oi Marcy! Ahahahahah eu tmb achei que tava enlouquecendo! Desesperador!!!!!!!! Ainda bem que não esotu sozinha nessa! Rsrs! Muito obrigada! Mil Bjss

  25. fernanda itu

    oiii tenho um filho de dois anos e meio e ele ta mt desobediente nao sei mais oq fazer ele faz birra ,morde o irmao de 14 anos briga com criança da mesma idade ,nao aceita a palavra nao , nao sei oq fazer mais to esgotada muito nervosa nao consigo ter altoridade para chamar atençao e para dar diciplina me da uma luz por favor .desde ja muito obrigada

    • Renata

      Oi Fernanda! Sei bem o que está passando! O que me tranquiliza é que é realmente uma fase! Tenta seguir os conselhos que dou destas 10 coisas, que aqui em casa, pelo menos, melhorou bastante! Toda vez que ele fizer esse tipo de coisa (como morder, por exemplo), tente levá-lo para um local onde esteja apenas vcs dois, abaixe-se na altura dele e converse olhando no olho, dizendo que não pode fazer isto, que o irmão ficou muito triste e que ele não quer que o irmão fique assim por causa dele, tente explicar. E repita exatamente este ritual toda vez que ele fizer! Espero ter ajudado! Bjsss e boa sorte!

  26. Jacky

    Olá. … simplismente ameiiiiiiiii….. Mas adoraria ter sua ajuda….. saio do sério quando o lucca faz isso…. eu grito, bato…. ou as vezes me controlo e não faço nada… pois como advertir, negociar ou “ameacar” uma criança de 1 ano e 7 meses…….. meu marido acha qUe dou muiti mole pra eke quando nnão faço nada…. estou perdida… depois q eu brigo mw bate um arrependimento monstro deu chorar até perder o aoetite.. .. me ajude. .. please…..ah e ele nao tem horario pra dormir. .. faz todo dia isso tipo unas 2 da manhã. .. mad percebi q essa revolta começou após eu tirar o lucca do peito…. obrigada ♥ aguardo respista…….bju sssss

    • Renata

      Oi Jacky!! Que bom que gostou!!! O que tenho feito aqui em casa, que um profissional me explicou é: repita sempre o mesmo ritual. Não adianta fazer um dia uma coisa e no dia seguinte agir de outra forma. A criança precisa saber exatamente o que vai acontecer se ela fizer algo errado e isso só ocorrerá se vc fizer sempre a mesma coisa. Exemplo: deixe-o de “castigo” em um lugar isolado de onde estava brincando e de outras pessoas por 1 minuto (o que é realmente o suficiente, passando disso, a criança não sabe mais pq ela está ali), depois, fale que ele não se comportou bem e que por isso ficou de castigo. Espero que ajude!!!! Mil Bjsss querida

  27. Jacky

    Obrigado gostaria de saber se vc tem face???

  28. Thâmara

    Poxa Renata, passando exatamente por essa fase. A minha Isadora está com 2 anos e todos os dias me contraria, faz birra, mudou completamente daquela minha bebezinha super obediente, educada. Claro que a momentos que ela me obedece, mas parece que ela sabe chegar ao meu limite ou quer me chamar atenção. Passo a manhã em casa com ela e 1h deixo na escola, dai minha irmã vai buscar e qd chego em casa ela ja está dormindo. Me culpo por ser assim, mas preciso trabalhar e faço de tudo para que o tempo que estamos juntas tenha qualidade, pq acredito mais em qualidade do que quantidade e aproveito muito os finais de semana. Eu achava que isso que ela fazia era para me chamar atenção, mas vejo que existe outras coisas associadas e que tenho que ser firme e forte ate essa fase passar. Bjs flor, post excelente.

    • Renata

      Oi Thâmara! Não se culpe!!!! É realmente uma fase!! E não tem nada a ver trabalhar fora, principalmente se vc consegue passar a manhã com ela!!! A fase aqui em casa ainda não passou tmb!!!! Boa sorte para nós! Mil Bjss querida e muito obrigada!

  29. Lidia

    Estou me sentindo bem mais tranquila depois de ler isso. Estava me sentindo uma péssima mãe,sem controle de situação, sem comando! agora percebo que é normal…estava entrando em parafuso. minha filha está com 2 anos e 3 meses,espero que isso passe logo!
    Obrigada pelo conteúdo, muito bom!

    • Renata

      Oi Lidia! Pode ficar tranquila mesmo, porque aqui em casa, com 2 crianças de 2 anos e 4 meses, não tá nada fácil!!! Chega de Terrible Twos, pelamor!!!! Rsrs!!! Você não está sozinha, pode ter certeza! Boa sorte pra nós! Bjsss

  30. kelly

    Ola mamães! Nossa esse post deu mesmo o que falar hein. Vejo que são muitas mães que passam pela mesmas coisas, e todas nós sentimos os mesmos sentimentos e dificuldades. A primeira vez que ouvir falar dessa fase terrível 2 traduzindo neh, foi quando fui comprar algo pro meu filho de um outro bebe,a mãe dessa criança contou sobre essa fase e disse que seu filho estava nessa fase e foi contar as coisas que ele fazia.Nossa eu e meu marido ficamos abismados.Comentei: Tomara que o Tiago Filho não tenha isso.Que nada.Hoje vejo que ele esta chegando nessa fase.Ele só tem apenas 1 ano e 7 meses,mais acredito que ele já esta entrando na terrible twos.O pior de todas as coisas que me tira do serio e tira mais ainda o pai dele, são os gritos que ele dá, e gritos misturados com choro,mais ele grita mais do que chora. É muito irritante. Mais ele grita muito e alto. É muito difícil conter ele e o pior que não tem como eu calar a boca dele,então tento desviar a atenção pra outra coisa.Ir ao supermercado tem sido martirizante,ele fica com gritinhos até a hora de ir embora.Tento uma coisa e outra. Dou biscoitinhos,água,a fraldinha dele ou alguma coisa da prateleira que possa inter te-lo. Depois de ler esse teste me veio a memoria que ele vez outra quando é contrariado ou frustrado ele joga no chão o que tiver na mão dele ou bate na nossa mão pra jogar fora o que estou dano pra ele. E acredito que outras coisas que não estou lembrando. Mais que bom saber que é uma fase e agora conseguir identificar que ele estar entrando nesta fase e tomar cuidado pra com o passar da idade não aumenta as birras. E tentar aplicar as dicas do texto e as das mamães que aqui postaram. Obrigada meninas. Bjus

    • Renata

      Oi Kelly!!!! É muito bom saber que não estamos sozinhas nessa, né? Realmente é uma fase em que as crianças ficam mais irritadas e estão aprendendo a lidar com sua autonomia! Aqui em casa ainda não tenho sinal de melhoras… Estou aguardando ansiosamente Rsrs!! Boa sorte pra nós!!!!! Mil Bjss e muito obrigada!

  31. Keila Kato

    Olá, mamães e Renata!
    Adorei o site e os comentários sobre os “Terrible Twos”.
    Meu filho tem 1 ano e 10 meses e há duas semanas tenho enfrentado um leãozinho em casa. Fiquei tão assustada com a mudança de comportamento dele, que até pensei em procurar uma psicóloga infantil. Foi quando comecei a ler textos sobre o assunto e me senti mais tranquila.
    Pelo que li aqui, as atitudes das crianças que atravessam essa fase são bem parecidas: contrariam os pais, dizem não para tudo, reclamam de qualquer coisa… sem contar os chiliques para tomar banho, entrar no carro ou em qualquer situação contrária às suas vontades. E os sentimentos das mães também são parecidos: culpa, pensamentos como “o que será que estou fazendo de errado?”, “será que o meu filho será uma pessoa descontrolada?”, e por aí vai…
    Trocar idéias e experiências com pessoas que estão passando pelas mesmas dificuldades nos acalmam e nos deixam mais seguras.
    Obrigada, Renata, por proporcionar, para nós mamães, este espaço tão especial.
    Keila

    • Renata

      Oi Keila!!! Que bom que gostou!!! Pode ficar tranquila que essa fase existe e é quase inevitável!! Por aqui ainda não melhorou! Meu filho tem crises maior do que minha filha, mas quando ela resolve também… sai de baixo!!! Rsrs! E é exatamente como vc descreve acima! Mas a boa notícia é que passa!!!! Temos que ter MUITA paciência para conseguir e ajudar os pequenos a passarem por ela! Muito obrigada à vc, por contribuir aqui no blog com seu comntário e experiência! Volte sempre aqui, tá? Mil Bjss

  32. Luh

    Olá ! Sou cuidadora infantil, ele tem 1 ano e meio, esta nessa fase……da um pouco de trabalho….mas estamos conseguindo lidar com a situação.

    • Renata

      Oi Luh! Precisamos ter muita paciência para conseguir lidar com essa fase e ajudá-los a passar por ela, né? Que bom que está dand certo por aí! Mil Bjss

  33. Mari

    Muito boa matéria! Tenho buscado matérias sobre essa fase, pois meu filho era um doce até perto de completar dois anos, e agora é um tirano! Bom aprender coisas novas que nos ajudem a passar por essa fase!

    • Renata

      Oi Mari! Muito Obrigada! Esta fase é difícil, né? Mas com paciência passaremos por ela tranquilamente!!! Rsrs! Mil Bjsss querida

  34. Lilian

    Meninas, que alivio ler isso! Estou aqui em plena madrugada tentando entender por que meu filho acorda chorando jogando as pernas e indo batter a cabeca no chao. Parece que e so meu filho que faz isso! Todas as minhas amigas com crianca nao reclamam do problema e ate na escola as Tias ficam surpresas. Imaginem como me sinto! Meu filho e muito amoroso, esperto e brincalhao, mas nao fala e tem bastante alergia o que o deixa bem irritado. Tem 2 Anos e 4 meses e da varios chiliques por dia. Preciso mesmo de ajuda e parece que ela nunca vem das pessoas mais proximas.

    • Renata

      Oi Lilian!! Ufa né?!! Meu filho (e eu) somos muito alérgicos tmb e isso deixa a pessoa realmente irritada!! Chiliques são normais, mas parecem que eles escolhem a dedo o lugar e o momento para tê-los né? A gente sempre fica numa saia justa!! Mas fica tranquila porque é uma fase! Tente conversar bastante com ele, dizendo que não precisa chorar, que é só ele te explicar o que está querendo! Ajude-o a ficar calmo, quando ficamos nervosas, eles ficam muito mais!!! Vamos tentar juntas!! Mil Bjsss e no que precisar, estamos por aqui!

  35. daniela paiva

    olá, pessoal
    Por favor me ajudem. Meu filho sempre teve problemas para dormir e tem atualmente 2 anos e 5 meses. Até há pouco tempo mamava mamadeira e acordava de madrugada pedindo a danada. Resolvi então radicalizar. Comprei um copinho da mam , que é até parecido, que ele aceitou bem a principio e não dou leite de madrugada mais, só quando acorda e quando vai se deitar. No entanto entrou para escola junto com esse processo há 9 dias e resolveu fazer greve de leite-não quer mais nem com com achocolatado. Tudo estava tao bem ele parou de acordar a noite, ou se acordava dava agua, sem reclamar, mas de dia não quer mamar, nem no copinho -mamadeira, nem outros copos que tenho. Só mama quando acorda se dou no quarto, se ele acorda de vez, não mama não come, só quer brincar. Ele pede outro mama-a mamadeira. Será que volto com a bendita?daniela
    obs-desde pequeno tem o vicio de mamar só dormindo, inclusive no peito

    • Renata

      Oi Daniela! Os meus filhos, principalmente o menino, era apaixonado pela mamadeira! O que eu fiz foi comprar copos de personagens (aqueles com canudo), comprei uns 3 modelos diferentes e falei que a partir de agora ele era grande e não precisava mais de mamadeira! No começo ainda chorava, mas em uma semana se acostumou! Será que se vc por esse lado de “você não é mais bebê, é um menino grande” e até deixar ele tomar o leite num copo sem tampa, assim como nós tomamos (os meus acham o máximo), ele não volta a ter interesse? Compra uns copos dos personagens favoritos! Espero ter ajudado! Depois volta aqui pra me contar!!! Mil Bjss

  36. Vanessa

    O filho de 2 anos faz exatamente essas coisas tem momentos que fico sem saber como agir ele agride eu, o pai, o irmão e assim vai ás vezes sinto um certo ciúme dele com o irmão de 1 ano aonde ela faz certas coisas que nunca se imagina que uma criança de 2 anos faria, mais lendo eu percebi que acontece mesmo e tento buscar saídas pra melhorar mais ás vezes é mais forte ai deixo assim tem dias que sinto que não vou aguentar e o pior que o mais novo já faz quase as mesmas coisas oque faço Renata….bjs…

    • Renata

      Oi Vanessa! Não se desespere, leia nos comentários acima que não é só com você!E no meu caso, os dois passam por isso exatamente ao mesmo tempo, pois são gêmeos! A maioria das mães passam por isso! E, para te animar, posso te dizer que aqui em casa uma semana é totalmente diferente da outra. Em uma, eles estão terríveis, chorões e birrentos, em outra, já estão super bonzinhos, daí voltam para as manhas, e assim vai… No que precisar desabafar ou de dicas, estamos aqui para te ajudar! Mil Bjss e Boa sorte!

  37. barbara

    Ola tenho um filho de 2 anos e 10 meses e estou gravida de 4 meses e meio de uma menina mas meu filho esta me deixando louca comecei levarna escola este ano e meu marido que leva vai tudo bem , quando vamos buscar juntos ele fica bravo nao quer entrar no carro ou se joga no chao é normal? Outra coisa é quando as pessoas pegam ele no colo ele se joga para sair batendo em tudo, na hora do banho entao ele quase se mata para nao entrar alguem pode me ajudar como devi reagir obrigada

    • Renata

      Oi Barbara! Vou te contar uma coisa: é SUPER normal!!! Rsrs! Esse é o famoso Terrible Twos… meus filhos estão desde os 2 anos assim, espero que chegue nos 3 logo!! Mas aproveite, pq até disso sentiremos saudades, tenho certeza!! Mil Bjss e boa sorte!

  38. Ivete

    Ola! Meu filho tem 1 ano e 6 meses e ainda não fala mais quando entende que deve soltar uma birra irrita e tanto. Como ele não fala fico com muitas dificuldades de o perceber e ele a mim. Como gerir as birras e ultrapassar essa situação com satisfação?

    • Renata

      Oi Ivete! Acho que você pode tentar seguir as dicas que demos aqui no texto! Com certeza alguma coisa vai funcionar, pq as birras são totalmente normais nesta fase! Tente ter muita paciência! Boa sorte para nós, pq aqui em casa tá uma birra só também!! Rsrs! Mil Bjss

  39. Sophia

    hahaha…..tenho um meninao lindo de 6 anos e um sapeca de 2 e esse…ta que ta……alem de se achar igual ao irmao, acha q tem a mesma idade dele, se mostra auto-suficiente, faz as vezes bastante birra, chora, se joga no chao qdo e contrariado, o dedinho sempre balanca com o naozinho…..e eu me culpnando, achando q tudo eh minha culpa, nao lembro de ter passado por isso com o outro, mas meu marido diz q eu esqueci….rs….ai lembrei dessa fase, voltei a pesquisar e encontrei esses posts….rs….estamos no mesmo barco! ai, as vezes e tao dificl…..em outra fase com o maior, que para mim e bem mais flexivel, as vexes a paciencia e curta….. e ainda tb entrou num peridodo que esta me dando muuuuito trabalho pra comer…..e ir chegando a hora da refeicao que ja vou ficando ansiosa com o que me espera….ufa, mas vamos la, passa ne?rs….

    • Renata

      Oi Sophia! Que bom saber que não estou sozinha nessa! Rsrs!!! Fico mais tranquila! Tem semanas que é muito difícil, depois melhora, depois volta a ficarem difíceis novamente… (por aqui é assim, muda de semana pra semana)! Vamos passá-la sim! Temos mesmo é que ter muita paciência e equilíbrio para lidar com tudo isso da melhor forma possível! Vai me dando notícias!! Mil Bjsss

  40. Suelen barbosa camillo

    Bom meninas tenho uma abençoada menina que esta deixando eu e pai de cabelos brancos ela tem 1 ano e 7 meses quando as pessoas chegam perto dela ela bate e nos nãp estamos sabendo o que fazer ppis meus outros 2 filhos já estãp rapaizinhos e ela vive batendo neles.me ajudem o que faço

    • Renata

      Oi Suelen!!! Ahahahaah estou de cabelos brancos tmb!!!! Tenta seguir essas dicas!!! Alguma delas vai funcionar!!! Mil Bjsss e boa sorte!

  41. Esther Chiappetta

    Meu filho tem 2 anos e 4 meses e ainda não consigo tirar o peitinho dele. Acorda 1 x a noite pedindo. Eu dava mamadeira de leite de soja com mucilon pra ele, mas agora não aceita de jeito nenhum. Ele diz que não quer. Já tentei mingau de copo e tb nada… queria muito tirar o peito, ele pede na rua e já expliquei que o peitinho é só pra dormir, resultado: na escola chora na hora da soneca.

  42. Tuysa!!! Socorro

    Estou precisando de ajuda!!! Minha filha tem 2 anos e 5 meses e está numa fase horrível de chorros, gritos, para tudo que quer.Eu estou muito estressada com tudo isso, não estou conseguindo controlar a situação.Todas as noites é a mesma história, se é o cabelo no rosto ela grita para tirar,se é a meia que caiu ela grita,quando acorda do mesmo jeito.Na maioria das vezes eu brigo com ela para ela parar de gritar, para engolir o choro e ameaço bater mostrando as mãos.Sempre choro( n na frente dela) depois que ela se acalma por minha reação.Quando ela se acalma converso com ela sorbre o porque q eu agi daquela maneira.

    • Renata

      Oi Tuysa! Essa fase realmente deixa a gente estressada! Mas tente ter paciência e dá uma lida nas nossas dicas de como lidar! Elas realmente podem te ajudar, me ajudaram bastante por aqui!!! Mil Bjss e boa sorte!

  43. Justine silva

    oii meu filho tem 3 anos e 6 messes, ele não tem paciência nem uma, para tomar banho é uma loucura, quando eu o chamo ele sempre diz que esta cansado, esta vendo desenho etc, tem vesses que tenho que colocá-lo a força no banho é uma briga só, estou ficando sem paciência nem uma, faço de tudo para não brigar com ele mas é impossível, e quando acabo dando umas palmadas, eu sempre entro em desespero eu não quero que aconteça mais isso eu não sei o que faço, ele não me ouve, não me obedece..

    • Renata

      Oi Justine! Sei bem como é isso! Tenta seguir as dicas acima e veja se dão algum efeito!! Espero que ajude! Mil Bjss e boa sorte!

  44. Ana Cristina

    Olá, tenho um bebê de 2 anos e 3 meses, teve uma faze que se jogava no chão e já chegou até a bater no meu rosto. Conversei e coloquei de castigo ele tinha deixado de bater só fazia birra no chão. hoje ele teve um comportamento que me deixou preocupada, dominou o sono e quando segurei ele para dormir, avançou no meu rosto me mordendo e me rasgando. gostaria de saber se é birra ou outro problema. Grata
    Ana Cristina

    • Renata

      Oi Ana Cristina! Acho que deve ser a fase mesmo! As criancas nesse período ficam mesmo mais agressivas. Veja se esse comportamento persiste por muito tempo e se sim, tente consultar um especialista da área para se tranqulizar e te auxiliar! Mil Bjss

  45. sara

    NOSSA MINHA FILHA VAI FAZER 2 ANOS E NESSE TESTO ACIMA REVI MINHA FILHA E UM POUCO MAIS, E AO SABER QUE ESSA FASE VAI ATÉ 3 ANOS ME BATEU MAIS DESESPEIRO, POIS TENHO MAS UM ANO AINDA….. SOCORRO TO FICANDO LOCAAAA

    • Renata

      Oi Sara! Ahahahahah!!! Desespero mesmo!!! Mas posso te acalmar dizendo que não é 100% do tempo assim, cada dia é diferente do outro!! Muitos dias ficam ótimos!!! Mil Bjss e boa sorte!!

  46. Priscila Lahr

    Olá!! Hoje cheguei chorando depois de buscar meu filho de 2 anos e 2 meses na escola. Tem sido da mesma forma que você relatou, e no meu caso é um só, eu imagino com dois… hehehe…. É tão difícil que a gente começa a achar que tem algo errado com a gente… Na educação deles… Ainda bem que achei esse texto perfeito que me deixou mais calma e aliviada… Gostei muito e vou sempre acompanhar seus posts!! Já compartilhei também pra ajudar outras pessoas que estão passando pelo mesmo!! Obrigada… Bjs

    • Renata

      Oi Priscilla! Que bom que te ajudei e que bom saber q não estou sozinha nessa!! Rsrs!!!! Mas essa fase vai passar! Boa sorte pra nós, né? Mil Bjss e continue sempre por aqui!!!

      • Priscila Lahr

        Oi Renata!! Você não está sozinha não… hehehe… e vamos passar por essa fase!! Boa sorte pra nós!! Bjs e estarei por aqui sempre sim!

        • Renata

          Querida! Mil Bjss e obrigada!

  47. Everton Marfil

    Percebi que nenhum papai comentou por aqui, bateu uma vergonha, mas vamos lá!
    Gostei muito do assunto abordado e concordo com tudo, minha filha tem 1 ano e 5 meses e estou passando por essa fase.
    Pra mim é muito difícil ouvir os “nãos” que ela fala, agora começou a fase de chorar quando vai tomar banho, secar o cabelo e trocar de roupa, eu como pai-palhaço levo tudo na parte da brincadeira para conseguir transformar o choro em um sorriso, e funciona, mas gostaria de saber se isso pode atrapalhar ou se ajuda?
    Sei que boa parte das coisas que ela faz é para chamar a atenção e conseguir um carinho e pretendo melhorar isso!
    Obrigado!

    • Renata

      Oi Everton! Nós adoramos quando os pais participam! Acho que está super válido! Se vc consegue transformar o choro em riso, não há nada melhor! É uma fase muito difícil e requer muita paciência de nós, pais. Você está de parabéns! Mil Bjs e obrigada

  48. Aline Feliciano

    Estou passando exatamente por essa fase ,e o pior que meu filho mais velho de 4 e 10 messes começou a agir igual para não perder a atenção ,vou dizer que não esta fácil manter a paciência ,mas não desisto .E o a post ajudou.

    • Renata

      Oi Aline! Socorro! Sei bem o que são dois filhos passando por isso! Rsrs! Tenta conversar com seu filho mais velho, explica que você precisa da ajuda dele! Ele já entende um diálogo desse nível com essa idade! Tomara que dê certo! Mil Bjss

  49. Aline Meneghette

    Esclarecedor!!!! Agora sei pq minha filha “anjo” não anda agindo como anjo!!! Kkkk
    Parabéns pelo post ajudou e muito

    • Renata

      Oi Aline! AHahahah adorei seu comentário, resumiu bem! Boa sorte para nós!! Mil Bjss

  50. Elida

    olá nossa gostei dessas dicas pois meu filho tem 2 anos e meio e começou com uns gritos terríveis quando é contrariado, ai vô se mete tia piriquitos e papagaios,a i vc não sabe o que fazer pensei em bater e acho q meu erro e que estou deixando de castigo quando ele está nervoso agora vou seguir as dicas preciosas desse blog q ficará guardado pra mim, depois eu volto pra dizer como meu rapazinho está se comportando!!! Obrigada esta tão aflita!

    • Renata

      Oi Elida! Que bom que gostou! Vou adorar se você voltar para nos contar se deu certo!! Espero que dê!!!! Mil Bjss e Boa Sorte!

  51. Priscila Amaral

    Desculpe mas discordo de quase tudo que está escrito aqui.
    A vida foi, é e sempre será feita em sociedade, quem não ensina a criança nesta fase a TER LIMITES e se portar bem, perde a unica oportunidade de EDUCAR.
    Tenho dois filhos maravilhosos de 21 e 22 anos, e foram criados por conversas e se necessário castigos, nunca em publico, sempre falava: Em casa vamos conversar. E era suficiente para não chamarem a atenção em publico e principalmente me obedecerem. Tive dificuldades com adolescência mas muito menores do que a de outros pais com atitudes como esta que vc cita.
    Em uma parte vc escreveu que AS CRIANÇAS NÃO SABEM O QUE QUEREM. Exatamente, por isso precisam de nós pais, para ENSINÁ-LOS, sempre se lembrando que são “nossos” tesouros e que as outras pessoas não são obrigadas a aturá-los. Como disse a vida é de limites, seja na escola, na vida social, com a policia, etc. Por isso ENSINEM desde pequenininhos que não podem fazer o que querem e onde quiser, o melhor aprendizado vêm de nós pais. Nos poupe de uma sociedade com adolescentes que não sabem ouvir um NÂO e atitudes improprias.

    • Renata

      Olá Priscilla, com relação a ser uma fase que corresponde à “adolescência da criança”, é cientificamente comprovado! Não entendi do que discordou. Mas que bom que vc tirou de letra educar seus filhos! Eu estou me dedicando para conseguir isso da melhor maneira que eu posso. Obrigada

      • Renata

        *Priscila

  52. Roseli Vilella

    Ola! Sou avó do Arthur de 4 anos e da Lis de 1 aninho. A nossa preocupação é com a Lis que ainda não fala direito, somente alguns monossílabos e grita para conseguir o que quer. Mas grita MUITO mesmo! Às vezes conseguimos entender o que ela quer, mas às vezes, os gritos nos parecem birra!
    Anda sofrendo com nascimento dos dentinhos e isto também contribui para seu desconforto.
    Hoje percebemos que até o Arthur se dirige a ela gritando, achando que chama sua atenção desse jeito.
    Como lidar com uma criança que tem dificuldade de se expressar e não entende um castigo, ou uma conversa olho no olho?
    Estamos com medo que isto se transforme num hábito e fique incontrolável.
    bjs

    • Renata

      Oi Roseli! A Lis ainda é muito pequena para falar! Jajá ela vai começar a se expressar melhor! Acho que ela pode ficar nervosa exatamente porque quer se comunicar e não consegue! Fique tranquila!!! Mil Bjss

  53. Andreia

    Gente eu estou desesperada.Meu filho dorme na parte da tarde e qdo acorda, ja sai gritando muito alto, nao deixa ninguem se aproximar e corre de um lado pro outro.Nao consigo me controlar as x.Outro dia dei um berro tb.rsrs.Estou sem saber como lidar.Me ajudem por favor!

    Ps. Ele tem 2 anos e 8 meses.Que fase dificil meu Deus…

    • Renata

      Oi Andreia! Sei bem como é!!! Tenta seguir essas dicas! Pode de verdade ajudar!!! A idade dele é exatamente a do Terrible Twos! Falta pouco pra acabar! Rsrs! Mil Bjss e boa sorte!

      • Vilson Vargas

        Nossa , até que enfim algo que me ajudou , agora tudo faz sentido. Já não sabia o que estava acontecendo com minha princesa , ela cumprimentava as pessoas, dava oi e dizia estar tudo bem ! Agora quando alguém lhe dá oi, ela vira o rosto e diz não , começou a fazer birras, já estava achando que o problema fosse na educação , mas agora descobri ser os “terrible two” kkkkk muito obrigado ajudou e muito a esse pai de primeira viagem!

        • Renata

          Oi Vilson!! Que bom ter te ajudado!! Nossa, é desesperador mesmo, a gente acha que a culpa é nossa! Mas não é não! O que temos éque ter muita paciencia e jeitinho para lidar com esses Terríveis dois anos! Rsrs! Bjsss e obrigada!

  54. Iara

    Nossa, hoje estou desesperada, pois ha uma semana minha filha que passa o dia com os avós enquanto trabalho, chega em casa e só chora, não vejo motivos para o choro e mesmo sem eu dar atenção, o choro não passa……e nada fica bom para ela que tem 1 ano e cinco meses. Acho que é birra, pois se cedo a algo que quer, ela pára. Caso contrário vai longe chorando. Isso acaba me irritando, pois são todos os dias e é só comigo….os avós dizem que ela não faz isso com eles, que por fim acabam fazendo todas as suas vontades. Não estou tendo paciência, estou desesperada, preciso de ajuda urgente!!!!!!!Me sinto a mãe mais incompetente do mundoooo…Socorroooooooooooo

    • Aracy

      Venho sempre buscando informações sobre os terríveis dois. Semana passada meu filho fez escândalo no restaurante e eu fiz conforme sempre faço, saio e não falo nada…acontece que as outras pessoas, inclusive mães com crianças que já passaram / não chegaram nessa fase, esquecem/não sabem o que estar por vir, olham com reprovação e isso me irrita mais do que o choro do meu bebê. Acho que vou tatuar “terrible two” para nunca esquecer e nunca julgar ninguém.. Abracos

    • Renata

      Oi Iara! Sei que é difícil, mas paciíncia é a palavra chave! Tenta seguir algumas das dicas acima! Espero que te ajude! Essa fase é realmente dificil! Mil Bjss e boa sorte!

  55. gbril

    Gosto muito desses textos que o Blog posta sobre como agirmos na educação dos nossos filhos, pois muitas vezes nos vimos em situações que aparentam ser muito difíceis, mas que, como demonstrado aqui, não é bicho de 07 cabeças, além disso vem sempre a opinião dos outros, que em muitas vezes atrapalha e confunde a cabeça dos pais.
    Procuro sempre pesquisar assuntos como esses e o Blog “adivinhando” meus pensamentos.
    Ainda não estou nessa fase, minha filha vai fazer 09 meses, mas já faz manha e chora quando quer alguma coisa e eu não dou, rsrsrs
    Texto muito bom e bem esclarecedor.
    PS: estou precisando de ajuda, se você puder me dar alguma dica: estou começando a dar fórmula pra ela, mas ela rejeita e não quer nem ver a mamadeira com o leite. Ele já se alimenta de frutas e papinhas e mama, só que minhas noites estão muito cansativas, ela acorda 03 vezes pra mamar e eu queria que ele tomasse pelo menos uma mamadeira antes de dormir pra ver se ela dorme a noite toda.
    Beijo!

    • Renata

      Oi Gbrill! Que bom que gostou!! Fico muito feliz! Temos um post sobre isso no blog! Acho que se chama: As 10 dicas para desmamar seu filho! Dá uma olhada q com certeza vai te ajudar! Mil Bjss e obrigada!

  56. claudia

    Bem legal, precisamos de textos esclarecedores assim para nos auxiliar. Obrigada.

    • Renata

      Oi Claudia! Obrigada à vc! Fico feliz que tenha gostado! Mil Bjss

  57. Renata

    Meu marido tem que ler isso !!!! Os pais não entendem….

    • Renata

      Ahahah Renata! Encaminha pra ele!!!! É sempre bom compartilhar essas dicas! Mil Bjss

  58. Renata

    COncordo, passo por isso atualmente.. Estou aprendendo a lidar.. e frustrante mas estou conseguindo..;.

    • Renata

      Oi Renata! Vamos aprendendo a lidar mesmo!! Boa sorte pra nós, né? rsrs! Mil Bjss

  59. Juliana Correia

    Perfeito adorei as informações é tudo que estou passando com meu filho de 2 dois anos e 3 três meses, agora me sinto mais tranqüila obrigada muito boa matéria.

    • Renata

      Oi Juliana! Que bom que ficou mais tranquila! Era essa a intenção mesmo!! Mil Bjss e obrigada!

  60. Ana

    Bom dia. Primeiro de tudo, gostei do texto, pois está muito claro e prático.
    Depois queria pedir a vossa opinião… O meu filho tem agora 1 ano e 1 mês e já aparenta ter uma personalidade bem vincada: Bate nas pessoas e chama “MAU”, atira com os objectos para o chão olhando para nós e chora diversas vezes quando não tem o que quer.
    Uma das coisas que disse no texto despertou minha atenção: De vez em quando, dou por ele a bater com a cabeça na parede muito de leve (quando descobre que há impacto nas coisas ele costuma repetir.

    Estou muito preocupada com esta fase do meu filho…
    Obrigada…

    • Renata

      Oi Ana! Muito Obrigada! Tenta seguir essas dicas, tenho certeza que ele vai melhorar aos poucos! E tenha paciência, lembre-se que é a adolescência do bebê! Mil Bjss e boa sorte!

  61. Bianca

    Meninas, parabéns pelo artigo e por criar um espaço de compartilhar ideias e experiências entre as mães… Nos dias de hoje, nos faz muuuita falta uma rede de apoio e troca.
    Sou psicóloga, sempre trabalhei com educação e sou mãe de um menino de 2 anos, que está exatamente nessa fase. Meu estudo não foi suficiente pra me impedir de me perguntar ” Meu Deus, o que é que EU estou fazendo de errado??” quando o pequeno começou com essa fase. N a família surgiram teorias pra justificar: “falta de limites”, “mau olhado” e por aí vai. Terrível mesmo. Um dia me debulhei em lágrimas com uma amiga que mora em Londres e me contou do terrible two. Eu nunca tinha visto menção a essa fase por aqui…
    Alívio imediato!!
    E agora, um mês depois, as coisas já começam a melhorar…
    Um grande abraço nas mamães que enfrentam a mesma situação e força! Já já passa… rs

    • Renata

      Oi Bianca! Muito obrigada!! É isso aí! Exatamente este o pensamento que se passa por nossa cabeca! E passa mesmo! Temos q ter muita paciência! Mil Bjss e obrigada por compartilhar!

  62. Eladia ferreira de moura

    Muito importante ess blog. sempre e necessario alguma informação para nos ajudar a superar fases da vida dos filhos, netos , de forma que sejam evitados problema futuros.passarei para minha filha, que tem uma criança de 2 anos e apresenta essas caracteristicas. Valeu!

    • Renata

      Oi Eladia! Muito Obrigada! Fico feliz q esteja te ajudando! Mil Bjss

  63. katia

    tenho duas filha uma de 7 anos e uma de 1 ano e 9 meses,gente me sinto perdida antes da mas nova nascer ainda conseguia impor limites na mas velha mas agora me sinto incapaz ,ela não me respeita responde muito e não consigo mas bater de frente ando muito nervosa,a pequena só chora ,me morde me bate quebra td e acabamos fazendo td que elas querem,elas mandam e controla minha casa estou desesperada e muito infeliz comigo mesmo,meu marido não me ajuda em nada ,td é só eu…sei que não devo mas estou tão descontrolada que esses dias dei uns tapas nelas,preciso de ajuda pois estou com medo…..espero que alguém me entenda antes de me julgar obrigado….

    • Renata

      Olá Katia, tente ter paciência, a grande maioria das criancas passam por essa fase e eles precisam da gente! Dá uma olhada nas dicas acima e veja se podem te ajudar! Mil bjss e boa sorte!

  64. Alexandra

    Bom dia !
    Minha filha tem 1 ano e quase 8 meses e ela fala NAO pra tudo, acho que falamos muito nao pra ela quando era mais novinha o que surtiu bons resultados, pois hoje ela nao mexe nos porta retratos, no som e nem em nada padrao que fica no hack da sala que é da altura dela. Mas em compensação as vezes pergunto você quer uma banana? E ela responde NAO, mas na sequencia pega a banana e come, entao acredito que ela nao entende o real significado do NAO. e nas duas ultimas semanas ela começou com muita birra, manha,choro e muitos gritos. Chora extremamente alto e grita ao mesmo tempo quando nao tem o que quer, ou quando tiramos dela algo que nao deve segurar naquele determinado momento. Ja chorei muito, pois pensar que estamos errando na criação da nossa primeira criança é a primeira coisa que vem a cabeça, depois vem a comparação quando pergunto “Seu filho faz isso? ” e as pessoas respondem ” nao, nunca fez assim ” ai que fico mais insegura ainda e penso de fato sou eu a errada. Meu marido que é super paciente, muitas vezes ja perdeu a paciencia, mas ja percebemos que nao adianta ficar sem paciencia que é muito pior. Ontem ela teve mais uma crise de choro com gritos de manha pois iamos tomar banho e tirei o celular da mao dela, esperei ela se acalmar e depois pedi sua ajuda para lavar a barriguinha a maozinha e assim ela foi se envolvendo com o banho e esqueceu da manha, mas confesso que é muito dificil, só espero que essa fase passe logo, é um alivio saber que é fase e que passara. Obrigada pelo post e li todos os comentarios de todas, por mais que sejam momentos dificeis é bom saber que nao sou a unica que passa por isso e que é normal.
    Obrigada pela ajuda de sempre.
    Beijos Alexandra

    • Renata

      Oi Alexandra! Fique tranquila porque é realmente uma fase! Temos mesmo é que ter muita paciência e ajudá-los nesse período! E é bom ver q não estamos sozinhas, né? Mil Bjss e boa sorte com a pequena!

      • Raphael

        Desculpem me intrometer no assunto das meninas.
        É que eu recebi este link da minha mulher,e achei muito bem colocado todos os 10 passos. São bem parecidos com nosso filho de 2 anos.
        A professora do colégio dele nos assustou dizendo que seria bom leva-lo para uma consulta com um psicólogo,pois ele não sentava para fazer as atividades que ela passava em sala até na hora do lanche. Além dos dez passos,ele não consegue aceitar a psicóloga do colégio quando ele avista a psicóloga,ele entra em desespero total;chora muito e tenta se esconder atrás da professora não aceitando o contato com a psicóloga do colégio.
        “SERÁ QUE ELE REALMENTE PRESCISA DE ALGUM TIPO DE TERAPIA”?
        Aguardo a resposta para minha compreensão.
        Obrigado a todas vcs.

  65. Jessica Martins

    Adorei as dicas e eu q gritava e dava uns puxoes vou .mudar e ver se melhora.miinha pimenta tem um aninho e meiio.

  66. lucilene terezinha nascimento pinto

    meu filho tem 1 ano e 5 meses com outras pessoas ele é uma criança comportada e quando eu chego para pegar ele, se transforma e começa a fazer birra não sei oque fazer, eu sei que é normal mas parece que ele exagera .

  67. Linda Simoes

    OLÁ, GOSTEI MUITO DAS SUAS ORIENTAÇÕES. mAIS ESTOU MUITO CONFUSA. tENHO UMA MENINA DE 1 ANO, DEPOIS DE UM FILHO HOJE COM DEZOITO. aCHO QUE DEPOIS DE TANTO TEMPO NAO TENHO A MESMA PACIENCIA QUE ANTES.NORMALMENTE OLHO NOS OLHOS E CHAMO ATENÇAO POR COISAS QUE NÃO DEVE FAZER. FALO COM FIRMEZA, MAIS ELA NÃO ME ATENDE. REALMENTE NÃO SEI O QUE FAZER. ELA QUER SEMPRE SUBIR A ESCADA AQUI DE CASA. DIGO QUE NÃO PODE QUE ELA PODE SE MACHUCAR. MAIS ELA VIRA AS COSTAS E VAI…RS… PARECE QUE QUER ME AFRONTAR. O QUE DEVO FAZER.

  68. Catarina Manteigas

    Estou nessa fase, o meu filho tem 26 meses e apesar de ser uma criança muito meiga e que não pode ver ninguém a chorar, principalmente eu, fica logo aflito e a chorar também. Mas também tem as suas birras, principalmente o “quero, não quero”, é constante, tanto diz que quer algo como logo de seguida já não quer, quer a mãe e estendo-lhe os braços mas não se levanta do chão, quer que seja eu a apanho-lo ao colo.
    Por norma ignoro as birras dele, o que o irrita, chega a vir a arrastar-se até mim. A técnica do mudar de assunto ou chamar de repente a atenção para algo diferente funciona muitas vezes. É preferível não insistir nalguma coisa que ele não queira ou faça no momento, porque logo de seguida ele vai parar porque não o confrontámos.

    • Desiree

      Estou nessa fase e meu filho bate com a cabeça nas coisas quando algo não lhe agrada , então sento ele na cadeirinha informo que o que ele esta fazendo é feio e que só pode sair quando se acalmar … mais ele não se acalma se debate na cadeirinha puxa os cabelos , se eu deixo saio de perto ele se cansa e para por uns minutos mais se eu apareço para tirar ele da cadeirinha quando ele me vê faz tudo de novo não me da nem tempo de tirar ele sem fazer birra … o que faço ??? tiro ele se batendo mesmo assim ou deixo por mais tempo sentadinho??

      • GEANEFRAN GONÇALVES PEREIRA

        meu filho tem 2 anos e 8 meses e está dando muito trabalho na escola, é todo dia uma reclamação tento educa-lo da maneira mas possivel, mas ele é muito inquieto, muito inteligente d++ mas não para um segundo.. quando essa faze vai passar..

  69. Micheli

    Gostei mt do texto,Bia (1ano e 9meses)esta passando por essa fase e esta td tao aflorado q fico nervosa e acabava sempre lhe dava umas palmadas,porque ela smp foi um bebe calmo ate 1ano e 6meses,dps disso comecou a ficar agressiva,as birras sao constantes,e pior alem do pai ,tem tds da familia q me contradizem qdo digo “nao”,tds fazem o q ela quer,e isso me torna a mae cruel como eles dizem,mas gostei das dicas e vou tentar,eu tenho esse problema de nao gostar q me olhem com reprovacao,e onde acabo reagindo de forma errada.Obgd pelas dicas.

    • antonio

      Olá! Texto muito bom! Minha filha tem 3 anos e 4 meses. Eu e minha esposa estamos esgotados. Ele sempre foi uma criança muito carinhosa e meiga. Na escolinha é muito obediente e só tem elogios. Mas em casa com a gente parece outra criança. Tudo vai bem até receber um “não”. Ela fica repetindo a frase do pedido (ex: quero tal coisa) e independente da explicação que damos ela continua repetindo. Quando percebe que não vai conseguir começa o “show”, choro, gritos, se joga no chão… nesse momento não importa como tentemos contato, com carinho, com firmeza, ela continua gritando repetindo o pedido… Nós não voltamos atrás, mantemos a posição para ela não pensar que assim vai conseguir as coisas. Depois de horas de show, quando ela finalmente se acalma, conversamos com ela, ela parece entender, pede desculpas, se preocupa com o fato de estarmos tristes com a situação… mas no outro dia a mesma coisa… e a mesma coisa… sabemos q é uma fase, mas tem demorado muito a passar… desde os 2 aninhos e pouco tem sido assim… Agora estamos pensando em pedir ajuda profissional…

  70. danielle

    MEU DEUS QUANDO PENSO QUE JA VI DE TUDO ME SUSPREENDO CADA VEZ MAIS…. ESTA REPRIENDIDO TODA ESTA OBRA…

  71. simone

    nossa adorei esses post , estou passando por uma faze muito dificil trabalho e moro em local so e ainda estou fazendo reformas meu filho tem 2 anos e dedico boa parte do meu tempo pra ele brincamos muito dou banho comida ponho pra dormir meu marido nao tem tempo eu basicamente cuido dele sozinha estou num ponto muito grave de estress e as vezes grito com meu filho e depois fico me sentindo super mal, ele e doce dorme bem se alimenta bem mais nas horas de crises dele que quaze o tempo todo eu fico bem irritada e acabo deixando meu filho mais irritado nao sei o que fazer siplesmente respiro fundo volto e converso com ele faço carinho dou um abraço e td fica bem mais e muito dificil faço meu melhor mais as vezes nao parece o suficiente e me sinto uma mae pessima e meu marido nao me apoia o junior chora eu digo nao ele diz sim entao meu filho nao me obedece e quando o pai se aborrece com os choros ele da pramim ai eu digo ta vendo por isso eu digo nao interfira quando eu estiver falando com ele e ai acabamos brigando……. aiiiii socorro estou precisando de camantes piscanalista.

  72. ADRIANA. FERREIRA

    queria.muito.que.meu,filho.me.obedece.mais.vou.conseguir.isso.tenho.muita.fe.

  73. Fátima

    Olá Renata! eu tenho um filho de 1 ano e 6 meses. Está cheio de birra e tem horas que perco a paciência… o que faço?

  74. Ana Paula

    Bom dia Renata! Achar esse blog me ajudou demais! Minha filha está com 1 ano e 7 meses e está exatamente nesta fase… Bate em mim e no meu marido, joga tudo no chão, e algumas vezes acabamos até sendo grosseiros com ela, não por falta de amor, mas por não saber o que fazer diante desta situação.
    Nossa paciência está se esgotando, e muitas vezes acabamos discutindo por divergência de opiniões da forma de como tratar o assunto… Percebo que ela se chega mais para o meu marido por ele ser mais condescendente com as suas atitudes, e se afasta um pouco de mim pela minha autoridade.
    Vou mostrar seu blog ao meu marido e tentaremos seguir os seus conselhos! Espero que dê certo! Muito obrigada!

  75. Elaine

    minha filha tem quase 4 anos e eé uma criança bem difícil nao obedece coloco ela de castigo em casa ela se comporta má quando saímos passo a ate vergonha nao sei mas o q faser gostaria q ela fosse uma criança mais calma e mais obediente!!!

  76. marília do nascimento

    GOSTEI MUITO DESSE SITE! GOSTARIA DE RECEBER INFORMAÇOES DE COMO EDUCAR MEU FILHO MELHOR! ELE TEM 1 ANINHO E JA FAZ ALGUMAS PIRRACINHAS RSRS… OQUE FAZER? ME AJUDEM….

  77. lucia

    sabe minha filha tem 10 anos e me tirra do serio falo com ela ..ex vai colocar sua bolça no quarto ..morre de preguiça tem que falar varias veses ate’ me deixar maluca .mais nao sou de bater fico falando toda hora com ela tem muito ciumes das crianças de fora de casa .fica insuportavel .faco bebe ..que devo fazer

  78. Loiana Souza

    olá Renata… Tenho uma filha de 2 anos e 9 meses que ta me dando trabalho nessa fase… Antes ela era uma menina super comportada e obediente ate falava q o nome dela combinava com o comportaento… Pois ela se chama Serena! Qndo ela tava com 1 ano e 8 meses descobri q estava gravida novamente, precisei tirar ela do num processo q demorou 6 meses… Minha barriga foi crescendo e ela adorava a ideia de ter um irmãozinho, no dia que fui pr maternidade ela tava toda feliz… E quando sai da maternidade, ela foi junto com o pai dela me buscar e já estava com o comportamento completamente diferente… Nao quis nem olhar pro irmãozinho dela e desse dia pra frente elacomeçou a mudar de comportamento, ficou mais agressiva e desobediente, e eu sempre procuro demonstrar e falar pra ela que ela é tão importante quanto o irmãozinho e que eu amo os dois da mesma forma. As vezes não consigo corrigir ela por que me sinto um pouco culpada por ela estar dessa forma! Hoje o irmão dela ta com 4 meses e 28 dias e ela continua da mesma forma… Tenho medo de não conseguir deixa-la do jeito que era antes!

  79. Eloisa

    Ler

  80. Elaine

    muito bom.

  81. Elisama

    Adorei este artigo. Minha caçulinha já tem 3 aninhos, mas volta e meia dá um chilique!!! Me ajudou muito e já estou compartilhando. Parabéns pelo trabalho!

  82. KAMILA DANTAS GOMES

    Me identifiquei muito com a postagem, minha filha tem 1 ano e 8 meses e está muito mudada, ela que sempre foi tranquila está nos deixando de cabelo em pé. O blog me confortou…obrigada!!

    • Leide Magalhães

      Ufa…estou um pouco aliviada!Meu Gustavo,de 2 anos e 10 meses,ás vezes do nada,começa a chorar,gritar espernear dizer que não me ama…e muitas vezes,não sei se o que faço é correto.Me sinto exausta,esgotada.Fico com medo que isso não passe e ele cresça desse jeito.Semana passada ele fez isso de madrugada,meu Deus,fiquei assustada!Com muito custo consegui acalmá-lo.Converso com ele dizendo que isso não é certo e coloco de castigo algumas vezes.Ele more de medo do castigo e isso tem funcionado.Minha filha de 4 anos e 7 meses,foi mais tranquila,aconteceu algumas vezes mas passou mais rápido.Depois de tudo que li,é como se acendesse uma luz no fim do túnel.Sei que meu filho “tem jeito”rsrsrsrs…Obrigada pela orientação,vou ter mais calma pra lidar com ele nesses momentos difíceis.Paciência e sabedoria,eis o segredo.

  83. Branca

    Oi Renata!
    Adorei o post, e eu achando que eram os dentes eheheheh Sabe de nada inocente!!!!
    Você sabe me dizer se quando os “Terrible Twos” vêm mais cedo, acabam mais cedo também? Meu filho começou com 1 ano e 3 meses… Será que já está acabando? rsrsrrs
    Sabe de nada….

  84. Aidê Priscila

    minha filha ja tem 4 anos e meio e ainda não saiu desta fase. É quase impossível controlá-la e meu marido também não ajuda muito pois ele é extremamente atencioso com ela quando pode mas, quando esta cansado ou ocupado não entende que para ela, ele é a melhor distração como um amigão que rola no chão para brincar e, acaba sendo agressivo demais com ela. ela nos testa até o nosso limite e depois quando perdemos o equilíbrio nos sentimos culpados… ela é a rainha da chantagem emocional. eu sempre tenho que fazer o papel de durona e malvada enquanto o pai faz todas as vontades. é complicado, dizem que passa,as vezes procuro mudar a metodologia com ela mas o pai dela sempre consegue burlar algumas regras e assim ela acha que pode tudo e quando ele não esta disposto acaba explodindo! já me disseram que aos cinco anos melhora…

  85. Vanessa

    Ola Renata gostei muito dos textos, estou passando por um grande desconforto, por assim dizer, meu filho tem 3 anos e estou gravida de 8 meses. Ele trocou de escola a meio do ano, e por esses dias a Diretora que se diz psicopedagoga insinuou que eu deveria levar o meu filho num neuropsicólogo. Eu assustada perguntei o porque? E ela responde dizendo que meu filho não obedecia as professoras, que havia jogado o lanche no chão, que não brincava com os amiguinhos e que isso se passava mais com a professora da parte da tarde. Enfim… surtei. Ele em casa é super normal, desobedece como qualquer criança da idade dele, é tímido em relação a outras crianças, mas será caso para procurar um especialista? Além do mais ele esta a passar por essa mudança de ter um irmão. Isso foi mais um desabafo, pois chorei muito quando essa diretora disse isso do meu pequeno. Obrigada e Beijos!

  86. Patricia Jatoba

    Tenho 2 filhos. Um menino de 7 anos e uma menina que fara 2 anos em outubro. A minha filha esta passando por isso tudo, quando contrariada joga os objetos no chao ou se joga no chao. Sempre converso com ela. Mas tem horas que me fustro achando que estou fazendo a coisa errada. Pois o mais velho passou por esta fase muito rapido!

  87. Débora

    Estava pesquisando mais uma vez (no total já foram 1.000.000.001 vezes)kkk, sobre o tema “terríveis 2 anos”, gostei muito do seu texto muito esclarecedor, vale lembrar que qdo estão doentes, com fome, cansados…socorrooooo!!! Uma amiga minha relatou que o filho dela já fez três anos e a birra continua!!! Eu comentei com ela que os três anos compreendem ainda os 11 meses seguintes…kkkkkkkkkk até completar 4 anos. O meu filho está com 2 anos e 11 meses, tem dias terríveis de manha e birra e outros que parece um anjo. Melhora muito quando elogio os seus esforços e bom comportamento enfatizando como já está crescendo e ficando mocinho. Grande abraço, Débora.

  88. Luiara

    Olá, eu simplesmente adorei esse blog!
    Minha bebe tem 1 ano e 1 um mês, ela é um bebe adoravel, querida, amada e carinhosa, mas na última semana ela está muito diferente, chora por tudo, não deixa que a gnt a pegue no colo, ergue os bracinhos e escorrega para o chao como minhoca, quandp pegamos ela se atira para tras, se estendemos as mãos para ela, ela da tapas, da tapas nos brinquedos e os joga longe, sapateia, e cada vez que falamos NAO, ela chora como se tivesse acontecido algo muito grave, as vzs ela chora muitos minutos seguidos sem motivo, sempre foi muito simpatica, agora as pessoas falam com ela , ela da tapas, ela tem pouca idade, será que ela já esta nessa fase, adolescencia do bebe? As vezes eu acho que vou ficar louca… Nao quero ser injusta com ela, mas não quero q seja mal educada com as pessoas, nossa casa e tranquila, nao tem brigas ou discussoes, o ambiente é excelente. Nao sei o que pode estar acontencedo, li aqui que pode ser isso mesmo, mas com 1 ano e um mes? e possivel? me ajudem!

  89. Juliana

    ola meu filho tem 1 ano e 9 meses e esta na terrible twos faz uns dois meses q anda irritado e de um mes p ca comecou a ter medo das pessoas principalmente de homens nao sei mais o q faco a gente sai e ele ve principalmente o homem da casa ele chora e me abraca dizendo q sta com medo nao deve ser normal ne? ele nunca foi assim nao estamos podendo nem sair de casa estava pensando em fazer a festinha de dois anos mas stou pensando seriamente me ajudem o q fazer

  90. Franciele

    Ola gostaria de saber o que fazer quando uma criança de 4 anos chora tanto na,escola pois ela só chora na hora que eles tem que ir pro vídeo ela so quer assistir o que ela quer o que eu faço me ajude por favor.

  91. flavio nogueira de albuquerqye

    receber informações gostei muito de tudo que eu li

  92. Lucianna

    Adorei o post! tenho passado por esse momento mas fiquei tensa também, pois verificando a idade dos pequenos, vejo que minha filha já deveria ter passado desse momento! 😮
    Minha filha já tem 2 anos e 10 meses e de um mês pra cá que tem demonstrado esse comportamento. Vai passar né gente?! rsrs

  93. raiane

    gostei das dicas

  94. claudia

    Muito legal

  95. claudia

    legal

  96. Hozana

    Huum acho que até aí estar sob controle.
    Gostaria de saber o que fazer quando minha bb de dois anos insiste em fazer algo errado mesmo falando q não pode e mesmo dizendo que terá consequência e mesmo assim insiste em fazer?

  97. Ana Carolina

    Meu filho esta com 1 ano e 11 meses e esta fazendo exatamente nessa fase mas ele não quer comer tbem… É normal?

  98. Claudia

    ola! Vc tem um casal de gêmeos, não é? Tb tenho, estão com 1 ano e 7 meses e queria te fazer uma pergunta….
    Aí tb essa fase tem sido mais intensa com a menina? Alguma relação?
    Aqui, meu filho é só bom astral. Só faz birra qdo vê a irmã fazendo e quer imitar, mas faz rindo, enqto ela parece ne olhar com ódio…
    Tenho tentado ser firme ou ignorar, justamente como o artigo menciona, mas já notei que a maior melhora é mesmo qdo ela recebe atenção exclusiva de alguma forma ou por alguma razão. Vc passa por isso tb?
    Obrigada!

  99. Ellen

    Estou passando por essa fase. E eu trabalho embarcada fico 14 dias fora e nesse período que piora tudo.

    Espero que passe rápido.

  100. Katiane

    Olá,
    Sou mãe de primeira viagem. Meu filho está com 2 meses e 15 dias. Eu me preocupo com a reação dele em alguns momentos, ele e super nervoso. Muitas vezes coloco ele para mamar e ele mama e depois puxa com força o bico do meu seio com a boca. Ele as vezes chora parece que apanhou, mas e tudo birra. Tem momentos que penso que ele entende o que digo. Tem horas quando ele está mais calmo que eu converso com ele e ele mesmo mamando dar um lindo sorriso. Estou colocando musicas para ele educativas e de ninar para acalma-lo e está funcionando e sempre brinco com ele agora e ele já compreende. Gostaria de saber com quanto tempo o bebê tem entendimento das situações, não quero que ele seja nervoso e agressivo, pois meu pai sempre foi e até hoje tem dificuldade de lidar com as pessoas. Tem algum tipo de brinquedo que pode ajudar no comportamento da criança. Desde já agradeço!

  101. Mrc

    Minha filha de 6 anos, tem umas crises, fica fora de si, bate na mãe, mas isto só acontece na presença da mãe, a mãe a algum tempo teve umas crises de toc e transtorno bipolar, quase quebrou financeiramente a família, minha filha após estas crises chora, pede desculpa e fala que não se controla…
    Somos separados, nos separamos a dois anos, nesta fase de crises da mãe, a mãe ficou com minha filha, mas a vejo pratiamente todos os dias.
    Não sei o que pode ser estas crises da minha filha, ela chama a mãe de mentirosa e ladra, claro que ela já viu a mãe mentindo e roubando dinheiro do pai, eu peguei e tenho várias provas disto.
    Mas não sei o que fazer, fico sem saber que atitude tomar…

  102. priscila

    Estou passando exatamente por isso, só não consigo aplicar o castigo no meu filho e fazer com que ele fique sentado no cantinho da diciplina

  103. Daniel

    Leia por favor

  104. Janaina

    Q bom q não estou sozinha nessa!Há dois dias, minha filha de 2anos e meio tem feito birras p impor o seu querer!Não quer sentar na cadeirinha do carro, enfim, tudo q foi citado! Tenho tirado coisas dela, como estarmos prontos p sair e ela faz birra. Não vamos mais! Enfim, estou tentando dessa forma!

  105. maria josé de almeida sene

    obrigada!me senti aliviada afinal estio passando por esta fase como meu filho!parabéns pelo blog e sucessos!

  106. Ludmila

    Meu filho está com 1 ano e meio… Genteee eu estou louca com ele. Você diz:NÃO FAZ ISSO THÉO!!! E é a msm coisa que dizer FAZ. Ele grita por tudo e pra todo mundo. E ele era muito tranquilo, nem acredito que é a mesma criança! Ta difícil… Kkkkkkk

  107. Núbia Guimarães

    Minha filha está com 1 ano e 7 meses e começou a pouco a fazer a msioria das coisas descritas aqui. Apesar de já imaginar que fosse uma fase, entender o porquê e como agir é importantíssimo. Só tenho que agradecer por dividir essa informação.

  108. Ariana

    Olá tenho um filho de 3 anos e 9 meses que está na fase Terrible Twos nunca me deu um trabalho, não tive problemas até hoje com ele sempre obedecendo, comportadinho,mas de 2 dias para cá são gritos atrás de gritos, vem querendo me bater e bater no meu esposo quando contrariamos ele, fica fazendo tudo o que não gosto principalmente subindo em sofá só porque repito mil vezes que não é para fazer isto que o sofá foi feito para sentar,almofadas no chão tem poeiras e bichinhos ma nestes dois dias nada adianta, Jesus amado estou cansada de repetir e ele faz totalmente o contrário, converso muito com ele, deixei no cantinho do pensamento mas até agora nadinha de melhora, será que esta fase passará logo, nossa muda totalmente, estou angustiada, de cabelos em pe 🙁

  109. Dane

    A melhor forma de demostrar amor é entender e conhecer melhor as maneiras de adquirir conhecimentos em favor de quem amamos.

  110. elaine

    achei muito interessante este assunto. Istou passando por esta fase. Minha filha tem1ano e 8 meses ela grita como se estivesse espancando, me bate, morde e chora para dormir. Fiquei com medo do concelho tutetar ser acionado. Tento acalma-la. Mas se isto acontecer o q fazer? Eu sou contra agressão,principalmente em crianças.

  111. Daniele

    Boa tarde adorei o texto, tenho uma dúvida sera q alguém pode me ajudar meu filho tem 2 anos e meio alem de td q esta escrito ele fica mto brava e fala umas coisas mto feias como assim se fico brava com ele por algum motivo ele fala assim mamae vou cortar vc com a faca eu levei um susto pois nao tem convivencia com criancas agredisse nao assistr tv … desenho so alguns nao sei o q fazer por favor me ajudem

  112. Flávia

    Gostei bastante do texto. Meu filho tem exatamente 1 ano e 1/2 e o q está me incomodando muito é ele bater nos cachorros, dar risada e ver nossa reação. Nós dizenos q não, convermos, repreendemos, mas o comportamento continua se repetindo. Qdo falamos com ele tb, ele muda de assunta. Aponta outra coisa. El tb bate na gente. Nao em outras pessoas ou crianças.

    • PAULA

      Olha eu adorei o texto, me aliviou bastante. Meu Rafael tem 2 e 9 meses e estou tentando desfralda-lo, porém esta sendo uma provação ele contraria quando digo que tem que fazer no peniquinho me diz que não que, não me avisa quando quer ir ao banheiro e faz na cuequinha. Olha ler esse artigo foi ótimo identifiquei o Rafinha em tudo que esta escrito.

  113. Fabricio

    Filha, eu to usando aquelas armas de choque! Ta tudo uma beleza desde então! Recomendo!

  114. Luciano Pinheiro

    Quanto tempo dura essa fase? Minha esposa tá nessa situação. Tudo o que eu falo pra ela, ela faz o contrário. Ela tá com 27 anos.

  115. maria helena

    Estamos passando por este momento! Hoje foi o primeiro dia depois de 30 que não teve birra para acordar, se alimentar, tomar banho e dormir! Estamos conversando muito com a Julia e acho que está dando certo! Com este texto vamos aprimorar ainda mais nosso conhecimento e ações para passarmos por mais esta etapa de forma positiva!

  116. Hellen

    É incrível, mas é a exata descrição do meu filho. Há um tempo atrás me preocupei com ele ficar batendo a cabeça e perguntei a pediatra dele, e ela me disse que no caso era normal. Gosto muito do blog, das dicas e dos textos.
    Um abraço.

  117. Rayane Braga

    Nossa! Estamos passando exatamente por essa “adolescência”. Está sendo uma barra. Meu pequeno tem um ano e sete meses. É um amor, muito inteligente e carinhoso. Mas ultimamente anda birrento, exatamente como no texto. Ainda bem que tenho uma família muito calma e carinhosa, tanto do meu lado, como do lado do meu marido. Assim não nos sobrecarrega.

  118. Maria Aline da Silva Souza

    Na verdade queria tirar uma dúvida.Minha filha tem 2 anos e quatro meses e qualquer mulher ela chama de titia e convivendo alguns minutos com a pessoa parece que ela conhece a muito tempo e logo não me quer mais.Sempre sai do local chorando pela pessoa.O que fazer?

  119. Sara

    Estou desesperada mesmo, preciso muito de ajuda. Acabei de ter um bebê e minha filhinha de 3 anos está muito agressiva comigo, me diz coisas terríveis e desobedece a todo instante e em qualquer situação. Todos dizem que é normal por causa do ciúmes, mas estou pirando com tanta hostilidade dela comigo. Em crises mesmo, pensando até em procurar um profissional para me ajudar. Você pode me ajudar? :'(

  120. Silvana

    Ola Re, seu post veio muito a ajudar. Acredito qud seus filhos ja tenham superado essa fase, mas a minha filha pelo que li se encontra em pleno terrible two. Ela tem 1 ano e 10 meses, de um mês para cá ela está mais “atacada”, pois ela ja tem um temperamento forte / brava, e acho que potencializou essa dificuldade de lidar com a frustração e com as vontades própria. Tem dado show, gritos, se joga pra traz, no chão, tenta jogar as coisas em nós…mata de vergonha. Estou começando a evitar de sair para não passar mais vergonha. Minha vizinha veio até me dar uma oração para acalmar, fiquei com mais vergonha.
    Enfim, adorei seu post e sua página, otimas dicas e informações.
    Um grande beijo

  121. Gilberto

    Minha filha esta numa faze bastante complicada pra mim.e muito nervoza,algumas vezes se bate e agridi nós também.

    • Eliane

      Meu filho tem 6 anos e é muito bravo, já passei por cada situação com ele que não sei mais o que fazer, é muito bravo não gosta de ser contrariado nunca, não obedece, não sei mais o que fazer, será que um psicologo ajudaria?

  122. Iolanda

    Oi mãezinhas! Já chorei muito hj, me sentindo mal por te batido no meu filho. Ele tá com 3 anos e 10 meses e ainda não saiu dessa fase de desobediência. Acho eu que é pq ele ainda não fala direito. Quando dei palmadas neles e falei alto, ele começou a chorar pedindo colo. Tava braba e demorei a abraça-lo, mas o abracei depois e conversei sobre a desobediência dele. Isso aconteceu na rua. A noite quando fui coloca-lo pra dormir, percebi que ele tava sentido pela palmada e bronca que dei. Foi nessa hora que me senti um monstro e comecei a chorar, me sentindo que nem aquelas mulheres que maltratam crianças. Por isso procurei busca de ajuda na Internet. Sei que fui má e que tenão que ficar calma nessa hora de birra, mas na hora o sangue sobe e o arrependimento vem depois. Juro pra mim mesmo que vou me controlar nesses momentos de birra.

  123. gisele

    boa noite
    preciso de ajuda
    tenho tres filhos um com 10 anos menino 7 anosmenino e a menina de 2 anos
    mas o de sete anos me da muito trabalho assim ele é alérgico a leite de vaca e a proteínas faz xixi na cama e quando colocar algo para ele fazer ele nao quer fazer aquilo naquele momento ele chora de solucar e isso me encomoda pois as vezes tem gente perto ai comeca ai coitado sabe como e familia

  124. gisele

    GOSTARIA DE RECEBER RESPOSTASDE AJUDA

  125. Ana Samara

    Ola gostei muito desse post.
    Estou passando por isso com meu filho de um ano e sete meses e não vou negar, esta muito difícil conviver com isso.Estou ficando louca porem acredito na ” lei do inverso ” AGORA AGITADO, AMANHA CALMO “. Não nego preciso de mais ajuda.

  126. naiara

    Bom dia,
    minha filha tem 3 anos, e há 9 meses minha caçula nasceu, com isso a Laura piro e esta me deixando louca.
    Gritos, birras, não para tudo, um relação complicada, ela era meiga e amorosa, agora parece um monstro.
    Como devo proceder para melhorar o nosso dia a dia, e educar com excelência?

  127. kamilla

    bom dia meninas!! o meu filho está com 1ano e 10 meses, tem todos esses sintomas, mas o que me deixa mais preocupada é que ele tá acordando durante a noite e dando birra, joga a chupeta longe e fica gritando. será que isso é normal? parece uma crise nervosa, estou muuito preocupada.
    bjus

  128. Alecssandra

    Nossa, tenho uma filha de 1 ano e 5 meses, e tb estou passando por td isso, ja estou pirando. … ja pensei em ate procurar uma psicologa para saber como agir com toda essa birra, se bater, o texto caiu em cima. …. td que está no texto , parece que estava vendo ela…
    Obrigado pelas dicas. …
    Alecssandra

  129. renata

    Minha filha vai fazer quatro anos e ainda nao saiu dessa faze e normal

  130. Carolina Atauã

    Realmente é difícil,meu menino que esse ano faz 5 anos passou por isso , quantas vezes na cidade ao dizer não ele gritava deitava no chão chorando , me dava uns tapas , mas quando entrou na escola melhorou muito , acho que se socializar fez bem , quando ele fazia esses espetáculos gratuitos eu realmente ficava constrangida porque quem esta envolta acha que você de qualquer modo tem que fazer a criança ficar quieta , mas comecei a abaixar e olha no olho dele e falar , e comecei a usar a carinha verde quando ele se comporta e a vermelha quando ele faz bagunça , graças a Deus ele tem várias carinhas verdes.

  131. nice

    Eu tenho uma de 4 e um menino que do meu marido ….ele é bomzinho. ..mas agente não pode falar não que sai correndo ….Porque sserá que ele faz isso.as vezes tenho medo .

  132. Daniela

    Nosso como e difícil educar um filho, estou passando por isso meu filho faz essas biras com apenas 1 ano é um mês, tem horas que perco a paciência com ele ai respiro fundo, tem momentos que me desespero por medo de não conseguir ser uma boa mãe é falhar na educação dele.

  133. Carla

    Nossa meu pequeno está passando por esta fase, ele tem 1 ano e 8 meses e cad um desses tópicos me vi neles, por enquanto soh não houve nenhum incidente em público…muito bom o texto com certeza ajudou bastante a entender pq do dia pra noite ele ficou rebelde…kkkk

    • Suellen Moreira

      Mamães, estou muito preocupada! Meu filho tem 2 anos e 6 meses e sempre foi uma criança muito calma e amorosa. Há duas semanas ele começou na escolinha, está naquela fase do choro, que até então entendo como normal. Porém mesmo em casa no resto do dia e até mesmo pela madrugada ele está tendo crises nervosas muito intensas, chora, grita, quer se isolar, quer tirar a fralda, nós chegamos perto e ele empurra, se esperneia… A escola tem câmeras, sei que não fizeram nenhum mal a ele. Ele dorme e fica soluçando a noite toda, e ele desde bebê teve um sono tranquilo. O que me deixa na dúvida é se esse temperamento agressivo é por conta da escola , dessa mudança de rotina ou algum psicológico mesmo… se alguém já passou por algo assim , me ajude! Obrigada!

  134. Leonardo pereira

    Ahh eu olhava para os outros e pensava Ö meu não vai fazer isso…”, não, não fez, fez é pior!!!

    Mas passou, haja conversa e paciência.
    🙂

  135. elisangela

    Tenho um bebê de um ano e meio não para quieto se joga bate cm a cabeça no chão chora por td não tenho paz

  136. patricia

    Olá sempre recorro a vcs qdo a situação aperta, e quero agradecer pelos conselhos e matérias que me ajudam! Hoje não é diferente, estou com problemas em deixar minha filha de 2 anos e 10 meses na escola. Ela adota a escola, já verifiquei se tem algo que a incomode e não tem nada, mas os choros, gritos não param ha 1 mês. As orientadoras pedem pra que eu desgrude ela de mim e deixe ele gritando no colo a força de alguém da escola. Isso acaba com meus nervos, tenho dúvidas se ousado tem de se feito assim, se é correto, se não vai afetar emocionalmente a criança no futuro. Peço ajuda, se puderem me ajudar. Abraços

  137. ARLETE

    OLÁ,JÁ TEM DUAS NOITES QUE MEU FILHO ACORDA DE MADRUGADA CHORANDO MUITO E COMEÇA E ESPERNEAR,HORA QUER O PAI JÁ MINUTOS DEPOIS NÃO QUER MAIS FICA SE JOGANDO DO COLO COMO SE ESTIVESSE IRRITADO,TENTAMOS AGRADAR DE TUDO QUE É JEITO, AS VEZES DEIXAMOS ELE CHORAR BASTANTE PRA VER SE PARA, MAS NADA,DALI A POUCO DORME E QUANDO COLOCAMOS NA CAMA COMEÇA TUDO DE NOVO,SERÁ QUE ISSO É MANHA ?

    • ARLETE

      O QUE EU FAÇO????????????????????????????

  138. Dayane Barbosa

    Oi me aliviei entrando nesse blog. Confesso q estou desesperada pois minha pequena de apenas 2 anos e 5 tem me tirado do serio e nas ultimas vezes ganhou ate uns tapinhas pelas birras q acaba me irritando. Como tenho medo disso refletir no comportamento dela me senti muito mal qdo a vi batendo e brigando com a boneca do jeito q fiz com ela. Percebi o quanto posso contribuir para ela ser melhor e não quero q isso volte acontecer. Corrigi ela e disse pra ela não fazer aquilo e nem seu a mamãe podia brigar ou bater nela por q ela e a bonequinha da nenéns. Nunca me senti tão lixo e gostaria muito q nunca mais veja minha filha me imitando com algo q eu fiz e reprovo.

  139. Dayane

    Me senti aliviada sabendo q não estou so nessa. Kkkkkk minha pequena de 2 e 5 meses esta me enlouquecendo com as birras.

  140. Grasiela Galgaro

    Adorei o texto….
    estou precisando de ajuda.

  141. landiceia frança

    oi não sei mais o que faço meu filho tem 1 ano e 11 meses, gente ele ta muito agressivo bate no rosto de todos ele tem seus momento de carinho ele abraça, beija ate brinca as vez mais tem dias que levanto pra tomar banho pra sair pro trabalho ele acorda vai ate o banheiro chorando muito me bate me morde grita muito tento pega ele no colo mais ele não quer, quando consigo acalma-lo ja se foram quase meia hora não e a unica palavra mais compreendida que ele falar ele ainda mama no peito as vez chego a pensa se tira ele do peito pra ver se ele fica mais calmo.

  142. Vanessa

    Meus filho tem 1ano e 7 meses e chora o tempo todo não para nenhum minuto quando esta bem e só olhar que ai volta tudo e isso e desde de Bebezinho o que eu Fasso

  143. alessandra

    o meu esta assim com 5 anos mas ta desespeitando eu e o pai a rofessora smr pe de castigo o que de faze me orienta de castigo e vive dizendo nao para tudo

  144. Tatyana Santana

    Oi Renata, pelo amor de Deus eu estou precisando desesperadamente de ajuda,meu filho tem 2 anos e me responde demais grita comigo bate em mim e no pai dele, ele fala toda hora pra qualquer pessoa “cala boca seu moleque” se estou na rua com ele alguem fala com ele ele manda a pessoa calar a boca e nao falar com ele, se alguem passa a mao na cabeça dele imediatamente ele limpa, quando ele pega coisas que vejo que oferece risco a ele peço que me entregue e ele se nega oque me estressa muito entao mando pro castigo ele diz q nao se joga no chao e grita, outro dia fomos passear na rua de casa com ele a tardinha pois tinha muitos pais com os filhos passeando, foi terrivel, pois ele queria ir mais longe e se recusava a voltar,ficamos desesperados ele conseguiu chamar a atenção da rua inteirinha com os gritos dele,se jogava e qdo meu marido pegava ele pra tentar acalma lo ele batia na cara do pai ele gritou tanto mais tanto que ficou rouco e a plateia de vizinhos só crescia, fomos embora mais foi uma eternidade chegar em casa, dei umas palmadas sim em casa e o coloquei de castigo, uma vez foi no shopping fui seguida e questionada por varios seguranças por que meu filho fez isso e eu ñ sabia mais oque fazer então deixei ele chorar, um bando de mulheres me cercaram umas me julgando e outras dizendo oque eu deveria fazer, olha eu estou num ponto q eu nao aguento mais agora pouco estava ele de um lado e eu do outro chorando, ele pirraça e eu cansaço e completamente perdida, nao tenho ninguem pra me ajudar e eu nao sei oque fazer, acho que faço tudo errado ñ tenho capacidade pra educar meu filho que é minha vida, por favor se puder me ajude, Oque eu faço????

  145. naiara ventura

    Estou passando por isso.
    meu filho se bate se arranha e ate mesmo se morde.
    fico arrasada.

  146. Leandra

    Olá Renata, hoje eu vivi uma situação dessas com minha filha de dois anos e oito meses, ele fez birra por causa de um picolé, que derreteu e joguei no lixo, isso na saída da escola. Pois foi gritando, chorando, esperneando até em casa, não é fácil manter a paciência, com tanta gente olhando. Nossa foi horrível, quando chegamos em casa ela ainda não tinha parado de gritar e se jogar no chão pedindo para eu voltar e pegar o picolé do lixo. Chorei muito, porque não sabia o que fazer, enfim decidi fazer uma oração e deixei ela chorando, depois fui para embaixo do chuveiro e tomamos um banho frio, para acalmar os ânimos , ai sim ela ficou um pouco mais calma e dormiu, soluçando. Vim louca depois para pesquisar e saber como agir da forma correta nessa situação, e vi seu blog, adorei as explicações e espero passar logo por esta fase… Realmente a paciência é a base de tudo. Adorei o mantra que vc falou: “é normal e vai passar, é só manter a calma” Não vou esquecer… Obrigada e um abraço, bjss.

  147. Rossiane

    tenho dois filhos pequenos 3 e 2 anos. Testam minha paciência. Meu filho de 2 me bate qdo não dou algo.algo.Acabou de da um muro no meu ouvido.As vezes perco a paciência e dou palmadas… Não sou de ferro.
    amo eles…. mas as vezes acho que meu amor demais deveria ser de menos.

  148. Daniele

    Nossaaaa!!! me vi integralmente em suas palavras…meu filho esta com 2 anos e 7 meses… e eu estava desesperada me perguntando o que eu estou fazendo de tão errado com ele..pra ele estar assim…mas agora começo a entender…através deste texto..que faz parte.. que é uma fase…aff que alivio… ontem ele quase me fez chorar de cansaço, raiva… dei uns tapinhas na bunda dele…e depois me arrependi e senti a pior mãe do mundo…. nossa foi bom de mais ler este artigo… ando tão triste, pra baixo, com a sensação de não estar fazendo um bom serviço..mas agora percebo…que é normal…..

    obrigada…………..

  149. leticia

    Minha filha é igual

  150. Maria Cristiane

    Minha filha se joga e bate a cabeça no chão, não sei o fazer, ela tem 1 ano e 4 meses

  151. Carol Liz

    Toda vez que eu acho que vou me descontrolar eu leio este artigo! Só sei que n é fácil! Tenho 2 filhas uma de 2 anos e 10 meses, que estava muito birrenta nesta última semana e uma em uma bebê de 8 meses!Muita paciência, muita oração!

  152. Bruna

    Oi Renata, estou passando por essa fase, minha filha está com 1 ano e 7 meses, e antes era meiguinha e obediente, hoje éla faz birra, diz não pra tudo e bate quando e contrariada. Mas isso não é o pior, como moro com meus país e trabalho o dia todo, ela está bastante acostumado com minha mãe, porém antes fazia festa quando eu chegava e ficava comigo o tempo todo, hoje já não é mais assim, não quer mais ficar comigo, e quando acorda de madrugada, acorda chorando chamando a vovó, tento de tudo pra fazer ela voltar a dormir e mesmo assim ela não pra de chorar, isso corta meu coração. Já tem 3 semanas que não consigo nem fazer mais ela dormir, ela só quer ficar com minha mãe. Pode me ajudar ?!

  153. Danilo

    Oi Renata,boa tarde!! Meu filho tem 4 anos e 4 meses. Ele e muito esperto e sempre que falamos com ele antes de terminar ele já responde,parece que VC fala com ele naooo e ele não quer ouvir,não entendecsei lá cestou sem saber como agir pois eu digo não que ai tem um buraco ele vai e se joga. X
    Como agir corretamente por ramos me ajude

  154. Lindsey Desirée

    Lendo o Post em 2015 o/
    Estou passando por essa fase tão difícil… O pior é que me sinto exausta. Teve a fase das cólicas, de acordar 6x na noite, a de introduzir papinhas, a fase dos dentinhos nascendo e agora mais essa. Vai só piorando, é isso mesmo?! rsrsrs
    Ler os comentários me ajuda a perceber que não sou a unica mamãe aflita. Eu tbm choro mto, perco a paciência, acho que estou errando na educação do meu bb, grito, me arrependo, até o marido entra na dança. Acho que os vizinhos pensam que maltratamos ele, de tanto ouvir ele chorar… Espero conseguir ajudar meu pequeno a passar por essa fase sem reflexos negativos. Quero meu anjinho de volta!

  155. macabea

    Não creio que isso exista…muito menos ter esse comportamento de entender as birras das crianças.
    Não é não e ponto. Pais e mães não devem se explicar para filhos…amor demais nos presídios estão cheio…Procurem estudar o Isami Tiba…

  156. elyane

    Nossa estou pasaando por essa fase com meu filho. Meu marido não ajuda a acalma lo e só reclama dessa situação. mas graças a esse artigo que tanto me identifiquei vou saber como agir agora..obrigada

  157. Helenice

    Me ajude minha menina gosta muito de morder.bater.e asunhar o irmão

  158. RENATA ROSA

    Ola!sou uma mãe meia estressada ele acorda bravo ta chuta tapa na nossa cara meu Deus mais faço de tudo pra me controlar ai do uns tapa na bunda, não esta certo mais não sei o que faço preciso de paciência coisa que eu não tenho..Depois morro de pena fico pensando o dia inteiro. Me dão uma luz meninas… bjss

  159. QUELI

    ESTOU PASSANDO POR TUDO ISSO;E MUITAS VEZES PERCO O CONTROLE,,MEU FILHO CHORA MUITO PRA TOMAR BANHO NO BANHEIRO ELE DIZ QUE QUER TOMAR NA BANHEIRA NO QUARTO,, SÓ QUE É MUITO DIFICIL,, ELE ESTA GRANDE ,, POXA NÃO SEI OQ FAZER ME AJUDEM

  160. Marcelo

    Sou pai e minha filha está com praticamente todas as características acima citadas.
    Gostaria de saber mais sobre o assunto
    se puder me aconselhar ficarei grato.
    Sou pai de 1viagem.

    • Viviane Pessoa

      Olá pessoal! Estou com alguns problemas aqui em casa tenho duas meninas uma de 5 anos e uma de 2 anos e 5 meses, a minha filha mais velha está passando por uma fase muito difícil, ela quer dizer não para quase tudo, não quer comer, não quer vestir as roupas que escolho, me responde com palavras altas dizendo ” NãO VOU” e quando falo algo que ela não gosta costuma responder com caretas, vai para o castigo, puxão de orelha, mas realmente não sei o que fazer pois brigamos mt aqui, minha casa não tem mais paz, é muito grito, choro, bagunça, olha tem dias que não é fácil, estou vivendo um momento complicado de muita dedicação para o estudo, ela é uma menina muito querida e todos dizem que quando está sozinha em outra casa que não está com nós e nem com a mana é outra criança, sem falar que as pessoas sempre fazem elogios para a menor pelo fato que a de 5 anos parece mais velha não está mais na idade ” engraçadinha”, não sei se é ciúmes, alguém saberia me dizer o que posso fazer para mudar esse comportamento dela, alguém já passou por isso, será que tenho que mudar minhas atitudes com ela brigar menos, cobrar menos.

  161. Valderes

    Me ajuda tenho um casal d gêmeos João Lucas e Mariana só q João está traia

  162. lina

    BOM O TEXTO , MAS COMO UM BEBE DE UM ANO E MEIO VAI ENTENDER ESTA CONVERSA? QUANDO A GENTE OLHA BEM PRA ELA E DIZ NÃO PQ BATEU EM ALGUÉM ELA ERGUE A MAOZINHA E BATE EM QUEM ESTÁ A CONVERSAR COM ELA, O QUE TEM SURGIDO UM POUCO DE EFEITO É QUANDO COMEÇA A DAR PITI É IGNORARMOS , ATÉ Q ELA PARE, AS VEZES TB TENTAMOS DISTRAI-LA COM OUTRA COISA, MAS ELA GRITA QUER COLO ENFIM.. COMPLICADO

  163. Roberta

    To desesperada meu filho ta consumindo todos os meus nervos acho que ja estou doente nao quero mais cria-lo penso em desistir e sumir largalo com meus pais pq realmente nao aguento mais nao tenho autoridade pq tem o enxirimento da minha mae e um inferno tentar educalo o pior ele so tem tres anos………..

  164. Ana

    Porque a criança de 2 anos e 5 meses chora tanto quando vai tomar banho e antes gostava?

  165. ivania da silva

    Gostei muito do texto me ajudou bastante , porque eu não sabia o que fazer com as atitudes do meu filho de dois anos e meio. muito obrigado.

  166. Aline Velani de Barros Negrão

    Gostei muito do texto! !!! Meu filho está com 1 ano e 3 meses, mas já passo por algumas dessas situações. Principalmente chorar e se jogar pra trás, rsrsrs!!!!! Já com minha filha que hj está com 9 anos não passei por nada disso, sempre foi muito tranquila! !!!

  167. Cristiane

    E o pior é que a maioria das mães passam por isso! Eu estou com o meu pequeno nessa fase. Não é fácil! Mas a boa noticia é que passa e nos prepara paraa fase dos 3 anos que tb é pesada! Rs!

  168. Viviane Ribeiro

    Adorei, sou mãe esou babá e as crianças estão passando por isso.E é sempre estudar comportamento infantil. Obrigada.

  169. kathlyn

    Oi eu tenho um bebe de 11 meses que nao sei como agir com ele ,ele bate na minha cara eu brigo com ele mais ele da risada e bate de novo nao sei o q fazer vc poderia me ajudar

  170. cristiane

    Oi adorei ler sobre terrible twos meu filho está passando por está fazê e as vezes fico se cabelo em pé

  171. Augusto

    Muito bom teu texto, parabéns!

    Em alguns momentos todos nós pensamos que somos os culpados e que isto está acontecendo somente conosco hehe.

    Abraço.

    Augusto Selau

  172. solange

    NOSSA ESTOU PASSANDO POR ISSO RSRSRS ,PARECE QUE ELE NAO ME OUVE DIGO NÃO ,AI QUE ELE FAZ MESMO,NÃO ESTOU SABENDO COMO AGIR

    • Paulo cuppoloni

      Parabéns pelo texto.
      agora saberei como ligar com o meu “diabinho”.

      Abraço.

      Paulo

  173. Adriana

    Meu Deus….tô errando…dei um tapa nele. ….eu só choro….tô desesperada….quem pode me ajudar? ??

    • Tatiana

      Bom dia gente! Tenho uma filha de 21 anos, que nunca me deu trabalho, sempre dormiu a noite toda, calmamente. Para tirar o peito foi tranquilo, sempre me respeitou e nunca teve essas birras, e eu , nunca precisei dar um tapa nela.Ela cresceu com muito amor. Depois de anos, engravidei, agora um menino que está com 1 ano e 5 meses… tudo muito diferente, achei que ia tirar de letra e que seria mais fácil , por já ter experiência… Bem capaz… ele virou meus pensamentos do avesso e minha vida também…hehehe…. Mama no peito até hj, tenho tentado tirar,mas tá bem difícil, dorme mal e pouco, com um sono muiiiiito agitado, ja tentei mamadeira antes de dormir, no meio da noite, mas nada da certo, acorda muitas e muitas vezes … E agora começou, birras, birras e mais birras. Tudo se torna difícil e cansativo,até as tarefas mais simples, até no maternal, ele está desse jeito. Se joga no chão, atira os objetos, bate nele mesmo ou em quem estiver perto, grita , grita muito. É muito apegado em mim, pra tudo precisa ser eu, tenho paciência, brinco com ele,converso e sempre explico pra ele o que fez errado, mas não tem dado resultado. Uns dizem que é eu que estou “mimando”, outros que não estou sabendo educar, não quero dar ouvidos, mas confesso, me sinto cansada e triste , leio e pesquiso para tentar achar uma solução. Meu amor por ele é incondicional…. Um abraço pra vcs…

  174. Viviane Laudelino Vieira

    Estou com a minha pequena nessa fase! Tb tenho um texto sobre isso que publiquei nessa semana! Muito amor e compreensão com os pequenos!
    https://blogmaternidadesemneura.wordpress.com/2015/08/18/a-crise-dos-dois-anos-ou-a-fase-dos-sapatos-laranjas-com-calca-verde-limao/

  175. viviane

    Adorei

  176. Renata

    Boa noite. Todas as vezes que eu saio com minha filha de 2 anos e 11 meses na rua ela chora muito e ensiste querendo uma nova Barbie. E só para quando eu dou..o que eu faço??

  177. Danyel

    Oi meu filho tem um ano e oito meses ele grita,chira,bate no vento chinga sozinho briga sozinho como se estivesse auguem com ele.e normal? O que devo fazer?

  178. Mariana

    Tenho passado por isso e tem que realmente ter muita paciência.

  179. Zilma

    Meu filho está com muita birra ele tem 1e 8 meses em público e quando chega em casa eu bato nele mas depois mim arrependo o que devo fazer.

    .

  180. Glaucia

    Oi, adoro suas matérias sempre muito interessante. Tenho um casal de filhos. Uma menina de 2 anos e meio, e o menino tem 5 anos. É muito difícil porque tem muita disputa pela mesma coisa, mas enfim, a minha filha é muito brava e decidida, às vezes não sei como agir com ela porque ela quer ficar só no meu colo, é muito grudada. Então se eu não pego ela fica furiosa. Quando contrariada, atira longe a primeira coisa que vê na frente, grita, chora, briga com o irmão, bate nele….mas tudo isso em casa porque na escola ela é muito querida, e muito esperta, não passa nada despercebido por ela. O que posso fazer para ela se acalmar

  181. Janissi lapa

    Adorei a matéria

  182. Grace Kelly

    ExOi boa noite. Adorei esse texto sobre como lidar com situações complicadas das crianças nessa fase. Sou pedagoga e sempre tive uma visão muito calma em relação as crianças. Mas com minha filha de 2 anos me desesperava ao ver ela com comportamentos q estavam além das minha visão. Ela começou a bater a cabeça na parede ou no chão quando queria alguma coisa e eu ou outras pessoas da familia nao davam a ela.Pior que ela realmente batia com força e isso me deixava muito preocupada. Tentei varias formas deixei de castigo, tirei brincadeiras, brigava com ela e nada resolvia. Um dia tive uma ideia, pois não sabia mais como acabar com esse comportamento, separei escondida um kachup e no momento q ela bateu passei desgraçadamente na testa dela onde ela havia batido. Disse que ela tinha se machucado e que estava saindo sangue, levei ela ate o espelho e mostrei a ela. No momento ela ficou assustada mas não chorou. Achei até q seria mais uma tentativa sem sucesso. Mas pelo contrario resolveu o problema. Não sei se fiz certo ou errado mas não sabia mais o que fazer pois ela já estava ficando com ematoma na testa de tão forte q ela batia e isso estava me deixando em desespero até pq a gente sabe que pancadas na cabeça são preocupantes.

  183. EMILLIA SANTOS

    Oi, bom dia!De fato, seu blog é bem interessante.No q tange o texto acima, gostaria de tecer algumas consideraçoes.
    Tenho percebido alguns aspectos supracitados acontecendo c minha filha, q fez 2 aninhos em 6 de setembro.Acontece ate msm acerca de ela discordar de si msm, cm vc disse, contudo, mts vezes ela faz oq eu solicito a ela.Eu nao estou trabalhando fora, isto é, estou c ela em casa ja faz 2 anos.Há imenso apego entre nós.Tem gde interesse em novas atividades.Semana passada fui c ela a um evento musical p bebes.Inicio ficou meio estranha, mas depois interagia bastante e qdo ia p o meio da rodinha ou contactar com os atores, ia , olhando p tras , p mim, creio q em busca de aprovação.E eu dizia, “pode ir , filha, vai…”e ela ia correndo, contente.
    NO q se refere as birras, em geral em casa ignoro, saio do cômodo, virando as costas msm q ela esteja no chão chorando(todavia , fico vigiando), logo ela vem atras.Geralmente, esquece o assunto.Qdo é fora de casa, cm na igreja ontem, abaixo me, levanto a do chao, olho nos olhos firmemente e digo NAO! Tiro do chao, ponho no colo, msm q se contorcendo e espero passar.Se estiver incomodando pessoas, saio do recinto.SE me bater ou ao pai(aos outros chamo atenção), aqueles tapinhas de birra qdo tentamos impedir, ai leva palmada na mão sim.Eu levei beliscao e palmada qdo era pqna e nao tenho trauma nenhum.Creio q umas palmadas sao necessarias de vez em qdo.
    Agora, cm é q vc conversa c uma cça de dois anos antes de sair de casa e estabelece regras p comportamentos?Nessa idade as cças compreendem diretrizes básicas e nao conversas complexas e abstratas!
    Ela tb tem buscado alguns comportamentos de independencia cm por ex, comer sozinha(ate se cansar), sentar em algum lugar, levantar desse msm lugar…abrir e fechar…mas no geral, estou gistando dessa fase…o dificil foram os 6 primeiros meses!
    Forte braço.

  184. dalila karielle

    Meu filho tem 2 anos e 8 meses, e esta na fase em que tudo e chorar cair no chao,grita muito,e quer mecher em tudo principalmente na presenca de estranhos e eu ja estou quase louca com isso,por favor me ajudem a lidar com essa terrivel fase!……

  185. Ana Paula

    Oi, eu tenho um filho de 1 ano e 5 meses. Ele tem um comportamento diferente, gosta de gritar, espernear é bastante agitado e não aceita um NÃO.
    Tenho receio de errar na educação dele, pois é completamente diferente da minha primeira filha q hj tem 7 anos. Fico extremamente nervosa quando ele dá esses pitís. Pois é uma situação nova vc pra mim.

  186. Simone

    Oi, Renata
    Minha filha tem 1 ano e 10 meses. Vai pra escolinha desde os 8 meses. Está numa fase de MUITA birra. Acontece exatamente o que você mencionou no post. Incrível! Kkkk
    Adotamos o sistema da cadeirinha do “pensamento”, mas procuro dizer q ela vai sentar lá para se acalmar. Estamos tentando implantar um quadro com “tarefas”, onde ela recebe uma 😊 (Carinha feliz) quando realiza tranquilamente a tarefa. E 😞 (Carinha triste) quando não faz. As tarefas são: guardar os brinquedos, comer direitinho, obedecer o papai e a mamãe, escovar os dentes direitinho, etc. mas estou com certa dificuldade de fazê-la entender o sistema. Pra ela tanto faz se foi carinha feliz ou triste, mesmo colocando as consequências da 😞, e os benefícios da ☺️. Não sei o q fazer mais. Ela tira a gente do sério.

  187. Thalita

    Nossa estava aqui desesperada.Pois tive uma crise de choro, porque tenho 3 filhos o mais velho de 6 anos e um casal de gêmeos de 1 ano e 9 meses.sai com eles e quando cheguei estava esgotada.eles são muito teimosos, se jogam no chão fazendo birra ,chorando e gritando e eu não sei oque eu faço fico muito envergonhada quando fazem isso pois todos ficam olhando e acho que eles estão pensando, nossa que mãe é essa que não sabe educar seus filhos . Fico arrasada! Só sei chorar.E hoje foi assim cheguei arrasada e esgotada. Agora que me acalmei mais resolvi entrar na internet pra ver se achava algo que ensinam as mães a fazer, e achei esse blog adorei pois dão varias dicas.

  188. Mariana

    Boa noite!
    minha filha tem um ano e meio e ela é muito nervosa..não aceita quando eu falo NÂO para as coisas perigosas que ela quer pegar…se joga no chão..bate a cabeça..grita muito..eu até parei de sair pra almoçar ou jantar fora pq ela faz muito escândalo..ela não quer ficar sentada pra comer só quer correr pelo restaurante..qnd eu vou pega-la ou meu marido ela vem dar cabeça em nós..grita e chora muito.

    Me ajuda..O que eu faço?
    Obrigada.

  189. Gislaynr

    Ola Renata, acabei de ler agora esse post e me indentifiquei bastante. Minha filha tem 2 anos e 3 meses e algumas horas atrás passei uma com ela no shopping, não consigo ver nada com ela. E mto menos entrar em lojas nenhuma, primeiro ela quer andar no carrinho e logo depois não demora mto ela já quer sair do carro e els própria ir empurrando. E se não deixar é uma birra atrás da outra!!! Já não sei o que fazer? Agora com esse texto sei que só uma fase, mas está sendo tão difícil passar por ela. Quando ela tinha 1 aninho não era nada assim! Obrigada por esse texto e lendo os comentarios já estou com outros pensamentos.. E as atitudes tbm vai mudar um pouco.. Beijos e mto obrigada

  190. Rosilene

    Boa noite,
    Meu filho tem 4 anos e estou passando uma fase muito ruim no seu comportamento na creche e onde quer que esteja, não aceita o não é só fala a palavra eu quero e com isso chora, não obedece e faz birras.
    Poderiam me ajudar, por favor?
    Grata!

  191. Jardely Matias

    Olha, muito esclarecedor adorei saber que é normal o principal que é só uma fase… estou buscando em mim um mestre Tibetano nas horas mais difíceis! Até agora não chegou no auge da fase mas sei que da forma que anda pose chegar facilmente as características citadas a cima… Obrigada pelas informações!

  192. GRASIELA CEMIN BARBOZA

    Adorei o texto, me ajudou muito a entender que não é só com meu filho que está acontecendo isso. Ele está com 2 anos e faz exatamente tudo o que foi descrito… que passe logo essa fase… É muito constrangedor quando vamos ao shoping por exemplo e não damos o que ele quer, ele deita no chão, chora, esperneia… Aqui encontrei muitas dicas! Muito obrigado… adoro seus textos!

    • Tamara

      Nossa hoje vim pesquisar sobre este assunto porque cheguei a pensar que eu era a “unica” que estava passando por isso, mais vejo que é muito mais comum do que eu imaginava.
      Este texto me aliviou e muito, pois acho que não estou errando na educação do meu filho, porque na maior parte do tempo é isso que eu ouço que eu sou culpada de alguma forma do comportamento dele e é frustante ouvir isso sabendo o quanto vc se esforça para educa-lo.
      E além de aliviar me ajudou muito para saber como agir melhor quando der os 5 minutinhos no meu pequenino de 2 anos.
      Obrigado, texto super importante, me ajudou muito!

  193. Tierla

    Boa tarde,
    Eu tenho estado muito preocupada com meu filho, pois já fez 4 anos e continua tendo estas crises e faz muito em publico e também não consigo tirar a fralda a noite e nem a mamadeira,não sei onde estou errando, tem psicologa acompanhando, porém não estou tendo progresso.

  194. Cileide

    Muito bom este texto, hj com meu bb de 2 anos, quase chorei na rua. Esfriei a cabeça e qdo ele dormiu vim pesquisar. Obrigada!

  195. Cileide

    Muito bom este texto, hj com meu bb de 2 anos, quase chorei na rua. Esfriei a cabeça e qdo ele dormiu vim pesquisar. Obrigada! Mt bom.

  196. willlianny

    gostei das dica! como faço pra controla minha filha, ela não pra um minuto, e só pulando ,corre no ? ela so tem 2anos e 3meses não para hum minuto muita energia . ela só dome despois das meia noite ou mais . algum pode me da umas dica !

  197. Assis

    Foi de grande importância ter encontrado esse site. Pois tenho uma filha de 10 meses, e tenho tido muita dor de cabeça, pra ñ falar desespero por conta do seu genio. isso acontece sempre qndo eu ou a mae vai botar ela pra dormir, grita, que tira toda paciência de um ser humano, ja cheguei a pensar qndo ela se comporta assim q esta com algo direfente.. não sei mais o q faço. A vontade nessa hr e de sumir do mapa e nunca mais ve-la. por favor peço ajuda.

    Assis

  198. Assis

    bom dia
    Foi de grande importância ter encontrado esse site. Pois tenho uma filha de 10 meses, e tenho tido muita dor de cabeça, pra ñ falar desespero por conta do seu genio. isso acontece sempre qndo eu ou a mae vai botar ela pra dormir, grita, que tira toda paciência de um ser humano, ja cheguei a pensar qndo ela se comporta assim q esta com algo direfente.. não sei mais o q faço. A vontade nessa hr e de sumir do mapa e nunca mais ve-la. por favor peço ajuda.

    Assis

  199. Simone

    Boa tarde, querida. Preciso de uma orientação. Meu sobrinho de 2 anos está comigo desde 1 aninho, por denúncias de maus tratos da mãe. Que na gravidez era agressiva ao extremo, a ponto de se tentar agredir as pessoas com facas. Meu sobrinho é muito nervoso, bate a cabeça no chão, na parede, grita e agride tentando dar cabeçadas nas pessoas Q tentam acudí-lo.
    Detalhe, a “mãe” não fez exame pré natal e nem o amamentou. Nunca o levou ao pediatra. Comigo Q sou a tia ele é consultado com um pediatra.
    Gostaria de saber se durante a gravidez ele pode ter sido afetado com esse comportamento agressivo dela. Será Q existe tratamento. Levarei à consulta daqui a 15 dias. Obrigada. Preciso de orientação.

  200. MARISA MARESTONI

    Olá, meu filho tem 1 ano e 10 meses e esta na escolinha a exatamente 2 meses, ele levou 07 dias para se adaptar, foi bem tranquilo, chorou pouco, mais logo passou, mais agora a exatamente 2 meses teve uma revira-volta….. ele não pode ouvir falar que vamos levar ele para a escolinha que chora, faz birra começa a esperniar, não conseguimos coloca-lo na cadeirinha… quando chega próximo da escola então ele chora mais ainda…. sabem me dizer se isto é normal? o que posso fazer?

  201. Leandra

    Bem, minha pequena tem 3 anos, e sou separada e cuido dela sozinha na maioria das vezes. trabalho o dia todo e só a vejo a noite e fim de semana, mas tenho notado e fico muito impaciente as vezes com o comportamento dela que mudou com a separação, ela está muito teimosa e insiste em repetir os erros mesmo me pedindo desculpas.Pela manhã ela fica com minha mãe e a tarde vai para escola, mas as reclamações de sua teimosia são muitas, mexe em coisas que não devia o tempo todo, brinca e depois de alguns minutos ela começa a tira coisas do lugar, aí é briga na certa, me preocupo, pois não queria brigar com ela.

  202. Luciana

    Um pra enlouquecer meu filho gritar por qualquer coisa o tempo todo o que fazer

  203. Elaine

    Minha filha tem 2 anos e estou passando por tudo isso que vc comentou.
    Semana passada fui a casa de uma amiga e na hora de colocá la no carro e se tranformou.
    Gritava, se esperniava e veio a estrada toda chorando dentro do carro.
    Chorou pro mais de uma hora.
    Eu estava vendo a hora de bater o carro de tão desesperada que fiquei.
    Ela me bate, morde, joga as coisas que vê por perto.
    Estou desesperada.
    Quando vou falar com ela, ela fecha os olhos e tanta me agredir.
    Parece que não entende o que falo.
    Peço muita paciência a Deus porque não sei o que fazer.
    O mais interessante é que na creche ela é a criança mais comportada e obediente da turma.
    Apesar que ela está a um mês afastada da creche e retorna amanhã.
    Vou ver como ela vai reagir.
    Tomara que melhore.
    😓

  204. Luiz Alberto

    Educar é uma arte que estamos sempre aprendendo.Gostei da informação e confirmo.

  205. geane

    Adorei, trabalho com crianças justamente dessa idade e não sabia desta fase da
    adolescência dos bebês.
    E estou passando por isso com minha filha.

  206. marcieli cortese

    Olá meu bebe, tem 1 ano e 2 meses, e chora por nada ou qdo tiro algo que não quero que ele pegue ,, ele chora ( mais grito do que choro)…isso é balda ou ele ja esta na fase “terrible twos”? o que posso fazer pra melhorar o comportamento dele?

  207. Lana cristina

    O meu filho esta com 3 e meio está totalmente sem educação,. Ele fala vc é maldosa, vc não me ama , e as vezes quer me bater como agir? devo revidar? colocar no castigo? por favor me ajude

  208. rita

    ola minha bebe tem 1 ano e 3 meses e ela ta ficando muito birrenta ,ela pegas as coisas da mao da gente só pra jogar no chao, bate nas crianças que chegam perto dela sem nem a criança ter feito nada,e tem que dar tudo que pedi se nao se joga no chao, ja até ganhou apelido de pimentinha por ficar brava por tudo,e falam que ela é muito novinha pra fazer isso. nao sei oque fazer.

  209. elisabete

    muito bom esse post pois tirou muitas duvidas que estava, at´pe porque minha filha entrou nesta fase após os dois anos e meio e estou desesperada com essa fase, parece que trocaram minha filha de uma noite pra outra, foi dormir uma princesa e acordou uma ogrinha kkkkk… espero passar logo pois estou ficando com os cabelos brancos

  210. ELIANE

    Que bom que não é só eu que passo por isso. Mas meu filho faz em todo lugar e com qualquer pessoa, na escola estou recebendo varias reclamações, ele se joga, grita muito quando não e feito a sua vontade, não quer participar de todas atividades e quando tentamos falar com ele não adianta ele não ouve, só grita e bate os pés e não tem conversa, não sei mais o que fazer estou pensando em levar para um psicólogo e também passar na fono pois ele fala pouquíssimo.
    Gostaria de saber se é normal esse tipo de comportamento.

    obrigada
    Eliane

  211. Juliana Martins

    Adorei o post!
    Uma coisa que me incomoda muuuuito é meu filho que tem 2 anos e 4 meses puxando o cabelo das crianças. Quero quase morrer e não sei como me comportar. Eu tenho dado um beliscão para ele soltar. Muitos falam que ele faz isto como uma forma de se expressar porque ele fala ainda poucas palavras. Vocês saberiam me dizer como devo me comportar nesta situação?
    Obrigada!

  212. judinara Braz da Silva Mota de Carvalho

    Muito bom. Sou psicóloga. Tenho interesse total em receber informações sobre esse assunto ou qualquer outro que envola crinça nesta faixa etária.

  213. judinara Braz da Silva Mota de Carvalho

    Muito bom. Sou psicóloga. Tenho interesse total em receber informações sobre esse assunto ou qualquer outro que envola crinça nesta faixa etária.

  214. Susana

    Socorro!!!
    Boa tarde, estou passando por uma situação de estresse bem complicada com meu filho. Após o inverno e um grande período sem usar bermudas os últimos dias começaram a esquentar e pode enfim usar bermudas…mas para nossa surpresa voltou a esfriar e agora não consigo mais colocar calças compridas nele, pelo menos não é sua vontade pois coloco mesmo assim! E ele anda segurando as pernas das calças para cima o tempo todo, vai a escola, faz as atividades assim e fora as rotinas de casa…Não sei o que devo fazer, deixo usar bermudas ou deixo q ele ande com as calças para cima? Sou professora, sempre consegui lidar com as situaçoes dos meus alunos e ajudar as mães, mas hoje me encontro perdida! O que devo fazer?

  215. Susana

    Socorro!!!
    Boa tarde, estou passando por uma situação de estresse bem complicada com meu filho de 3 anos. Após o inverno e um grande período sem usar bermudas os últimos dias começaram a esquentar e pode enfim usar bermudas…mas para nossa surpresa voltou a esfriar e agora não consigo mais colocar calças compridas nele, pelo menos não é sua vontade pois coloco mesmo assim! E ele anda segurando as pernas das calças para cima o tempo todo, vai a escola, faz as atividades assim e fora as rotinas de casa…Não sei o que devo fazer, deixo usar bermudas ou deixo q ele ande com as calças para cima? Sou professora, sempre consegui lidar com as situaçoes dos meus alunos e ajudar as mães, mas hoje me encontro perdida! O que devo fazer?

  216. karine carvalho

    ola.meu nome é Karine tenho uma menina de 2 anos e meio e o seguinte problema:
    ela só dorme no peito não consigo que ela durma de outra maneira e isso ta me estressando muito.as duas ultimas semanas foram um pesadelo p mim, pois ela tem acordado muito a noite, tem noites que eu nem durmo pois ela não deixa ela acorda e quer mamar. o que eu faco, to muito cansada não aguento mais!!!

  217. vania

    Obrigada pela orientação .As vovós também precisam ler a respeito das reações dos netos. Afinal, sobram para elas também.

  218. natalipedrosorodrigues

    bastante necessário para a compreensão dessa faze do meu filho.

  219. Dafiana do Socorro Soares Vicente Carlos

    Poxa vida estou passando por essa fase dificil. Estou desesperada porque não estou conseguindo conduzir esse processo de modo positivo. Meu filho fez 1 ano e 1 mês e desde 1 ano que tem essas reações, e quando menos espera acabei dando uma palmadinha na mão. Aff como é ruim. Sinto-me uma péssima mãe. Hoje mesmo, na troca de fralda, ele deu um chute em meu rosto com raiva. Acabei gritando com ele, o qual segurou o choro e não chorou. O grande problema é que quando chamamos atenção dele de que seu comportamento não é adequado ele fica rindo. Ele rir quando reclamamos com ele e continua fazendo o mesmo comportamento. O que faço? Estou desesperada.

  220. Bárbara Lima

    Ótimas dicas, meu filha está literalmente nessa fase .

  221. Lisieli Moi Sartori

    Tenho filhos gêmeos de 01 ano e sete meses, estou passando por essa faze com um deles, nos últimos dias, depois do almoço, antes do sono matinal, meu filho vem demonstrando crises de birra, chora muito, se debate e depois de um tempo vem pro meu colo e adormece, estou muito preocupada, pois, muitas vezes eu e meu marido nos irritamos e gritamos com eles, estou fazendo errado, mas as vezes o Stress é tão grande que não conseguimos conter, fico me sentindo a pior mãe do mundo, sempre achando que não sei educar meus filhos

  222. katia aparecida

    bom dia Renata!
    meu filho tem 1 ano e 7 meses, tem uma semana que a professora da escolinha disse que ele começou a se morder. o que eu faço para isso não acontecer mais? Obrigada!

  223. Dayi

    Nao é tao facil lidar com isso, nao mesmo.

  224. Vanessa

    Meu Deus!!!Estou passando exatamente por toda essa fase, tem dias que não durmo nada a noite, minha bebê de 1 ano e 10 meses é super inteligente e elétrica o tempo todo, durante o dia senti sono mais dorme bem pouco e a noite se mexe muito e me pede constantemente, Fico quase louca! Ela é meiga e doce mais quando explode meu Deus! faz birra e grita parece que está matando. Fico super exausta, tenho tentado conversar e explicar, ela presta atenção mais se algo a desagrada, pronto! lá vem as birras e exigências inconsoláveis. Esse post me ajudou muito. Preciso me controlar muito.

  225. Talita Rodrigues Nunes

    Por aqui passamos sim pelos terrible twos! Contei sobre a nossa experiência aqui: http://somelhora.com.br/2016/01/12/feliz-mamae-terrible-two/

  226. leticia

    minha filha de 3 anos começou a fazer essas coisas…
    chorar quando ouve um não,quando não quer fazer algo,ou quando é repreendida,ela chora ,grita muito alto , se arranha ,bate a cabeça na parede ;na opinião de vocês eu devo me preocupar ou é apenas uma fase…estou muito preocupada

  227. João Paulo

    Obrigado pelo conteúdo.
    Eu só não concordo com “As 10 coisas que toda MÃE precisa saber sobre os “Terrible Twos”!”
    As dicas também servem aos pais.
    Se queremos desconstruir o papel do pai ausente o melhor caminho é não reforçar esse esteriótipo segregando os de tarefas tão importantes.

X Leia também:

Separação dos pais: como os livros podem ajudar na adaptação das crianças

21/05/17Ver a matéria   >>