As 10 atitudes que esperamos das madrinhas de nossos filhos!

De Mãe para Mãe01/07/13 By: Juliana Freire
(523) Comentários

 

Oi, moms! Tudo bem?

 

Como já devem ter percebido, toda segunda-feira entramos com um post de “As 10 mais …”. E para hoje escolhi escrever sobre o papel das madrinhas de nossos filhos! Acho que todas vocês devem ter pensado muuuuito na hora de escolher a madrinha ideal, não é? É uma decisão bem difícil!

 

Segundo a psicóloga Marcella Nóbrega, “a participação da madrinha na vida da criança é fundamental. Logo, deve ser alguém com quem o filho crie um laço de confiança e afeto, que ele sinta que pode contar” .

 

Tem gente que pensa que ser madrinha ou padrinho é apenas presentear a criança com bons brinquedos e só. Mas as madrinhas e os padrinhos são muito mais do que isso, são quase como segundos pais e precisam ter valores morais e espirituais, bem como pensamentos, semelhantes aos dos pais.

 

E pelo fato de ter esse papel tão importante na vida de nossos filhos, temos uma grande expectativa com relação às atitudes das madrinhas escolhidas… Tem muita mãe frustada com a escolha da madrinha, pois esperava muito mais dela! Conversei com algumas amigas e listei as 10 atitudes que mais esperamos que a madrinha tenha no decorrer da vida de nossos pequenos. Vejam se concordam!

 

 

madr

 

 

1. Estar presente

As madrinhas devem sempre estar presentes no dia a dia da vida de nossos filhos, principalmente em datas importantes como aniversário, Natal, primeira comunhão etc. Nós, mamães, ficamos muuuuito frustradas quando isso não acontece, não é mesmo?

 

2. Ser amiga e conhecer os gostos dos nossos filhos 

Se a madrinha é como uma segunda mãe, precisa conhecer o que o afilhado gosta ou não, das preferências de alimentação até saber cantar algumas das músicas preferidas dele (madrinha que é madrinha sabe cantar Galinha Pintadinha, rsrsrsr!!!). A madrinha precisa estabelecer um laço profundo com a criança, e isso também passa por saber do que ela gosta e pelo interesse genuíno por seu “mundinho”.

 

3. Procurar criar momentos particulares com a criança

Por exemplo: brincar, buscar na escola, levar ao parque etc. Fico muuuito feliz quando vejo meu filho se divertindo com sua madrinha e padrinho, ele os adora e brincam bastante juntos! Percebo que eles se dedicam muito para fortalecer essa relação!

 

4. Assumir um compromisso

Quando os padrinhos são escolhidos e aceitam o convite, assumem o compromisso perante Deus de amar e ajudar na educação da criança. Em caso dos pais morrerem, cabe aos padrinhos assumirem a responsabilidade de criar o afilhado. Portanto, ser padrinho não se resume em dar presentes, mas em estar envolvido na criação e no direcionamento da criança, auxiliando os pais com conselhos e apoio.

 

5. Não mimar a criança

A madrinha deve ser companheira da mãe. E procurar respeitar sempre os limites impostos pelos pais!

 

6. Presentear com afeto

As crianças gostam de presentes. E é muito mais legal quando são algo exclusivo, que atraia a criança e que demonstre conhecê-la. A preocupação em acertar existe, mas um presente que seja “a cara” da criança vale muito mais do que um presente caríssimo.

 

7. Se o afilhado tiver irmãos, o vínculo deve ser criado com todos

É muito legal quando a madrinha tem a sensibilidade de  se relacionar com os irmãos de seu afilhado, para que as crianças não se sintam excluídas. Acho normal que possa existir uma “preferência” para o afilhado, mas não precisa ser explícita e é claro que as crianças não precisam perceber isso, né?

 

8. Estar junto nos melhores e piores momentos

Esperamos que as madrinhas nos apoiem e estejam presentes em TODOS os momentos! Infelizmente podem existir aqueles momentos não tão bons… Por isso, não é legal quando as madrinhas aparecem somente nas festas. Por exemplo, ligar quando o afilhado está doentinho faz toda a diferença!

 

9. Ficar tão emocionada quanto os pais

Qual mãe não se emocina ao ver as primeiras conquistas dos filhos? E é tão legal quando as madrinhas também demonstram essa “emoção”! Isso revela que elas estão entregues de corpo e alma para essa relação!

 

10. Amá-lo incondicionalmente

Esse item comporta todos os anteriores! Aquelas madrinhas que sentem um verdadeiro amor pelos afilhados são muito mais admiradas pelas mães que, sem dúvida, têm certeza de que acertaram na escolha da madrinha perfeita para seus filhos!

 

 

madri 2

 

 

Eu estou muito feliz com as minhas escolhas de madrinhas para meus dois filhos! E vocês?

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms.

Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

523 Comentários:As 10 atitudes que esperamos das madrinhas de nossos filhos!
  1. Mariana Zaidan Rocha

    Adorei, vou copiar e enviar a minha irmã que vai ser a madrinha do meu Henrique.

    • Juliana

      Oi Mari, que bom que você gostou! Boa idéia enviar para a futura madrinha de seu filho! Beijos

    • fatima santos

      A madrinha do meu filho, não posso reclamar…
      Presente (sempre que dá)
      Prestativa, participativa.
      É companheira, pois todos os eventos afetivos ou sciais dele…Lá está ela
      Presenteia-o sempre que pode mesmo fora de datas,acho isso importante não pelo presente sim pelo Carinho e Dedicação.
      obrigada Perola Santos
      Bjussss

      • Juliana

        OI Fatima, que sensação maravilhosa de ter escolhido a pessoa certa para madrinha, né? Parabens

    • Lucia

      Muito legal, mas eu sugiro que haja tb. uma lista do que as madrinhas esperam de seus afilhados, pois essas atitudes devem ser recíprocas, uma via de mão dupla…há afilhados que não estão nem aí pra suas madrinhas….não é apenas “venha a nós o vosso reino”…..concordam?

      • Deise Van

        Concordo com o comentário acima pois tenho um afilhado de 14 anos ke entende ke a madrinha serve para presentear então … os custos ke os pais consideram superfulos eles dizem “peça a sua madrinha” creio de daí criou se essa cultura de pedir. Ele tem autonomia para ligar e pedir o ke ker mas em datas xomemorativas ele eskece meu telefone

      • Ana Lázara

        Verdade, papai e mamãe devem ensinar os filhos, que dinda e dindo, gostam de atenção e devem ser respeitados como mamãe e papai.

        Ana Lázara

      • Joelma

        Concordo com vc. Tem que partir dos dois lados. Qdo o afilhado (a) ainda e bebe tudo bm. Mas quando cresce devem ensina-lo a pelo menoa ligar para os padrinhos e perguntar se esta tudo bm.
        Ok.
        Bjs

      • Re

        Concordo… Não dá p cobrar só dos afilhados se são os pais que os educam… Eles tem também que dar liberdade p os padrinhos se aproximarem, chamar os padrinhos nem que for para tomar um copo de água, essas coisas… Não queremos só festas, e sim acompanhar também o dia a dia de uma forma mais particular!!!

      • Carol Alcântara

        Desculpa mas descordo… O que uma mãe faz pelo filho nunca é esperando algo em troca… E o papel de plena doação também é aceito pela madrinha assim que ela diz SIM ACEITO. O amor que é dado nunca deve ser cobrado, se não deixa de ser verdadeiro!

      • Fatima Muniz

        Perfeitamente assim.
        Tem afilhados que nem ao menos respeitam, não reconhecem toda dedicação e amor que recebeu dos padrinhos.
        Amor não se compra, não se obriga.
        Por outro lado têm aquela afilhada Princesa que é grata até pelo seu bom dia.
        Amo minhas afilhadas, uma esta bem próxima, pertinho, outra por desencontro entre os país, acabei perdendo o contato, so a enconteando virtualmente depois de anos.
        Mas Deus sabe o quanto a amo também.

      • andressa

        Concordo plenamente!!!

    • Silvia M. F.Pinheiro

      Boa tarde
      Parabéns pela publicação das 10 atitudes que esperamos das madrinhas, pois trabalho na catequese de Batismo e essas atitudes são focadas com mais intensidade pois vemos que ainda hoje os padrinhos são escolhidos aleatoriamente.
      Abraços
      SILVIA

    • Marta Matias

      Podiam publicar um post com o que a madrinha espera da mãe do afilhado. Eu tentei ser uma madrinha presente, mas a minha comadre não permitiu… Ciumes? Talvez. Acho que queria só os presentes. Num Natal, passou em casa prá pegar os presentes da filha, e duvido que tenha dito a menina que era o presente da madrinha. Achei o FIM, foi o ultimo presente da “madrinha”.

  2. Virgínia

    Olá Ju!

    Pra mim é emocionante falar de afilhado, aprendi a amar os meus como filhos, tenho 02 meninos como afilhados, antes mesmo de ser mãe. O Ronaldo tem 14 e ou Leo tem 8 anos. É algo tão profundo que não consigo explicar. Mesmo morando longe dos dois, participo ativamente, dou amor, bronca, neles e nos pais, ajudo em tudo quando precisam. E as mães sabem que podem contar comigo para o que for preciso. Me sinto um pouco responsável por eles. E digo sempre pra eles, quando vocês se sentirem triste e sozinhos, saibam que a madrinha para o que estiver fazendo e vai até vocês abraçá-los fortemente e beijá-los muito. E eles respondem que sim.
    Meus afilhados são muito lindos, educados e bons.
    Quando minha filha nasceu, o mais novinho disse: Madrinha, Marina não é minha priminha é minha irmãzinha.
    E isso se estende às irmãzinhas deles que acabam me chamando de madrinha também.
    Amo tanto meus pequenos que ainda não conseguir escolher a madrinha da minha pequena, tenho medo que não seja como eu.
    Como eu falei é emocionante falar dessas duas criaturinhas.
    Beijo!

    • Juliana

      Oi Vi, que lindo seu depoimento! Que sorte dos seus afilhados em ter você como madrinha! Parabéns! Mil beijos

  3. Maria Reciclona

    Gente,,,, passei com “10 com louvor” !!!! Uruuuuuu. Sou mesmo uma madrinha legal.

    • laucelia

      Eu tambem passei pelos dez amo muito ser mabrinha é um dos melhores presentes que ganhei foi os meu afilhados. Apesar da correria no dia a dia sempre procuro está presentes dando amor e carinho.

  4. Juliana

    Adorei o post viu Ju!!! Realmente queremos madrinha, padrinhos que gostem muito dos nossos filhos e esteja sempre presente para ter uma relação saudável, de amizade e confiança. E por incrível que pareça conheci o blog JRM através da madrinha do Rodrigo. Depois que li a reportagem que ela me mandou vi muita coisa interessante e por aqui fiquei hehe. Bjs

  5. Julia

    Oi Ju,

    Amei esse post, concordo 100% em tudo e eh isso que eu busco numa madrinha, porem com a minha filha nao sei se fiz uma boa escolha e me culpo por isso sempre, mas nao da pra voltar atras ne, infelizmente.
    Escolhemos como padrinhos um casal de amigos do meu marido, que eu sempre gostei, mas infelizmente eles nunca se comprometeram como tal. Ja os padrinhos do meu filho sao totalmente diferente, sempre presentes e acompanhando o crescimento dele, sempre muito interessados nos meus dois filhos.

    Enfim, um desabafo singelo 🙂 Eh complicado!

    Um beijo

    • Juliana

      OI Ju, Nem sempre nós acertamos não é mesmo? Mas tenho certeza que mesmo não preenchendo a todos esses “requisitos” do post a madrinha da sua filha deve ser uma fofa com ela. Mil beijos

    • ivete

      Comigo aconteceu a mesma coisa,só que no meu caso foi pior, minha filha ficou doente durante 3 anos, com câncer e os padrinhos nunca vieram na minha casa ve-la. Ela faleceu aos 7 anos e os padrinhos que meu marido escolheu não foram no velório e nem no sepultamento dela. Realmente é complicado

      • Ivi

        Nossa Ivete que coisa chata isso. Pessoas sem coração e sem consideração por vocês. Fiquem bem.
        Beijocas.

        Tenho dois ombros se quiser conversar.

  6. duda

    Nossa Ju, amei esse post!! Vou replicar para a familia inteira, para ver se dá um jeito por aqui! Dificil isso né? Obrigada! Beijo

    • Juliana

      Oi Duda, Pode divulgar para sua família sim! quem sabe não te ajuda! Mil beijos

  7. Simone

    Obaaaa!!! Post sob encomenda!!! Muito obrigada, meninas!!! Achei lindo o post e me emocionei só de ler… imagina como sou com minhas duas afilhadas?! Hehehe! Realmente a escolha dos padrinhos não deve ser fácil, ainda não tenho filhos, mas penso nisso… Da minha experiência pessoal, posso dizer que especialmente a infância se torna muito mais feliz quando se tem padrinhos presentes. Beijo grande!!!

    • Juliana

      Oi Simone, que legal que você tem 2 afilhadas! Concordo muuuuito que a infancia da criança é mais especial quando se tem padrinhos presentes! Mil beijos e obrigada pela participação

  8. Priscila

    Ju, depois de ler o post tive certeza de que escolhi a melhor madrinha do mundo para a minha baby – a minha querida irmã Cibele!-, que é 10 em todos os quesitos! Ela acompanhou intensamente toda a minha gravidez e participa de absolutamente tudo! Minha filha AMA a “Didi” que escolhemos e elas são inseparáveis! É reconfortante saber que, em caso de necessidade, haverá alguém especial para amar e educar nossos filhos!

    • Juliana

      Oi Pri, que sorte a sua! Sou super a favor de colocar pessoas da familia, pois o vinculo e o contato são mais intensos, né? Mil beijos

    • Maria do Rosário Jesus

      Muito lindo esse poster.

  9. Rosane

    Fui convidada pela mulher do meu pai e pelo meu pai, para que eu e meu marido sejamos os padrinhos do meu meio irmão que nasceu a 4 dias… tem algum problema?

    • Juliana

      Oi Rosane, Acho que nenhum problema! Super legal!

  10. Jessica

    Adorei o texto, gostaria de ser assim com o meu afilhado, porém a própia mãe dele parece que não permite, não atende meus telefonemas quando quero ir vê-los, ou me procura somente quando precisa de algum favor ou quando está chegando próximo de datas comemorativas ex: Páscoa, dia das crianças, Aniversário… O que eu faço?

  11. Juliana

    Sou mãe e madrinha. A relação de minha filha com a madrinha é até bem mais estreita do que diz seu post, mas, ela atende todos os quesitos! Já como madrinha, pequei em algumas coisas, mas, a própria mãe não permitiu algumas das 10 mais! Enfim, tenho amor, carinho, afeto e gostaria muito de estreitar minha relação com meu afilhado, mas, não depende só de mim ;-)!

    • Juliana

      OI Juliana, com certeza para essa relação ser boa depende das duas partes! Obrigada pela participação! Beijos

  12. Pâmela

    Oi 🙂 eu tenho um casal de afilhados, e os amo muito… Minha afilhada é filha da minha irmã e infelizmente n cumpro todos esses quesitos (tenho 11 anos) mas somos mais próximas pq tem a ver com a família.
    Só que meu afilhado eu vi poucas vezes pq n depende só de mim 🙁 a mãe dele n deve gostar muito da escolha que fez agora mas eles são os melhores presentes que Deus podia me dar 🙂

    • Juliana

      OI PAmela, Obrigada pelo comentário! Parabens por ser madrinha tão novinha! bjs

  13. Simone

    Depois de ler tudo isso, minhas lágrimas caíram, pois acabei de ter certeza que fiz a pior escolha para meu filho…

  14. Anna Paula

    Olha o que está escrito ai são grandes verdades mais faltou a mais importante!!!! Que é ensinar o seu afilhado o caminho de DEUS ajudar na comunidade.

    • Anna

      Exato! A sociedade distorce o papel dos padrinhos e ninguém sabe o significado real. De que adianta batizar os filhos na igreja se os próprios pais não sabem a história verdadeira do ritual?

  15. Natalya

    Adorei a matéria!!! As madrinhas do meu baby são anjos que Deus colocou em nossas vidas. Duas mulheres maravilhosas que amam verdadeiramente o João, participam de tudo!!!!!!!!!!!!! E muito legal ver o carinho e amor que ele também tem por elas!!!

    • Juliana

      Oi Natalya, é tão bom sabermos que acertamos na escolha né? Beijos

  16. Guto Biazzetto

    “Uma vez que você abandone as expectativas, você aprendeu a viver.”

    Osho

    • Juliana

      Guto, o seu ponto é bem relevante! Excelente ponto de vista!

  17. neusa

    Bom me acho suspeita pra falar de meu afilhado de Consagração a Nossa Senhora. Neste exato momento ele esta em casa comigo. Como ele ja esta com 10 anos, conversamos muito sobre os presentes que posso dar pra ele. No ano passado resolvems pegar cartinha no correio e comprar presentes pra crianças carentes e nao pra ele. Só dei a idéia e ele aceitou prontamente. Entao gastamos 100,00 pra presentear outras crianças e comprei uma pequena lembrança pra ele. Hoje seu presente de natal, pois ele estava viajando foram uma carteira e um relogio do corintias que ele é torcedor(ainda consigo mudar este time). Ele amou os presentes e me disse que sempre acerto. De aparencia, se parece comigo, digo sempre que é o nosso amor que nos faz tao precdidos e ele concorda. Entao acho que estou fazendo a coisa certa. comidas, participação em momentos escolares e religiosos…..

  18. andre

    Ser padrinho é muito bacana, poder contribuir do desenvolvimento de uma criança é gratificante. Muitas vezes os padrinhos são como os pais, sempre presentes para o que precisar, o sentimento que uma criança tem por seus padrinhos também é recíproco, pois é possível observar pessoas adultas que são eternamente gratas pelo que seus padrinhos fizeram em sua infância. O principal papel de um padrinho é ajudar no desenvolvimento da criança, dar amor e carinho.
    fonte: http://www.presentespara.com.br/afilhados.html

    • Juliana

      Oi André adorei seu comentário! Obrigada

    • Daniele Lemos M.

      parabéns pelo seu depoimento.

  19. Rita Garola

    Nossa errei feio e olha que são 2 madrinhas de batismo mais o padrinho e mais 4 de consagração…..se salvar male male 2 é muito pq só aparece nas datas comemorativas….já fiquei muito triste, já cortei relação com 3 deles nem no meu face tenho mais….paciência….quando perguntam dos padrinhos falo o que falo do pai deles que não aparece também…que cada um tem sua vida não aparece pq não quer..se arrependimento matasse tava morta…..

    • Juliana

      OI Rita, não se culpe não!O importante é o amor que eles recebem de você. Beijos

    • Teresinha

      Não fique assim, reze por eles, o poder da oração é muito forte, pede a Nossa Senhora que ela vai interceder a Jesus por todos!

  20. Elvis Guimarães

    Gostei muito do post, eu acho que tem que ser exatamente a mesma coisa no caso do PADRINHO também.

    Sem querer abusar, eu tenho um blog que estou postando algumas fotos e etc.. do cotidiano meu e da minha mulher que está grávida de 6 meses, eu vou postar o texto lá (logicamente, colocando o crédito para o seu site), caso haja algum inconveniente, pode me enviar um email que eu excluo na hora ok?

    • Juliana

      OI Elvis, concordo que o post também é valido para os padrinhos! Fica super a vontade para postar no seu blog. Beijos

  21. Francini Cervantes

    Amei o post, sou madrinha e não sou mãe, então é bacana saber o que se espera rs. Minha afilhadinha ainda é bebê (6 meses, esse mês faz 7) e eu moro em outra cidade, mas vejo ela em média 2 vezes por mês, procuro levar presentes e tals, não tenho um suuper jeito para criança, mas ela demonstra gostar muito de mim e eu amo ela demais, sempre levo algum presentinho e a mãe dela diz que as coisas que ela mais gosta são as que eu dou. Tento estimular, ficar com ela no chão, para estimular a engatinhar, por exemplo.
    Acho muito especial essa relação padrinhos – afilhados, amo demais meus padrinhos e quero que ela sinta o mesmo por mim.

    • Juliana

      OI Francini, pelo que você escreveu ela certamente irá amar a madrinha dela rsrsrs. Beijos

  22. Vanusa

    Minha filha tem dois padrinhos. Foram muito bem escolhidos e têm essas qualidades todas e muito mais. Não sei por que essa coisa de “madrinha” apenas.

    • Juliana

      Oi VAnusa, achei legal a idéia de 2 padrinhos! Parabéns pela iniciativa!

  23. Lucinda

    Tenho 3 Filhos…Cawan de 18 anos , Isabela de 9 anos e Isaac de 3 anos. As duas madrinhas e padrinhos de meus filhos são maravilhosos. Digo duas madrinhas, pois o Isaac aos 3 anos escolheu os padrinhos da Isabela, para tbm serem dele…ele escolheu de coração. E sou feliz com a escolha dos casais em questão. Adoro !!!

    • Juliana

      Oi Lucinda! Fico feilz que você fez as escolhas certas! beijos

  24. Mônia Cibele Campos Coutinho

    Eu graças a Deus escolhi madrinhas e padrinhos maravilhoso para meus amores, eles pode até não estar presente no dia a dia de meu filho e de minha filha mas quando preciso sei que posso contar com eles sempre

    • Juliana

      Oi Monia, isso é o que importa! Sabermos que podemos contrar sempre! beijos

  25. Lucineia

    Olá Ju!!!!
    Gostaria de falar que amei o post.
    É super legal!!
    E minha filha Victória tem uma madrinha maravilhosa que tudo que vc publicou no post ela faz e até mais do que o necessário.
    Não tenho palavras para descreve-la
    Ela maravilhosa.
    O nome dela é DANUBIA CREISTINA ela mora em Boituva interior de SP.
    E sempre que possível ela esta aqui em São Paulo para ver minha filha.
    Quero dizer a ela atraves do seu post Ju muito obrigado por ser minha prma e fazer minha filha feliz bjossss amo vc♥♡♥♡♥

  26. Lucineia

    Olá JU!!!
    Quero te dizer que amei o post das 10 mais.
    Eu tenho uma filha de 4 anos o seu nome é VICTÓRIA.
    E eu escolhi uma pessoa maravilhosa para ser sua madrinha;minha prima DANUBIA CRISTINA que mora na cidade de BOITUVA interior de SP.
    Tudo que você colocou no seu post a madrinha da minha filha faz e muito mais do que eu poderia imaginar.
    Ela é maravilhosa eu nao tenho palavras para descrever.
    Eu so tenho a agradecer e ainda é pouco não o suficiente pelo amor e carinho que ela dedica a minha filha.
    DANUBIA quero que você saiba que não existe no mundo o preço do amor,carinho,atenção e dedicação que você da para minha filha.
    Eu só tenho que agradecer todos os dias a Deus pela sua vida bjosss
    te amooo muitooo♥♡♥♡♥

    • Juliana

      Oi Lucineia,
      Que bom saber que você fez a escolha certa! Parabéns!

  27. Maura

    A dinda que escolhi para a minha filha é minha irmã, Bruna. Minha melhor amiga… Ela sem duvida, reafirma a cada encontro com a Pietra, a certeza de que eu é o meu marido fizemos a escolha certa! É A MELHOR DINDA DO MUNDO. Quero ser para meus afilhados o que ela é para a Pi e o que minha dinda sempre foi p mim…. Gratidão eterna…

    • Juliana

      OI MAura, nada com temos a certeza que fizemos a escolha certa, não é mesmo! beijos e Parabéns!

    • Bruna

      Olá eu sou a dinda da Pietra e irmã da Maura, que escreveu acima… obrigada pelos elogios minha irmã!! Como eu sempre digo a Pietra é o “pisentinho” que vc e o Cadu me deram… sou muito grata por vcs terem me escolhido para esse papel tão importante na vida dela. O amor que sinto pela minha “delicinha” é infinito e sinto que o amor que ela sente por mim também cresce a cada dia… nos entendemos no olhar, isso é pura verdade hahahaha…. Eu estarei SEMPRE presente vibrando por cada conquista dela e segurando as mãozinhas dela quando houver algum obstáculo e ser superado… Ser dinda é bom demais…AMO vcs 3. Aproveito para dizer que também sou madrinha de um gringuinho LINDO de morrer que amo sem tamanho chamado Kevin… ele é meu afilhadinho mais velho, o meu pequeno grande homem (como eu o chamo)… Ah como eu gosto de ser dinda dessas duas pessoinhas lindas!

  28. Lorena

    É normal escolher padrinhos separados, mesmo que os mesmos tenham parceiros?
    Por exemplo: Meu marido ser padrinho do meu sobrinho com a irmã da minha cunhada?

    • Juliana

      Oi Lorena, acho que isso depende muito da família! No meu ponto de vista é super normal dividir os padrinhos, mas você precisa ver se isso soará bem na sua família! Não existe regra, mas o que faz bem para todos os envolvidos! beijos

  29. Maria

    Concordo com vc, mas tem outro porem que vc deveria sitar… fora a participação da madrinha, os pais devem e tem toda a obrigação de incentivar a criança falando bem deles, e nunca dizer a criança que seus padrinhos são isso ou aquilo. Padrinhos tem sua vida particular e não estão sempre a disposição dos afilhados.
    Quanto a lembrar do aniversario ou outra data comemorativa, os afilhados também tem o direito de lembrar dessas datas, quando se referem aos padrinhos. Por essa e outras situações e que existe essa contradições referentes a padrinhos. Tenho filhos e um desses filhos tem uma madrinha que não e tão presente em sua vida, mas sei que posso contar com eles a qualquer momento, pois nunca deixo de lembrar a ele que sua madrinha existe, e que eles tem sua vida. Não e por esse lado, que ele deixa de adorar sua madrinha, e lembra deles sempre que possível. bj

    • Juliana

      Oi MAria, com certeza, mesmo com padrinhos não tão presente a relação deve ser ótima! beijos

  30. Marlene

    Olá Ju!!!
    Tenho 3 esperiências maravilhosas!!! O meu afilhado “primogênito” está com 22 anos e realmente é o filho que não pude ter. Mas Deus me abençoou com esse presente lindo! Ele fala para os amigos que tem 2 mães!! Não é maravilhoso?! Ele é o mais novo da minha irmã caçula. Depois ganhei uma menina, filha de uma grande amiga! Ela vai fazer 5 anos e foi uma experiência muito emocionante! Assisti ao parto para informar tudo ao papai que estava fora do país a trabalho. Por último, eu e meu primogênito, fomos escolhidos pelo irmão mais velho dele para sermos os padrinhos de mais uma princesa que já tem 3 anos. Precisa mais para descrever tamanha felicidade?!
    Beijos para todos!

    • Juliana

      OI Marlene, que maravilha! Você deve ser uma nadrinha muito especial e querida! beijos

  31. Célio

    Gostei bastante dos pontos colocados exceto o 4• quando você cita que a madrinha deve até mesmo assumir o afilhado em caso de falecimento dos pais, isto é errado os padrinhos nem sempre são familiares que podem assumir a guarda legalmente, neste caso quem assume são os parentes de primeiro grau Avós paternos ou maternos, tios ou algum familiar próximo. Abs

    • Juliana

      Oi Célio, acho que você tem toda a razão, não precisa ser o padrinho caso a criança tenha outros familiares mais próximos!Obrigada pela participação.

  32. antonio

    blablablabla, tudo quanto escreveram resume-se a blablabla!

    • Juliana

      Oi Antonio, é uma pena que você não tenha se identificado!Realmente não conseguimos agradar a todos! O importante é que tem muita leitora que gostou! Obrigada pela participação mesmo assim.

    • Carla

      *Pen pen* péssimo padrinho detectado. Rs
      Eu amei o texto. Sinto tudo isso que descreveu por minhas afilhadas. Tento estar sempre presente e quando nos encontramos é uma verdadeira folia

  33. Renata Monteiro

    Amei o texto! Simples, direto e verdadeiro!
    A escolha dos padrinhos deve ser muito bem pensada, escolham aqueles que possam desempenhar todos os itens descritos, mas principalmente o primeiro, porque o resto vem com o tempo e a convivência.

    • Juliana

      Oi REnata fico muito feliz que você gostou do texto! Espero te encontrar outras vezes aqui no blog. Beijos

  34. Kátia Martins

    Oii!! Sou Madrinha de consagração de uma Maria e De batismo de outra Maria, mas essa ultima é tbm minha sobrinha e eu a AMO muito, ela é a minha cara qdo eu tinha a idade dela, tento ser a melhor MADRINHA de todas, cuido, morei com ela até ela fazer um ano, mas minha irmã é muito estranha e nem “comemora” o dia da madrinha, diferente de como ela faz com o dia da Vó, sabe?! Eu me acho uma excelente tia, madrinha, massss…enfim…foi um desabafo!! Que sorte tem quem é reconhecida!!bjos pra todas!! 🙂

  35. camila

    Tenho três afilhados, fui madrinha do primeiro com apenas 14 anos, porém na época trabalhava em escolinha e facilitou bastante. .hj moramos distante mas não deixo de acompanhar seu crescimento buscando estar presente em todos os momentos. .graças a Deus tem.carinho enorme…me liga para dizer q tirou 10 para tirar dúvidas de matemática. ..amo demais…
    O segundo me identifiquei com.um.post q vi acima…a mãe me chamou porém não deixou aproximação enquanto pequeno. ..e hj tentam formar um vinculo q infelizmente deveria ser feito lá trás. ..tentei diversas vezes mas…hj ele só lembra em data comemorativa. ..
    A terceira pequenina. .tem.um.ano e meio…única menina da turma…minha paixão. .. chorei na primeira vez que falou madrinha. .acompanho de perto…agora chegou o momento de desfraldar. .e lá foi a madrinha comprar um assento das princesas para incentiva lá e deu certo. ..
    Tento passar para eles aquilo.que vivi minha infância. ..mamãe soube escolher muito bem meus padrinhos presentes até hjj !!!

  36. Alba Jesus

    Olá! Eu tenho uma afilhada que vai fazer 3 anos em Abril. Eu tenho uma ligação mesmo muito forte com ela, e por vezes noto que ela obedece mais depressa a mim do que à minha irmã e ao meu cunhado! Ralho quando é preciso, mas também brinco imenso com ela! Tenho mais 2 sobrinhos de outros irmãos e quando estou junta com os 3, procuro dar atenção a todos por igual, e o sistema funciona da mesma forma, brinco com eles, mas quando é necessário ninguém se livra dum ralhete! Adorei o post e partilhei para a minha irmã mais velha 🙂

  37. Shirlley

    Eu também muito feliz com a escolha da madrinha que fizemos ela está sempre presente e se preocupa com nossa filha.

  38. djoni

    quem batisa um filho numa igreja católica assume um compromisso com Deus e com a comunidade de educar na fé, de ajudar a fazer como que o batizado cresça e se torne uma pessoa boa, educada, um bom filho, coisas simples mas que guardamos para sempre

  39. Alexandra

    Descobri que sou uma madrinha péssima… Até chorei com os depoimentos e a partir de hoje vou mudar!

  40. grazi

    Sinceramente, até titubeei para ler o post. Meu afilhado mora a mais de 1000km de distância. Sou muito pouco presente. É uma das coisas mais frustrantes para mim como pessoa. C
    Dói pensar que minha irmã esperava tanto de mim e não retribuí. Mas amo-os demais e aproveito ao máximo quando tenho a oportunidade de ve-los! Grata pelo post, pois me fez refletir e a perceber que preciso fazer-me presente, nem que seja virtualmente, pois desejo profundamente que ao chegar a vida adulta ele se lembre com tanto carinho quanto lembro dos meus padrinhos!!
    Parabéns pelo blog!!beijos!

  41. Daniela

    Eu fico muito triste com a madrinha da minha filha, acha que é só dar os presentes e pronto… a minha filha de 4 anos chegou ao ponto de me falar que queria morrer para voltar novamente e eu escolher outra madrinha para ela (a mesma do mano) já que a dela nunca passeia com ela, triste…ainda bem que acertei uma, que passeia com os dois, brinca eles adoram, briga na hora que tem que brigar.

  42. Patricia

    Adorei o post…preciso de uma ajuda..
    Ainda não tenho filhos, mas minha cunhada já me pediu p/ ser madrinha, acredita?!
    O pior foi que eu disse sim, mas foi num momento de festa, cerveja… enfim, eu gostaria muito que minha irmã fosse a madrinha… O que eu faço???

    • andressa

      Patricia, você pode esperar até acontecer e ver se ainda terão o mesmo vinculo.
      Se não ocorrer, o motivo é será esse.
      Se continuarem com o vínculo, hoje várias igrejas aceitam duas madrinhas e até mesmo 2 casais de padrinhos (e não digo de consagração, mas sim madrinhas no certificado). A sua vontade poderá ser feita e a promessa cumprida.

      Ainda tem igrejas que não aceitam 2 casal de padrinhos, tem a madrinha de consagração, que na minha opinião tem o mesmo papel(eu pelo menos sinto e ajo dessa maneira) pode dar para as duas!!!

      Se caso não goste é pq não existe o amor e quer apenas para ter o rótulo de madrinha!

  43. Adriele

    Oie meu afilhado ainda está no forninho mais eu já sinto uma emoção enorme em ser madrinha dele (a), a cada dia que passa um amor enorme cresce comigo.. Deus é tão maravilhoso em colocar pessoas especias em nossas vidas, que eu amo demais minha comadre melhor amiga, estamos sempre juntas nos momentos de alegria,sorrisos mais também nos momentos de tristeza.

  44. Cintia Rizzo

    Olá sei que vcs fizeram essa matéria para madrinhas e patrinhos …
    Mas é que eu gostaria q só mudasse para patrinhos tbm pra q eu possa enviar para o padrinho da minha filha que anda em falta …e ela sempre pergunta dele ….obrigada

  45. Andreia

    Eu tenho 3 três filhos acredito que dois 2 deles eu acertei na escolha das madrinhas . minhas comadres muito presente mas presentes no sentido figurado amo as 3 três mas tem uma que ñ é tão presente assim mas o senhor sabe de todas as coisas e eu amo todas elas
    Obrigado por fazerem parte da vida dos meus filhos DEUS ABENÇOE VCS BJS

    • Juliana

      OI Andreia, obrigada pelo comentário! Beijos

  46. Jackson

    esqueceu de uma atitude que realmente esperamos: respeitar a posição dos pais verdadeiros. Pois eles são e serão os únicos realmente responsáveis pela criança. Os padrinhos são escolhidos por questão religiosa, não valem nada judicialmente, ou tem o mesmo valor de qualquer outra pessoa que na falta dos pais tenham condições de adotar a criança. São escolhidos para dar ensino religioso e influênciar os afilhados na igreja. O problema é que tem madrinha que acha que tem mais posse que o pai, e isso só causa problemas. Também existem pais que jogam as crianças aos cuidados dos padrinhos como se eles fossem os responsáveis de tudo.

    • Juliana

      OI Jacksomn, gostei dp seu comentário! voce tem toda a razão! Beijos

    • Ohanna

      Jackson disse o que realmente é o batismo. Padrinhos e madrinhas são escolhidos para apresentarem a criança na comunidade católica, na fé Cristã. Os Padrinhos zelam pela educação RELIGIOSA. São escolhidos pelos pais para testemunharem que a criança vai viver na fé Cristã, pois a criança não pode responder por ela. Quando, mais tarde, já com direitos de escolha e quiser continuar na fé Cristã, então, essa criança é Crismada, daí a confirmação do batismo e que vai seguir na fé da Igreja Católica.Mas muitos pais confundem isso e acham que os padrinhos tem que ir buscar em escola, levar no parque, dar comida, vestir, dar presentes, estar presentes em todos os momentos, querem quase mesmo não padrinhos e sim babás, empurram definitivamente seus rebentos alegando que são segundos pais e ainda querem que presenteiem também os outros filhos, oras, por favor! Nada disso, pais são genitores e totais responsáveis pela criança que eles puseram no mundo, são responsáveis por tudo e nem os avós são segundos pais,não tem a obrigação de criar ou cuidar dos netos…mas de fato, por alguma tragédia, perante a lei, na falta dos pais, são os avós os tutores legais e se puderem exercer tal atividade, após, os irmãos, primos e por último, não havendo mais ninguém da família, tanto paterna como materna e se os padrinhos quiserem, ficam com a guarda da criança, mas não são obrigados, não há lei para isso. O papel dos padrinhos é apenas colocar seu afilhado na direção da fé cristã e se por um acaso, os pais deixarem por qualquer razão, a fé na igreja católica, o apadrinhamento deixa de existir.

      • Julia

        Concordo plenamente com seu comentário Ohanna.. como é fácil esperar tudo isso de alguém né?? E se a pessoa tiver 10 afilhados por exemplo, como é o caso de algumas pessoas que conheço, como faz? Para de trabalhar, de cuidar da sua própria casa, da sua vida para se dedicar totalmente a função de ser madrinha? Acho desumano e hipócrita pensar assim… O que a Igreja Católica diz é exatamente o que vc disse, que a função dos padrinhos é ajudar os pais a orientarem a criança a viver na fé cristã (que muitas vezes nem os pais mesmo vivem)… Estive pesquisando sobre as funções de padrinhos e em vários sites de Igrejas católicas o que encontrei foi isso.. todas as outras absurdas atribuições que já vi são “criadas” em blogs de mães, que esperam que os outros façam tudo no lugar delas…

  47. Tatiana

    Oi, Jú…
    Adorei seu texto…
    Sou madrinha de uma menina cuja mãe é falecida… Não a conheci… É uma longa, bonita e complicada história… Se quiser conhecer, eu conto num post no meu blog, dá uma olhada lá…
    Ela mora com a avó, mas procuro ser tudo isso aí e mais um pouquinho…
    Só discordo de você no item 7, sobre os irmãos… Acho importante dar atenção e ser amiga dos irmãos… Mas acho legal que todos entendam que cada um tem sua madrinha… As crianças já “dividem” os pais, mas os padrinhos são só deles… Do meu ponto de vista, é bacana eles terem essa individualidade…
    Sempre dou muita atenção pro irmão da minha afilhada, mas ele tem os padrinhos dele. Quando dou presente fora de data, dou só prá minha afilhada, assim como os padrinhos dele… Nem sempre quando saímos prá passear, eu levo os dois, apenas quando é algum passeio que acho que ele também vai curtir… Mas realmente acho bacana ter os laços mais estreitos só com ela… E é o que espero dos padrinhos dos meus filhos, quando um dia tiver…
    Amei conhecer seu blog e estarei sempre por aqui…
    Beijos

    • Juliana

      Oi Tatiana,Tudo bem? Obrigada pelo texo. Muito linda sua história, vou querer ver no seu blog. Volte sempre. beijos

  48. Mayara Regina Varges da Silva

    Me arrependi de convidar meus melhores amigos para madrinha e padrinho, o pior só eu fiz a escolha meu marido não ajudou na escolha e agora ele me cobra por isso 🙁 … como posso estar resolvendo essa situação ? acho chato dizer a eles q não quero mais q eles sejam os padrinhos e convidar outras pessoas #aguardoajuda #ameiamatéria

  49. Patricia

    Nossa sem comentários ser Madrinha é ser mãe é tudo de bom não tenho o que reclamar porque é um presente de Deus pois tenho meus afilhados como se fossem meus filhos eu brinco, do carinho, beijos e abraços amo eles de coração além disso são meus sobrinhos mais lindos Amo vcs crianças Gabriel e Beatriz são uma benção de Deus tudo que é mais divino quero acompanhar eles em todas as fases da vida deles…Obrigada por nos mostrar a nossa importância com nossos afilhados.

  50. kennia

    eu, escolhi a madrinha do meu filho, porque eramos muito amigas,mais ela mudou de religião, e mesmo antes nunca fez 10% dessas coisas de madrinha,foi uma decepção muito grande, até que uma dia ela passou 3 meses sem ver meu filho,quando ela apareceu, disse que não tinha tempo, trabalhava demais, disse que na religião dela ela não tinha mais obrigação, mesmo assim ainda veio, ai eu falei que a partir desse dia ela não precisava vim na minha casa, e que eu tirava a sua obrigação de participar da vida do meu filho, final das contas, acabou a amizade que eu tinha por ela, me arrependi de escolhido ela pra ser madrinha do meu filho, hoje estou gravida, do meu segundo filho, e tenho certeza que escolhi a pessoa certa,minha cunhada, que sempre teve presente da vida do do meu primeiro filho. mesmo sendo a 2° madrinha.

  51. Pamela

    Minha mae e separada do meu pai e agr casou com outro e tera um bbzinho novo na familia . Eu como filha posso ser madrinha de um irmão por parte de mãe ??

    • Bruna

      Acho que errei na escolha dos padrinhos do meu filho…na época eu e meu marido queríamos um casal de amigos que eram mais próximos dele, só que comigo não tinha TANTA afinidade, porém meu marido já tinha uma amizade com ele há anos e eles tinham feito uma promessa que quando fossem pais,cada um iria fazer o papel de padrinho um do outro.Já eu era mais próxima da mãe desse amigo do meu esposo na época. Conversávamos mais, teve até uma vez que ela ficou me perguntando se nós já tínhamos escolhido quem seriam os padrinhos…e eu achei que ela estivesse se oferecendo, mas hoje já não tenho tanta certeza.Então decidimos que iria ser ela com seu marido, até porque esse outro casal tinha acabado de serem escolhidos para serem padrinhos de outra criança.Só que hoje vejo que eles não são presentes.Ele por exemplo não liga pra saber como ele tá, nunca levaram ele para um passeio.Meu filho tem 3 anos, e eles só participaram da festinha dele de 1 ano.Eles já tem seus 50 e poucos anos, não sei se tem alguma coisa a ver essa idade.(queria até saber opinião de vcs sobre até que idade vocês acham ideal).Fico preocupada se na primeira comunhão dele eles vão estar presentes…é tanta coisa que antes nem passou pela minha cabeça, mas que hoje me preocupo.Ser mãe de primeira viagem é muito complicado.Hoje em dia se fosse pra gente escolher novamente escolheria esse outro casal.São mais jovens, atenciosos…estiveram nos 3 aniversários do meu filho.Espero que Deus me mostre com o tempo que estou errada pois agora não tenho mais como voltar a trás. :/

  52. Rosangela

    Infelizmente eu e meu marido estamos decepcionados com a madrinha e padrinhos que escolhemos para nossa filha Heloisa, a desculpa do abandono é a correria do dia a dia; mas qdo a gente ama de verdade sempre arrumamos um tempo,gracas a Deus q ela tem tias, tios , avos que supri esse amor, principalmente o nosso, uma pena…

  53. Luzineide Pacheco

    Olá sou madrinha de uma recém nascida linda
    Mais sou modelo e faço a minha universidade aqui em portugal
    sempre que posso estou em Angola mais tenho medo de não cumprir com esses requisitos todos , mais amo muito mesmo não estando sempre perto.
    Minha primeira afilhada estou babada

  54. thiago

    EU NAO TENHO UM BOM CONCEITO COM RELAÇÃO A MINHA MADRINHA POIS QUANDO FUI BATIZADO ELA MAIS TARDE NUNCA CUMPRIU A FUNÇÃO DELA QUE ME DESCULPA ESSE RELATO MAS SOU MUITO TRISTE POIS ELA NEM SEQUER LIGA PRA MIM,

  55. Katia

    pra você madrinha

  56. Jaqueline

    Oi muito legal o que você disse eu infelizmente errei feio viu pq os padrinhos de minha filha não dão nem um telefonema pra saber como ela esta mudamos de cidades mas leva apenas 40 minutos de viagem e eles só vieram uma vez nos visitar depois da mudança não enviam uma mensagem fico muito triste com isso me passa a impressão que eles acham que os escolhemos por eles terem condições de dar presente mas não é isso eu tenho uma madrinha maravilhosa e fico triste em pensar que minha filha não teve a mesma sorte

  57. renata

    Acho que nenhuma das pessoas entrevistadas fizerem curso de batismo. Se tivesem feito saberiam realmente o verdadeiro sentido di batismo.

  58. bruna

    Tá, ok! A dinda precisa ser parceira da mãe para cuidar da cria e o padrinho? e o restos dos dindos? Hoje é muito comum ter mais de um casal de padrinhos…pois nesse texto parece que o afilhado só tem a “madrinha”.Tenho ótimas relações como dinda, mas me sinto sempre devendo atenção. Seria melhor recusar o convite? Como as mães se sentiriam se a escolhida recusasse ser dinda? Pois não conseguiria manter o comprometimento que a pessoa espera. Fica a reflexão…

  59. CLAUDETE

    MUITISSIMO CERTO E BOM ESSES 10 MANDAMENTOS PODEMOS DIZER ASSIM,,,,,,,,,MUITAS VEZES AS ESCOLHAS DE PADRINHOS E MADRINHAS,,,,,,MESMO FAZENDO A PREPARACAO NAO TEM CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS PARA TAL CITUACAO.

  60. Patrícia Teixeira luiz

    Tenho 3 lindos afilhados que amo enlouquecidamente e a minha primeira afilhada sera crismada e fui convidada novamente para ser a madrinha…agora por ela….não tem resposta melhor do que essa…

  61. Maira

    Adorei esse post e gostaria de compartilhar da minha experiência. Infelizmente escolhi tanto para madrinha, como para padrinho da minha filha duas pessoas que não entenderam muito bem a importância do convite. Na verdade o erro foi meu. Eu deveria ter percebido que seriam pessoas que não se comprometeriam como se deve. É uma escolha de muita honra que deve ser bem pensada, pois não há como voltar atrás. Mas agora é não lamentar pelas escolhas equivocadas e “eleger” outros padrinhos ainda que de mentirinha, já que graças a Deus está cheio de gente com amor para dar e vender….

    • Monique karen lopes

      Que pena , mas padrinhos de coraçao ja resolvem esse problema ne ?!
      😉

  62. Maria da Gloria

    Gostei muito do que foi escrito. Exatamente como a madrinha do meu filho faz e também como faço com minhas e meus afilhados (as), acho que vou compartilhar para que todos que conheço e que são padrinhos e madrinhas vejam o que é ser madrinhas.

  63. Fernanda Sal

    Olha, só não sei de onde você tirou que padrinhos assumem a responsabilidade de cuidar das crianças na ausência (morte) dos pais, porque existe legislação e a guarda, inicialmente, é do avós maternos ou de outra pessoa estabelecida pela Justiça! Do mais, matéria interessante!

  64. Alyne

    Oi, eu acho que errei na escolha da madrinha da minha filha, no meu caso ela possessiva demais, quer mandar mais do que eu, em tudo. Eu pareço a baba e ela a mae. Fica dizendo para eu dar minha filha pra ela, no tom de brincadeira, mas e sempre. Nao gosta quando minha filha esta com outras pessoas. Sao tantas situaçoes que nao da para descrever tudo aqui.Minha filha nao queria ficar comigo somente com ela, e isso me fazia muito mal. So sei que nao me sinto segura com a escolha que fiz. No começo meu marido achava que era ciumes meu, so agora que ele percebeu a situaçao. Gostaria de saber sua opiniao. Aguardo resposta. Obrigada!!!

    • andressa

      OLÁ, EU ACHO QUE, SE VOCÊ A DEU ESSE ENORME PAPEL A ELA, VOCÊ TEM CONSIDERAÇÃO E LIBERDADE SUFICIENTE PARA CONVERSAR. CHEGUE E CONVERSE, DIGA QUE NÃO GOSTA QUE TIRE A AUTORIDADE, DIGA QUE DO QUE NÃO GOSTA. POIS O QUE APARENTA ELA GOSTA MUITO DE SUA FIÇHA, MAS IMPONHA OS LIMITES.
      UMA CONVERSA FRANCA. SE MESMO APÓS ISSO, NADA MELHORAR, AFASTE-SE. PRIMEIRO VEM O RESPEITO PARA COM OS PAIS E A CRIANÇA!
      EU JÁ FUI ASSIM COMO A MINHA SOBRINHA, PORÉM ESTOU SEMPRE BUSCANDO ME CONHECER E MELHOR.
      APÓS UMA CUTUCADA DA MÃE EU PAREI PARA REVER MINHAS ATITUDES. EU POR ALGUMAS VEZES AINDA DOU UNS FORA, MAS HOJE CONSIGO PERCEBER QUE ESTOU SENDO DESAGRADÁVEL E LOGO PEÇO DESCULPAS.

  65. maria de lourdes iannuzzi

    tive duas madrinhas maravilhosas Laura e Bernardete.

    • Juliana

      Se uma já é bom… imagine duas! Sortuda você, Maria.
      bjsss

  66. Emmanuel

    Daqui a pouco ser chamado para ser madrinha/padrinho será uma baita sacanagem para o convidado, so faltou pedir pra ajudar na mensalidade da escola…. parem com essa nao é funçao dos padrinhos/madrinhas

    • Juliana

      Oi, Emmanuel. Respeitamos o seu ponto de vista, mas isso realmente é o que se deve esperar dos padrinhos. Em nenhum dos pontos é abordado qualquer assunto financeiro. Só queremos carinho e amor para os nossos filhos mesmo.
      Escolher e ser padrinho ou madrinha é muita responsabilidade.
      beijosss

  67. Tatiana

    Gente, a madrinha do meu filho é minha amiga de infância. Ela é pra mim a irmã que eu não tive!
    Ela é muito presente na minha vida, chegando ao ponto de causar ciúmes na minha mãe! Desde criança combinamos
    que eu seria a madrinha da filha dela e ela do meu!
    Hoje meu filho tem 1 ano e 11 meses e há 2 meses quando passo na frente da casa dela ou quando ele ve uma foto dela ele já diz : ” A Dinda, a dinda”!!!
    Nem preciso dizer que não me arrependo da escolha da madrinha dele né!

    • Juliana

      Tão bom quando acertamos na escolha, né Tatiana??
      beijosss

  68. josenilda

    oi ju como gostaria de ter tido sorte com padrinho mais nao tive gostaria muito de ums padrinhos presente na vida da minha filha e nao receber presente . pois minha filha nao precisa de presente e sim de atençao que é o que ela nao ganha dos padrinho … muito triste as pessoa que nao sabe o valor de tal coisa ..tao importante na vida de uma criança…

    • Juliana

      Pena que não teve sorte, Josenilda. Mas com certeza sua filha tem o amor e carinho de outras pessoas que estão ao redor.
      beijosss

  69. Maria Emilia

    Sinto-me muito orgulhosa pelos padrinhos dos meus dois filhos.

  70. Márcia

    Olá!

    Optimo post e completamente verdadeiro!

    Da minha experiencia poderei dizer que não tive sorte nem como afilhada nem como madrinha…

    A minha madrinha, também madrinha da minha mãe, pouca relação teve comigo e de todo deu para estreitar laços entre nós. Pelo que a minha mãe me fala nota-se que quando miudinha passou muito tempo com a nossa madrinha, estava com ela muitas vezes criando um laço afectuoso muito grande pelo que penso que por ela a nossa madrinha foi como a 2ª mãe dela. Comigo porém pelos infortunios da vida ou falta de tempo teve comigo muito poucas vezes,e como poucas vezes entenda-se que fora a minha 1ª comunhão e baptizado conta-se pelos dedos das mãos as outras vezes que estivemos juntas… Tenho muito respeito por ela mas de longe ser a madrinha que gostaria de ter…

    Eu como madrinha foi a versão inversa. Fui madrinha jovem (16 anos) mas já muito consciente da minha responsabilidade. Saltei de alegria quando soube que ia ser madrinha e o 1º momento em que peguei na minha pequenina horas depois de nascer encheu me o coração de um carinho enorme por ela, que só cresceu com o tempo. O problema veio depois com o tempo… sinto que os pais dela embora note-se que nutram carinho por mim não confiam em mim o suficiente para me dar a liberdade de estar com ela e fazer aquelas coisas que qualquer madrinha adoraria: ir ao zoo, ao parque de diversões,fazer uma festa do pijama com ela, passear por outro lado qualquer até! Ela tem agora 7 anos e nunca tive esse gosto… e para melhorar cada vez eles cortam mais contacto comigo e resto da familia… quase já eu não a visito ou eles a mim e quando acontece é tão rapido e contido que doi, mas o que doi mais é ver que adoração que minha afilhada tinha por mim está também a diminuir e eu não ter poder sozinha para mudar a situação… é uma mágoa que carrego e sinto que vou carregar por longo tempo :”(

    Desde já desculpa pelo longo desabafo e continuação de um bom trabalho com o blog 🙂

    beijinho

    • Juliana

      Muito bom o seu relato. Adoramos que nosso blog seja um espaço de compartilhamento de experiências.
      beijos

  71. Clarisse

    Madrinha

  72. Dani

    É verdade, tem muita sorte quem tem uma madrinha assim.Eu procuro sempre estar presente na vida dos meus afilhados!!O padrinho da minha filha é sensacional mas a madrinha eu achei q tinha escolhido a pessoa “certa”,mas……

  73. Andreia

    Olá pessoal, adorei o post excelente. Quando escolhemos os dindos de nossa filha pensamos exatamente.

    • Juliana

      Oi, Andreia! Ficamos muito felizes quando as leitoras se identificam com nosso conteúdo! bjs

  74. Alexandra Mattos

    Oi gostei muito do que li e fico feliz por existir madrinhas que realmente se identificam com os afilhados. Eu tenho um filho e ele tem pouco convívio com eles. A madrinha é próxima mais convive pouco,e o padrinho esse está sem ver a mais de 2 anos. Mais graças a Deus amor e carinho para ele não falta, Já que a presença dos avós e dos pais supre isso tudo. Bjs.

  75. dulce costa

    ate fiquei emocionada.
    tudo verdade.
    adorei!

  76. Neide

    Gostei das dicas!

  77. Nana

    Pensei ter feito uma escolha por ser minha melhor amiga. Se esteve na primeira formatura, foi porque quase forcei. Em meus piores momentos, tb não apareceu. Parece-me que o fato de tê-la escolhido como madrinha após mais de 20 anos de amizade abalou nossa amizade. Deixei bem claro que não era por presentes, mas….Não há telefonemas no aniversário, Natal, Ano Novo, nada. Quando liga é para dizer que está envergonhada, que está em débito comigo e bla bla bla…Me arrependi, sinceramente.

  78. Andrea Cristina Ferrari

    Inteligente e expressa realmente as responsabilidades de ser madrinha! Acredito que atingi 95/ dos mandamentos!

  79. Nataska Brandão

    Estou apta???

    • Juliana

      Se você sente que está pronta para dar todo esse amor, está apta. beijoss

  80. marcelar mendes aguiar

    os padrinhos só devem assumir a responsabilidade de ficar com a criança, se nenhum parente quiser. Primeiro os avós, tanto paternos quanto maternos, depois os tios, depois qualquer parente mesmo distante, só depois os padrinhos, que são a última opção. bjs

  81. marcela mendes aguiar

    os padrinhos só devem assumir a responsabilidade de ficar com a criança, se nenhum parente quiser. Primeiro os avós, tanto paternos quanto maternos, depois os tios, depois qualquer parente mesmo distante, só depois os padrinhos, que serão a última opção. bj

  82. Michelle Pessoa

    Muito boa a lista, e bem completa! Entretanto, tirando por uma experiência particular minha, quando sou madrinha de algumas crianças, uma das mães se comporta enciumada quando da exposição do meu afeto com seu filho. Assim, nós, madrinhas, devemos ser cautelosas quando nos inserimos nessa relação familiar. Talvez, eu tenha sido a melhor opção vinda do pai, e a mãe somente aceitou, mas preferiria outra… Quem sabe? No meu caso, eu dou amor e fico esperando de longe a resposta, para que a mãe não se sinta ameaçada.

    Beijos!

  83. maiane

    Olaaa !!!

    Amei o poster, agora me achei uma madrinha mais que nota 10.
    acho que cumpro com todos meus deveres !
    Tenho minha AFILHADA COMO UMA FILHA e acompanho ela desde o nascimento.

  84. NILMA

    NÓS SENTIMOS MUITO HONRADOS POR TER AFILHADOS MARAVILHOSOS COMO BIA E DIGUINHO, E POR TER SIDO ESCOLHIDOS POR VOCÊS AMIGOS IRMÃOS QUE TANTO AMAMOS.

  85. Jenifer

    Sou Madrinha da filha da minha prima. Nós sempre fomos (além de primas) muito amigas. Na época da gravidez e até os 3 anos ela morava ao lado de casa. Me identifiquei com praticamente todos os itens. Desde que ela nasceu eu vou visita-lá todos os dias. Eu aprendi a cantar todas as musicas da galinha Pintadinha, Patati e Patata, Xuxa e moranguinho. As vezes a tarde quando chego do trabalho ela vem em casa e ficamos assistindo desenho. Normalmente a levo no MC Donalds que ela adora, levo ao teatro quando tem peças pra crianças. Levei ela ao show do Patati e Patata com a minha irmã, e somos tão babonas que enquanto a gente via ela pular e dançar no show nós nos emocionamos rs. Como eu disse, minha prima foi mãe nova, e foi com um pouco de preocupação por isso, mas ela com seu jeito nos encheu com tanto amor que hoje a gente fala que foi até melhor. Ela é uma criança linda, como toda menina é super vaidosa, não tem quem não se apaixone por ela.

  86. Silvia helena D'Alécio

    Adorei a matéria, mas é uma pena eu ter errado tanto. Na época não tive duvidas a quem escolher, mas se eu pudesse voltar atrás faria tudo diferente.

    • Juliana

      Oi Silvia não se culpe, nós nunca vamos acertar 100%…Pensa que na época voce fez o que seu coração mandou. beijos

  87. sueli

    te amoooooooooooo

  88. Aparecida Izaias

    Amei o site é ótimo ! Mas quando a Mãe da criança é falsa e oportunista o que fazer ?

  89. PAULO ROGERIO H DA SILVA

    MUITO OBRIGADO, GOSTEI MUITO

  90. Adelaide Morgado

    Ser madrinha ou padrinho de batismo é assumir um compromisso de educação religiosa e espiritual com a criança. Essa relação envolve outros valores naturalmente, mas nada mais. Caso os pais morram, a criança jamais será confiada aos padrinhos. Pela lei ficará com os familiares próximos ou entrará numa instituição de adoção. A realidade é bem diferente!

  91. vanessa pinheiro

    Eu estou muito feliz com os padrinhos dos meus filhotes. Vou ser madrinha em breve mas de 1 dos afilhados só vou poder estar presente uma vez ou duas por ano. Pois estou na Suíça e ele estará se deus quiser em Portugal.

  92. Sandra Ribeiro

    Não podiamos ter feito melhor escolha para Madrinha da nossa filha que a minha própria afilhada… se é que me faço entender… Não existem laços entre Mãe/Madrinha e Afilhada como os que nos ligam as 3… Mas este texto também se enquadra bem a figura do Padrinho… Ele é tão importante como a Madrinha na vida dela que não queria deixar passar em branco o facto do texto pouco o mencionar…
    Por isso… A NOSSA FILHA TEM OS MELHORES PADRINHOS DO MUNDO…
    ADORO-VOS

  93. elisandra

    Eu escolhi muito bem a madrinha da minha filha. Nela posso confiar plenamente é minha irmã. Minha filha é apaixonada com a madrinha. A madrinha participa de tudo na vida da minha princesa.

  94. natalia

    escolhi os padrinhos e me arrependi…e agora ?????

  95. joaoarmando machate

    Informação sabia

  96. Ariany

    Eu errei feio.
    Mas fazer o quê?
    Por isso vou fazer o melhor para ser a ótima madrinha para meus afilhados Jhonathan e Letícia.

  97. Carmen Pacheco

    Eu acertei na minha tenho orgulho nas minhas comadres e compadres que escolhi. Irmã e sobrinha cunhado e sobrinho. Adoro-os e escolhi-os com o coração. Preenchem os 10 requisitos.

  98. ju

    Esse site e interessante p vcs ótimo inicio de semana!

  99. vanessa

    Site interessante. bjs

  100. Je

    Infelizmente escolhi muitooo errado a madrinha do meu filho. Escolhi quando ainda estava grávida, e quando resolvemos batizá-lo já era tarde demais para mudar de pessoa. Hoje, depois de inumeras situações, vejo o grande erro que cometi. Minhas irmãs são melhores madrinhas do que a real madrinha do meu filho. Ela consegue ser mais ausente do que qualquer pessoa, e como o texto fala nao é só de presente que vive uma criança. Pensem muito bem antes de escolher a madrinha de seus filhos, pra não acontecer que aconteceu comigo! 🙁

  101. Herivelto

    Olá Glauciene e família, como vão?
    Eu sei da importância dessas 10 atitudes, lembre se que eu dava aulas de catecismo na paróquia do bairro aonde eu morava.
    Tudo o que está escrito é realmente importantíssimo e tenho a certeza que vocês tem um montão de candidatos a (Madrinha e Padrinho) com esse perfil, eu inclusive.

    Bjs, muitas saudades.

  102. Aretha

    Concordo com todas! Tento ser uma super madrinha, o mais presente possível e tenho certeza que escolhi a melhor madrinha para minha pequena! é bem verdade que muitos pensam que ser madrinha é só dar presentes caros…não sei de onde tiraram isso!

  103. FabyRM

    Gente, sou madrinha de dois anjinhos lindos e tento ser bem atenciosa com os dois, amo tanto que parece que tudo que faço é pouco pra eles.
    Eu só nao concordo e gostaria da opinião de outras pessoas sobre o item de, na falta dos pais, os padrinhos assumem, eu não conheço ninguem que isso tenha ocorrido, e na lei dos homens tem várias pessoas responsáveis, principalmente os avós. Hoje em dia não há mais casal como padrinhos e sim duas pessoas distintas que acho otimo, pois não fica aquela coisa de se separar e nunca mais ver um deles, que ocorre muuuuito. Sei lá concepção de padrinhos pra mim é atenção, ter um pouco mais de liberdade pra dar opiniões boas para os pais, orientar na religião e estar presente na vida deles dando mto carinho e confiança.

  104. Débora

    Olá 😀
    Adorei ler estas 10 atitudes que os pais esperam das madrinhas/padrinhos pois deu-me para perceber que encaixo em praticamente todos os parâmetros aqui mencionados.
    Sou madrinha de um pequenino lindo de 4 aninhos e sempre o vi como um filho, tento manter-me presente o mais possível e óbvio tentar manter sempre as regras que sei que os pais lhe vão pondo, embora seja difícil às vezes eheh
    Sinto-me uma madrinha muito orgulhosa e contente com o meu pequeno 😀
    Beijocas a todas as madrinhas e padrinhos presentes aqui!

  105. Cintia

    Ser madrinha é ser mãe também. Amo meu afilhado Miguel incondicionalmente e daria a minha vida por ele. Foi um presente que Deus me deu através de seus pais que eu amo muito. Serei a madrinha mais presente e educadora de todas.

  106. Gustavo Luigi Martin do Amaral

    Sou padrinho, padrinho de 4 crianças e concordo com tudo o que foi escrito!

    Tenho duas afilhadas que, infelizmente, moram distantes 300km de mim.

    Neste sentido, ainda que tenhamos telefone, internet e afins… nem sempre, seja pela idade das crianças, custos de viagem e o tempo como um todo, é possível visitá-los.

    É claro que nós precisamos nos esforçar e fazemos, dentro do possível e até impossível, tudo o que podemos.

    Entretanto cabe aos pais um auxílio para dirimir questões como essa… explicar com o tempo que existem os padrinhos que os amam (AMO TODOS MEUS AFILHADOS) e que por esta ou aquela razão, nos padrinhos não puderam aparecer.

    Infelizmente são as frustrações que desde cedo somos obrigados a conviver.

    Ainda sim, concordo com tudo o que foi escrito!

  107. Elisa

    Nossa, desculpe, mas preciso discordar. Criar todas essas expectativas com relação a outra pessoa é o segredo pra frustrações. Acredito que nós deveríamos estar caminhando para abandonar expectativas, especialmente com relação aos outros. O ser humano mal consegue exigir de si mesmo todas essas ações incríveis… Infelizmente, é mais uma lista de tudo o que deveríamos fazer e ser – e pior, exigir dos outros. Mas é isso aí. Sei que as pessoas ADORAM cobrar tudo e mais um pouco dos outros. Espero que saibam que isso gera sofrimento pra elas mesmas.

  108. Camila Queiroz

    Perfeito!!!!
    Todas as madrinhas deveriam ler isso, eu tive a felicidade de ter uma madrinha perfeita mas conheço muitas que não tiveram a mesma sorte!

  109. Fatima pinhel

    E os deveres dos pais dos afilhadas…. nem sempre tem que ser os padrinhos a procurar os afilhados….

  110. fernando

    Eu sou muito feliz por ter a honrra de ser afilhado de meus padrinhos,pois nao foi meu Pai e nem minha mae que os escolheram foram eles mesmos,tenho muito orgulho disso pois se um dia eu pudesse escolher meus padrinhos,com certeza seriam vcs TIA Maria e Agostinho pois nao sao bens materias e nem a presença e sim ter carater isso vou passar para meus filhos e sobrinhos pois aprendi so olhando minha AVO e nossa familia amo vcs NANDO.

  111. Tania Shields

    Tali adorei e pura verdade!

  112. Cleide

    Emocionada só de leer…
    Importante saber que alguém confiou a mim a vida de uma criança tão especial, tão amada, antes mesmo de nascer.
    Só quem é madrinha sabe o quanto isso é significativo as escolhas que os pais fazem…
    Me sinto feliz, realizada e com um amor INCONDICIONAL pelo meu Francisco! Afilhado lindo, rico e amado todos os dias.
    Linda lista!
    Beijos a todas as madrinhas e mamães. Como ainda não tenho filho todo meu amor é dele.

  113. Caroline

    Ola meninas Amei esse post pois vou ser madrinha pela primeira vez e estou tao anciosa para que ele nasca logo Mesmo com apenas seis meses eu o amo de mas e meu xodosinho Estou tao anciosa falo com a mae dele todos os dias Gostaria de ajuda meninas pois sou marinheira de primeira viagem Bjs

  114. Catarina

    Oi,Escolhi uma madrinha pra minha filha, mas sinto que ela não dá muita atenção, não quero que ela dê presentinhos mas participe, no dia do aniversário da minha filha ela não apareceu e nem mandou uma mensagem, como ainda não batizou sinto vontade de dizer que não quero mais, por favor como devo proceder.

    • Monica

      Seja honesta.Escolha outra pessoa que você terá certeza que participará da vida da sua filhinha.

  115. Yuri

    Que pena, não sou um bom padrinho.

    Depois de 21 anos estou tentando me reaproximar dos meus compadres e afilhado. Eles estão radiantes.

    Acha que estou no caminho certo?

    Estou morrendo de vergonha … mas vou assim mesmo!

  116. eliane

    Eu infelizmente não estou pq depois q me sivorciei, eles se afastaram dele e só lembram dele na época de Natal…seve ser remorso.

  117. Ana J. L.

    Oi, gostei muito do tema, eu tenho uma dúvida, na verdade tenho uma experiência para compartilhar e através dela surgiu a dúvida, sou madrinha de cinco crianças somente uma das cinco mães faz com que a minha afilhada lembre de datas como o aniversário dos padrinho,entre outras datas, para nos ligar ou mandar uma mensagem, só esperam que os filhos sejam lembrados, se ser madrinha é ser uma segunda mãe porque a falta de consideração para com a madrinha e o padrinho. Porque o padrinho não é cobrado de nenhuma forma em seu papel de padrinho? Minha filha tem uma madrinha que é uma fada madrinha para ela, já o padrinho era um bom padrinho era carinhoso com minha filha, até que sua filha nasceu e minha filha passou a ser desprezada por ele, minha filha tem três anos e a filha dele tem um ano e dez meses, e detalhe a filha dele é minha sobrinha e minha afilhada, minha filha faz de tudo para ter a atenção dele que não faz cerimônia para demostrar que já não gosta dela, outro dia ela perguntou a ele se ele gostava dela, e ele respondeu com tom de desprezo “só um pouquinho”. Isso é coisa que se diga para uma afilhada? Deveria ter dito apenas “sim”. Mas eu percebo o ar de felicidade dele quando eu demostro o quanto amo a filha dele. Desejo que ele mude o seu comportamento mesquinho e egoísta de amar. No meu coração já o descartei como padrinho de minha filha, porque ela não merece chamar de padrinho um ser como ele, e vejam é um homem novo de trinta anos, com nível superior de escolaridade, para mim ela só tem madrinha.

  118. Meiriane Almeida

    Olá!!
    Amei o texto, faz todo o sentido.
    Há quase 11 anos, fui escolhida como madrinha “substituta”, pois a pessoa escolhida aceitou o convite,m as sumiu. Depois desse sumiço, recebi o convite, no que aceitei prontamente, porque já estava completamente apaixonada pela criança!! Já acompanhava desde a gravidez o desenvolvimento dele.
    Hoje, sinto-me feliz, pois já ouvi dos pais do meu afilhado que foi a melhor escolha que eles fizeram!!
    Procuro estar presente sempre,conversar com ele, etc. Amo muito o meu afilhado, Luiz Guilherme. Fiquei muito triste porque não pude à sua primeira eucaristia, pois estava doente. Mas ao mesmo tempo fiquei feliz por ele ter dado esse passo tão importante na vida cristã.
    Como mãe, sou abençoada com madrinha do meu filhote, que tem 5 anos; são super companheiros, têm uma ligação muito forte os dois!!
    A Maria Malena, é minha irmã de coração, que sempre posso contar pra tudo.
    Não é só porque moramos na mesma casa, pois existem famílias nas quais os irmãos não se dão bem, não é mesmo? É porque sou abençoada por Deus por ter escolhido a madrinha perfeita para o meu filho. O padrinho dele, também, é muito bacana, presente e demonstra amar o meu filho!!
    E é isso. Um abraço, Juliana.

  119. Jacqueline

    Siim, eu fiz uma otima escolha meu filho tens as madrinhas que eu pedi a deus! Dedicadas, companheiras , presentes em todos os momentos bons e ruins .. tenho certeza que ira me agradecer muito por essas escolhas que fiz em nome dele ♥ e Davizinho é loko e apaixonados por elas.. digo elas pois tens 3 na igreja e 4 de coração ! e eu tbm tenho 4 afilhados e amo muito todos perante a distancia de um , amo todos da mesma forma que amo o meu filho! sou uma dinda coruja como muitos dizem … ansiosa pela chegada do mais novo Daniel! ♥ Ser dindinha não tens preço e maravilhoso !

  120. camila rocha

    Tbm estou muito satisfeita com a minha escolha ♡

  121. Clarissa

    A única coisa que eu espero da madrinha e padrinho dos meus filhos é que rezem por eles e deem bom exemplo.

  122. Helenice Falima Szumanski

    Nossa amei! E agradeço muito por vocês ter nos escolhidos para ser os
    padrinhos da Nicolle.vocês não sabem a alegria que nos deu.O teu pai
    não fala mais no fundo,ele tambem esta muito feliz, e ele sabe o papel importante que temos que ter na vida da Nicolle.E nós sabemos o quanto
    nós vamos ser importantes na vida da Nicolle.e nós sabemos que sempre vamos ter que respeitar as atitudes que vocês tomarem e não-nos impor
    e nós só queremos que vocês vivam felizês. e ela também seja felíz com vocês. E enquanto ela estiver com nós que ela-se sinta feliz sempre que vocês precisar,Deus dando saúde pra nós estamos aqui para dar uma força
    a vocês. Com muito prazêr.Abraços e beijo a vocês.um beijão na Nicolle.

  123. camila

    Como é gostoso essa sensação de ter acertado
    Tenho 3 filhos duas meninas gêmeas e um menino de 2 anos … Minhas filhas não tem afinidade nenhuma com os padrinhos os mesmos são totalmente ausentes e isto é muito desconfortável e triste para nós pais. Já meu filho acertei pois sua madrinha é tudo para ele sei q com ela posso confiar.

  124. Matheus Noronha

    Ola, sou Matheus tenho 15 anos e tenho uma madrinha.
    Eu moro na baixada, minha madrinha mora e Copa Cabana. Quando eu era pequeno eu morava na casa da mae dela, porque minha mae era empregada dela, mais minha mae nao trabalha mais com ela.
    Minha madrinha ela parece ser aquela pessoa digamos falsa, produto pirata.
    Ela se casol com um cara ano retrasado e dai pra ca ela nao fala mais comigo, ja faz 2 anos que nao vejo a minha madrinha, eu falo com ela no WhatsApp e ela ver mais nao responde, ela esse ano foi para a Disney, e disse que ia traizer um presente para min. Mais eu sei que na verdade ela nao comprou. Eu pedi ano retrasado uma mochila para min estudar, porque minha mae nao estava com dinheiro para comprar, eu pedi ela ai ela disse q ia comprar. Eu estou esperando minha mochila ate hoje. Sera porque ela faz isso?

  125. Theca Angel

    Tenho dois filhos ja adultos e fui muito feliz na escolha das madrinhas de meus filhos. Dei preferencia a pessoas mais intimamente ligadas a mim, ou seja, para meu primeiro filho, foi minha madrinha de casamento. Para meu segundo filho, escolhemos minha irma. Ate hoje ela conserva uma grande ligacao com meu filho. A madrinha do primeiro filho faleceu a pouco mais de um ano, mas sempre manteve contato frequente com ele ate falecer.
    Agradeco a Deus por te.las escolhido.

  126. Darlene

    Bom dia !
    Gostei muito do que foi mencionado.. Sou madrinha de uma linda menina de 8 anos…. infelizmente no inicio da infância fui excluída da convivência e hj tento a aproximação… Amo muito , choro com as conquistas e com a falta da convivência… Queria muito ser mais presente.
    Já com minha filha , não tive sorte com a madrinha que é a única tia paterna…. a mesma ficou afastada de tudo , tudo mesmo dela por 10 anos.
    Hj tentando a aproximação… conhecendo bem as duas sei que não vai ser fácil.
    Mas por outro lado, não podia ter escolhido Padrinho melhor… presente , companheiro , amigo… um verdadeiro pai… ela o chama de Paidrinho. Choro escrevendo sobre ele , pois não é presente material e sim o presente emocional o alicerce que mesmo não sendo do mesmo sangue sei que posso contar com ele…presente desde uma simples febre ate suas conquistas mais importantes…

  127. Fernanda

    Achei bem interessante o post….passaria com louvor ….mas a vida muda muito….sempre fui presente na vida do meu afilhado….me decepcionei quando os próprios pais tomaram atitudes grotesca de nem ter me convidado para o aniversário dele….o menino só me olha ou me cumprimenta quando tem interesse ….agregarei os irmãos e nem assim fui presente, na festa de 15 anos da irmã mais velha…
    Sinto muita tristeza com tudo isso….mas acabei me afastando para não ficar deprimida
    Fica a dica de um post para como os pais devem proceder com os padrinhos escolhidos!!!!
    Nunca ser por interresse financeiro!!!
    Graças a Deus a minha filha e abençoada por padrinhos maravilhosos…
    Desculpe o desabafo

  128. antonia

    eu estou feliz com a escolha que fiz

  129. sara andrade

    Acho que faltou a mais importante… 🙂 Ser madrinha de baptismo de uma criança significa principalmente um compromisso em educar e sustentar o afilhado na fé católica…e daí vem também todo o amor e dedicação de que fala este post… Ser Madrinha/ Padrinho de baptismo é desejar educar na Fé Católica. Tudo o mais é acessório…

  130. Patrícia

    Boa tarde!
    Tudo que foi dito é fundamental, mas não podemos esquecer que eles crescem e que o papel dos padrinhos continua.
    Tenho 3 afilhados: Caroline de 31 anos, casada e mãe de 2 filhos, que considero como meus netos. Sou a vó-drinha deles.
    Állan Matheus de 20 anos e Paola de 15 anos.
    Amo esses 3 e oro por eles,como oro pelos meus filhos.
    Estou sempre presente na vida deles. Nos bons e nos maus momentos.
    Eu sou uma madrinha “coruja” com muito orgulho!

  131. Lázaro e Terezinha

    Alegres e comprometidos….

  132. Rosemeire Gonçalves

    Sou a vidinha de Arthur Gabriel assisti o parto dele passei todos os meses na expectativa da sua chegada amo ele d mais é minha vida e a mãe dele pós contar sempre comigo,

  133. Bianca Rodrigues

    Eu não.
    Estou profundamente decepcionada com a madrinha do meu filho pequeno na igreja.

  134. Mara

    Olá! Podia também fazer as 10 atitudes que as madrinhas não esperam das mães dos seus afilhados. Por exemplo: achar q a madrinha tem quer obrigada a dar presentes e gastar com a criança.Tem mãe que acha que é obrigação da madrinha pagar tudo e comprar tudo como se a gente fosse banco. Não ligar para avisar se aconteceu alguma coisa com a criança, não dá para adivinhar tudo e tb não dá pra ligar todos os dias, não custa nada a mãe tb ligar pra contar o que está acontecendo. Entender que as madrinhas tb vivem, trabalham e tem família e não ficar chateada se por algum motivo a madrinha não conseguiu ver a criança em um final de semana. Enfim, ser madrinha é muito bom, mas tem mães que perdem a noção. Gostaria muito de ver um texto assim tb! Obrigada!

  135. Mamãe Tagarela

    Mas essa madrinha seria um sonho né? Quem me dera. ?

  136. Mirian Escorcio

    ola!!!
    Tenho uma dúvida !!!
    Sou madrinha da filha da minha prima, que tem a mesma idade da minha, será se ela pode ser madrinha d minha????
    É uma dúvida ….
    Ta difícil aqui, a pessoa q escolhi, n cabe em nenhum desses quesitos, ainda bem q não batizei, ainda a minha Yasmin, Pq tenho certeza que estaria agora amargamente arrependida!!!!!
    Então pensei n minha prima, que além de primas somos muito próximas….
    Um beijo Thanks!!!!

  137. Mirian Escorcio

    Por favor , mais uma dúvida kkkk sou cheia de dúvidas …
    Os padrinhos tem que ser batizados, ter primeira comunhão e crisma???
    Ou nada disso???
    A igreja que vamos batizar a nossa filha disse que precisa, mas algumas pessoas dizem que n precisa de nada disso…
    Alguém pode me ajudar???

    • Silvia

      Olá! Precisa sim. Até por que, os padrinhos serão aqueles que o ensinarão a caminhar na Fé. Se os pais querem batizar os filhos na Igreja Católica, necessário escolher padrinhos que sejam realmente católicos e que vivam a sua fé!
      Espero ter ajudado. Grande abraço!

  138. Barbara Oliveira

    Meu afilhado é meu sobrinho e tem.1 ano e meio dou o.mesmo amor e carinho q dou para meus filhos e ajudo em td que posso …até fiquei no hospital qdo precisou ser internado ….ele é um grude comigo…amo demais meu menininho

  139. Daniela

    Meus filhos tem a mesma madrinha, a dinda Greice, ela tem todas essas atitudes com meus filhos, é como uma mãe.
    Não tem como ler essa matéria e não lembrá-la.
    Só posso agradecer por ela ser essa minha amiga/irmã e dinda dos meus filhos.

  140. clelia

    estou feliz com minha escolha eles se amam isso basta

  141. Niuza

    Sou madrinha de duas pessoas lindas, inteligentes, carinhosas, amorosas e se depender de mim, serão amados a vida toda.

  142. Janete

    Concordo plenamente. Mesmo,porque. Meu filho teve a grande sorte. De ter uma madrinha sem sombras de duvidas…

  143. Nilza

    Me senti muito feliz e com a sensacao do “dever” cumprido, depois de ler esta materia. Tenho 3 afilhadas, hoje adultas, duas casadas, uma ja com filho e a terceira ainda solteira. Com muito orgulho, posso dizer que tive, exatamente, as 10 atitudes de uma madrinha, aqui muito bem relacionadas. Amo minhas afilhadas, para sempre.

  144. raquel

    Achei mto lindo o que escreveu e tomo a liberdade de discordar de um pequeno trecho do item 4. Quando era criança sempre ouvi que os padrinhos “seriam os novos pais caso os meus morressem”. Na realidade não funciona assim. O papel principal dos padrinhos é encaminhar e auxiliar o afilhado na vida religiosa. Caso ocorra o pior aos pais não podemos afirmar que a cração do afilhado será responsabilidade dos padrinhos. É fácil entender quando imaginamos uma família com mais de um filho. Cada criança terá um casal de padrinhos e obviamentese os pais falecerem essas crianças não ficarão dividas em casas distintas. Normalmente uma tia ou uma avó assumirá a tutela de todas. É assim que funciona de acordo com a nossa legislação e tradição. Acho importante passarmos essas informações aos nossos filhos para que as futuras gerações ñ cresçam com a mesma ideia distorcida que a maioria de nós cresceu. Um grande abraço e parabéns pelo seu excelente trabalho! 🙂

  145. FredAna

    Nos TB acertamos… Podem nao seguir completamente as10 atitutes mas presque. A distancia dificulta um peu. Nos proprio nao conseguimos comprir com os nos sos afilhados mas tentamos dar nosso melhor tal colo os padrinhos/madrinhas do nosso Menino.

  146. bruna

    madrinha eo padrinho, do meu filho sempre forão presente, depois que ele fez 1 ano eles se afastarão, até brigamos por que eu tinha que puxar assunto, eu tinha que convida, agora meu filho vai fazer 3 anos, eles disseram que é melhor deixar assim como está sem contato.. eu não sei oq aconteçeu, mais doeei.e agora o que eu faço

  147. Sidneia

    tenho só um filho e me sinto muito satisfeito com a escolha que fiz, amuuu muito meus compadres

  148. Mayara

    Infelizmente não tive essa sorte com a madrinha da minha filha,
    ela nunca ligou, nunca veio a um aniversario se quer… NATAL E ANO NOVO sempre distantes sem nem um telefonema… Digo o mesmo do PADRINHO!

  149. ALINE FREITAS

    Adorei, os dez passos..

    Estava casada com um rapaz e a irmã dele deu a filha dela para batizarmos, só que meu casamento terminou e simplismente “a minha cunhada” me proibiu de ver a menina. É muito triste quando acontece isso, amo demais aquela menina.

  150. celso

    sou padrinho, e tenho o maior prazer de cuidar das minhas sobrinhas, como se fossem minhas,atualmente moram duas comigo,uma de 8 anos,e outra de 4 anos . e todas as 10 atitudes graças a DEUS eu já pratico .Gostaria que todos os padrinhos fossem praticantes .

  151. sandra santos

    Adorei o texto, concordo com tudo.

  152. sandra broto

    Gostei muito, escolhi as madrinhas certas para minhas filhas, elas se encaixam nestes 10 itens.

  153. Iraci

    Estou muuuito triste com a escolha. Totalmente sem comentários.

  154. luizete

    AMEI!

  155. Cristina

    Eu tenho 3 sobrinhos e afilhados, Ricardo, Camila e Stella, meus amores e todos diferentes.
    Ricardo, meu Homem com H maísculo, bom pai, trabalhador, bom marido, bom genro, amigo, bom filho,e irmãos tbm, e meu amorzinho.
    Camilo, era um bebe que era uma boneca que não tinha cara de joelho, era uma boneca mesma, um narizinho empinadinho, rostinho lindo e bem calminha, um anjo, não tive muito convivi pq morava fora.Hoje mãe e um menino lindo João Vitor que amo de paixão , muito inteligente, boa gente.
    Stellinha, uma fofa, ajudei e moramos juntas praticamente ate mais ou menos 8 meses, e depois só de mês em mês, muito querida e apega na madrrinha, como ela diz, sou muito feliz com os meus afilhados

  156. Judith dos Santos Furquim

    Achei linda as observações sobre os padrinhos. Eu realmente não fi tão feliz com as escolhas que fizemos aos padrinhos de meus filhos. Não recebi apoio dos padrinhos, infelizmente.

  157. Paula

    Que lindo seu texto.

    Tenho uma afilhada, ela tem quase 3 aninhos, é um anjo em minha vida.
    Mesmo longe, veio para trazer mais alegria e luz para os meus dias.

    Moro no Paraná e ela mora em São Paulo, mas nem por isso deixo de ligar sempre, bom, quase todo dia, gosto de conversar com ela e até mesmo brincar pelo telefone dizendo “vou morder sua bunda, nhac!”, HAHAHA ela vai a loucura.

    Nossa história é engraçada, a mãe da minha afilhada (minha prima) é minha madrinha de crisma, e mesmo depois de muitos anos, me escolheu para ser madrinha de batismo da filha dela.

    Nossa convivência é excelente, sempre que ela vem para o Paraná aproveitamos para passar o maior tempo possível juntas, brincamos com barbie, conto histórias e fazemos “comidinhas”.

    Comentários à parte, gostei muito do seu texto. Acredito que o maior presente para o(a) afilhado(a) são os padrinhos, “estarem sempre presente” de alguma forma, dar amor, transmitir ensinamentos e até mesmo as broncas por não querer tomar banho (no caso da minha afilhada). HAHAHA

    Parabéns pelo seu blog, é ótimo.

  158. ana

    Veja q lindo amiga!!! kkkkk

  159. rosa

    Fiz a escolha certa.

  160. anna

    Na minha vida sempre cumpri com amor [ser convidada para madrinha é um convite dr Deus

  161. Naelê

    Adorei a reportagem.
    Todos os itens são descrições perfeitas da madrinha da minha Cecilia.
    Eu nunca, nem por um minuto, me arrependi de te-la escolhido. Sei que ela estará sempre ao lado dela, no que precisar. Eu amo os padrinhos da minha pequena.

  162. teresa

    minhas comadres são isso e muito mais, as amo, são três, tanto, que são de batismo, crisma e o que vier.

  163. Tatiele

    adorei não sou mãe ainda mais tenho uma afilhada que amo mais que tudo e ela e como se fosse uma. tenho só 13 anos mais acho que passei nos requisitos, nao tive alguns padrinhos totalmente presentes mais tento ser pra ela uma madrinha melhor dos que eu tive e acho que ta dando certo.
    Obrigado Adriana pelo melhor presente que e a Alana.
    bjsss

  164. maria

    eu não… escolhi mal

  165. Andréa Patrícia

    Adorei mas algumas madrinhas não sabem a responsabilidade que assume quando batiza uma criança, não é só perante Deus e a igreja católica não, descobri da pior maneira possível foi quando eu com 14 anos fugi de casa e meus pais perderam a minha quarda por maus tratos, o juiz logo fez uma busca com meus familiares por meus padrinhos pois antes de decidir com quem eu iria morar para passar a eles minha quarda pense bem a responsabilidade é toda dos padrinhos na falta dos perante a justiça. Os meus nunca foram encontrados ,meus tios que já tinha outros 4 filhos que ficou com a minha quarda provisória até os meus 18 anos, que foi quando me casei.

  166. Norma

    Muito bom, e se todas as Madrinhas realmente soubese seu papel as crianças ficariammuito mais Felizem

  167. Paula

    Adorei esse post!
    Mas uma coisa que gostaria de lembrar é que a madrinha assume perante Deus principalmente função de educar na espiritualidade.
    Gosto muito de ensinar meus afilhados a rezar.
    Quando escolhi a madrinha dos meus filhos, fiz questão que fossem pessoas próximas e tivessem uma vida que pudesse ser exemplo para eles. Isso também ajuda ajuda não errar. As vezes tem aquela amiga que adoramos, mas mora longe ou tem atitudes que não concordamos. Então não deve ser essa a madrinha
    Enfim. …só queria registrar. .adoro seus posts
    Bjocas

  168. Luzia Oliveira

    Eu também mais no meu caso minha filha escolheu também a madrinha falo que ela duas escolheram num olhar

  169. Marli

    Sou uma madrinha quase perfeita, único item que não acertei foi de mimar minha afilhada e sobrinha, mas ela me acha perfeita porque fui madrinha em seu casamento e tbém sou madrinha do seu bebe Vinicius a quem muito amo de paixão.

  170. PAMELA

    Pamela ler isso aí

  171. Deise

    Oi, gostei muito do texto. Eu posso dizer que dei azar nos dois, minha ex-cunhada não deixa mas a gente vê meu afilhado e sobrinho. E a madrinha da minha filha mal vê ela. Errei feio.

  172. Daniela

    Frustadíssima,com a do meu filho!
    Para não dizer q nunca fez nada,deu presentes bons… e acaba por aí!
    Nem uma ligação qndo doentinho,nem qndo estava bem… nada!
    Mas em compensação o padrinho <3

  173. Bia

    Tudo isso é muito lindo e proveitoso, mas quando os pais permitem que os padrinhos estejam sempre presentes, ne?! O problema é quando os pais convidam pessoas para serem padrinhos, apenas para “cumprir formalidades”…

  174. mirian

    por favor teria como me enviar por email pq adorei o texto e quero enviat as madrinhas da minha bebe q estao mt relaxadas..rsrs

  175. Thomas

    Não seria mais justo que a criança escolha seus padrinhos? Tirando essas “obrigações” de pessoas que nem sempre querem ser padrinhos.

  176. cristiane

    Nossa errei feio! A madrinha do meu filho nem lembra que ele existe. Ela é minha afilhada de batismo e fui muito presente na vida dela. Ela ficou adulta, batizou meu filho e nem liga para saber como ele está. Nem mesmo quando ele ficou na UTI ela foi vizita-lo. Outro dia ele perguntou por que ele não tinha madrinha. Eu fiquei muito triste. Afinal, ele está pagando pela minha ma escolha.

  177. josiane

    Muito legal adorei

  178. fabiana

    eu tenho certeza q não poderia ter escolhido melhor!

  179. flavia

    ok

  180. esleia

    E infelismente umas das madrinhas da s minha filhas nao sabe a importacia do papel dela

  181. Roberta

    Tive padrinhos sensacionais, que me proporcionaram a melhora parte da minha infância e adolescência. Fizeram da sua família, a minha família, eu estava em todos os seus passeios, tinha um lugar especial para dormir em sua casa e sempre ganhava beijo de boa noite junto com meus primos já deitada na cama.
    Por eles terem sido tão especiais sei o que é amor de madrinha e faço tudo pela minha princesa, sei as músicas, pego fogo na brincadeira, estou sempre à disposição, choro junto, gargalho junto…
    A parte mais difícil é ser parceira da mãe na educação, mas eu juro que tento não mimar tanto kkkk, até porque minha irmã é bravaaaa !!!!
    Beijo grande

    • Kleiton

      Olá, Roberta!

      Sei que aqui me parece um site voltado para Mulheres, mas eu tbm quero falar rsrrs.
      Não tive padrinhos presentes, mas sei o valor e a importância deles em nossa vida.

      Meu sobrinho de 17 engravidou a namorada de 15 anos (muito novos) no começo foi dicifil acreditar pois a semanas atras conversamos sobre relacionamento e o uso de preservativos, e ele me confirmou que sexo sempre com camisinha, dai veio a noticia, GRAVIDA DE 5 MESES, ja nao pude dar bronca, porque nada mudaria o fato, mas exlpliquei pra ele que agora será uma fase nao muito dicifil para eles, e que teria que fazer uma mudança de hábito, deixarao de ser adolecentes para se tornar adultos, foi tanta conversa, que quando estava prestes a voltar para casa a 200km da casa dele, eles me chamaram de canto, e me convidaram para ser o padrinho do filho deles. Isso alegrou meu coração de uma tal forma que nao sei nem como expressar. E hoje da madrugada recebi a noticia que o meu afilhado nasceu, e em base a este post vou tentar ser o padrinho mais presente que eu puder ser…..

      Ja no meu caso como meu compadre é tbm meu sobrinho, acho que nao teremos problemas na educação da criança, meu sobrinho me respeita até mais que respeita os pais e os avos!

      Peço desculpa pelo desabafo, mas estou muito contente hoje.

      Bom dia a Todos (as)…

  182. Mary Enny

    Eu sou muito feliz com as minhas duas cumadres. Sei q fiz uma otima escolha. E como diz no Batismo os nossos filhos sao os presentes deles. Eu espero que quando elas crescerem esse amor se torne ainda mais reciproco.

  183. AIRTON

    PRA MIM FOI UM PRESENTE DE DEUS TER SIDO ESCOLHIDO PRA SER PADRIM DO GUI FIQUEI LISONJEADO E MUITO FELIZ POR ESSA ESCOLHA.ESPERO PODER DESEMPENHAR ESSE PAPEL DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL. AMO OS PAIS DESSA CRIANÇA COMO MEUS FILHOS E O LUGAR DO GUILHERME E PRIVILEGIADO. QUE DEUS NOS ABENÇOE DERRAME UMA CHUVA DE SAÚDE, PAZ, FELICIDADE E REALIZAÇÕES EM TODO ASPECTO DE SUA VIDA.

  184. Victor Hugo

    Sou Padrinho! Mesmo sendo homem e não madrinha é claro, gostei muito da matéria. Infelizmente o pai da minha afilhada, meu irmão, veio a falecer. Mas como prometi perante Deus e a todos. A tenho como filha!

  185. deusani alves de brito

    A madrinha da minha filha,desapareceu.descpção total

  186. Luzi Silveira

    Tudo tem haver com a MADRINHA luzi, ainda é Sofia quem pega arrego também

  187. Maria Izabel da Silveira

    adorei

  188. ANA CAROLINA

    oi boa tarde!!!!

    A madrinha dos meus filhos, não posso reclamar…
    Presente ( sempre )
    Prestativa, participativa. obgda pelo Carinho e Dedicação.
    bjsss

  189. Gisele

    Oi oi gente.. eu sou madrinha o meu irmão caçula e confesso que sou apaixonada pelo garoto ele é meu mundo faço Td por ele levo no médico quando preciso levo pra passear embora ele ainda tenha apenas quatro meses sei que ele sente todo o amor é carinho da irmã dinda dele.. eem breve terei mais um afilhado(a) ainda não sabemos o sexo mais acompanho minha amiga sempre que posso.. quero ser diferente dos meus padrinhos que por sinal não os vejo e nem falo com eles a mais ou menos 7 anos

  190. Bruna

    Adorei vou manda p madrinha do meu filho

  191. Maria de Fatima Dias

    Ju

    Gostei deste blog…falar dos meus afilhados e coisa para mim adoravel..amo todos de paixão,não tenho filhos..não me casei,e tbém não quis ter,isso pq considero-os como meus filhos,principalmente pq sou madrinha de uma sobrinha,que ela é tudo pra mim…… ela é o meu tesouro.

  192. claudia

    Adoreiiiii

  193. Jacqueline

    Tenho duas afilhadas uma que fará 3 anos e a outra tem 10 anos que são meus amores mato e morro por elas, sou uma madrinha hiper babona e assumida agradeço a Deus por esses presentes e o mais engraçado que a caçula nasceu no mesmo da do meu aniversário rs !!!!

    • Jacqueline

      Fala sobre os mandamentos dos afilhados para com as madrinhs também

  194. fatima Sueli Pereira Viana

    Graças a Deus! Eu fui mto abençoada em escolher: Luiz Antônio Duque e Lenir Ribeiro Duque, a doçura e a delicadeza da Lenir não existe, é extremamente carinhosa, uma dindinha presente! E o dindinhos Luiz Antonio: Um gentleman. Moral da história: Eu e o meu marido, ganhamos um presentao, somos os dindinhos de um de seus filhos: Romero Ribeiro Duque! Ele é um dos nossos Diamantes, agora eu e o Ledson como os padrinhos dele? Sou suspeita pra falar. Um beijo

  195. fatima Sueli Pereira Viana

    Que homenagem linda, que a Izabelle está fazendo prós seus dindinhos: Luiz Antônio Duque e Lenir Ribeiro Duque! Ele é um GENTLEMAN com a Izabelle, e a Lenir é uma dindinha que é essas 10 pista genes e muiiiiiiiiiiiiiiiiito mais!! É uma dindinha: Protetora! Carinhosa! Atenciosa!Preocupada!Cativante!enfim são os “Dindinhos “,perfeitos que todos mereciam ter . É a irmã que eu não tive, é a minha irmã de Paixão. Eu os Amoooooo.

  196. Lucy Cardoso

    Concordo com tudo + esqueceram q eles (a) crescem e aí? Será q chegou a hora da virada ? Eu tenho a certeza de minha parte o sentimento pelo meu afilhado é incondicional bjsss.

  197. Katia

    a madrinha do meu filho é minha ex-cunhada. Muito católica, por sinal. Depois que se separou do meu irmão, até bloqueou meu filho no facebook, nem parabéns no aniversário, nem perguntou por ele, que eu saiba. Acho melhor não dar para batizar alguém que um dia possa ir embora. Sempre achei que madrinha seria como uma segunda mãe. É só um título.

  198. Patrícia Helena Couto

    Não estou gostando da atitude da madrinha de minha filha, é ausente e quando fica perto dela nem liga pra menina, é como se fosse uma criança qualquer. Ela me forçou a chamá-la para ser madrinha pois eu não ia chamar ela mas ela desde a minha gravidez ela ficou falando ai quando eu for a madrinha da sua filha… me arrependo!

  199. Roberta

    Estou 100% FRUSTRADA
    O que posso fazer pra mudar isso?
    Me arrependo da escolha e como fazer pra mudar? Fica chato falar sobre isso e pior ainda eh dizer q não quero mais. Ela eh prima do meu marido e mora na casa ao lado da nossa e NUNCAAA vem ver o afilhado…decepção total!!!

  200. Henrique

    Minha afilhada Camila Junqueira das Silva diz que o baba é só dela acho que acertei .

  201. Gercina

    Você disse tudo, estar presente na vida da criança, mas você esqueceu o único e verdadeiro motivo de madrinha e padrinho, estar SEMPRE presente na vida cristã daquela criança, acompanhar seu crescimento naquela comunidade em que foi inserido sem entender a razão para tal e por isso é responsabilidade dos pais e padrimhos que ele continue a fazer parte dessa comunidade e não só presentes na Pascos, Natal, aniversário e etc…
    O Batismo NAO é um evento social é um Sacramento.
    Abraços.

  202. Luciano

    Na verdade bons padrinhos/madrinhas, dependem muito dos pais da criança também, eu mesmo me esforcei pra tentar uma aproximação maior do meu afilhado (filho de meu irmão), mas parece que eles( o casal ), fazem de tudo pra se distanciar, tem que ser uma relação recíproca, se não, um fica distante do outro mesmo.

  203. jussara

    Amei o texto
    Jussara

  204. Auderita Araujo

    Eu espero estar cumprindo com meu dever de madrinha. Sou madrinha da mãe e do filho. Meus afilhados já são adultos e por estes dias nascera o filho do meu afilhado, que para mim é já um bisneto. Amo todos os meus sobrinhos e afilhados.

  205. Auderita Araujo

    Como madrinha eu penso que o afilhado só poderá ter atenção com a madrinha ou padrinho se elê foi tratado quando criança com carinho e atenção, (independente de presentes). Os presentes materiais são ótimos, mais o que realmente deixa solida uma amizade entre os dois é a atenção e o carinho como são tratados.

  206. dela carvalho

    adorei sou uma madrinha coruja amo minhas afilhadas

  207. Selma

    Não tem q reclamar das madrinhas dos meus filhos tem certeza q acertei, não posso falar de um padrinho mas tbm faz parte.

  208. adriana moreira

    Infelizmente nao fiz boa escolha,ate bater em minha filha a madrinha fez deu tapa na mao,mas isso foi bater,mas Deus sabe o que faz.

  209. Vera

    E é compromisso para a vida inteira. Meu afilhado mais velho tem 43 anos. É claro que agora mais ele que me cuida do que eu a ele, mas o vinculo ainda é especial!

  210. Carol

    Vim pra mostrar o outro lado:o da afilhada! Meu padrinho e minha madrinha foram super presentes na minha infância. Ela é irmã da minha mãe. Ele seu então namorido. Estavam na minha casa todos os finais de semana. Tínhamos uma relação massa e amava cada um de um jeito bem verdadeiro, como toda criança. Até que eles se separaram. Eu tinha uns 12 anos e lembro que sofri demais. Não pela separação em si. Mas pelo fato de, com isso, eles também terem se separado de mim! Hoje, aos 26, acho que sofri tanto quanto se meus pais tivessem se separado. Chorava demaaaaais, pois pessoas bem especiais na minha vida se afastaram de mim. Ele por não saber lidar com a situação. Ela por medo de encontrá-lo. Depois de um tempo ela retornou com tudo pra minha vida. A tia/madrinha mais presente que eu poderia ter. Ele, infelizmente, continua distante. Mas mesmo depois de quase 15 anos, eu consigo chorar cada vez que o encontro. Daí a gente vê que aquele amor de criança pode durar pra sempre sim. Porque eu ainda o amo demais!!!! Mesmo que ele não saiba disso! E eu sei que, da forma dele, ele também me ama.

    • Carol

      E só pra complementar: eu não acho que minha mãe e meu pai erraram na escolha do meu padrinho. Eles escolheram a melhor pessoa. Mesmo que não o encontre há uns 5 anos, ele foi a melhor escolha. Recebi muito amor pra achar que não.

  211. marilia

    Eu adorei isso e vou mandar pra minha irmã q e madrinhas dos meus 2 filhos e vai ser do terceiro tmb pq ela e muito especial pra mim bjs

  212. wilma

    isso tem que ser reciproco porque muitos padrinhos esqueccem que batizaram seus afilhados nao é mesmo!!!!!!

  213. claudia

    Os padrinhos de hoje acha que presentes são mas importantes do que um contato pessoal.

    • adriana moreira

      Bom dia,para as maes que estao pensando na escolha das madrinhas cuidado,nem sempre sao o que vcs pensam,eu estou infeliz com as duas madrinhas de minhas filhas,nao tem contato nenhum de carinho so’ epoca de presente elas dao e as vezes mandam entregar,a mais nova ate levou tapa na minha frente por motivo dela estar estressada,e minha filha pediu pra ela parar de falar e entao bateu em minha filha,e’ muito triste isso,tome cuidado la na frente para nao ter surpresa.

  214. taty

    Ai eu amei… alcontrario das mamães q leram, quem ta lendo aki é uma madrinha… de primeira viagem rsrs
    tudo q eu lie aki eu concordo, madrinha q é madrinha tem q tar do lado do afilhado nos momentos bom e ruins, tem q amar condicionalmente sem limites… madrinha ñ é so pra presentear… madrinha tem q ajudar na caminhada cristan, pois quando uma criança é batizada ela ta nascendo de novo, ela ta começando uma vida cristan…. e eu to muito feliz vou ser madrinha de uma coisinha muito bela… Ana Sophia ♡

  215. Ana Paula

    Para ser madrinha deve haver uma via de mão dupla, esse papel cabe a mãe também cultivar, ensinar a criança que “aquela” é sua madrinha, incentivar a criança a ligar, ir visitar quando pode, também lembrar de uma data comemorativa….
    Quando os pais ficam esperando so dos padrinhos e deixam de cultivar a relação entre eles lógico que haverá um distanciamento na relação entre madrinha X afilhado.

  216. Maria da purificação

    Tenho quatro filhos,porem a escolha dos padrinhos do mais novo foi a pior q fiz,e me sinto mau com isso!!!

  217. Aline

    Oi boa noite, vou contar um pouco da minha história como ex madrinha da Paula, hoje Ela tem 9 anos fui madrinha dela por 8 anos quando a mãe dela nos deu pra batizar ela tinha 7 meses,não conhecia elas somente o pai que é irmão do meu marido. Eu e meu marido aceitamos ficarmos felizes passado algum tempo ela veio morar perto de nós damos muito carinho atenção e ela nos respeitavam sempre presentiava com presentes que podiam, cuidava dela sempre q precisavam eram os compradre mais felizes inclusive a mãe nos elogiavam pelo carinho que tínhamos por ela. Por ironia do destino nos compradese nos desentendimos por bobeira a mãe dela ficou muito chateada e tirou a Paula da gente fique triste e ainda estou gostaria de saber o que faço pra q eu consigo batizar ela empedir q a nova madrinha batize a mãe dela ainda esta muito chateada com nois não nos falamos mais elas foram morar longe. Obrigada

  218. Sandra

    A madrinha da minha filha não é tão presente quanto a do meu filho, mas adoro as duas ♡♡♡♡

  219. Talita

    Adorei as 10 dicas !!!! Parabéns está perfeita !!!

  220. Kely

    Recebi a mensagem pela minha comadre, pois há 21 amos me escolheu para ser madrinha da nossa princesa Maria.
    Sou uma madrinha realizada, pois, fiz tudo mencionado pela autora. Claro que podemos e devemos ser atuantes, digo participativa e aproveitar enquanto são crianças, pois hoje já na faculdade e namorando sério, estou meio esquecida kkkkkk, mais estou sempre junto com elas, aniversários, Natal, Páscoa e etc, mesmo sem vínculos sanguíneos somos uma grande família.
    O grande barato é que a irmã mais nova me chama de dinda também e as vezes rola uma cena, kkkkkk
    Sempre agradeço a minha comadre pelo grande presente, ou seja, o de me dar sua primogênita para ser madrinha. E olha que nesses 21 anos além de fortalecermos nossa amizade, pois eramos duas crianças com um bebê, brincamos, discutimos, brigamos, fizemos as pazes, mais nunca deixamos nada abalar a minha relação de madrinha e afilhada.

  221. claudia

    tenho algumas considerações sobre esse assunto. a madrinha tambem quer reciprocidade na relação. A madrinha gostaria de ser lembrada do seu aniversário. A madrinha Gostaria ser visitada e ate presenteada pelos afilhados, ainda que fosse um singelo telefonema. cabe aos pais ensinarem isso aos filhos e incentivar esse laço.

  222. Raquel v santos

    mim arrependo muito com os padrinhos de batismo dos meus filhos.nunca ta presente eles sempre reclamam,mas também os padrinhos de crisma eles amam nas horas boas e ruim sempre apóiam aconselha. e mais que padrinho e pai amigo isso mim deixa mais aliviada sei que posso contar sempre?

  223. Vanessa

    vou dar meu depoimento como afilhada pois ainda nao sou madrinha, mas quando for gostaria d ser um tiquinho do que minha madrinha é p mim. Ela é minha madrinha e tia tambem, minha segunda mae me ama igual como ela msm diz só nao nasci dela kkk, sempre esteve presente na minha vida em tds momentos, bons e ruins, ajudou meus pais a me criar, morou em casa até meus 5 anos,eu a amo demaisss igual amo minha mae nao tem diferença alguma so q ela nao mora na msm casa q eu kkkk. A 11 anos atrás quando eu fiquei muito doente com um tumor e quase morri, çela acabou tendo um surto psicológico na época, graças a Deus tudo passou e tanto ela quanto eu ficamos bem. Meus primos filhos dela sao como irmaos amo muitooo tb,sinto muita falta deles e da minha madrinha q se mudaram p Bahia a 5 anos. A saudd até dói no peito, as vezes parece q sinto o cheirinho da casa dela e da sua comida

  224. Santina

    Olá, muito bem colocado todas questãos, sou palestrante de batismo e é exatamente isso que passo aos padrinhos
    e pais. Parabéns.

  225. Claudia

    É com essas 10 regras de madrinhas vi que sou uma má madrinha ,mas prometo que vou melhorar.

  226. Maria Eduarda

    Minha madrinha é tdo isso e mais um pouco!!!

  227. Reylene

    Comprovando que a nossa escolha foi certa! Feliz demais com as dindinhas dos meus filhos, Guilherme e Beatriz.

    • Reylene

      Feliz com as dindinhas Fernanda e Mariele e as dindas Renara e Régia.

  228. Joyce

    Escolhi a Madrinha perfeita para minha filha,e se hoje eu morresse saberia que ela seria uma mãe perfeita para ela,pois ela se encaixa em todos os intens citados acima.

  229. Maria Tereza Miggiorin

    isso é muito importante. Me alertou para o fato de que amo meus afilhados e não estou sendo a madrinha exemplar. Devido a distancia. Não tem desculpa preciso de qualidades de atenção para meus afilhados.. obrigada

  230. Maria Tereza Miggiorin

    serei uma madrinha melhor

  231. Katia

    O padrinho e a madrinha da minha filha ele é irmão do meu marido, eles foram escolhidos por terem sido bem presentes durante a gravidez e depois do nascimento . Só que de uns tempos para cá eles ficaram distantes. Não lembram do aniversário dela e esquecem disso se eu não ligo lembrando de algo que eu quero a presença deles eles dão uma desculpa. Acho que os filhos deles deixam eles mais pra lá e a saúde dos pais também alterou. Eu fico chateada com a distância deles , já que eu sou apaixonada pelos sobrinhos do meu marido. Tem como reverter tudo isso. Me ajudem.

  232. Marco

    Olha que legal, gosteiii

  233. Poliane

    Eu acertei em 1 escolha… Já nas outrassssss ai meu Deus!

  234. karla

    Adorei o post, enviei para minha amiga que escolhi para madrinha do meu filho, ela nao trm nenhum quesito para uma boa madrinha. Mas tenho vergonha de dizer que nao a quero mais como madrinha do meu filho 🙁 gosto muuuuuuuito dela mas sempre pensei da mesma forma do poste. Espero que depois que ela ler ela mude. Isso se ela ler.

    • Daniella

      É melhor trocar agora, do que ficar arrependida pelo resto da vida como eu… Se ela já dá sinais de que não será boa madrinha, troca urgente.

  235. Jaciara negreiros

    Postagem perfeita!!! Adorei obrigada pelas dicas

  236. eliani

    Gostei muito das dicas,e fiquei muito feliz em saber que a madrinha da minhs filha se enquadra em todas atitudes,e que eu tbem da minha afilhada.Sera muito bom e importante para as maes escolherem as madrinhas com mais criterios.
    Vslru muito as dicas!bjo.

  237. Camila

    Adorei! Acabei de receber da mamãe da minha futura afilhada. Estou muito feliz por ter sido escolhida e pretendo deixá-la feliz e orgulhosa pela escolha, rs. Beijos.

  238. Elenir Rosália da Silva

    Bom dia!
    Muito bom essas dicas.
    Infelizmente aconteceu comigo.
    Fiz uma escolha não muito satisfatória.
    Meu filho tem 28 anos.
    Somente nos primeiros dois anos de idade que os padrinhos tiveram contato com ele.
    Até hoje não temos congado algum.
    Meu filho adotou meu cunhado e esposa como seus padrinhos.
    Mas, sinto que ele guarda essa frustração. Pois ele lembra um pouco deles, mas com bastante recebimentos.
    Na verdade não gosta de falar sobre isso.
    Eu, nem se fala, fico muito triste.
    Tudo que foi apontado no seu conteúdo era exatamente o que eu esperava desses padrinhos. Mas..
    O tempo passou!!!
    Um abraço
    Elenir.

  239. marina

    infelizmente não é assim que acontece, mas deveria !o que se vê são muitos padrinhos ausentes ou totalmente desaparecidos.

  240. cássia

    Adoreeios tópicos, mas pra mim faltou o principal:ajudar na criação espiritual da criança. Batismo é um sacramento cristão, o primeiro deles, e é por ele que somos inseridos na Igreja de Cristo… Esse é o real intuito e significado. Todos essas ações listadas são lindas e é gratificante quando vemos alguem agir assim com nossos filhos, mas eu como tia exerço todos eles. É para a vida em Cristo que somos batizados e é essa a principal e maior responsabilidade dos padrinhos. Beijos, parabéns pelo texto!

  241. EDI

    amei e fiz uma ótima escolha.

  242. carla

    Amei isso tudo q eu penso como madrinha,e é exatamente isso q eu quero pro meu filho.E os padrinhos(as)q escolhi são exatamente como eu esperava.
    Desse jeito todo e super preocupado com meu bebê

  243. ARLETE

    Muito bem detalhada essa matéria
    Gostei.

  244. lyrian

    Adorei os 10 itens tem tudo haver mesmo!!!!

  245. Quel

    Gostaria q meu filho fosse batizado novamente. Muito arrependida!!!

  246. Claudia Denise Pereira Leite

    Olá! Me perdoem discordar totalmente desse texto. Não vejo necessidade alguma de se escolher duas pessoas que se sintam na obrigação de cumprir com esses dez quesitos. E e por isso que há tanta frustração por parte de todos os envolvidos. Qualquer pessoa pode desempenhar este papel sem ser escolhido para ser madrinha ou padrinho. Pois a primeira coisa que deve haver e empatia entre a pessoa e a criança, e isso só o tempo revelará. Os pais ao escolherem, pensam na empatia que eles tem no momento e que nem sabem se continuarão tendo. Infelizmente tbm há muito jogo de interesse nessa relação. Penso que caso a criança queira ter padrinhos, ela mesma deverá escolher quando já tiver um mínimo de entendimento. Assim, as chances de todos ficarem satisfeitos e bem maior.

  247. cleide

    Tenho trez afilhados lindos que são um bênção de Deus. Inclusive um fez aniversário ontem tem 35anos e psrece que ainda é um bebezinho para mim, nao tenho muiti contato com ele porque mora em outro estado.mas nos falamos sempre que possível. Sou muito feliz por te los em minha vida

  248. Maurício Almeida

    É a pura verdade. Sempre falei como minhas filhas sobre essa escolha e preocupação. Porisso que os afilhados puxam para os padrinhos.E numa eventual ausência(perda) dos pais? É aí que entra o lado espiritual e religioso.

  249. Silvia

    Belíssimo post. Só faltou uma coisinha bem importante: Ajudar os afilhados no itinerário da Fé. Ensiná-los a orar é dever dos pais e padrinhos. Sem uma educação para a fé, o Sacramento vira um ritual social sem o menor sentido.

    Beijos, dinda Silvinha!

  250. Rosi

    Acho que colocar tudo isto em prática não depende só da madrinha, mas também dos pais. Muitas vezes é conveniente para os pais escolher “os padrinhos”, porém eles esquecem que o principal é desde cedo ajudar a promover a convivência da criança com os escolhidos. Muitas vezes isso não acontece porque na verdade a intenção não é ter os padrinhos para que estes participem realmente e sejam de fato importantes emocionalmente na vida da criança, mas só materialmente.

    • Rosi

      Em resumo, os pais tem que entender que não são só os padrinhos que tem que correr atrás para conquistar afeto dos afilhados como loucos, dar presentes o tempo todo ou socorrer financeiramente para bancar a festa de aniversário. Os padrinhos querem e devem ser especiais e buscados pelos pais e pelo afilhado(a) para a convivência e troca de afeto.

  251. Jaqueline

    Adorei a lista infelizmente fiz escolha errada de madrinha para par meus filhos filhos

  252. luana Cristina de Oliveira

    Eu tenho três afilhados duas meninas e um menino. Cada um em uma idade diferente(um de 3,7 e 12anos), eu ganhei eles muito nova. O primeiro com 13 anos ainda na barriga da mamãe dele. E as minhas afilhadas já grandinhas. Eu os amo demais, se é preciso chamar atenção eu chamo vou na escola, me acho presente, eu reconheço que sou mais presente na vida do mais novo. E uma coisa que sei que é errado mais amo fazer é mimar eles. Mais ser madrinha eu acho que é ser presente, ser companheira, ter uma grande amizade porque aquela criança se torna o seu filho também. Não tive minhas madrinhas muito presentes então tudo que não recebi tento passar e dar pra eles. E o que mais cuido neles é os valores, pois eles serão o futuro de amanhã.

  253. Milena

    Adorei o post, mas acho que os pais também precisam permitir que tudo isso aconteça. A madrinha não pode apenas querer, tem que ter esse convívio permitido pelos pais.

  254. flavia

    E se a madrinha morar em estado diferente pode fazer tudo isso e em periodos de ferias não é!?

  255. graciele

    Boa noite ! Bom como vc eu tenho dois filhos e tenho certeza de que escolhi perfeitamente as madrinhas deles que ,estão sempre presente na vida deles,eu também tenho uma afilhada lindo e amo quando estamos juntas sou a famosa madrinha coruja. Adorei as dicas.

  256. Fernanda

    Sou feliz pela escolha que eu fiz da madrinha de batismo e de consagração da minha princesa

  257. roselane steinbach

    ñ poderia ter feito escolhas melhores para meus filhos.

  258. Carina

    É muito importante a ligação com a madrinha, mas acho que os afilhados também devem lembrar da madrinha em datas comemorativas,respeita, fazer ligações se preocupa com a madrinha também é uma troca de carinho e respeito pelos dois.

  259. Marco ribeiro

    Bom tema!
    Dia desses no trabalho, duas amigas falavam sobre escolher parentes ou não para madrinha. Sugiro que aborden também,a origem e função real perdida, dos padrinhos de casamentos. Deixo uma pergunta:Esse costume de eleger madrinhas é padrinhos é cultura religiosa?

  260. iraci

    Sou madrinha da izabele me encaixei em todos os itens…amei o texte muito. Real obrigada…

  261. Rosana

    Olá , adorei.
    Eu escolhi super bem as madrinhas dos meus filhos, pois amam e são amados por elas e são muito presentes em todas as horas. Eu sei o que significa padrinhos na religião, mas acho que eles tem que ser como você falou, não é só para levar para religião, e sim participar da vida dos afilhados .

  262. Rosângela

    Amei as dicas, tenho pouquíssimo contato com meus afilhados,

  263. regina ibaldo

    Eu nao poderia ter feito escolha melhor!me cinto muito feliz e satisfeita com a dinda Bia e o dindo Rodrigo .

  264. Luciana

    Infelizmente nem sempre está relação é tão simples, uma das minhas afilhadas veio de uma relação de amizade de 20 anos que devido a avios motivos se destanciou… Nem sempre a mãe tem essa visão de que os sentimentos valem mais que os itens materiais! Meus presentes sempre foram tachados como (preferia que não desse nada), a mãe queria que a minha presença fosse total oque nem sempre é possível pq tds temos uma rotina, nunca fui convidada para participar de nenhum evento escolar, nunca fui convidada para nenhum passeio em família, os convites surgiam sempre se minha parte e a criança ia sempre sozinha.. Enfim há relacionamentos que dificultam essa relação! Não sei praticamente nada sobre gostos, sonhos e desejos, os presentes levo junto para que ela escolha e nosso contato se restringe até mesmo pela mãe ter muito ciúmes pelo fato de eu ter outras duas afilhadas e afirmar que faço diferença entre elas! O ser humano é complicado e muitas vezes incompreensível!

  265. Somara Cardoso dos Santos Andreata

    Olá Pessoal !!!

    Sensacional esta matéria !!! AMEI ! Penso exatamente assim !
    Com a Graça de Deus eu e meu marido somos privilegiados ; pois somos padrinhos de 03 crianças e tivemos a maravilhosa notícia semana passada que fomos escolhidos p/ batizar mais um anjinho !!
    E nosso filho , príncipe Breno também foi acolhido com muito amor e carinho por seus padrinhos abençoados !

    Obrigada por compartilharem conosco pensamentos e propostas do dia a dia !

  266. ARLETE

    NO MEU CASO JA NAO TIVE A SORTE DE ESCOLHER A MADRINHA PRO MEU FILHO , ME ARREPENDO MUITO SE EU PUDESSE BATIZARIA ELE NOVAMENTE .

  267. Ieda

    Meninas

    Adorei esta materia, parabéns pelo trabalho!

  268. silvana

    me sinto frustada pois não fiz uma boa escolha os padrinhos da minha filha são ausente e não tem contato com ela há pouco tempo completou seus 15 anos enada de lembrar dela,fico chateada pois com a intrnet atodo vapor e as pessoas fazem questão de ser ausentes ou simplesmenteviver no faz de contas !fica meu desabafo.

  269. Eli

    As melhores madrinhas escolhi para meus 4 filhos.

  270. vivian

    Sou madrinha das três sobrinhas e amoooo ahh participo muito…

  271. dayane demetrio

    Eu já sou madrinha eu amo de mais meu afilhado do amor carinho já ensino o certo e o errado em julho ele faz um aninho e a madrinha babona aqui ta ansiosima pra esse dia chega . quando ele nasceu a primeira a chega no hospital foi eu lá ajuda e já amei des do momento em que peguei ele nu colo e disse meu afilhad

  272. VIVIANE

    Muito Bom, parabéns pela matéria! Vou ser a Dinda do Eike, e agora já me sinto um pouco mais preparada para este presente maravilhoso que é ser MADRINHA.

  273. Bianca

    Bem eu esperava e muito mais da madrinha da minha filha mais velha. Nem na primeira comunhão ela não esteve presente. Sinto muito a falta que ela nos faz.
    Enquanto a madrinha do Meu menino tbm anda muito afastada nem na minha casa ela não vai, chama o meu filho no portão e ali fala rapidamente com ele e vai embora. Da caçula ainda e um pouco presente mais no dia a dia de cada um fica dificil mais como moramos na mesma rua o contato fica melhor.

  274. Adriana Dias

    Infelizmente a madrinha do meu filho mora em outra cidade, por isso, nenhum tópico é aproveitado! Mas gostei muito dessas palavras. Qdo eu for escolhida para madrinha farei tudinho assim!

  275. cristina

    Bom,já se perguntou o que os padrinhos esperam? No mínimo esperam retribuição. Apenas para lembrar padrinhos também fazem aniversário, e são como os pais também comemoram os respectivos dias dos pais e das mães. Padrinhos desejam também ser lembrados e que os pais ensinem aos afilhados que o carinho e respeito é de ser de ambas as partes. E falo isso porque tenho 32 anos e todos os anos visito meus padrinhos em seus aniversários e em dias comuns também, só para saber como estão. Fiz questão que dois dos meus convites de formatura fossem deles. E quando era criança todas as lembrancinhas de dia das mães e dos pais eu fazia em dobro, sempre para os meus pais e padrinhos. O que vejo não são pais buscando padrinhos, mas sim mais pessoas para mimar seus filhos porque só os avós não são suficientes. Outro dia minha afilhada me perguntou “você sabe quantos anos tenho? e o dia do meu aniversário?”. Quando respondi que sim e questionei “e você, sabe o dia do meu? E quantos anos eu tenho?”. Claro, ela não sabia.

  276. Joelma

    Olá adorei a matéria das madrinhas de nossos filhos,mas!!!!Sou madrinha mas os pais da minha afilhada não gostam muito quando quero participar,leva-la para sair,sinto que tem ciumes de nós duas,ela é muito carinhosa,mas os pais!!!!Querem só presentes caros ,a mãe cobra isto …..pode!!!!!que faço?

  277. solange

    Faltou o mais importabte, segundo o Catolicismo,Padrinhos assumem compromisso com Deus escolhendo uma religião junto dos pais para seus afilhados,somente na igreja catolica tem batismo com “patrinhos”,
    Deve guiar as crianças no caminho de Jesus, apresentando a elas o evangelho ensinando sobre a religião que escolheram e assumiran perante ao Pai.
    É uma pena que muitos hoje em dia batizam por tradição, acham que tem compromisso de crianção com seus afilhados e acabam não se atentando ao mais importante,por isso que muitos desses pequenos quando crescem não vão a igreja,haaa mas com certeza alguem deixou de assumir este compromisso.

  278. eliane ribeiro

    amo ser madrinha

  279. sheila

    Os padrinhos escolhidos para meu filho, foram os piores. Sera que consigo reverter junto a igreja?

  280. Paula

    eu tbem amo de + a madrinha q escolhi pata minha filha.

  281. Andrea de Oliveira

    Já que vcs escreveram as 10 atitudes que uma madrinha deve ter, vcs deveriam escrever TB as 10 que os afilhados e pais deveriam ter com nós.

  282. fernando

    Olá !

    A paz de Deus esteja convosco e com vossos e vossas leitoras.

    Parabéns pela tão bela explanação sobre o que os padrinhos fazem que conta. Por exemplo, fiz o curso para ser padrinho de meu afilhado e percebo que se os palestrantes tivessem tido, à época, acesso a este material, seria muuuuito bom. Você resumiu muito bem. Assino em baixo.

    Não podia deixar de fazer menção a meu irmão, amigo e compadre Rafael, pois graças a ele tive acesso ao vosso site. Se todos os país fizessem o mesmo seria de grande ajuda para padrinhos de primeira viagem como eu.

    Desejo-lhe saúde, sucesso e alegria.

    Att.
    Fernando.

  283. Nayara

    Não sou mãe ainda, estamos em planos eu e meu esposo, mas assim que nós dermos passo aviso, mas tbm vai ser nosso primeiro, tenho muitas coisas a aprender! espero que eu escolhe uam ótima madrinha para meu filho ou filha!

  284. Edina

    Eu infelizmentee decepcionei com a escolha. Por mim na época não seriam o casal. Hj meu filho não tem contato nem um com sua madrinha nem padrinho. E me diz Pq vcs escolheram eles eu não gosto. Não sei Pq mas sabia q iria acontecer.

  285. maria

    Muito legal.
    Só lembrando de um COMPROMISSO DOS PADRINHOS eh compromisso de educa-los na FÉ cristã.

  286. FATIMA CARNIÇA

    a MADRINHA DA MINHA FILHA É A MELHOR DO MUNDO

  287. euphrozina dantas

    Eu sou uma madrinha muito amiga dos meus afilhados.

  288. érica cristina de oliveira

    Eu escolhi uma pessoa da família, que mora na mesma cidade, que gosta de crianças, para que fosse uma madrinha presente, mas infelizmente foi o maior erro da minha vida! Durante o primeiro ano de vida dele, a madrinha até foi razoável, mas depois que própria filha dela nasceu, deu-se início, só por parte dela, de uma competição, uma comparação, uma grande inveja por meu filho poder ter e SER o que a filha dela não tem e não é. O que recebo de elogios pela boa educação do meu filho, ela recebe de críticas e reclamações da escola pela insuportabilidade da filha dela… e foi aí que ela começou a despejar ódio, inveja, maldade… enfim, todas as suas frustrações pra cima do meu filho, ainda criança, que não tem culpa das sandices da madrinha. Esse é o único arrependimento que tenho em minha vida e gostaria de pedir a vcs que fizessem uma ma´teria sobre “como anular o apadrinhamento”. Obrigada.

    • Eliana

      Também gostaria de saber se posso trocar a do meu filho.

  289. edlaine

    Vc poderia escrever o que nós madrinhas esperamos dos país dos nossos afilhados, pq eu estou disposta a ser tudo isso de um de meus afilhados, mas os pais simplesmente nos excluiu da vida do menino

  290. cida santos

    A minha neta Sofia está chegando e não tenho dúvida que a madrinha dela vai ser assim

  291. cida santos

    A minha neta Sofia está chegando e não tenho dúvida que a madrinha dela vai ser assim.

  292. joelmacristianemoura

    Gostei! Penso da mesma forma , pena que estou agindo diferente. Preciso começar à refletir sobre isso. Carolina a madrinha te ama!

  293. Vanessa

    Infelizmente não soube escolher a madrinha para minha filha, minha filha tem 3 anos e nem conhece ela

  294. Regina Baptista

    Interessantíssimo o artigo. Sou insatisfeita com os padrinhos de minha neta. São e estão distantes. Péssimas escolhas do meu filho e nora. Só a madrinha de consagração está sempre presente. Vou compartilhar com os padrinhos este artigo, talvez eles se manquem né? Obrigada!

  295. marilia vieiraRodrigues

    seria muito bom que todas as madrinhas soubessem a importância e o quanto elas são especiais para seus para seus afilhados .

  296. Mônica Macedo

    Ser companheira acima de tudo
    Estar ao lado em todas as situações.

  297. Mônica Macedo

    Madrinha :
    Ser companheira acima de tudo
    Estar ao lado em todas as situações.

  298. Camilla

    Boa noite… Achei bem interessante, minha afilhada é uma linda. Ela pequenina já pedi para a mae dela para ligar p falar com a Dinda e me respeita, cumplicidade total entre eu, ela, pai, mae e irmão.

  299. edenis tavares da silva

    eu estou muito feliz com as escolhas das madrinhas de minhas duas filhas sei que poço conta com elas sempre e estão sempre presente na vida delas

  300. Zaydan

    Estou muito feliz com minhas escolhas. Tenho dois filhos e as madrinhas são perfeitas! O padrinho do meu segundo filho então… É 10!

  301. Isabel m. Silveira

    Adorei ler esse artigo porque faço isso sempre.Tenho exatamente essas atitudes, principalmente com o meu mais novo afilhado: o Bernardo.Amo todos eles, de coração.

  302. Solange

    Ola gostei muito da materia … Pois sou mãe de tres e todos batizados…
    Não fui muito feliz com a escolha da madrinha da minha filha mais nova,mas fazer o que né … escolhi de coração,pois achava que iria ser bom ,mas a pessoa não soube reconhecer o valor que uma mãe da quando escolhe a madrinha para seu filho … Com meus filhos mais velhos tenho certeza que escolhi bem,pois procurei em todos os momentos escolher madrinhas que representassem este papel de verdade,como madrinha,não como a pessoa que da presentes…
    Somente ser presente ja é o que basta !!!!

  303. Paulo cardoso

    Sem comentário acrescentar

  304. roselene

    Bom fui uma madrinha até quando pude, pois minha afilhadafoi muito malcriada e não respeita ninguém. Até que um diae desentendimentos com ela, e hj não temos mais vínculos. O que me aconselha??

  305. Ivan Fonseca

    Odeio a madrinha da minha filha , ela e uma pessoa seca, mal amada. eu não a escolhi para ser madrinha infelizmente nisso não pude fazer a minha esposa que escolheu, ela como madrinha da minha filha e legal,mas como COMADRE e péssima, odeio, me trata com despeito , sô e boa comigo quando precisa, se tivesse uma bomba eu jogava , sem do e sem piedade, parece que pra essa pessoa sou um estranho .. .. .

  306. Eliana

    Fico triste em saber que a madrinha do meu filho não faz nem 1% da relação acima, se quer ela liga no aniversário dele, escolhi ela como muito amor, mas a minha decepção esta sendo muito grande. Alguém sabe me informar se posso trocar de madrinha??

  307. lucicleide

    Infelizmente não tenho contato nem convívio com a madrinha de meu filho. Fico muito chateada quando ele fala que sente saudades dela e que quer ir à cada dela.
    o afastamento é da parte dela.
    Eles são ótimas pessoas mas não procuram ter noticias e nem em datas especias.

  308. FRANCISCO DIAS VIEIRA

    MUITO BOM ESTES COMENTÁRIOS AGENTE ACABA SE ESQUECENDO QUE É PADRINHO O TEMPO PASSA QDO AGENTE PERCEBE O TEMPO JÁ PASSOU

  309. Marizete de Fatima This Cordeiro

    Otimo! Muito importante para que as madrinhas saibam caminhar junto com os afilhados não so batizar e mais nada…

  310. Andriea

    Oi fiz a escolha certa dos padrinhos da minha filha eles são os segundos pais dela. Já no caso do meu filho a madrinha é sempre presente prestativa segunda mãe já o padrinho não vem ver meu filho faz quase 5 anos. Se pudesse eu mudaria de padrinho.

  311. Sonia Maria

    Ser madrinha não é presente e sim presença ainda não achei ninguém compatível para ser madrinha do meu filho alexandre

  312. Aline

    Sou madrinha de consagração. E isso não me deixa de ser tão importante quanto a madrinha de batismo. Sou presente na vida da minha afilhada, ajudo na educação, aconpanho ela desde que ainda era uma sementinha beeeem pequenina. Temos uma ligação muito forte, e respeito que tem por mim é incrível. E ela só tem 4 anos.
    Eu e a mãe também temos uma ótima relação e ela sempre me fala “você é a segunda mãe dela” e assim ela me deixa livre para repreender quando faz alguma coisa que não devia. Eu tenho esse espaço de ser a super madrinha mas também tenho esse dever de “puxar a orelha” e ensinar o certo. Amo demais e sinto que é recíproco. E quanto a pedir coisas, eu já a ensino desde beeem pequenina que ganhamos as coisas por merecimento. E ela ja ficou sem presente no Natal por não se comportar. Ela chorou, ficou brava mas depois entendeu. Ai sim eu dei seu presente e expliquei mais uma vez o porquê daquela situação.
    Eu amo ser madrinha. E amooooo demaiiiis minha aFILHAda.

  313. socorro

    Que pena.. O pai da minha filha escolheu mal os padrinhos dela. Acho que a madrinha dela deveria ter procurado saber todos esses deveres.

  314. Hilda Carneiro Medeiros

    Eu sou uma Madrinha coruja..kkk…adoro meus afilhados.
    Concordo plenamente com todos os 10 itens dessa mensagem.

  315. nanda nascimento

    Eu estou contente com uma parte da minha escolha, pois a outra parte me decepciona demais, não estar presente e não se importar com o crescimento dela é a minha maior reclamação, acho que aparecer só nas datas festivas pra dar um ” presentinho”, não é ser padrinho é ser um mero conhecido da família!!! Só acho!!

    • Daniella

      Concordo plenamente Nanda

  316. juliana

    Você falou tudo, ótima essa sua matéria.
    Parabéns.

  317. Reyli

    Muito lindo!!!! Pena que não tivemos essa sorte. Fiz uma escolha e com certeza não foi a acertada, me arrependo muito, mas infelizmente agora não dá mais para voltar atrás.
    Tenho sem dúvida muita tristeza por não ser como imaginei.
    Meu pequenino só tem 3 aninhos ainda não entendi, mas já estou me preparando para quando sentir a ausência e cobrar.

    • Eliana

      Acabei me afastando do meu afilhado, pois era muito cobrada pelos pais, chegava ser insuportável, não aguentei a pressão, hoje me arrependo de ter aceito o convite vou viver com isso para sempre

  318. Nilva

    Com amor, carinho e fé, vamos fazer o que pudermos, para fazer Maria Antônia bem feliz! Beijos.

  319. Alexandre Guerreiro

    Só não gostei do nome do blog…porquê que em nosso país pra uma coisa ter valor…tem que ser americanizado???????????? que tristeza.

  320. Eliana

    Minha mãe faleceu há 11 anos atrás e desde ai não vejo minha madrinha, ela nem me procura, hoje eu tive a inciativa de procura-lá no facebook e falar com ela, ela falou que ficou feliz, porém fica difícil de acreditar, pois ela teve 11 anos para me procurar e nunca me ligou.

  321. Daniella

    Fiz a pior escolha da minha vida! Me arrependo profundamente! Gostaria muito de poder voltar atrás… Infelizmente não posso.
    Escolhi uma madrinha que nem lembra que o meu filho existe, nunca veio na minha casa para ve-lo, e nunca liga para saber como está meu filho… E olha que ela é Tia dele. Não faz nenhum dos dois papeis! 🙁

    • Adriana

      Poxa!!!! Mesma coisa acontece comigo!!! Padrinho da minha filha é o meu irmão é a madrinha a esposa dele!!!!
      Nem ligam pra saber se edtá bem!!!
      A ignoram totalmente!!!!
      E posta na internet amor eterno aos outros afilhados. Acho que poderia haver uma segunda chance de batismo!!!
      Já teria até o casal certo!!!!

  322. simone

    Me sinto muito feliz, pois eu tenho essas atitudes com minha afilhada e também com a sua irmã.

  323. Rosilene

    Estou muito feliz com a escolha dos padrinhos e madrinhas dos meus dois filhos

  324. Carla

    Olá tenho uma amiga que queria muito que eu fosse madrinha da menina da a cabo que não deu certo a igreja não permite eu ser solteira e eles ajuntados ai mesmo assim a menina me chama de dinda tenho um amor imenso por ela moram longinho daqui mas sempre presente amo aquela pequena

  325. Aurora

    Oioi pessoal, estou super contente e emocionada, descobri que vou ser madrinha do filho de um primo muito querido, hoje descobrimos o sexo do bebê, é um menininho, Pedro Lucca. Apesar da distância, quero estar muito presente na vida dele, passar sempre uma imagem de companheira, alguém em quem ele possa confiar, apesar da distância, quero fazer uma visita pelo menos 1 vez no mês, acompanhar o crescimento e o desenvolvimento dele é muito importante pra mim!!! Com essas dicas sei o que esperam de mim kkkkk Estou bem empolgada com o nascimento dele, que será em Agosto! Me desejem sorte <3 beijos…

  326. Mayara Lisboa

    Olá mamães do Brasil.

    recentemente me deparei com este post no mural da minha “cumadre”. Eis a surpresa, pois senti o mesmo direcionado para mim, pois recentemente fui cobrada sobre minhas obrigações como madrinha. Confesso que apadrinhar alguém é um negócio delicado.

    Quando minha amiga de infância me contou de sua gravidez eu torci e me alegrei como nunca, senti as primeiras emoções junto com ela! Mas porque como nunca? Ora queridos, pois até então, na minha inocente juventude eu era a pessoa mais contra crianças que minha amiga conhecia, nunca desejei ter filhos e crianças, nem mesmo meus parentes, me enxiam os olhos, ou me faziam suspirar dando sorrisos sem sentido.

    Não sou uma pessoa que trata mal, muito pelo contrário, só não aceito qualquer atitude tola sem uma reprimenda, primeiramente porque não fui criada assim, tive disciplina e pais que me educaram, diferente de muitos hoje em dia.

    Então eis a surpresa ao ser eleita madrinha e mesmo deixando claro todas minhas características peculiares com os pequenos, BAMMM! Fui contratada para o emprego! E eu aceitei de coração aberto, achando que seria da mesma forma que meus padrinhos sempre agiram comigo, com carinho, sem cobranças e obrigações! E olhe bem que via meus padrinhos 1 vez ao ano e sempre tratei eles, até hoje da forma mais amorosa possível, mesmo com meu padrinho cobrando do meu pai por cada centavo de um presente que me dava. Vejam bem!

    Minhas responsabilidades:

    – Dar descanso aos pais, para que eles pudessem namorar enquanto eu cuidaria da minha afilhada. Eu até concordei discordando, pois realmente pensei “poxa precisam de um tempo à sós”.
    – Participar ativamente da educação da afilhada. No sentido de compartilhar com a mãe dos mesmos princípios educacionais.
    – Estar presente, ao menos uma vez por semana, na casa da afilhada para brincar com ela, pois o padrinho da mesma sempre o fazia! Vejam queridas mamães, dormir junto com um casal no mesmo quarto! Ok?
    – Participar das festas de aniversário, contribuindo de forma “voluntária” com decoração.
    – Receber conselhos de como meus pensamentos em relação a crianças estavam errados e eu tinha que mudar de ideia em relação a filhos!

    Resumindo, eu era estudante e estagiária e minha situação de estudante era complicada, pois estudava as vezes durante o dia todo, tempo pouco tempo para minha própria vida. Mas minha condição como pessoa não era levada em consideração, pois a da criança era mais importante! Segundo, financeiramente não me sustento, ainda sou ajudada pelos meus pais. Em relação a princípios guias de uma vida ajustada eu e a mãe da criança pensávamos diferente. Quanto a LIBERAR o casal para fugidas românticas enquanto eu cuidava da afilhada, meu pai sempre disse

  327. Mayara Lisboa

    Olá mamães do Brasil.

    recentemente me deparei com este post no mural da minha “cumadre”. Eis a surpresa, pois senti o mesmo direcionado para mim, pois recentemente fui cobrada sobre minhas obrigações como madrinha. Confesso que apadrinhar alguém é um negócio delicado.

    Quando minha amiga de infância me contou de sua gravidez eu torci e me alegrei como nunca, senti as primeiras emoções junto com ela! Mas porque como nunca? Ora queridos, pois até então, na minha inocente juventude eu era a pessoa mais contra crianças que minha amiga conhecia, nunca desejei ter filhos e crianças, nem mesmo meus parentes, me enxiam os olhos, ou me faziam suspirar dando sorrisos sem sentido.

    Não sou uma pessoa que trata mal, muito pelo contrário, só não aceito qualquer atitude tola sem uma reprimenda, primeiramente porque não fui criada assim, tive disciplina e pais que me educaram, diferente de muitos hoje em dia.

    Então eis a surpresa ao ser eleita madrinha e mesmo deixando claro todas minhas características peculiares com os pequenos, BAMMM! Fui contratada para o emprego! E eu aceitei de coração aberto, achando que seria da mesma forma que meus padrinhos sempre agiram comigo, com carinho, sem cobranças e obrigações! E olhe bem que via meus padrinhos 1 vez ao ano e sempre tratei eles, até hoje da forma mais amorosa possível, mesmo com meu padrinho cobrando do meu pai por cada centavo de um presente que me dava. Vejam bem!

    Minhas responsabilidades:

    – Dar descanso aos pais, para que eles pudessem namorar enquanto eu cuidaria da minha afilhada. Eu até concordei discordando, pois realmente pensei “poxa precisam de um tempo à sós”.
    – Participar ativamente da educação da afilhada. No sentido de compartilhar com a mãe dos mesmos princípios educacionais.
    – Estar presente, ao menos uma vez por semana, na casa da afilhada para brincar com ela, pois o padrinho da mesma sempre o fazia! Vejam queridas mamães, dormir junto com um casal no mesmo quarto! Ok?
    – Participar das festas de aniversário, contribuindo de forma “voluntária” com decoração.
    – Receber conselhos de como meus pensamentos em relação a crianças estavam errados e eu tinha que mudar de ideia em relação a filhos!

    Resumindo, eu era estudante e estagiária e minha situação de estudante era complicada, pois estudava as vezes durante o dia todo, tempo pouco tempo para minha própria vida. Mas minha condição como pessoa não era levada em consideração, pois a da criança era mais importante! Segundo, financeiramente não me sustento, ainda sou ajudada pelos meus pais. Em relação a princípios guias de uma vida ajustada eu e a mãe da criança pensávamos diferente. Quanto a LIBERAR o casal para fugidas românticas enquanto eu cuidava da afilhada, meu pai sempre disse QUEM PARIU O MATEUS QUE O EMBALE! Mas juro que até ai, isso tudo antes da criança completar 1 ano de idade, me resignei e tentei ser uma pessoa que participava, mesmo com pouquíssimo tempo e aptidão.

    MAS O MOMENTO DO ROMPANTE foi a falta de consideração da mãe da criança, que por birra com o ex-marido, ignorou a tão querida cumadre, mais conhecida como a “vaca que escolhi como madrinha da minha filha”, no aniversário de 1 ano desta. Vejam bem, emprestei dinheiro para a festa, pois no dia não tinha como ajudar, e me prometeram que devolveria, na data planejada para o pagamento, não recebi e minha mãe teve que cobrir o valor que emprestei e aguardar a minha amiga vir me pagar, em prestações! Sobre a festa? BOM DIGAMOS QUE PARTICIPEI COMO EMPREGADA NA COZINHA, pois muito sabiamente fui eleita para ir no sábado, dia anterior a festa, ajudar nos preparativos, pois fiquei a noite inteira na cozinha, mais a madrugada toda na cozinha, mais a manhã, a tarde e a NOITE do outro dia COZINHANDO< LIMPANDO E SERVINDO os convidados da festa da minha afilhada. Costurei no corpo da minha amiga o vestido de Sininho, pois sim, ela se vestiu igual a filha, de fada e o vestido, com aqueles zippers invisíveis não aguentou! Sabe o que é costurar um tecido apertado, num quarto abafado, com cheiro de salgadinho? Não? EU SEI! Enfim, a noite só foi dai para a melhor, quando ouço o som dos parabéns e as fotos oficiais serem feitas e a madrinha ????? Figura indispensável na vida da criança? CADA QUE FORAM CHAMAR?

    Pode parecer frustração boba, mas MAMÃES, tenham consideração com suas amigas madrinhas! Porque da mesma forma que vocês querem que elas sejam presentes na vida dos seus filhos, elas também querem ser bem tratadas.

    A CRIANÇA NUNCA FOI TRAZIDA EM MINHA CASA, EU SEMPRE TENHO QUE IR ATRÁS!
    A AMIGA SÓ FALA QUANDO QUER ALGO DE MIM, PARA ME DAR BRONCA POR MINHA VIDA NÃO SER TÃO ACERTADA COMO A DELA E O MEU NAMORADO NÃO SER COMO O DELA E QUE MINHA RELAÇÃO NÃO DURARIA, POIS O QUE "COMEÇA ERRADO TERMINA ERRADO".

    MAMÃES, ALÉM DE CUMADRES, LEMBREM, A PESSOA QUE ESCOLHERAM JÁ FOI SUA AMIGA, MANTENHAM A AMIZADE!

    SER SINCERA É UMA COISA, SÓ POR PARA BAIXO A SUA AMIGA É OUTRA!

    E SIM, muito do porque me afastei da minha afilhada é por estar também afastada de minha amiga, aquela de infância! Então saibam escolher suas madrinhas, principalmente aquelas que gostam de crianças E NÃO ESQUEÇAM A RESPONSABILIDADE DE CUIDAR, EDUCAR, ZELAR É SUA, OS PADRINHOS SÃO UMA FIGURA, AQUELES QUE POR ALGUM INFORTÚNIO, ASSUMIRIA OS TRATOS COM O PEQUENO NA FALTA DOS PAIS E FAMILIARES, É UM PAPEL FIGURATIVO!

    E DIGO MAIS, PAREM DE IMPOR AS SUAS MADRINHAS, A NÃO SER QUE DE CORAÇÃO ELAS GOSTEM OU FAÇAM QUESTÃO DE ASSUMIR ESSE PAPEL, UMA RESPONSABILIDADE MAIOR QUE A DA FUNÇÃO!

    Agora não coloquem um texto desses, atribuindo a madrinha uma carga enorme de responsabilidades e esqueçam de que a relação é uma via de mão dupla!

    P.s: pra quem quer saber, mudei muito em relação a crianças, sabe porque? Porque amadureci! Deixei meu egoísmo e falta de compreensão de lado e passei a entender melhor as crianças. Isso aconteceu quando eu me tornei adulta!

  328. Elaine

    Q bom q acertei na escolha da madrinha da minha Carol

  329. vitoria uiane

    Eu amei esse site, porque eu sò madrinha de 2 criança ,vou face isso sempre, obrigado site pela dica

  330. mariatela

    Fico muito feliz de ter sido escolhida pra ser madrinha e penso da mesma forma a gente cuida como se fosse nossos filhos,pra mim é um prazer imenso.

    • renata hugenthobler

      Infelizmente não fui feliz com meus afilhados. A primeira vez que fiquei madrinha foi aos 18 anos e, no dia do batizado não pude comparecer pois estava com rubéola, então, minha irmã e meu irmão foram representar-me. Era numa outra cidade, distante 80km e a bebê era filha de um primo.Depois que fiquei bem fui visitar minha afilhada e nunca mais tivemos contato, meu primo vinha constantemente para a cidade onde moro, visitar outros parentes, mas nunca vinha na minha casa ou telefonava. Na época eu era muito jovem, solteira,estava na faculdade e também não contatei mais com eles, só que passados 30 anos começaram a cobrar a minha atitude de madrinha, porém, eu nem a conheço e não sei o que dizer. Também fiquei madrinha do filho do irmão do meu marido e, até hoje, ele (tem 29 anos) nunca chamou-me de madrinha. Sempre fui presente na vida dele nas datas especiais (aniversário, páscoa, natal, comunhão) mas mais discretamente, pois os pais não admitiam palpites na vida dele. E, por último, fui madrinha da unica filha da minha irmã(tem 20 anos hoje), fui muito presente, trazia para minha casa nas férias(sempre trabalhei), telefonei em todas as datas especiais, mimava, enfim, tentei ser uma boa madrinha. Quando ela fez a comunhão, não convidou-me, nem por telefone. Quando ela fez a crisma, comparecí sem ser convidada, e foi aquele susto, presença non grata. Até hoje não entendo as atitudes das pessoas, elas julgam aos outros mas não julgam o seu comportamento, ficam esperando por aquilo que muitas vezes não podemos dar. Esta minha afilhada tem uma coleção de madrinhas (seis ao todo, me incluindo) e eu a levei à pia batismal, minha irmã dizia na época que tinha que escolher todas estas outras madrinhas porque elas ficariam magoadas se não fossem escolhidas e, pasmem, assim a filha dela ganharia muitos presentes. E, para finalizar, as coisas não são fáceis nas relações humanas. Eu penso e fiz assim com meus filhos, que os pais devem levar os filhos até a casa dos padrinhos, ensiná-los a chamá-los de “madrinha ou padrinho”, agradecendo sempre por tudo, pelo carinho. Acho que isto também é uma questão familiar e religiosa. Escolher a madrinha e o padrinho é uma coisa séria, para toda a vida. Você já imaginou-se tendo um afilhado que nunca lhe chamou de “dinda”, por uma questão de educação dos pais. Sou professora de educação de crianças. Abraços.

  331. Sabrina alves

    Realmente é o que todas as mães esperam para seus filhos. Só que geralmente as pessoas que conheço se arrependen dos padrinhos que foram escolhidos.

  332. Dannieli de Souza silva

    Eu estou decepcionada .

  333. Claudia

    Nossa gostei muito até pq os padrinhos de minha filha não fazem isto, sabe é muito frustrante a pessoa lembra só p da um presente sabemos q hj nosso dia a dia é muito corrido mas nem p ligar p sabe cm a criança está…

  334. Fernanda

    Não estou feliz com a escolha que fiz minha filha não tem contato e o q vcs escreverem neste texto tem tudo haver com que as mae esperam parabéns pela materia.

  335. vanessa

    Adorei a dica ainda estou em duvida de que serao os padrinhos do meu pequeno e voce me ajudou bastante

    Obrigada

  336. Jesús Vieira

    A madrinha das minhas duas filhas,pra elas é sua segunda mãe.Ela é dedicada, companheira,prestativa, carinhosa…Eu acho que escolhi as madrinhas certas não tenho nenhuma duvida.Valeu comadres…Continuem assim…

  337. Maria Lúcia Baltar

    Estou satisfeita com a madrinha e padrinho que escolhi para minha filha

  338. Margarida

    Acho muito importante as madrinhas participarem com os e as afilhadas. Não só em presentes, mas ajudar na educação, saúde, e alimentação. e sempre junto com as mães compartilhar os ensinamentos delas e respeita-las.

  339. ADELÇINA BAIRRO DOS SANTOS

    ADORO MEUS AFILIADOS E ME SINTO HONRADA POR TER SIDO ESCOLHIDA PELOS PAIS MAS INFELIZMENTE NÃO PUDE ESTAR PRESENTE NA VIDA DE ALGUNS DELES PELA DISTANCIA OU PELO TRABALHO MAS SEMPRE QUE POSSO MANDO UM RECADO DOU UMA PASSADA EM SUAS CASAS PRINCIPALMENTE QUANDO CRIANÇAS NUNCA ESQUECI UMA DATA ESPECIAL PROCURO SEMPRE QUE POSSIVEL ME FAZER PRESENTE O MEU PRIMEIRO AFILHADO GANHEI COM 123 ANOS E DE LA PARA CA VIERAM MUITOS OUTROS AINDA AGORA EU TENHO QUE BATIZAR UM MENINO ELE ESTA COM FAZENDO 9 ANOS AI TEM QUE FAZER A CATEQUE ZE E POR VARIOS MOTIVOS NÃO PODE INICIAR AINDA AS VEZES E DIFICEL MANTER UMA INTIMIDADE MAS SEMPRE QUE POSSIVEL ME FAÇO PRESENTE

  340. Maria

    Não importa a idade do(a) afilhado(a).Tudo o que foi dito, deve ser a cartilha daquele que recebe de corpo e alma a criança e por toda a vida. Assim eu fui, sou e sempre serei presente na vida da minha menina.
    Amor incondicional.

  341. fran

    Faltou o item mais importante que é vivenciar a fé e levá-la ao caminho do SENHOR junto aos pais ou na falta deles.

  342. Camila

    Muito bom. Tenho 4 afilhados e sou exatamente assim com cada um. Só acho importante lembrar que a recíproca também é verdadeira ! Qual dinda não gosta de receber uma ligação no meio da semana do seu afilhadinho querido ? Ou qual dinda não gosta de receber um presente feito por eles mesmos ? Os pais também precisam fomentar e estimular isso desde criança…como toda relação é uma via de mão dupla.

  343. Maria Nazaré

    Amo minha pequena, Fernanda! Acho que a mãe dela não está decepcionada ..rsrs

  344. Rosana Machado

    Gostei muito, meus filhos tem excelentes madrinhas e padrinhos.

  345. Adriana

    bom dia, estou gravida de dez semana e gostaria de receber todas a dicas possíveis…bjux

  346. Martile Pereira

    Adorei, vou aproveitar essas dicas atitudes e palestrar no encontro de batismo para pais e padrinhos que participo em minha comunidade.. Amei!!!

  347. Creuza

    Gostaria muito de preencher todos os 10 requisitos. Acho todos muito importantes porem nao consigo pois estou longe do meu tuctuc ( Isaac). Bjos madrinha te ama e ora dempre por vc por Isadora.

  348. Regina Ribeiro

    O que precisa ser dito depois destes 10 itens básicos..é que quem mais ganha com essa relação é a MADRINHA e o PADRINHO…. não tem preço a honra e o prazer de ser escolhida(o) para viver , não apenas , de longe e de passagem, a trajetória de um outro ser humano , mas também poder ser visto e reconhecido como suporte na criação e proteção deste mesmo ser…..

    • Ricardo Siliveli

      Adorei as dicas e confesso que depois de ler esse artigo, cheguei a triste conclusão de que não tenho sido um bom padrinho para os meus afilhado…. Agradeço pela iniciativa e garanto que assim como no meu caso, muitos garotos e garotas por esse mundo a fora hão de ganhar padrinhos e madrinhas muito mais atentos, dedicados e presentes… Deus abençoe todos vocês

  349. Amanda

    Não escolhemos pessoas da família ! Escolhemos um casal amigos tal como foram meu padrinhos. Pessoas espectaculares que adoram minha boneca Tahyss e que ela adora também

  350. Lucia

    Nao fui muito feliz na dinda e dindo do meu filho.Muito triste com a minha escolha.

  351. Bete

    Peço desculpas,mas padrinhos,são laços de igreja,fora disso não existe compromisso nenhum e quando a criança faz o Crisma,a criança assume a sua responsabilidade perante Deus….

  352. Marcelle

    Como tinha medo de pecar na escolha da madrinha pensei pq não dar a ela minha Sofia todo amor de padrinhos q eu tive,não deu outra.meus padrinhos são padrinhos da minha filha.satisfação garantido eu mesma testei eles como padrinhos e eles nunca deixaram a desejar. Eu amo meus cumpadres.
    Bjs.

  353. Eva Borges Pilarski

    Adorei. pois sou madrinha é bom saber disso.

  354. Kelly

    Belo texto, só destacaria um item importante para essa relação se o pai e a mãe do afilhado não auxiliarem a manter essa relação fica bem difícil.

  355. maisa

    Achei enteressante acho q todas madrinhas e padrinhos seguissem essas dicas

  356. Leticia

    Eu estou super feliz com ad madrinhas que escolhi

  357. ivanilde

    Eu não sub escolher a madrinha certa pra minha filha me sinto muito decepcionada.

    • Adriana

      Eu tbm!!!! Mt triste, né?

  358. Lisa

    Sou madrinha e amei tudo
    Tenho um filho de 20 anos. Que os padrinhos dele hj me deram sua filha que é tão minha sobrinha pra batizar
    Amo tudo isso ❤️

  359. Adriele

    Muito legal, concordo plenamente dm tudo que vc disse e graças a Deus eu sou assim com minha afilhada e espero k as da minha filhas seja assim Tbm

  360. susana

    Ola a todas! eu sou madrinha da pequena e inocente Mel que faz dois anos em Agosto proximo! Amo ser madrinha, ser tia e ser uma segunda mae. Amo esta pequenina como se fosse minha..

  361. iolanda soares lima da silva

    aAdoro dicas… me deixe bem informada!!!

  362. Luiz Paulo

    Sem duvidas escolhi as pessoas certas para minha princesa pq fazem a risca que as vezes mim surpreendem e mim emocionam com o tamanho do amor que demonstram por ela.

  363. Angel

    Acho que sou a madrinha perfeita para meus afilhados Caio e Daniel. Fazemos tudo isso e mais um pouco.

  364. Clélia

    ola pessoal boa noite eu vim essa materia pelo face e gostei muito
    Infelizmente eu nao tive muita sorte nos padrinhos da minha filha,eles nao sao presentes na vida dela igual a minha
    Mas agora tive a benção de ser madrinha e de 2 irmãos o Pedro de 1 ano e o Davi de 5 ano fiquei muito feliz pois vejo como meu filhos, e sou do tipo que se eu tiver que chamar atenção da mãe eu chamo mesmo, e faço de tudo pro Davi entrar no eixos kk porque ele é muito respondão mas comigo é só uma olhada e uma chamada de atenção que ele obedece.
    Ser madrinha é uma benção, é uma pena que muitos não acham isso e só aceitam por aceitar, por ser daquelas crença do pessoal mais velhos que não pode se negar uma criança. bjos a todos

  365. Cecília

    Não sou madrinha, concordo com o texto acima, pena não ser totalmente realizado, na hora das promessas no batismo, dizem sim..mas no dia a dai não acontece..infelizmente cada um pensa de um jeito, pra mim, seria este o correto, mas pode ser que para as madrinhas dos meus filhos não seja.

    • Tamires

      Bom dia sou madrinha de uma menina de 4 anos porém não consigo ter este laço com ela acho que a mãe dela no caso minha cunhada é muito folgada e fica cobrando que devemos ficar cuidar e olhar a criança e por vezes até me arrependo de ter aceitado o convite para ser madrinha , me ajude este sentimento é normal?

  366. Teresa

    Gostei das dicas foi bom vou ficar atenta e passar pra mi . bjos.

  367. marlete

    Bom dia,concordo com o que diz,escolhi meu irmão e minha cunhada pra batizarem minha segunda filha,fiz a escolha mais que perfeita.Minha cunhada é presente sempre que possível,meu irmão Deus levou não teve muito tempo com ela mais mesmo assim sei que está sempre presente….

  368. luana prescila

    Tem muita mãe que escolhe madrinha e padrinho pelos possíveis presentes caros ,e muitas madrinhas e padrinhos que quando se separam somem , acho um condição muito cheia de conflitos e interesses ,ser madrinha é um privilégio para quem sabe ser e para quem é escolhida ,baseada na convivência ,amor ,carinho !

  369. maria Fernanda barbosa

    Amei!!

  370. Mariana Portela

    Não sou mãe. Sou madrinha de 2 meninos lindos, um de 6 anos e outro de 8 meses, Vinicius e Davi.
    São minhas jóias. Como filhos pra mim.
    Principalmente o Davi, que tenho um contato muito maior, já que fica na minha casa todos os dias enquanto a comadre está trabalhando. Faço tudo o que posso por eles.
    Mas sinto que fico em falta com o Vinicius. Não o vejo com tanta frequência. A mãe dele nem sempre deixa ele vir aqui pra casa. Nunca fico sabendo das festinhas na escola. Mas tento, a minha maneira, acompanhar o crescimento dele sem sufocar minha comadre.

    Se preciso for, dou minha vida por eles. Acho que me enquadro em todas as atitudes descritas acima, ou pelo menos, tento.

    Abraços.

  371. Wilson Gauss

    Concordo 100 % com estas atitudes, hoje sendo avô ainda mais.
    Precisamos divulgar mais estes conceitos, fez falta na minha vida !
    Parabéns aos futuros e presentes Padrinhos e Madrinhas nota 10 !
    Wilson Gauss-Ibiúna / SP

  372. marta coneglian

    Procuro seguir esses passos. Amo demais meus afilhados.

  373. Rosi Reim

    Ser padrinhos na religião católica e estar presente e encaminhar a criança no caminho da fé. Não existe isto dos pais morrerem e padrinhos assumirem o apadrinhado na adoção até pq existe familia materna e paterna pra isto.

  374. Isaura Viveiros

    Ser madrinha é uma doce responsabilidade, mas é uma responsabilidade…
    Há que se ter muito cuidado nessa escolha já que ela envolve laços que
    devem ser indissolúveis na vida da criança, do adolescente, do jovem que
    quando adulto, consiga entender o papel da madrinha ao longo de sua vida.
    Por este motivo diz-se; “Ser madrinha não é dar presente, é ser presente”…

  375. jully

    Minha madrinha é tão boa pra mim! Que não tive escolha! Dei meus 2 filhos pra ela também srsrs

  376. marilande

    Tem 5 mais uma delas muito disso coisa horrível que tomeio raiva né gosto de ver ela passou por mim e cuspiu no chão que Deus mim perdoe mais não quer mais contato comela não

  377. Grazi França

    Olá!!!

    É a primeira vez que acesso o site e ja me deparo com um texto perfeito desse!
    Infelizmente, não dei sorte com nenhuma das madrinhas que escolhi para meus filhos (03 crianças!)
    De um, aparece duas vezes no ano aqui em casa. Sei que ela ama meu filho que é afilhado dela, mas a presença ainda é pouca…
    Da outra, é parente. Sempre lembra das datas especiais, adora minha filha. Só precisava ser presente, sabe? Aparecer aqui ao menos uma vez no mês ja estava bom.
    Do mais novo é um problema! É parente MESMO! Próxima!!! Não liga, não presenteou no aniversario esse ano e olha que veio aqui em casa no dia, apareceu aqui em casa acho que duas vezes esse ano….
    Não cultivo nos meus filhos o “não gostar” das madrinhas, mas faço com que eles não esperem muito delas.
    Quero muito que fosse ao menos parecido com o que você escreveu, mas não é.
    Como resultado, faço as vezes de todas: Mãe e madrinha de 03 crianças. E me esforço para fazê-los felizes sempre.

    Beijos e parabéns pelo blog.
    Pretendo voltar sempre! ❤

    • Fátima

      Parabéns pela matéria. Muito bem colocada.Tenho uma afilhada e amo como filha.

  378. Raquel

    Vim dar meu depoimento/desabafo como madrinha. Sou madrinha e infelizmente não tenho a maioria das atitudes descritas no texto para com meu afilhado. E olha que concordo plenamente com todas elas.
    Acontece que eu e meu marido fomos convidados para ser padrinhos do segundo filho de um casal de amigos dele no qual sempre tivemos pouquíssimo contato. Nos vimos, tipo, 2 vezes por ano. Fiquei muito surpresa com o convite e juro que até pensei em não aceitar, porque não fazia muito sentido…. mas como recusar um convite desses? Pois bem. Não sei o que a mãe pensou…. acredito que ela imaginou que os “laços de amizades” se fortaleceriam e passaríamos a nos ver toda semana. Desculpe, não vou forçar uma amizade por conta disso, seria falso da minha parte. Somos um casal muito ocupado e infelizmente não sinto “todo aquele amor” que uma madrinha deveria sentir pelo afilhado porque não tenho qualquer laço emocional ou afetivo com a família.
    Enfim, estou dizendo isso tudo porque acho que os pais tem quer tomar mais cuidado na escolha dos padrinhos dos seus filhos. O ideal é que seja uma pessoa que ****naturalmente**** vai conviver com a criança, como um irmão ou um primo muito próximo. Essa coisa de convidar um amigo qualquer e depois querer cobrar um vinculo que não existia até então é furada….e depois não adianta culpar os padrinhos não!
    É isto…

  379. Raquel

    Vim dar meu depoimento/desabafo como madrinha. Sou madrinha e infelizmente não tenho a maioria das atitudes descritas no texto para com meu afilhado. E olha que concordo plenamente com todas elas.
    Acontece que eu e meu marido fomos convidados para ser padrinhos do segundo filho de um casal de amigos dele no qual sempre tivemos pouquíssimo contato. Nos vimos, tipo, 2 vezes por ano. Fiquei muito surpresa com o convite e juro que até pensei em não aceitar, porque não fazia muito sentido…. mas como recusar um convite desses? Pois bem. Não sei o que a mãe pensou…. acredito que ela imaginou que os “laços de amizades” se fortaleceriam e passaríamos a nos ver toda semana. Desculpe, não vou forçar uma amizade por conta disso, seria falso da minha parte. Somos um casal muito ocupado e infelizmente não sinto “todo aquele amor” que uma madrinha deveria sentir pelo afilhado porque não tenho qualquer laço emocional ou afetivo com a família.
    Enfim, estou dizendo isso tudo porque acho que os pais tem quer tomar mais cuidado na escolha dos padrinhos dos seus filhos. O ideal é que seja uma pessoa que ****naturalmente**** vai conviver com a criança, como um irmão ou um primo muito próximo. Essa coisa de convidar um amigo qualquer e depois querer cobrar um vinculo que não existia até então é furada…..e depois não adianta culpar os padrinhos não!
    É isto…

  380. Teresa Ana Cortez Nuno

    Nosss, fiquei chocada comigo sou uma madrinha nota 0, ao ler as 10 dicas para a escolha de uma madrinha percebi q estou muito a quem das expectativas,,,,,, esperi nao ser tarde para mudar de atitude….

  381. Milene

    Oi obrigado por voces me deixar ser Dinda dum linda criança eu me senti feliz por eu ser isso amo todos voce

  382. ana lucia

    Fico feliz em saber q estou na caminho serto sou madrinha de trez garotos limdos e amo eles

  383. Karine Bäckman

    Eu sou madrinha e amei o texto. Infelizmente existem país que escolhem os padrinhos sem pensar no que esta função tão especial significa. Eu posso dizer que sou muito mais presente na vida e na formação moral da minha afilhada muito mais do que a própria mãe. Eu sou aquela chata que puxa a orelha e passa o sermão quando precisa e, mesmo morando longe, sou aquela à quem ela procura quando precisa desabafar ou simplesmente sentar em um bar para um Happy Hour. Digamos que assumi o cargo de mãe por tabela e Adoro!

    • Cleide

      Era o que eu esperava da madrinha da minha filha,atençao,ela não sabe nada da afilhada….

  384. Divina souza

    Eu amo meus afilhado e procuro estar sempre presente em tdos os momento de suas vida…ser escolhida p ser madrinha foi meu maior presente…e agradeço tdos os dias pelos afilhados maravilhoso q tem.

  385. Camilaerbano

    olhe que matéria interessante…

  386. Brenda

    Gostei muito das dicas! Descobri que vou ter um afilhado(a) essa semana e já estou planejando minhas ações com ele(a) pra vida toda rsrs.

  387. Adriana

    Infelizmente fiz a escolha errada!!! No início, a madrinha e o padrinho da minha filha viviam casos nela, mas depois que tiveram seus filhos a abandonaram!!
    Eles têm outros afilhados, mas não agem assim!!!
    Minha filha uma vez perguntou assim pra mim: mamãe, quem é minha dindinha é meu dindinho? Quase morri de tristeza!
    Se pudesse, chamava minha cunhada e meu cunhado para batizá-la!!!!
    Será que pode???
    Eles amam demais a minha filha!!!
    Se arrependimento matasse…

  388. Amanda

    E quando a mom em questão não escolheu a amiga mais próxima como madrinha de seu primogênito e sim uma amiga distante.

    Mas cobra da amiga próxima a atitude que a madrinha não tem. O que fazer?

  389. Aline

    No meu caso faço de tudo pela felicidade do meu afilhado mas quando eu e a mãe dele se desentendemos ela usa a crianças pra mi atingi .gosto de estar presente todos os Dias brinca pegar na escola então quando ela usa a crianças pra mi atingi fico mto brava

  390. Carla Rosa

    Adorei as dicas e sou madrinha e o meu comportamento e pensamento sobre os cuidados com o meu afilhado é de muito amor mútuo.

  391. Camilla

    Euna verdade quem escolheu os padrinhos do mej filho foi minja mãe, queroa levar amiga e ela nao deixou. Disse que depois perdia p contato e tal.
    Então, o pai do filho levou um amigo dele e eu uma prima.
    O padrinho so deu sinal de vida no batizado e no aniversário de 2 anos, ja a madrinha era razoavelmente presente ate que ficamos sem nos falar por 2 anos e agora que voltamos a nos falar a irmã dela teve filho e levou ela para madrinha . Ela nem pergunta pelo meu filho.Se eu pudesse o batizava dnv para trocar os padrinhos,

  392. debora

    Boa tarde!
    Gostaria de saber se posso ser madrinha do filho do meu afilhado.
    Escutei falar que não posso.
    Pois já sou madrinha dele.
    Eu posso ser a da filha dele?
    Obrigado!
    Debora Antunes.

  393. Dario

    Minha madrinha sempre foi especial em minha vida, sempre fomos muito amigos, mas de repente ela mudou, só pq fiz uma pergunta para ela e entendeu mau, falou bastante coisas para mim, não deixou eu explicar nos afastamos, ela começou a ficar esquisita, esqueceu do meu niver, veio 6 dias depois, não sei o q esta havendo, mas queria nesse momento dar um grande abraço nela, mas só Deus quem sabe…. Mais minha madrinha foi muito especial, uma segunda mae mesmo…

  394. Maria Teresa Freire Oliveira

    È assim que Eu penso …e é assim que que tenho procedido com todos os meus afilhados/as…Eles adora-me e Eu adoro-os….!!!

  395. Madalena

    A madrinha da minha filha era a minha melhor amiga. O meu casamento era um inferno, escolhi ela porque ela sabia , confiava nela de olhos fechados, “mostrava se” sempre preocupada comigo e com a menina. Prometeu ajudar me a sair dessa situação e que podia contar sempre com ela é eu acreditei… quando tive coragem de pôr um ponto final no meu casamento foi ela, minha melhor amiga e madrinha da minha filha, a primeira pessoa a virar me as costas. Nunca pediu para ver a menina, nem nunca perguntou se ela precisava de alguma coisa. Mais uma lição!! 😯

  396. cleide

    Muito bem lembrado

  397. nathalia

    Eu infelizmente nao tive muita sorte, só uma madrinha e presente na vida da minha filha as outras só mandam presentes.

    • Daniele

      Eu acho que não tenho uma boa madrinha.
      Tenho 16 anos e a minha madrinha e a minha avó paterna, assim como meu avô paterno mas ele faleceu quando eu tinha 3 anos. Um dos meus primos também é afilhado dela, mas ele mora na mesma cidade que ela.
      Meus pais escolheram eles quando tinha um ano.
      Pode se dizer que eu só a vejo ou falo com ela no fim de ano, nas férias de natal. Só que tipo faz quatro anos diretos que eu só vou pra lá passar alguns dias. Eu não gosto disso pois não sou próxima com nenhum dos meus tios ou primos. Ou mesmo com ela.
      Li isso é tenho certeza que vou pensar muito antes de fazer a escolha por meus filhos ou deixar eles fazerem, contanto que seja alguém que se importe com eles. Aqueles que vão vim claro, sou nova para filhos.

  398. Taila

    A publicação deixou-me com os olhos cheios d’água!
    Vou ser pela primeira vez madrinha, e ainda do filho da minha melhor amiga. A nossa amizade já completa 9 anos este mês, e Andriele não poderia ter me dado melhor presente, o pequeno Miguel :’) Ela já esta no 5° mês de gestação e cada dia que passa me torno um pouco mãe também. “Morrer de amor e continuar vivendo”, não sabia que uma coisinha tão pequena, pudesse me fazer tão feliz!
    Que o NOSSO bebê, chegue logo!!!

  399. Natasha

    Bom pasei com 10 tbm. Rs acompanho minha pequena desde que ela estava na barriga,fui a pessoa que criou mais expectativa para o seu nascimento. E a que mais queria que ela viesse ao mundo, mesmo não sabendo q eu seria a madrinha… É algo inexplicável e sinto a reciprocidade deste amor…

  400. miriam

    Tudo isto é fácil e possível quando há permissão verdadeira da mãe, talvez por isto também seja a frustração, as mães escolhem os padrinhos esperando um tipo de assistência e na verdade recebe outro. Eu por exemplo como madrinha creio que presentear é importante, mais não o mais importante que ajudar na educação que nos dias atuais esta muito complicada, sempre digo que não existe formulas e nem manuais para educar, porém existem os bons exemplos a serem seguidos. Até que eu queria ser uma “madrinha mais mãe”, mas a vida é “esquisita”!
    Miriam Gil

  401. Sandra

    Eu me arrependo muito dos padrinhos de minha bebê ..
    Não são presentes
    Não ligam para saber como ela está
    É difio para mim

  402. Cláudia

    Eu acertei em cheio a madrinha que escolhi para a Júlia. Ela ama a madrinha, existe uma ligação forte entre as duas que eu gostaria que fosse eterna.
    Adorei o texto. Vou até compartilhar para que mais mamães e madrinhas possam lê.

  403. M

    Não fui nem na escolha da madrinha dos meus filhos , mas tbm não fico cobrando deles , sei que eles tem suas vidas e hoje em dia é tudo muito corrido, sou madrinha tbm é não sou muito presente, mas o problema é qndo a comadre quer de aproveitar e jogar a afilhada pra curtir o dia só, Não gosto de ser cobrada o tempo todo , pq sei que fui escolhida pra ser madrinha , mas tenho 2 filhos e tenho afazeres e meio complicado esse cargo pq fui escolhida e meu marido não,entao acho que ele ficou chateado ele não fiz mas sinto isso

    • M

      Tem comadres que quer madrinha só pra se aproveitar de algumas situações e nao é bem assim, é muito complicado esse papel.

      • Jaqueline

        Ps é… passo pela mesma situação! Eu sou madrinha, meu marido não. Trabalho, faço faculdade, cuido da casa e de outras coisas. Vejo meus afilhados, tenho 2, sempre que posso, mas infelizmente não é suficiente para uma de minhas comadres, que acha que eu tenho que parar de viver minha vida para viver a dela, sou muito cobrada. Acho isso tudo um saco, pois não tive filhos ainda por questão de tempo. É difícil uma comadre que quer uma segunda mãe pro seu filho, se eu não tenho tempo nem para um filho meu… quanto mais dos outros! As pessoas hj em dia querem jogar a responsabilidade de pais com os filhos no colo dos padrinhos e madrinhas! Isso é fato! Então… antes de colocar 10 itens que quer numa madrinha, verifique se fosse o contrário… Vc deixaria de viver a sua vida, pra viver a vida da comadre e seu afilhado?

  404. Magda Marensi

    Gostei muito do blog, gostaria de receber novidades .

  405. Ângela

    Gostei bastante até compartilhei…

  406. daniely silva

    eu sou a afilhada dela ela nao me da muito valor mas eu amo ela dimais

  407. daniely silva

    AMEI VC FALOU MUITO BEM OS PADRINHOS DA MINHA DANYELI NEM LIGA PRA ELA TADINHA EM

  408. Carla

    Adorei o post, mas acho que deve ser complementado sim.
    A relação dos padrinhos com o afilhado só é possível acontecer dessa forma se houver a facilitação dos pais da criança.
    Concordo que o amor ao afilhado seja incondicional, mas a educação e o respeito pelos padrinhos é fundamental e necessária para que possa existir uma relação saudável entre todos.
    Deve existir sim uma abordagem mais ampla sobre este assunto que envolva os pais e os afilhados, pois qualquer relacionamento para dar certo deve ter a colaboração de todas as partes envolvidas.
    Sem isso, considero apologia.

  409. Carmen Rodrigues Trigo

    Boa tarde …Gostaria de saber não somente o que a madrinha tem que fazer ou deixar de fazer enquanto criança corri atrás, cresceu e agora não vou atrás mais passo zape estou sempre atenta para saber se esta tudo bem pois como me afastei da família não fui mais vê-lo e ai como fica quando mando mensagem e ele nem sequer me responde Também fico muito chateada de saber que meu afilhado nem sequer a mãe dele se importa em saber se estou bem ou não . Isso tudo porque houve um pequeno desentendimento nas famílias e tudo ficou assim estamos afastados mais nunca esqueço dele nas minhas orações ele esta sempre presente e em nosso coração. Sinto muita vontade e ao mesmo tempo fico chateada de ver que nem liga tb para saber de nós, foi natal mandei mensagem e nem retornou o que tenho que fazer como tenho que agir pois enquanto foi pequeno fiz tudo o que vcs pedem acima e agora como fica ajudem-me por favor.

  410. grasi

    Eu amo o meu afiliado Lucas!!!!

    Amo de verdade, me preocupo com ele,ligo sempre p saber dele e das suas novidades, amo ficar com ele.
    Ele esta sempre presente em minhas oraçoes! E vai poder contar com a dinda sempre!

  411. Sabrina Soibert

    De fato a madrinha é extremamente importante na vida da criança… Vejo por mim mesma, q arrisco dizer q talvez fosse mais apegada com minha madrinha do q com minha própria mãe durante minha infância… Hoje, mãe, me dói dizer q os padrinhos do meu filho ñ são tão presentes quanto eu queria… Um dos casais só o vê praticamente nas datas comemorativas, e o outro (minha irmã e meu ex cunhado) é ainda mais ausente depois q se separaram.. A madrinha voltou a ter vida de adolescente solteira, e aí “ñ sobra tempo”, e o padrinho diz q “ñ quer mais contato com a família da ex”…
    Vale lembrar q o significado das palavras Padrinho e Madrinha, vem do latim, e Padrinho significa Paizinho e Madrinha significa Mãezinha… Aprendi isso no curso de batismo q fiz, e tento ser a melhor madrinha do mundo para meus 2 afilhados e para a terceira q está a caminho, pois ñ quero q meus afilhados (E Compadres) se sintam como eu me sinto em relação a meu filho…
    Amei a matéria e concordo com TUDOOOOOO!!!!

    • Joana Crisitna

      aqui a madrinha que escolhi, caga e anda
      minha filha tem mais de 3 anos
      e ela nem se coçou
      pra batizar
      nunca tem tempo pra batizar minha filha Marina
      so pra festa
      e bebidas
      que tristeza
      pior q ngm q batizar
      pq ja
      ecolhi essa
      ngm quer

  412. Alexina Alcoforado Mascaro

    Lindo

  413. Letícia

    Oi meninas!Amei as dicas mas preciso de uma ajudinha!Minha afilhada nasceu há três anos e recentemente ela ganhou um irmaosinho! Como minha afilhada é louca por mim os pais dela decidiram me convidar para ser madrinha desse bebe também!Eu amo igualmente os dois como se fossem meus filhos!Agora o meu problema é que a minha afilhada mais velha é muito ciumenta e não deixa eu ficar com o irmao nem um pouquinho! Ele está crescendo muito rapido e eu gostaria de aproveitar mais essa fase tao gostosa porém nao quero que minha princesa se sinta ‘trocada’!Vocês poderiam me ajudar? Beijos!

  414. Edivania gomes silva de souza

    OS PADRINHOS DAS MINHAS FILHAS TEM TODAS ESSAS QUALIDADES O PADRINHO DA PEQUENA SOPHIA FAZ MAIS QUE O PAI PRISIPALMENTE EM AFETO ESTOU MUITO FELIZ.

  415. cristina

    Amo os meus afilhados(as).

  416. Adriana

    Boa Tarde!
    Meu comentário mesmo é mais um desabafo, recebi minha primeira afilhada esse ano, ela tem 4 anos, só que nunca tive nenhum contato com a criança, nem com pais, antes de me torna madrinha dela. Gosto da criança e tudo, só que não me sinto bem, pois acho que eles estão me vendo de outra forma. Antes da páscoa dei uma lembrancinha, pois pensei que ia viajar, depois desse dia a menina todo dia vai lá para minha casa brincar com meu filho,só que a menina só fala quando quer, brincar com meu quando quer, se ela pedir algo e você não dar pedir para ir casa e isso está me sufocando, nem sei se é essa a palavra mesmo. Eu sei que madrinha tem que está ao lado da afilhada, mais acho que tudo tem seu tempo, tempo pra sair, brincar se divertir com a criança. Eu sinto que estou se forçada a isso todos os dias. Passando o dia trabalhando com muitas aqui faz, chego cansada,tenho quer ensinar a tarefa do meu filho, ai nem posso pois a menina chega.quando chego do trabalho quero mesmo tomar só um banho e jantar com meu filho e dormir pra ir pro trabalho de novo.

  417. Doraci Maria de Andrade

    Sou da pastoral do batismo ,gostei muito das 10 atitudes q esperamos das madrinhas e padrinhos escolhidos.

  418. Paula Estanislau

    Minha nossa voce nao quer uma madrinha voce quer uma mae adoptiva!Amor Incondicional!!!Ultrapssa qualquer razoabilidade.

  419. CLAUDIA LUCIA

    Minha afilhada é a minha filha do coração!

  420. Alessandra Carlos

    Sou madrinha feliz….rs

  421. conceiçao

    tenho varios afilhados amo todos de coraçao ser madrinha e muito inportante dar amor corinho e encinar as coizas certas e tudo que eu gosto de fazer e agradeço a confiança de cada pais que me propocio esta alegria obrigado a todos

  422. LUCIA ELAINE BITTENCOURT

    Acertivo este artigo!!!! Tios, avós, já têm ligação afetiva e social com a criança, não precisam ser necessariamente padrinhos, para amar e cuidar dessa criança. Já pessoas estranhas ao convívio da criança como o chefe do trabalho do papai, aquela amigo rico do vovô que mora em outra cidade….não se lembrarão dessa criança nem no dia do aniversário! Alguém que sinta prazer em estar com ela e a família, que participa de sua vida, poderá amá la um dia , e se responsabilizarem também pela sua educação e criação. Mamãe já dizia:”Ninguém ama o desconhecido”!

  423. lusineide

    nao sou feliz pela a escolha que fiz pensei uma coisa mais foi outra,assim qdo vce escolhe uma pessoa pra ser padrinhos dos seu filho e eles aceita eles tem que comprir o que eles falaram para o padre e principalmente pra deus.
    mais infelizmente escolher os padrinhos para meus filhos um qdo soube q meu filho e especial dessistiu chamei outros mais o outro aceitou mais nao compriu com o dever.
    os padrinhos que escolhe para meus filhos falei logo chamei para ser padrinhos dos meus filhos nao foi por interrese algum,como ganhar presentes mais para ganhar atençao amor carinho.ou qdo agente precisar de ajuda de ficar com eles para resolver problema . saber sempre como a criança esta se esta bem ou doente.
    assim e q os padrinhos deveriam fazer.mais faz 20 anos q uns dos padrinho de meu filho nao se que pergunta por ele pra saber como esta. ele quase q morria mais tambem nao avisei pq eles nao a procura saber como esta.qdo as vezer q avistamos ai dis nao tenho tempo mais tem tempo pra ir pra balada e viagem.a outra tambem nao da noticia so da noticia qdo precisa de alguma coisa dela. fico triste por isso meus filhos ia ate eles mais o padrinho tem q vir tambem

  424. Janaina

    Achei muito legal o post. Parabéns!
    Mas tenho uma duvida..
    Eu tenho uma afilhada que amo muito. Só que os pais dela não fazem nenhuma questão de manter o vinculo comigo e com o meu noivo.
    Nunca ligam, não perguntam se estamos bem, não participam de nada em nossas vidas.

    Eu era muito muito presente na vida deles. Mas devido a falta de interesse da parte deles eu hoje sou super frustrada com tudo.

    O que vocês me aconselhariam?

  425. Tereza

    Muito importante essas dicas.

  426. Elaine

    escolhi muito mal os casais de padrinhos para meu casal de filhos. a atenção deles durou somente nos 5 primeiros anos de vida… depois disso nunca mais se importaram, nem telefonema para desejar um feliz aniversário… e sempre estavam com compromissos inadiáveis na festinha de aniversário, nem sei porque gastei tanto tempo e dinheiro em igreja, em cursinho e nessa baboseira toda. se eu soubesse que iam ser tão desprezíveis tinha deixado para batizar meus filhos com 10 anos de idade aí eles próprios escolheriam alguém da vontade deles

  427. Maria celia

    Eu tenho três filhos e confesso que não soube escolher os padrinhos com excessão do primeiro que foi batizado pelos meus pais.

  428. Monica Romualdo Moreira

    Nossa que texto lindo!
    amei .
    Parabens

  429. Ricardo Rodrigues

    poxa ,amo meu afilhado mas a mae quer sair .ai liga tudo somos nos,para tudo naõ tem limite,nem liberdade,de nada,nao sei o que fazer,ass,flavia

  430. cristina tembe

    Amei vou enviar para a minha irma estas dicas de como ser uma madrinha com sucesso

  431. elisa brito

    eu adoro os meus afilhados, embora alguns se distânciem de mim mas eu amo-os igualmente e tambem recebo muito carinho deles

  432. Cleide

    Nossa ameei este post,adoraria compartilhar com os “padrinhos” da minha filha,mas infelizmente eles são da familia e causaria muito constrangimento,pois os mesmos não corresponde a nenhuma alternativa,sou mega decepcionada com minha escolha,infelizmente a conheci melhor depois que minha filha nasceu,ela realmente mostrou que era,e a primeira decepçao foi a critica que a mesma fez em relaçao as minha mudanças depois que fui mãe (bem resumido…eu era uma adolescente de 42 anos,fumava,bebia e vivia a vida não to nem ai…pagava minha conta) e virei do avesso assim que soube da gravidez,adquiri vida de mãe…zona,pare de fumar,beber e passei a ter uma vida super saudavel,não esperava critica negativas,ja que fiz otimas mudanças,mas incomodei.Depois ja era tarde pra voltar atras,eles não visitam minha filha,só no aniversario,dia das crianças,e natal não vem em casa ve em reunioes de familia,durante o ano de 2016,eles fizeram uma visita,no dia das crianças,no aniversario a vira na festa,e a viram mais vzs em reunioes de familia .Desculpa acho que falei demais,mas desabafei….

  433. luciliac da conceição coelho

    não sou muito feliz com os padrinhos do meu filho não

  434. Cristiane

    Gostei da matéria,mas acho que teria que fazer uma matéria de 10 atitudes que esperamos das mães incentivar seus filhos sobre seus padrinhos,pois tenho 2 afilhados e um deles nem sabem quem somos isso porque estamos todos os finais de semanas juntos ele pensa que a madrinha do seu irmão é dele tb porque ela fica dizendo a ele que é dinda deles até parece que o menino mudou de madrinha estou revoltada com isso pois ela coloca fotos dela com eles e fala que é a dinda deles e posta no facebook me provocando e os pais ainda gostam e não faz nada,nunca deixei de dar atenção a ele sempre que estamos juntos brincamos e damos toda a atenção e o que precisam,mas os pais nunca deixam eles ficarem em nossa casa leva-los pra passear,pra dormir em nossa casa e etc.Então fica difícil fazer algo pois para os pais só fomos padrinhos na igreja e nada mais.

  435. zelinda velasque leal

    olha Ketlin velasque antes de dar tua filha pra qualquer pessoa batizar tem que mandar elas lerem esses mandamentos de madrinha

X Leia também:

Separação dos pais: como os livros podem ajudar na adaptação das crianças

01/07/13Ver a matéria   >>