A timidez na infância – por Carla Poppa, psicóloga

Sem categoria29/10/17 By: Carla Poppa
(2) Comentários

 

Oi, meninas!

Tudo bem?

Convidamos a Carla Poppa, uma psicóloga especializada em crianças, para escrever alguns textos para deixar nosso blog ainda mais interessante e com um conteúdo mais rico para todas as mamães! A Carla escreve de uma forma bem leve e os seus textos são gostosos de ler. O primeiro deles tratará de um assunto importante: a timidez na infância.

Espero que vocês gostem! Boa leitura!

 

Son clinging to father's leg

 

……………………………………………………………………………………………………………………………………..

 

A timidez na infância

A criança por volta dos 4, 5 anos começa a ser capaz de perceber quais são as consequências daquilo que faz. Ela começa a perceber, por exemplo, que quando bate em um amigo, ele fica triste e chora. Aos poucos, adquire a habilidade de compreender a relação entre a sua atitude e a tristeza do amigo. Começa, portanto, a experimentar o sentimento de culpa.

Nessa fase, é fundamental que a criança que fez algo errado tenha oportunidade de se desculpar, de reparar a sua atitude. Por exemplo, quando uma criança desobedece seus pais, passado o choro e a agitação do conflito, é importante que tenha a oportunidade de pedir desculpas. Desse modo, ela começa a entender que seus erros não são irreversíveis, pois podem ser reparados. Quando os pais ficam pessoalmente ofendidos com a atitude do filho(a) ao ponto de não aceitarem seu pedido de desculpas ou quando o(a) colocam em um castigo desproporcional, severo demais em relação à atitude da criança, ela pode, com o tempo, entender que errar é terrível demais, pois representa a vivência não apenas da culpa, mas também do desamparo diante desse sentimento.

Esse contexto frequentemente é expresso pela criança por meio da timidez. A criança tímida internaliza um censor, um crítico severo que lhe questiona constantemente antes de cada uma das suas ações, se estas são adequadas ou se irão lhe custar retaliações. Ela se retrai, se isola do contato com outras crianças, não se arrisca, pois sente medo, muito medo de errar. Ser inadequada para ela representa ter que enfrentar a culpa e a solidão combinadas. Uma criança tímida aprendeu a não ser ela mesma, pois sua espontaneidade já lhe causou muita vergonha. Uma criança tímida já se sentiu muito exposta e por isso, tenta a todo custo se preservar.

Carla C. Poppa
CRP:06/69989
Psicóloga Clínica
http://carlapoppa.blogspot.com.br

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários:A timidez na infância – por Carla Poppa, psicóloga
  1. Juliana

    Excelente texto, muito importante para tentarmos lidar da melhor maneira possível com nossos filhos e ensinar de maneira geral, sempre de forma positiva, sem frustrações. Bem vinda ao blog Carla, com certeza terá muitas abordagens interessantes!!! Parabéns Rê e Ju por buscar parcerias que nos agreguem sempre. bjs

    • Juliana

      OI Ju, também amei o post! Que bom que você gostou Beijos

X Leia também: