7 curiosidades que você não sabia sobre o ballet

De Mãe para Mãe - Desenvolvimento - Dicas dos especialistas28/03/18 By: Ana Lú Gerodetti
(1) Comentários

Oie, moms!

O ballet clássico é uma das modalidades mais adoradas – e incríveis – do mundo. Costumamos, inclusive, receber e-mails de muitas leitoras que tem dúvidas sobre essa dança, por isso fizemos um post com 7 curiosidades que você não sabia sobre o ballet.

Desde as sapatilhas de ponta até os benefícios que a modalidade pode trazer a quem pratica, confiram algumas coisas bem bacanas sobre o ballet clássico!

7 curiosidades que você não sabia sobre o ballet

 

  1. Os princípios básicos do balé são: postura ereta, uso do en dehors (rotação externa dos membros inferiores), verticalidade corporal, disciplina, leveza, harmonia e simetria.

 

  1. Apesar do código do ballet clássico ser todo em francês, a dança surgiu na Itália, no século XV. Quando a italiana Catarina de Medicis se casou com o rei Henrique II e se tornou rainha da França, fez questão de introduzir a modalidade ao seu novo país, que recebeu o ballet de braços abertos. Mas foi no século XVI que o rei Luís XIV (o “Rei Sol”) criou a Academia Real da Dança e consolidou o ballet em seu país.

 

  1. O tutu italiano é uma sobreposição de saias curtinhas e rígidas, que são costuradas em formato de pétalas. Já o tutu romântico tem o saiote bem maior, chegando quase aos tornozelos das bailarinas.

 

  1. Marie Camargo foi a primeira bailarina a usar sapatilhas sem saltos, no século XVIII. Antes dela, os sapatos tinham saltinhos e não permitiam que os dançarinos ficassem nas pontas dos pés. Depois da Revolução Francesa, as sapatilhas sem saltos viraram padrão e acrescentaram movimentos mais elaborados à dança.

 

  1. O ato de ficar nas pontas dos pés, inclusive, foi aderido ao ballet por dar leveza aos bailarinos, um dos principais fundamentos da modalidade. Nesta posição, parece que os dançarinos estão voando pelos palcos e não apenas dançando.

 

  1. Para conseguir ficar nas pontas dos pés, as bailarinas usam sapatilhas com pontas duras de gesso. Conforme a prática for aumentando, junto com a flexibilidade e resistência física, as sapatilhas se “moldam” aos pés dos dançarinos, possibilitando movimentos difíceis e super delicados.

 

  1. O ballet mescla a prática do exercício físico com exercícios mentais, desenvolvendo a postura, a flexibilidade, a concentração, a paciência e o conhecimento do próprio corpo.

 

Demais, né? As nossas filhas praticam ballet desde pequenas e são apaixonadas por essa dança! Caso você tenha se interessado por essa modalidade, o Just Real Moms super recomenda a Escola de Ballet Paula Castro.

Eles têm aulas especiais para crianças (baby ballet), aulas para adultos e muitos outros tipos de danças!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:7 curiosidades que você não sabia sobre o ballet
  1. Adélia Silva Ambrósio

    Ballet é coisa de menina? Acho que não e você?

X Leia também: