6 dicas para ensinar seu filho a fazer escolhas saudáveis

Alimentação - De Mãe para Mãe - Dicas dos especialistas - Publipost04/04/17 By: Ana Lú Gerodetti
(0) Comentários

 

Olá, mamães!

Tudo bem?

Ultimamente temos acompanhado um debate muito grande nas redes sociais sobre o extremismo na alimentação dos filhos. De um lado, vemos algumas mães que proíbem qualquer tipo de alimento que tenha açúcar ou gordura e, de outro lado, vemos mães mais permissivas e sem nenhum controle sobre o que os filhos comem.

Somos a favor do equilíbrio sempre, e para poder passar informações coerentes e úteis aqui no blog, convidamos a nutricionista especialista em pediatria Karina Peleias para escrever um texto prático para ajudar as mamães neste grande dilema do dia a dia que é a alimentação saudável dos filhos.

 


 

6 dicas para ensinar seu filho a fazer escolhas saudáveis

Formar hábitos saudáveis é uma das melhores e mais importantes coisas que você pode fazer pelos seus filhos. Hábitos saudáveis são um presente que eles levarão para a vida toda e definirá como eles crescerão e conduzirão sua própria família.

No entanto, oferecer uma educação alimentar saudável desde cedo nem sempre é uma tarefa fácil para os pais, por isso aqui vão algumas dicas para facilitar essa fase cheia de dúvidas.

 

 

  1. Apresente os alimentos para seus filhos

Para que as crianças escolham os alimentos saudáveis, elas precisam conhecê-los. Uma dica é levá-las ao supermercado/feira e pedir ajuda para escolher os alimentos, mostrando o que está comprando.

 

  1. Diversifique a forma de preparo

Todos nós temos preferências diferentes por sabores e texturas. É muito comum uma criança que adora cenoura raladinha, mas não come quando está cozida. Por isso, permita que seu filho conheça as diferentes apresentações de um alimento (cru, cozido, purê, como ingrediente alguma preparação) e escolha a que prefere.

 

  1. Estabeleça metas

Combine com a criança quais e quantos alimentos novos ela irá experimentar na semana, deixe que ela faça as escolhas. Essa atitude além de reforçar a melhora da alimentação, mostra à criança que ela está sendo responsável por suas escolhas, deixando todo o processo mais fácil.

 

  1. Comemore as conquistas

Nesse período, a criança precisa de apoio e incentivo. Sendo assim, comemore as conquistas mesmo que pareçam pequenas. Lembre-se de que para criança pode ter sido difícil consegui-la. Por outro lado, apoie a criança quando as metas não forem alcançadas. Dessa forma, ela se sentirá acolhida e mais segura para continuar tentando.

 

  1. Cuidado com extremismos

Naturalmente as crianças têm preferência por alimentos mais doces. Sendo assim, não é porque queremos formar hábitos saudáveis que as crianças devem comer apenas alimentos saudáveis 24 horas por dia. Em algum momento, elas vão escolher alimentos mais indulgentes e tudo bem comer! Em uma alimentação saudável não existe alimento proibido, tudo pode ser consumido desde que haja equilíbrio. Lembrando que mesmo dentro das categorias indulgentes sempre existe uma opção melhor.

 

  1. Paciência

A construção de hábitos alimentares gera muita ansiedade nas mães, mas calma! Lembre-se de que cada criança tem um ritmo e com amor tudo dará certo.

 

Karina Peleias Nutricionista CRN3- 29753 Especialista em pediatria- FMUSP

 

Este texto é um oferecimento dos bolinhos Ana Maria QD+, produzidos com uma deliciosa combinação de chocolate com ingredientes naturais como aveia, banana, cenoura e cacau.

 

publipost

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X Leia também: