4 hábitos que nossos filhos deveriam parar de fazer e como ajudá-los

De Mãe para Mãe04/10/17 By: Juliana Freire
(1) Comentários

 

Oi, moms!

Tudo bem?

Toda mãe sabe que as crianças passam por fases difíceis e muitas vezes apresentam alguns comportamentos errados que nos deixam super preocupadas. Às vezes, o melhor a fazer é ignorar, mas é importante que os pais fiquem atentos a alguns vícios de seus filhos, para contornar a situação e evitar problemas no futuro.

Vejam abaixo algumas soluções simples para ajudar seu filho a quebrar um mau hábito para sempre.

1- Chupar o dedo

 

Captura de Tela 2015-07-10 às 00.09.54

 

Por que é ruim? 

Além de calos, bolhas e infecções, pode afetar muito os dentes da criança.

Como pará-lo?

– Tente trocar por uma chupeta: Quando o ato de sucção ainda é um reflexo primitivo, o dedo não é exatamente o foco. Nessa época, vale trocar por uma chupeta, que é mais anatômica, causando menos males à boca e aos dentes da criança. Além disso, os especialistas concordam que é muito mais fácil descontinuar o hábito da chupeta do que o do dedo.

– Ocupe as mãos do seu filho: Quando a criança se concentra em atividades com as mãos, a necessidade de chupar o dedo é deixada de lado. Portanto, dar a ela brincadeiras que o distraiam, ocupem sua mente e também suas mãos, pode ajudar a criança a largar o hábito.

– Negocie horários e momentos: Só dá certo com crianças mais velhas que já possam compreender o que lhes está sendo falado ou proposto. Esse entendimento começa a partir dos 18 meses. Tente estipular momentos certos para o ato ou até mesmo metas como fazer um joguinho com a criança: desenhar em uma cartolina um calendário, e marcar com uma estrela prateada cada dia passado sem chupar o dedo. Três dias seguidos, por exemplo, merecem uma estrela dourada.

 

2- Dedo no nariz

 

Captura de Tela 2015-07-13 às 00.49.01

 

Por que é ruim?

 A criança pode cutucar tanto o nariz que chega a se ferir – causando lesões ou sangramentos. 

 

Como pará-lo?

– Identifique a causa: identificar a causa dessa mania é fundamental. Pode ser que o hábito seja causado por algum tipo de alergia que necessite de tratamento ou que seja reflexo de estresse e ansiedade, por exemplo.

– Limpe o nariz da criança: De manhã e à noite, na hora do banho, utilize uma toalha ou algodão com soro fisiológico e água morna para limpar as narinas – isso porque o acúmulo de sujeira pode estar realmente incomodando a criança, que acaba cutucando o nariz.

– Não castigue: Por mais que esse hábito a incomode, castigar, punir ou constranger severamente a criança não é uma boa solução, já que o ato pode ser inconsciente – e a criança nem percebe o que está fazendo. A represália pode gerar mais insegurança e fazer com que a mania fique pior.

– Ajude a ter consciência do hábito: Depois de um tempo, esse tipo de mania pode se tornar inconsciente, por isso é importante fazer com que a criança perceba o que está fazendo. Colocar um band-aid colorido na ponta do dedo pode ser uma boa alternativa para que ela preste mais atenção ao que está fazendo com as mãos.

 

3- Roer unhas

 

Captura de Tela 2015-07-10 às 00.19.10

 

Seu filho pode roer as unhas por uma série de motivos, dentre eles curiosidade, tédio, para diminuir o estresse, por hábito ou por imitação. Roer as unhas é a mais comum das “manias” infantis.

Por que é ruim? 

As unhas podem ficar deformadas e os dedos se tornam muito sensíveis à dor, além de serem uma porta de entrada para infecções bacterianas e virais.

 

Como pará-lo?

– Tentar descobrir a origem do problema. Investigue se há ansiedade.

– Não reclame e nem puna.

– Ajude seu filho a ter consciência do hábito de roer as unhas. Incentive-o a perceber quando e onde ele rói as unhas.

– Para algumas crianças, lembretes (um curativo na ponta do dedo, por exemplo) funcionam muito bem.

– Seja o exemplo: os pequenos podem adquirir o vício ao imitarem os pais.

– Use um fortalecedor de unhas para evitar qualquer quebra.

– Mantenha as unhas curtas para dificultar as mordidas.

 

4- Ranger os dentes

 

Captura de Tela 2015-07-10 às 00.19.26

 

Ainda não se sabe exatamente por que as crianças rangem os dentes, mas os especialistas costumam associar o hábito a alguns fatores, como tensão ou estresse, dor (de ouvido ou pelo nascimento dos dentes, por exemplo) e problemas de oclusão (quando os dentes não se “encaixam” direito). Porém, saiba que muitas vezes a origem do barulho é bem mais inofensiva: a criança está apenas se acostumando à presença dos dentes na boca.

Por que é ruim?

Alguns efeitos colaterais deste hábito, como uma mandíbula dolorida, dores de cabeça e dentes desgastados.

Como pará-lo?

– Ranger os dentes é muitas vezes resultado de stress, desta forma, tente ensinar seu filho algumas técnicas de relaxamento antes de dormir, como respiração, ou mini massagem. Aulas de Yoga também podem ser uma boa opção.

– Para crianças mais velhas, o dentista pode recomendar uma placa feita sob medida, uma espécie de aparelho, que protege os dentes. Mas essa alternativa só é utilizada quando a criança já tem alguns dentes permanentes, a partir dos 6 anos.

 

Fontes: Popsugar, Minha Vida, Baby Center Brasil

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:4 hábitos que nossos filhos deveriam parar de fazer e como ajudá-los
  1. Laura Orta

    Gosto muito da sua pagina como mãe de duas crianças ela 9 e ele 4 digo a minha filha perdeu a ultima chucha com quase 5 anos e começou a chuchar no polgar até hoje , ele tirei aos 2 anos sem grande drama mas até hoje mama no biberon 2× por dia ao acordar e ao deitar mas se eu deixasse andava todo o dia com ele pendurado na boca mesmo vazio.

X Leia também: