10 dicas para ser uma boa tia (ou tio)!

De Mãe para Mãe04/06/18 By: Renata Pires
(7) Comentários

 

Oi, meninas!

É uma delícia receber a notícia: “Parabéns, você é tia!” Temos recebido MUITOS pedidos para falarmos sobre as responsabilidades de ter um sobrinho ou sobrinha, então o post de hoje traz algumas dicas para ser uma “boa tia” ou um “bom tio”!

 

tia1

 

A meu ver, não existe tia “má”, rsrs! Algumas são mais presentes, outras mais ausentes… Mas a grande maioria é ótima! Porém, existe uma linha tênue que divide a tia participativa e divertida daquela que ainda respeita as regras e pontos de vista dos pais.

Enfim, escrevi algumas diquinhas básicas para uma melhor convivência entre tias(os) e sobrinhos(as). Se tiverem mais sugestões, por favor escrevam nos comentários!

 

tia4

 

1) Evite desautorizar os pais!

Assim como os pais, entre si, não devem desautorizar um ao outro na frente dos pequenos, você jamais poderá fazer isso! Esse tipo de atitude faz com que a criança fique confusa e só prejudicará o seu relacionamento com ela. Se você quer que seus irmãos se sintam confiantes em deixar os seus sobrinhos passarem um tempinho com você, tente também não desautorizar as regras que eles lhe passaram antes do passeio. Por exemplo, se os pais pediram que você não dê refrigerante à criança, NÃO dê! Dessa forma, todos ficarão muito mais seguros e esse cuidado fará toda a diferença!

 

2) Antes de fazer qualquer programação, pergunte aos pais!

Se você vai sair com seu sobrinho(a), comunique aos pais o que está planejando e, principalmente, se os planos mudarem no meio do caminho, ligue e avise! Se você combinou de ir ao shopping e resolveu ir ao parque, não custa avisar.

 

3) Mostre-se disponível e dê suporte!

Uma tia (ou tio) que demonstre disponibilidade e dá suporte aos sobrinhos, é imprescindível. Assim se, algum dia, se os pais precisarem de alguém para ficar por um tempinho com as crianças ou para buscá-las na escola, com certeza você será a primeira da lista. Conquiste a confiança dos seus sobrinhos e dos pais!

 

4) Seja pontual!

Se você marcou com seu sobrinho ou sobrinha (ou com os pais) que irá buscá-lo às 15h, não apareça às 17h. Não há nada mais frustrante do que deixar uma criança esperando. Seu sobrinho(a), com certeza, estará ansioso(a) a sua espera e essa ansiedade faz com que o tempo de aguardo se torne algo angustiante (pelo menos aqui em casa é assim). Por outro lado, se você marcou de deixá-los em casa em um certo horário, cumpra-o! Se você espera ter acesso às crianças, siga os combinados com os pais. Acredite, você pode facilmente ganhar muito mais confiança, por ser consistente e confiável.

 

5) Atenção aos programas!

Não confunda um passeio com os sobrinhos e sobrinhas com um passeio com seus amigos. Criança deve fazer programa de criança! Evite levá-los a lugares muito barulhentos ou não apropriados para a idade deles. Planeje algo gostoso, em que os pequenos possam realmente se divertir!

 

6) Tenha paciência!

Como todos nós sabemos, crianças são imprevisíveis. Dependendo da idade (principalmente na que estão os meus, rsrs), eles podem ter um chilique e se jogarem no chão, ou ter um acesso de desobediência… Tenha paciência, tente ter jogo de cintura e distrair os pequenos com outras coisas, Assim, você evitará um stress para ambas das partes!

 

7) Esteja sempre por perto!

Visite ou ligue frequentemente. Não espere por um motivo ou uma data comemorativa, a grande razão de procurá-los é que você ama seus sobrinhos. Atualmente, com a tecnologia essa aproximação está muito mais fácil. De vez em quando, envie uma mensagem pelo celular aos pais das crianças, perguntando se estão bem. Se os sobrinhos forem mais velhos e já possuírem um celular, envie a mensagem aos próprios. Quando os pais, ou sobrinhos, receberem essas mensagens,  saberão que são muito especiais para você!

 

8) Seja parceira!

Quando estiver com seus sobrinhos, brinque com eles! Não fique de olho no celular o tempo todo ou fazendo outras coisas. Se jogue no chão, brinque de princesas ou de heróis, conte histórias, ouça o que eles que querem contar e valorize-os. Isso é ser uma tia parceira! Dedique o tempo que ficará com eles, COM eles e torne esse momento algo mais que delicioso!

 

9) Cumpra sempre suas promessas!

Crianças lembram tudo o que falamos. Portanto, se você, algum dia, prometeu algo a elas, cumpra! Eu sei que às vezes dizemos coisas e que com a correria do dia a dia acabamos esquecendo, mas tente não fazer isso! Se você disse que dará tal presente ou que levará a tal lugar, não dê para trás, isso frustrará demais os seus sobrinhos! Tente prometer tudo o que você realmente conseguirá cumprir.

 

10) Ter uma boa tia é INCRÍVEL! Proporcione isso aos seus sobrinhos!

Eu tenho uma tia incrível, daquelas que você pode contar sempre! Por isso, digo com propriedade: seja uma boa tia (ou tio), isso fará toda diferença na vida do seu sobrinho(a)! Ser tia é aproveitar breves períodos de companhia e transformá-los em eternos momentos de lembranças, é ter momentos de longas ausências e, assim mesmo, ser uma presença constante em nossa vida. Ser tia é amar uma pessoinha que, mesmo não sendo sua, você ama como se fosse! É aprender a trocar fraldas mesmo ainda não sendo mãe, é guardar segredos como uma irmã, agir como uma amiga e amá-los como se fossem seus! Dedique-se aos seus sobrinhos, ser tia faz bem, MUITO bem!!!

 

tia2

Fontes: WikiHow / Answers.com / Deixando Melhor de Mim

 

Conteúdo exclusivo do site Just Real Moms. 
Categoria: Gravidez, maternidade, blog de mãe, blog para mãe, dicas de mãe, dicas para grávidas, dicas de maternidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 Comentários:10 dicas para ser uma boa tia (ou tio)!
  1. Liduina

    Amei, gostaria que tivesse dez dicas pra vovó.

  2. amanda

    bom eu amei a dica ogrigada

  3. Eloiza

    Amei!!!!! gostei do tia parceira rsrs

  4. Millena

    Eu não tenho jeito pra ser tia

  5. Millena

    Eu não levo jeito pra ser tia

  6. Ângela Andrade

    Ser tia é muito gostosos, as crianças são sempre uma benção, mas aguentar os pais é um porre sem fim. Cada um com suas manias, excesso de regras, chatices sem fim.
    Uma pena, do contrário se poderia passar mais tempo com os sobrinhos.

  7. Andreia P Inacio

    eu odiei muito

X Leia também: